SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 15
Baixar para ler offline
Gabarito Weber  Roberto Mosca Junior
O Espírito do capitalismo. O espírito do capitalismo implica o cálculo financeiro e matemático que serve para avaliar os lucros e vantagens de determinadas ações. Nem sempre as ações no mundo, entretanto, foram avaliadas por esse critério.
Ação social Ação social é aquela motivada por atitudes e valores próprios de uma época que embora se manifestem de forma individual tem uma natureza social e coletiva.
Método compreensivo. O método compreensivo buscava entender uma realidade complexa por alguns de seus fatores que se mostram especialmente significativos para explicá-la. Isso não significava, de forma nenhuma, que essa explicação fosse a única. Daí a parcialidade das explicações sociais.
Diferença entre o catolicismo e protestantismo. O protestantismo prega uma vida austera e de muito trabalho, sem gastos excessivos, nem ociosidade. Essa conduta leva necessariamente ao aumento da produtividade e da poupança, gerando riqueza.
Diferença entre o catolicismo e protestantismo. O catolicismo é contemplativo e a conduta adequada prevê contenção no trabalho e luxo nos rituais. Já o protestantismo prega contenção e economia.
Questão 2 (livro) A) Na Idade Média, a medida de tempo se baseava nos fenômenos naturais e também nos costumes. Por exemplo, um dia de trabalho correspondia à duração da luz do sol. O controle do tempo não era voltado para a produção ou acúmulo. Não havia tecnologia que permitisse o armazenamento de certos produtos (como alimentos) e, por isso, o tempo era usado para produzir o necessário e não o excedente para troca. O tempo não era percebido como riqueza – a religião católica ensinava que o tempo pertencia a Deus e por isso não podia ser manipulado economicamente pelos homens.
Questão 2 (livro) B) O trabalho livre, regido por um contrato: o acerto entre o empregador e o trabalhador estipulava o salário que seria pago em troca de um serviço realizado num tempo determinado. A cidade: a migração maciça de trabalhadores no campo para as cidades, onde o trabalho era contratado, acelerou o processo de mudança na percepção do tempo. A difusão do uso do relógio: o tempo passou a ser controlado por uma máquina de precisão e não mais pela natureza, e seu fracionamento em segundos, minutos e horas padronizou o ritmo dos trabalhadores.
Monitorando aprendizagem Lembra-te de que tempo é dinheiro ... Lembra-te que  - como diz o ditado – um bom pagador é senhor da bolsa alheia. ... Garda-te de pensar que tudo o que possuis é propriedade tua e de viver  como se fosse. (Benjamim Franklin, texto escrito entre 1736 e 1748)
Monitorando aprendizagem Esses três conselhos de Benjamim Franklin – fazer uso adequado do tempo, ter crédito na praça e ter ambição para ganhar mais do que o necessário para viver – são parte daquilo que Weber chamou de “espírito do capitalismo”. Essas orientações nada tem de religiosas. Por que Weber entendeu que ética da religião protestante combinava com essa visão e contribuiu para o desenvolvimento capitalista?
Resposta 3 (livro) Por ele encontrou na ética protestante ao argumentos religiosos que reforçavam o argumento econômico capitalista. Segundo tal ética, os homens devem trabalhar diligentemente porque isso glorifica a Deus; não devem deixar de cumprir promessas de pagamentos (mentir) porque isso não agrada a Deus; devem buscar a prosperidade porque ela é sinal da benção de Deus.
Tipologia da ação Na ação afetiva a pessoa age pelo afeto que possui por alguém ou algo. Uma serenata pode ser vista como uma ação afetiva para quem ama, não é mesmo?  A ação social tradicional é um tipo de ação que nos leva a pensar na existência de um costume. O ato de tomar chimarrão ou pedir a benção dos pais na hora de dormir são ações que podem ser pensadas pela ação tradicional.
Tipologia da ação A ação racional com relação a fins: age para obter um fim objetivo previamente definido. E para tanto, seleciona e faz uso dos meios necessários e mais adequados do ponto de vista da avaliação. O que se destaca, aqui, é o esforço em adequar, racionalmente, os fins e os meios de atingir o objetivo. Na ação de um político, por exemplo, podemos ver um foco: o de obter o cargo com o poder que de- seja a fim de...Bom. Aí depende do político.
Tipologia da ação A ação racional com relação a valores, ocorreria porque, muitas vezes, os fins últimos de ação respondem a convicções, ao apego fiel a certos valores (honra, justiça, honestidade...). Neste tipo, o senti- do da ação está inscrito na própria conduta, nos valores que a motivaram e não na busca de algum resultado previa e racionalmente proposto. Por esse tipo de ação podemos pensar as religiões. Ninguém vai a uma igreja ou pertence a determinada religião, de livre vontade, se não acredita nos valores que lá são pregados.
Durkheim O suicídio Anômico Altruísta Egoísta  solidariedade mecânica e solidariedade orgânica.  Estrutura vs indivíduo.

