SlideShare uma empresa Scribd logo
CUSTEIO PORCUSTEIO POR
PROCESSOSPROCESSOS
Profa. Leonice Oliveira
Sistemas de Acumulação deSistemas de Acumulação de
CustosCustos
 Consistem na forma como os custos sãoConsistem na forma como os custos são
acumulados e apropriados aos produtosacumulados e apropriados aos produtos
 Referem-se aos mecanismos utilizadosReferem-se aos mecanismos utilizados
nas sucessivas transferências de valoresnas sucessivas transferências de valores
aos produtosaos produtos
 Sistemas básicos:Sistemas básicos:
– Custeio por Processos - homogeneidadeCusteio por Processos - homogeneidade
– Custeio por Ordem de Produção - encomendaCusteio por Ordem de Produção - encomenda
Profa. Leonice Oliveira
Por Ordem x Por ProcessoPor Ordem x Por Processo
Característica Analisada
Produção por Ordem
Específica
Produção por Processo
Desenvolvimento do
produto
Especificação do cliente Especificação do fabricante
Contratação do
fornecimento
Seleção subjetiva
(concorrência)
Seleção objetiva (amostra)
Produção Limitada pelo cliente Planejada pelo fabricante
Dimensão da produção Número de peças contratadas Número de peças do período
Mercado Poucos compradores Muitos compradores
Vendas Procura do cliente
Procura do cliente ou oferta do
fabricante
Produto Sob medida Seriado
Necessidade do produto Específica do cliente Global do mercado
Local de produção Na fábrica ou no campo Na fábrica
Estoque de matéria prima Temporário e específico
Permanente, geral para vários
produtos
Estoque de produtos Indesejável Necessário
Prazos de produção Geralmente, médios ou longos Geralmente, curtos
Profa. Leonice Oliveira
Por Ordem x Por ProcessoPor Ordem x Por Processo
Característica
Analisada
Produção por Ordem
Específica
Produção por
Processo
Acumulação dos
custos
MAT, MOD e CIF por
ordem de produção
Por departamento e, em
seguida, aos produtos
Apuração dos
custos unitários
Custo específico por
ordem de produção ou
lote de produtos
Custo médio por
unidade produzida no
período
Requisição de
materiais
Indica-se o número de
ordem de produção
Indica-se o
departamento e/ou
código do produto
Período de apuração
dos custos finais
Início e término da
produção ou abertura e
fechamento da ordem
de produção
Início e término do
período contábil
Custo unitário
Subsídio para preços
em atividades futuras
Compara custo médio
em diferentes períodos
para conhecer as
causas das variações
Forma de
custeamento
Predeterminada ou real Padrão ou real
Racionalização no
tempo
Menor Maior
Profa. Leonice Oliveira
Custos por ProcessoCustos por Processo
 Os custos são inicialmente classificados por tipo deOs custos são inicialmente classificados por tipo de
gasto (natureza contábil) e depois compilados porgasto (natureza contábil) e depois compilados por
processos específicos. Posteriormente, todos osprocessos específicos. Posteriormente, todos os
custos são distribuídos às unidades produzidas, porcustos são distribuídos às unidades produzidas, por
meio dos processos específicos.meio dos processos específicos.
 Deve procurar refletir todo o processo físico daDeve procurar refletir todo o processo físico da
produção, criando centros de custos. Os números sãoprodução, criando centros de custos. Os números são
posteriormente transferidos de um centro para oposteriormente transferidos de um centro para o
seguinte, do mesmo modo como a produção transfereseguinte, do mesmo modo como a produção transfere
o produto fisicamente para outra fase.o produto fisicamente para outra fase.
