SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 25
Língua Portuguesa
Prof. Venicius Ramos
Coesão, Coerência e Recursos
Coesivos
Coesão e coerência são coisas diferentes, de modo que um texto coeso pode ser incoerente.
Ambas têm em comum o fato de estarem relacionadas com as regras essenciais para uma boa
produção textual.
A coesão textual tem como foco a articulação interna, ou seja, as questões gramaticais. Já a
coerência textual trata da articulação externa e mais profunda da mensagem.
A coesão textual é a conexão linguística que permite a
amarração das ideias dentro de um texto.
Coesão referencial
É responsável por criar relações entre as palavra dentro do texto, permitindo que o leitor
identifique os termos aos quais se referem. Nesse tipo de coesão são usados pronomes e
expressões adverbiais para evitar repetição de termos já citados ao longo do texto.
Exemplos:
•Você viu minha prima por aí? Ela disse que vinha hoje.
• Essa bolsa é minha. Onde está a sua?
• Ana Elisabete gritou. Ela fica apavorada quando fica sozinha, apesar de ser uma menina
calma.
Mecanismos de coesão referencial
Anáfora, Catáfora, Elipse e Reiteração
• ANÁFORA – ocorre quando um termo já dito (referente) é recuperado por meio de
um item coesivo depois.
"Em tudo o que a natureza opera, ela nada o faz bruscamente”
"Aquele que recebe um benefício não deve jamais esquecê-lo; aquele que o concede não deve
jamais lembrá-lo“
• CATÁFORA – é quando o termo pressuposto (referente) aparece após o termo
coesivo.
“Há três coisas que nunca voltam atrás: a flecha lançada, a palavra pronunciada, e a
oportunidade perdida.” (Provérbio Chinês)
“Ela está no horizonte (...) Me aproximo dois passos, ela se afasta dois passos. Caminho dez
passos, e o horizonte corre dez passos. Por mais que eu caminhe jamais a alcançarei. Então para
que serve a utopia? Para isso mesmo; para nos fazer caminhar...” (Anônimo)
Patrícia olhou-a e disse: Bruna, guarde esses brinquedos!
• ELIPSE – se dá quando algum elemento do texto é retirado, evitando a repetição.
“É preciso viver, [é preciso] não apenas existir.” (Plutarco)
Eu canto porque o instante existe
e a minha vida está completa.
Não sou alegre nem sou triste: sou poeta.” (Trecho do poema ‘Motivo’ de Cecília Meireles)
• REITERAÇÃO – é decorrente da repetição do mesmo item lexical e de outros
procedimentos como o emprego de sinônimos, hiperônimos etc.
"Questionar não é duvidar, questionar é querer saber mais!“
"Coragem é resistir ao medo. Coragem não é a ausência do medo.“
Juscelino Kubitschek esteve nos Estados Unidos recentemente. Kubitschek espera que a
relação entre os países melhore.
Coesão lexical
Na coesão lexical são utilizados recursos coesivos que possibilitam a manutenção
do assunto sem repetir palavras, o qual usamos o emprego de palavras
homônimas, parônimas, sinônimos, pronomes, substantivos,
adjetivos etc.
Exemplos:
• A savana estava repleta de leões e leoas. Esses maravilhosos mamíferos selvagens.
• Ainda estou cozinhando o feijão. Quando acabar de fazê-lo, poderemos almoça.
• Amava escutar o bem-te-vi pela manhã. O passarinho lhe trazia sorte.
• Machado de Assis é considerado o maior escritor brasileiro. O carioca nasceu no dia 21 de
junho de 1839 e faleceu no Rio de Janeiro no dia 29 de setembro de 1908. Gênio maior de
nossas letras, foi um dos fundadores da Academia Brasileira de Letras.
Coesão sequencial
Para a coesão sequencial, são usados conectivos (conjunções) e expressões que dão
continuidade aos assuntos ou fazem ligações entre as orações, criando uma sequência e relação
com aquilo que já foi falado e o que virá no texto.
Exemplos:
• Perante aquele problema, não foi fácil tomar uma decisão.
• Isto posto, continuaremos realizando nossa pesquisa.
