SlideShare uma empresa Scribd logo
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1051 22.05.2016 às 17h.Lição 18
Escola Bíblica Dominical
Apostasia da Fé
“Sabe, porém, isto: que nos últimos dias
sobrevirão tempos trabalhosos” (2 Tm 3.1).
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1051 – São Paulo - SP
Nestes últimos dias, a Igreja tem de se
mostrar sempre vigilante e alicerçada na
Bíblia Sagrada para combater,
eficazmente, as forças do mal que se
levantam contra o evangelho de Cristo.
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1051 – São Paulo - SP
Após esta aula, o aluno deverá estar apto a:
 I. Descrever as características dos últimos tempos.
 II. Contestar os modismos doutrinários.
 III. Definir o sentido bíblico de apostasia.
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1051 – São Paulo - SP
I. CARACTERÍSTICAS DOS ÚLTIMOS TEMPOS (1 Tm 4.1-5)
1. Apostasia
2. Apostasia como sinal da volta de Jesus
II – HIPOCRISIA E INSENSIBILIDADE ESPIRITUAL
1. O que é hipocrisia?
2. O que é insensibilidade espiritual?
III – PROLIFERAÇÃO DA REBELIÃO CONTRA DEUS (2 Tm 3.1-9)
1. “Homens amantes de si mesmos”
2. Homens “avarentos” (v.2)
3. Homens “presunçosos” (v.2)
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1051 – São Paulo - SP
Apostasia: Abandono
premeditado e consciente da fé
cristã.
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1051 – São Paulo - SP
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1051 – São Paulo - SP
Segunda - Dn 12.10
Terça - Fp 1.29
Quarta – 2 Ts 2.7
Quinta – Ap 3.20
Sexta - 1 Tm 6.10
Sábado - 1 Co 13.6
1 Timóteo 4.1-4
2 Timóteo 3.1,2
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1051 – São Paulo - SP
Como podemos depreender do texto sagrado,
Deus sempre alertou o seu povo quanto aos
perigos que nos rondam (Mt 10.16; Jo 16.33; Lc
21.16). A mensagem que Paulo escreveu em sua
primeira carta a Timóteo, base da presente lição,
trata das dificuldades pelas quais a Igreja haveria
de passar em seus primórdios e, ao mesmo
tempo, projeta-se para os tempos que
antecederiam o retorno de Cristo.
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1051 – São Paulo - SP
1.Apostasia
2.Apostasia como sinal da volta de Jesus
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1051 – São Paulo - SP
“Mas o Espírito expressamente
diz que, nos últimos tempos,
apostatarão alguns da fé,
dando ouvidos a espíritos
enganadores e a doutrinas de
demônios” (1 Tm 4.1). A
apostasia constitui-se no
abandono premeditado e
consciente da fé cristã; é uma
característica marcante dos
últimos tempos, conforme
alerta-nos Paulo.
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1051 – São Paulo - SP
1. Apostasia
a) Apostasia na igreja. De
acordo com a Bíblia de Estudo
Pentecostal, há dois tipos de
apostasia: a teológica e a
moral. Na primeira, observam-
se desvios doutrinários. Na
segunda, comportamentos
contrários à santidade
requerida por Deus em sua
Palavra (Hb 12.14; 1 Pe
1.15,16).
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1051 – São Paulo - SP
1. Apostasia
A Igreja tem testemunhado
muitos casos de apostasia
entre os santos. À medida que
se aproxima a vinda de Jesus, o
número de apóstatas aumenta
preocupantemente.
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1051 – São Paulo - SP
1. Apostasia
O evangelho da cruz, com o
desafio de sofrer por Cristo (Fp
1.29), de renunciar ao pecado
(Rm 8.13), de sacrificar-se pelo
Reino de Deus e de renunciar a
si mesmo, vem sofrendo
constantes e impiedosos
ataques (Mt 24.12; 2 Tm 3.1-
5; 4.3).
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1051 – São Paulo - SP
1. Apostasia
A Bíblia afirma que, nos dias
que antecedem a manifestação
do Anticristo, ocorrerá uma
grande onda de apostasias (2
Ts 2.3,4). É hora de redobrar a
vigilância.
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1051 – São Paulo - SP
1. Apostasia
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1051 – São Paulo - SP
b) A desvalorização da Bíblia.
Inspirados em teologias liberais,
há crentes que não mais vêem a
Bíblia como a inspirada,
inerrante e infalível Palavra de
Deus - nossa única regra de fé e
prática. Alguns chegam a
ensinar que a Bíblia não é a
Palavra de Deus, mas apenas a
contém. Leia com toda atenção
2 Tm 3.16. A própria Bíblia nos
adverte com toda clareza, sobre
esse tempo (2 Ts 2.3).
1. Apostasia
De acordo com a Bíblia, a
apostasia é um dos mais
fortes sinais
concernentes à volta de
Cristo (Lc 18.8; 1 Jo 2.18;
2 Ts 2.7).
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1051 – São Paulo - SP
2. Apostasia como sinal da volta de Jesus
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1051 – São Paulo - SP
a) Super-crentes. Para que se tenha idéia do alcance da
apostasia, vejamos também o que andam ensinando os
falsos mestres e doutores: “Satanás venceu Jesus na cruz”;
“Nunca, jamais, em tempo algum, vá ao Senhor dizendo:
Se for da tua vontade... Não permita que essas palavras
destruidoras da fé saiam de sua boca”; “Deus precisa
receber permissão para trabalhar neste reino terrestre do
homem... Sim”; “Você está no controle das coisas!”.
2. Apostasia como sinal da volta de Jesus
Infelizmente, há muitos
incautos dispostos a aceitar
semelhantes blasfêmias.
Não nos enganemos: Deus
está no controle de tudo e
não precisa de permissão
humana para atuar quer na
história das nações quer na
vida de cada um de nós.
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1051 – São Paulo - SP
2. Apostasia como sinal da volta de Jesus
Ele é soberano e tudo tem
de ser feito de acordo com a
sua vontade. Quanto ao
Diabo, foi este vencido para
sempre na cruz. Aleluia!
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1051 – São Paulo - SP
2. Apostasia como sinal da volta de Jesus
b) Perdoar a Deus! Alguns
falsos doutores chegam ao
cúmulo de ensinar que se deve
perdoar inclusive a Deus, pois,
às vezes, Ele não cumpre suas
palavras, causando
ressentimentos nos que o
buscam. Por isso, segundo
recomendam, devemos
submeter-nos à chamada “cura
interior” e à “regressão
espiritual”.
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1051 – São Paulo - SP
2. Apostasia como sinal da volta de Jesus
Ora, os tais doutores deveriam
saber que a Palavra de Deus é
