SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 42
Baixar para ler offline
COMO INVENTAR O FUTURO
PARA MUDAR O MUNDO
Fernando Alcoforado
OBJETIVOS DO LIVRO
• O propósito deste livro é o de propor mudanças nos sistemas
econômico, político, social, internacional e ambiental do planeta
Terra para superar suas crises que ameaçam o futuro da
humanidade evitando seu colapso.
• Este livro busca fundamentalmente a construção de um futuro
que proporcione o progresso econômico e social que seja
compartilhado por toda a população mundial, a sustentabilidade
ambiental que evite o esgotamento dos recursos naturais do
planeta Terra e a mudança climática catastrófica e a paz mundial
que contribua para a convivência fraterna entre todos os seres
humanos.
• A capa do livro mostra que o mundo do futuro a ser construído
deve se apoiar no tripé representado pelo progresso econômico e
social, pela sustentabilidade ambiental e pela paz mundial.
SUMÁRIO DO LIVRO
• Prefácio
• 1. Introdução
•
• 2. O previsível fim do capitalismo como sistema dominante no século XXI
•
• 2.1- A formação do lucro no capitalismo
• 2.2- A inexorável tendência da queda da taxa de lucro no sistema
capitalista mundial
• 2.3- As ações ou estratégias adotadas visando a neutralização da
tendência de queda da taxa de lucro do sistema capitalista mundial
• 2.4- As consequências da automação industrial sobre a taxa de lucro no
capitalismo e na sociedade
• 2.5- A financeirização do sistema capitalista mundial
• 2.6- O fim do sistema capitalista mundial no final do século XXI
• 2.7- Ciclos longos de Kondratieff e o fim do capitalismo
• 2.8- Controvérsias sobre o fim do capitalismo
SUMÁRIO DO LIVRO
• 3. A degradação ambiental do planeta Terra no século XXI
• 3.1- A exaustão dos recursos naturais do planeta Terra no século XXI
• 3.1.1- O impacto do ser humano no planeta Terra
• 3.1.2- A exaustão dos recursos minerais do planeta Terra no século XXI
• 3.1.3- A escassez e a deterioração da qualidade da água no mundo
• 3.1.4- O limite na produção de alimentos
• 3.1.5- Como evitar a exaustão dos recursos naturais do planeta Terra no
século XXI
• 3.2- A mudança climática catastrófica global no século XXI
• 3.2.1- Causas e consequências do aquecimento global
• 3.2.2- Energia e aquecimento global
• 3.2.3- As cidades e seus impactos ambientais
• 3.2.4- As medidas adotadas atualmente para combater o aquecimento
global
• 3.2.5- Como evitar a mudança climática catastrófica global no século XXI
SUMÁRIO DO LIVRO
• 4. A escalada dos conflitos internacionais no século XXI
•
• 4.1- As principais guerras na história da humanidade durante o século XX
• 4.2- Os focos de guerras no mundo e suas perspectivas
• 4.3- Os conflitos pelos recursos naturais no século XXI
• 4.4- Em marcha uma nova Guerra Fria
• 4.5- O declínio dos Estados Unidos como potência hegemônica
• 4.6- O mundo pós americano
• 4.7- O mundo rumo à 4ª Guerra Mundial?
• 4.8- Cenários de guerras no futuro
• 4.9- Causas das guerras
• 4.10- Como eliminar as guerras em nosso planeta
•
• 5. Como inventar o futuro para mudar o mundo
•
• 5.1- O admirável mundo novo que a humanidade precisa construir
• 5.2- O futuro modelo de sociedade a edificar em cada país
• 5.3- A futura sociedade sustentável a edificar em cada país e no mundo
• 5.4- O governo mundial para enfrentar os grandes desafios da humanidade no
século XXI
Capítulo 2
O previsível fim do capitalismo
como sistema dominante no
século XXI
Taxa de lucro mundial
Projeção da evolução futura do taxa de lucro
mundial
• A taxa de lucro mundial apresenta queda contínua em seu
crescimento.