• Ela sabe que você adora flores. Além disso, mandou entregar um buquê lindo para você!
• Pedro adora guloseimas, no entanto, só pode comer em datas comemorativas.
• Ela é o tipo de profissional hands on, isto é, que coloca a mão na massa e tem proatividade.
• Por fim, concluímos que as análises colhidas não foram suficientes.
Mecanismo de coesão sequencial
• JUSTAPOSIÇÃO – serve para estabelecer a sequência no texto,
indicando: o tema ou mudança de assunto, a sequência temporal, a
ordenação espacial, a ordem dos assuntos do texto.
Fazendo um balanço do que se discutia até o momento, constata-se
que os modelos apresentados são excessivamente redutores...
Primeiro fazemos nossos hábitos, depois nossos hábitos nos fazem.
Elementos que contribuem para a coesão textual:
• Uso correto da ordenação das palavras no período;
• Uso correto de desinências nominais (marcas de gênero e número);
• Uso correto de desinências verbais (flexão em número, pessoa,
modo e tempo);
• Uso correto da preposição (de, à, com, para, sem, em...) e da
conjunção (embora, todavia, porém, e, mas, porque, ou, entretanto,
nem, contudo...).
Bem utilizada, a coesão permite a eficiência na transmissão da mensagem ao interlocutor e, por
consequência, o entendimento.
Dentro do texto, a coesão pode ser compreendida pelas relações linguísticas, como os
advérbios, pronomes, o emprego de conectivos, sinônimos, dentre outros.
Para ser melhor empregada, a coesão necessita de recursos, como palavras e expressões que têm
como objetivo estabelecer a interligação entre os segmentos do texto. Esses recursos são
chamados de elementos de coesão. Quando o texto é incoerente, prejudica o processo de
comunicação, ocasionado incompreensão do discurso ou ambiguidade de sentidos.
Ambiguidade: É a duplicidade de sentido existente em um enunciado ou em
um texto, verbal ou não verbal.
A ambiguidade é utilizada com frequência como recurso de expressão em
textos poéticos, publicitários e humorísticos, em quadrinhos e anedotas.
Diferentemente da linguagem oral, que conta com certos
recursos para tornar o sentido preciso – os gestos, a
expressão corporal ou facial, a repetição, etc. –, a
linguagem escrita conta apenas com as palavras. Por
isso, temos de empregá-las adequadamente se
desejarmos que os textos que produzimos
tenham clareza e precisão
Testando Conhecimento!
O efeito de sentido da charge é provocado pela
combinação de informações visuais e recursos
linguísticos. No contexto da ilustração, a frase
proferida recorre à
a) polissemia, ou seja, aos múltiplos sentidos da
expressão “rede social” para transmitir a ideia
que pretende veicular.
b) ironia para conferir um novo significado ao
termo “outra coisa”.
c) homonímia para opor, a partir do advérbio de
lugar, o espaço da população pobre e o espaço da
população rica.
d) personificação para opor o mundo real pobre ao
mundo virtual rico.
e) antonímia para comparar a rede mundial de
computadores com a rede caseira de descanso da
família.
Cultivar um estilo de vida saudável é extremamente importante para diminuir o risco de infarto,
mas também de problemas como morte súbita e derrame. Significa que manter uma alimentação
saudável e praticar atividade física regularmente já reduz, por si só, as chances de desenvolver vários
problemas. Além disso, é importante para o controle da pressão arterial, dos níveis de colesterol e de
glicose no sangue. Também ajuda a diminuir o estresse e aumentar a capacidade física, fatores que,
somados, reduzem as chances de infarto. Exercitar-se, nesses casos, com acompanhamento médico e
moderação, é altamente recomendável.
ATALIA, M. Nossa vida. Época. 23 mar. 2009.
As ideias veiculadas no texto se organizam estabelecendo relações que atuam na construção do
sentido. A esse respeito, identifica-se, no fragmento, que:
A) a expressão “Além disso” marca uma sequenciação de ideias.
B) o conectivo “mas também” inicia oração que exprime ideia de contraste.
C) o termo “como”, em “como morte súbita e derrame”, introduz uma generalização.
D) o termo “Também” exprime uma justificativa.
E) o termo “fatores” retoma coesivamente “níveis de colesterol e de glicose no sangue”.
No anúncio, o slogan “É nessa fase que você fica
mais forte”
a) relaciona a ideia de força à vulnerabilidade dos
adolescentes para caracterizá-los como os principais
alvos das doenças.
b) explicita o interlocutor com a finalidade de
compartilhar com os jovens a responsabilidade pelo
sucesso da campanha.
c) recorre à linguagem informal para divulgar uma
política pública de saúde para a camada mais jovem
da sociedade.
d) utiliza a ambiguidade do termo ‘fase’ para
associar a faixa etária do público-alvo ao contexto do
videogame.
e) busca persuadir o interlocutor a aderir à
campanha de jogos e ao campeonato de video-game
cujo tema é relacionado à saúde.
Há um tipo de coesão que é feita através de termos (normalmente os pronomes) que fazem
referência a elementos anteriormente citados. Sendo assim, na frase Pelé e Xuxa são
extremamente famosos. Esse foi o principal jogador de futebol de todos os
tempos, e esta, apresentadora de programas infantis, tem-se a chamada:
A) Coesão lexical.
B) Coesão por elipse.
C) Coesão por inclusão.
D) Coesão referencial.
Nessa charge, o recurso linguístico que
colabora para o efeito de humor está indicado
pelo(a)
a) emprego de uma oração adversativa, que
orienta a quebra da expectativa ao final.
b) uso de conjunção aditiva, que cria uma
relação de causa e efeito entre as ações.
c) retomada do substantivo “mãe”, que desfaz
a ambiguidade dos sentidos a ele atribuídos.
d) utilização da forma pronominal “la”, que
reflete um tratamento formal do filho em
relação à “mãe”.
e) repetição da forma verbal “é”, que reforça a
relação de adição existente entre as orações.
Sobre a coesão textual, estão corretas as seguintes proposições:
I. A coesão textual está relacionada com os componentes da superfície textual, ou seja, as palavras e frases que
compõem um texto. Esses componentes devem estar conectados entre si em uma sequência linear por meio de
dependências de ordem gramatical.
II. A coesão é imaterial e não está na superfície textual. Compreender aquilo que está escrito dependerá dos
níveis de interação entre o leitor, o autor e o texto. Por esse motivo, um mesmo texto pode apresentar múltiplas
interpretações.
III. Por meio do uso adequado dos conectivos e dos mecanismos de coesão, podemos evitar erros que
prejudicam a sintaxe e a construção de sentidos do texto.
IV. A coesão obedece a três princípios: o princípio da não contradição; princípio da não tautologia e o princípio
da relevância.
V. Entre os mecanismos de coesão estão a referência, a substituição, a elipse, a conjunção e a coesão lexical.
A) Apenas V está correta.
B) II e IV estão corretas.
C) I, III e V estão corretas.
D) I e III estão corretas.
E) II, IV e V estão corretas.
Classifique as conjunções coordenativas segundo o
código expresso ao lado:
( ) Preparou-se muito bem para a avaliação, logo
obterá um ótimo resultado.
( ) Márcia é alegre e bastante extrovertida.
( ) Ora estuda, ora trabalha na empresa
comandada pela própria família.
( ) Não pôde comparecer à festa, porque não
estava se sentindo muito bem.
( ) Não compareceu à reunião, porém tratou logo
de enviar as devidas justificativas.
REALIZAR ATIVIDADES MÓDULO 2 PÁGINAS
23, 27, 28, 33 e 34.
Vamos trabalhar!
As férias já acabaram!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Formação das palavras
Formação das palavrasFormação das palavras
Formação das palavras
colveromachado
 