infalível e que Deus é Santo.
Por conseguinte, quem precisa
de perdão e arrependimento é
o homem e não o Todo-
Poderoso. Portanto, seja Deus
verdadeiro e todo homem
mentiroso (Rm 3.4).
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1051 – São Paulo - SP
2. Apostasia como sinal da volta de Jesus
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1051 – São Paulo - SP
c) Culto aos anjos. Há muitos crentes iludidos adorando
os anjos (Cl 2.18). Infelizmente, há pregadores que só
iniciam a pregação depois de pedir a presença dos anjos
e, com isso, iludem os simples. Isso é apostasia! Os
anjos também são servos de Deus; sua missão é atuar
em prol dos que hão de herdar a vida eterna (Hb 1.14). E
além do mais, recusam adoração (Ap 19.10).
2. Apostasia como sinal da volta de Jesus
RESUMO DO TÓPICO (1)
Os dois tipos de apostasia são: teológica e moral.
A primeira refere-se aos desvios doutrinários. A
segunda, aos comportamentos opostos à
santidade divina.
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1051 – São Paulo - SP
1.O que é hipocrisia?
2.O que é insensibilidade espiritual?
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1051 – São Paulo - SP
Hipocrisia é “impostura,
fingimento, simulação, falsidade,
falsa devoção”. “... o Espírito
expressamente diz que, nos
últimos tempos, apostatarão
alguns da fé, (...) pela hipocrisia
de homens que falam mentiras”
(1 Tm 4.1,2a). E quem é o pai da
mentira? É o Diabo (Jo 8.44).
Portanto, os mentirosos serão
lançados no lago de fogo (Ap
21.8).
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1051 – São Paulo - SP
1. O que é hipocrisia?
a) Lobos fantasiados de
ovelhas. Os hipócritas aparentam
uma coisa, mas são outra (At
20.29,30). Fingem-se de cristãos,
mas servem ao Diabo; fingem-se
de santos, mas são pecadores
inveterados. Estão na igreja, mas
não fazem parte da Igreja de
Cristo. Suas intenções são
malignas.
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1051 – São Paulo - SP
1. O que é hipocrisia?
b) Principais características.
Os hipócritas gostam de ser
glorificados pelos homens (Mt
6.2), pois dos homens buscam a
glória. Eles contribuem
financeiramente, mas não são
sinceros para com Deus. Jesus
condena os que assim procedem
(Mt 23.23).
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1051 – São Paulo - SP
1. O que é hipocrisia?
2. O que é insensibilidade
espiritual? O texto bíblico é
enfático: “Apostatarão alguns da
fé (...) tendo cauterizada a sua
própria consciência” (1 Tm 4.2b).
Cauterizar, segundo o dicionário, é
utilizar um meio químico, ou ferro
incandescente, para destruir a
sensibilidade de um tecido
orgânico.
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1051 – São Paulo - SP
1. O que é hipocrisia?
Quando a consciência fica
cauterizada, o homem age como os
animais, apenas instintivamente.
Conta-se que uma jovem crente
engravidara do namorado. A
mãe repreendeu-a, levando o
caso ao pastor. Uma irmã,
porém, desaprovou aquela mãe:
“Você não devia ter feito isso;
bastava encaminhar sua filha
para um aborto e tudo estaria
resolvido.
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1051 – São Paulo - SP
1. O que é hipocrisia?
O pastor não precisava saber
de nada”. Alguém pode
esconder-se do pastor, mas de
Deus ninguém se esconde (Sl
139.7-12). Cuidado com o
relativismo moral; a Bíblia
lida com valores absolutos e
inegociáveis: o que é pecado é
sempre pecado.
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1051 – São Paulo - SP
1. O que é hipocrisia?
RESUMO DO TÓPICO (2)
A hipocrisia e a insensibilidade
espiritual são dois comportamentos
sociais e proféticos que antecedem a
vinda de Jesus.
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1051 – São Paulo - SP
1. “Homens amantes de si mesmos”
2. Homens “avarentos” (v.2)
3. Homens “presunçosos” (v.2)
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1051 – São Paulo - SP
Jesus ensinou que o maior dos
mandamentos é amar a Deus de
todo o coração; o segundo,
semelhante ao primeiro, é amar
ao próximo como a si mesmo
(Mt 22.35-39). Nestes tempos
trabalhosos, porém, o amor
próprio e egoísta está matando o
amor a Deus e ao próximo. Esse
tipo de amor nega as
verdadeiras dimensões do amor
cristão.
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1051 – São Paulo - SP
1. “Homens amantes de si mesmos”
As Escrituras afirmam que a
avareza é idolatria (Cl 3.5). O
pecado da avareza se manifesta
no amor e culto ao dinheiro e
ao materialismo (Ef 5.5; 1 Tm
6.10). Em Romanos 1.29, o
pecado da avareza é arrolado
juntamente com a prostituição
e o homicídio.
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1051 – São Paulo - SP
2. Homens “avarentos” (v.2)
Eis porque a Bíblia adverte
acerca dos falsos mestres que,
movidos pela avareza, se
utilizam de fábulas engenhosas
para auferir lucros e enganar a
Igreja de Deus (2 Pe 2.3;
1.16). Os falsos mestres e
doutores são considerados
malditos pela Palavra de Deus
(2 Pe 2.14).
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1051 – São Paulo - SP
2. Homens “avarentos” (v.2)
Presunção é vaidade. Os
presunçosos e ingratos para
com Deus agem como Israel:
ao prosperarem, dão “coices”;
viram as costas a Deus (Dt
32.15). Eles passam a agir
como se Deus não existisse.
Amam mais a vida presente do
que os bens eternos.
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1051 – São Paulo - SP
3. Homens “presunçosos” (v.2)
RESUMO DO TÓPICO (3)
A rebelião contra Deus se acentua por
meio do individualismo, da avareza, da
presunção e do orgulho.
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1051 – São Paulo - SP
Conclusão:
Nesses tempos trabalhosos, precisamos orar e vigiar
com mais seriedade, para que não sejamos tragados
pela onda de apostasia e insensibilidade espiritual.
Somente com um profundo quebrantamento
espiritual, e uma vida sempre renovada no Espírito
(2 Co 4.16), poderemos estar em condições de
aguardar a vinda de Jesus de modo santo e de
conformidade com a sua Palavra.
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1051 – São Paulo - SP
Estudo disponível no
www.facebook.com/EBDFrutosparaVida
Necessário baixar o aplicativo
slideshare para visualização
em smartphones e tablets
Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1051 – São Paulo - SP

