SlideShare uma empresa Scribd logo
“Quando o
Evangelho
penetra o lar,
o coração abre
mais facilmente
a porta ao
Mestre Divino”
Emmanuel
EVANGELHO NO LAREVANGELHO NO LAR
Como está o seu ambiente doméstico?Como está o seu ambiente doméstico?
2
Que sentimentos Jesus teria aoQue sentimentos Jesus teria ao
adentrar na nossa casa hoje?adentrar na nossa casa hoje?
A psicosfera da terra é formada pelas criações
mentais de cada família, de cada lar...
Poluição e PsicosferaPoluição e Psicosfera
“Estando a Terra vitimada pelo
entrechoque de vibrações, ondas e
mentes em desalinho, como decorrência
do desamor, das ambições desenfreadas,
dos ódios sistemáticos, as funestas
consequências se faz em presentes não
apenas nas guerras externas e
destrutivas...”.
Livro Após a Tempestade,
Joanna de Angelis, Psicografia Divaldo Franco
“... mas também nas rudes batalhas no lar,
na família, no trabalho, nas ruas da
comunidade, no comportamento. Intoxicado
pela ira, vencido pelo desespero que
agasalha, foge na direção dos prazeres
selvagens nos quais procura relaxar tensões,
adquirindo mais altas cargas de
desequilíbrio em que se debate.”
Livro Após a Tempestade,
Joanna de Angelis, Psicografia Divaldo Franco
Poluição e PsicosferaPoluição e Psicosfera
“Pode-se concluir assim, que em torno de uma
pessoa, de uma família, de uma cidade, de
uma nação ou planeta, existe uma atmosfera
espiritual fluídica, que varia vibratoriamente,
segundo a natureza moral dos Espíritos
envolvidos.”
Revista Espírita, Allan Kardec, Maio 1867
Psicosfera do LarPsicosfera do Lar
7
Visão Espiritual
Visão Material
Qual a Psicosfera do seu Lar?Qual a Psicosfera do seu Lar?
"Por isso, enquanto tivermos oportunidade,
façamos o bem a todos, mas principalmente aos
da família da fé” – Apóstolo Paulo. (Gálatas, 6:10.)
8
Oportunidade da ReencarnaçãoOportunidade da Reencarnação
Decerto que o apóstolo Paulo, em nos
recomendando carinho especial para com a
família da nossa fé, mantinha em vista a
obrigação inarredável da assistência imediata
aos que convivem conosco.
Se não formos úteis e compreensivos, afáveis e
devotados, junto de alguns
companheiros, como testemunhar
a vivência das lições de Jesus,
diante da Humanidade?
9
Oportunidade da ReencarnaçãoOportunidade da Reencarnação
Livro Palavras de Vida Eterna, Emmanuel,
Francisco C. Xavier
Admitimos, porém, à luz da Doutrina Espírita, que
o aviso apostólico se reveste de significação mais
profunda.
É que, entre os nossos domésticos, estão
particularmente os laços de existências
passadas, muitos deles reclamando reajuste e
limpeza.
Na equipe dos familiares do dia a dia
formam, comumente, aqueles Espíritos
que, por força de nossos compromissos
do pretérito, nos fiscalizam, criticam,
advertem e experimentam.
10
Oportunidade da ReencarnaçãoOportunidade da Reencarnação
Livro O Consolador,
Emmanuel, Francisco C. Xavier
É, no lar que os Espíritos se reencontram,
sob o mesmo teto, na condição de pais, filhos
e irmãos; nesse ambiente, são oferecidas
as oportunidades de novo aprendizado
moral, possibilitando aos reencarnados
exercitarem-se no campo
afetivo, desenvolvendo a
fraternidade, a
solidariedade, enfim, os
sentimentos derivados do
amor.
11
Lar – Escola de Educação MoralLar – Escola de Educação Moral
Livro O Consolador,
Emmanuel, Francisco C. Xavier
Assim, a função educadora e regeneradora
da família é extremamente delicada e
importante, quando se atribui à
reencarnação a oportunidade de ascensão
na escala evolutiva, através de novas
experiências, no campo intelectual e moral.
12
Lar – Escola de Educação MoralLar – Escola de Educação Moral
Livro O Consolador,
Emmanuel, Francisco C. Xavier
““A melhor escola, ainda é o lar, onde aA melhor escola, ainda é o lar, onde a
criatura deve receber as bases docriatura deve receber as bases do
sentimento e do caráter”sentimento e do caráter”
13
Evangelho no LarEvangelho no Lar
“Se um homem é a partícula divina da
coletividade, o lar é a célula sagrada de todo o
edifício da civilização” Emmanuel
14
Orientação para o Evangelho no LarOrientação para o Evangelho no Lar
1) Estudar o Evangelho de Jesus possibilita
compreender os ensinamentos cristãos, cuja prática
nos conduz ao aprimoramento moral.
2) Criar em todos os lares o hábito de se reunir em
família, para despertar e acentuar nos familiares o
sentimento de fraternidade.
3) Pelo momento de paz que o Evangelho proporciona
ao Lar, pela união das criaturas, propiciando a cada
um uma vivência tranquila e equilibrada.
4) Higienizar o Lar por pensamentos e sentimentos
elevados e favorecer a influência dos Mensageiros
do Bem.
Por quê fazer?Por quê fazer?
Livreto O Evangelho no Lar e no Coração, Federação Espírita Brasileira 15
5) Facilitar no Lar e fora dele o amparo necessário
diante das dificuldades materiais e espirituais,
mantendo operantes os princípios da vigilância e da
oração.
6) Elevar o padrão vibratório dos componentes do Lar
e contribuir com o Plano Espiritual na obtenção de um
mundo melhor.
7) Tornar o Evangelho conhecido, compreendido,
sentido e exemplificado em todos os ambientes.
Por quê fazer?Por quê fazer?
Livreto O Evangelho no Lar e no Coração, Federação Espírita Brasileira 16
17
Trazer as claridades da Boa Nova ao templo da
família é aprimorar todos os valores que a
experiência terrestre nos pode oferecer.
Bezerra de Menezes
18
Culto Cristão no LarCulto Cristão no Lar
Livro Luz no Lar, Emmanuel, Francisco C. Xavier
O culto do Evangelho no lar não é uma
inovação. É uma necessidade em toda parte
onde o Cristianismo lance raízes de
aperfeiçoamento e sublimação …
Quando o ensinamento do Mestre
vibre entre as quatro paredes
de um templo doméstico, os
pequeninos sacrifícios tecem
a felicidade comum.
● A observação impensada é ouvida
sem revolta.
19
Culto Cristão no LarCulto Cristão no Lar
● A calúnia é isolada no algodão do silêncio.
● A enfermidade é recebida com calma.
● O erro alheio encontra compaixão.
● A maldade não encontra brechas para insinuar-
se.
Não olvidemos, assim, os impositivos da
aplicação com o Cristo, no santuário familiar,
onde nos cabe o exemplo de paciência,
compreensão, fraternidade, serviço, fé e bom
ânimo, sob o reinado legítimo do amor, ...
Livro Luz no Lar, Emmanuel, Francisco C. Xavier
a) Escolha, na semana, um dia e horário em que a
família possa se reunir durante mais ou menos
trinta minutos.
b) Crianças também podem (devem) fazer parte da
reunião. Pode ocorrer a presença de visitantes
ocasionais e, neste caso, podem ser convidados a
participar; caso não sejam espíritas, devem ser
esclarecidos sobre a finalidade da reunião.
c) Há inclusive a possibilidade da reunião ser
realizada por uma só pessoa – o roteiro a ser
seguido é o mesmo.
Por onde começar?Por onde começar?
Livreto O Evangelho no Lar e no Coração, Federação Espírita Brasileira e
Campanha do Evangelho no Lar do ESE da Editora Petit.
20
21
Lembre-se:Lembre-se:
nunca estamos sozinhos!nunca estamos sozinhos!
"Porque onde estiverem reunidos em meu nome, lá
estarei presente." Jesus (MATEUS, 18:20)
d) Não suspender a prática do Evangelho em
virtude de visitas, passeios adiáveis ou
acontecimentos fúteis.
e) Providenciar uma jarra
com água para
