SlideShare uma empresa Scribd logo
Criação de Deus

E o trabalho do
homem
Repensar atitudes e decisões

Deus quer, o homem sonha a obra nasce
Deus quis que a Terra fosse toda uma.
Que o mar unisse, Não separasse.
Sangrou-te e foste Desvendando a espuma.
E a obra branca foi de Ilha em continente
Clareou correndo, até o Fim do mundo.
E viu-se a Terra Inteira de repente
Surgir redonda do azul profundo.
Fernando
Pessoa
 Reino Mineral = atração
 Reino Vegetal = sensação
 Reino Animal = instinto
 Reino Hominal = livre-arbítrio

pensamento contínuo
razão/sentimento
Criação de deus
“A percepção do
desconhecido é a mais
fascinante das experiências.
O homem que não tem os
olhos abertos para o
misterioso passará pela vida
sem ver nada”.






A verdade para Agostinho vem diretamente de Deus,
pois este criou todas as coisas, e Agostinho entende que
o homem só pode entender a verdade unindo a fé e a
razão.
E sendo o homem uma criatura e não sendo parte da
mesma essência de Deus, só pode entendê-lo através da
iluminação divina.
Sendo o homem parte de Deus só pode entender a
verdade divina se tiver o contato e a experiência da fé
juntamente com a razão, pois a verdade absoluta
pertence somente a Deus.


A verdade está no interior do homem. “Não
queiras sair para fora; é no interior do homem
que habita a verdade”. E há verdades
constantes, inalteráveis, para sempre. Dois
mais dois serão sempre quatro. Santo
Agostinho tenta esclarecer de onde pode vir
essa verdade. Não das sensações, diz, porque
essas são e não são, são mutáveis, efêmeras.
Tampouco do espírito humano, que, por
profundo que seja, é limitado. Essas verdades
eternas só podem ter por autor Aquele que é
eterno: Deus.


São reflexos da verdade eterna, que nos
ilumina e nos permite ver. Nisso consiste o
que depois ficou conhecido como “doutrina da
iluminação”; porém, desde já é preciso dizer
que Santo Agostinho não a apresenta nunca
como uma “teoria”, mas como uma
comprovação. Já no final da sua vida, diz nas
Retractationes que o homem tem em si,
enquanto é capaz, “a luz da razão eterna, na
qual vê as verdades imutáveis”.
A BUSCA DE DEUS


Em Santo Agostinho, não existem provas formais para
demonstrar a existência de Deus. Ainda que toda a sua
obra seja uma espécie de itinerário em direção a Deus.
Tudo fala de Deus; basta abrir os olhos. Ele é intimior
intimo meo, mais íntimo ao homem que a própria
intimidade humana. As coisas falam-nos todo o tempo de
Deus. Perguntamos-lhes: “Sois Deus?” E respondem:
“Não, fomos feitas. Continua a buscar”. De forma retórica
– retórica de grande qualidade –, encontramos aí a prova
da existência de Deus pela contingência das realidades
humanas. A mutabilidade exige o imutável; os graus de
perfeição exigem o Ser perfeito.


Deus é Aquele que é; as coisas são criadas.
Deus é quem lhes deu o ser. Por quê? Por
pura bondade. “Porque Deus é bom, somos.”
A razão da criação é a bondade de Deus.
Deus não pode ter, no seu querer, outro fim
que não o seu próprio ser. Só em relação a si
mesmo pode querer mais. A criação é gratuita.
Não há nada preexistente. Santo Agostinho
acaba com as dúvidas de Orígenes e com o
universo grego, eterno.
Criação de deus
Compreender e evoluir...

Em todo instante, confio em Deus.No que faço, penso em
Deus.Com quem vivo, amo a Deus.Por onde sigo, sigo com
Deus.No que acontece, Deus faz o melhor.Tudo o que tenho, é
bênção de Deus.”Emmanuel (Ação e Caminho – Chico Xavier)

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Atributos de Deus
Atributos de DeusAtributos de Deus
Atributos de Deus
Angelo Baptista
 
01 deus
01 deus01 deus
A Existência de Deus na Codificação
A Existência de Deus na CodificaçãoA Existência de Deus na Codificação
A Existência de Deus na Codificação
igmateus
 
Aula 3 as cinco vias
Aula 3 as cinco viasAula 3 as cinco vias
Aula 3 as cinco vias
Uilian Oliveira
 