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Lição 11 - A Importância da Bíblia como única regra de Fé
Lição 11 - A Importância da Bíblia como única regra de FéLição 11 - A Importância da Bíblia como única regra de Fé
Lição 11 - A Importância da Bíblia como única regra de Fé
Éder Tomé
 
Batismo nas águas
Batismo nas águasBatismo nas águas
Batismo nas águas
Icm Bela Vista
 
Historia da igreja i aula 1
Historia da igreja i  aula 1Historia da igreja i  aula 1
Historia da igreja i aula 1
Moisés Sampaio
 
CETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do Obreiro
CETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do ObreiroCETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do Obreiro
CETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do Obreiro
Ednilson do Valle
 
Lição 14 - Vivendo com a Mente de Cristo
Lição 14 - Vivendo com a Mente de CristoLição 14 - Vivendo com a Mente de Cristo
Lição 14 - Vivendo com a Mente de Cristo
Éder Tomé
 
Lição 5 - É necessário nascer de novo
Lição 5 - É necessário nascer de novoLição 5 - É necessário nascer de novo
Lição 5 - É necessário nascer de novo
Éder Tomé
 
Lição 07 - A Salvação pela Graça
Lição 07 - A Salvação pela GraçaLição 07 - A Salvação pela Graça
Lição 07 - A Salvação pela Graça
Éder Tomé
 
Estudo Sobre o Espírito Santo
Estudo Sobre o Espírito SantoEstudo Sobre o Espírito Santo
Estudo Sobre o Espírito Santo
Rodrigo Bomfim
 
Disciplina de Escatologia
Disciplina de EscatologiaDisciplina de Escatologia
Disciplina de Escatologia
faculdadeteologica
 
Lição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não Pode ser Suestimada
Lição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não Pode ser SuestimadaLição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não Pode ser Suestimada
Lição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não Pode ser Suestimada
Éder Tomé
 
O diaconato
O diaconatoO diaconato
O diaconato
Moisés Sampaio
 
As Obras da Carne e o Fruto do Espirito
As Obras da Carne e o Fruto do EspiritoAs Obras da Carne e o Fruto do Espirito
As Obras da Carne e o Fruto do Espirito
Márcio Martins
 
Lição 9 - É preciso buscar Crescimento Espiritual
Lição 9 - É preciso buscar Crescimento EspiritualLição 9 - É preciso buscar Crescimento Espiritual
Lição 9 - É preciso buscar Crescimento Espiritual
Éder Tomé
 
6. sinais da volta de jesus
6. sinais da volta de jesus6. sinais da volta de jesus
6. sinais da volta de jesus
Moisés Sampaio
 
Lição 02 - Pecado: uma realidade humana
Lição 02 - Pecado: uma realidade humanaLição 02 - Pecado: uma realidade humana
Lição 02 - Pecado: uma realidade humana
Éder Tomé
 
Curso para obreiros
Curso para obreirosCurso para obreiros
Curso para obreiros
CELSO SOARES
 
Estudo biblico 22
Estudo biblico 22Estudo biblico 22
Estudo biblico 22
Edilson Jose Barbosa Barbosa
 
Lição 12 – Vivendo em Constante Vigilância
Lição 12 – Vivendo em Constante VigilânciaLição 12 – Vivendo em Constante Vigilância
Lição 12 – Vivendo em Constante Vigilância
Éder Tomé
 
Lição 1- As obras da carne e o fruto do espírito
Lição 1- As obras da carne e o fruto do espíritoLição 1- As obras da carne e o fruto do espírito
Lição 1- As obras da carne e o fruto do espírito
Erberson Pinheiro
 
Conhecendo a salvação
Conhecendo a salvaçãoConhecendo a salvação
Conhecendo a salvação
Josue Lima
 

Mais procurados (20)

Lição 11 - A Importância da Bíblia como única regra de Fé
Lição 11 - A Importância da Bíblia como única regra de FéLição 11 - A Importância da Bíblia como única regra de Fé
Lição 11 - A Importância da Bíblia como única regra de Fé
 
Batismo nas águas
Batismo nas águasBatismo nas águas
Batismo nas águas
 
Historia da igreja i aula 1
Historia da igreja i  aula 1Historia da igreja i  aula 1
Historia da igreja i aula 1
 
CETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do Obreiro
CETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do ObreiroCETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do Obreiro
CETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do Obreiro
 
Lição 14 - Vivendo com a Mente de Cristo
Lição 14 - Vivendo com a Mente de CristoLição 14 - Vivendo com a Mente de Cristo
Lição 14 - Vivendo com a Mente de Cristo
 
Lição 5 - É necessário nascer de novo
Lição 5 - É necessário nascer de novoLição 5 - É necessário nascer de novo
Lição 5 - É necessário nascer de novo
 
Lição 07 - A Salvação pela Graça
Lição 07 - A Salvação pela GraçaLição 07 - A Salvação pela Graça
Lição 07 - A Salvação pela Graça
 
Estudo Sobre o Espírito Santo
Estudo Sobre o Espírito SantoEstudo Sobre o Espírito Santo
Estudo Sobre o Espírito Santo
 
Disciplina de Escatologia
Disciplina de EscatologiaDisciplina de Escatologia
Disciplina de Escatologia
 
Lição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não Pode ser Suestimada
Lição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não Pode ser SuestimadaLição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não Pode ser Suestimada
Lição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não Pode ser Suestimada
 
O diaconato
O diaconatoO diaconato
O diaconato
 
As Obras da Carne e o Fruto do Espirito
As Obras da Carne e o Fruto do EspiritoAs Obras da Carne e o Fruto do Espirito
As Obras da Carne e o Fruto do Espirito
 
Lição 9 - É preciso buscar Crescimento Espiritual
Lição 9 - É preciso buscar Crescimento EspiritualLição 9 - É preciso buscar Crescimento Espiritual
Lição 9 - É preciso buscar Crescimento Espiritual
 
6. sinais da volta de jesus
6. sinais da volta de jesus6. sinais da volta de jesus
6. sinais da volta de jesus
 
Lição 02 - Pecado: uma realidade humana
Lição 02 - Pecado: uma realidade humanaLição 02 - Pecado: uma realidade humana
Lição 02 - Pecado: uma realidade humana
 
Curso para obreiros
Curso para obreirosCurso para obreiros
Curso para obreiros
 
Estudo biblico 22
Estudo biblico 22Estudo biblico 22
Estudo biblico 22
 
Lição 12 – Vivendo em Constante Vigilância
Lição 12 – Vivendo em Constante VigilânciaLição 12 – Vivendo em Constante Vigilância
Lição 12 – Vivendo em Constante Vigilância
 
Lição 1- As obras da carne e o fruto do espírito
Lição 1- As obras da carne e o fruto do espíritoLição 1- As obras da carne e o fruto do espírito
Lição 1- As obras da carne e o fruto do espírito
 
Conhecendo a salvação
Conhecendo a salvaçãoConhecendo a salvação
Conhecendo a salvação
 

Destaque

Santidade
SantidadeSantidade
Santidade
Márcio Melânia
 
Aula 1 e 2 A mensagem de Hebreus
Aula 1 e 2   A mensagem de HebreusAula 1 e 2   A mensagem de Hebreus
Aula 1 e 2 A mensagem de Hebreus
Ricardo Gondim
 
Inferno ApresentaçãO1
Inferno   ApresentaçãO1Inferno   ApresentaçãO1
Inferno ApresentaçãO1
Sergio Menezes
 
Assembleia De Deus
Assembleia De DeusAssembleia De Deus
Assembleia De Deus
Rodrigo Muniz
 