fluidificação, para ser
servida no final
da reunião.
Por onde começar?Por onde começar?
Livreto O Evangelho no Lar e no Coração, Federação Espírita Brasileira e
Campanha do Evangelho no Lar do ESE da Editora Petit.
22
Mesmo dia e horário para não desperdiçarmos o tempo
da espiritualidade amiga que vem ao nosso auxílio. 23
Disciplina, disciplina, disciplina...Disciplina, disciplina, disciplina...
24
Sugestão de RoteiroSugestão de Roteiro
1. Início da reunião – Pai Nosso ou uma prece
simples e espontânea, valorizando os sentimentos e
não as palavras, solicitando a direção divina para a
reunião
2. Leitura de O Evangelho Segundo o Espiritismo
– começar desde o prefácio,
lendo um item ou dois sempre
em sequencia.
Sugestão de RoteiroSugestão de Roteiro 1/31/3
Livreto O Evangelho no Lar e no Coração, Federação Espírita Brasileira e
Campanha do Evangelho no Lar do ESE da Editora Petit.
25
3. Comentários sobre o texto lido – devem ser
breves e contando com a participação dos
presentes, evidenciando o ensino moral aplicado às
situações do dia a dia.
4. Vibrações – Pela fraternidade, paz e equilíbrio de
toda a Humanidade, por todos os governantes e
por aqueles que têm sob a sua responsabilidade
crianças, jovens, adultos e idosos; pela implantação
e vivência do Evangelho em todos os lares; pelo
próprio lar dos participantes, mentalizando paz,
harmonia e saúde para o corpo e para o espírito.
Sugestão de RoteiroSugestão de Roteiro 2/32/3
Livreto O Evangelho no Lar e no Coração, Federação Espírita Brasileira e
Campanha do Evangelho no Lar do ESE da Editora Petit.
26
5. Pedidos – Pode-se pedir pelos parentes, amigos,
por pessoas que não participem do círculo de
amizades e por toda Humanidade.
6. Prece de encerramento – Pai Nosso ou uma
prece simples, sincera e espontânea, solicitando a
fluidificação da água, agradecendo a Deus, a Jesus
e aos Bons Espíritos e convidando-os para a reunião
da próxima semana.
OBS.: A prática do Evangelho no Lar não deve
ser transformada em reunião mediúnica.
Sugestão de RoteiroSugestão de Roteiro 3/33/3
Livreto O Evangelho no Lar e no Coração, Federação Espírita Brasileira e
Campanha do Evangelho no Lar do ESE da Editora Petit.
27
Dedica uma das sete noites da semana
ao Culto Evangélico no Lar, a fim de que
Jesus possa pernoitar em tua casa.
Prepara a mesa, coloca água pura, abre o
Evangelho, distende a mensagem da fé, enlaça a
família e ora. Jesus virá em visita.
Quando o Lar se converte em santuário, o crime se
recolhe ao museu. Quando a família ora, Jesus se
demora em casa. Quando os corações se unem
nos liames da Fé, o equilíbrio oferta bênçãos de
consolo e a saúde derrama vinho de paz para
todos.
Jesus ContigoJesus Contigo 1/31/3
Livro S.O.S Família, Joanna de Angelis, Divaldo P. Franco 28
Jesus no lar é vida para o lar.
Não aguardes que o mundo te leve a certeza do bem
invariável. Distende, da tua casa cristã, a luz do
evangelho para o mundo atormentado.
Quando uma família ora em casa, reunida nas
blandícias do evangelho, toda a rua recebe o
benefício da comunhão com o Alto.
Se alguém, num edifício de apartamentos, alça aos
Céus a prece da comunhão em família, todo o
edifício se beneficia, qual lâmpada ignorada, acesa
na ventania.
Jesus ContigoJesus Contigo 2/32/3
Livro S.O.S Família, Joanna de Angelis, Divaldo P. Franco 29
Não te afastes da linha direcional do evangelho
entre os teus familiares. Continua orando fiel,
estudando com teus filhos e com aqueles a quem
amas as diretrizes do Mestre e, quando possível, debate
os problemas que te afligem à luz clara da mensagem da
Boa Nova e examina as dificuldades que te perturbam
ante a inspiração consoladora do Cristo. Não
demandes a rua, nessa noite, senão para os inevitáveis
deveres que não possas adiar. Demora-te no Lar para
que o divino Hóspede aí também se possa demorar.
E quando as luzes se apagarem à hora do repouso, ora
mais uma vez, comungando com Ele, como Ele procurar
fazer, a fim de que, ligado a ti, possas, em casa, uma vez
pôr semana em sete noites, Ter Jesus contigo.
Jesus ContigoJesus Contigo 3/33/3
Livro S.O.S Família, Joanna de Angelis, Divaldo P. Franco 30
31
Luz no LarLuz no Lar
Em casa, começa nossa missão no mundo.
Organizemos o nosso agrupamento doméstico
do Evangelho. O Lar é o coração do organismo
social.
Em casa, começa nossa missão no mundo.
Entre as paredes do templo familiar, preparamo-
nos para a vida com todos.
Seremos, lá fora, no grande campo da
experiência pública, o prosseguimento daquilo
que já somos na intimidade de nós mesmos.
Luz no LarLuz no Lar 1/31/3
Livro Luz no Lar, Francisco C. Xavier, Espírito Scheilla
32
Fujamos à frustração espiritual e busquemos no
relicário doméstico o sublime cultivo dos nossos
ideais com Jesus. O Evangelho foi iniciado na
Manjedoura e demorou-se na casa humilde e operosa
de Nazaré, antes de espraiar-se pelo mundo.
Sustentemos em casa a chama de nossa esperança,
estudando a Revelação Divina, praticando a
fraternidade e crescendo em amor e sabedoria,
porque, segundo a promessa do Evangelho Redentor,
"onde estiverem dois ou três corações em Seu Nome",
aí estará Jesus, amparando-nos para a ascensão à
Luz Celestial, hoje, amanhã e sempre.
Luz no LarLuz no Lar 2/32/3
Livro Luz no Lar, Francisco C. Xavier, Espírito Scheilla
33
- O culto do Mestre, em
casa,
É novo sol que irradia
A música da alegria
Em santa e bela canção.
- É a glória de Deus que
vaza
O dom da Graça Divina,
Que regenera e ilumina
O templo do coração.
Livro Luz no Lar, Emmanuel, Francisco C. Xavier, espírito Irene S. Pinto 34
- Ouvida a bênção da
prece,
Na sala doce e tranquila,
A lição do bem cintila
Como um poema a brilhar.
- O verbo humano enaltece
A caridade e a esperança,
Tudo é bendita mudança
No plano familiar.
Poema: Jesus em CasaPoema: Jesus em Casa
- Anula-se a malquerença,
A frase é contente e boa.
Quem guarda ofensas,
perdoa
Quem sofre, agradece à
cruz.
- A maldade escuta e pensa
E o vício da rebeldia
Perde a máscara sombria...
Toda névoa faz-se luz!
Livro Luz no Lar, Emmanuel, Francisco C. Xavier, espírito Irene S. Pinto 35
- Na casa fortalecida
Por semelhante alimento,
Tudo vibra entendimento
Sublime e renovador.
- O dever governa a vida
Vozes brandas falam
calmas....
É Jesus chamando as
almas.
Ao reino do Eterno Amor!
Poema: Jesus em CasaPoema: Jesus em Casa
O que eu preciso fazer
para que Jesus sinta-
se em casa ao ao
entrar no meu lar?
A pergunta que fica...A pergunta que fica...
http://www.slideshare.net/ricardoazevedo9216/evangelho-
no-lar-educao-compreenso-proteo-e-paz’
 Livro Jesus no Lar, Francisco C. Xavier, Neio Lúcio, Prefácio
Emmanuel
 Livro Cinquenta Anos Depois, Emmanuel, Francisco C. Xavier
 Livro Após a Tempestade, Joanna de Angelis, Psicografia
Divaldo P. Franco
 Livro O Consolador, Emmanuel, Francisco C. Xavier
 Livro Luz no Lar, Francisco C. Xavier, Espírito Scheilla
 O Evangelho Segundo o Espiritismo, Allan Kardec, Campanha
do Evangelho no Lar, Editora Petit
 Livro Temas da Vida, Francisco C. Xavier, Espíritos Diversos
 Livro S.O.S Família, Joanna de Angelis, Divaldo P. Franco
 Livreto O Evangelho o Lar e no Coração, Federação Espírita
Brasileira
Referências BibliográficasReferências Bibliográficas