080806 le-parte i-cap.1-de deus
080806 le-parte i-cap.1-de deus080806 le-parte i-cap.1-de deus
080806 le-parte i-cap.1-de deus
Carlos Alberto Freire De Souza
 
Provas da existência deus
Provas da existência deusProvas da existência deus
Provas da existência deus
Denise Aguiar
 
Livro dos Espíritos, Capítulo 1 - Provas da Existência de Deus
Livro dos Espíritos, Capítulo 1 - Provas da Existência de DeusLivro dos Espíritos, Capítulo 1 - Provas da Existência de Deus
Livro dos Espíritos, Capítulo 1 - Provas da Existência de Deus
Mario Emilio do Amaral Coelho
 
Roteiro 3 atributos da divindade
Roteiro 3   atributos da divindadeRoteiro 3   atributos da divindade
Roteiro 3 atributos da divindade
Bruno Cechinel Filho
 
Atributos da Divindade - Instituto Espírita de Educação
Atributos da Divindade - Instituto Espírita de EducaçãoAtributos da Divindade - Instituto Espírita de Educação
Atributos da Divindade - Instituto Espírita de Educação
Instituto Espírita de Educação
 
Atributos da divindade
Atributos da divindadeAtributos da divindade
Atributos da divindade
Denise Aguiar
 
Flores obras divinas da natureza pietro ubaldi
Flores obras divinas  da natureza   pietro ubaldiFlores obras divinas  da natureza   pietro ubaldi
Flores obras divinas da natureza pietro ubaldi
jmeirelles
 
O que é Deus? - 2a parte
O que é Deus? - 2a parteO que é Deus? - 2a parte
O que é Deus? - 2a parte
grupodepaisceb
 
O Deus de cada um de nós
O Deus de cada um de nósO Deus de cada um de nós
O Deus de cada um de nós
Ricardo Azevedo
 
Módulo III - Aula II - Mansão Espírita
Módulo III - Aula II - Mansão EspíritaMódulo III - Aula II - Mansão Espírita
Módulo III - Aula II - Mansão Espírita
brunoquadros
 
Tomás de aquino e as 5 vias victor a a pereira
Tomás de aquino e as 5 vias   victor a a pereiraTomás de aquino e as 5 vias   victor a a pereira
Tomás de aquino e as 5 vias victor a a pereira
Victor468156
 
O que é Deus?
O que é Deus?O que é Deus?
O que é Deus?
grupodepaisceb
 
A SOBERANIA DE DEUS
A SOBERANIA DE DEUSA SOBERANIA DE DEUS
A SOBERANIA DE DEUS
Enerliz
 
AS PROVAS ANTROPOLÓGICAS DA EXISTÊNCIA DE DEUS
AS PROVAS ANTROPOLÓGICAS DA EXISTÊNCIA DE DEUSAS PROVAS ANTROPOLÓGICAS DA EXISTÊNCIA DE DEUS
AS PROVAS ANTROPOLÓGICAS DA EXISTÊNCIA DE DEUS
Oswaldo Michaelano
 
O que é a vontade de deus
O que é a vontade de deusO que é a vontade de deus
O que é a vontade de deus
antonio ferreira
 
Deus, o homem e o universo!
Deus, o homem e o universo!Deus, o homem e o universo!
Deus, o homem e o universo!
Leonardo Pereira
 

Mais procurados (20)

Atributos de Deus
Atributos de DeusAtributos de Deus
Atributos de Deus
 
01 deus
01 deus01 deus
01 deus
 
A Existência de Deus na Codificação
A Existência de Deus na CodificaçãoA Existência de Deus na Codificação
A Existência de Deus na Codificação
 
Aula 3 as cinco vias
Aula 3 as cinco viasAula 3 as cinco vias
Aula 3 as cinco vias
 
080806 le-parte i-cap.1-de deus
080806 le-parte i-cap.1-de deus080806 le-parte i-cap.1-de deus
080806 le-parte i-cap.1-de deus
 
Provas da existência deus
Provas da existência deusProvas da existência deus
Provas da existência deus
 
Livro dos Espíritos, Capítulo 1 - Provas da Existência de Deus
Livro dos Espíritos, Capítulo 1 - Provas da Existência de DeusLivro dos Espíritos, Capítulo 1 - Provas da Existência de Deus
Livro dos Espíritos, Capítulo 1 - Provas da Existência de Deus
 
