SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 29
METODOLOGIA
CIENTÍFICA
Professor
Nilton Bruno Tomelin
Abril de 2009
REFERÊNCIAS
CONSIDERAÇÕES
FINAIS
RESULTADOS
ESPERADOS/OBTIDOS
CRONOGRAMA
METODOLOGIA
REFERENCIAL
TEÓRICO
JUSTIFICATIVA
OBJETIVOS
INTRODUÇÃO
RESUMO
SUMÁRIO
APRESENTAÇÃO ESCRITA
ESTRUTURA
DO TRABALHO
(ordenação)
CAPA
APRESENTAÇÃO ESCRITA CENTRO UNIVERSITÁRIO DE BRUSQUE - UNIFEBE
PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO
CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO
DISCIPLINA DE METODOLOGIA CIENTÍFICA
TÍTULO
Acadêmicos
Professor
Local/data
Como fazer a
Capa?
APRESENTAÇÃO ESCRITA
SUMÁRIO
> As principais divisões do trabalho, com número da
página;
> Importante para que se entenda a divisão lógica do
texto, indicando sequências.
ELABORAÇÃO DO RESUMO
Uma boa apresentação
começa com um bom resumo
 Introdução
 Justificativa (uma ou duas frases introdutórias)
 Objetivos
 Metodologia (resumida)
 Resultados
 Considerações finais
PRODUÇÃO DE CONHECIMENTOS
Introdução
O que me fez pensar no
assunto?
PRODUÇÃO DE CONHECIMENTOS
Objetivos
“Por que eu quero fazer a
pesquisa?”
- Objetivo geral
> ação: um verbo
> meta central da pesquisa
PRODUÇÃO DE CONHECIMENTOS
Objetivos específicos:
- Formas de atingir o objetivo geral;
- Descrever em tópicos (4 no máximo);
- É como se dividíssemos o Objetivo Geral
em etapas para que ele seja atingido.
JUSTIFICATIVA
 Iniciar a redação sobre seu tema e discorrer sobre
tudo o que será tratado ao longo do trabalho;
 A justificativa será o primeiro texto em seu
trabalho e você deve ser capaz de conquistar os
seus leitores sobre a relevância do mesmo;
 Opiniões pessoais devem ser deixadas de lado
neste momento.
REFERENCIAL TEÓRICO
 Identificar as idéias mais relevantes dos autores
para o seu tema e as transcrever em seu trabalho;
 Inserir as idéias dos autores pesquisados (mínimo
três autores), confrontar as teorias e direcionar os
caminhos para refutar ou não as hipóteses
levantadas;
 A fonte de qualquer informação utilizada deve ser
mencionada. Cuidado com o plágio!
O que é uma CITAÇÃO???
 É quando trazemos para o NOSSO texto alguma
informação ou idéia que pertence a outro autor.
 Por NÃO SER de NOSSA AUTORIA, todas as
citações devem trazer a identificação de seu
autor.
Há TRÊS formas de fazer a citação:
1) Indireta ou livre (chamada de paráfrase):
é quando expressamos o pensamento de outra pessoa com
nossas próprias palavras.
Ex1: Ex2:
No caso do fenômeno quem melhor
definiu o problema foi Antunes (1997) quando
declarou que trata-se de uma manifestação
natural do ambiente.
No caso do fenômeno estudado,
trata-se de uma manifestação natural
do ambiente. (ANTUNES, 1997)
Note: SEMPRE deve ser indicado o nome do autor.
Quando estiver no corpo do texto (ex1) utiliza-se letras
minúsculas, e letras maiúsculas (ex2), se estiver entre
parênteses.
2) Direta ou textual:
Transcrevemos exatamente as palavras do autor.
a) Breves – quando não ultrapassam 3 linhas. Devem estar
entre aspas.
b) Longas – ultrapassam 3 linhas. Devem receber destaque
especial, com recuo de 4 cm.
,,,,,, ,,,,,, ,,,,,,, ,,,,,, ,,,,,,, ,,,,,,,
,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,, ,,,,,,,, ,,,,,,,,,,,,,,,.
xxx xxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxx xxxx
xxxxxxxxxxxx x xxxxxxxxxxx xx xxxxx
xxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxx.
,,,,,,,,,,,,,,, ,,,,,, ,,,,,, ,,,,,, ,,,,,,,,,,,,,,
,,,,,,,,,,,,,,,, ,,,,,,,,,,,,,,, ,,,,,,,,,,,,,,, ,,,,,,,,,.