Coesão e coerencia
Coesão e coerenciaCoesão e coerencia
Coesão e coerencia
silnog
 
Poesia e poema
Poesia e poemaPoesia e poema
Poesia e poema
ionasilva
 
Gêneros e tipos textuais
Gêneros e tipos textuaisGêneros e tipos textuais
Gêneros e tipos textuais
marlospg
 
Oracoes Coordenadas
Oracoes CoordenadasOracoes Coordenadas
Oracoes Coordenadas
guest7174ad
 
Coerência e coesão textual
Coerência e coesão textualCoerência e coesão textual
Coerência e coesão textual
ISJ
 

Mais procurados (20)

Figuras de linguagem slide
Figuras de linguagem   slideFiguras de linguagem   slide
Figuras de linguagem slide
 
Intertextualidade
IntertextualidadeIntertextualidade
Intertextualidade
 
Formação das palavras
Formação das palavrasFormação das palavras
Formação das palavras
 
Coesão e coerencia
Coesão e coerenciaCoesão e coerencia
Coesão e coerencia
 
Tempos verbais
Tempos verbaisTempos verbais
Tempos verbais
 
Anúncio publicitário
Anúncio publicitárioAnúncio publicitário
Anúncio publicitário
 
Regencia verbal (1)
Regencia verbal (1)Regencia verbal (1)
Regencia verbal (1)
 
ELEMENTO DE TEXTUALIDADE: COESÃO TEXTUAL
ELEMENTO DE TEXTUALIDADE: COESÃO TEXTUALELEMENTO DE TEXTUALIDADE: COESÃO TEXTUAL
ELEMENTO DE TEXTUALIDADE: COESÃO TEXTUAL
 
Frase, Oração e Periodo.
Frase, Oração e Periodo.Frase, Oração e Periodo.
Frase, Oração e Periodo.
 
Gênero textual - biografia
Gênero textual - biografiaGênero textual - biografia
Gênero textual - biografia
 
Poesia e poema
Poesia e poemaPoesia e poema
Poesia e poema
 
Tudo sobre POEMAS
Tudo sobre POEMASTudo sobre POEMAS
Tudo sobre POEMAS
 
DISSERTAÇÃO ARGUMENTATIVA
DISSERTAÇÃO ARGUMENTATIVADISSERTAÇÃO ARGUMENTATIVA
DISSERTAÇÃO ARGUMENTATIVA
 
redação - dissertativa argumentativa
redação - dissertativa argumentativa redação - dissertativa argumentativa
redação - dissertativa argumentativa
 
Crônica
CrônicaCrônica
Crônica
 
Gêneros e tipos textuais
Gêneros e tipos textuaisGêneros e tipos textuais
Gêneros e tipos textuais
 
Acentuação gráfica
Acentuação gráficaAcentuação gráfica
Acentuação gráfica
 
Oracoes Coordenadas
Oracoes CoordenadasOracoes Coordenadas
Oracoes Coordenadas
 
Coerência e coesão textual
Coerência e coesão textualCoerência e coesão textual
Coerência e coesão textual
 
O que é miniconto?
O que é miniconto?O que é miniconto?
O que é miniconto?
 

Semelhante a COESÃO E COERÊNCIA - 8 ANO - VR.pdf

Interpretação de textos apostila
Interpretação de textos   apostilaInterpretação de textos   apostila
Interpretação de textos apostila
efomm2013
 
Oficina de Língua Portuguesa
Oficina de Língua PortuguesaOficina de Língua Portuguesa
Oficina de Língua Portuguesa
Sadiasoares
 
Artigo 17 - Professora Luciane Sartori
Artigo 17 - Professora Luciane SartoriArtigo 17 - Professora Luciane Sartori
Artigo 17 - Professora Luciane Sartori
Isabelly Sarmento
 

Semelhante a COESÃO E COERÊNCIA - 8 ANO - VR.pdf (20)

Portugues pmpe
Portugues pmpePortugues pmpe
Portugues pmpe
 
1-1-coesao-e-coerencia_slides.ppt
1-1-coesao-e-coerencia_slides.ppt1-1-coesao-e-coerencia_slides.ppt
1-1-coesao-e-coerencia_slides.ppt
 