Mais conteúdo relacionado

Destaque

1 guião do filme tempos modernos
1  guião do filme tempos modernos1  guião do filme tempos modernos
1 guião do filme tempos modernoscarolinasousa
 
Aula 7 max weber - ações sociais e dominação
Aula 7   max weber - ações sociais e dominaçãoAula 7   max weber - ações sociais e dominação
Aula 7 max weber - ações sociais e dominaçãoFábio Nogueira, PhD
 
Guião do filme tempos modernos
Guião do filme tempos modernosGuião do filme tempos modernos
Guião do filme tempos modernosSónia Mateus
 
Treinamento de Administracao do Tempo
Treinamento de Administracao do TempoTreinamento de Administracao do Tempo
Treinamento de Administracao do TempoGeorge Dias
 
[Inforad] apostila de concurso para radiologia vol. 3 55 questões específic...
[Inforad] apostila de concurso para radiologia vol. 3   55 questões específic...[Inforad] apostila de concurso para radiologia vol. 3   55 questões específic...
[Inforad] apostila de concurso para radiologia vol. 3 55 questões específic...Cristina Kari
 
Tempos modernos (1)
Tempos modernos (1)Tempos modernos (1)
Tempos modernos (1)Andrea Rios
 
Banco de questoes de Historia Completo Prof. Marco Aurelio Gondim [gondim.net]
Banco de questoes de Historia Completo Prof. Marco Aurelio Gondim [gondim.net]Banco de questoes de Historia Completo Prof. Marco Aurelio Gondim [gondim.net]
Banco de questoes de Historia Completo Prof. Marco Aurelio Gondim [gondim.net]Marco Aurélio Gondim
 
Banco de questões de sociologia
Banco de questões de sociologiaBanco de questões de sociologia
Banco de questões de sociologiaJosé Luiz Costa
 
Manual de formação ege snc - módulo 6214
Manual de formação ege   snc - módulo 6214Manual de formação ege   snc - módulo 6214
Manual de formação ege snc - módulo 6214Pedagogy
 

Destaque (14)

1 guião do filme tempos modernos
1  guião do filme tempos modernos1  guião do filme tempos modernos
1 guião do filme tempos modernos
 
PROVA PM BA 2009
PROVA PM BA 2009PROVA PM BA 2009
PROVA PM BA 2009
 
Aula 7 max weber - ações sociais e dominação
Aula 7   max weber - ações sociais e dominaçãoAula 7   max weber - ações sociais e dominação
Aula 7 max weber - ações sociais e dominação
 
Calculo Financeiro Mi
Calculo Financeiro MiCalculo Financeiro Mi
Calculo Financeiro Mi
 
Guião do filme tempos modernos
Guião do filme tempos modernosGuião do filme tempos modernos
Guião do filme tempos modernos
 
Questionário 01
Questionário 01Questionário 01
Questionário 01
 
Treinamento de Administracao do Tempo
Treinamento de Administracao do TempoTreinamento de Administracao do Tempo
Treinamento de Administracao do Tempo
 
Tempos modernos
Tempos modernosTempos modernos
Tempos modernos
 
[Inforad] apostila de concurso para radiologia vol. 3 55 questões específic...
[Inforad] apostila de concurso para radiologia vol. 3   55 questões específic...[Inforad] apostila de concurso para radiologia vol. 3   55 questões específic...
[Inforad] apostila de concurso para radiologia vol. 3 55 questões específic...
 