Por já terem o destaque do
recuo, não deverão ter aspas
e o tamanho da fonte é
menor (Fonte 10)
3) Citação da citação:
Citação de alguma “idéia” já citada em outra obra.
Indica-se o sobrenome do autor da “idéia”, seguido
da palavra apud (segundo, conforme, de acordo com) e o
sobrenome do autor que fez a citação. Do último faz-se a
referência completa.
O sistema consiste em colocar o bebê em observação
para evitar contaminação por bactérias hospitalares
(SILVA apud GOMES, 1992).
Quem podemos citar??
•Somente podemos utilizar
informações de pessoas que
conhecem bem o
assunto/tema escolhido.
Metodologia
“Como farei o projeto?”
 Como farei a coleta dos dados
(informações);
 Que recursos utilizarei;
 Descrever os procedimentos.
PRODUÇÃO DE CONHECIMENTOS
CRONOGRAMA
 Aqui deve ser colocado o cronograma de sua
pesquisa, detalhando as etapas e o tempo de
execução. Observe o exemplo abaixo:
RESULTADOS ESPERADOS/OBTIDOS
Especificar os resultados parciais e final,
e ou produtos esperados, a serem obtidos
durante o período de execução do Projeto.
Conclusão
“O que eu aprendi?”
-síntese das idéias importantes;
Concluir apenas o que apresentou
CONSIDERAÇÕES FINAIS
REFERÊNCIAS
- Listagem final das obras consultadas;
- Em ordem alfabética e cronológica.
ELEMENTOS ESSENCIAIS:
Autor, título da obra, local, editora, ano de
publicação.
Como fazer referências?
Livros
SOBRENOME, Prenome. Título: subtítulo. Local: Editora, ano da publicação.
WEISS, D. Como escrever com facilidade. São Paulo: Círculo do livro, 2002.
Teses e Dissertações
SOBRENOME, Prenome. Título: subtítulo. Local: Instituição, ano. Indicação de
Tese ou dissertação, Orientador. Nome do curso ou programa.
OTT, M. Tendências Ideológicas no Ensino. Porto Alegre: UFRGS,
2003. Orientador: Dr. Hilário Bohn. Tese – Programa de Pós-
Graduação em Educação, UFRGS.
DOCUMENTOS EM MEIO ELETRÔNICO (SITES)
Para a referência de qualquer tipo de documento, deve-se
proceder da mesma forma como indicado nas obras
convencionais, acrescentando o URL completo do documento na
Internet, entre os sinais < >, antecedido da expressão:
Disponível em: e seguido da informação: Acesso em: data
Assim...
GUNCHO, M. R. A educação a distância e a biblioteca
universitária. Anais eletrônicos. Recife: UFPe, 2001. Disponível
em <http://propesp.ufpe.br/anais.htm> Acesso em: 21 fev, 2008.
CD-Rom
O mesmo procedimento...
AUTOR, Título. Local: Editora, data. Tipo de mídia
SILVA, J. Histórias Infantis. São Paulo: Companhia
das Letras, 2007. CD-ROM.
Indicação
do tipo de mídia
Como fazer a apresentação
do
Projeto final
PASSOS A SEGUIR
Elaborar um bom resumo
 Criar os slides da apresentação
 Apresentar os principais aspectos do
trabalho
 Treinar a apresentação
CONTEÚDO DA APRESENTAÇÃO
Prepare com antecedência;
Ensaie a apresentação!
XXXXXXXXXXX
XXXXXXXXXXXXX
XXXXXXXXXXXXX
XX.
XXXXXXXXXXX
XXXXXXXXXXXXX
XXXXXXXXXXXXX
XX.
XXXXXXXXXXX
XXXXXXXXXXXXX
XXXXXXXXXXXXX
XXXXXXXXXXXX.
2cm
3cm
3cm
2cm
MARGENS
Padrão formato A4 (297 mm x 210 mm);
A digitação em apenas uma face do
papel;
Fonte: Times New Roman ou Arial;
Tamanho da fonte:
12 – corpo do texto
10 – citações longas e notas
Espaçamento (entre linhas):
1,5 - no texto
1,0 (simples)- citação longa
APRESENTAÇÃO ESCRITA
Resumindo...um projeto deve ter:
INTRODUÇÃO
OBJETIVOS (GERAL E ESPECÍFICOS)
JUSTIFICATIVA
REFERENCIAL TEÓRICO
METODOLOGIA
CRONOGRAMA
RESULTADOS ESPERADOS/OBTIDOS
CONSIDERAÇÕES FINAIS
REFERÊNCIAS
Elaboração de um projeto colocar no blog

