SlideShare uma empresa Scribd logo
• Introdução
• Flexibilidade
• Sistemas Adaptáveis
• Sistemas Adaptativos
• Sistemas Personalizados
• Métodos de Adaptação
• Arquiteturas
• Bibliografia
2
• Web para todos
Tornar os benefícios da web (seu valor social: comunicação humana,
comércio, compartilhar conhecimentos) disponíveis a todos, independente
de:
• Hardware
• Software
• Infraestrutura de rede
• Cultura
• Localização geográfica
• Habilidade física
• Habilidade mental
3
• Web em qualquer dispositivo
Possibilitar que o acesso de qualquer tipo de dispositivo seja tão simples,
fácil e conveniente quanto de um computador convencional.
• Computadores
• Notebooks
• Smartphones
• TVs
• Sistemas de interação por voz
• Aparelhos domésticos
• Web ubíqua
4
• De acordo com o IEEE Standard Computer Dictionary,
flexibilidade é a facilidade com a qual um sistema ou
componente pode ser modificado para uso em
aplicações ou ambientes diferentes daqueles para os
quais foi especificamente construído;
• Classificada em duas grandes categorias:
• Adaptável
• Adaptativa.
5
• Segundo Cambridge Dictionaries Online:
• Adaptável: ​”able or ​willing to ​change in ​order to ​suit
different conditions”.
• Adaptativa: “having an ​ability to ​change to ​suit
different conditions”
6
• Benyon et al. define:
• “Sistemas adaptáveis podem alterar aspectos da sua
estrutura, funcionalidade ou interface com base em
um modelo gerado pela entrada explícita do
usuário, a fim de acomodar as diferentes
necessidades dos usuários e suas mudanças ao
longo do tempo.”
7
• Benyon et al. define:
• “Sistemas adaptativos podem alterar aspectos da
sua estrutura, funcionalidade ou interface com base
em um modelo gerado pela entrada implícita do
usuário, a fim de acomodar as diferentes
necessidades dos usuários e suas mudanças ao
longo do tempo.”
8
Explícita Implícita
Que se apresenta claramente sem
dúvidas ou ambiguidades; Dito ou
explicado com exatidão.
Que se apresenta de modo obscuro;
que está ou permanece
subentendido; não declarado;
obscuro; oculto.
9
Sistemas Adaptáveis Sistemas Adaptativos
​​Sistemas em que a ativação e a
seleção de interação do utilizador
por computador, é realizada pelo
usuário através da seleção de um
perfil específico a partir de uma lista
pré-definida.
O sistema deve ser capaz de
identificar as circunstâncias que
exigem adaptação, e,
consequentemente, selecionar e
efetuar um conjunto de ações.
10
• Benyon et al. define:
• “Sistemas personalizados podem alterar aspectos
da sua estrutura, funcionalidade ou interface com
base em um modelo gerado pela entrada implícita
e explícita do usuário, a fim de acomodar as
diferentes necessidades dos usuários e suas
mudanças ao longo do tempo.”
11
De acordo com Gullà, existem quatro métodos de adaptação:
• Adaptável / Manual: o usuário gere o processo e executa todas as ações;
• Adaptável com suporte do sistema / Seleção pelo Usuário: o usuário
domina o processo de adaptação e o sistema apoia-o;
• Adaptativo com controle de usuário / Aprovação do Usuário: o sistema
domina o processo de adaptação sob a supervisão do usuário. O sistema
inicia a ação e notifica o usuário sobre a alternativa e ele tem que escolher;
• Adaptativo / Totalmente adaptativo: todo o processo é gerenciado pelo
sistema, que decide e implementa a ação com base na interação do usuário.
12
• Não é uma tarefa simples. Na verdade, o seu
desenvolvimento requer:
• Avaliar o estado de espírito do usuário, estado
psicológico; significa operar com dados não-
deterministas, aumentando a complexidade do sistema;
• Definir um comportamento de adaptação de interface
adequado;
• Avaliar a adaptação;
13
• Não é uma tarefa simples. Na verdade, o seu
desenvolvimento requer:
• Avaliar a usabilidade e a aceitabilidade de uma
interface de usuário sem uma metodologia
estabelecida;
• Evitar danos a privacidade do usuário;
• Evitar dar informações indesejadas.
14
• Em geral, o design de um AUI requer várias escolhas fundamentais
a fazer:
• Estabelecer quem deve se adaptar e qual deve ser o papel da interface
do usuário no processo de adaptação;
• Definir metas que devem ser consideradas, principalmente no processo
de adaptação;
• Definir um conjunto adequado de normas para gerir a adaptação;
• Definir quais os níveis de interação devem ser considerados e quais são
as variáveis ​​de adaptação;
• Definir métodos no processo de adaptação, um mecanismo de inferência
para a escolha do usuário.
15
16
17
18
19
• Regra 1:
• Estado: o tamanho do texto da interface do usuário é menor do que 14 pontos e o usuário tem
baixa visão.
• Ação: aumentar o tamanho do texto da interface do usuário para 14 pontos.
• Regra 2:
• Estado: o usuário é daltônico.
• Ação: alterar a cor de primeiro plano para cor preta e o fundo para branco.
• Regra 3:
• Evento: uma cadeira de rodas começa a se mover.
• Estado: o usuário tem paraplegia e a interface do usuário não é processado com a modalidade
vocal.
• Ação: a modalidade de interface do usuário é alterado para a modalidade vocal.
20
21
22
23
24
• Benyon, D.R., Innocent, P.R. & Murray, D.M.: System Adaptivity and the Modeling of Stereotypes. Paper
Presented at INTERACT ’87, Second IFIP Conference on Human-Computer Interaction, the Netherlands
(1987)
• C. Stephanidis (Ed.): Universal Access in HCI, Part II, HCII 2009, LNCS 5615, pp. 711–719, 2009.
• F. Cena et al. / Integrating heterogeneous adaptation techniques to build a flexible and usable mobile
tourist guide.
• Fortuna, Frederico José. Normas no desenvolvimento de ambientes Web inclusivos e flexíveis.
Campinas/SP 2010.
• Francesca Gullà. Design Adaptable and Adaptive User Interfaces: a Method to Manage the Information,
2011.
• Julio Abascal. Integrating adaptation rules for people with special needs in model-based UI
development process, 2015.