• Se for mantida a tendência do período 1869- 1947 e, considerando
que a taxa de lucro mundial foi de 42% em 1869 e 30% em 1947, a
taxa de lucro do sistema capitalista mundial tenderia para o valor
igual a zero em 2142.
• Se for mantida a tendência do período 1869- 2007, considerando
que a taxa de lucro mundial foi de 42% em 1869 e 18% em 2007, a
taxa de lucro do sistema capitalista mundial tenderia para o valor
igual a zero em 2110.
• Se for mantida a tendência do período mais recente, 1947- 2007,
considerando que a taxa de lucro mundial foi de 30% em 1947 e
18% em 2007, a taxa de lucro do sistema capitalista mundial
tenderia para o valor igual a zero em 2097.
Taxa de lucro ao custo histórico do capital fixo
em corporações dos Estados Unidos
Projeção da evolução futura do taxa de lucro ao
custo histórico do capital fixo em corporações
dos Estados Unidos
A taxa de lucro ao custo histórico do capital fixo
em corporações dos Estados Unidos apresenta
queda contínua em seu crescimento.
Se for mantida esta tendência, que foi de 32%
em 1947 e 15% em 2007 em valores
deflacionados, a taxa de lucro das corporações
dos Estados Unidos alcançará valor zero em
2059.
Taxas de crescimento real do Produto Bruto
Mundial e dos Produtos Financeiros (derivativos)
Projeção da evolução futura do PIB mundial
• O Produto Bruto Mundial apresenta queda
contínua em seu crescimento.
• Em 1961 o crescimento do PIB mundial foi de
4,8% e em 2007 de 2,5%.
• Esta evolução indica que o PIB mundial terá
crescimento zero em 2057.
Ativos financeiros globais em porcentagem do
PIB mundial
Lucros produtivos versus lucros financeiros nos
Estados Unidos
O futuro a inventar
• Constituir um governo mundial que atuaria
para coordenar as políticas econômicas
nacionais a fim de evitar desastres
sistêmicos maiores como os que
aconteceram em 1873, 1929 e 2008 e
promover o progresso econômico e social
em cada país e globalmente.
• Assegurar que o Estado de Direito
Internacional seja aplicado e respeitado com
a presença de um governo mundial
verdadeiramente democrático.
Capítulo 3
A degradação ambiental do planeta
Terra no século XXI
Problemas a resolver
• A exaustão dos recursos naturais do planeta
Terra
• Mudança climática catastrófica global
A exaustão dos recursos naturais do planeta
Terra
• A demanda por recursos naturais excede em 41%
a capacidade de reposição da Terra.
• Se a escalada dessa demanda continuar no ritmo
atual, em 2030, com uma população planetária
estimada em 10 bilhões de pessoas, serão
necessárias duas Terras para satisfazê-la.
• No levantamento da Global Footprint Network,
os japoneses consomem 7,1 vezes mais do que
têm e seriam necessárias quatro Itálias para
abastecer os italianos.
A exaustão dos recursos minerais do planeta
Terra
• As reservas de petróleo terão uma duração até
2050.
• O gás natural dispõe de reservas que podem
garantir sua produção até 2070.
• O carvão tem reservas suficientes para durar até
2260.
• O shale gas em exploração recente nos Estados
Unidos poderia suprir a demanda doméstica do
país por gás natural nos níveis atuais de consumo
por mais de 100 anos (até 2110)
A exaustão dos recursos minerais do planeta
Terra
RECURSOS MINERAIS USOS DATA DE EXTINÇÃO
Platina Materiais cirúrgicos 2049
Prata Fabricação de espelhos e talheres 2016
Cobre Fios e cabos e dutos de ar condicionado 2027
Antimônio Controles remotos e uso com outros materiais para aumento da resistência 2020
Lítio Baterias de celulares, laptops e videogames 2053
Fósforo Fertilizantes agrícolas 2149
Urânio Geração de energia elétrica 2026
Índio Telas de touchscreen de smartphones e tablets 2020
Tântalo Lentes de câmeras fotográficas 2027
Níquel Ligas metálicas de revestimento, de eletrônicos, como os celulares 2064
Estanho Revestimento de ligas metálicas, como as usadas nas latinhas de refrigerante 2024
Chumbo Baterias de carros e caminhões e em soldas e rolamentos 2015
Ouro Joias e em microships de computadores 2043
Zinco Cobertura de ligas metálicas, impedindo que a ferrugem destrua objetos como as
moedas
2041
A escassez e a deterioração da qualidade da
água no mundo
• De toda a água doce disponível, apenas 0,4%
estão em lagos, rios, ou seja, disponíveis para as
pessoas usarem. 70% da água doce é utilizada na
irrigação, 22% na indústria e apenas 8% no uso
doméstico .