 O estoque de produtos em processo é igual a somaO estoque de produtos em processo é igual a soma
dos vários processos produtivos.dos vários processos produtivos.
Profa. Leonice Oliveira
Produção EquivalenteProdução Equivalente
 No controle de custos por processos, umaNo controle de custos por processos, uma
tarefa rotineira consiste na avaliação dostarefa rotineira consiste na avaliação dos
estoques dos produtos que continuam emestoques dos produtos que continuam em
processo, já tendo sido parcialmenteprocesso, já tendo sido parcialmente
manufaturada e recebida parte dos gastosmanufaturada e recebida parte dos gastos
associados a materiais diretos, mão-de-associados a materiais diretos, mão-de-
obra direta ou custos indiretos deobra direta ou custos indiretos de
fabricação.fabricação.
Profa. Leonice Oliveira
Produção EquivalenteProdução Equivalente
 Nessas situações, torna-se necessárioNessas situações, torna-se necessário
estimar o percentual de completude dosestimar o percentual de completude dos
itens em processo e, com base nesseitens em processo e, com base nesse
percentual, pode-se determinar apercentual, pode-se determinar a
produção equivalente.produção equivalente.
Profa. Leonice Oliveira
Exemplo 1Exemplo 1
 No início de maio/2001, os estoques iniciais deNo início de maio/2001, os estoques iniciais de
produtos em processo e produtos elaborados daprodutos em processo e produtos elaborados da
Fábrica X eram nulos. Neste mês, o setor deFábrica X eram nulos. Neste mês, o setor de
produção incorporou no processo produtivoprodução incorporou no processo produtivo
$50.000,00 em materiais, $60.000,00 com MOD e$50.000,00 em materiais, $60.000,00 com MOD e
$80.000,00 em CIFs. Ao longo do mês foram$80.000,00 em CIFs. Ao longo do mês foram
completadas e transferidas para o estoque decompletadas e transferidas para o estoque de
produtos acabados 3.000 unidades. Permaneceramprodutos acabados 3.000 unidades. Permaneceram
em produção 4.000 unidades, completadas em cercaem produção 4.000 unidades, completadas em cerca
de 50% no que tange ao emprego de todos os custos.de 50% no que tange ao emprego de todos os custos.
Estime o custo de cada produto fabricado e oEstime o custo de cada produto fabricado e o
valor dos estoques ao final do mês.valor dos estoques ao final do mês.
Profa. Leonice Oliveira
Produção EquivalenteProdução Equivalente
 Quando os estágios de elaboração dosQuando os estágios de elaboração dos
produtos em processo diferem quanto àprodutos em processo diferem quanto à
utilização dos insumos, isto é, quando osutilização dos insumos, isto é, quando os
percentuais de utilização de materiaispercentuais de utilização de materiais
diretos, MOD e CIF são diferentes, adiretos, MOD e CIF são diferentes, a
ponderação e o cálculo da produçãoponderação e o cálculo da produção
equivalente devem ser feitosequivalente devem ser feitos
individualmente para cada insumo.individualmente para cada insumo.
Profa. Leonice Oliveira
Exemplo 2Exemplo 2
 Se, no exemplo anterior, a produção emSe, no exemplo anterior, a produção em
andamento das 4.000 unidadesandamento das 4.000 unidades
estivessem completas em cerca de 80%estivessem completas em cerca de 80%
do uso de materiais diretos, 40% emdo uso de materiais diretos, 40% em
relação ao emprego de MOD e 60% emrelação ao emprego de MOD e 60% em
relação aos CIFs, qual seria os valoresrelação aos CIFs, qual seria os valores
dos estoques?dos estoques?