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Flexibilidade na web

Delicious - parte 2
Delicious - parte 2Delicious - parte 2
Delicious - parte 2
aiadufmg
 
Qual aula_04__teste_e_inspecao_de_usabilidade
Qual  aula_04__teste_e_inspecao_de_usabilidadeQual  aula_04__teste_e_inspecao_de_usabilidade
Qual aula_04__teste_e_inspecao_de_usabilidade
Rafael Lima
 
Delicious parte 2
Delicious   parte 2Delicious   parte 2
Delicious parte 2
aiadufmg
 
Usabilidade e Acessibilidade
Usabilidade e AcessibilidadeUsabilidade e Acessibilidade
Usabilidade e Acessibilidade
Ketlin Stringhini
 
Aula 4 - Avaliação de Interface - Parte 1
Aula 4 -  Avaliação de Interface - Parte 1Aula 4 -  Avaliação de Interface - Parte 1
Aula 4 - Avaliação de Interface - Parte 1
André Constantino da Silva
 
Interfaces inteligentes para dispositivos móveis
Interfaces inteligentes para dispositivos móveisInterfaces inteligentes para dispositivos móveis
Interfaces inteligentes para dispositivos móveis
Juliana Lemos
 
Apresentação Exitus- Interface Amigável para Questionários Utilizando Table...
Apresentação   Exitus- Interface Amigável para Questionários Utilizando Table...Apresentação   Exitus- Interface Amigável para Questionários Utilizando Table...
Apresentação Exitus- Interface Amigável para Questionários Utilizando Table...
Monique Tavares
 
EXITUS - Interface amigável para questionários utilizando tablets em entrevis...
EXITUS - Interface amigável para questionários utilizando tablets em entrevis...EXITUS - Interface amigável para questionários utilizando tablets em entrevis...
EXITUS - Interface amigável para questionários utilizando tablets em entrevis...
Luiz Agner
 
Aula 5 -Avaliação de interfaces de usuário - testes com usuários
Aula 5 -Avaliação de interfaces de usuário - testes com usuáriosAula 5 -Avaliação de interfaces de usuário - testes com usuários
Aula 5 -Avaliação de interfaces de usuário - testes com usuários
André Constantino da Silva
 
