SlideShare uma empresa Scribd logo
ENVELHECIMENTO E QUALIDADE DE VIDA: O CASO “SÃO FÉLIX”
Cássio Vinícius Montalvão Brito1
Este artigo contextualiza a produção e a trajetória de vida do artista plástico Júlio de
Souza Barbosa, o “São Félix”. Sendo fruto de levantamento e análise de discursos de
itapetinguenses, com o objetivo de identificar como se manifesta a leitura desses
cidadãos sobre o artista, e a forma como este vive, após participar efetivamente da cena
cultural do município de Itapetinga - Bahia. Definir construções e qualidade de vida na
velhice perpassa por critérios que individualizam cada processo, é de difícil mensuração
face à complexidade e subjetividade do tema em si e, principalmente, pela variedade e
formas de vida. No entendimento de Mascaro (1997), várias são as maneiras de
envelhecer. Essa variedade desvela-se imbricada em circunstâncias de ordem bio-
psiquico-histórica e sócio-cultural. Para os dados da pesquisa foram aplicados
questionários com perguntas abertas a cinquenta indivíduos, escolhidos por critérios de
idade, gênero, residência no local, formação e atuação social, com a finalidade de fazer
emergir o discurso dos munícipes acerca do artista pesquisado. Após sistematização dos
dados oriundos da pesquisa exploratória, verificou-se que o artista, encontra-se excluído
socialmente. A partir dessa percepção, compreende-se que se fazem necessárias
construções e reformulação de políticas, posturas e conceitos acerca da valoração dos
patrimônios material-imaterial de Itapetinga-BA.
Palavras-chave: Envelhecimento. Qualidade de vida. São Félix.
1
Especialista em Gestão e Desenvolvimento de Seres Humanos pela Fundação Visconde de Cairú - FVC,
Psicólogo pela Universidade Vale do Rio Doce – UNIVALE.
E-mail: cassiomontalvao@uneb.br

Mais conteúdo relacionado

Destaque

Envelhecer
EnvelhecerEnvelhecer
Envelhecer
Sylvio Bazote
 
Transformacoes demograficas e envelhecimento dapopulacao sergipana
Transformacoes demograficas e envelhecimento dapopulacao sergipanaTransformacoes demograficas e envelhecimento dapopulacao sergipana
Transformacoes demograficas e envelhecimento dapopulacao sergipana
Desperto Asserto
 
Envelhecimento
EnvelhecimentoEnvelhecimento
Envelhecimento
Fábio Castro Machado
 
O ENVELHECIMENTO DA POPULAÇÃO MUNDIAL. UM DESAFIO NOVO.
O ENVELHECIMENTO DA POPULAÇÃO MUNDIAL. UM DESAFIO NOVO. O ENVELHECIMENTO DA POPULAÇÃO MUNDIAL. UM DESAFIO NOVO.
O ENVELHECIMENTO DA POPULAÇÃO MUNDIAL. UM DESAFIO NOVO.
Gláucia Castro
 
Tcc o idoso na sociedade moderna m2
Tcc   o idoso na sociedade moderna m2Tcc   o idoso na sociedade moderna m2
Tcc o idoso na sociedade moderna m2
Wilson Rodrigues
 
Envelhecer Nao é Adoecer Saude E Longevidade HIAE 17mar09 - ARQ REDUZIDO
Envelhecer Nao é Adoecer   Saude E Longevidade  HIAE 17mar09 - ARQ REDUZIDOEnvelhecer Nao é Adoecer   Saude E Longevidade  HIAE 17mar09 - ARQ REDUZIDO
Envelhecer Nao é Adoecer Saude E Longevidade HIAE 17mar09 - ARQ REDUZIDO
Otavio Castello
 

Destaque (6)

Envelhecer
EnvelhecerEnvelhecer
Envelhecer
 
Transformacoes demograficas e envelhecimento dapopulacao sergipana
Transformacoes demograficas e envelhecimento dapopulacao sergipanaTransformacoes demograficas e envelhecimento dapopulacao sergipana
Transformacoes demograficas e envelhecimento dapopulacao sergipana
 
