SlideShare uma empresa Scribd logo
Dito e Feito, 6.º ano




                Variedades do
                português




Porto Editora
Dito e Feito, 6.º ano



                                 Variação da língua
                                 Variação da língua

                A variação é a propriedade que as línguas têm de se
       tornarem diferentes em função do lugar, das pessoas/grupos
       e do tempo, dando origem a variantes ou variedades.
                A língua portuguesa apresenta variação:
                • geográfica;
                • social;
                • situacional;
                • temporal.

Porto Editora
Dito e Feito, 6.º ano



                      Variedades geográficas
                      Variedades geográficas

            Correspondem      às    diferentes
     formas que a língua assume no
     território em que é utilizada, podendo
     também        falar-se   em     dialetos
     regionais.
            A título de exemplo, facilmente se
     constatam diferenças na língua falada
     de Norte a Sul do nosso país.
                                                        in www.infopedia.pt

Porto Editora
Dito e Feito, 6.º ano



                   Variedades geográficas
                   Variedades geográficas

          As variedades do Português ultrapassam as fronteiras do
      nosso país, pelo contacto que os nossos antepassados
      tiveram com outras regiões do planeta. Podemos, por isso,
      considerar:
          • a variedade europeia (Português falado em Portugal
      continental e nos arquipélagos da Madeira e dos Açores);
          • a variedade brasileira;
          • as variedades africanas.

         Estas variedades apresentam diferenças ao nível da
      pronúncia, do vocabulário e da construção de frases.
Porto Editora
Dito e Feito, 6.º ano



                      Variedades geográficas
                      Variedades geográficas
                Variedade brasileira

            Português falado no Brasil (com variações geográficas)

      Algumas características da variedade brasileira:
      • Colocação do pronome reflexo antes do verbo (O Miguel se
      penteou.)
      • Uso do gerúndio (Todos estavam dançando.)
      • Diferenças em preposições pedidas por verbos (O meu avô
      chegou ontem na casa da minha tia.)
      • Ortografia (bebê, sutil, fato…)
      • Vocabulário próprio (ônibus, banheiro, suco, goleiro…)

Porto Editora
Dito e Feito, 6.º ano



                     Variedades geográficas
                     Variedades geográficas
                Variedades africanas

        Português falado em África (apesar de estar estudado
      apenas o de Angola e Moçambique)

      Algumas características das variedades africanas:
      • Uso do pronome pessoal lhe como complemento direto
      (Você pensa que não lhe conheço.)
      • Diferenças em preposições pedidas por verbos (Hoje a
      professora não veio na escola.)
      • Vocabulário próprio (farofa, quindim, samba, quiabo…)


Porto Editora
Dito e Feito, 6.º ano



                Variedades geográficas
                Variedades geográficas




                   SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE



                                         in http//:www.jrdias.com
Porto Editora
Dito e Feito, 6.º ano



                           Variedades sociais
                           Variedades sociais


                São consideradas variedades sociais as que dizem
         respeito às diferenças existentes entre os falantes de
         grupos sociais com níveis económicos e educacionais
         distintos.
                Consideram-se fatores para este tipo de variação a
         classe social, o nível de instrução, o tipo de educação, a
         idade, o sexo, a origem étnica, etc..


Porto Editora
Dito e Feito, 6.º ano



                       Variedades situacionais
                       Variedades situacionais


                São   consideradas   variedades    situacionais     as
         adaptações        dos falantes ao estilo de linguagem e à
         situação de comunicação que enfrentam. Essa capacidade
         chama-se “competência comunicativa”.
                A existência de variedades situacionais conduz quase
         sempre a comentários sobre o que, na língua, é “correto”
         ou “incorreto”.