Produção textual ii
Produção textual iiProdução textual ii
Produção textual ii
 
Tp5
Tp5Tp5
Tp5
 
Oficina de Língua Portuguesa
Oficina de Língua PortuguesaOficina de Língua Portuguesa
Oficina de Língua Portuguesa
 
Resumo de coerência e coesão - apresetnação para processos gerenciais
Resumo de coerência e coesão - apresetnação para processos gerenciaisResumo de coerência e coesão - apresetnação para processos gerenciais
Resumo de coerência e coesão - apresetnação para processos gerenciais
 
Interpretação de textos apostila
Interpretação de textos   apostilaInterpretação de textos   apostila
Interpretação de textos apostila
 
MORFOLOGIA E CLASSES MORFOLOGICAS COEÃO TEXTUAL
MORFOLOGIA E CLASSES MORFOLOGICAS COEÃO TEXTUALMORFOLOGIA E CLASSES MORFOLOGICAS COEÃO TEXTUAL
MORFOLOGIA E CLASSES MORFOLOGICAS COEÃO TEXTUAL
 
Oficina de Língua Portuguesa
Oficina de Língua PortuguesaOficina de Língua Portuguesa
Oficina de Língua Portuguesa
 
06
0606
06
 
Coesão e coerência
Coesão e coerênciaCoesão e coerência
Coesão e coerência
 
coernciaecoesotextual-120203063201-phpapp02 (1).pptx
coernciaecoesotextual-120203063201-phpapp02 (1).pptxcoernciaecoesotextual-120203063201-phpapp02 (1).pptx
coernciaecoesotextual-120203063201-phpapp02 (1).pptx
 
AULÃO 07.pptx
AULÃO  07.pptxAULÃO  07.pptx
AULÃO 07.pptx
 
Coesão e coerência textual com os elementos da referenciação
Coesão e coerência textual com os elementos da referenciaçãoCoesão e coerência textual com os elementos da referenciação
Coesão e coerência textual com os elementos da referenciação
 
Estudo das palavras (aula 5)
Estudo das palavras (aula 5)Estudo das palavras (aula 5)
Estudo das palavras (aula 5)
 
TP5- Unidades 17 e 18
TP5- Unidades 17  e  18TP5- Unidades 17  e  18
TP5- Unidades 17 e 18
 
Coesao e-coerencia
Coesao e-coerenciaCoesao e-coerencia
Coesao e-coerencia
 
Artigo 17 - Professora Luciane Sartori
Artigo 17 - Professora Luciane SartoriArtigo 17 - Professora Luciane Sartori
Artigo 17 - Professora Luciane Sartori
 
A Sintaxe em Mattoso Câmara.pptx
A Sintaxe em Mattoso Câmara.pptxA Sintaxe em Mattoso Câmara.pptx
A Sintaxe em Mattoso Câmara.pptx
 
Coesão
CoesãoCoesão
Coesão
 

Último

Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Eró Cunha
 
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
WelitaDiaz1
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Kelly Mendes
 

Último (20)

Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
 
Quando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth RochaQuando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
 
Acróstico - Maio Laranja
Acróstico  - Maio Laranja Acróstico  - Maio Laranja
Acróstico - Maio Laranja
 
Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.
 
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
 
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
 
Teatro como estrategias de ensino secundario
Teatro como estrategias de ensino secundarioTeatro como estrategias de ensino secundario
Teatro como estrategias de ensino secundario
 
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialFUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
 
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxSlides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
 
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
São Damião, missionário entre os leprosos de Molokai, Havaí.pptx
São Damião, missionário entre os leprosos de Molokai, Havaí.pptxSão Damião, missionário entre os leprosos de Molokai, Havaí.pptx
São Damião, missionário entre os leprosos de Molokai, Havaí.pptx
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
 
nocoes-basicas-de-hereditariedade 9º ano.ppt
nocoes-basicas-de-hereditariedade 9º ano.pptnocoes-basicas-de-hereditariedade 9º ano.ppt
nocoes-basicas-de-hereditariedade 9º ano.ppt
 