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Modelos de síntese
Modelos de sínteseModelos de síntese
Modelos de síntese
denisecgomes
 
Oficina de metodo cientifico - ABNT - Polisinos
Oficina de metodo cientifico - ABNT - Polisinos Oficina de metodo cientifico - ABNT - Polisinos
Oficina de metodo cientifico - ABNT - Polisinos
Kellin Rodrigues
 
óTimo elaborando um_artigo_cientifico
óTimo elaborando um_artigo_cientificoóTimo elaborando um_artigo_cientifico
óTimo elaborando um_artigo_cientifico
Gerdian Teixeira
 

Mais procurados (19)

Apostila de tcc em pdf
Apostila de tcc em pdfApostila de tcc em pdf
Apostila de tcc em pdf
 
Como fazer uma boa introdução de tcc
Como fazer uma boa introdução de tccComo fazer uma boa introdução de tcc
Como fazer uma boa introdução de tcc
 
Modelos de síntese
Modelos de sínteseModelos de síntese
Modelos de síntese
 
Artigo cientifico
Artigo cientificoArtigo cientifico
Artigo cientifico
 
Paper
PaperPaper
Paper
 
Fichamento
FichamentoFichamento
Fichamento
 
Exemplo paper 2012
Exemplo paper 2012Exemplo paper 2012
Exemplo paper 2012
 
Oficina de metodo cientifico - ABNT - Polisinos
Oficina de metodo cientifico - ABNT - Polisinos Oficina de metodo cientifico - ABNT - Polisinos
Oficina de metodo cientifico - ABNT - Polisinos
 
Exemplo -paper
Exemplo  -paperExemplo  -paper
Exemplo -paper
 
Modelo analise _ MARATONA CIENTÍFICA QUARKS
Modelo analise _ MARATONA CIENTÍFICA QUARKSModelo analise _ MARATONA CIENTÍFICA QUARKS
Modelo analise _ MARATONA CIENTÍFICA QUARKS
 
P2 noite
P2 noiteP2 noite
P2 noite
 
Disciplina de metodologia do trabalho científico
Disciplina de metodologia do trabalho científicoDisciplina de metodologia do trabalho científico
Disciplina de metodologia do trabalho científico
 
Modelo artigo biblio
Modelo artigo biblioModelo artigo biblio
Modelo artigo biblio
 
óTimo elaborando um_artigo_cientifico
óTimo elaborando um_artigo_cientificoóTimo elaborando um_artigo_cientifico
óTimo elaborando um_artigo_cientifico
 
Elaborando um artigo cientifico
Elaborando um artigo cientificoElaborando um artigo cientifico
Elaborando um artigo cientifico
 
Como elaborar um artigo cientifico
Como elaborar um artigo cientificoComo elaborar um artigo cientifico
Como elaborar um artigo cientifico
 