Modelagem de Sistemas de Informação 03
Modelagem de Sistemas de Informação 03Modelagem de Sistemas de Informação 03
Modelagem de Sistemas de Informação 03
Danielle Ballester, PMP,PSM,SFC,SDC,SMC,SPOC,SCT
 
Interação Humano-Computador - História, Conceitos e Heurísticas de Nielsen
Interação Humano-Computador - História, Conceitos e Heurísticas de NielsenInteração Humano-Computador - História, Conceitos e Heurísticas de Nielsen
Interação Humano-Computador - História, Conceitos e Heurísticas de Nielsen
Ros Galabo, PhD
 
Engenharia de-usabilidade
Engenharia de-usabilidadeEngenharia de-usabilidade
Engenharia de-usabilidade
Carlos Rodrigo de Araujo
 
Sistemas Exploráveis - Campus Party
Sistemas Exploráveis - Campus PartySistemas Exploráveis - Campus Party
Sistemas Exploráveis - Campus Party
Bianca Brancaleone
 
Testes de Usabilidade
Testes de UsabilidadeTestes de Usabilidade
Testes de Usabilidade
Daniele Zandoná
 
Checklists and guidelines - Diretrizes para uma boa interface
Checklists and guidelines - Diretrizes para uma boa interfaceChecklists and guidelines - Diretrizes para uma boa interface
Checklists and guidelines - Diretrizes para uma boa interface
Nathanye Godinho
 
Heurística, Principios e Usabilidade na web
Heurística, Principios e Usabilidade na webHeurística, Principios e Usabilidade na web
Heurística, Principios e Usabilidade na web
Daniel Brandão
 
Requisitos de Software
Requisitos de SoftwareRequisitos de Software
Requisitos de Software
Silvio Cadete
 
IHM - INTERFACE HOMEM MÁQUINA TESTE DE USABILIDADE
IHM - INTERFACE HOMEM MÁQUINA TESTE DE USABILIDADEIHM - INTERFACE HOMEM MÁQUINA TESTE DE USABILIDADE
IHM - INTERFACE HOMEM MÁQUINA TESTE DE USABILIDADE
FernandaRodriguesMac4
 
Usabilidade com Paper Prototype
Usabilidade com Paper PrototypeUsabilidade com Paper Prototype
Usabilidade com Paper Prototype
eudisnet
 
USABILIDADE DA WEB MÓVEL
USABILIDADE DA WEB MÓVELUSABILIDADE DA WEB MÓVEL
USABILIDADE DA WEB MÓVEL
Sandra Margarida
 

Semelhante a Flexibilidade na web (20)

Delicious - parte 2
Delicious - parte 2Delicious - parte 2
Delicious - parte 2
 
Qual aula_04__teste_e_inspecao_de_usabilidade
Qual  aula_04__teste_e_inspecao_de_usabilidadeQual  aula_04__teste_e_inspecao_de_usabilidade
Qual aula_04__teste_e_inspecao_de_usabilidade
 
Delicious parte 2
Delicious   parte 2Delicious   parte 2
Delicious parte 2
 
Usabilidade e Acessibilidade
Usabilidade e AcessibilidadeUsabilidade e Acessibilidade
Usabilidade e Acessibilidade
 
Aula 4 - Avaliação de Interface - Parte 1
Aula 4 -  Avaliação de Interface - Parte 1Aula 4 -  Avaliação de Interface - Parte 1
Aula 4 - Avaliação de Interface - Parte 1
 
Interfaces inteligentes para dispositivos móveis
Interfaces inteligentes para dispositivos móveisInterfaces inteligentes para dispositivos móveis
Interfaces inteligentes para dispositivos móveis
 
Apresentação Exitus- Interface Amigável para Questionários Utilizando Table...
Apresentação   Exitus- Interface Amigável para Questionários Utilizando Table...Apresentação   Exitus- Interface Amigável para Questionários Utilizando Table...
Apresentação Exitus- Interface Amigável para Questionários Utilizando Table...
 
EXITUS - Interface amigável para questionários utilizando tablets em entrevis...
EXITUS - Interface amigável para questionários utilizando tablets em entrevis...EXITUS - Interface amigável para questionários utilizando tablets em entrevis...
EXITUS - Interface amigável para questionários utilizando tablets em entrevis...
 