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Palestra 29 o homem de bem
Palestra 29 o homem de bemPalestra 29 o homem de bem
Palestra 29 o homem de bem
Jose Ferreira Almeida Almeida
 
Ingratidão dos Filhos e Laços de Família
Ingratidão dos Filhos e Laços de FamíliaIngratidão dos Filhos e Laços de Família
Ingratidão dos Filhos e Laços de Família
igmateus
 
Palestra Espirita - Buscai e Achareis
Palestra Espirita - Buscai e AchareisPalestra Espirita - Buscai e Achareis
Palestra Espirita - Buscai e Achareis
manumino
 
Palestra 14 o evangelho no lar
Palestra 14 o evangelho no larPalestra 14 o evangelho no lar
Palestra 14 o evangelho no lar
Jose Ferreira Almeida
 
O Papel do Centro Espírita
O Papel do Centro EspíritaO Papel do Centro Espírita
O Papel do Centro Espírita
Ricardo Azevedo
 
Cristo Consolador
Cristo ConsoladorCristo Consolador
Cristo Consolador
Sergio Menezes
 
A piedade
A piedadeA piedade
A piedade
Dalila Melo
 
A eficácia da Prece
A eficácia da PreceA eficácia da Prece
A eficácia da Prece
Izabel Cristina Fonseca
 
SEDE PERFEITOS
SEDE PERFEITOSSEDE PERFEITOS
SEDE PERFEITOS
Isnande Mota Barros
 
Esperança (Palestra Espirita)
Esperança (Palestra Espirita)Esperança (Palestra Espirita)
Esperança (Palestra Espirita)
Marcos Antônio Alves
 
2.9.4 Anjos guardiaes, espiritos protetores, familiares ou simpaticos
2.9.4   Anjos guardiaes, espiritos protetores, familiares ou simpaticos2.9.4   Anjos guardiaes, espiritos protetores, familiares ou simpaticos
2.9.4 Anjos guardiaes, espiritos protetores, familiares ou simpaticos
Marta Gomes
 
Obsessão e desobsessão (suely caldas schubert)
Obsessão e desobsessão (suely caldas schubert)Obsessão e desobsessão (suely caldas schubert)
Obsessão e desobsessão (suely caldas schubert)
Helio Cruz
 
3 palestra sobre transição planetaria
3 palestra sobre transição planetaria3 palestra sobre transição planetaria
3 palestra sobre transição planetaria
umecamaqua
 
Estudo sobre prece!
Estudo sobre prece!Estudo sobre prece!
Estudo sobre prece!
Leonardo Pereira
 
MEDIUNIDADE E ESPIRITISMO
MEDIUNIDADE E ESPIRITISMOMEDIUNIDADE E ESPIRITISMO
MEDIUNIDADE E ESPIRITISMO
Jorge Luiz dos Santos
 
Estranha moral ESE Cap XXIII
Estranha moral ESE Cap XXIIIEstranha moral ESE Cap XXIII
Estranha moral ESE Cap XXIII
grupodepaisceb
 
Objetivo da encarnação
Objetivo da encarnaçãoObjetivo da encarnação
Objetivo da encarnação
Izabel Cristina Fonseca
 
O maior mandamento
O maior mandamentoO maior mandamento
O maior mandamento
Lorena Dias
 
A dor na nossa evolução
A dor na nossa evoluçãoA dor na nossa evolução
A dor na nossa evolução
Izabel Cristina Fonseca
 
A vida futura
A vida futuraA vida futura
A vida futura
Marcos Accioly
 

Mais procurados (20)

Palestra 29 o homem de bem
Palestra 29 o homem de bemPalestra 29 o homem de bem
Palestra 29 o homem de bem
 
Ingratidão dos Filhos e Laços de Família
Ingratidão dos Filhos e Laços de FamíliaIngratidão dos Filhos e Laços de Família
Ingratidão dos Filhos e Laços de Família
 
Palestra Espirita - Buscai e Achareis
Palestra Espirita - Buscai e AchareisPalestra Espirita - Buscai e Achareis
Palestra Espirita - Buscai e Achareis
 
Palestra 14 o evangelho no lar
Palestra 14 o evangelho no larPalestra 14 o evangelho no lar
Palestra 14 o evangelho no lar
 
O Papel do Centro Espírita
O Papel do Centro EspíritaO Papel do Centro Espírita
O Papel do Centro Espírita
 
Cristo Consolador
Cristo ConsoladorCristo Consolador
Cristo Consolador
 
A piedade
A piedadeA piedade
A piedade
 
A eficácia da Prece
A eficácia da PreceA eficácia da Prece
A eficácia da Prece
 
SEDE PERFEITOS
SEDE PERFEITOSSEDE PERFEITOS
SEDE PERFEITOS
 
Esperança (Palestra Espirita)
Esperança (Palestra Espirita)Esperança (Palestra Espirita)
Esperança (Palestra Espirita)
 
2.9.4 Anjos guardiaes, espiritos protetores, familiares ou simpaticos
2.9.4   Anjos guardiaes, espiritos protetores, familiares ou simpaticos2.9.4   Anjos guardiaes, espiritos protetores, familiares ou simpaticos
2.9.4 Anjos guardiaes, espiritos protetores, familiares ou simpaticos
 
Obsessão e desobsessão (suely caldas schubert)
Obsessão e desobsessão (suely caldas schubert)Obsessão e desobsessão (suely caldas schubert)
Obsessão e desobsessão (suely caldas schubert)
 
3 palestra sobre transição planetaria
3 palestra sobre transição planetaria3 palestra sobre transição planetaria
3 palestra sobre transição planetaria
 
Estudo sobre prece!
Estudo sobre prece!Estudo sobre prece!
Estudo sobre prece!
 