Doutrina da igreja
Doutrina da igrejaDoutrina da igreja
Doutrina da igreja
ugleybson
 
Santificação
SantificaçãoSantificação
Santificação
Luan Almeida
 
A Doutrina da Salvação
A Doutrina da SalvaçãoA Doutrina da Salvação
Aula - SUS Princípios Doutrinários e Organizacionais
Aula - SUS Princípios Doutrinários e OrganizacionaisAula - SUS Princípios Doutrinários e Organizacionais
Aula - SUS Princípios Doutrinários e Organizacionais
Rogério de Mesquita Spínola
 
Fora da caridade não há salvação
Fora da caridade não há salvaçãoFora da caridade não há salvação
Fora da caridade não há salvação
Graça Maciel
 
Os quatro gigantes da alma
Os quatro gigantes da alma Os quatro gigantes da alma
Os quatro gigantes da alma
Daniel de Carvalho Luz
 
Lição 01 - O Deus Todo-Poderoso se revelou
Lição 01 - O Deus Todo-Poderoso se revelouLição 01 - O Deus Todo-Poderoso se revelou
Lição 01 - O Deus Todo-Poderoso se revelou
Éder Tomé
 
Lição 04 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutífero
Lição 04 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutíferoLição 04 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutífero
Lição 04 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutífero
Éder Tomé
 
Slide Lição 03 - A maravilhosa e inefável graça de Deus
Slide Lição 03 - A maravilhosa e inefável graça de DeusSlide Lição 03 - A maravilhosa e inefável graça de Deus
Slide Lição 03 - A maravilhosa e inefável graça de Deus
Éder Tomé
 
Lição 6 - A grande e perfeita salvação de Cristo Jesus
Lição 6 - A grande e perfeita salvação de Cristo JesusLição 6 - A grande e perfeita salvação de Cristo Jesus
Lição 6 - A grande e perfeita salvação de Cristo Jesus
Éder Tomé
 
Lição 8 - A ordenança da Ceia do Senhor
Lição 8 - A ordenança da Ceia do SenhorLição 8 - A ordenança da Ceia do Senhor
Lição 8 - A ordenança da Ceia do Senhor
Éder Tomé
 
Lição 07 - A ordenança do batismo em águas
Lição 07 - A ordenança do batismo em águasLição 07 - A ordenança do batismo em águas
Lição 07 - A ordenança do batismo em águas
Éder Tomé
 

Destaque (16)

Santidade
SantidadeSantidade
Santidade
 
Aula 1 e 2 A mensagem de Hebreus
Aula 1 e 2   A mensagem de HebreusAula 1 e 2   A mensagem de Hebreus
Aula 1 e 2 A mensagem de Hebreus
 
Inferno ApresentaçãO1
Inferno   ApresentaçãO1Inferno   ApresentaçãO1
Inferno ApresentaçãO1
 
Assembleia De Deus
Assembleia De DeusAssembleia De Deus
Assembleia De Deus
 
Doutrina da igreja
Doutrina da igrejaDoutrina da igreja
Doutrina da igreja
 
Santificação
SantificaçãoSantificação
Santificação
 
A Doutrina da Salvação
A Doutrina da SalvaçãoA Doutrina da Salvação
A Doutrina da Salvação
 
Aula - SUS Princípios Doutrinários e Organizacionais
Aula - SUS Princípios Doutrinários e OrganizacionaisAula - SUS Princípios Doutrinários e Organizacionais
Aula - SUS Princípios Doutrinários e Organizacionais
 
Fora da caridade não há salvação
Fora da caridade não há salvaçãoFora da caridade não há salvação
Fora da caridade não há salvação
 
Os quatro gigantes da alma
Os quatro gigantes da alma Os quatro gigantes da alma
Os quatro gigantes da alma
 
Lição 01 - O Deus Todo-Poderoso se revelou
Lição 01 - O Deus Todo-Poderoso se revelouLição 01 - O Deus Todo-Poderoso se revelou
Lição 01 - O Deus Todo-Poderoso se revelou
 
Lição 04 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutífero
Lição 04 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutíferoLição 04 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutífero
Lição 04 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutífero
 
Slide Lição 03 - A maravilhosa e inefável graça de Deus
Slide Lição 03 - A maravilhosa e inefável graça de DeusSlide Lição 03 - A maravilhosa e inefável graça de Deus
Slide Lição 03 - A maravilhosa e inefável graça de Deus
 
Lição 6 - A grande e perfeita salvação de Cristo Jesus
Lição 6 - A grande e perfeita salvação de Cristo JesusLição 6 - A grande e perfeita salvação de Cristo Jesus
Lição 6 - A grande e perfeita salvação de Cristo Jesus
 
Lição 8 - A ordenança da Ceia do Senhor
Lição 8 - A ordenança da Ceia do SenhorLição 8 - A ordenança da Ceia do Senhor
Lição 8 - A ordenança da Ceia do Senhor
 
Lição 07 - A ordenança do batismo em águas
Lição 07 - A ordenança do batismo em águasLição 07 - A ordenança do batismo em águas
Lição 07 - A ordenança do batismo em águas
 

Semelhante a Lição 18 Apostasia da Fé

Lição 19 Imoralidade
Lição 19   ImoralidadeLição 19   Imoralidade
Lição 19 Imoralidade
Wander Sousa
 
Lição 05 - Apostasia, fidelidade e diligência no ministério
Lição 05 - Apostasia, fidelidade e diligência no ministérioLição 05 - Apostasia, fidelidade e diligência no ministério
Lição 05 - Apostasia, fidelidade e diligência no ministério
Regio Davis
 
Lição 1 A beleza do testemunho cristão
Lição 1   A beleza do testemunho cristãoLição 1   A beleza do testemunho cristão
Lição 1 A beleza do testemunho cristão
Wander Sousa
 
Lição 26 Os falsos profetas
Lição 26   Os falsos profetasLição 26   Os falsos profetas
Lição 26 Os falsos profetas
Wander Sousa
 
Lição 5 Os Dons Espirituais
Lição 5   Os Dons EspirituaisLição 5   Os Dons Espirituais
Lição 5 Os Dons Espirituais
Wander Sousa
 
APOSTASIA, FIDELIDADE E DILIGÊNCIA NO MINISTÉRIO LIÇÃO 05
APOSTASIA, FIDELIDADE E DILIGÊNCIA NO MINISTÉRIO LIÇÃO 05APOSTASIA, FIDELIDADE E DILIGÊNCIA NO MINISTÉRIO LIÇÃO 05
APOSTASIA, FIDELIDADE E DILIGÊNCIA NO MINISTÉRIO LIÇÃO 05
Samarone Melo
 
Lição 03: O perigo do Ensino Progressista.pptx
Lição 03: O perigo do Ensino Progressista.pptxLição 03: O perigo do Ensino Progressista.pptx
Lição 03: O perigo do Ensino Progressista.pptx
Celso Napoleon
 