Aula 5 -Avaliação de interfaces de usuário - testes com usuários
Aula 5 -Avaliação de interfaces de usuário - testes com usuáriosAula 5 -Avaliação de interfaces de usuário - testes com usuários
Aula 5 -Avaliação de interfaces de usuário - testes com usuários
 
Modelagem de Sistemas de Informação 03
Modelagem de Sistemas de Informação 03Modelagem de Sistemas de Informação 03
Modelagem de Sistemas de Informação 03
 
Interação Humano-Computador - História, Conceitos e Heurísticas de Nielsen
Interação Humano-Computador - História, Conceitos e Heurísticas de NielsenInteração Humano-Computador - História, Conceitos e Heurísticas de Nielsen
Interação Humano-Computador - História, Conceitos e Heurísticas de Nielsen
 
Engenharia de-usabilidade
Engenharia de-usabilidadeEngenharia de-usabilidade
Engenharia de-usabilidade
 
Sistemas Exploráveis - Campus Party
Sistemas Exploráveis - Campus PartySistemas Exploráveis - Campus Party
Sistemas Exploráveis - Campus Party
 
Testes de Usabilidade
Testes de UsabilidadeTestes de Usabilidade
Testes de Usabilidade
 
Checklists and guidelines - Diretrizes para uma boa interface
Checklists and guidelines - Diretrizes para uma boa interfaceChecklists and guidelines - Diretrizes para uma boa interface
Checklists and guidelines - Diretrizes para uma boa interface
 
Heurística, Principios e Usabilidade na web
Heurística, Principios e Usabilidade na webHeurística, Principios e Usabilidade na web
Heurística, Principios e Usabilidade na web
 
Requisitos de Software
Requisitos de SoftwareRequisitos de Software
Requisitos de Software
 
IHM - INTERFACE HOMEM MÁQUINA TESTE DE USABILIDADE
IHM - INTERFACE HOMEM MÁQUINA TESTE DE USABILIDADEIHM - INTERFACE HOMEM MÁQUINA TESTE DE USABILIDADE
IHM - INTERFACE HOMEM MÁQUINA TESTE DE USABILIDADE
 
Usabilidade com Paper Prototype
Usabilidade com Paper PrototypeUsabilidade com Paper Prototype
Usabilidade com Paper Prototype
 