Porto Editora
Dito e Feito, 6.º ano



                           Variação histórica
                           Variação histórica


                A variação histórica resulta da evolução temporal da
         língua, das mudanças que o passar do tempo provoca.
                Apesar de se verificarem mais facilmente as diferenças
         entre períodos históricos distantes, não é necessário
         esperar séculos para constatar algumas mudanças.
                persicum > pêssego        arenam > arena e areia
                          directum > direto e direito


Porto Editora
Dito e Feito, 6.º ano



                              Língua padrão
                              Língua padrão


                Corresponde à variedade da língua (falada e escrita)
         que acabou por ser legitimada historicamente enquanto
         meio de comunicação entre os falantes da classe média e
         da classe alta da comunidade linguística.
                A variedade de Lisboa é considerada a língua padrão
         do Português europeu.




Porto Editora

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Análise do episódio "Inês de Castro"
Análise do episódio "Inês de Castro"Análise do episódio "Inês de Castro"
Análise do episódio "Inês de Castro"
Inês Moreira
 
Formação de palavras
Formação de palavrasFormação de palavras
Formação de palavras
Margarida Tomaz
 
Modificadores
ModificadoresModificadores
Modificadores
gracacruz
 
Pronominalização - exercícios
Pronominalização - exercíciosPronominalização - exercícios
Pronominalização - exercícios
Lurdes Augusto
 
Complemento oblíquo
Complemento oblíquoComplemento oblíquo
Complemento oblíquo
Celina Medeiros
 
Neologismos arcaismos cc9
Neologismos arcaismos cc9Neologismos arcaismos cc9
Neologismos arcaismos cc9
fatimamendonca64
 
Palavra Mágica
Palavra MágicaPalavra Mágica
Palavra Mágica
Lurdes Augusto
 
Subclasses dos verbos exercícios
Subclasses dos verbos exercíciosSubclasses dos verbos exercícios
Subclasses dos verbos exercícios
quintaldasletras
 
Predicativo do complemento direto
Predicativo do complemento diretoPredicativo do complemento direto
Predicativo do complemento direto
quintaldasletras
 
Modalidade do verbo
Modalidade do verboModalidade do verbo
Modalidade do verbo
Ana Martins
 
Frase ativa e frase passiva
Frase ativa e frase passivaFrase ativa e frase passiva
Frase ativa e frase passiva
tessvalente
 
Classe de palavras
Classe de palavrasClasse de palavras
Classe de palavras
Ana Arminda Moreira
 
Ficha formativa_ Relação entre palavras
Ficha formativa_ Relação entre palavrasFicha formativa_ Relação entre palavras
Ficha formativa_ Relação entre palavras
Raquel Antunes
 
Mecanismos de Coesão
Mecanismos de CoesãoMecanismos de Coesão
Mecanismos de Coesão
nelsonalves70
 
Sílabas Métricas
Sílabas MétricasSílabas Métricas
Sílabas Métricas
713773
 
Categorias da narrativa
Categorias da narrativaCategorias da narrativa
Categorias da narrativa
Luis Martins
 
Ficha formativa_ Recursos Expressivos (I)
Ficha formativa_ Recursos Expressivos (I)Ficha formativa_ Recursos Expressivos (I)
Ficha formativa_ Recursos Expressivos (I)
Raquel Antunes
 
Palavras homófonas, homónimas, homógrafas e parónimas
Palavras homófonas, homónimas, homógrafas e parónimasPalavras homófonas, homónimas, homógrafas e parónimas
Palavras homófonas, homónimas, homógrafas e parónimas
Sónia Fernandes
 
Complemento oblíquo e_modificador
Complemento oblíquo e_modificadorComplemento oblíquo e_modificador
Complemento oblíquo e_modificador
7aeb23dalousa
 
Quantificadores
QuantificadoresQuantificadores
Quantificadores
Rosalina Simão Nunes
 

Mais procurados (20)

Análise do episódio "Inês de Castro"
Análise do episódio "Inês de Castro"Análise do episódio "Inês de Castro"
Análise do episódio "Inês de Castro"
 
Formação de palavras
Formação de palavrasFormação de palavras
Formação de palavras
 
Modificadores
ModificadoresModificadores
Modificadores
 
Pronominalização - exercícios
Pronominalização - exercíciosPronominalização - exercícios
Pronominalização - exercícios
 