Envelhecimento
EnvelhecimentoEnvelhecimento
Envelhecimento
 
O ENVELHECIMENTO DA POPULAÇÃO MUNDIAL. UM DESAFIO NOVO.
O ENVELHECIMENTO DA POPULAÇÃO MUNDIAL. UM DESAFIO NOVO. O ENVELHECIMENTO DA POPULAÇÃO MUNDIAL. UM DESAFIO NOVO.
O ENVELHECIMENTO DA POPULAÇÃO MUNDIAL. UM DESAFIO NOVO.
 
Tcc o idoso na sociedade moderna m2
Tcc   o idoso na sociedade moderna m2Tcc   o idoso na sociedade moderna m2
Tcc o idoso na sociedade moderna m2
 
Envelhecer Nao é Adoecer Saude E Longevidade HIAE 17mar09 - ARQ REDUZIDO
Envelhecer Nao é Adoecer   Saude E Longevidade  HIAE 17mar09 - ARQ REDUZIDOEnvelhecer Nao é Adoecer   Saude E Longevidade  HIAE 17mar09 - ARQ REDUZIDO
Envelhecer Nao é Adoecer Saude E Longevidade HIAE 17mar09 - ARQ REDUZIDO
 

Semelhante a Envelhecimento e qualidade de vida o caso são félix

E a educação o quê ( joão francisco de souza).compressed
E a educação o quê ( joão francisco de souza).compressedE a educação o quê ( joão francisco de souza).compressed
E a educação o quê ( joão francisco de souza).compressed
Emanuele Cristina Santos do Nascimento
 
Priscila Bastos
Priscila BastosPriscila Bastos
Seminário sobre etnia raça e gênero no contexto escolar
Seminário sobre etnia raça  e gênero no contexto escolarSeminário sobre etnia raça  e gênero no contexto escolar
Seminário sobre etnia raça e gênero no contexto escolar
Fabiane Silva dos Santos Apio
 
Professor coautor na formacao da identidade nacional brasileira
Professor coautor na formacao da identidade nacional brasileiraProfessor coautor na formacao da identidade nacional brasileira
Professor coautor na formacao da identidade nacional brasileira
historiapucgoias
 
Trabalhos Aprovados - Posteres
Trabalhos Aprovados - PosteresTrabalhos Aprovados - Posteres
Trabalhos Aprovados - Posteres
Erecssul
 
Formação para professores prefeitura municipal de pará de minas - mg 2010
Formação para professores   prefeitura municipal de pará de minas - mg 2010Formação para professores   prefeitura municipal de pará de minas - mg 2010
Formação para professores prefeitura municipal de pará de minas - mg 2010
Fernanda Vasconcelos Dias
 
O caipira chico bento
O caipira chico bentoO caipira chico bento
O caipira chico bento
UNIOESTE
 
Carrano comunicação coloquio luso brasileiro_sociologia_educ (1)
Carrano comunicação coloquio luso brasileiro_sociologia_educ (1)Carrano comunicação coloquio luso brasileiro_sociologia_educ (1)
Carrano comunicação coloquio luso brasileiro_sociologia_educ (1)
pcarrano
 
Ensino de história e diversidade étnica cultural
Ensino de história e diversidade étnica culturalEnsino de história e diversidade étnica cultural
Ensino de história e diversidade étnica cultural
montorri
 
Ensino de história e diversidade étnica cultural
Ensino de história e diversidade étnica culturalEnsino de história e diversidade étnica cultural
Ensino de história e diversidade étnica cultural
montorri
 
A Sociologia no Brasil.ppt
A Sociologia no Brasil.pptA Sociologia no Brasil.ppt
A Sociologia no Brasil.ppt
Igor da Silva
 