Tempos modernos (1)
Tempos modernos (1)Tempos modernos (1)
Tempos modernos (1)
 
Filme tempos modernos
Filme tempos modernosFilme tempos modernos
Filme tempos modernos
 
Banco de questoes de Historia Completo Prof. Marco Aurelio Gondim [gondim.net]
Banco de questoes de Historia Completo Prof. Marco Aurelio Gondim [gondim.net]Banco de questoes de Historia Completo Prof. Marco Aurelio Gondim [gondim.net]
Banco de questoes de Historia Completo Prof. Marco Aurelio Gondim [gondim.net]
 
Banco de questões de sociologia
Banco de questões de sociologiaBanco de questões de sociologia
Banco de questões de sociologia
 
Manual de formação ege snc - módulo 6214
Manual de formação ege   snc - módulo 6214Manual de formação ege   snc - módulo 6214
Manual de formação ege snc - módulo 6214
 

Semelhante a Espírito do capitalismo e ação social segundo Weber e Durkheim

Ppt 10º b regs 14 e 15 corrigido
Ppt 10º b regs 14 e 15 corrigidoPpt 10º b regs 14 e 15 corrigido
Ppt 10º b regs 14 e 15 corrigidoj_sdias
 
Entrevista com max weber
Entrevista com max weberEntrevista com max weber
Entrevista com max weberkarolayne souza
 
Doutrina da Humanidade
Doutrina da HumanidadeDoutrina da Humanidade
Doutrina da HumanidadeEvinha31
 
Ética nas Organizações
Ética nas OrganizaçõesÉtica nas Organizações
Ética nas OrganizaçõesJailson Maria
 
1 soc prov. especifica. 2 chamada 3 bimestre
1 soc prov. especifica. 2 chamada 3 bimestre1 soc prov. especifica. 2 chamada 3 bimestre
1 soc prov. especifica. 2 chamada 3 bimestreFelipe Serra
 
Duas perspectivas éticas
Duas perspectivas éticasDuas perspectivas éticas
Duas perspectivas éticasJoão Simões
 
Anotações do Curso de Ética da USP/VEDUCA.
Anotações do Curso de Ética da USP/VEDUCA.Anotações do Curso de Ética da USP/VEDUCA.
Anotações do Curso de Ética da USP/VEDUCA.Lucas Vinicius
 
Filosofia Dimensões da ação humana e dos valores
Filosofia Dimensões da ação humana e dos valores Filosofia Dimensões da ação humana e dos valores
Filosofia Dimensões da ação humana e dos valores Sara Cacais
 

Semelhante a Espírito do capitalismo e ação social segundo Weber e Durkheim (20)

Gabarito weber
Gabarito weberGabarito weber
Gabarito weber
 
Gabarito weber
Gabarito weberGabarito weber
Gabarito weber
 
Data show max weber
Data show max weberData show max weber
Data show max weber
 
Ppt 10º b regs 14 e 15 corrigido
Ppt 10º b regs 14 e 15 corrigidoPpt 10º b regs 14 e 15 corrigido
Ppt 10º b regs 14 e 15 corrigido
 
eticadekant.pdf
eticadekant.pdfeticadekant.pdf
eticadekant.pdf
 
Entrevista com max weber
Entrevista com max weberEntrevista com max weber
Entrevista com max weber
 
Doutrina da Humanidade
Doutrina da HumanidadeDoutrina da Humanidade
Doutrina da Humanidade
 
Artigo Axiologia
Artigo AxiologiaArtigo Axiologia
Artigo Axiologia
 
Ética nas Organizações
Ética nas OrganizaçõesÉtica nas Organizações
Ética nas Organizações
 
1 soc prov. especifica. 2 chamada 3 bimestre
1 soc prov. especifica. 2 chamada 3 bimestre1 soc prov. especifica. 2 chamada 3 bimestre
1 soc prov. especifica. 2 chamada 3 bimestre
 