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Exercício - Análise Curva ABC
Exercício - Análise Curva ABCExercício - Análise Curva ABC
Exercício - Análise Curva ABC
Faculdade Cidade Verde
 
Custos de Produção
Custos de ProduçãoCustos de Produção
Custos de Produção
Luciano Pires
 
Contabilidade de Custos - Classificação dos Custos - Parte 2
Contabilidade de Custos - Classificação dos Custos - Parte 2Contabilidade de Custos - Classificação dos Custos - Parte 2
Contabilidade de Custos - Classificação dos Custos - Parte 2
Diego Lopes
 
Contabilidade de gestao
Contabilidade de gestaoContabilidade de gestao
Contabilidade de gestao
Universidade Pedagogica
 
A Importância da Gestão Financeira nas Empresas
A Importância da Gestão Financeira nas EmpresasA Importância da Gestão Financeira nas Empresas
A Importância da Gestão Financeira nas Empresas
Conselho Regional de Administração de São Paulo
 
Resolução das questões de dre
Resolução das questões de dreResolução das questões de dre
Resolução das questões de dre
simuladocontabil
 
Avliavalicao de estoques
Avliavalicao de estoquesAvliavalicao de estoques
Avliavalicao de estoques
Dma Cursos
 
Aula de introdução a curva abc
Aula de introdução a curva abcAula de introdução a curva abc
Aula de introdução a curva abc
Moises Ribeiro
 
Custos metodos de custeio
Custos metodos de custeioCustos metodos de custeio
Custos metodos de custeio
custos contabil
 
gestão de estoques
gestão de estoquesgestão de estoques
gestão de estoques
Walter Moraes
 
Capitulo 3 sistemas de custos
Capitulo 3   sistemas de custosCapitulo 3   sistemas de custos
Capitulo 3 sistemas de custos
Daniel Moura
 
Análise Custo-Volume-Resultado
Análise Custo-Volume-ResultadoAnálise Custo-Volume-Resultado
Análise Custo-Volume-Resultado
Paulino Silva
 
Respostas Mankiw - Capítulo 23 (superior)
Respostas Mankiw - Capítulo 23 (superior)Respostas Mankiw - Capítulo 23 (superior)
Respostas Mankiw - Capítulo 23 (superior)
Luciano Pires
 
Capitulo 2 conceitos básicos de custos
Capitulo 2   conceitos básicos de custosCapitulo 2   conceitos básicos de custos
Capitulo 2 conceitos básicos de custos
Daniel Moura
 
Respostas mankiw - capítulo 6 (superior)
Respostas mankiw  - capítulo 6 (superior)Respostas mankiw  - capítulo 6 (superior)
Respostas mankiw - capítulo 6 (superior)
Luciano Pires
 
Ponto de equilíbrio custos industriais
Ponto de equilíbrio custos industriaisPonto de equilíbrio custos industriais
Ponto de equilíbrio custos industriais
Felipe Willians
 
Exercicios resolvidos contabilidade aula 12
Exercicios resolvidos contabilidade   aula 12Exercicios resolvidos contabilidade   aula 12
Exercicios resolvidos contabilidade aula 12
cathedracontabil
 
Fatores de produção
Fatores de produçãoFatores de produção
Fatores de produção
turma10ig
 
Adm capital de giro - questões com respostas
Adm capital de giro - questões com respostasAdm capital de giro - questões com respostas
Adm capital de giro - questões com respostas
Leandro Trelesse Vieira
 
Elasticidade e suas aplicações
Elasticidade e suas aplicaçõesElasticidade e suas aplicações
Elasticidade e suas aplicações
Luciano Pires
 

Mais procurados (20)

Exercício - Análise Curva ABC
Exercício - Análise Curva ABCExercício - Análise Curva ABC
Exercício - Análise Curva ABC
 
Custos de Produção
Custos de ProduçãoCustos de Produção
Custos de Produção
 
Contabilidade de Custos - Classificação dos Custos - Parte 2
Contabilidade de Custos - Classificação dos Custos - Parte 2Contabilidade de Custos - Classificação dos Custos - Parte 2
Contabilidade de Custos - Classificação dos Custos - Parte 2
 
Contabilidade de gestao
Contabilidade de gestaoContabilidade de gestao
Contabilidade de gestao
 