USABILIDADE DA WEB MÓVEL
USABILIDADE DA WEB MÓVELUSABILIDADE DA WEB MÓVEL
USABILIDADE DA WEB MÓVEL
 

Flexibilidade na web

  • 1.
  • 2. • Introdução • Flexibilidade • Sistemas Adaptáveis • Sistemas Adaptativos • Sistemas Personalizados • Métodos de Adaptação • Arquiteturas • Bibliografia 2
  • 3. • Web para todos Tornar os benefícios da web (seu valor social: comunicação humana, comércio, compartilhar conhecimentos) disponíveis a todos, independente de: • Hardware • Software • Infraestrutura de rede • Cultura • Localização geográfica • Habilidade física • Habilidade mental 3
  • 4. • Web em qualquer dispositivo Possibilitar que o acesso de qualquer tipo de dispositivo seja tão simples, fácil e conveniente quanto de um computador convencional. • Computadores • Notebooks • Smartphones • TVs • Sistemas de interação por voz • Aparelhos domésticos • Web ubíqua 4
  • 5. • De acordo com o IEEE Standard Computer Dictionary, flexibilidade é a facilidade com a qual um sistema ou componente pode ser modificado para uso em aplicações ou ambientes diferentes daqueles para os quais foi especificamente construído; • Classificada em duas grandes categorias: • Adaptável • Adaptativa. 5
  • 6. • Segundo Cambridge Dictionaries Online: • Adaptável: ​”able or ​willing to ​change in ​order to ​suit different conditions”. • Adaptativa: “having an ​ability to ​change to ​suit different conditions” 6
  • 7. • Benyon et al. define: • “Sistemas adaptáveis podem alterar aspectos da sua estrutura, funcionalidade ou interface com base em um modelo gerado pela entrada explícita do usuário, a fim de acomodar as diferentes necessidades dos usuários e suas mudanças ao longo do tempo.” 7
  • 8. • Benyon et al. define: • “Sistemas adaptativos podem alterar aspectos da sua estrutura, funcionalidade ou interface com base em um modelo gerado pela entrada implícita do usuário, a fim de acomodar as diferentes necessidades dos usuários e suas mudanças ao longo do tempo.” 8
  • 9. Explícita Implícita Que se apresenta claramente sem dúvidas ou ambiguidades; Dito ou explicado com exatidão. Que se apresenta de modo obscuro; que está ou permanece subentendido; não declarado; obscuro; oculto. 9
  • 10. Sistemas Adaptáveis Sistemas Adaptativos ​​Sistemas em que a ativação e a seleção de interação do utilizador por computador, é realizada pelo usuário através da seleção de um perfil específico a partir de uma lista pré-definida. O sistema deve ser capaz de identificar as circunstâncias que exigem adaptação, e, consequentemente, selecionar e efetuar um conjunto de ações. 10
  • 11. • Benyon et al. define: • “Sistemas personalizados podem alterar aspectos da sua estrutura, funcionalidade ou interface com base em um modelo gerado pela entrada implícita e explícita do usuário, a fim de acomodar as diferentes necessidades dos usuários e suas mudanças ao longo do tempo.” 11
  • 12. De acordo com Gullà, existem quatro métodos de adaptação: • Adaptável / Manual: o usuário gere o processo e executa todas as ações; • Adaptável com suporte do sistema / Seleção pelo Usuário: o usuário domina o processo de adaptação e o sistema apoia-o; • Adaptativo com controle de usuário / Aprovação do Usuário: o sistema domina o processo de adaptação sob a supervisão do usuário. O sistema inicia a ação e notifica o usuário sobre a alternativa e ele tem que escolher; • Adaptativo / Totalmente adaptativo: todo o processo é gerenciado pelo sistema, que decide e implementa a ação com base na interação do usuário. 12
  • 13. • Não é uma tarefa simples. Na verdade, o seu desenvolvimento requer: • Avaliar o estado de espírito do usuário, estado psicológico; significa operar com dados não- deterministas, aumentando a complexidade do sistema; • Definir um comportamento de adaptação de interface adequado; • Avaliar a adaptação; 13
  • 14. • Não é uma tarefa simples. Na verdade, o seu desenvolvimento requer: • Avaliar a usabilidade e a aceitabilidade de uma interface de usuário sem uma metodologia estabelecida; • Evitar danos a privacidade do usuário; • Evitar dar informações indesejadas. 14
  • 15. • Em geral, o design de um AUI requer várias escolhas fundamentais a fazer: • Estabelecer quem deve se adaptar e qual deve ser o papel da interface do usuário no processo de adaptação; • Definir metas que devem ser consideradas, principalmente no processo de adaptação; • Definir um conjunto adequado de normas para gerir a adaptação; • Definir quais os níveis de interação devem ser considerados e quais são as variáveis ​​de adaptação; • Definir métodos no processo de adaptação, um mecanismo de inferência para a escolha do usuário. 15
  • 16. 16
  • 17. 17
  • 18. 18
  • 19. 19
  • 20. • Regra 1: • Estado: o tamanho do texto da interface do usuário é menor do que 14 pontos e o usuário tem baixa visão. • Ação: aumentar o tamanho do texto da interface do usuário para 14 pontos. • Regra 2: • Estado: o usuário é daltônico. • Ação: alterar a cor de primeiro plano para cor preta e o fundo para branco. • Regra 3: • Evento: uma cadeira de rodas começa a se mover. • Estado: o usuário tem paraplegia e a interface do usuário não é processado com a modalidade vocal. • Ação: a modalidade de interface do usuário é alterado para a modalidade vocal. 20
  • 21. 21
  • 22. 22
  • 23. 23
  • 24. 24 • Benyon, D.R., Innocent, P.R. & Murray, D.M.: System Adaptivity and the Modeling of Stereotypes. Paper Presented at INTERACT ’87, Second IFIP Conference on Human-Computer Interaction, the Netherlands (1987) • C. Stephanidis (Ed.): Universal Access in HCI, Part II, HCII 2009, LNCS 5615, pp. 711–719, 2009. • F. Cena et al. / Integrating heterogeneous adaptation techniques to build a flexible and usable mobile tourist guide. • Fortuna, Frederico José. Normas no desenvolvimento de ambientes Web inclusivos e flexíveis. Campinas/SP 2010. • Francesca Gullà. Design Adaptable and Adaptive User Interfaces: a Method to Manage the Information, 2011. • Julio Abascal. Integrating adaptation rules for people with special needs in model-based UI development process, 2015.