Complemento oblíquo
Complemento oblíquoComplemento oblíquo
Complemento oblíquo
 
Neologismos arcaismos cc9
Neologismos arcaismos cc9Neologismos arcaismos cc9
Neologismos arcaismos cc9
 
Palavra Mágica
Palavra MágicaPalavra Mágica
Palavra Mágica
 
Subclasses dos verbos exercícios
Subclasses dos verbos exercíciosSubclasses dos verbos exercícios
Subclasses dos verbos exercícios
 
Predicativo do complemento direto
Predicativo do complemento diretoPredicativo do complemento direto
Predicativo do complemento direto
 
Modalidade do verbo
Modalidade do verboModalidade do verbo
Modalidade do verbo
 
Frase ativa e frase passiva
Frase ativa e frase passivaFrase ativa e frase passiva
Frase ativa e frase passiva
 
Classe de palavras
Classe de palavrasClasse de palavras
Classe de palavras
 
Ficha formativa_ Relação entre palavras
Ficha formativa_ Relação entre palavrasFicha formativa_ Relação entre palavras
Ficha formativa_ Relação entre palavras
 
Mecanismos de Coesão
Mecanismos de CoesãoMecanismos de Coesão
Mecanismos de Coesão
 
Sílabas Métricas
Sílabas MétricasSílabas Métricas
Sílabas Métricas
 
Categorias da narrativa
Categorias da narrativaCategorias da narrativa
Categorias da narrativa
 
Ficha formativa_ Recursos Expressivos (I)
Ficha formativa_ Recursos Expressivos (I)Ficha formativa_ Recursos Expressivos (I)
Ficha formativa_ Recursos Expressivos (I)
 
Palavras homófonas, homónimas, homógrafas e parónimas
Palavras homófonas, homónimas, homógrafas e parónimasPalavras homófonas, homónimas, homógrafas e parónimas
Palavras homófonas, homónimas, homógrafas e parónimas
 
Complemento oblíquo e_modificador
Complemento oblíquo e_modificadorComplemento oblíquo e_modificador
Complemento oblíquo e_modificador
 
Quantificadores
QuantificadoresQuantificadores
Quantificadores
 

Destaque

Discurso direto e indireto
Discurso direto e indiretoDiscurso direto e indireto
Discurso direto e indireto
Ana Arminda Moreira
 
Texto narrativo
Texto narrativoTexto narrativo
Texto narrativo
A. Simoes
 
Relacoes entre palavras
Relacoes entre palavrasRelacoes entre palavras
Relacoes entre palavras
Ana Arminda Moreira
 
Formacao de palavras[1]
Formacao de palavras[1]Formacao de palavras[1]
Formacao de palavras[1]
Ana Arminda Moreira
 
Ppt tipos texto[1]
Ppt tipos texto[1]Ppt tipos texto[1]
Ppt tipos texto[1]
Ana Arminda Moreira
 
PowerPoint: Determinantes vs Pronomes (demonstrativos e possessivos)
PowerPoint: Determinantes vs Pronomes (demonstrativos e possessivos)PowerPoint: Determinantes vs Pronomes (demonstrativos e possessivos)
PowerPoint: Determinantes vs Pronomes (demonstrativos e possessivos)
A. Simoes
 
Ppt verbo
Ppt verboPpt verbo
Português : Graus dos Adjetivos
Português :  Graus dos AdjetivosPortuguês :  Graus dos Adjetivos
Português : Graus dos Adjetivos
A. Simoes
 
Processos de Formação de Palavras: Derivação e Composição
Processos de Formação de Palavras: Derivação e ComposiçãoProcessos de Formação de Palavras: Derivação e Composição
Processos de Formação de Palavras: Derivação e Composição
A. Simoes
 
Advérbios: PowerPoint
Advérbios: PowerPointAdvérbios: PowerPoint
Advérbios: PowerPoint
A. Simoes
 
Funções sintaticas
Funções sintaticasFunções sintaticas
Funções sintaticas
Ana Arminda Moreira
 
Advérbios e Locuções Adverbiais: Ficha de Trabalho
Advérbios e Locuções Adverbiais: Ficha de TrabalhoAdvérbios e Locuções Adverbiais: Ficha de Trabalho
Advérbios e Locuções Adverbiais: Ficha de Trabalho
A. Simoes
 