Lição 29 Os dons espirituais
Lição 29   Os dons espirituaisLição 29   Os dons espirituais
Lição 29 Os dons espirituais
Wander Sousa
 
Apostasia, Fidelidade e Diligência no Ministério - Lição 05 - 3ºTrimestre de ...
Apostasia, Fidelidade e Diligência no Ministério - Lição 05 - 3ºTrimestre de ...Apostasia, Fidelidade e Diligência no Ministério - Lição 05 - 3ºTrimestre de ...
Apostasia, Fidelidade e Diligência no Ministério - Lição 05 - 3ºTrimestre de ...
Pr. Andre Luiz
 
Lição 21 Rebelião
Lição 21   RebeliãoLição 21   Rebelião
Lição 21 Rebelião
Wander Sousa
 
Lição 9 Coisas sacrificadas aos ídolos
Lição 9   Coisas sacrificadas aos ídolosLição 9   Coisas sacrificadas aos ídolos
Lição 9 Coisas sacrificadas aos ídolos
Wander Sousa
 
Vinte respostas aos católicos
Vinte respostas aos católicosVinte respostas aos católicos
Vinte respostas aos católicos
REFORMADOR PROTESTANTE
 
Vinte respostas aos católicos
Vinte respostas aos católicosVinte respostas aos católicos
Vinte respostas aos católicos
REFORMADOR PROTESTANTE
 
Boletim CBG, Suzano
Boletim CBG, SuzanoBoletim CBG, Suzano
Boletim CBG, Suzano
Silas Roberto Nogueira
 
Lição 13 aviva ó senhor a tua obra
Lição 13   aviva ó senhor a tua obraLição 13   aviva ó senhor a tua obra
Lição 13 aviva ó senhor a tua obra
Jose Ventura
 
Lição 8 A morte para o verdadeiro cristão
Lição 8   A morte para o verdadeiro cristãoLição 8   A morte para o verdadeiro cristão
Lição 8 A morte para o verdadeiro cristão
Wander Sousa
 
2022 3º Trimestre Adulto Lição 01.pptx
2022 3º Trimestre Adulto Lição 01.pptx2022 3º Trimestre Adulto Lição 01.pptx
2022 3º Trimestre Adulto Lição 01.pptx
Joel Silva
 
Lição 38 Ídolos
Lição 38   ÍdolosLição 38   Ídolos
Lição 38 Ídolos
Wander Sousa
 
Lição 14 Cura Divina
Lição 14   Cura DivinaLição 14   Cura Divina
Lição 14 Cura Divina
Wander Sousa
 
26
2626

Semelhante a Lição 18 Apostasia da Fé (20)

Lição 19 Imoralidade
Lição 19   ImoralidadeLição 19   Imoralidade
Lição 19 Imoralidade
 
Lição 05 - Apostasia, fidelidade e diligência no ministério
Lição 05 - Apostasia, fidelidade e diligência no ministérioLição 05 - Apostasia, fidelidade e diligência no ministério
Lição 05 - Apostasia, fidelidade e diligência no ministério
 
Lição 1 A beleza do testemunho cristão
Lição 1   A beleza do testemunho cristãoLição 1   A beleza do testemunho cristão
Lição 1 A beleza do testemunho cristão
 
Lição 26 Os falsos profetas
Lição 26   Os falsos profetasLição 26   Os falsos profetas
Lição 26 Os falsos profetas
 
Lição 5 Os Dons Espirituais
Lição 5   Os Dons EspirituaisLição 5   Os Dons Espirituais
Lição 5 Os Dons Espirituais
 
APOSTASIA, FIDELIDADE E DILIGÊNCIA NO MINISTÉRIO LIÇÃO 05
APOSTASIA, FIDELIDADE E DILIGÊNCIA NO MINISTÉRIO LIÇÃO 05APOSTASIA, FIDELIDADE E DILIGÊNCIA NO MINISTÉRIO LIÇÃO 05
APOSTASIA, FIDELIDADE E DILIGÊNCIA NO MINISTÉRIO LIÇÃO 05
 
Lição 03: O perigo do Ensino Progressista.pptx
Lição 03: O perigo do Ensino Progressista.pptxLição 03: O perigo do Ensino Progressista.pptx
Lição 03: O perigo do Ensino Progressista.pptx
 
Lição 29 Os dons espirituais
Lição 29   Os dons espirituaisLição 29   Os dons espirituais
Lição 29 Os dons espirituais
 
Apostasia, Fidelidade e Diligência no Ministério - Lição 05 - 3ºTrimestre de ...
Apostasia, Fidelidade e Diligência no Ministério - Lição 05 - 3ºTrimestre de ...Apostasia, Fidelidade e Diligência no Ministério - Lição 05 - 3ºTrimestre de ...
Apostasia, Fidelidade e Diligência no Ministério - Lição 05 - 3ºTrimestre de ...
 
Lição 21 Rebelião
Lição 21   RebeliãoLição 21   Rebelião
Lição 21 Rebelião
 
Lição 9 Coisas sacrificadas aos ídolos
Lição 9   Coisas sacrificadas aos ídolosLição 9   Coisas sacrificadas aos ídolos
Lição 9 Coisas sacrificadas aos ídolos
 
Vinte respostas aos católicos
Vinte respostas aos católicosVinte respostas aos católicos
Vinte respostas aos católicos
 
Vinte respostas aos católicos
Vinte respostas aos católicosVinte respostas aos católicos
Vinte respostas aos católicos
 
Boletim CBG, Suzano
Boletim CBG, SuzanoBoletim CBG, Suzano
Boletim CBG, Suzano
 
Lição 13 aviva ó senhor a tua obra
Lição 13   aviva ó senhor a tua obraLição 13   aviva ó senhor a tua obra
Lição 13 aviva ó senhor a tua obra
 
Lição 8 A morte para o verdadeiro cristão
Lição 8   A morte para o verdadeiro cristãoLição 8   A morte para o verdadeiro cristão
Lição 8 A morte para o verdadeiro cristão
 
2022 3º Trimestre Adulto Lição 01.pptx
2022 3º Trimestre Adulto Lição 01.pptx2022 3º Trimestre Adulto Lição 01.pptx
2022 3º Trimestre Adulto Lição 01.pptx
 
Lição 38 Ídolos
Lição 38   ÍdolosLição 38   Ídolos
Lição 38 Ídolos
 
Lição 14 Cura Divina
Lição 14   Cura DivinaLição 14   Cura Divina
Lição 14 Cura Divina
 
26
2626
26
 

Mais de Wander Sousa

Lição 40 O perigo das obras da carne
Lição 40   O perigo das obras da carneLição 40   O perigo das obras da carne
Lição 40 O perigo das obras da carne
Wander Sousa
 
Lição 39 Integridade em tempos de crise
Lição 39   Integridade em tempos de criseLição 39   Integridade em tempos de crise
Lição 39 Integridade em tempos de crise
Wander Sousa
 