HISTÓRIAS DE VIDA E O PROCESSO DE SUBJETIVAÇÃO DAS EXPERIÊNCIAS DE ADOLESCENT...
HISTÓRIAS DE VIDA E O PROCESSO DE SUBJETIVAÇÃO DAS EXPERIÊNCIAS DE ADOLESCENT...HISTÓRIAS DE VIDA E O PROCESSO DE SUBJETIVAÇÃO DAS EXPERIÊNCIAS DE ADOLESCENT...
HISTÓRIAS DE VIDA E O PROCESSO DE SUBJETIVAÇÃO DAS EXPERIÊNCIAS DE ADOLESCENT...
gepef
 
Identidade Cultura Surda e Produção de Subjetividades e Educação.pdf
Identidade Cultura Surda e Produção de Subjetividades e Educação.pdfIdentidade Cultura Surda e Produção de Subjetividades e Educação.pdf
Identidade Cultura Surda e Produção de Subjetividades e Educação.pdf
Marcia Sandra Santos
 
Texto singularidades do envelhecimento grupo 4 - dia 04 de novembro
Texto singularidades do envelhecimento   grupo 4 - dia 04 de novembroTexto singularidades do envelhecimento   grupo 4 - dia 04 de novembro
Texto singularidades do envelhecimento grupo 4 - dia 04 de novembro
Profesonline
 
Negações e silenciamentos no discurso acerca da juventude
Negações e silenciamentos no discurso acerca da juventudeNegações e silenciamentos no discurso acerca da juventude
Negações e silenciamentos no discurso acerca da juventude
Catia Andressa
 
Adolescência no Brasil
Adolescência no Brasil Adolescência no Brasil
Adolescência no Brasil
Silvia Marina Anaruma
 
Artigo de dimas brasileiro veras na anpuh em 2009
Artigo de dimas brasileiro veras na anpuh em 2009Artigo de dimas brasileiro veras na anpuh em 2009
Artigo de dimas brasileiro veras na anpuh em 2009
citacoesdosprojetosdeotavioluizmachado
 
Estela alessandra muzzi
Estela alessandra muzziEstela alessandra muzzi
Estela alessandra muzzi
Fernando Pissuto
 
2013 encontro de história oral ne história de pessoas negras outras identidad...
2013 encontro de história oral ne história de pessoas negras outras identidad...2013 encontro de história oral ne história de pessoas negras outras identidad...
2013 encontro de história oral ne história de pessoas negras outras identidad...
Mateus Lopes
 
Artigo ser quilombola hoje
Artigo ser quilombola hojeArtigo ser quilombola hoje
Artigo ser quilombola hoje
Silvana Maciel
 

Semelhante a Envelhecimento e qualidade de vida o caso são félix (20)

E a educação o quê ( joão francisco de souza).compressed
E a educação o quê ( joão francisco de souza).compressedE a educação o quê ( joão francisco de souza).compressed
E a educação o quê ( joão francisco de souza).compressed
 
Priscila Bastos
Priscila BastosPriscila Bastos
Priscila Bastos
 
Seminário sobre etnia raça e gênero no contexto escolar
Seminário sobre etnia raça  e gênero no contexto escolarSeminário sobre etnia raça  e gênero no contexto escolar
Seminário sobre etnia raça e gênero no contexto escolar
 
Professor coautor na formacao da identidade nacional brasileira
Professor coautor na formacao da identidade nacional brasileiraProfessor coautor na formacao da identidade nacional brasileira
Professor coautor na formacao da identidade nacional brasileira
 
Trabalhos Aprovados - Posteres
Trabalhos Aprovados - PosteresTrabalhos Aprovados - Posteres
Trabalhos Aprovados - Posteres
 
Formação para professores prefeitura municipal de pará de minas - mg 2010
Formação para professores   prefeitura municipal de pará de minas - mg 2010Formação para professores   prefeitura municipal de pará de minas - mg 2010
Formação para professores prefeitura municipal de pará de minas - mg 2010
 
O caipira chico bento
O caipira chico bentoO caipira chico bento
O caipira chico bento
 