Roteiro 3 atributos da divindade
Roteiro 3   atributos da divindadeRoteiro 3   atributos da divindade
Roteiro 3 atributos da divindade
 
Atributos da Divindade - Instituto Espírita de Educação
Atributos da Divindade - Instituto Espírita de EducaçãoAtributos da Divindade - Instituto Espírita de Educação
Atributos da Divindade - Instituto Espírita de Educação
 
Atributos da divindade
Atributos da divindadeAtributos da divindade
Atributos da divindade
 
Flores obras divinas da natureza pietro ubaldi
Flores obras divinas  da natureza   pietro ubaldiFlores obras divinas  da natureza   pietro ubaldi
Flores obras divinas da natureza pietro ubaldi
 
O que é Deus? - 2a parte
O que é Deus? - 2a parteO que é Deus? - 2a parte
O que é Deus? - 2a parte
 
O Deus de cada um de nós
O Deus de cada um de nósO Deus de cada um de nós
O Deus de cada um de nós
 
Módulo III - Aula II - Mansão Espírita
Módulo III - Aula II - Mansão EspíritaMódulo III - Aula II - Mansão Espírita
Módulo III - Aula II - Mansão Espírita
 
Tomás de aquino e as 5 vias victor a a pereira
Tomás de aquino e as 5 vias   victor a a pereiraTomás de aquino e as 5 vias   victor a a pereira
Tomás de aquino e as 5 vias victor a a pereira
 
O que é Deus?
O que é Deus?O que é Deus?
O que é Deus?
 
A SOBERANIA DE DEUS
A SOBERANIA DE DEUSA SOBERANIA DE DEUS
A SOBERANIA DE DEUS
 
AS PROVAS ANTROPOLÓGICAS DA EXISTÊNCIA DE DEUS
AS PROVAS ANTROPOLÓGICAS DA EXISTÊNCIA DE DEUSAS PROVAS ANTROPOLÓGICAS DA EXISTÊNCIA DE DEUS
AS PROVAS ANTROPOLÓGICAS DA EXISTÊNCIA DE DEUS
 
O que é a vontade de deus
O que é a vontade de deusO que é a vontade de deus
O que é a vontade de deus
 
Deus, o homem e o universo!
Deus, o homem e o universo!Deus, o homem e o universo!
Deus, o homem e o universo!
 

Semelhante a Criação de deus

Parte 1 - Das Causa Primarias
Parte 1 - Das Causa PrimariasParte 1 - Das Causa Primarias
Parte 1 - Das Causa Primarias
Patricia Farias
 
Deus
DeusDeus
E. MÉDIO 1 MANHÃ FILOSOFIA 20 06 2023 SANTO AGOSTINHO A TEORIA DA ILUMINAÇÃO ...
E. MÉDIO 1 MANHÃ FILOSOFIA 20 06 2023 SANTO AGOSTINHO A TEORIA DA ILUMINAÇÃO ...E. MÉDIO 1 MANHÃ FILOSOFIA 20 06 2023 SANTO AGOSTINHO A TEORIA DA ILUMINAÇÃO ...
E. MÉDIO 1 MANHÃ FILOSOFIA 20 06 2023 SANTO AGOSTINHO A TEORIA DA ILUMINAÇÃO ...
MargleyssonMargleyss
 
01b paroquia imaculada
01b paroquia imaculada01b paroquia imaculada
01b paroquia imaculada
Juliana Felisberto Cardoso Silva
 
Flores Obras Divinas da Natureza I
Flores Obras Divinas da Natureza IFlores Obras Divinas da Natureza I
Flores Obras Divinas da Natureza I
jmeirelles
 
Flores Obras Divinas Da Natureza
Flores Obras Divinas Da NaturezaFlores Obras Divinas Da Natureza
Flores Obras Divinas Da Natureza
Patrícia Zahar
 
MATERIAL DE APOIO - E-BOOK - CURSO TEOLOGIA DA BÍBLIA
MATERIAL DE APOIO - E-BOOK - CURSO TEOLOGIA DA BÍBLIAMATERIAL DE APOIO - E-BOOK - CURSO TEOLOGIA DA BÍBLIA
MATERIAL DE APOIO - E-BOOK - CURSO TEOLOGIA DA BÍBLIA
Insituto Propósitos de Ensino
 