Palestra introdução à economía consciente
Palestra introdução à economía conscientePalestra introdução à economía consciente
Palestra introdução à economía consciente
 
Duas perspectivas éticas
Duas perspectivas éticasDuas perspectivas éticas
Duas perspectivas éticas
 
Max weber 1º ano
Max weber 1º anoMax weber 1º ano
Max weber 1º ano
 
Objetivos Filosofia
Objetivos FilosofiaObjetivos Filosofia
Objetivos Filosofia
 
O mundo dos bens Mary Douglas e Baron Isherwood
O mundo dos bens Mary Douglas e Baron IsherwoodO mundo dos bens Mary Douglas e Baron Isherwood
O mundo dos bens Mary Douglas e Baron Isherwood
 
O mundo dos bens Mary Douglas e Baron Isherwood
O mundo dos bens Mary Douglas e Baron IsherwoodO mundo dos bens Mary Douglas e Baron Isherwood
O mundo dos bens Mary Douglas e Baron Isherwood
 
Apriorismo kantiano
Apriorismo kantianoApriorismo kantiano
Apriorismo kantiano
 
Anotações do Curso de Ética da USP/VEDUCA.
Anotações do Curso de Ética da USP/VEDUCA.Anotações do Curso de Ética da USP/VEDUCA.
Anotações do Curso de Ética da USP/VEDUCA.
 
Filosofia Dimensões da ação humana e dos valores
Filosofia Dimensões da ação humana e dos valores Filosofia Dimensões da ação humana e dos valores
Filosofia Dimensões da ação humana e dos valores
 
1 trabalho maquiavel
1 trabalho maquiavel1 trabalho maquiavel
1 trabalho maquiavel
 

Mais de roberto mosca junior

Trabalho e sociedade fordismo e toyotismo
Trabalho e sociedade   fordismo e toyotismoTrabalho e sociedade   fordismo e toyotismo
Trabalho e sociedade fordismo e toyotismoroberto mosca junior
 
Cultura, ideologia e indústria cultural
Cultura, ideologia e indústria culturalCultura, ideologia e indústria cultural
Cultura, ideologia e indústria culturalroberto mosca junior
 
Questões de Antropologia (livro)
Questões de Antropologia (livro)Questões de Antropologia (livro)
Questões de Antropologia (livro)roberto mosca junior
 
Aula de revisão de conteúdo – 8º ano
Aula de revisão de conteúdo – 8º anoAula de revisão de conteúdo – 8º ano
Aula de revisão de conteúdo – 8º anoroberto mosca junior
 
Aula de revisão de conteúdo – 7º ano
Aula de revisão de conteúdo – 7º anoAula de revisão de conteúdo – 7º ano
Aula de revisão de conteúdo – 7º anoroberto mosca junior
 
Racismo e miscigenação, democracia racial.
Racismo e miscigenação, democracia racial.Racismo e miscigenação, democracia racial.
Racismo e miscigenação, democracia racial.roberto mosca junior
 
Aula preconceito e discriminação
Aula preconceito e discriminaçãoAula preconceito e discriminação
Aula preconceito e discriminaçãoroberto mosca junior
 
Mosca viu correção de atividade - texto de apoio movimentos sociais
Mosca viu correção de atividade - texto de apoio movimentos sociaisMosca viu correção de atividade - texto de apoio movimentos sociais
Mosca viu correção de atividade - texto de apoio movimentos sociaisroberto mosca junior
 
Constituição da república federativa do brasil
Constituição da república federativa do brasilConstituição da república federativa do brasil
Constituição da república federativa do brasilroberto mosca junior
 
texto de apoio movimentos sociais e correção do ED
texto de apoio movimentos sociais e correção do EDtexto de apoio movimentos sociais e correção do ED
texto de apoio movimentos sociais e correção do EDroberto mosca junior
 

Mais de roberto mosca junior (20)

Trabalho e sociedade fordismo e toyotismo
Trabalho e sociedade   fordismo e toyotismoTrabalho e sociedade   fordismo e toyotismo
Trabalho e sociedade fordismo e toyotismo
 