MEDIUNIDADE E ESPIRITISMO
MEDIUNIDADE E ESPIRITISMOMEDIUNIDADE E ESPIRITISMO
MEDIUNIDADE E ESPIRITISMO
 
Estranha moral ESE Cap XXIII
Estranha moral ESE Cap XXIIIEstranha moral ESE Cap XXIII
Estranha moral ESE Cap XXIII
 
Objetivo da encarnação
Objetivo da encarnaçãoObjetivo da encarnação
Objetivo da encarnação
 
O maior mandamento
O maior mandamentoO maior mandamento
O maior mandamento
 
A dor na nossa evolução
A dor na nossa evoluçãoA dor na nossa evolução
A dor na nossa evolução
 
A vida futura
A vida futuraA vida futura
A vida futura
 

Destaque

Culto do Evangelho no lar
Culto do Evangelho no larCulto do Evangelho no lar
Culto do Evangelho no lar
Dr. Walter Cury
 
Culto do Evangelho no Lar
Culto do Evangelho no LarCulto do Evangelho no Lar
Culto do Evangelho no Lar
Gevluz de Luz
 
Evangelho no lar
Evangelho no larEvangelho no lar
Evangelho no lar
Francesco Rodrix
 
Evangelho No Lar apoio FEB
Evangelho No Lar  apoio FEBEvangelho No Lar  apoio FEB
Evangelho No Lar apoio FEB
Fatima Carvalho
 
Culto Do Evangelho No Lar
Culto  Do  Evangelho No   LarCulto  Do  Evangelho No   Lar
Culto Do Evangelho No Lar
Home
 
Espiritualidade Índia
Espiritualidade ÍndiaEspiritualidade Índia
Espiritualidade Índia
SabedoriaUniversal
 
Agua fluida e passes
Agua fluida e passesAgua fluida e passes
Agua fluida e passes
Norberto Scavone Augusto
 
Em cima do_muro[1]
Em cima do_muro[1]Em cima do_muro[1]
Em cima do_muro[1]
Roseane Pereira
 
Caminhos da Casa de Jesus
Caminhos da Casa de JesusCaminhos da Casa de Jesus
Caminhos da Casa de Jesus
Amilton Lamas
 
Os Caminhos da Casa de Jesus - Campinas
Os Caminhos da Casa de Jesus - CampinasOs Caminhos da Casa de Jesus - Campinas
Os Caminhos da Casa de Jesus - Campinas
OS SEAREIROS
 
Jesus entrando na casa das pessoas!!!
Jesus entrando na casa das pessoas!!!Jesus entrando na casa das pessoas!!!
Jesus entrando na casa das pessoas!!!
tabernaculoamorevida
 
Casa em bom Jesus 2
Casa em bom Jesus 2Casa em bom Jesus 2
Casa em bom Jesus 2
Bianca Pollyanna Swaggart
 
Conhecendo a Casa de Jesus - Campinas
Conhecendo a Casa de Jesus - CampinasConhecendo a Casa de Jesus - Campinas
Conhecendo a Casa de Jesus - Campinas
Amilton Lamas
 
90 Anos da nossa casa, o Centro Espírita Discípulos de Jesus - Eis a nossa hi...
90 Anos da nossa casa, o Centro Espírita Discípulos de Jesus - Eis a nossa hi...90 Anos da nossa casa, o Centro Espírita Discípulos de Jesus - Eis a nossa hi...
90 Anos da nossa casa, o Centro Espírita Discípulos de Jesus - Eis a nossa hi...
Sergio Luiz , Palestrante Espírita - Professor, Cientista Social e Jornalista
 
NÚCLEO MÃE MARIA - Casa de Jesus - Campinas
NÚCLEO MÃE MARIA - Casa de Jesus - CampinasNÚCLEO MÃE MARIA - Casa de Jesus - Campinas
NÚCLEO MÃE MARIA - Casa de Jesus - Campinas
Amilton Lamas
 
Evangelho segundo são marcos
Evangelho segundo são marcosEvangelho segundo são marcos
Evangelho segundo são marcos
Nuno Bessa
 
Levando jesus para minha casa
Levando jesus para minha casaLevando jesus para minha casa
Levando jesus para minha casa
Marcos De Oliveira Leite
 
Criatividade e Inovação
Criatividade e InovaçãoCriatividade e Inovação
Criatividade e Inovação
MúltiplaOn Educação Executiva
 
2016 3 TRI LIÇÃO 6 - A EVANGELIZAÇÃO DOS GRUPOS DESAFIADORES
2016 3 TRI LIÇÃO 6 - A EVANGELIZAÇÃO DOS GRUPOS DESAFIADORES2016 3 TRI LIÇÃO 6 - A EVANGELIZAÇÃO DOS GRUPOS DESAFIADORES
2016 3 TRI LIÇÃO 6 - A EVANGELIZAÇÃO DOS GRUPOS DESAFIADORES
Natalino das Neves Neves
 
A Cura da Sogra de Pedro
A Cura da Sogra de PedroA Cura da Sogra de Pedro
A Cura da Sogra de Pedro
Eduardo Henrique Marçal
 

Destaque (20)

Culto do Evangelho no lar
Culto do Evangelho no larCulto do Evangelho no lar
Culto do Evangelho no lar
 
Culto do Evangelho no Lar
Culto do Evangelho no LarCulto do Evangelho no Lar
Culto do Evangelho no Lar
 
Evangelho no lar
Evangelho no larEvangelho no lar
Evangelho no lar
 
Evangelho No Lar apoio FEB
Evangelho No Lar  apoio FEBEvangelho No Lar  apoio FEB
Evangelho No Lar apoio FEB
 
Culto Do Evangelho No Lar
Culto  Do  Evangelho No   LarCulto  Do  Evangelho No   Lar
Culto Do Evangelho No Lar
 
Espiritualidade Índia
Espiritualidade ÍndiaEspiritualidade Índia
Espiritualidade Índia
 
Agua fluida e passes
Agua fluida e passesAgua fluida e passes
Agua fluida e passes
 
Em cima do_muro[1]
Em cima do_muro[1]Em cima do_muro[1]
Em cima do_muro[1]
 
Caminhos da Casa de Jesus
Caminhos da Casa de JesusCaminhos da Casa de Jesus
Caminhos da Casa de Jesus
 
Os Caminhos da Casa de Jesus - Campinas
Os Caminhos da Casa de Jesus - CampinasOs Caminhos da Casa de Jesus - Campinas
Os Caminhos da Casa de Jesus - Campinas
 
Jesus entrando na casa das pessoas!!!
Jesus entrando na casa das pessoas!!!Jesus entrando na casa das pessoas!!!
Jesus entrando na casa das pessoas!!!
 
Casa em bom Jesus 2
Casa em bom Jesus 2Casa em bom Jesus 2
Casa em bom Jesus 2
 
Conhecendo a Casa de Jesus - Campinas
Conhecendo a Casa de Jesus - CampinasConhecendo a Casa de Jesus - Campinas
Conhecendo a Casa de Jesus - Campinas
 
90 Anos da nossa casa, o Centro Espírita Discípulos de Jesus - Eis a nossa hi...
90 Anos da nossa casa, o Centro Espírita Discípulos de Jesus - Eis a nossa hi...90 Anos da nossa casa, o Centro Espírita Discípulos de Jesus - Eis a nossa hi...
90 Anos da nossa casa, o Centro Espírita Discípulos de Jesus - Eis a nossa hi...
 