A_DOUTRINA_DE_DEUS_apostila.docx
A_DOUTRINA_DE_DEUS_apostila.docxA_DOUTRINA_DE_DEUS_apostila.docx
A_DOUTRINA_DE_DEUS_apostila.docx
DivinoHenriqueSantan
 
A_DOUTRINA_DE_DEUS_apostila.pdf
A_DOUTRINA_DE_DEUS_apostila.pdfA_DOUTRINA_DE_DEUS_apostila.pdf
A_DOUTRINA_DE_DEUS_apostila.pdf
DivinoHenriqueSantan
 
18 ist - a vida cristã - antropologia teologica
18   ist - a vida cristã - antropologia teologica18   ist - a vida cristã - antropologia teologica
18 ist - a vida cristã - antropologia teologica
Léo Mendonça
 
Flores obras-divinas-da-natureza-textos-de-pietro-ubaldi-1195558611758221-5
Flores obras-divinas-da-natureza-textos-de-pietro-ubaldi-1195558611758221-5Flores obras-divinas-da-natureza-textos-de-pietro-ubaldi-1195558611758221-5
Flores obras-divinas-da-natureza-textos-de-pietro-ubaldi-1195558611758221-5
fsdmarconato
 
Agostinho
AgostinhoAgostinho
Agostinho
celio correa
 
Flores Obras Divinas Da Natureza Pietro Ubaldi
Flores Obras Divinas  Da Natureza   Pietro UbaldiFlores Obras Divinas  Da Natureza   Pietro Ubaldi
Flores Obras Divinas Da Natureza Pietro Ubaldi
guest524d4a
 
Flores - Obras Divinas da Natureza Pietro Ubaldi
Flores - Obras Divinas  da Natureza   Pietro UbaldiFlores - Obras Divinas  da Natureza   Pietro Ubaldi
Flores - Obras Divinas da Natureza Pietro Ubaldi
guest524d4a
 
Flores - Obras Divinas da Natureza. Textos de Pietro Ubaldi
Flores - Obras Divinas da Natureza. Textos de   Pietro UbaldiFlores - Obras Divinas da Natureza. Textos de   Pietro Ubaldi
Flores - Obras Divinas da Natureza. Textos de Pietro Ubaldi
guest524d4a
 
Flores Obras Divinas da Natureza - Textos de Pietro Ubaldi
Flores Obras Divinas  da  Natureza - Textos de     Pietro  UbaldiFlores Obras Divinas  da  Natureza - Textos de     Pietro  Ubaldi
Flores Obras Divinas da Natureza - Textos de Pietro Ubaldi
guest524d4a
 
Flores - Obras Divinas da Natureza - Textos de Pietro Ubaldi
Flores -  Obras Divinas  da Natureza - Textos de  Pietro UbaldiFlores -  Obras Divinas  da Natureza - Textos de  Pietro Ubaldi
Flores - Obras Divinas da Natureza - Textos de Pietro Ubaldi
guest524d4a
 
Flores Obras Divinas Da Natureza Pietro Ubaldi
Flores Obras Divinas  Da Natureza   Pietro UbaldiFlores Obras Divinas  Da Natureza   Pietro Ubaldi
Flores Obras Divinas Da Natureza Pietro Ubaldi
guest524d4a
 
Flores Obras Divinas Da Natureza - Texto de Pietro Ubaldi
Flores Obras Divinas  Da Natureza - Texto de    Pietro UbaldiFlores Obras Divinas  Da Natureza - Texto de    Pietro Ubaldi
Flores Obras Divinas Da Natureza - Texto de Pietro Ubaldi
guest524d4a
 
Lição 3 - Único Deus Transcendente e Eterno
Lição 3 - Único Deus Transcendente e Eterno Lição 3 - Único Deus Transcendente e Eterno
Lição 3 - Único Deus Transcendente e Eterno
Éder Tomé
 

Semelhante a Criação de deus (20)

Parte 1 - Das Causa Primarias
Parte 1 - Das Causa PrimariasParte 1 - Das Causa Primarias
Parte 1 - Das Causa Primarias
 
Deus
DeusDeus
Deus
 
E. MÉDIO 1 MANHÃ FILOSOFIA 20 06 2023 SANTO AGOSTINHO A TEORIA DA ILUMINAÇÃO ...
E. MÉDIO 1 MANHÃ FILOSOFIA 20 06 2023 SANTO AGOSTINHO A TEORIA DA ILUMINAÇÃO ...E. MÉDIO 1 MANHÃ FILOSOFIA 20 06 2023 SANTO AGOSTINHO A TEORIA DA ILUMINAÇÃO ...
E. MÉDIO 1 MANHÃ FILOSOFIA 20 06 2023 SANTO AGOSTINHO A TEORIA DA ILUMINAÇÃO ...
 