Graus dos adjetivos
Graus dos adjetivosGraus dos adjetivos
Graus dos adjetivos
Vanda Marques
 
Funções sintáticas
Funções sintáticasFunções sintáticas
Funções sintáticas
Célia Gonçalves
 
A conjunção
A conjunçãoA conjunção
A conjunção
Ana Arminda Moreira
 
Teste lp texto poético
Teste lp  texto poéticoTeste lp  texto poético
A vida mágica da sementinha 5º b
A vida mágica da sementinha   5º bA vida mágica da sementinha   5º b
A vida mágica da sementinha 5º b
Ana Carlão
 
Df6 cdr ppt_formal_informal
Df6 cdr ppt_formal_informalDf6 cdr ppt_formal_informal
Df6 cdr ppt_formal_informal
Ana Arminda Moreira
 
Modelo de teste português
Modelo de teste portuguêsModelo de teste português
Modelo de teste português
Mafalda Portas
 
Guiao leitura 1- vida sementinha
Guiao leitura 1- vida sementinhaGuiao leitura 1- vida sementinha
Guiao leitura 1- vida sementinha
liliana costa
 

Destaque (20)

Discurso direto e indireto
Discurso direto e indiretoDiscurso direto e indireto
Discurso direto e indireto
 
Texto narrativo
Texto narrativoTexto narrativo
Texto narrativo
 
Relacoes entre palavras
Relacoes entre palavrasRelacoes entre palavras
Relacoes entre palavras
 
Formacao de palavras[1]
Formacao de palavras[1]Formacao de palavras[1]
Formacao de palavras[1]
 
Ppt tipos texto[1]
Ppt tipos texto[1]Ppt tipos texto[1]
Ppt tipos texto[1]
 
PowerPoint: Determinantes vs Pronomes (demonstrativos e possessivos)
PowerPoint: Determinantes vs Pronomes (demonstrativos e possessivos)PowerPoint: Determinantes vs Pronomes (demonstrativos e possessivos)
PowerPoint: Determinantes vs Pronomes (demonstrativos e possessivos)
 
Ppt verbo
Ppt verboPpt verbo
Ppt verbo
 
Português : Graus dos Adjetivos
Português :  Graus dos AdjetivosPortuguês :  Graus dos Adjetivos
Português : Graus dos Adjetivos
 
Processos de Formação de Palavras: Derivação e Composição
Processos de Formação de Palavras: Derivação e ComposiçãoProcessos de Formação de Palavras: Derivação e Composição
Processos de Formação de Palavras: Derivação e Composição
 
Advérbios: PowerPoint
Advérbios: PowerPointAdvérbios: PowerPoint
Advérbios: PowerPoint
 
Funções sintaticas
Funções sintaticasFunções sintaticas
Funções sintaticas
 
Advérbios e Locuções Adverbiais: Ficha de Trabalho
Advérbios e Locuções Adverbiais: Ficha de TrabalhoAdvérbios e Locuções Adverbiais: Ficha de Trabalho
Advérbios e Locuções Adverbiais: Ficha de Trabalho
 
Graus dos adjetivos
Graus dos adjetivosGraus dos adjetivos
Graus dos adjetivos
 
Funções sintáticas
Funções sintáticasFunções sintáticas
Funções sintáticas
 
A conjunção
A conjunçãoA conjunção
A conjunção
 
Teste lp texto poético
Teste lp  texto poéticoTeste lp  texto poético
Teste lp texto poético
 
A vida mágica da sementinha 5º b
A vida mágica da sementinha   5º bA vida mágica da sementinha   5º b
A vida mágica da sementinha 5º b
 
Df6 cdr ppt_formal_informal
Df6 cdr ppt_formal_informalDf6 cdr ppt_formal_informal
Df6 cdr ppt_formal_informal
 
Modelo de teste português
Modelo de teste portuguêsModelo de teste português
Modelo de teste português
 