Carrano comunicação coloquio luso brasileiro_sociologia_educ (1)
Carrano comunicação coloquio luso brasileiro_sociologia_educ (1)Carrano comunicação coloquio luso brasileiro_sociologia_educ (1)
Carrano comunicação coloquio luso brasileiro_sociologia_educ (1)
 
Ensino de história e diversidade étnica cultural
Ensino de história e diversidade étnica culturalEnsino de história e diversidade étnica cultural
Ensino de história e diversidade étnica cultural
 
Ensino de história e diversidade étnica cultural
Ensino de história e diversidade étnica culturalEnsino de história e diversidade étnica cultural
Ensino de história e diversidade étnica cultural
 
A Sociologia no Brasil.ppt
A Sociologia no Brasil.pptA Sociologia no Brasil.ppt
A Sociologia no Brasil.ppt
 
HISTÓRIAS DE VIDA E O PROCESSO DE SUBJETIVAÇÃO DAS EXPERIÊNCIAS DE ADOLESCENT...
HISTÓRIAS DE VIDA E O PROCESSO DE SUBJETIVAÇÃO DAS EXPERIÊNCIAS DE ADOLESCENT...HISTÓRIAS DE VIDA E O PROCESSO DE SUBJETIVAÇÃO DAS EXPERIÊNCIAS DE ADOLESCENT...
HISTÓRIAS DE VIDA E O PROCESSO DE SUBJETIVAÇÃO DAS EXPERIÊNCIAS DE ADOLESCENT...
 
Identidade Cultura Surda e Produção de Subjetividades e Educação.pdf
Identidade Cultura Surda e Produção de Subjetividades e Educação.pdfIdentidade Cultura Surda e Produção de Subjetividades e Educação.pdf
Identidade Cultura Surda e Produção de Subjetividades e Educação.pdf
 
Texto singularidades do envelhecimento grupo 4 - dia 04 de novembro
Texto singularidades do envelhecimento   grupo 4 - dia 04 de novembroTexto singularidades do envelhecimento   grupo 4 - dia 04 de novembro
Texto singularidades do envelhecimento grupo 4 - dia 04 de novembro
 
Negações e silenciamentos no discurso acerca da juventude
Negações e silenciamentos no discurso acerca da juventudeNegações e silenciamentos no discurso acerca da juventude
Negações e silenciamentos no discurso acerca da juventude
 
Adolescência no Brasil
Adolescência no Brasil Adolescência no Brasil
Adolescência no Brasil
 
Artigo de dimas brasileiro veras na anpuh em 2009
Artigo de dimas brasileiro veras na anpuh em 2009Artigo de dimas brasileiro veras na anpuh em 2009
Artigo de dimas brasileiro veras na anpuh em 2009
 
Estela alessandra muzzi
Estela alessandra muzziEstela alessandra muzzi
Estela alessandra muzzi
 
2013 encontro de história oral ne história de pessoas negras outras identidad...
2013 encontro de história oral ne história de pessoas negras outras identidad...2013 encontro de história oral ne história de pessoas negras outras identidad...
2013 encontro de história oral ne história de pessoas negras outras identidad...
 
Artigo ser quilombola hoje
Artigo ser quilombola hojeArtigo ser quilombola hoje
Artigo ser quilombola hoje
 

Mais de siepex

Pedagogia da terra significados da formação para educadores e educadoras do...
Pedagogia da terra   significados da formação para educadores e educadoras do...Pedagogia da terra   significados da formação para educadores e educadoras do...
Pedagogia da terra significados da formação para educadores e educadoras do...
siepex
 
O curso de extensão “atendimento educacional comum e especializado ao aluno c...
O curso de extensão “atendimento educacional comum e especializado ao aluno c...O curso de extensão “atendimento educacional comum e especializado ao aluno c...
O curso de extensão “atendimento educacional comum e especializado ao aluno c...
siepex
 
Famílias e comunidades escravas na fazenda itibiraba, século xviii aspectos ...
Famílias e comunidades escravas na fazenda itibiraba, século xviii  aspectos ...Famílias e comunidades escravas na fazenda itibiraba, século xviii  aspectos ...
Famílias e comunidades escravas na fazenda itibiraba, século xviii aspectos ...
siepex
 