Artigo Cientifico
Artigo CientificoArtigo Cientifico
Artigo Cientifico
 
aula de tcc: estrutura da introdução e conclusão
aula de tcc: estrutura da introdução e conclusãoaula de tcc: estrutura da introdução e conclusão
aula de tcc: estrutura da introdução e conclusão
 
Modelo artigo para Maratona Científica
Modelo artigo para Maratona CientíficaModelo artigo para Maratona Científica
Modelo artigo para Maratona Científica
 

Semelhante a Elaboração de um projeto colocar no blog

Mba [Uniesp] Como Elaborar Uma Monografia
Mba [Uniesp]   Como Elaborar Uma MonografiaMba [Uniesp]   Como Elaborar Uma Monografia
Mba [Uniesp] Como Elaborar Uma Monografia
Rachel V.
 
Como Apresentar Um Trabalho 2
Como Apresentar Um Trabalho  2Como Apresentar Um Trabalho  2
Como Apresentar Um Trabalho 2
BE/CRE
 
Formatação de trabalhos blogda biblio-crissiumal
Formatação de trabalhos blogda biblio-crissiumalFormatação de trabalhos blogda biblio-crissiumal
Formatação de trabalhos blogda biblio-crissiumal
Estado do RS
 
Formatação de trabalhos blogda biblio-crissiumal
Formatação de trabalhos blogda biblio-crissiumalFormatação de trabalhos blogda biblio-crissiumal
Formatação de trabalhos blogda biblio-crissiumal
Estado do RS
 
Guião projeto investigação
Guião projeto investigaçãoGuião projeto investigação
Guião projeto investigação
Élio Geadas
 
Projeto x modelo para a pesquisa bibliográfica
Projeto x   modelo para a pesquisa bibliográficaProjeto x   modelo para a pesquisa bibliográfica
Projeto x modelo para a pesquisa bibliográfica
ProfessoresColeguium
 
Texto seminário
Texto seminárioTexto seminário
Texto seminário
UNIPÊ
 
Modelo trabalho 2° ano probabilidade
Modelo trabalho 2° ano probabilidadeModelo trabalho 2° ano probabilidade
Modelo trabalho 2° ano probabilidade
André Tavares
 

Semelhante a Elaboração de um projeto colocar no blog (20)

Elaboração de um projeto
Elaboração de um projetoElaboração de um projeto
Elaboração de um projeto
 
Aula Pesquisa PóS2
Aula Pesquisa PóS2Aula Pesquisa PóS2
Aula Pesquisa PóS2
 
Formatação De Trabalhos
Formatação De TrabalhosFormatação De Trabalhos
Formatação De Trabalhos
 
Mba [Uniesp] Como Elaborar Uma Monografia
Mba [Uniesp]   Como Elaborar Uma MonografiaMba [Uniesp]   Como Elaborar Uma Monografia
Mba [Uniesp] Como Elaborar Uma Monografia
 
Roteiro projeto de pesquisa
Roteiro projeto de pesquisaRoteiro projeto de pesquisa
Roteiro projeto de pesquisa
 
Como Apresentar Um Trabalho 2
Como Apresentar Um Trabalho  2Como Apresentar Um Trabalho  2
Como Apresentar Um Trabalho 2
 
Formatação de trabalhos blogda biblio-crissiumal
Formatação de trabalhos blogda biblio-crissiumalFormatação de trabalhos blogda biblio-crissiumal
Formatação de trabalhos blogda biblio-crissiumal
 
Formatação de trabalhos blogda biblio-crissiumal
Formatação de trabalhos blogda biblio-crissiumalFormatação de trabalhos blogda biblio-crissiumal
Formatação de trabalhos blogda biblio-crissiumal
 
FORMATAÇÃO Norma ABNT Brasil 20231.pptx
FORMATAÇÃO Norma ABNT Brasil  20231.pptxFORMATAÇÃO Norma ABNT Brasil  20231.pptx
FORMATAÇÃO Norma ABNT Brasil 20231.pptx
 