• A humanidade utiliza na atualidade 50% da água
doce do planeta. Em 40 anos utilizará 80%. A
distribuição geográfica da água doce é desigual.
• Metade dos rios do mundo está contaminada por
esgoto, agrotóxicos e lixo industrial.
• Relatório da ONU sobre o uso da água confirma
que, sem medidas contra o desperdício e a favor
do consumo sustentável, o acesso à água potável
e ao saneamento será ainda mais reduzido.
O limite na produção de alimentos
• Tomando a média de consumo por base, a
produção potencial de alimentos do mundo
poderia sustentar pouco mais de 11 bilhões de
pessoas.
• A partir de 2050, a população mundial poderá
ultrapassar 10 bilhões de habitantes. Com
uma população superior a 10 bilhões de
habitantes, o planeta Terra poderá não resistir
a tamanha demanda por recursos naturais.
• Muitos cientistas acreditam que a Terra tem
uma capacidade de carga de 9 a 10 bilhões de
pessoas.
Economia circular com como solução para a
exaustão dos recursos naturais do planeta Terra
PRODU-
TORES
BENS
CONSU-
MIDO-
RES
RECI-
CLA-
DO
MEIO
AMBIENTE
RECI-
CLA-
DO
DESCARGA
DESCARGA
RESÍDUOS
RESÍDUOS
MATÉRIA-PRIMA
MATÉRIA-PRIMA
A mudança climática catastrófica global – Efeito
estufa
Causas antropogênicas do efeito estufa na
atmosfera
Temperatura média global e projeções
Temperatura média global e projeções
Consequências catastróficas das mudanças
climáticas
• Mudanças climáticas aumentam riscos globais de fome, inundações e conflitos,
alerta o IPCC- Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas em seu
relatório denominado Climate Change 2014: Impacts, Adaptation and Vulnerability
(2014).
• O relatório do IPCC (2014) confirma que os efeitos das mudanças climáticas
causadas pelo homem serão generalizados, afetando a agricultura, a saúde
humana, os ecossistemas, o abastecimento de água e algumas indústrias. O degelo
dos polos e das cordilheiras que pode elevar o nível dos oceanos, a migração de
espécies, a diminuição da produtividade das culturas agrícolas, o aumento
de doenças e o incremento de eventos extremos são alguns dos fatores citados no
relatório do IPCC (2014) como evidência da necessidade de que a comunidade
internacional tem de fazer escolhas adequadas para melhor adaptação e
diminuição dos efeitos negativos do aquecimento global.
• Outro efeito negativo do aquecimento global diz respeito ao papel dos grandes
depósitos de metano sob os mares árticos. A emissão de metano pode aumentar
com o tempo e afetar o clima. Esse é um dos cenários mais temidos por cientistas
do clima. Uma vez que o processo de emissão do metano se inicie, uma catástrofe
repentina poderá ocorrer sem que a humanidade possa fazer nada para impedi-la.
• Para diminuir esses riscos, é preciso que haja redução substancial das emissões
globais de gases de efeito estufa que deve ser obtida juntamente com estratégias
e ações para melhorar a preparação contra os desastres, bem como para reduzir a
exposição a eventos causados pelas alterações climáticas.
Energia e aquecimento global
• Todas as atividades humanas sobre a Terra provocaram
alterações no meio ambiente em que vivemos. Muitos
destes impactos ambientais são provenientes da geração,
manuseio e uso da energia que é responsável por 57% da
emissão de gases do efeito estufa na atmosfera.