Cultura tecnológica, juventude e educação representações de jovens e adulto...
Cultura tecnológica, juventude e educação   representações de jovens e adulto...Cultura tecnológica, juventude e educação   representações de jovens e adulto...
Cultura tecnológica, juventude e educação representações de jovens e adulto...
siepex
 
Concepções de deficiência histórias de mães cuidadoras que participam do ca...
Concepções de deficiência   histórias de mães cuidadoras que participam do ca...Concepções de deficiência   histórias de mães cuidadoras que participam do ca...
Concepções de deficiência histórias de mães cuidadoras que participam do ca...
siepex
 
Biocombustíveis oportunidades e desafios.pdf2
Biocombustíveis   oportunidades e desafios.pdf2Biocombustíveis   oportunidades e desafios.pdf2
Biocombustíveis oportunidades e desafios.pdf2
siepex
 
Banco mundial na política educacional baiana
Banco mundial na política educacional baianaBanco mundial na política educacional baiana
Banco mundial na política educacional baiana
siepex
 
Políticas públicas de emancipação digital possibilidades e avanços à inclus...
Políticas públicas de emancipação digital   possibilidades e avanços à inclus...Políticas públicas de emancipação digital   possibilidades e avanços à inclus...
Políticas públicas de emancipação digital possibilidades e avanços à inclus...
siepex
 
Educação e cultura um caminho para a diversidade
Educação e cultura   um caminho para a diversidadeEducação e cultura   um caminho para a diversidade
Educação e cultura um caminho para a diversidade
siepex
 
A política de irrigação e a reestruturação regional do vale do são francisco
A política de irrigação e a reestruturação regional do vale do são franciscoA política de irrigação e a reestruturação regional do vale do são francisco
A política de irrigação e a reestruturação regional do vale do são francisco
siepex
 
Formação continuada em serviço significados, reflexões e perspectivas
Formação continuada em serviço   significados, reflexões e perspectivasFormação continuada em serviço   significados, reflexões e perspectivas
Formação continuada em serviço significados, reflexões e perspectivas
siepex
 
Distrito de lagoa clara uma análise socioeconômica
Distrito de lagoa clara   uma análise socioeconômicaDistrito de lagoa clara   uma análise socioeconômica
Distrito de lagoa clara uma análise socioeconômica
siepex
 
Diferentes cores semelhantes seres reflexões e práticas.docx
Diferentes cores semelhantes seres   reflexões e práticas.docxDiferentes cores semelhantes seres   reflexões e práticas.docx
Diferentes cores semelhantes seres reflexões e práticas.docx
siepex
 
Ciência experimental em sala de aula determinação da aceleração da gravidad...
Ciência experimental em sala de aula   determinação da aceleração da gravidad...Ciência experimental em sala de aula   determinação da aceleração da gravidad...
Ciência experimental em sala de aula determinação da aceleração da gravidad...
siepex
 
Centro de recuperação vida nova como espaço tempo de práticas educativas nã...
Centro de recuperação vida nova como espaço   tempo de práticas educativas nã...Centro de recuperação vida nova como espaço   tempo de práticas educativas nã...
Centro de recuperação vida nova como espaço tempo de práticas educativas nã...
siepex
 
As geotecnologias nos livros didáticos uma análise para o ensino fundamenta...
As geotecnologias nos livros didáticos   uma análise para o ensino fundamenta...As geotecnologias nos livros didáticos   uma análise para o ensino fundamenta...
As geotecnologias nos livros didáticos uma análise para o ensino fundamenta...
siepex
 
Análise da flexão verbal de tempo na escrita dos surdos
Análise da flexão verbal de tempo na escrita dos surdosAnálise da flexão verbal de tempo na escrita dos surdos
Análise da flexão verbal de tempo na escrita dos surdos
siepex
 
