SlideShare uma empresa Scribd logo
A HISTÓRIA DA XILOGRAVURA DE CORDEL: O PAPEL DA TÉCNICA NA
ESSÊNCIA DA ARTE
Antes de saber como aconteceu a história da xilogravura de
cordel é preciso entender o que esse gênero significa. O cordel é uma
tradição que chegou ao Brasil por meio de Portugal e se caracteriza
por um tipo de literatura que começou oralmente para disseminar
notícias para aqueles que não tinham acesso a elas.
O uso da técnica de xilogravura criou e propagou a literatura de
cordel. Afinal, sua produção era simples e seu custo bastante baixo.
Logo, foi fundamental para sustentar a tradição e manter fortes as
raízes das histórias e das pessoas que as contavam
Com uma tradição que marca mais de 100 anos, a literatura de
cordel em xilogravura foi reconhecida como Patrimônio Cultural
Imaterial Brasileiro pelo IPHAN .Logo, poetas, desenhista,
ilustradores e artistas visuais, de xilogravura e vendedores de livros
comemoraram essa conquista.
Apesar de originária das regiões Norte e Nordeste, a literatura de cordel
se propagou por todo o Brasil graças à migração interna.
QUAL A IMPORTÂNCIA DA XILOGRAVURA NA LITERATURA DE CORDEL?
De forma simples, a xilogravura é uma técnica em que o artista entalha a
madeira, pinta as suas partes elevadas e, por fim, pressiona a madeira em
papel ou tela. Trata-se de um método quase rudimentar de reprodução de
imagens e textos e essa sua característica foi fundamental para sua aplicação
como “técnica de impressão”.
Combinando a originalidade dos artistas, os traços característicos da
xilogravura de cordel e a qualidade das histórias se construíram uma fórmula
perfeita que hoje é um dos Patrimônios Imateriais do Brasil.
Apesar de ter mudado, a xilogravura nordestina ainda mantém as raízes
fortes do sertão. Assim, replica e cria suas novas histórias.
Os traços marcantes da xilogravura de cordel podem ser encontrados em
peças de decoração, em bancos e azulejos, em quadros emoldurados e
pendurados na parede e em acervos de arte para serem apreciados.
Se antes era rudimentar, hoje essa técnica apresenta mais sofisticação e é
aplicada por renomados artistas em seus mais variados trabalhos de
xilogravura, xilografia ou como técnica de gravura.
Atividade
Depois da leitura e cópia do texto em seu caderno, vamos preparar para
fazer uma gravura. O material será o seguinte: borracha ( usado par apagar o
lápis)
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA

trabalho de artes (julia).docx
trabalho de artes (julia).docxtrabalho de artes (julia).docx
trabalho de artes (julia).docx
JussaraSousa12
 
História da Arte Brasileira: Contemporaneidade - Introdução
História da Arte Brasileira: Contemporaneidade - IntroduçãoHistória da Arte Brasileira: Contemporaneidade - Introdução
História da Arte Brasileira: Contemporaneidade - Introdução
Paula Poiet
 
2 História da Arte Brasileira (Pré Cabralino ao Academicismo): Arte indígena
2 História da Arte Brasileira (Pré Cabralino ao Academicismo): Arte indígena2 História da Arte Brasileira (Pré Cabralino ao Academicismo): Arte indígena
2 História da Arte Brasileira (Pré Cabralino ao Academicismo): Arte indígena
Paula Poiet
 
Arte Africana
Arte Africana Arte Africana
Arte Africana
Joemille Leal
 
ARTE AFRICANA AFROBRASILEIRA E SEUS ASPECTOS
ARTE AFRICANA AFROBRASILEIRA E SEUS ASPECTOSARTE AFRICANA AFROBRASILEIRA E SEUS ASPECTOS
ARTE AFRICANA AFROBRASILEIRA E SEUS ASPECTOS
HenriqueLuciano2
 
Literatura de Cordel
Literatura de Cordel Literatura de Cordel
Literatura de Cordel
otsciepalexandrecarvalho
 
O fantástico na ilha de sc
O fantástico na ilha de scO fantástico na ilha de sc
O fantástico na ilha de sc
ProfaJosi
 