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São PauloCurrículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 

COESÃO E COERÊNCIA - 8 ANO - VR.pdf

  • 1. Língua Portuguesa Prof. Venicius Ramos Coesão, Coerência e Recursos Coesivos
  • 2. Coesão e coerência são coisas diferentes, de modo que um texto coeso pode ser incoerente. Ambas têm em comum o fato de estarem relacionadas com as regras essenciais para uma boa produção textual. A coesão textual tem como foco a articulação interna, ou seja, as questões gramaticais. Já a coerência textual trata da articulação externa e mais profunda da mensagem. A coesão textual é a conexão linguística que permite a amarração das ideias dentro de um texto.
  • 3. Coesão referencial É responsável por criar relações entre as palavra dentro do texto, permitindo que o leitor identifique os termos aos quais se referem. Nesse tipo de coesão são usados pronomes e expressões adverbiais para evitar repetição de termos já citados ao longo do texto. Exemplos: •Você viu minha prima por aí? Ela disse que vinha hoje. • Essa bolsa é minha. Onde está a sua? • Ana Elisabete gritou. Ela fica apavorada quando fica sozinha, apesar de ser uma menina calma. Mecanismos de coesão referencial Anáfora, Catáfora, Elipse e Reiteração
  • 4. • ANÁFORA – ocorre quando um termo já dito (referente) é recuperado por meio de um item coesivo depois. "Em tudo o que a natureza opera, ela nada o faz bruscamente” "Aquele que recebe um benefício não deve jamais esquecê-lo; aquele que o concede não deve jamais lembrá-lo“
  • 5. • CATÁFORA – é quando o termo pressuposto (referente) aparece após o termo coesivo. “Há três coisas que nunca voltam atrás: a flecha lançada, a palavra pronunciada, e a oportunidade perdida.” (Provérbio Chinês) “Ela está no horizonte (...) Me aproximo dois passos, ela se afasta dois passos. Caminho dez passos, e o horizonte corre dez passos. Por mais que eu caminhe jamais a alcançarei. Então para que serve a utopia? Para isso mesmo; para nos fazer caminhar...” (Anônimo) Patrícia olhou-a e disse: Bruna, guarde esses brinquedos!
  • 6. • ELIPSE – se dá quando algum elemento do texto é retirado, evitando a repetição. “É preciso viver, [é preciso] não apenas existir.” (Plutarco) Eu canto porque o instante existe e a minha vida está completa. Não sou alegre nem sou triste: sou poeta.” (Trecho do poema ‘Motivo’ de Cecília Meireles) • REITERAÇÃO – é decorrente da repetição do mesmo item lexical e de outros procedimentos como o emprego de sinônimos, hiperônimos etc. "Questionar não é duvidar, questionar é querer saber mais!“ "Coragem é resistir ao medo. Coragem não é a ausência do medo.“ Juscelino Kubitschek esteve nos Estados Unidos recentemente. Kubitschek espera que a relação entre os países melhore.
  • 7. Coesão lexical Na coesão lexical são utilizados recursos coesivos que possibilitam a manutenção do assunto sem repetir palavras, o qual usamos o emprego de palavras homônimas, parônimas, sinônimos, pronomes, substantivos, adjetivos etc. Exemplos: • A savana estava repleta de leões e leoas. Esses maravilhosos mamíferos selvagens. • Ainda estou cozinhando o feijão. Quando acabar de fazê-lo, poderemos almoça. • Amava escutar o bem-te-vi pela manhã. O passarinho lhe trazia sorte. • Machado de Assis é considerado o maior escritor brasileiro. O carioca nasceu no dia 21 de junho de 1839 e faleceu no Rio de Janeiro no dia 29 de setembro de 1908. Gênio maior de nossas letras, foi um dos fundadores da Academia Brasileira de Letras.