• Para otimizar os recursos energéticos disponíveis no
planeta, é preciso dar início à terceira revolução
energética que deve se traduzir na implantação de um
sistema de energia sustentável em escala planetária.
• Em um sistema de energia sustentável, a produção
mundial de petróleo deveria ser reduzida à metade e a
de carvão de 90%, enquanto a de fontes de energia
renováveis (solar, eólica, biomassa, maremotriz,
geotérmica, hidrogênio, etc.) deveria crescer quase 4
vezes até 2030. No ano 2030, as energias renováveis
deveriam ser da ordem de 70% da produção total de
energia do planeta.
As cidades e seus impactos ambientais
• A acelerada urbanização e crescimento das cidades, especialmente a
partir de meados do século XX promoveram mudanças fisionômicas
no planeta Terra, mais do que qualquer outra atividade humana as
quais exigem a sua transformação em cidades sustentáveis.
• Cidades sustentáveis têm como diretriz o ordenamento e controle do
uso do solo, de forma a evitar a degradação dos recursos naturais.
Uma cidade sustentável deve ter políticas claras e abrangentes de
saneamento, coleta e tratamento de lixo; gestão das águas, com
coleta, tratamento, economia e reuso; sistemas de transporte que
privilegiem o transporte de massas com qualidade e segurança; ações
que preservem e ampliem áreas verdes e uso de energias limpas e
renováveis; enfim, administração pública transparente e
compartilhada com a sociedade civil organizada.
• Toda cidade tem que ter um plano de adaptação às mudanças
climáticas, principalmente aquelas sujeitas a eventos extremos.
Cidades costeiras, por exemplo, devem ter planejamento contra a
elevação previsível do nível dos oceanos, devem se preocupar com
deslizamentos em encostas, enchentes, etc. resultantes da
inclemência das chuvas. Enfim, devem ter flexibilidade e
adaptabilidade às novas exigências climáticas.
As medidas adotadas atualmente para combater o
aquecimento global
• O mundo está diante de um desafio que é o de não permitir um aquecimento
global no século XXI superior a dois graus centígrados. Para evitar um
aquecimento do planeta superior a 2 °C , seria preciso estabilizar as
concentrações de dióxido de carbono (e equivalentes) em 450 ppm (partes por
milhão) sem a qual o mundo se defrontaria até o final do século XXI com uma
mudança climática catastrófica que pode ameaçar a sobrevivência da
humanidade. Teríamos que diminuir pelo menos pela metade as emissões de
gases do efeito estufa antes de 2050.
• A comunidade internacional fez um importante acordo em 2015 na COP 21
(Conferência da ONU para a mudança climática) em Paris para obter o máximo
de 2 °C de aumento na temperatura média do planeta Terra.
• Mesmo com as decisões na COP 21 de Paris que limitou o aumento da
temperatura média global em apenas 2 °C, estimativa do IPCC prevê que as
gerações futuras terão de lidar com o nível do mar de 12 a 22 metros maior do
que o atual, de acordo com cientistas da Universidade de Rutgers, em Nova
Jersey, Estados Unidos.
O futuro a inventar
• Adotar o modelo de economia circular com logística reversa como solução para
evitar a exaustão dos recursos naturais do planeta Terra.
• Evitar o aquecimento do planeta superior a 2 °C estabilizando as concentrações
de dióxido de carbono (e equivalentes) em 450 ppm (partes por milhão) sem a
qual o mundo se defrontaria até o final do século XXI com uma mudança
climática catastrófica que pode ameaçar a sobrevivência da humanidade.
• Dar início à terceira revolução energética que deve se traduzir na implantação
de um sistema de energia sustentável em escala planetária.
• Implantar cidades sustentáveis com uma política de desenvolvimento
econômico e social compatibilizado com o meio ambiente natural.
• Adotar o modelo de desenvolvimento sustentável para evitar a exaustão dos
recursos naturais do planeta Terra e a mudança climática catastrófica global.
• Edificar nova ordem mundial para organizar não apenas as relações entre os
homens na face da Terra, mas também suas relações com a natureza.
• Celebrar um contrato social planetário que possibilite o desenvolvimento
econômico e social e o uso racional dos recursos da natureza em benefício de
toda a humanidade.