NÚCLEO MÃE MARIA - Casa de Jesus - Campinas
NÚCLEO MÃE MARIA - Casa de Jesus - CampinasNÚCLEO MÃE MARIA - Casa de Jesus - Campinas
NÚCLEO MÃE MARIA - Casa de Jesus - Campinas
 
Evangelho segundo são marcos
Evangelho segundo são marcosEvangelho segundo são marcos
Evangelho segundo são marcos
 
Levando jesus para minha casa
Levando jesus para minha casaLevando jesus para minha casa
Levando jesus para minha casa
 
Criatividade e Inovação
Criatividade e InovaçãoCriatividade e Inovação
Criatividade e Inovação
 
2016 3 TRI LIÇÃO 6 - A EVANGELIZAÇÃO DOS GRUPOS DESAFIADORES
2016 3 TRI LIÇÃO 6 - A EVANGELIZAÇÃO DOS GRUPOS DESAFIADORES2016 3 TRI LIÇÃO 6 - A EVANGELIZAÇÃO DOS GRUPOS DESAFIADORES
2016 3 TRI LIÇÃO 6 - A EVANGELIZAÇÃO DOS GRUPOS DESAFIADORES
 
A Cura da Sogra de Pedro
A Cura da Sogra de PedroA Cura da Sogra de Pedro
A Cura da Sogra de Pedro
 

Semelhante a Evangelho no Lar - Educação, Compreensão, Proteção e Paz

Culto do evangelho no lar
Culto do evangelho no larCulto do evangelho no lar
Culto do evangelho no lar
PAULA MODESTO
 
Evangelho no lar
Evangelho no larEvangelho no lar
Evangelho no lar
Ponte de Luz ASEC
 
O Evangelho no Lar.ppt
O Evangelho no Lar.pptO Evangelho no Lar.ppt
O Evangelho no Lar.ppt
SlvioBabu3
 
O Evangelho no Lar2.ppt
O Evangelho no Lar2.pptO Evangelho no Lar2.ppt
O Evangelho no Lar2.ppt
SlvioBabu3
 
Estudo de pais 33
Estudo de pais 33Estudo de pais 33
Estudo de pais 33
Fatoze
 
Evangelhonolar[1]
Evangelhonolar[1]Evangelhonolar[1]
Evangelhonolar[1]
Alice Lirio
 
O Evangelho no Lar
O Evangelho no LarO Evangelho no Lar
O Evangelho no Lar
Patricia Farias
 
46 fluidoterapia - evangelho no lar
46 fluidoterapia - evangelho no lar46 fluidoterapia - evangelho no lar
46 fluidoterapia - evangelho no lar
Antonio SSantos
 
Jesus e o primeiro Evangelho no Lar
Jesus e o primeiro Evangelho no LarJesus e o primeiro Evangelho no Lar
Jesus e o primeiro Evangelho no Lar
Ponte de Luz ASEC
 
Boletim 81
Boletim 81Boletim 81
Boletim 81
CEJG
 
Evangelho no lar.pptx
Evangelho no lar.pptxEvangelho no lar.pptx
Evangelho no lar.pptx
M.R.L
 
Evangelizao
EvangelizaoEvangelizao
Evangelização - Evangelho no Lar
Evangelização - Evangelho no LarEvangelização - Evangelho no Lar
Evangelização - Evangelho no Lar
Antonino Silva
 
Culto do evangelho
Culto do evangelhoCulto do evangelho
Culto do evangelho
assefrak
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 117 - Em Família
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 117 - Em FamíliaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 117 - Em Família
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 117 - Em Família
Ricardo Azevedo
 
O Evangelho no Lar.
O Evangelho no Lar.O Evangelho no Lar.
O Evangelho no Lar.
ThiagoPereiraSantos2
 
Evangelho no Lar
Evangelho no LarEvangelho no Lar
Evangelho no Lar
paikachambi
 
Série Evangelho no Lar - número 2
Série Evangelho no Lar - número 2Série Evangelho no Lar - número 2
Série Evangelho no Lar - número 2
Ricardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 2 - Pensa um pouco
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 2 - Pensa um poucoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 2 - Pensa um pouco
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 2 - Pensa um pouco
Ricardo Azevedo
 
Estudo de pais 34
Estudo de pais 34Estudo de pais 34
Estudo de pais 34
Fatoze
 

Semelhante a Evangelho no Lar - Educação, Compreensão, Proteção e Paz (20)

Culto do evangelho no lar
Culto do evangelho no larCulto do evangelho no lar
Culto do evangelho no lar
 
Evangelho no lar
Evangelho no larEvangelho no lar
Evangelho no lar
 
O Evangelho no Lar.ppt
O Evangelho no Lar.pptO Evangelho no Lar.ppt
O Evangelho no Lar.ppt
 
O Evangelho no Lar2.ppt
O Evangelho no Lar2.pptO Evangelho no Lar2.ppt
O Evangelho no Lar2.ppt
 
Estudo de pais 33
Estudo de pais 33Estudo de pais 33
Estudo de pais 33
 
Evangelhonolar[1]
Evangelhonolar[1]Evangelhonolar[1]
Evangelhonolar[1]
 
O Evangelho no Lar
O Evangelho no LarO Evangelho no Lar
O Evangelho no Lar
 
46 fluidoterapia - evangelho no lar
46 fluidoterapia - evangelho no lar46 fluidoterapia - evangelho no lar
46 fluidoterapia - evangelho no lar
 
Jesus e o primeiro Evangelho no Lar
Jesus e o primeiro Evangelho no LarJesus e o primeiro Evangelho no Lar
Jesus e o primeiro Evangelho no Lar
 
Boletim 81
Boletim 81Boletim 81
Boletim 81
 
Evangelho no lar.pptx
Evangelho no lar.pptxEvangelho no lar.pptx
Evangelho no lar.pptx
 
Evangelizao
EvangelizaoEvangelizao
Evangelizao
 
Evangelização - Evangelho no Lar
Evangelização - Evangelho no LarEvangelização - Evangelho no Lar
Evangelização - Evangelho no Lar
 
Culto do evangelho
Culto do evangelhoCulto do evangelho
Culto do evangelho
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 117 - Em Família
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 117 - Em FamíliaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 117 - Em Família
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 117 - Em Família
 
O Evangelho no Lar.
O Evangelho no Lar.O Evangelho no Lar.
O Evangelho no Lar.
 
Evangelho no Lar
Evangelho no LarEvangelho no Lar
Evangelho no Lar
 
Série Evangelho no Lar - número 2
Série Evangelho no Lar - número 2Série Evangelho no Lar - número 2
Série Evangelho no Lar - número 2
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 2 - Pensa um pouco
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 2 - Pensa um poucoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 2 - Pensa um pouco
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 2 - Pensa um pouco
 
Estudo de pais 34
Estudo de pais 34Estudo de pais 34
Estudo de pais 34
 

Mais de Ricardo Azevedo

Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 139 - Oferendas
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 139 - OferendasSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 139 - Oferendas
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 139 - Oferendas
Ricardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 140 - Vejamos Isso
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 140 - Vejamos IssoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 140 - Vejamos Isso
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 140 - Vejamos Isso
Ricardo Azevedo
 
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 137 - Inimigos
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 137 - InimigosEvangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 137 - Inimigos
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 137 - Inimigos
Ricardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 136 - Conflito
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 136 - ConflitoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 136 - Conflito
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 136 - Conflito
Ricardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Ricardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 134 - Nutrição Espiritual
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 134 - Nutrição EspiritualSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 134 - Nutrição Espiritual
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 134 - Nutrição Espiritual
Ricardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da ProvidênciaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Ricardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 132 - Em tudo
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 132 - Em tudoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 132 - Em tudo
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 132 - Em tudo
Ricardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 131 - O Mundo e a Crença
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 131 - O Mundo e a CrençaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 131 - O Mundo e a Crença
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 131 - O Mundo e a Crença
Ricardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 130 - Onde estão?
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 130 - Onde estão?Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 130 - Onde estão?
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 130 - Onde estão?
Ricardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pão
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pãoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pão
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pão
Ricardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 128 - É porque ignoram
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 128 - É porque ignoramSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 128 - É porque ignoram
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 128 - É porque ignoram
Ricardo Azevedo
 