O fantástico na ilha de sc
O fantástico na ilha de scO fantástico na ilha de sc
O fantástico na ilha de sc
ProfaJosi
 
Arte.pptx
Arte.pptxArte.pptx
Arte.pptx
Pablo Monteiro
 
Aula para eventual 2022
Aula para eventual 2022Aula para eventual 2022
Aula para eventual 2022
ssuserb5a19b
 
Convite
ConviteConvite
Indústria da-cerâmica-e-porcelana
Indústria da-cerâmica-e-porcelanaIndústria da-cerâmica-e-porcelana
Indústria da-cerâmica-e-porcelana
Hugo Galvão
 
Exposição 2011
Exposição 2011Exposição 2011
Exposição 2011
emgeneralcelso
 
Livro-arte - Função e definição
Livro-arte - Função e definiçãoLivro-arte - Função e definição
Livro-arte - Função e definição
Cibele Andrade
 
A arte na Pré-História
A arte na Pré-HistóriaA arte na Pré-História
A arte na Pré-História
Edenilson Morais
 
A arte rupestre no brasil
A arte rupestre no brasilA arte rupestre no brasil
A arte rupestre no brasil
Mariihmoreira
 
Projeto encantos do cordel
Projeto encantos do cordelProjeto encantos do cordel
Projeto encantos do cordel
Andrea Nogueira
 
Arte brasileira 1
Arte brasileira 1Arte brasileira 1
Arte brasileira 1
Carlos Elson Cunha
 
Professo autor arte primitiva africana
Professo autor   arte primitiva africanaProfesso autor   arte primitiva africana
Professo autor arte primitiva africana
Paulo Alexandre
 
Indústria da-cerâmica-e-porcelana
Indústria da-cerâmica-e-porcelanaIndústria da-cerâmica-e-porcelana
Indústria da-cerâmica-e-porcelana
Pavel Mocan
 

Semelhante a HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA (20)

trabalho de artes (julia).docx
trabalho de artes (julia).docxtrabalho de artes (julia).docx
trabalho de artes (julia).docx
 
História da Arte Brasileira: Contemporaneidade - Introdução
História da Arte Brasileira: Contemporaneidade - IntroduçãoHistória da Arte Brasileira: Contemporaneidade - Introdução
História da Arte Brasileira: Contemporaneidade - Introdução
 
2 História da Arte Brasileira (Pré Cabralino ao Academicismo): Arte indígena
2 História da Arte Brasileira (Pré Cabralino ao Academicismo): Arte indígena2 História da Arte Brasileira (Pré Cabralino ao Academicismo): Arte indígena
2 História da Arte Brasileira (Pré Cabralino ao Academicismo): Arte indígena
 
Arte Africana
Arte Africana Arte Africana
Arte Africana
 
ARTE AFRICANA AFROBRASILEIRA E SEUS ASPECTOS
ARTE AFRICANA AFROBRASILEIRA E SEUS ASPECTOSARTE AFRICANA AFROBRASILEIRA E SEUS ASPECTOS
ARTE AFRICANA AFROBRASILEIRA E SEUS ASPECTOS
 
Literatura de Cordel
Literatura de Cordel Literatura de Cordel
Literatura de Cordel
 
O fantástico na ilha de sc
O fantástico na ilha de scO fantástico na ilha de sc
O fantástico na ilha de sc
 
O fantástico na ilha de sc
O fantástico na ilha de scO fantástico na ilha de sc
O fantástico na ilha de sc
 
Arte.pptx
Arte.pptxArte.pptx
Arte.pptx
 
Aula para eventual 2022
Aula para eventual 2022Aula para eventual 2022
Aula para eventual 2022
 
Convite
ConviteConvite
Convite
 
Indústria da-cerâmica-e-porcelana
Indústria da-cerâmica-e-porcelanaIndústria da-cerâmica-e-porcelana
Indústria da-cerâmica-e-porcelana
 
Exposição 2011
Exposição 2011Exposição 2011
Exposição 2011
 
Livro-arte - Função e definição
Livro-arte - Função e definiçãoLivro-arte - Função e definição
Livro-arte - Função e definição
 