Lição 37 O fruto do Espírito — a plenitude de Cristo na vida do crente
Lição 37   O fruto do Espírito — a plenitude de Cristo na vida do crenteLição 37   O fruto do Espírito — a plenitude de Cristo na vida do crente
Lição 37 O fruto do Espírito — a plenitude de Cristo na vida do crente
Wander Sousa
 
Lição 36 as limitações dos discípulos
Lição 36   as limitações dos discípulosLição 36   as limitações dos discípulos
Lição 36 as limitações dos discípulos
Wander Sousa
 
Lição 35 o cuidado com a língua
Lição 35   o cuidado com a línguaLição 35   o cuidado com a língua
Lição 35 o cuidado com a língua
Wander Sousa
 
Lição 34 O propósito da tentação
Lição 34   O propósito da tentaçãoLição 34   O propósito da tentação
Lição 34 O propósito da tentação
Wander Sousa
 
Lição 33 Desafios de um casamento
Lição 33   Desafios de um casamentoLição 33   Desafios de um casamento
Lição 33 Desafios de um casamento
Wander Sousa
 
Lição 32 Fé em meio às injustiças
Lição 32   Fé em meio às injustiçasLição 32   Fé em meio às injustiças
Lição 32 Fé em meio às injustiças
Wander Sousa
 
Lição 31 As consequências das escolhas precipitadas
Lição 31   As consequências das escolhas precipitadasLição 31   As consequências das escolhas precipitadas
Lição 31 As consequências das escolhas precipitadas
Wander Sousa
 
Dons Ministeriais | Três aulas
Dons Ministeriais | Três aulasDons Ministeriais | Três aulas
Dons Ministeriais | Três aulas
Wander Sousa
 
Lição 28 O poder da evangelização na família
Lição 28   O poder da evangelização na famíliaLição 28   O poder da evangelização na família
Lição 28 O poder da evangelização na família
Wander Sousa
 
Lição 27 Jesus e a felicidade
Lição 27   Jesus e a felicidadeLição 27   Jesus e a felicidade
Lição 27 Jesus e a felicidade
Wander Sousa
 
Lição 25 Cuidado com as pequenas coisas
Lição 25   Cuidado com as pequenas coisasLição 25   Cuidado com as pequenas coisas
Lição 25 Cuidado com as pequenas coisas
Wander Sousa
 
Lição 24 Desafios de um Casamento
Lição 24   Desafios de um CasamentoLição 24   Desafios de um Casamento
Lição 24 Desafios de um Casamento
Wander Sousa
 
Lição 23 Depressão, a doença da alma
Lição 23   Depressão, a doença da almaLição 23   Depressão, a doença da alma
Lição 23 Depressão, a doença da alma
Wander Sousa
 
Lição 22 Terceira idade
Lição 22   Terceira idadeLição 22   Terceira idade
Lição 22 Terceira idade
Wander Sousa
 
Lição 20 Renúncia
Lição 20   RenúnciaLição 20   Renúncia
Lição 20 Renúncia
Wander Sousa
 
Lição 17 Os efeitos do mundanismo na família
Lição 17   Os efeitos do mundanismo na famíliaLição 17   Os efeitos do mundanismo na família
Lição 17 Os efeitos do mundanismo na família
Wander Sousa
 
Lição 16 A sedução das drogas
Lição 16   A sedução das drogasLição 16   A sedução das drogas
Lição 16 A sedução das drogas
Wander Sousa
 
Lição 15 O amor a Deus e ao próximo
Lição 15   O amor a Deus e ao próximoLição 15   O amor a Deus e ao próximo
Lição 15 O amor a Deus e ao próximo
Wander Sousa
 

Mais de Wander Sousa (20)

Lição 40 O perigo das obras da carne
Lição 40   O perigo das obras da carneLição 40   O perigo das obras da carne
Lição 40 O perigo das obras da carne
 
Lição 39 Integridade em tempos de crise
Lição 39   Integridade em tempos de criseLição 39   Integridade em tempos de crise
Lição 39 Integridade em tempos de crise
 
Lição 37 O fruto do Espírito — a plenitude de Cristo na vida do crente
Lição 37   O fruto do Espírito — a plenitude de Cristo na vida do crenteLição 37   O fruto do Espírito — a plenitude de Cristo na vida do crente
Lição 37 O fruto do Espírito — a plenitude de Cristo na vida do crente
 
Lição 36 as limitações dos discípulos
Lição 36   as limitações dos discípulosLição 36   as limitações dos discípulos
Lição 36 as limitações dos discípulos
 
Lição 35 o cuidado com a língua
Lição 35   o cuidado com a línguaLição 35   o cuidado com a língua
Lição 35 o cuidado com a língua
 
Lição 34 O propósito da tentação
Lição 34   O propósito da tentaçãoLição 34   O propósito da tentação
Lição 34 O propósito da tentação
 
Lição 33 Desafios de um casamento
Lição 33   Desafios de um casamentoLição 33   Desafios de um casamento
Lição 33 Desafios de um casamento
 
Lição 32 Fé em meio às injustiças
Lição 32   Fé em meio às injustiçasLição 32   Fé em meio às injustiças
Lição 32 Fé em meio às injustiças
 
Lição 31 As consequências das escolhas precipitadas
Lição 31   As consequências das escolhas precipitadasLição 31   As consequências das escolhas precipitadas
Lição 31 As consequências das escolhas precipitadas
 
Dons Ministeriais | Três aulas
Dons Ministeriais | Três aulasDons Ministeriais | Três aulas
Dons Ministeriais | Três aulas
 
Lição 28 O poder da evangelização na família
Lição 28   O poder da evangelização na famíliaLição 28   O poder da evangelização na família
Lição 28 O poder da evangelização na família
 
Lição 27 Jesus e a felicidade
Lição 27   Jesus e a felicidadeLição 27   Jesus e a felicidade
Lição 27 Jesus e a felicidade
 
Lição 25 Cuidado com as pequenas coisas
Lição 25   Cuidado com as pequenas coisasLição 25   Cuidado com as pequenas coisas
Lição 25 Cuidado com as pequenas coisas
 
Lição 24 Desafios de um Casamento
Lição 24   Desafios de um CasamentoLição 24   Desafios de um Casamento
Lição 24 Desafios de um Casamento
 
Lição 23 Depressão, a doença da alma
Lição 23   Depressão, a doença da almaLição 23   Depressão, a doença da alma
Lição 23 Depressão, a doença da alma
 
Lição 22 Terceira idade
Lição 22   Terceira idadeLição 22   Terceira idade
Lição 22 Terceira idade
 
Lição 20 Renúncia
Lição 20   RenúnciaLição 20   Renúncia
Lição 20 Renúncia
 
Lição 17 Os efeitos do mundanismo na família
Lição 17   Os efeitos do mundanismo na famíliaLição 17   Os efeitos do mundanismo na família
Lição 17 Os efeitos do mundanismo na família
 
Lição 16 A sedução das drogas
Lição 16   A sedução das drogasLição 16   A sedução das drogas
Lição 16 A sedução das drogas
 