A Importância da Gestão Financeira nas Empresas
A Importância da Gestão Financeira nas EmpresasA Importância da Gestão Financeira nas Empresas
A Importância da Gestão Financeira nas Empresas
 
Resolução das questões de dre
Resolução das questões de dreResolução das questões de dre
Resolução das questões de dre
 
Avliavalicao de estoques
Avliavalicao de estoquesAvliavalicao de estoques
Avliavalicao de estoques
 
Aula de introdução a curva abc
Aula de introdução a curva abcAula de introdução a curva abc
Aula de introdução a curva abc
 
Custos metodos de custeio
Custos metodos de custeioCustos metodos de custeio
Custos metodos de custeio
 
gestão de estoques
gestão de estoquesgestão de estoques
gestão de estoques
 
Capitulo 3 sistemas de custos
Capitulo 3   sistemas de custosCapitulo 3   sistemas de custos
Capitulo 3 sistemas de custos
 
Análise Custo-Volume-Resultado
Análise Custo-Volume-ResultadoAnálise Custo-Volume-Resultado
Análise Custo-Volume-Resultado
 
Respostas Mankiw - Capítulo 23 (superior)
Respostas Mankiw - Capítulo 23 (superior)Respostas Mankiw - Capítulo 23 (superior)
Respostas Mankiw - Capítulo 23 (superior)
 
Capitulo 2 conceitos básicos de custos
Capitulo 2   conceitos básicos de custosCapitulo 2   conceitos básicos de custos
Capitulo 2 conceitos básicos de custos
 
Respostas mankiw - capítulo 6 (superior)
Respostas mankiw  - capítulo 6 (superior)Respostas mankiw  - capítulo 6 (superior)
Respostas mankiw - capítulo 6 (superior)
 
Ponto de equilíbrio custos industriais
Ponto de equilíbrio custos industriaisPonto de equilíbrio custos industriais
Ponto de equilíbrio custos industriais
 
Exercicios resolvidos contabilidade aula 12
Exercicios resolvidos contabilidade   aula 12Exercicios resolvidos contabilidade   aula 12
Exercicios resolvidos contabilidade aula 12
 
Fatores de produção
Fatores de produçãoFatores de produção
Fatores de produção
 
Adm capital de giro - questões com respostas
Adm capital de giro - questões com respostasAdm capital de giro - questões com respostas
Adm capital de giro - questões com respostas
 
Elasticidade e suas aplicações
Elasticidade e suas aplicaçõesElasticidade e suas aplicações
Elasticidade e suas aplicações
 

Semelhante a Custeio por processos

Unidade v contabilidade de custos
Unidade v   contabilidade de custosUnidade v   contabilidade de custos
Unidade v contabilidade de custos
custos contabil
 
Custo produção
Custo produçãoCusto produção
Custo produção
Bruna Madeira
 
PROBLEMAS ESPECIAIS DA PRODUÇÃO CONTÍNUA.ppt
PROBLEMAS ESPECIAIS DA PRODUÇÃO CONTÍNUA.pptPROBLEMAS ESPECIAIS DA PRODUÇÃO CONTÍNUA.ppt
PROBLEMAS ESPECIAIS DA PRODUÇÃO CONTÍNUA.ppt
Valdir Conceição
 
Unidade 1 custo
Unidade 1 custoUnidade 1 custo
Unidade 1 custo
custos contabil
 
Administração de custos aula 02
Administração de custos   aula 02Administração de custos   aula 02
Administração de custos aula 02
D S Correia Silva
 
Classifique os custos 06
Classifique os custos 06Classifique os custos 06
Classifique os custos 06
zeramento contabil
 
Contabilidade custos intro contabilidade custos
Contabilidade custos intro contabilidade custosContabilidade custos intro contabilidade custos
Contabilidade custos intro contabilidade custos
custos contabil
 
departamentalização
 departamentalização departamentalização
departamentalização
Apolinário Holanda
 