Capítulo 4
A escalada dos conflitos
internacionais no século XXI
As principais guerras na história da
humanidade durante o Século XX
• O Século XX foi palco (até agora) de três grandes guerras (1ª Guerra Mundial de
1914 a 1918, 2ª Guerra Mundial de 1939 a 1945 e a Guerra Fria de 1945 a 1989).
• As guerras do século XX foram “guerras totais” contra combatentes e civis sem
discriminação. Sem dúvida ele foi o século mais assassino de que temos registro,
tanto na escala, frequência e extensão da guerra que o preencheu.
• Desde o final da Segunda Guerra Mundial até o ano de 1992 haviam ocorrido 149
guerras, onde morreram mais de 23 milhões de pessoas.. O ex-secretário de
Estado norte-americano, Zbigniew Brzezinski, fez uma estimativa abrangendo
todas as "megamortes" ocorridas desde 1914 e chegou a um total de 187 milhões
de mortos.
• Para incrementar o esforço de guerras, os governos têm gasto uma média de 800
bilhões de dólares por ano em armamentos.
• Estados Unidos e Rússia tinham juntos 16.900 ogivas nucleares, capazes, segundo
estimativas, de acabar com a vida na Terra por 14 vezes, em 1997.
• o poder destrutivo do arsenal nuclear do planeta equivale hoje a 4,2 toneladas de
dinamite para cada habitante do planeta. Isto, naturalmente, se essa estimativa
corresponder à realidade.
Os focos de guerras no mundo e suas
perspectivas
• Na era contemporânea, o xadrez geopolítico internacional aponta a existência de 3
grandes protagonistas: Estados Unidos, China e Rússia. Do confronto que se
estabeleça no futuro entre estas 3 grandes potências militares poderão resultar
cenários alternativos ao atual que se caracteriza pela perda da hegemonia dos
Estados Unidos na cena mundial desde o fim do mundo bipolar em que se
confrontaram os Estados Unidos e a União Soviética durante a Guerra Fria.
• Na América do Norte, ataque terrorista nos EUA (alta chance de ocorrer),
ciberataque nos EUA (mediana chance de ocorrer) e violência no México (alta
chance de ocorrer). Na América do Sul, caos na Venezuela (alta chance de
ocorrer). Na Europa, guerra com a Rússia (mediana chance de ocorrer), guerra na
Ucrânia (mediana chance de ocorrer) e terrorismo islâmico (alta chance de
ocorrer), Na África, terrorismo no Sahel (alta chance de ocorrer), guerra na
República Centro-Africana (baixa chance de ocorrer) e intervenção na Líbia (baixa
chance de ocorrer).
• No Oriente Médio, nova intifada (mediana ou alta chance de ocorrer?), guerra
Israel/Hizbullah (mediana chance de ocorrer), nova guerra civil na Síria opondo
EUA e Rússia, disputa entre Arábia Saudita e Irã (alta chance de ocorrer), disputa
EUA/Irã (mediana chance de ocorrer), crise no Catar (baixa chance de ocorrer),
conflito Iraque/Curdistão (mediana chance de ocorrer) e conflito
Turquia/Curdistão (alta chance de ocorrer).
• Na Ásia, colapso no Afeganistão (mediana chance de ocorrer), guerra na península
coreana (mediana chance de ocorrer), conflito no Mar do Sul da China (baixa
chance de ocorrer), terrorismo no Paquistão (alta chance de ocorrer), terrorismo
na Índia (alta chance de ocorrer).
Como eliminar as guerras em nosso planeta
• A ausência da guerra não está relacionada com a igualdade aproximada de
forças que reina entre as grandes potências, impedindo qualquer uma
delas, e qualquer coalizão destas unidades de impor sua vontade. A
situação de igualdade aproximada de forças entre as grandes potências
antes da eclosão da 1ª e da 2ª Guerra Mundial é uma prova de que esta
situação não impediu o desencadear desses conflitos.
• A dominação exercida pelo império britânico não impediu a eclosão da 1ª
Guerra Mundial bem como as guerras de libertação nacional dos povos
das nações submetidas a seu domínio.