Guiao leitura 1- vida sementinha
Guiao leitura 1- vida sementinhaGuiao leitura 1- vida sementinha
Guiao leitura 1- vida sementinha
 

Semelhante a Df6 cdr ppt_variedades[1]

Variação linguística
Variação linguísticaVariação linguística
Variação linguística
caurysilva
 
A nossa língua
A nossa línguaA nossa língua
A nossa língua
becastanheiradepera
 
1ª série E. M. - Variação Linguística
1ª série E. M. - Variação Linguística1ª série E. M. - Variação Linguística
1ª série E. M. - Variação Linguística
Angélica Manenti
 
Variacao linguistica
Variacao linguisticaVariacao linguistica
Variacao linguistica
caurysilva
 
Comunicação oral e escrita 1
Comunicação oral e escrita 1Comunicação oral e escrita 1
Comunicação oral e escrita 1
Míriam Klippel
 
Ipt resumo
Ipt   resumoIpt   resumo
Ipt resumo
Lu1zFern4nando
 
Variedades dialetais bagno_2011 (2)
Variedades dialetais bagno_2011 (2)Variedades dialetais bagno_2011 (2)
Variedades dialetais bagno_2011 (2)
regiane maciel dos santos
 
Pronuncia do norte (1)
Pronuncia do norte (1)Pronuncia do norte (1)
Pronuncia do norte (1)
Daniela Barbosa
 
A história da língua
A história da línguaA história da língua
A história da língua
Vanda Marques
 
Variacões linguísticas conceito
Variacões linguísticas conceitoVariacões linguísticas conceito
Variacões linguísticas conceito
Marcela Santos
 
Variedades linguisticas
Variedades linguisticasVariedades linguisticas
Variedades linguisticas
uesleii
 
Variedades linguísticas
Variedades linguísticasVariedades linguísticas
Variedades linguísticas
Ricardo Leandro Flores Ricalde
 
Variações linguísticas
Variações linguísticasVariações linguísticas
Variações linguísticas
Andriane Cursino
 
variaeslingusticas-150714203732-lva1-app6891.pptx
variaeslingusticas-150714203732-lva1-app6891.pptxvariaeslingusticas-150714203732-lva1-app6891.pptx
variaeslingusticas-150714203732-lva1-app6891.pptx
Antônia marta Silvestre da Silva
 
6º ano E. F. II - Variação Linguística
6º ano E. F. II - Variação Linguística6º ano E. F. II - Variação Linguística
6º ano E. F. II - Variação Linguística
Angélica Manenti
 
A história da língua
A história da línguaA história da língua
A história da língua
Vanda Marques
 
Conteúdo sobre variedades linguísticas.pptx
Conteúdo sobre variedades linguísticas.pptxConteúdo sobre variedades linguísticas.pptx
Conteúdo sobre variedades linguísticas.pptx
JanainaCunhaBarbosaD
 
Variação Linguística - APP
Variação Linguística - APPVariação Linguística - APP
Variação Linguística - APP
Antonio Pinto Pereira
 
Variação Linguística
Variação LinguísticaVariação Linguística
Variação Linguística
Silmatuk
 
A História da Língua Portuguesa
A História da Língua PortuguesaA História da Língua Portuguesa
A História da Língua Portuguesa
Larissa Oliveira
 

Semelhante a Df6 cdr ppt_variedades[1] (20)

Variação linguística
Variação linguísticaVariação linguística
Variação linguística
 
A nossa língua
A nossa línguaA nossa língua
A nossa língua
 
1ª série E. M. - Variação Linguística
1ª série E. M. - Variação Linguística1ª série E. M. - Variação Linguística
1ª série E. M. - Variação Linguística
 
Variacao linguistica
Variacao linguisticaVariacao linguistica
Variacao linguistica
 
Comunicação oral e escrita 1
Comunicação oral e escrita 1Comunicação oral e escrita 1
Comunicação oral e escrita 1
 
Ipt resumo
Ipt   resumoIpt   resumo
Ipt resumo
 
Variedades dialetais bagno_2011 (2)
Variedades dialetais bagno_2011 (2)Variedades dialetais bagno_2011 (2)
Variedades dialetais bagno_2011 (2)
 