Apuramento de custo de produto
Apuramento de custo de produtoApuramento de custo de produto
Apuramento de custo de produto
Universidade Pedagogica
 
Contabilidade custos introducao a contabilidade de custos
Contabilidade custos introducao a contabilidade de custosContabilidade custos introducao a contabilidade de custos
Contabilidade custos introducao a contabilidade de custos
custos contabil
 
Unidade viii estrutura do custo de um produto
Unidade viii   estrutura do custo de um produtoUnidade viii   estrutura do custo de um produto
Unidade viii estrutura do custo de um produto
custos contabil
 
Apuramento do custo de produto (ggf)
Apuramento do custo de produto (ggf)Apuramento do custo de produto (ggf)
Apuramento do custo de produto (ggf)
Universidade Pedagogica
 
Gestao estoques mestrado
Gestao estoques mestradoGestao estoques mestrado
Gestao estoques mestrado
HelenJully
 
Gestao estoques apresentação
Gestao estoques apresentaçãoGestao estoques apresentação
Gestao estoques apresentação
Charles Rebouças
 
Gestao estoques mestrado
Gestao estoques mestradoGestao estoques mestrado
Gestao estoques mestrado
CleysonCamargo
 
Cco aula04 custos
Cco aula04 custosCco aula04 custos
Cco aula04 custos
albumina
 
SISTEMAS DE CUSTEIO.pptx
SISTEMAS DE CUSTEIO.pptxSISTEMAS DE CUSTEIO.pptx
SISTEMAS DE CUSTEIO.pptx
JefersonCarvalho49
 
Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 5 e 6
Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 5 e 6Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 5 e 6
Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 5 e 6
Wandick Rocha de Aquino
 
Custos na pequena industria
Custos na pequena industriaCustos na pequena industria
Custos na pequena industria
claudio moreno
 
Introdução
IntroduçãoIntrodução
Introdução
William Rodrigues
 

Semelhante a Custeio por processos (20)

Unidade v contabilidade de custos
Unidade v   contabilidade de custosUnidade v   contabilidade de custos
Unidade v contabilidade de custos
 
Custo produção
Custo produçãoCusto produção
Custo produção
 
PROBLEMAS ESPECIAIS DA PRODUÇÃO CONTÍNUA.ppt
PROBLEMAS ESPECIAIS DA PRODUÇÃO CONTÍNUA.pptPROBLEMAS ESPECIAIS DA PRODUÇÃO CONTÍNUA.ppt
PROBLEMAS ESPECIAIS DA PRODUÇÃO CONTÍNUA.ppt
 
Unidade 1 custo
Unidade 1 custoUnidade 1 custo
Unidade 1 custo
 
Administração de custos aula 02
Administração de custos   aula 02Administração de custos   aula 02
Administração de custos aula 02
 
Classifique os custos 06
Classifique os custos 06Classifique os custos 06
Classifique os custos 06
 
Contabilidade custos intro contabilidade custos
Contabilidade custos intro contabilidade custosContabilidade custos intro contabilidade custos
Contabilidade custos intro contabilidade custos
 
departamentalização
 departamentalização departamentalização
departamentalização
 
Apuramento de custo de produto
Apuramento de custo de produtoApuramento de custo de produto
Apuramento de custo de produto
 
Contabilidade custos introducao a contabilidade de custos
Contabilidade custos introducao a contabilidade de custosContabilidade custos introducao a contabilidade de custos
Contabilidade custos introducao a contabilidade de custos
 
Unidade viii estrutura do custo de um produto
Unidade viii   estrutura do custo de um produtoUnidade viii   estrutura do custo de um produto
Unidade viii estrutura do custo de um produto
 
Apuramento do custo de produto (ggf)
Apuramento do custo de produto (ggf)Apuramento do custo de produto (ggf)
Apuramento do custo de produto (ggf)
 
Gestao estoques mestrado
Gestao estoques mestradoGestao estoques mestrado
Gestao estoques mestrado
 