01b paroquia imaculada
01b paroquia imaculada01b paroquia imaculada
01b paroquia imaculada
 
Flores Obras Divinas da Natureza I
Flores Obras Divinas da Natureza IFlores Obras Divinas da Natureza I
Flores Obras Divinas da Natureza I
 
Flores Obras Divinas Da Natureza
Flores Obras Divinas Da NaturezaFlores Obras Divinas Da Natureza
Flores Obras Divinas Da Natureza
 
MATERIAL DE APOIO - E-BOOK - CURSO TEOLOGIA DA BÍBLIA
MATERIAL DE APOIO - E-BOOK - CURSO TEOLOGIA DA BÍBLIAMATERIAL DE APOIO - E-BOOK - CURSO TEOLOGIA DA BÍBLIA
MATERIAL DE APOIO - E-BOOK - CURSO TEOLOGIA DA BÍBLIA
 
A_DOUTRINA_DE_DEUS_apostila.docx
A_DOUTRINA_DE_DEUS_apostila.docxA_DOUTRINA_DE_DEUS_apostila.docx
A_DOUTRINA_DE_DEUS_apostila.docx
 
A_DOUTRINA_DE_DEUS_apostila.pdf
A_DOUTRINA_DE_DEUS_apostila.pdfA_DOUTRINA_DE_DEUS_apostila.pdf
A_DOUTRINA_DE_DEUS_apostila.pdf
 
18 ist - a vida cristã - antropologia teologica
18   ist - a vida cristã - antropologia teologica18   ist - a vida cristã - antropologia teologica
18 ist - a vida cristã - antropologia teologica
 
Flores obras-divinas-da-natureza-textos-de-pietro-ubaldi-1195558611758221-5
Flores obras-divinas-da-natureza-textos-de-pietro-ubaldi-1195558611758221-5Flores obras-divinas-da-natureza-textos-de-pietro-ubaldi-1195558611758221-5
Flores obras-divinas-da-natureza-textos-de-pietro-ubaldi-1195558611758221-5
 
Agostinho
AgostinhoAgostinho
Agostinho
 
Flores Obras Divinas Da Natureza Pietro Ubaldi
Flores Obras Divinas  Da Natureza   Pietro UbaldiFlores Obras Divinas  Da Natureza   Pietro Ubaldi
Flores Obras Divinas Da Natureza Pietro Ubaldi
 
Flores - Obras Divinas da Natureza Pietro Ubaldi
Flores - Obras Divinas  da Natureza   Pietro UbaldiFlores - Obras Divinas  da Natureza   Pietro Ubaldi
Flores - Obras Divinas da Natureza Pietro Ubaldi
 
Flores - Obras Divinas da Natureza. Textos de Pietro Ubaldi
Flores - Obras Divinas da Natureza. Textos de   Pietro UbaldiFlores - Obras Divinas da Natureza. Textos de   Pietro Ubaldi
Flores - Obras Divinas da Natureza. Textos de Pietro Ubaldi
 
Flores Obras Divinas da Natureza - Textos de Pietro Ubaldi
Flores Obras Divinas  da  Natureza - Textos de     Pietro  UbaldiFlores Obras Divinas  da  Natureza - Textos de     Pietro  Ubaldi
Flores Obras Divinas da Natureza - Textos de Pietro Ubaldi
 
Flores - Obras Divinas da Natureza - Textos de Pietro Ubaldi
Flores -  Obras Divinas  da Natureza - Textos de  Pietro UbaldiFlores -  Obras Divinas  da Natureza - Textos de  Pietro Ubaldi
Flores - Obras Divinas da Natureza - Textos de Pietro Ubaldi
 
Flores Obras Divinas Da Natureza Pietro Ubaldi
Flores Obras Divinas  Da Natureza   Pietro UbaldiFlores Obras Divinas  Da Natureza   Pietro Ubaldi
Flores Obras Divinas Da Natureza Pietro Ubaldi
 