Pronuncia do norte (1)
Pronuncia do norte (1)Pronuncia do norte (1)
Pronuncia do norte (1)
 
A história da língua
A história da línguaA história da língua
A história da língua
 
Variacões linguísticas conceito
Variacões linguísticas conceitoVariacões linguísticas conceito
Variacões linguísticas conceito
 
Variedades linguisticas
Variedades linguisticasVariedades linguisticas
Variedades linguisticas
 
Variedades linguísticas
Variedades linguísticasVariedades linguísticas
Variedades linguísticas
 
Variações linguísticas
Variações linguísticasVariações linguísticas
Variações linguísticas
 
variaeslingusticas-150714203732-lva1-app6891.pptx
variaeslingusticas-150714203732-lva1-app6891.pptxvariaeslingusticas-150714203732-lva1-app6891.pptx
variaeslingusticas-150714203732-lva1-app6891.pptx
 
6º ano E. F. II - Variação Linguística
6º ano E. F. II - Variação Linguística6º ano E. F. II - Variação Linguística
6º ano E. F. II - Variação Linguística
 
A história da língua
A história da línguaA história da língua
A história da língua
 
Conteúdo sobre variedades linguísticas.pptx
Conteúdo sobre variedades linguísticas.pptxConteúdo sobre variedades linguísticas.pptx
Conteúdo sobre variedades linguísticas.pptx
 
Variação Linguística - APP
Variação Linguística - APPVariação Linguística - APP
Variação Linguística - APP
 
Variação Linguística
Variação LinguísticaVariação Linguística
Variação Linguística
 
A História da Língua Portuguesa
A História da Língua PortuguesaA História da Língua Portuguesa
A História da Língua Portuguesa
 

Mais de Ana Arminda Moreira

A Tecnoçogia na Educação: Uma ferramenta a serviço de quem?
A Tecnoçogia na Educação: Uma ferramenta a serviço de quem?A Tecnoçogia na Educação: Uma ferramenta a serviço de quem?
A Tecnoçogia na Educação: Uma ferramenta a serviço de quem?
Ana Arminda Moreira
 
PAP_doc.docx
PAP_doc.docxPAP_doc.docx
PAP_doc.docx
Ana Arminda Moreira
 
Luisa ducla soares
Luisa ducla soaresLuisa ducla soares
Luisa ducla soares
Ana Arminda Moreira
 
Trabalho raquel luisa ducla
Trabalho raquel  luisa duclaTrabalho raquel  luisa ducla
Trabalho raquel luisa ducla
Ana Arminda Moreira
 
Luísa ducla soares
Luísa ducla soaresLuísa ducla soares
Luísa ducla soares
Ana Arminda Moreira
 
Luisa ducla soares
Luisa ducla  soaresLuisa ducla  soares
Luisa ducla soares
Ana Arminda Moreira
 
Biografia de luísa ducla soares
Biografia de luísa ducla soaresBiografia de luísa ducla soares
Biografia de luísa ducla soares
Ana Arminda Moreira
 
A luísa ducla soares biobibliografia
A luísa ducla soares biobibliografiaA luísa ducla soares biobibliografia
A luísa ducla soares biobibliografia
Ana Arminda Moreira
 
Df6 cdr ppt_coop_cortesia
Df6 cdr ppt_coop_cortesiaDf6 cdr ppt_coop_cortesia
Df6 cdr ppt_coop_cortesia
Ana Arminda Moreira
 
Ppt expressão idiomatica
 Ppt expressão idiomatica Ppt expressão idiomatica
Ppt expressão idiomatica
Ana Arminda Moreira
 
Recursos expressivos
Recursos expressivosRecursos expressivos
Recursos expressivos
Ana Arminda Moreira
 
Recursos expressivos
Recursos expressivosRecursos expressivos
Recursos expressivos
Ana Arminda Moreira
 
Df6 recursos estilisticos
Df6 recursos estilisticosDf6 recursos estilisticos
Df6 recursos estilisticos
Ana Arminda Moreira
 