Gestao estoques apresentação
Gestao estoques apresentaçãoGestao estoques apresentação
Gestao estoques apresentação
 
Gestao estoques mestrado
Gestao estoques mestradoGestao estoques mestrado
Gestao estoques mestrado
 
Cco aula04 custos
Cco aula04 custosCco aula04 custos
Cco aula04 custos
 
SISTEMAS DE CUSTEIO.pptx
SISTEMAS DE CUSTEIO.pptxSISTEMAS DE CUSTEIO.pptx
SISTEMAS DE CUSTEIO.pptx
 
Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 5 e 6
Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 5 e 6Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 5 e 6
Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 5 e 6
 
Custos na pequena industria
Custos na pequena industriaCustos na pequena industria
Custos na pequena industria
 
Introdução
IntroduçãoIntrodução
Introdução
 

Custeio por processos

  • 2. Profa. Leonice Oliveira Sistemas de Acumulação deSistemas de Acumulação de CustosCustos  Consistem na forma como os custos sãoConsistem na forma como os custos são acumulados e apropriados aos produtosacumulados e apropriados aos produtos  Referem-se aos mecanismos utilizadosReferem-se aos mecanismos utilizados nas sucessivas transferências de valoresnas sucessivas transferências de valores aos produtosaos produtos  Sistemas básicos:Sistemas básicos: – Custeio por Processos - homogeneidadeCusteio por Processos - homogeneidade – Custeio por Ordem de Produção - encomendaCusteio por Ordem de Produção - encomenda
  • 3. Profa. Leonice Oliveira Por Ordem x Por ProcessoPor Ordem x Por Processo Característica Analisada Produção por Ordem Específica Produção por Processo Desenvolvimento do produto Especificação do cliente Especificação do fabricante Contratação do fornecimento Seleção subjetiva (concorrência) Seleção objetiva (amostra) Produção Limitada pelo cliente Planejada pelo fabricante Dimensão da produção Número de peças contratadas Número de peças do período Mercado Poucos compradores Muitos compradores Vendas Procura do cliente Procura do cliente ou oferta do fabricante Produto Sob medida Seriado Necessidade do produto Específica do cliente Global do mercado Local de produção Na fábrica ou no campo Na fábrica Estoque de matéria prima Temporário e específico Permanente, geral para vários produtos Estoque de produtos Indesejável Necessário Prazos de produção Geralmente, médios ou longos Geralmente, curtos
  • 4. Profa. Leonice Oliveira Por Ordem x Por ProcessoPor Ordem x Por Processo Característica Analisada Produção por Ordem Específica Produção por Processo Acumulação dos custos MAT, MOD e CIF por ordem de produção Por departamento e, em seguida, aos produtos Apuração dos custos unitários Custo específico por ordem de produção ou lote de produtos Custo médio por unidade produzida no período Requisição de materiais Indica-se o número de ordem de produção Indica-se o departamento e/ou código do produto Período de apuração dos custos finais Início e término da produção ou abertura e fechamento da ordem de produção Início e término do período contábil Custo unitário Subsídio para preços em atividades futuras Compara custo médio em diferentes períodos para conhecer as causas das variações Forma de custeamento Predeterminada ou real Padrão ou real Racionalização no tempo Menor Maior
  • 5. Profa. Leonice Oliveira Custos por ProcessoCustos por Processo  Os custos são inicialmente classificados por tipo deOs custos são inicialmente classificados por tipo de gasto (natureza contábil) e depois compilados porgasto (natureza contábil) e depois compilados por processos específicos. Posteriormente, todos osprocessos específicos. Posteriormente, todos os custos são distribuídos às unidades produzidas, porcustos são distribuídos às unidades produzidas, por meio dos processos específicos.meio dos processos específicos.  Deve procurar refletir todo o processo físico daDeve procurar refletir todo o processo físico da produção, criando centros de custos. Os números sãoprodução, criando centros de custos. Os números são posteriormente transferidos de um centro para oposteriormente transferidos de um centro para o seguinte, do mesmo modo como a produção transfereseguinte, do mesmo modo como a produção transfere o produto fisicamente para outra fase.o produto fisicamente para outra fase.  O estoque de produtos em processo é igual a somaO estoque de produtos em processo é igual a soma dos vários processos produtivos.dos vários processos produtivos.