A presença do diálogo na relação professor aluno na educação de jovens e adultos
A presença do diálogo na relação professor aluno na educação de jovens e adultosA presença do diálogo na relação professor aluno na educação de jovens e adultos
A presença do diálogo na relação professor aluno na educação de jovens e adultos
siepex
 
A implantação do ifbaiano em bom jesus da lapa considerações iniciais
A implantação do ifbaiano em bom jesus da lapa   considerações iniciaisA implantação do ifbaiano em bom jesus da lapa   considerações iniciais
A implantação do ifbaiano em bom jesus da lapa considerações iniciais
siepex
 
A família na escola uma experiência no município de riacho de santana
A família na escola   uma experiência no município de riacho de santanaA família na escola   uma experiência no município de riacho de santana
A família na escola uma experiência no município de riacho de santana
siepex
 

Mais de siepex (20)

Pedagogia da terra significados da formação para educadores e educadoras do...
Pedagogia da terra   significados da formação para educadores e educadoras do...Pedagogia da terra   significados da formação para educadores e educadoras do...
Pedagogia da terra significados da formação para educadores e educadoras do...
 
O curso de extensão “atendimento educacional comum e especializado ao aluno c...
O curso de extensão “atendimento educacional comum e especializado ao aluno c...O curso de extensão “atendimento educacional comum e especializado ao aluno c...
O curso de extensão “atendimento educacional comum e especializado ao aluno c...
 
Famílias e comunidades escravas na fazenda itibiraba, século xviii aspectos ...
Famílias e comunidades escravas na fazenda itibiraba, século xviii  aspectos ...Famílias e comunidades escravas na fazenda itibiraba, século xviii  aspectos ...
Famílias e comunidades escravas na fazenda itibiraba, século xviii aspectos ...
 
Cultura tecnológica, juventude e educação representações de jovens e adulto...
Cultura tecnológica, juventude e educação   representações de jovens e adulto...Cultura tecnológica, juventude e educação   representações de jovens e adulto...
Cultura tecnológica, juventude e educação representações de jovens e adulto...
 
Concepções de deficiência histórias de mães cuidadoras que participam do ca...
Concepções de deficiência   histórias de mães cuidadoras que participam do ca...Concepções de deficiência   histórias de mães cuidadoras que participam do ca...
Concepções de deficiência histórias de mães cuidadoras que participam do ca...
 
Biocombustíveis oportunidades e desafios.pdf2
Biocombustíveis   oportunidades e desafios.pdf2Biocombustíveis   oportunidades e desafios.pdf2
Biocombustíveis oportunidades e desafios.pdf2
 
Banco mundial na política educacional baiana
Banco mundial na política educacional baianaBanco mundial na política educacional baiana
Banco mundial na política educacional baiana
 
Políticas públicas de emancipação digital possibilidades e avanços à inclus...
Políticas públicas de emancipação digital   possibilidades e avanços à inclus...Políticas públicas de emancipação digital   possibilidades e avanços à inclus...
Políticas públicas de emancipação digital possibilidades e avanços à inclus...
 
Educação e cultura um caminho para a diversidade
Educação e cultura   um caminho para a diversidadeEducação e cultura   um caminho para a diversidade
Educação e cultura um caminho para a diversidade
 
A política de irrigação e a reestruturação regional do vale do são francisco
A política de irrigação e a reestruturação regional do vale do são franciscoA política de irrigação e a reestruturação regional do vale do são francisco
A política de irrigação e a reestruturação regional do vale do são francisco
 
Formação continuada em serviço significados, reflexões e perspectivas
Formação continuada em serviço   significados, reflexões e perspectivasFormação continuada em serviço   significados, reflexões e perspectivas
Formação continuada em serviço significados, reflexões e perspectivas
 
Distrito de lagoa clara uma análise socioeconômica
Distrito de lagoa clara   uma análise socioeconômicaDistrito de lagoa clara   uma análise socioeconômica
Distrito de lagoa clara uma análise socioeconômica
 
Diferentes cores semelhantes seres reflexões e práticas.docx
Diferentes cores semelhantes seres   reflexões e práticas.docxDiferentes cores semelhantes seres   reflexões e práticas.docx
Diferentes cores semelhantes seres reflexões e práticas.docx
 
Ciência experimental em sala de aula determinação da aceleração da gravidad...
Ciência experimental em sala de aula   determinação da aceleração da gravidad...Ciência experimental em sala de aula   determinação da aceleração da gravidad...
Ciência experimental em sala de aula determinação da aceleração da gravidad...
 