Ppt tipos texto[1]
Ppt tipos texto[1]Ppt tipos texto[1]
Ppt tipos texto[1]
Ana Arminda Moreira
 
Texto dramático
Texto dramáticoTexto dramático
Texto dramático
Ana Arminda Moreira
 
Estatuto do aluno
Estatuto do alunoEstatuto do aluno
Estatuto do aluno
Ana Arminda Moreira
 
verbo
 verbo verbo
Articulacao entre frases
Articulacao entre frasesArticulacao entre frases
Articulacao entre frases
Ana Arminda Moreira
 
Novo acordo ortografico_texto
Novo acordo ortografico_textoNovo acordo ortografico_texto
Novo acordo ortografico_texto
Ana Arminda Moreira
 

Mais de Ana Arminda Moreira (20)

A Tecnoçogia na Educação: Uma ferramenta a serviço de quem?
A Tecnoçogia na Educação: Uma ferramenta a serviço de quem?A Tecnoçogia na Educação: Uma ferramenta a serviço de quem?
A Tecnoçogia na Educação: Uma ferramenta a serviço de quem?
 
PAP_doc.docx
PAP_doc.docxPAP_doc.docx
PAP_doc.docx
 
Cartaz outubro
Cartaz outubroCartaz outubro
Cartaz outubro
 
Luisa ducla soares
Luisa ducla soaresLuisa ducla soares
Luisa ducla soares
 
Trabalho raquel luisa ducla
Trabalho raquel  luisa duclaTrabalho raquel  luisa ducla
Trabalho raquel luisa ducla
 
Luísa ducla soares
Luísa ducla soaresLuísa ducla soares
Luísa ducla soares
 
Luisa ducla soares
Luisa ducla  soaresLuisa ducla  soares
Luisa ducla soares
 
Biografia de luísa ducla soares
Biografia de luísa ducla soaresBiografia de luísa ducla soares
Biografia de luísa ducla soares
 
A luísa ducla soares biobibliografia
A luísa ducla soares biobibliografiaA luísa ducla soares biobibliografia
A luísa ducla soares biobibliografia
 
Df6 cdr ppt_coop_cortesia
Df6 cdr ppt_coop_cortesiaDf6 cdr ppt_coop_cortesia
Df6 cdr ppt_coop_cortesia
 
Ppt expressão idiomatica
 Ppt expressão idiomatica Ppt expressão idiomatica
Ppt expressão idiomatica
 
Recursos expressivos
Recursos expressivosRecursos expressivos
Recursos expressivos
 
Recursos expressivos
Recursos expressivosRecursos expressivos
Recursos expressivos
 
Df6 recursos estilisticos
Df6 recursos estilisticosDf6 recursos estilisticos
Df6 recursos estilisticos
 
Ppt tipos texto[1]
Ppt tipos texto[1]Ppt tipos texto[1]
Ppt tipos texto[1]
 
Texto dramático
Texto dramáticoTexto dramático
Texto dramático
 
Estatuto do aluno
Estatuto do alunoEstatuto do aluno
Estatuto do aluno
 
verbo
 verbo verbo
verbo
 
Articulacao entre frases
Articulacao entre frasesArticulacao entre frases
Articulacao entre frases
 
Novo acordo ortografico_texto
Novo acordo ortografico_textoNovo acordo ortografico_texto
Novo acordo ortografico_texto
 

Último

Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Falcão Brasil
 
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. WeaverAs Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
C4io99
 
_jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p...
_jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p..._jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p...
_jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p...
marcos oliveira
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
SupervisoEMAC
 
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
DirceuSilva26
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mary Alvarenga
 
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptxSlides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Mary Alvarenga
 
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdfIdeais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Anesio2
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
marcos oliveira
 
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdfPainel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
marcos oliveira
 
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e CaminhosAprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Leonel Morgado
 

Último (20)

Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
 
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. WeaverAs Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
 
_jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p...
_jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p..._jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p...
_jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p...
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
 
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
 
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptxSlides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
 
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
 
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdfIdeais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
 
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
 
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdfPainel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
 