• O Estado hegemônico não aspira a situação de império. No entanto, a
hegemonia exercida atualmente pelos Estados Unidos é uma forma
precária de manutenção da paz mundial como demonstram as tendências
geopolíticas internacionais contemporâneas.
• O Estado hegemônico procura aparentemente absorver os Estados
nacionais reduzidos à impotência, não abusa da sua hegemonia, e respeita
as formas externas de independência dos Estados como ocorreu , em
certa medida, com os Estados Unidos após a 2ª Guerra Mundial.
• Esta situação demonstra que nem a igualdade entre potências, a
dominação exercida por um império nem o Estado hegemônico
assegurariam a paz mundial.
Como eliminar as guerras em nosso planeta
• Kant propõe em A Paz Perpétua os fundamentos e os princípios
necessários para uma livre federação de Estados juridicamente
estabelecidos os quais não adotariam a forma de um Estado mundial, pois
isso resultaria, em sua opinião, em um absolutismo ilimitado. Kant
defendia esta tese porque não deveria haver um poder soberano acima
dos Estados nacionais que possa interferir nos seus assuntos internos.
Kant propõe a existência de uma federação de Estados livres em que todos
possuam constituições republicanas. Kant buscava acabar com o “estado
da natureza internacional” que caracterizava as relações internacionais até
então.
• Historicamente, a busca da paz entre as nações apresentou três
características: o equilíbrio, a hegemonia e o império. Num espaço
histórico dado, ou as forças das unidades políticas estão em equilíbrio, ou
estão dominadas por uma dentre elas, ou então são superadas a tal ponto
pelas forças de uma unidade que todas as demais perdem sua autonomia
e tendem a desaparecer como centros de decisão política. Chega-se assim
ao Estado imperial, que detém o monopólio da violência.
• A Liga das Nações criada após a 1ª Guerra Mundial nem a ONU após a 2ª
Guerra Mundial constituídas com base na tese de Kant de constituição de
uma federação de estados nacionais foram capazes de assegurar a paz
mundial.
O futuro a inventar
• Implantar um governo mundial para evitar o império de um só e a
anarquia de todos nas relações internacionais, assegurar a paz
mundial, mas também para evitar desastres sistêmicos maiores
tais como, crise ecológica extrema, crise econômica de grande
amplitude, expansão de uma economia do crime organizado, a
queda de um meteorito no planeta e o avanço do movimento
terrorista.
• Assegurar que o Estado de Direito Internacional seja aplicado e
respeitado com a presença de um governo mundial
verdadeiramente democrático que seja aceito por todos os
países.
• Transformar a ONU em parlamento mundial através do qual seria
eleito um governo mundial a fim de que possa exercer uma
governança mundial que possibilite mediar os conflitos
internacionais e assegurar a paz mundial.
• Fazer com que a governança mundial a ser exercida pela ONU
tenha por objetivo a defesa dos interesses gerais do planeta, zelar
no sentido de cada Estado nacional respeitar os direitos de cada
cidadão do mundo e da soberania nacional de cada país e buscar
impedir a propagação dos riscos sistêmicos mundiais.
Capítulo 5
Como inventar o futuro para
mudar o mundo
Políticas para promoção do progresso
econômico e social
• Constituir um governo mundial que atuaria para
coordenar as políticas econômicas nacionais a fim de
evitar desastres sistêmicos maiores como os que
aconteceram em 1873, 1929 e 2008 e promover o
progresso econômico e social em cada país e
globalmente.
• Substituir o capitalismo em cada país pela social
democracia similar a dos países escandinavos (Suécia,
Dinamarca, Noruega, Finlândia e Islândia) que se
caracteriza pela combinação de um amplo Estado de
Bem-Estar Social com rígidos mecanismos de regulação
das forças de mercado com capacidade de colocar a
economia em uma trajetória dinâmica.
Políticas para obtenção da sustentabilidade ambiental
• Adotar o modelo de economia circular para evitar a exaustão dos
recursos naturais do planeta Terra.
• Evitar o aquecimento do planeta superior a 2 ºC.