A arte na Pré-História
A arte na Pré-HistóriaA arte na Pré-História
A arte na Pré-História
 
A arte rupestre no brasil
A arte rupestre no brasilA arte rupestre no brasil
A arte rupestre no brasil
 
Projeto encantos do cordel
Projeto encantos do cordelProjeto encantos do cordel
Projeto encantos do cordel
 
Arte brasileira 1
Arte brasileira 1Arte brasileira 1
Arte brasileira 1
 
Professo autor arte primitiva africana
Professo autor   arte primitiva africanaProfesso autor   arte primitiva africana
Professo autor arte primitiva africana
 
Indústria da-cerâmica-e-porcelana
Indústria da-cerâmica-e-porcelanaIndústria da-cerâmica-e-porcelana
Indústria da-cerâmica-e-porcelana
 

Último

UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdfUFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
Manuais Formação
 
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdfsaid edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
ThiagoRORISDASILVA1
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Mauricio Alexandre Silva
 
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogiaAVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
KarollayneRodriguesV1
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
Manuais Formação
 
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptxDEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
ConservoConstrues
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Mauricio Alexandre Silva
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
pamellaaraujo10
 
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica BasicaExercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
ElinarioCosta
 
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdfMAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
GracinhaSantos6
 
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Centro Jacques Delors
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
geiseortiz1
 
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdfPrimeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Maurício Bratz
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
CarlosJean21
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Simone399395
 
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
SidneySilva523387
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 

Último (20)

UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdfUFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
 
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdfsaid edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
 
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogiaAVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
 
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptxDEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
 
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica BasicaExercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
 
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdfMAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
 
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
 
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
 
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdfPrimeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
 
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 

HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA

  • 1. A HISTÓRIA DA XILOGRAVURA DE CORDEL: O PAPEL DA TÉCNICA NA ESSÊNCIA DA ARTE Antes de saber como aconteceu a história da xilogravura de cordel é preciso entender o que esse gênero significa. O cordel é uma tradição que chegou ao Brasil por meio de Portugal e se caracteriza por um tipo de literatura que começou oralmente para disseminar notícias para aqueles que não tinham acesso a elas. O uso da técnica de xilogravura criou e propagou a literatura de cordel. Afinal, sua produção era simples e seu custo bastante baixo. Logo, foi fundamental para sustentar a tradição e manter fortes as raízes das histórias e das pessoas que as contavam Com uma tradição que marca mais de 100 anos, a literatura de cordel em xilogravura foi reconhecida como Patrimônio Cultural Imaterial Brasileiro pelo IPHAN .Logo, poetas, desenhista, ilustradores e artistas visuais, de xilogravura e vendedores de livros comemoraram essa conquista. Apesar de originária das regiões Norte e Nordeste, a literatura de cordel se propagou por todo o Brasil graças à migração interna. QUAL A IMPORTÂNCIA DA XILOGRAVURA NA LITERATURA DE CORDEL? De forma simples, a xilogravura é uma técnica em que o artista entalha a madeira, pinta as suas partes elevadas e, por fim, pressiona a madeira em papel ou tela. Trata-se de um método quase rudimentar de reprodução de imagens e textos e essa sua característica foi fundamental para sua aplicação como “técnica de impressão”. Combinando a originalidade dos artistas, os traços característicos da xilogravura de cordel e a qualidade das histórias se construíram uma fórmula perfeita que hoje é um dos Patrimônios Imateriais do Brasil. Apesar de ter mudado, a xilogravura nordestina ainda mantém as raízes fortes do sertão. Assim, replica e cria suas novas histórias. Os traços marcantes da xilogravura de cordel podem ser encontrados em peças de decoração, em bancos e azulejos, em quadros emoldurados e pendurados na parede e em acervos de arte para serem apreciados. Se antes era rudimentar, hoje essa técnica apresenta mais sofisticação e é aplicada por renomados artistas em seus mais variados trabalhos de xilogravura, xilografia ou como técnica de gravura. Atividade Depois da leitura e cópia do texto em seu caderno, vamos preparar para fazer uma gravura. O material será o seguinte: borracha ( usado par apagar o lápis)