  • 8. Coesão sequencial Para a coesão sequencial, são usados conectivos (conjunções) e expressões que dão continuidade aos assuntos ou fazem ligações entre as orações, criando uma sequência e relação com aquilo que já foi falado e o que virá no texto. Exemplos: • Perante aquele problema, não foi fácil tomar uma decisão. • Isto posto, continuaremos realizando nossa pesquisa. • Ela sabe que você adora flores. Além disso, mandou entregar um buquê lindo para você! • Pedro adora guloseimas, no entanto, só pode comer em datas comemorativas. • Ela é o tipo de profissional hands on, isto é, que coloca a mão na massa e tem proatividade. • Por fim, concluímos que as análises colhidas não foram suficientes.
  • 9. Mecanismo de coesão sequencial • JUSTAPOSIÇÃO – serve para estabelecer a sequência no texto, indicando: o tema ou mudança de assunto, a sequência temporal, a ordenação espacial, a ordem dos assuntos do texto. Fazendo um balanço do que se discutia até o momento, constata-se que os modelos apresentados são excessivamente redutores... Primeiro fazemos nossos hábitos, depois nossos hábitos nos fazem.
  • 10.
  • 11.
  • 12. Elementos que contribuem para a coesão textual: • Uso correto da ordenação das palavras no período; • Uso correto de desinências nominais (marcas de gênero e número); • Uso correto de desinências verbais (flexão em número, pessoa, modo e tempo); • Uso correto da preposição (de, à, com, para, sem, em...) e da conjunção (embora, todavia, porém, e, mas, porque, ou, entretanto, nem, contudo...).
  • 13. Bem utilizada, a coesão permite a eficiência na transmissão da mensagem ao interlocutor e, por consequência, o entendimento. Dentro do texto, a coesão pode ser compreendida pelas relações linguísticas, como os advérbios, pronomes, o emprego de conectivos, sinônimos, dentre outros. Para ser melhor empregada, a coesão necessita de recursos, como palavras e expressões que têm como objetivo estabelecer a interligação entre os segmentos do texto. Esses recursos são chamados de elementos de coesão. Quando o texto é incoerente, prejudica o processo de comunicação, ocasionado incompreensão do discurso ou ambiguidade de sentidos. Ambiguidade: É a duplicidade de sentido existente em um enunciado ou em um texto, verbal ou não verbal.
  • 14. A ambiguidade é utilizada com frequência como recurso de expressão em textos poéticos, publicitários e humorísticos, em quadrinhos e anedotas.
  • 15.
  • 16. Diferentemente da linguagem oral, que conta com certos recursos para tornar o sentido preciso – os gestos, a expressão corporal ou facial, a repetição, etc. –, a linguagem escrita conta apenas com as palavras. Por isso, temos de empregá-las adequadamente se desejarmos que os textos que produzimos tenham clareza e precisão
  • 17.
  • 18. Testando Conhecimento! O efeito de sentido da charge é provocado pela combinação de informações visuais e recursos linguísticos. No contexto da ilustração, a frase proferida recorre à a) polissemia, ou seja, aos múltiplos sentidos da expressão “rede social” para transmitir a ideia que pretende veicular. b) ironia para conferir um novo significado ao termo “outra coisa”. c) homonímia para opor, a partir do advérbio de lugar, o espaço da população pobre e o espaço da população rica. d) personificação para opor o mundo real pobre ao mundo virtual rico. e) antonímia para comparar a rede mundial de computadores com a rede caseira de descanso da família.
  • 19. Cultivar um estilo de vida saudável é extremamente importante para diminuir o risco de infarto, mas também de problemas como morte súbita e derrame. Significa que manter uma alimentação saudável e praticar atividade física regularmente já reduz, por si só, as chances de desenvolver vários problemas. Além disso, é importante para o controle da pressão arterial, dos níveis de colesterol e de glicose no sangue. Também ajuda a diminuir o estresse e aumentar a capacidade física, fatores que, somados, reduzem as chances de infarto. Exercitar-se, nesses casos, com acompanhamento médico e moderação, é altamente recomendável. ATALIA, M. Nossa vida. Época. 23 mar. 2009. As ideias veiculadas no texto se organizam estabelecendo relações que atuam na construção do sentido. A esse respeito, identifica-se, no fragmento, que: A) a expressão “Além disso” marca uma sequenciação de ideias. B) o conectivo “mas também” inicia oração que exprime ideia de contraste. C) o termo “como”, em “como morte súbita e derrame”, introduz uma generalização. D) o termo “Também” exprime uma justificativa. E) o termo “fatores” retoma coesivamente “níveis de colesterol e de glicose no sangue”.