Guião projeto investigação
Guião projeto investigaçãoGuião projeto investigação
Guião projeto investigação
 
Guião projeto investigação
Guião projeto investigaçãoGuião projeto investigação
Guião projeto investigação
 
Projeto x modelo para a pesquisa bibliográfica
Projeto x   modelo para a pesquisa bibliográficaProjeto x   modelo para a pesquisa bibliográfica
Projeto x modelo para a pesquisa bibliográfica
 
Texto seminário
Texto seminárioTexto seminário
Texto seminário
 
Modelo trabalho 2° ano probabilidade
Modelo trabalho 2° ano probabilidadeModelo trabalho 2° ano probabilidade
Modelo trabalho 2° ano probabilidade
 
CONTROLADORIA PARA ALTO CUSTO NA ASSISTÊNCIA À SAÚDE
CONTROLADORIA PARA ALTO CUSTO NA ASSISTÊNCIA À SAÚDECONTROLADORIA PARA ALTO CUSTO NA ASSISTÊNCIA À SAÚDE
CONTROLADORIA PARA ALTO CUSTO NA ASSISTÊNCIA À SAÚDE
 
Aula_2_Metodologia_ da pesquisa científicaRESUMO.ppt
Aula_2_Metodologia_ da pesquisa científicaRESUMO.pptAula_2_Metodologia_ da pesquisa científicaRESUMO.ppt
Aula_2_Metodologia_ da pesquisa científicaRESUMO.ppt
 
Como realizar um trabalho
Como realizar um trabalhoComo realizar um trabalho
Como realizar um trabalho
 
Tcc exemplo - Esqueleto
Tcc   exemplo - EsqueletoTcc   exemplo - Esqueleto
Tcc exemplo - Esqueleto
 
Artigo cientifico
Artigo cientificoArtigo cientifico
Artigo cientifico
 
Normas ABNT
Normas ABNTNormas ABNT
Normas ABNT
 

Mais de Paula Assumpção (11)

Câncer infantil
Câncer infantilCâncer infantil
Câncer infantil
 
Câncer infantil
Câncer infantilCâncer infantil
Câncer infantil
 
Questionário102 melhorias
Questionário102 melhoriasQuestionário102 melhorias
Questionário102 melhorias
 
Dados tabelado do questionário socioantropológico
Dados tabelado do questionário socioantropológicoDados tabelado do questionário socioantropológico
Dados tabelado do questionário socioantropológico
 
Projeto final visita ao ique
Projeto final visita ao iqueProjeto final visita ao ique
Projeto final visita ao ique
 
Dados tabelados do questionário
Dados tabelados do questionárioDados tabelados do questionário
Dados tabelados do questionário
 
Dados tabelados do questionário
Dados tabelados do questionárioDados tabelados do questionário
Dados tabelados do questionário
 
estatística
estatísticaestatística
estatística
 
E mails
E mailsE mails
E mails
 
Passaos para elaborar o projeto
Passaos para elaborar o projetoPassaos para elaborar o projeto
Passaos para elaborar o projeto
 
Seminário integrado boas vindas!!
Seminário integrado boas vindas!!Seminário integrado boas vindas!!
Seminário integrado boas vindas!!
 

Último

Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Pastor Robson Colaço
 
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdfHistoria-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
andreaLisboa7
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
VALMIRARIBEIRO1
 

Último (20)

Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf HitlerAlemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é preciso
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
 
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
 
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHASMARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
 
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdfPlanejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
 
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
 
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdfHistoria-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorial
 
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroMeu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de Infância
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
 