Jesus - O Amor na forma humana (1a. edição)
Jesus - O Amor na forma humana (1a. edição)Jesus - O Amor na forma humana (1a. edição)
Jesus - O Amor na forma humana (1a. edição)
Ricardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 127 - Lei de Retorno
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 127 - Lei de RetornoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 127 - Lei de Retorno
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 127 - Lei de Retorno
Ricardo Azevedo
 
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 126 - Espinhos
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 126 - EspinhosEvangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 126 - Espinhos
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 126 - Espinhos
Ricardo Azevedo
 
Sintonia - Escolha, Pensamento e Elevação
Sintonia - Escolha, Pensamento e ElevaçãoSintonia - Escolha, Pensamento e Elevação
Sintonia - Escolha, Pensamento e Elevação
Ricardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 125 - Separação
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 125 - SeparaçãoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 125 - Separação
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 125 - Separação
Ricardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 124 - Não Falta
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 124 - Não FaltaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 124 - Não Falta
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 124 - Não Falta
Ricardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 123 - Condição Comum
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 123 - Condição ComumSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 123 - Condição Comum
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 123 - Condição Comum
Ricardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 122 - Pecado e Pecador
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 122 - Pecado e PecadorSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 122 - Pecado e Pecador
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 122 - Pecado e Pecador
Ricardo Azevedo
 

Mais de Ricardo Azevedo (20)

Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 139 - Oferendas
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 139 - OferendasSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 139 - Oferendas
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 139 - Oferendas
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 140 - Vejamos Isso
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 140 - Vejamos IssoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 140 - Vejamos Isso
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 140 - Vejamos Isso
 
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 137 - Inimigos
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 137 - InimigosEvangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 137 - Inimigos
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 137 - Inimigos
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 136 - Conflito
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 136 - ConflitoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 136 - Conflito
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 136 - Conflito
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 134 - Nutrição Espiritual
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 134 - Nutrição EspiritualSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 134 - Nutrição Espiritual
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 134 - Nutrição Espiritual
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da ProvidênciaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 132 - Em tudo
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 132 - Em tudoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 132 - Em tudo
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 132 - Em tudo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 131 - O Mundo e a Crença
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 131 - O Mundo e a CrençaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 131 - O Mundo e a Crença
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 131 - O Mundo e a Crença
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 130 - Onde estão?
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 130 - Onde estão?Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 130 - Onde estão?
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 130 - Onde estão?
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pão
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pãoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pão
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pão
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 128 - É porque ignoram
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 128 - É porque ignoramSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 128 - É porque ignoram
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 128 - É porque ignoram
 
Jesus - O Amor na forma humana (1a. edição)
Jesus - O Amor na forma humana (1a. edição)Jesus - O Amor na forma humana (1a. edição)
Jesus - O Amor na forma humana (1a. edição)
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 127 - Lei de Retorno
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 127 - Lei de RetornoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 127 - Lei de Retorno
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 127 - Lei de Retorno
 
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 126 - Espinhos
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 126 - EspinhosEvangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 126 - Espinhos
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 126 - Espinhos
 
Sintonia - Escolha, Pensamento e Elevação
Sintonia - Escolha, Pensamento e ElevaçãoSintonia - Escolha, Pensamento e Elevação
Sintonia - Escolha, Pensamento e Elevação
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 125 - Separação
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 125 - SeparaçãoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 125 - Separação
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 125 - Separação
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 124 - Não Falta
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 124 - Não FaltaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 124 - Não Falta
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 124 - Não Falta
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 123 - Condição Comum
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 123 - Condição ComumSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 123 - Condição Comum
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 123 - Condição Comum
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 122 - Pecado e Pecador
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 122 - Pecado e PecadorSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 122 - Pecado e Pecador
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 122 - Pecado e Pecador
 

Último

Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino FinalTornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
André Ricardo Marcondes
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Celso Napoleon
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
WELITONNOGUEIRA3
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
JonasRibeiro61
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Celso Napoleon
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
ESCRIBA DE CRISTO
 
PONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docx
PONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docxPONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docx
PONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docx
ElijainaVelozoGonalv
 
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
ESCRIBA DE CRISTO
 
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdfPROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
Nelson Pereira
 
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdfAula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
SrgioLinsPessoa
 
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Nilson Almeida
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Lourhana
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Nilson Almeida
 
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução AnimicaEscola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
AlessandroSanches8
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
ESCRIBA DE CRISTO
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
ayronleonardo
 

Último (18)

Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino FinalTornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
 
PONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docx
PONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docxPONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docx
PONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docx
 
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
 
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdfPROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
 
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdfAula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
 
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
 
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
 
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução AnimicaEscola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
 