  • 6. Profa. Leonice Oliveira Produção EquivalenteProdução Equivalente  No controle de custos por processos, umaNo controle de custos por processos, uma tarefa rotineira consiste na avaliação dostarefa rotineira consiste na avaliação dos estoques dos produtos que continuam emestoques dos produtos que continuam em processo, já tendo sido parcialmenteprocesso, já tendo sido parcialmente manufaturada e recebida parte dos gastosmanufaturada e recebida parte dos gastos associados a materiais diretos, mão-de-associados a materiais diretos, mão-de- obra direta ou custos indiretos deobra direta ou custos indiretos de fabricação.fabricação.
  • 7. Profa. Leonice Oliveira Produção EquivalenteProdução Equivalente  Nessas situações, torna-se necessárioNessas situações, torna-se necessário estimar o percentual de completude dosestimar o percentual de completude dos itens em processo e, com base nesseitens em processo e, com base nesse percentual, pode-se determinar apercentual, pode-se determinar a produção equivalente.produção equivalente.
  • 8. Profa. Leonice Oliveira Exemplo 1Exemplo 1  No início de maio/2001, os estoques iniciais deNo início de maio/2001, os estoques iniciais de produtos em processo e produtos elaborados daprodutos em processo e produtos elaborados da Fábrica X eram nulos. Neste mês, o setor deFábrica X eram nulos. Neste mês, o setor de produção incorporou no processo produtivoprodução incorporou no processo produtivo $50.000,00 em materiais, $60.000,00 com MOD e$50.000,00 em materiais, $60.000,00 com MOD e $80.000,00 em CIFs. Ao longo do mês foram$80.000,00 em CIFs. Ao longo do mês foram completadas e transferidas para o estoque decompletadas e transferidas para o estoque de produtos acabados 3.000 unidades. Permaneceramprodutos acabados 3.000 unidades. Permaneceram em produção 4.000 unidades, completadas em cercaem produção 4.000 unidades, completadas em cerca de 50% no que tange ao emprego de todos os custos.de 50% no que tange ao emprego de todos os custos. Estime o custo de cada produto fabricado e oEstime o custo de cada produto fabricado e o valor dos estoques ao final do mês.valor dos estoques ao final do mês.
  • 9. Profa. Leonice Oliveira Produção EquivalenteProdução Equivalente  Quando os estágios de elaboração dosQuando os estágios de elaboração dos produtos em processo diferem quanto àprodutos em processo diferem quanto à utilização dos insumos, isto é, quando osutilização dos insumos, isto é, quando os percentuais de utilização de materiaispercentuais de utilização de materiais diretos, MOD e CIF são diferentes, adiretos, MOD e CIF são diferentes, a ponderação e o cálculo da produçãoponderação e o cálculo da produção equivalente devem ser feitosequivalente devem ser feitos individualmente para cada insumo.individualmente para cada insumo.
  • 10. Profa. Leonice Oliveira Exemplo 2Exemplo 2  Se, no exemplo anterior, a produção emSe, no exemplo anterior, a produção em andamento das 4.000 unidadesandamento das 4.000 unidades estivessem completas em cerca de 80%estivessem completas em cerca de 80% do uso de materiais diretos, 40% emdo uso de materiais diretos, 40% em relação ao emprego de MOD e 60% emrelação ao emprego de MOD e 60% em relação aos CIFs, qual seria os valoresrelação aos CIFs, qual seria os valores dos estoques?dos estoques?