Lição 15 O amor a Deus e ao próximo
Lição 15   O amor a Deus e ao próximoLição 15   O amor a Deus e ao próximo
Lição 15 O amor a Deus e ao próximo
 

Último

Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptxLição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
JaquelineSantosBasto
 
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Celso Napoleon
 
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
HerverthRibeiro1
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Nilson Almeida
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Lourhana
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermos
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermosEnfermos - Unção para consagração dosa enfermos
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermos
FernandoCavalcante48
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Nilson Almeida
 
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdfPROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
Nelson Pereira
 
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptxLição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Celso Napoleon
 

Último (10)

Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptxLição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
 
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
 
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
 
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermos
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermosEnfermos - Unção para consagração dosa enfermos
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermos
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
 
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdfPROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
 
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptxLição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
 

Lição 18 Apostasia da Fé

  • 1. Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1051 22.05.2016 às 17h.Lição 18 Escola Bíblica Dominical Apostasia da Fé
  • 2. “Sabe, porém, isto: que nos últimos dias sobrevirão tempos trabalhosos” (2 Tm 3.1). Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1051 – São Paulo - SP
  • 3. Nestes últimos dias, a Igreja tem de se mostrar sempre vigilante e alicerçada na Bíblia Sagrada para combater, eficazmente, as forças do mal que se levantam contra o evangelho de Cristo. Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1051 – São Paulo - SP
  • 4. Após esta aula, o aluno deverá estar apto a:  I. Descrever as características dos últimos tempos.  II. Contestar os modismos doutrinários.  III. Definir o sentido bíblico de apostasia. Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1051 – São Paulo - SP
  • 5. I. CARACTERÍSTICAS DOS ÚLTIMOS TEMPOS (1 Tm 4.1-5) 1. Apostasia 2. Apostasia como sinal da volta de Jesus II – HIPOCRISIA E INSENSIBILIDADE ESPIRITUAL 1. O que é hipocrisia? 2. O que é insensibilidade espiritual? III – PROLIFERAÇÃO DA REBELIÃO CONTRA DEUS (2 Tm 3.1-9) 1. “Homens amantes de si mesmos” 2. Homens “avarentos” (v.2) 3. Homens “presunçosos” (v.2) Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1051 – São Paulo - SP
  • 6. Apostasia: Abandono premeditado e consciente da fé cristã. Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1051 – São Paulo - SP
  • 7. Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1051 – São Paulo - SP Segunda - Dn 12.10 Terça - Fp 1.29 Quarta – 2 Ts 2.7 Quinta – Ap 3.20 Sexta - 1 Tm 6.10 Sábado - 1 Co 13.6
  • 8. 1 Timóteo 4.1-4 2 Timóteo 3.1,2 Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1051 – São Paulo - SP
  • 9. Como podemos depreender do texto sagrado, Deus sempre alertou o seu povo quanto aos perigos que nos rondam (Mt 10.16; Jo 16.33; Lc 21.16). A mensagem que Paulo escreveu em sua primeira carta a Timóteo, base da presente lição, trata das dificuldades pelas quais a Igreja haveria de passar em seus primórdios e, ao mesmo tempo, projeta-se para os tempos que antecederiam o retorno de Cristo. Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1051 – São Paulo - SP
  • 10. 1.Apostasia 2.Apostasia como sinal da volta de Jesus Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1051 – São Paulo - SP
  • 11. “Mas o Espírito expressamente diz que, nos últimos tempos, apostatarão alguns da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores e a doutrinas de demônios” (1 Tm 4.1). A apostasia constitui-se no abandono premeditado e consciente da fé cristã; é uma característica marcante dos últimos tempos, conforme alerta-nos Paulo. Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1051 – São Paulo - SP 1. Apostasia
  • 12. a) Apostasia na igreja. De acordo com a Bíblia de Estudo Pentecostal, há dois tipos de apostasia: a teológica e a moral. Na primeira, observam- se desvios doutrinários. Na segunda, comportamentos contrários à santidade requerida por Deus em sua Palavra (Hb 12.14; 1 Pe 1.15,16). Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1051 – São Paulo - SP 1. Apostasia
  • 13. A Igreja tem testemunhado muitos casos de apostasia entre os santos. À medida que se aproxima a vinda de Jesus, o número de apóstatas aumenta preocupantemente. Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1051 – São Paulo - SP 1. Apostasia
  • 14. O evangelho da cruz, com o desafio de sofrer por Cristo (Fp 1.29), de renunciar ao pecado (Rm 8.13), de sacrificar-se pelo Reino de Deus e de renunciar a si mesmo, vem sofrendo constantes e impiedosos ataques (Mt 24.12; 2 Tm 3.1- 5; 4.3). Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1051 – São Paulo - SP 1. Apostasia
  • 15. A Bíblia afirma que, nos dias que antecedem a manifestação do Anticristo, ocorrerá uma grande onda de apostasias (2 Ts 2.3,4). É hora de redobrar a vigilância. Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1051 – São Paulo - SP 1. Apostasia
  • 16. Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1051 – São Paulo - SP b) A desvalorização da Bíblia. Inspirados em teologias liberais, há crentes que não mais vêem a Bíblia como a inspirada, inerrante e infalível Palavra de Deus - nossa única regra de fé e prática. Alguns chegam a ensinar que a Bíblia não é a Palavra de Deus, mas apenas a contém. Leia com toda atenção 2 Tm 3.16. A própria Bíblia nos adverte com toda clareza, sobre esse tempo (2 Ts 2.3). 1. Apostasia
  • 17. De acordo com a Bíblia, a apostasia é um dos mais fortes sinais concernentes à volta de Cristo (Lc 18.8; 1 Jo 2.18; 2 Ts 2.7). Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1051 – São Paulo - SP 2. Apostasia como sinal da volta de Jesus
  • 18. Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1051 – São Paulo - SP a) Super-crentes. Para que se tenha idéia do alcance da apostasia, vejamos também o que andam ensinando os falsos mestres e doutores: “Satanás venceu Jesus na cruz”; “Nunca, jamais, em tempo algum, vá ao Senhor dizendo: Se for da tua vontade... Não permita que essas palavras destruidoras da fé saiam de sua boca”; “Deus precisa receber permissão para trabalhar neste reino terrestre do homem... Sim”; “Você está no controle das coisas!”. 2. Apostasia como sinal da volta de Jesus