Evangelho no Lar - Educação, Compreensão, Proteção e Paz

  • 1. “Quando o Evangelho penetra o lar, o coração abre mais facilmente a porta ao Mestre Divino” Emmanuel EVANGELHO NO LAREVANGELHO NO LAR
  • 2. Como está o seu ambiente doméstico?Como está o seu ambiente doméstico? 2 Que sentimentos Jesus teria aoQue sentimentos Jesus teria ao adentrar na nossa casa hoje?adentrar na nossa casa hoje?
  • 3. A psicosfera da terra é formada pelas criações mentais de cada família, de cada lar...
  • 4. Poluição e PsicosferaPoluição e Psicosfera “Estando a Terra vitimada pelo entrechoque de vibrações, ondas e mentes em desalinho, como decorrência do desamor, das ambições desenfreadas, dos ódios sistemáticos, as funestas consequências se faz em presentes não apenas nas guerras externas e destrutivas...”. Livro Após a Tempestade, Joanna de Angelis, Psicografia Divaldo Franco
  • 5. “... mas também nas rudes batalhas no lar, na família, no trabalho, nas ruas da comunidade, no comportamento. Intoxicado pela ira, vencido pelo desespero que agasalha, foge na direção dos prazeres selvagens nos quais procura relaxar tensões, adquirindo mais altas cargas de desequilíbrio em que se debate.” Livro Após a Tempestade, Joanna de Angelis, Psicografia Divaldo Franco Poluição e PsicosferaPoluição e Psicosfera
  • 6. “Pode-se concluir assim, que em torno de uma pessoa, de uma família, de uma cidade, de uma nação ou planeta, existe uma atmosfera espiritual fluídica, que varia vibratoriamente, segundo a natureza moral dos Espíritos envolvidos.” Revista Espírita, Allan Kardec, Maio 1867 Psicosfera do LarPsicosfera do Lar
  • 7. 7 Visão Espiritual Visão Material Qual a Psicosfera do seu Lar?Qual a Psicosfera do seu Lar?
  • 8. "Por isso, enquanto tivermos oportunidade, façamos o bem a todos, mas principalmente aos da família da fé” – Apóstolo Paulo. (Gálatas, 6:10.) 8 Oportunidade da ReencarnaçãoOportunidade da Reencarnação
  • 9. Decerto que o apóstolo Paulo, em nos recomendando carinho especial para com a família da nossa fé, mantinha em vista a obrigação inarredável da assistência imediata aos que convivem conosco. Se não formos úteis e compreensivos, afáveis e devotados, junto de alguns companheiros, como testemunhar a vivência das lições de Jesus, diante da Humanidade? 9 Oportunidade da ReencarnaçãoOportunidade da Reencarnação Livro Palavras de Vida Eterna, Emmanuel, Francisco C. Xavier
  • 10. Admitimos, porém, à luz da Doutrina Espírita, que o aviso apostólico se reveste de significação mais profunda. É que, entre os nossos domésticos, estão particularmente os laços de existências passadas, muitos deles reclamando reajuste e limpeza. Na equipe dos familiares do dia a dia formam, comumente, aqueles Espíritos que, por força de nossos compromissos do pretérito, nos fiscalizam, criticam, advertem e experimentam. 10 Oportunidade da ReencarnaçãoOportunidade da Reencarnação Livro O Consolador, Emmanuel, Francisco C. Xavier
  • 11. É, no lar que os Espíritos se reencontram, sob o mesmo teto, na condição de pais, filhos e irmãos; nesse ambiente, são oferecidas as oportunidades de novo aprendizado moral, possibilitando aos reencarnados exercitarem-se no campo afetivo, desenvolvendo a fraternidade, a solidariedade, enfim, os sentimentos derivados do amor. 11 Lar – Escola de Educação MoralLar – Escola de Educação Moral Livro O Consolador, Emmanuel, Francisco C. Xavier
  • 12. Assim, a função educadora e regeneradora da família é extremamente delicada e importante, quando se atribui à reencarnação a oportunidade de ascensão na escala evolutiva, através de novas experiências, no campo intelectual e moral. 12 Lar – Escola de Educação MoralLar – Escola de Educação Moral Livro O Consolador, Emmanuel, Francisco C. Xavier ““A melhor escola, ainda é o lar, onde aA melhor escola, ainda é o lar, onde a criatura deve receber as bases docriatura deve receber as bases do sentimento e do caráter”sentimento e do caráter”
  • 13. 13 Evangelho no LarEvangelho no Lar “Se um homem é a partícula divina da coletividade, o lar é a célula sagrada de todo o edifício da civilização” Emmanuel
  • 14. 14 Orientação para o Evangelho no LarOrientação para o Evangelho no Lar
  • 15. 1) Estudar o Evangelho de Jesus possibilita compreender os ensinamentos cristãos, cuja prática nos conduz ao aprimoramento moral. 2) Criar em todos os lares o hábito de se reunir em família, para despertar e acentuar nos familiares o sentimento de fraternidade. 3) Pelo momento de paz que o Evangelho proporciona ao Lar, pela união das criaturas, propiciando a cada um uma vivência tranquila e equilibrada. 4) Higienizar o Lar por pensamentos e sentimentos elevados e favorecer a influência dos Mensageiros do Bem. Por quê fazer?Por quê fazer? Livreto O Evangelho no Lar e no Coração, Federação Espírita Brasileira 15
  • 16. 5) Facilitar no Lar e fora dele o amparo necessário diante das dificuldades materiais e espirituais, mantendo operantes os princípios da vigilância e da oração. 6) Elevar o padrão vibratório dos componentes do Lar e contribuir com o Plano Espiritual na obtenção de um mundo melhor. 7) Tornar o Evangelho conhecido, compreendido, sentido e exemplificado em todos os ambientes. Por quê fazer?Por quê fazer? Livreto O Evangelho no Lar e no Coração, Federação Espírita Brasileira 16
  • 17. 17 Trazer as claridades da Boa Nova ao templo da família é aprimorar todos os valores que a experiência terrestre nos pode oferecer. Bezerra de Menezes
  • 18. 18 Culto Cristão no LarCulto Cristão no Lar Livro Luz no Lar, Emmanuel, Francisco C. Xavier O culto do Evangelho no lar não é uma inovação. É uma necessidade em toda parte onde o Cristianismo lance raízes de aperfeiçoamento e sublimação … Quando o ensinamento do Mestre vibre entre as quatro paredes de um templo doméstico, os pequeninos sacrifícios tecem a felicidade comum. ● A observação impensada é ouvida sem revolta.
  • 19. 19 Culto Cristão no LarCulto Cristão no Lar ● A calúnia é isolada no algodão do silêncio. ● A enfermidade é recebida com calma. ● O erro alheio encontra compaixão. ● A maldade não encontra brechas para insinuar- se. Não olvidemos, assim, os impositivos da aplicação com o Cristo, no santuário familiar, onde nos cabe o exemplo de paciência, compreensão, fraternidade, serviço, fé e bom ânimo, sob o reinado legítimo do amor, ... Livro Luz no Lar, Emmanuel, Francisco C. Xavier
  • 20. a) Escolha, na semana, um dia e horário em que a família possa se reunir durante mais ou menos trinta minutos. b) Crianças também podem (devem) fazer parte da reunião. Pode ocorrer a presença de visitantes ocasionais e, neste caso, podem ser convidados a participar; caso não sejam espíritas, devem ser esclarecidos sobre a finalidade da reunião. c) Há inclusive a possibilidade da reunião ser realizada por uma só pessoa – o roteiro a ser seguido é o mesmo. Por onde começar?Por onde começar? Livreto O Evangelho no Lar e no Coração, Federação Espírita Brasileira e Campanha do Evangelho no Lar do ESE da Editora Petit. 20
  • 21. 21 Lembre-se:Lembre-se: nunca estamos sozinhos!nunca estamos sozinhos! "Porque onde estiverem reunidos em meu nome, lá estarei presente." Jesus (MATEUS, 18:20)
  • 22. d) Não suspender a prática do Evangelho em virtude de visitas, passeios adiáveis ou acontecimentos fúteis. e) Providenciar uma jarra com água para fluidificação, para ser servida no final da reunião. Por onde começar?Por onde começar? Livreto O Evangelho no Lar e no Coração, Federação Espírita Brasileira e Campanha do Evangelho no Lar do ESE da Editora Petit. 22
  • 23. Mesmo dia e horário para não desperdiçarmos o tempo da espiritualidade amiga que vem ao nosso auxílio. 23 Disciplina, disciplina, disciplina...Disciplina, disciplina, disciplina...