Elaboração de um projeto colocar no blog

  • 3. APRESENTAÇÃO ESCRITA CENTRO UNIVERSITÁRIO DE BRUSQUE - UNIFEBE PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO DISCIPLINA DE METODOLOGIA CIENTÍFICA TÍTULO Acadêmicos Professor Local/data Como fazer a Capa?
  • 4. APRESENTAÇÃO ESCRITA SUMÁRIO > As principais divisões do trabalho, com número da página; > Importante para que se entenda a divisão lógica do texto, indicando sequências.
  • 5. ELABORAÇÃO DO RESUMO Uma boa apresentação começa com um bom resumo  Introdução  Justificativa (uma ou duas frases introdutórias)  Objetivos  Metodologia (resumida)  Resultados  Considerações finais
  • 6. PRODUÇÃO DE CONHECIMENTOS Introdução O que me fez pensar no assunto?
  • 7. PRODUÇÃO DE CONHECIMENTOS Objetivos “Por que eu quero fazer a pesquisa?” - Objetivo geral > ação: um verbo > meta central da pesquisa
  • 8. PRODUÇÃO DE CONHECIMENTOS Objetivos específicos: - Formas de atingir o objetivo geral; - Descrever em tópicos (4 no máximo); - É como se dividíssemos o Objetivo Geral em etapas para que ele seja atingido.
  • 9. JUSTIFICATIVA  Iniciar a redação sobre seu tema e discorrer sobre tudo o que será tratado ao longo do trabalho;  A justificativa será o primeiro texto em seu trabalho e você deve ser capaz de conquistar os seus leitores sobre a relevância do mesmo;  Opiniões pessoais devem ser deixadas de lado neste momento.
  • 10. REFERENCIAL TEÓRICO  Identificar as idéias mais relevantes dos autores para o seu tema e as transcrever em seu trabalho;  Inserir as idéias dos autores pesquisados (mínimo três autores), confrontar as teorias e direcionar os caminhos para refutar ou não as hipóteses levantadas;  A fonte de qualquer informação utilizada deve ser mencionada. Cuidado com o plágio!
  • 11. O que é uma CITAÇÃO???  É quando trazemos para o NOSSO texto alguma informação ou idéia que pertence a outro autor.  Por NÃO SER de NOSSA AUTORIA, todas as citações devem trazer a identificação de seu autor.
  • 12. Há TRÊS formas de fazer a citação: 1) Indireta ou livre (chamada de paráfrase): é quando expressamos o pensamento de outra pessoa com nossas próprias palavras. Ex1: Ex2: No caso do fenômeno quem melhor definiu o problema foi Antunes (1997) quando declarou que trata-se de uma manifestação natural do ambiente. No caso do fenômeno estudado, trata-se de uma manifestação natural do ambiente. (ANTUNES, 1997) Note: SEMPRE deve ser indicado o nome do autor. Quando estiver no corpo do texto (ex1) utiliza-se letras minúsculas, e letras maiúsculas (ex2), se estiver entre parênteses.
  • 13. 2) Direta ou textual: Transcrevemos exatamente as palavras do autor. a) Breves – quando não ultrapassam 3 linhas. Devem estar entre aspas. b) Longas – ultrapassam 3 linhas. Devem receber destaque especial, com recuo de 4 cm. ,,,,,, ,,,,,, ,,,,,,, ,,,,,, ,,,,,,, ,,,,,,, ,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,, ,,,,,,,, ,,,,,,,,,,,,,,,. xxx xxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxx xxxx xxxxxxxxxxxx x xxxxxxxxxxx xx xxxxx xxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxx. ,,,,,,,,,,,,,,, ,,,,,, ,,,,,, ,,,,,, ,,,,,,,,,,,,,, ,,,,,,,,,,,,,,,, ,,,,,,,,,,,,,,, ,,,,,,,,,,,,,,, ,,,,,,,,,. Por já terem o destaque do recuo, não deverão ter aspas e o tamanho da fonte é menor (Fonte 10)