Flores Obras Divinas Da Natureza - Texto de Pietro Ubaldi
Flores Obras Divinas  Da Natureza - Texto de    Pietro UbaldiFlores Obras Divinas  Da Natureza - Texto de    Pietro Ubaldi
Flores Obras Divinas Da Natureza - Texto de Pietro Ubaldi
 
Lição 3 - Único Deus Transcendente e Eterno
Lição 3 - Único Deus Transcendente e Eterno Lição 3 - Único Deus Transcendente e Eterno
Lição 3 - Único Deus Transcendente e Eterno
 

Mais de Dalila Melo

é Difícil julgar os homens
é Difícil julgar os homensé Difícil julgar os homens
é Difícil julgar os homens
Dalila Melo
 
As criaturas existem e não existem
As criaturas existem e não existemAs criaturas existem e não existem
As criaturas existem e não existem
Dalila Melo
 
Confissões livro vi item iv
Confissões livro vi item ivConfissões livro vi item iv
Confissões livro vi item iv
Dalila Melo
 
Manifeste seu progresso
Manifeste seu progressoManifeste seu progresso
Manifeste seu progresso
Dalila Melo
 
Instruções a timóteo
Instruções a timóteoInstruções a timóteo
Instruções a timóteo
Dalila Melo
 
Psicologia da gratidão
Psicologia da gratidãoPsicologia da gratidão
Psicologia da gratidão
Dalila Melo
 
Literatura infantil espírita
Literatura infantil espíritaLiteratura infantil espírita
Literatura infantil espírita
Dalila Melo
 
1 coríntios 4
1 coríntios 41 coríntios 4
1 coríntios 4
Dalila Melo
 
A Casa espírita
A Casa espíritaA Casa espírita
A Casa espírita
Dalila Melo
 
Falatórios Vinha de Luz
Falatórios Vinha de LuzFalatórios Vinha de Luz
Falatórios Vinha de Luz
Dalila Melo
 
Caminhos da educação do espirito
Caminhos da educação do espiritoCaminhos da educação do espirito
Caminhos da educação do espirito
Dalila Melo
 
Educação do afeto
Educação do afetoEducação do afeto
Educação do afeto
Dalila Melo
 
Valor ação correta
Valor ação corretaValor ação correta
Valor ação correta
Dalila Melo
 
Rosas
RosasRosas
3 história da terra
3   história da terra3   história da terra
3 história da terra
Dalila Melo
 
Pensamento e vontade
Pensamento e vontadePensamento e vontade
Pensamento e vontade
Dalila Melo
 
A fé religiosa
A fé religiosaA fé religiosa
A fé religiosa
Dalila Melo
 
A piedade
A piedadeA piedade
A piedade
Dalila Melo
 
Ano novo
Ano novoAno novo
Ano novo
Dalila Melo
 
A verdade e a felicidade residem em deus
A verdade e a felicidade residem em deusA verdade e a felicidade residem em deus
A verdade e a felicidade residem em deus
Dalila Melo
 

Mais de Dalila Melo (20)

é Difícil julgar os homens
é Difícil julgar os homensé Difícil julgar os homens
é Difícil julgar os homens
 
As criaturas existem e não existem
As criaturas existem e não existemAs criaturas existem e não existem
As criaturas existem e não existem
 
Confissões livro vi item iv
Confissões livro vi item ivConfissões livro vi item iv
Confissões livro vi item iv
 
Manifeste seu progresso
Manifeste seu progressoManifeste seu progresso
Manifeste seu progresso
 
Instruções a timóteo
Instruções a timóteoInstruções a timóteo
Instruções a timóteo
 
Psicologia da gratidão
Psicologia da gratidãoPsicologia da gratidão
Psicologia da gratidão
 
Literatura infantil espírita
Literatura infantil espíritaLiteratura infantil espírita
Literatura infantil espírita
 
1 coríntios 4
1 coríntios 41 coríntios 4
1 coríntios 4
 
A Casa espírita
A Casa espíritaA Casa espírita
A Casa espírita
 
Falatórios Vinha de Luz
Falatórios Vinha de LuzFalatórios Vinha de Luz
Falatórios Vinha de Luz
 
Caminhos da educação do espirito
Caminhos da educação do espiritoCaminhos da educação do espirito
Caminhos da educação do espirito
 
Educação do afeto
Educação do afetoEducação do afeto
Educação do afeto
 
Valor ação correta
Valor ação corretaValor ação correta
Valor ação correta
 
Rosas
RosasRosas
Rosas
 
3 história da terra
3   história da terra3   história da terra
3 história da terra
 