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e CaminhosAprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
 

Df6 cdr ppt_variedades[1]

  • 1. Dito e Feito, 6.º ano Variedades do português Porto Editora
  • 2. Dito e Feito, 6.º ano Variação da língua Variação da língua A variação é a propriedade que as línguas têm de se tornarem diferentes em função do lugar, das pessoas/grupos e do tempo, dando origem a variantes ou variedades. A língua portuguesa apresenta variação: • geográfica; • social; • situacional; • temporal. Porto Editora
  • 3. Dito e Feito, 6.º ano Variedades geográficas Variedades geográficas Correspondem às diferentes formas que a língua assume no território em que é utilizada, podendo também falar-se em dialetos regionais. A título de exemplo, facilmente se constatam diferenças na língua falada de Norte a Sul do nosso país. in www.infopedia.pt Porto Editora
  • 4. Dito e Feito, 6.º ano Variedades geográficas Variedades geográficas As variedades do Português ultrapassam as fronteiras do nosso país, pelo contacto que os nossos antepassados tiveram com outras regiões do planeta. Podemos, por isso, considerar: • a variedade europeia (Português falado em Portugal continental e nos arquipélagos da Madeira e dos Açores); • a variedade brasileira; • as variedades africanas. Estas variedades apresentam diferenças ao nível da pronúncia, do vocabulário e da construção de frases. Porto Editora
  • 5. Dito e Feito, 6.º ano Variedades geográficas Variedades geográficas Variedade brasileira Português falado no Brasil (com variações geográficas) Algumas características da variedade brasileira: • Colocação do pronome reflexo antes do verbo (O Miguel se penteou.) • Uso do gerúndio (Todos estavam dançando.) • Diferenças em preposições pedidas por verbos (O meu avô chegou ontem na casa da minha tia.) • Ortografia (bebê, sutil, fato…) • Vocabulário próprio (ônibus, banheiro, suco, goleiro…) Porto Editora
  • 6. Dito e Feito, 6.º ano Variedades geográficas Variedades geográficas Variedades africanas Português falado em África (apesar de estar estudado apenas o de Angola e Moçambique) Algumas características das variedades africanas: • Uso do pronome pessoal lhe como complemento direto (Você pensa que não lhe conheço.) • Diferenças em preposições pedidas por verbos (Hoje a professora não veio na escola.) • Vocabulário próprio (farofa, quindim, samba, quiabo…) Porto Editora
  • 7. Dito e Feito, 6.º ano Variedades geográficas Variedades geográficas SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE in http//:www.jrdias.com Porto Editora
  • 8. Dito e Feito, 6.º ano Variedades sociais Variedades sociais São consideradas variedades sociais as que dizem respeito às diferenças existentes entre os falantes de grupos sociais com níveis económicos e educacionais distintos. Consideram-se fatores para este tipo de variação a classe social, o nível de instrução, o tipo de educação, a idade, o sexo, a origem étnica, etc.. Porto Editora
  • 9. Dito e Feito, 6.º ano Variedades situacionais Variedades situacionais São consideradas variedades situacionais as adaptações dos falantes ao estilo de linguagem e à situação de comunicação que enfrentam. Essa capacidade chama-se “competência comunicativa”. A existência de variedades situacionais conduz quase sempre a comentários sobre o que, na língua, é “correto” ou “incorreto”. Porto Editora
  • 10. Dito e Feito, 6.º ano Variação histórica Variação histórica A variação histórica resulta da evolução temporal da língua, das mudanças que o passar do tempo provoca. Apesar de se verificarem mais facilmente as diferenças entre períodos históricos distantes, não é necessário esperar séculos para constatar algumas mudanças. persicum > pêssego arenam > arena e areia directum > direto e direito Porto Editora
  • 11. Dito e Feito, 6.º ano Língua padrão Língua padrão Corresponde à variedade da língua (falada e escrita) que acabou por ser legitimada historicamente enquanto meio de comunicação entre os falantes da classe média e da classe alta da comunidade linguística. A variedade de Lisboa é considerada a língua padrão do Português europeu. Porto Editora