  • 14. 3) Citação da citação: Citação de alguma “idéia” já citada em outra obra. Indica-se o sobrenome do autor da “idéia”, seguido da palavra apud (segundo, conforme, de acordo com) e o sobrenome do autor que fez a citação. Do último faz-se a referência completa. O sistema consiste em colocar o bebê em observação para evitar contaminação por bactérias hospitalares (SILVA apud GOMES, 1992).
  • 15. Quem podemos citar?? •Somente podemos utilizar informações de pessoas que conhecem bem o assunto/tema escolhido.
  • 16. Metodologia “Como farei o projeto?”  Como farei a coleta dos dados (informações);  Que recursos utilizarei;  Descrever os procedimentos. PRODUÇÃO DE CONHECIMENTOS
  • 17. CRONOGRAMA  Aqui deve ser colocado o cronograma de sua pesquisa, detalhando as etapas e o tempo de execução. Observe o exemplo abaixo:
  • 18. RESULTADOS ESPERADOS/OBTIDOS Especificar os resultados parciais e final, e ou produtos esperados, a serem obtidos durante o período de execução do Projeto.
  • 19. Conclusão “O que eu aprendi?” -síntese das idéias importantes; Concluir apenas o que apresentou CONSIDERAÇÕES FINAIS
  • 20. REFERÊNCIAS - Listagem final das obras consultadas; - Em ordem alfabética e cronológica.
  • 21. ELEMENTOS ESSENCIAIS: Autor, título da obra, local, editora, ano de publicação. Como fazer referências? Livros SOBRENOME, Prenome. Título: subtítulo. Local: Editora, ano da publicação. WEISS, D. Como escrever com facilidade. São Paulo: Círculo do livro, 2002. Teses e Dissertações SOBRENOME, Prenome. Título: subtítulo. Local: Instituição, ano. Indicação de Tese ou dissertação, Orientador. Nome do curso ou programa. OTT, M. Tendências Ideológicas no Ensino. Porto Alegre: UFRGS, 2003. Orientador: Dr. Hilário Bohn. Tese – Programa de Pós- Graduação em Educação, UFRGS.
  • 22. DOCUMENTOS EM MEIO ELETRÔNICO (SITES) Para a referência de qualquer tipo de documento, deve-se proceder da mesma forma como indicado nas obras convencionais, acrescentando o URL completo do documento na Internet, entre os sinais < >, antecedido da expressão: Disponível em: e seguido da informação: Acesso em: data Assim... GUNCHO, M. R. A educação a distância e a biblioteca universitária. Anais eletrônicos. Recife: UFPe, 2001. Disponível em <http://propesp.ufpe.br/anais.htm> Acesso em: 21 fev, 2008.
  • 23. CD-Rom O mesmo procedimento... AUTOR, Título. Local: Editora, data. Tipo de mídia SILVA, J. Histórias Infantis. São Paulo: Companhia das Letras, 2007. CD-ROM. Indicação do tipo de mídia
  • 24. Como fazer a apresentação do Projeto final
  • 25. PASSOS A SEGUIR Elaborar um bom resumo  Criar os slides da apresentação  Apresentar os principais aspectos do trabalho  Treinar a apresentação
  • 26. CONTEÚDO DA APRESENTAÇÃO Prepare com antecedência; Ensaie a apresentação!
  • 27. XXXXXXXXXXX XXXXXXXXXXXXX XXXXXXXXXXXXX XX. XXXXXXXXXXX XXXXXXXXXXXXX XXXXXXXXXXXXX XX. XXXXXXXXXXX XXXXXXXXXXXXX XXXXXXXXXXXXX XXXXXXXXXXXX. 2cm 3cm 3cm 2cm MARGENS Padrão formato A4 (297 mm x 210 mm); A digitação em apenas uma face do papel; Fonte: Times New Roman ou Arial; Tamanho da fonte: 12 – corpo do texto 10 – citações longas e notas Espaçamento (entre linhas): 1,5 - no texto 1,0 (simples)- citação longa APRESENTAÇÃO ESCRITA
  • 28. Resumindo...um projeto deve ter: INTRODUÇÃO OBJETIVOS (GERAL E ESPECÍFICOS) JUSTIFICATIVA REFERENCIAL TEÓRICO METODOLOGIA CRONOGRAMA RESULTADOS ESPERADOS/OBTIDOS CONSIDERAÇÕES FINAIS REFERÊNCIAS