Centro de recuperação vida nova como espaço tempo de práticas educativas nã...
Centro de recuperação vida nova como espaço   tempo de práticas educativas nã...Centro de recuperação vida nova como espaço   tempo de práticas educativas nã...
Centro de recuperação vida nova como espaço tempo de práticas educativas nã...
 
As geotecnologias nos livros didáticos uma análise para o ensino fundamenta...
As geotecnologias nos livros didáticos   uma análise para o ensino fundamenta...As geotecnologias nos livros didáticos   uma análise para o ensino fundamenta...
As geotecnologias nos livros didáticos uma análise para o ensino fundamenta...
 
Análise da flexão verbal de tempo na escrita dos surdos
Análise da flexão verbal de tempo na escrita dos surdosAnálise da flexão verbal de tempo na escrita dos surdos
Análise da flexão verbal de tempo na escrita dos surdos
 
A presença do diálogo na relação professor aluno na educação de jovens e adultos
A presença do diálogo na relação professor aluno na educação de jovens e adultosA presença do diálogo na relação professor aluno na educação de jovens e adultos
A presença do diálogo na relação professor aluno na educação de jovens e adultos
 
A implantação do ifbaiano em bom jesus da lapa considerações iniciais
A implantação do ifbaiano em bom jesus da lapa   considerações iniciaisA implantação do ifbaiano em bom jesus da lapa   considerações iniciais
A implantação do ifbaiano em bom jesus da lapa considerações iniciais
 
A família na escola uma experiência no município de riacho de santana
A família na escola   uma experiência no município de riacho de santanaA família na escola   uma experiência no município de riacho de santana
A família na escola uma experiência no município de riacho de santana
 

Envelhecimento e qualidade de vida o caso são félix

  • 1. ENVELHECIMENTO E QUALIDADE DE VIDA: O CASO “SÃO FÉLIX” Cássio Vinícius Montalvão Brito1 Este artigo contextualiza a produção e a trajetória de vida do artista plástico Júlio de Souza Barbosa, o “São Félix”. Sendo fruto de levantamento e análise de discursos de itapetinguenses, com o objetivo de identificar como se manifesta a leitura desses cidadãos sobre o artista, e a forma como este vive, após participar efetivamente da cena cultural do município de Itapetinga - Bahia. Definir construções e qualidade de vida na velhice perpassa por critérios que individualizam cada processo, é de difícil mensuração face à complexidade e subjetividade do tema em si e, principalmente, pela variedade e formas de vida. No entendimento de Mascaro (1997), várias são as maneiras de envelhecer. Essa variedade desvela-se imbricada em circunstâncias de ordem bio- psiquico-histórica e sócio-cultural. Para os dados da pesquisa foram aplicados questionários com perguntas abertas a cinquenta indivíduos, escolhidos por critérios de idade, gênero, residência no local, formação e atuação social, com a finalidade de fazer emergir o discurso dos munícipes acerca do artista pesquisado. Após sistematização dos dados oriundos da pesquisa exploratória, verificou-se que o artista, encontra-se excluído socialmente. A partir dessa percepção, compreende-se que se fazem necessárias construções e reformulação de políticas, posturas e conceitos acerca da valoração dos patrimônios material-imaterial de Itapetinga-BA. Palavras-chave: Envelhecimento. Qualidade de vida. São Félix. 1 Especialista em Gestão e Desenvolvimento de Seres Humanos pela Fundação Visconde de Cairú - FVC, Psicólogo pela Universidade Vale do Rio Doce – UNIVALE. E-mail: cassiomontalvao@uneb.br