  • 19. Infelizmente, há muitos incautos dispostos a aceitar semelhantes blasfêmias. Não nos enganemos: Deus está no controle de tudo e não precisa de permissão humana para atuar quer na história das nações quer na vida de cada um de nós. Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1051 – São Paulo - SP 2. Apostasia como sinal da volta de Jesus
  • 20. Ele é soberano e tudo tem de ser feito de acordo com a sua vontade. Quanto ao Diabo, foi este vencido para sempre na cruz. Aleluia! Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1051 – São Paulo - SP 2. Apostasia como sinal da volta de Jesus
  • 21. b) Perdoar a Deus! Alguns falsos doutores chegam ao cúmulo de ensinar que se deve perdoar inclusive a Deus, pois, às vezes, Ele não cumpre suas palavras, causando ressentimentos nos que o buscam. Por isso, segundo recomendam, devemos submeter-nos à chamada “cura interior” e à “regressão espiritual”. Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1051 – São Paulo - SP 2. Apostasia como sinal da volta de Jesus
  • 22. Ora, os tais doutores deveriam saber que a Palavra de Deus é infalível e que Deus é Santo. Por conseguinte, quem precisa de perdão e arrependimento é o homem e não o Todo- Poderoso. Portanto, seja Deus verdadeiro e todo homem mentiroso (Rm 3.4). Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1051 – São Paulo - SP 2. Apostasia como sinal da volta de Jesus
  • 23. Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1051 – São Paulo - SP c) Culto aos anjos. Há muitos crentes iludidos adorando os anjos (Cl 2.18). Infelizmente, há pregadores que só iniciam a pregação depois de pedir a presença dos anjos e, com isso, iludem os simples. Isso é apostasia! Os anjos também são servos de Deus; sua missão é atuar em prol dos que hão de herdar a vida eterna (Hb 1.14). E além do mais, recusam adoração (Ap 19.10). 2. Apostasia como sinal da volta de Jesus
  • 24. RESUMO DO TÓPICO (1) Os dois tipos de apostasia são: teológica e moral. A primeira refere-se aos desvios doutrinários. A segunda, aos comportamentos opostos à santidade divina. Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1051 – São Paulo - SP
  • 25. 1.O que é hipocrisia? 2.O que é insensibilidade espiritual? Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1051 – São Paulo - SP
  • 26. Hipocrisia é “impostura, fingimento, simulação, falsidade, falsa devoção”. “... o Espírito expressamente diz que, nos últimos tempos, apostatarão alguns da fé, (...) pela hipocrisia de homens que falam mentiras” (1 Tm 4.1,2a). E quem é o pai da mentira? É o Diabo (Jo 8.44). Portanto, os mentirosos serão lançados no lago de fogo (Ap 21.8). Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1051 – São Paulo - SP 1. O que é hipocrisia?
  • 27. a) Lobos fantasiados de ovelhas. Os hipócritas aparentam uma coisa, mas são outra (At 20.29,30). Fingem-se de cristãos, mas servem ao Diabo; fingem-se de santos, mas são pecadores inveterados. Estão na igreja, mas não fazem parte da Igreja de Cristo. Suas intenções são malignas. Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1051 – São Paulo - SP 1. O que é hipocrisia?
  • 28. b) Principais características. Os hipócritas gostam de ser glorificados pelos homens (Mt 6.2), pois dos homens buscam a glória. Eles contribuem financeiramente, mas não são sinceros para com Deus. Jesus condena os que assim procedem (Mt 23.23). Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1051 – São Paulo - SP 1. O que é hipocrisia?
  • 29. 2. O que é insensibilidade espiritual? O texto bíblico é enfático: “Apostatarão alguns da fé (...) tendo cauterizada a sua própria consciência” (1 Tm 4.2b). Cauterizar, segundo o dicionário, é utilizar um meio químico, ou ferro incandescente, para destruir a sensibilidade de um tecido orgânico. Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1051 – São Paulo - SP 1. O que é hipocrisia? Quando a consciência fica cauterizada, o homem age como os animais, apenas instintivamente.
  • 30. Conta-se que uma jovem crente engravidara do namorado. A mãe repreendeu-a, levando o caso ao pastor. Uma irmã, porém, desaprovou aquela mãe: “Você não devia ter feito isso; bastava encaminhar sua filha para um aborto e tudo estaria resolvido. Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1051 – São Paulo - SP 1. O que é hipocrisia?
  • 31. O pastor não precisava saber de nada”. Alguém pode esconder-se do pastor, mas de Deus ninguém se esconde (Sl 139.7-12). Cuidado com o relativismo moral; a Bíblia lida com valores absolutos e inegociáveis: o que é pecado é sempre pecado. Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1051 – São Paulo - SP 1. O que é hipocrisia?
  • 32. RESUMO DO TÓPICO (2) A hipocrisia e a insensibilidade espiritual são dois comportamentos sociais e proféticos que antecedem a vinda de Jesus. Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1051 – São Paulo - SP
  • 33. 1. “Homens amantes de si mesmos” 2. Homens “avarentos” (v.2) 3. Homens “presunçosos” (v.2) Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1051 – São Paulo - SP
  • 34. Jesus ensinou que o maior dos mandamentos é amar a Deus de todo o coração; o segundo, semelhante ao primeiro, é amar ao próximo como a si mesmo (Mt 22.35-39). Nestes tempos trabalhosos, porém, o amor próprio e egoísta está matando o amor a Deus e ao próximo. Esse tipo de amor nega as verdadeiras dimensões do amor cristão. Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1051 – São Paulo - SP 1. “Homens amantes de si mesmos”
  • 35. As Escrituras afirmam que a avareza é idolatria (Cl 3.5). O pecado da avareza se manifesta no amor e culto ao dinheiro e ao materialismo (Ef 5.5; 1 Tm 6.10). Em Romanos 1.29, o pecado da avareza é arrolado juntamente com a prostituição e o homicídio. Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1051 – São Paulo - SP 2. Homens “avarentos” (v.2)
  • 36. Eis porque a Bíblia adverte acerca dos falsos mestres que, movidos pela avareza, se utilizam de fábulas engenhosas para auferir lucros e enganar a Igreja de Deus (2 Pe 2.3; 1.16). Os falsos mestres e doutores são considerados malditos pela Palavra de Deus (2 Pe 2.14). Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1051 – São Paulo - SP 2. Homens “avarentos” (v.2)
  • 37. Presunção é vaidade. Os presunçosos e ingratos para com Deus agem como Israel: ao prosperarem, dão “coices”; viram as costas a Deus (Dt 32.15). Eles passam a agir como se Deus não existisse. Amam mais a vida presente do que os bens eternos. Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1051 – São Paulo - SP 3. Homens “presunçosos” (v.2)
  • 38. RESUMO DO TÓPICO (3) A rebelião contra Deus se acentua por meio do individualismo, da avareza, da presunção e do orgulho. Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1051 – São Paulo - SP
  • 39. Conclusão: Nesses tempos trabalhosos, precisamos orar e vigiar com mais seriedade, para que não sejamos tragados pela onda de apostasia e insensibilidade espiritual. Somente com um profundo quebrantamento espiritual, e uma vida sempre renovada no Espírito (2 Co 4.16), poderemos estar em condições de aguardar a vinda de Jesus de modo santo e de conformidade com a sua Palavra. Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1051 – São Paulo - SP
  • 40. Estudo disponível no www.facebook.com/EBDFrutosparaVida Necessário baixar o aplicativo slideshare para visualização em smartphones e tablets Av. Mariana Caligiori Ronchetti, 1051 – São Paulo - SP