Pensamento e vontade
Pensamento e vontadePensamento e vontade
Pensamento e vontade
 
A fé religiosa
A fé religiosaA fé religiosa
A fé religiosa
 
A piedade
A piedadeA piedade
A piedade
 
Ano novo
Ano novoAno novo
Ano novo
 
A verdade e a felicidade residem em deus
A verdade e a felicidade residem em deusA verdade e a felicidade residem em deus
A verdade e a felicidade residem em deus
 

Criação de deus

  • 1. Criação de Deus E o trabalho do homem
  • 2. Repensar atitudes e decisões Deus quer, o homem sonha a obra nasce Deus quis que a Terra fosse toda uma. Que o mar unisse, Não separasse. Sangrou-te e foste Desvendando a espuma. E a obra branca foi de Ilha em continente Clareou correndo, até o Fim do mundo. E viu-se a Terra Inteira de repente Surgir redonda do azul profundo. Fernando Pessoa
  • 3.  Reino Mineral = atração  Reino Vegetal = sensação  Reino Animal = instinto  Reino Hominal = livre-arbítrio pensamento contínuo razão/sentimento
  • 5. “A percepção do desconhecido é a mais fascinante das experiências. O homem que não tem os olhos abertos para o misterioso passará pela vida sem ver nada”.
  • 6.    A verdade para Agostinho vem diretamente de Deus, pois este criou todas as coisas, e Agostinho entende que o homem só pode entender a verdade unindo a fé e a razão. E sendo o homem uma criatura e não sendo parte da mesma essência de Deus, só pode entendê-lo através da iluminação divina. Sendo o homem parte de Deus só pode entender a verdade divina se tiver o contato e a experiência da fé juntamente com a razão, pois a verdade absoluta pertence somente a Deus.
  • 7.  A verdade está no interior do homem. “Não queiras sair para fora; é no interior do homem que habita a verdade”. E há verdades constantes, inalteráveis, para sempre. Dois mais dois serão sempre quatro. Santo Agostinho tenta esclarecer de onde pode vir essa verdade. Não das sensações, diz, porque essas são e não são, são mutáveis, efêmeras. Tampouco do espírito humano, que, por profundo que seja, é limitado. Essas verdades eternas só podem ter por autor Aquele que é eterno: Deus.
  • 8.  São reflexos da verdade eterna, que nos ilumina e nos permite ver. Nisso consiste o que depois ficou conhecido como “doutrina da iluminação”; porém, desde já é preciso dizer que Santo Agostinho não a apresenta nunca como uma “teoria”, mas como uma comprovação. Já no final da sua vida, diz nas Retractationes que o homem tem em si, enquanto é capaz, “a luz da razão eterna, na qual vê as verdades imutáveis”.
  • 9. A BUSCA DE DEUS  Em Santo Agostinho, não existem provas formais para demonstrar a existência de Deus. Ainda que toda a sua obra seja uma espécie de itinerário em direção a Deus. Tudo fala de Deus; basta abrir os olhos. Ele é intimior intimo meo, mais íntimo ao homem que a própria intimidade humana. As coisas falam-nos todo o tempo de Deus. Perguntamos-lhes: “Sois Deus?” E respondem: “Não, fomos feitas. Continua a buscar”. De forma retórica – retórica de grande qualidade –, encontramos aí a prova da existência de Deus pela contingência das realidades humanas. A mutabilidade exige o imutável; os graus de perfeição exigem o Ser perfeito.
  • 10.  Deus é Aquele que é; as coisas são criadas. Deus é quem lhes deu o ser. Por quê? Por pura bondade. “Porque Deus é bom, somos.” A razão da criação é a bondade de Deus. Deus não pode ter, no seu querer, outro fim que não o seu próprio ser. Só em relação a si mesmo pode querer mais. A criação é gratuita. Não há nada preexistente. Santo Agostinho acaba com as dúvidas de Orígenes e com o universo grego, eterno.
  • 12. Compreender e evoluir... Em todo instante, confio em Deus.No que faço, penso em Deus.Com quem vivo, amo a Deus.Por onde sigo, sigo com Deus.No que acontece, Deus faz o melhor.Tudo o que tenho, é bênção de Deus.”Emmanuel (Ação e Caminho – Chico Xavier)