  • 20. No anúncio, o slogan “É nessa fase que você fica mais forte” a) relaciona a ideia de força à vulnerabilidade dos adolescentes para caracterizá-los como os principais alvos das doenças. b) explicita o interlocutor com a finalidade de compartilhar com os jovens a responsabilidade pelo sucesso da campanha. c) recorre à linguagem informal para divulgar uma política pública de saúde para a camada mais jovem da sociedade. d) utiliza a ambiguidade do termo ‘fase’ para associar a faixa etária do público-alvo ao contexto do videogame. e) busca persuadir o interlocutor a aderir à campanha de jogos e ao campeonato de video-game cujo tema é relacionado à saúde.
  • 21. Há um tipo de coesão que é feita através de termos (normalmente os pronomes) que fazem referência a elementos anteriormente citados. Sendo assim, na frase Pelé e Xuxa são extremamente famosos. Esse foi o principal jogador de futebol de todos os tempos, e esta, apresentadora de programas infantis, tem-se a chamada: A) Coesão lexical. B) Coesão por elipse. C) Coesão por inclusão. D) Coesão referencial.
  • 22. Nessa charge, o recurso linguístico que colabora para o efeito de humor está indicado pelo(a) a) emprego de uma oração adversativa, que orienta a quebra da expectativa ao final. b) uso de conjunção aditiva, que cria uma relação de causa e efeito entre as ações. c) retomada do substantivo “mãe”, que desfaz a ambiguidade dos sentidos a ele atribuídos. d) utilização da forma pronominal “la”, que reflete um tratamento formal do filho em relação à “mãe”. e) repetição da forma verbal “é”, que reforça a relação de adição existente entre as orações.
  • 23. Sobre a coesão textual, estão corretas as seguintes proposições: I. A coesão textual está relacionada com os componentes da superfície textual, ou seja, as palavras e frases que compõem um texto. Esses componentes devem estar conectados entre si em uma sequência linear por meio de dependências de ordem gramatical. II. A coesão é imaterial e não está na superfície textual. Compreender aquilo que está escrito dependerá dos níveis de interação entre o leitor, o autor e o texto. Por esse motivo, um mesmo texto pode apresentar múltiplas interpretações. III. Por meio do uso adequado dos conectivos e dos mecanismos de coesão, podemos evitar erros que prejudicam a sintaxe e a construção de sentidos do texto. IV. A coesão obedece a três princípios: o princípio da não contradição; princípio da não tautologia e o princípio da relevância. V. Entre os mecanismos de coesão estão a referência, a substituição, a elipse, a conjunção e a coesão lexical. A) Apenas V está correta. B) II e IV estão corretas. C) I, III e V estão corretas. D) I e III estão corretas. E) II, IV e V estão corretas.
  • 24. Classifique as conjunções coordenativas segundo o código expresso ao lado: ( ) Preparou-se muito bem para a avaliação, logo obterá um ótimo resultado. ( ) Márcia é alegre e bastante extrovertida. ( ) Ora estuda, ora trabalha na empresa comandada pela própria família. ( ) Não pôde comparecer à festa, porque não estava se sentindo muito bem. ( ) Não compareceu à reunião, porém tratou logo de enviar as devidas justificativas.
  • 25. REALIZAR ATIVIDADES MÓDULO 2 PÁGINAS 23, 27, 28, 33 e 34. Vamos trabalhar! As férias já acabaram!