  • 25. 1. Início da reunião – Pai Nosso ou uma prece simples e espontânea, valorizando os sentimentos e não as palavras, solicitando a direção divina para a reunião 2. Leitura de O Evangelho Segundo o Espiritismo – começar desde o prefácio, lendo um item ou dois sempre em sequencia. Sugestão de RoteiroSugestão de Roteiro 1/31/3 Livreto O Evangelho no Lar e no Coração, Federação Espírita Brasileira e Campanha do Evangelho no Lar do ESE da Editora Petit. 25
  • 26. 3. Comentários sobre o texto lido – devem ser breves e contando com a participação dos presentes, evidenciando o ensino moral aplicado às situações do dia a dia. 4. Vibrações – Pela fraternidade, paz e equilíbrio de toda a Humanidade, por todos os governantes e por aqueles que têm sob a sua responsabilidade crianças, jovens, adultos e idosos; pela implantação e vivência do Evangelho em todos os lares; pelo próprio lar dos participantes, mentalizando paz, harmonia e saúde para o corpo e para o espírito. Sugestão de RoteiroSugestão de Roteiro 2/32/3 Livreto O Evangelho no Lar e no Coração, Federação Espírita Brasileira e Campanha do Evangelho no Lar do ESE da Editora Petit. 26
  • 27. 5. Pedidos – Pode-se pedir pelos parentes, amigos, por pessoas que não participem do círculo de amizades e por toda Humanidade. 6. Prece de encerramento – Pai Nosso ou uma prece simples, sincera e espontânea, solicitando a fluidificação da água, agradecendo a Deus, a Jesus e aos Bons Espíritos e convidando-os para a reunião da próxima semana. OBS.: A prática do Evangelho no Lar não deve ser transformada em reunião mediúnica. Sugestão de RoteiroSugestão de Roteiro 3/33/3 Livreto O Evangelho no Lar e no Coração, Federação Espírita Brasileira e Campanha do Evangelho no Lar do ESE da Editora Petit. 27
  • 28. Dedica uma das sete noites da semana ao Culto Evangélico no Lar, a fim de que Jesus possa pernoitar em tua casa. Prepara a mesa, coloca água pura, abre o Evangelho, distende a mensagem da fé, enlaça a família e ora. Jesus virá em visita. Quando o Lar se converte em santuário, o crime se recolhe ao museu. Quando a família ora, Jesus se demora em casa. Quando os corações se unem nos liames da Fé, o equilíbrio oferta bênçãos de consolo e a saúde derrama vinho de paz para todos. Jesus ContigoJesus Contigo 1/31/3 Livro S.O.S Família, Joanna de Angelis, Divaldo P. Franco 28
  • 29. Jesus no lar é vida para o lar. Não aguardes que o mundo te leve a certeza do bem invariável. Distende, da tua casa cristã, a luz do evangelho para o mundo atormentado. Quando uma família ora em casa, reunida nas blandícias do evangelho, toda a rua recebe o benefício da comunhão com o Alto. Se alguém, num edifício de apartamentos, alça aos Céus a prece da comunhão em família, todo o edifício se beneficia, qual lâmpada ignorada, acesa na ventania. Jesus ContigoJesus Contigo 2/32/3 Livro S.O.S Família, Joanna de Angelis, Divaldo P. Franco 29
  • 30. Não te afastes da linha direcional do evangelho entre os teus familiares. Continua orando fiel, estudando com teus filhos e com aqueles a quem amas as diretrizes do Mestre e, quando possível, debate os problemas que te afligem à luz clara da mensagem da Boa Nova e examina as dificuldades que te perturbam ante a inspiração consoladora do Cristo. Não demandes a rua, nessa noite, senão para os inevitáveis deveres que não possas adiar. Demora-te no Lar para que o divino Hóspede aí também se possa demorar. E quando as luzes se apagarem à hora do repouso, ora mais uma vez, comungando com Ele, como Ele procurar fazer, a fim de que, ligado a ti, possas, em casa, uma vez pôr semana em sete noites, Ter Jesus contigo. Jesus ContigoJesus Contigo 3/33/3 Livro S.O.S Família, Joanna de Angelis, Divaldo P. Franco 30
  • 31. 31 Luz no LarLuz no Lar Em casa, começa nossa missão no mundo.
  • 32. Organizemos o nosso agrupamento doméstico do Evangelho. O Lar é o coração do organismo social. Em casa, começa nossa missão no mundo. Entre as paredes do templo familiar, preparamo- nos para a vida com todos. Seremos, lá fora, no grande campo da experiência pública, o prosseguimento daquilo que já somos na intimidade de nós mesmos. Luz no LarLuz no Lar 1/31/3 Livro Luz no Lar, Francisco C. Xavier, Espírito Scheilla 32
  • 33. Fujamos à frustração espiritual e busquemos no relicário doméstico o sublime cultivo dos nossos ideais com Jesus. O Evangelho foi iniciado na Manjedoura e demorou-se na casa humilde e operosa de Nazaré, antes de espraiar-se pelo mundo. Sustentemos em casa a chama de nossa esperança, estudando a Revelação Divina, praticando a fraternidade e crescendo em amor e sabedoria, porque, segundo a promessa do Evangelho Redentor, "onde estiverem dois ou três corações em Seu Nome", aí estará Jesus, amparando-nos para a ascensão à Luz Celestial, hoje, amanhã e sempre. Luz no LarLuz no Lar 2/32/3 Livro Luz no Lar, Francisco C. Xavier, Espírito Scheilla 33
  • 34. - O culto do Mestre, em casa, É novo sol que irradia A música da alegria Em santa e bela canção. - É a glória de Deus que vaza O dom da Graça Divina, Que regenera e ilumina O templo do coração. Livro Luz no Lar, Emmanuel, Francisco C. Xavier, espírito Irene S. Pinto 34 - Ouvida a bênção da prece, Na sala doce e tranquila, A lição do bem cintila Como um poema a brilhar. - O verbo humano enaltece A caridade e a esperança, Tudo é bendita mudança No plano familiar. Poema: Jesus em CasaPoema: Jesus em Casa
  • 35. - Anula-se a malquerença, A frase é contente e boa. Quem guarda ofensas, perdoa Quem sofre, agradece à cruz. - A maldade escuta e pensa E o vício da rebeldia Perde a máscara sombria... Toda névoa faz-se luz! Livro Luz no Lar, Emmanuel, Francisco C. Xavier, espírito Irene S. Pinto 35 - Na casa fortalecida Por semelhante alimento, Tudo vibra entendimento Sublime e renovador. - O dever governa a vida Vozes brandas falam calmas.... É Jesus chamando as almas. Ao reino do Eterno Amor! Poema: Jesus em CasaPoema: Jesus em Casa
  • 36. O que eu preciso fazer para que Jesus sinta- se em casa ao ao entrar no meu lar? A pergunta que fica...A pergunta que fica... http://www.slideshare.net/ricardoazevedo9216/evangelho- no-lar-educao-compreenso-proteo-e-paz’
  • 37.  Livro Jesus no Lar, Francisco C. Xavier, Neio Lúcio, Prefácio Emmanuel  Livro Cinquenta Anos Depois, Emmanuel, Francisco C. Xavier  Livro Após a Tempestade, Joanna de Angelis, Psicografia Divaldo P. Franco  Livro O Consolador, Emmanuel, Francisco C. Xavier  Livro Luz no Lar, Francisco C. Xavier, Espírito Scheilla  O Evangelho Segundo o Espiritismo, Allan Kardec, Campanha do Evangelho no Lar, Editora Petit  Livro Temas da Vida, Francisco C. Xavier, Espíritos Diversos  Livro S.O.S Família, Joanna de Angelis, Divaldo P. Franco  Livreto O Evangelho o Lar e no Coração, Federação Espírita Brasileira Referências BibliográficasReferências Bibliográficas

Notas do Editor

  1. Livro Jesus no Lar, Francisco C. Xavier, Néio Lúcio, Prefácio de Emmanuel
  2. Em um lar na cidade do interior de São Paulos os filhos de um casal não dormiam bem. No final de uma sessão terapêutica o dirigente dos trabalhos chamou o casal e pediu que participassem de uma sessão para específica para limpeza do lar. Nesta sessão mais de uma dezena de espíritos deram comunicação e um deles disse ao médium ao ser questionado porque estavam ali: Você viu como está o ambiente lá?
  3. Oportunidade de reparação e auxílio mútuo.
  4. Livro Cinquenta Anos Depois, Emmanuel, Francisco C. Xavier
  5. Trabalhemos pela implantação do Evangelho no lar, quando estiver ao alcance de nossas possibilidades. Bezerra de Menezes. Livro Temas da Vida, Francisco C. Xavier, Espíritos Diversos
  6. Ninguém está sozinho e ninguém fica para trás.
  7. Precisamos valorizar mais o conteúdo do que a forma.
  8. Toda intuição e inspiração, que possam ocorrer, devem ficar no campo dos comentários gerais, no momento oportuno.