Trabalho e sociedade
Trabalho e sociedadeTrabalho e sociedade
Trabalho e sociedade
 
Cultura, ideologia e indústria cultural
Cultura, ideologia e indústria culturalCultura, ideologia e indústria cultural
Cultura, ideologia e indústria cultural
 
Questões de Antropologia (livro)
Questões de Antropologia (livro)Questões de Antropologia (livro)
Questões de Antropologia (livro)
 
Questões de antropologia_01
Questões de antropologia_01Questões de antropologia_01
Questões de antropologia_01
 
Antropologia alteridade
Antropologia alteridadeAntropologia alteridade
Antropologia alteridade
 
Aula de revisão de conteúdo – 8º ano
Aula de revisão de conteúdo – 8º anoAula de revisão de conteúdo – 8º ano
Aula de revisão de conteúdo – 8º ano
 
Aula de revisão de conteúdo – 7º ano
Aula de revisão de conteúdo – 7º anoAula de revisão de conteúdo – 7º ano
Aula de revisão de conteúdo – 7º ano
 
RASCISMO CIENTIFICO
RASCISMO CIENTIFICORASCISMO CIENTIFICO
RASCISMO CIENTIFICO
 
Racismo e miscigenação, democracia racial.
Racismo e miscigenação, democracia racial.Racismo e miscigenação, democracia racial.
Racismo e miscigenação, democracia racial.
 
Aula preconceito e discriminação
Aula preconceito e discriminaçãoAula preconceito e discriminação
Aula preconceito e discriminação
 
Revisão 3º tri
Revisão 3º triRevisão 3º tri
Revisão 3º tri
 
Direitos humanos
Direitos humanosDireitos humanos
Direitos humanos
 
Discussão doc. "Atrásdaporta"
Discussão doc. "Atrásdaporta"Discussão doc. "Atrásdaporta"
Discussão doc. "Atrásdaporta"
 
Mosca viu correção de atividade - texto de apoio movimentos sociais
Mosca viu correção de atividade - texto de apoio movimentos sociaisMosca viu correção de atividade - texto de apoio movimentos sociais
Mosca viu correção de atividade - texto de apoio movimentos sociais
 
Etnocentrismo e relativismo
Etnocentrismo e relativismoEtnocentrismo e relativismo
Etnocentrismo e relativismo
 
Constituição da república federativa do brasil
Constituição da república federativa do brasilConstituição da república federativa do brasil
Constituição da república federativa do brasil
 
texto de apoio movimentos sociais e correção do ED
texto de apoio movimentos sociais e correção do EDtexto de apoio movimentos sociais e correção do ED
texto de apoio movimentos sociais e correção do ED
 
Movimentos sociais
Movimentos sociaisMovimentos sociais
Movimentos sociais
 
Aula 25 09_14
Aula 25 09_14Aula 25 09_14
Aula 25 09_14
 

Espírito do capitalismo e ação social segundo Weber e Durkheim

  • 1. Gabarito Weber Roberto Mosca Junior
  • 2. O Espírito do capitalismo. O espírito do capitalismo implica o cálculo financeiro e matemático que serve para avaliar os lucros e vantagens de determinadas ações. Nem sempre as ações no mundo, entretanto, foram avaliadas por esse critério.
  • 3. Ação social Ação social é aquela motivada por atitudes e valores próprios de uma época que embora se manifestem de forma individual tem uma natureza social e coletiva.
  • 4. Método compreensivo. O método compreensivo buscava entender uma realidade complexa por alguns de seus fatores que se mostram especialmente significativos para explicá-la. Isso não significava, de forma nenhuma, que essa explicação fosse a única. Daí a parcialidade das explicações sociais.
  • 5. Diferença entre o catolicismo e protestantismo. O protestantismo prega uma vida austera e de muito trabalho, sem gastos excessivos, nem ociosidade. Essa conduta leva necessariamente ao aumento da produtividade e da poupança, gerando riqueza.
  • 6. Diferença entre o catolicismo e protestantismo. O catolicismo é contemplativo e a conduta adequada prevê contenção no trabalho e luxo nos rituais. Já o protestantismo prega contenção e economia.
  • 7. Questão 2 (livro) A) Na Idade Média, a medida de tempo se baseava nos fenômenos naturais e também nos costumes. Por exemplo, um dia de trabalho correspondia à duração da luz do sol. O controle do tempo não era voltado para a produção ou acúmulo. Não havia tecnologia que permitisse o armazenamento de certos produtos (como alimentos) e, por isso, o tempo era usado para produzir o necessário e não o excedente para troca. O tempo não era percebido como riqueza – a religião católica ensinava que o tempo pertencia a Deus e por isso não podia ser manipulado economicamente pelos homens.
  • 8. Questão 2 (livro) B) O trabalho livre, regido por um contrato: o acerto entre o empregador e o trabalhador estipulava o salário que seria pago em troca de um serviço realizado num tempo determinado. A cidade: a migração maciça de trabalhadores no campo para as cidades, onde o trabalho era contratado, acelerou o processo de mudança na percepção do tempo. A difusão do uso do relógio: o tempo passou a ser controlado por uma máquina de precisão e não mais pela natureza, e seu fracionamento em segundos, minutos e horas padronizou o ritmo dos trabalhadores.
  • 9. Monitorando aprendizagem Lembra-te de que tempo é dinheiro ... Lembra-te que - como diz o ditado – um bom pagador é senhor da bolsa alheia. ... Garda-te de pensar que tudo o que possuis é propriedade tua e de viver como se fosse. (Benjamim Franklin, texto escrito entre 1736 e 1748)
  • 10. Monitorando aprendizagem Esses três conselhos de Benjamim Franklin – fazer uso adequado do tempo, ter crédito na praça e ter ambição para ganhar mais do que o necessário para viver – são parte daquilo que Weber chamou de “espírito do capitalismo”. Essas orientações nada tem de religiosas. Por que Weber entendeu que ética da religião protestante combinava com essa visão e contribuiu para o desenvolvimento capitalista?
  • 11. Resposta 3 (livro) Por ele encontrou na ética protestante ao argumentos religiosos que reforçavam o argumento econômico capitalista. Segundo tal ética, os homens devem trabalhar diligentemente porque isso glorifica a Deus; não devem deixar de cumprir promessas de pagamentos (mentir) porque isso não agrada a Deus; devem buscar a prosperidade porque ela é sinal da benção de Deus.
  • 12. Tipologia da ação Na ação afetiva a pessoa age pelo afeto que possui por alguém ou algo. Uma serenata pode ser vista como uma ação afetiva para quem ama, não é mesmo? A ação social tradicional é um tipo de ação que nos leva a pensar na existência de um costume. O ato de tomar chimarrão ou pedir a benção dos pais na hora de dormir são ações que podem ser pensadas pela ação tradicional.
  • 13. Tipologia da ação A ação racional com relação a fins: age para obter um fim objetivo previamente definido. E para tanto, seleciona e faz uso dos meios necessários e mais adequados do ponto de vista da avaliação. O que se destaca, aqui, é o esforço em adequar, racionalmente, os fins e os meios de atingir o objetivo. Na ação de um político, por exemplo, podemos ver um foco: o de obter o cargo com o poder que de- seja a fim de...Bom. Aí depende do político.
  • 14. Tipologia da ação A ação racional com relação a valores, ocorreria porque, muitas vezes, os fins últimos de ação respondem a convicções, ao apego fiel a certos valores (honra, justiça, honestidade...). Neste tipo, o senti- do da ação está inscrito na própria conduta, nos valores que a motivaram e não na busca de algum resultado previa e racionalmente proposto. Por esse tipo de ação podemos pensar as religiões. Ninguém vai a uma igreja ou pertence a determinada religião, de livre vontade, se não acredita nos valores que lá são pregados.
  • 15. Durkheim O suicídio Anômico Altruísta Egoísta solidariedade mecânica e solidariedade orgânica. Estrutura vs indivíduo.