• Dar início à terceira revolução energética que deve se traduzir na
implantação de um sistema de energia sustentável em escala
planetária.
• Implantar cidades sustentáveis com uma política de desenvol-
vimento econômico e social compatibilizado com o meio
ambiente natural.
• Adotar o modelo de desenvolvimento sustentável para evitar a
exaustão dos recursos naturais do planeta Terra e a mudança
climática catastrófica global.
• Edificar nova ordem mundial para organizar não apenas as
relações entre os homens na face da Terra, mas também suas
relações com a natureza.
• Celebrar um contrato social planetário que possibilite o
desenvolvimento econômico e social e o uso racional dos recursos
da natureza em benefício de toda a humanidade.
Políticas para obtenção da paz mundial
• Implantar um governo mundial para assegurar a paz
mundial, mas também evitar desastres sistêmicos
maiores.
• Assegurar que o Estado de Direito Internacional seja
aplicado e respeitado com a presença de um governo
mundial verdadeiramente democrático.
• Transformar a ONU em parlamento mundial através do
qual seria eleito um governo mundial a fim de que
possa exercer uma governança mundial que possibilite
mediar os conflitos internacionais e assegurar a paz
mundial.
• Fazer com que a governança mundial a ser exercida pela
ONU tenha por objetivo a defesa dos interesses gerais
do planeta, zelar no sentido de cada Estado nacional
respeitar os direitos de cada cidadão do mundo e da
soberania nacional de cada país e buscar impedir a
propagação dos riscos sistêmicos mundiais.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Questões ambientais e desenvolvimento sustentável
Questões ambientais e desenvolvimento sustentávelQuestões ambientais e desenvolvimento sustentável
Questões ambientais e desenvolvimento sustentávelJosé Nascimento
 
As conferências em defesa do meio ambiente
As conferências em defesa do meio ambienteAs conferências em defesa do meio ambiente
As conferências em defesa do meio ambienteWesley Torres
 
Acordo da cop 21 não é suficiente para salvar o planeta terra da mudança clim...
Acordo da cop 21 não é suficiente para salvar o planeta terra da mudança clim...Acordo da cop 21 não é suficiente para salvar o planeta terra da mudança clim...
Acordo da cop 21 não é suficiente para salvar o planeta terra da mudança clim...Fernando Alcoforado
 
Eduardo Viola 12 00h
Eduardo Viola 12 00hEduardo Viola 12 00h
Eduardo Viola 12 00hapimec
 
NOVA ORDEM AMBIENTAL
NOVA ORDEM AMBIENTALNOVA ORDEM AMBIENTAL
NOVA ORDEM AMBIENTALMarcelo Dores
 
Rio + 20 será que estaremos mais próximos de um sucesso
Rio +   20 será que estaremos mais próximos de um sucessoRio +   20 será que estaremos mais próximos de um sucesso
Rio + 20 será que estaremos mais próximos de um sucessoUniversidade Federal Fluminense
 
Aula 8 - Conferências do meio ambiente, capitalismo, população
Aula 8 - Conferências do meio ambiente, capitalismo, populaçãoAula 8 - Conferências do meio ambiente, capitalismo, população
Aula 8 - Conferências do meio ambiente, capitalismo, populaçãoGerson Coppes
 

Mais procurados (13)

Questões ambientais e desenvolvimento sustentável
Questões ambientais e desenvolvimento sustentávelQuestões ambientais e desenvolvimento sustentável
Questões ambientais e desenvolvimento sustentável
 
As conferências em defesa do meio ambiente
As conferências em defesa do meio ambienteAs conferências em defesa do meio ambiente
As conferências em defesa do meio ambiente
 
Dia mundial do meio ambiente
Dia mundial do meio ambienteDia mundial do meio ambiente
Dia mundial do meio ambiente
 
Material 8aeb3d9ccb
Material 8aeb3d9ccbMaterial 8aeb3d9ccb
Material 8aeb3d9ccb
 
Acordo da cop 21 não é suficiente para salvar o planeta terra da mudança clim...
Acordo da cop 21 não é suficiente para salvar o planeta terra da mudança clim...Acordo da cop 21 não é suficiente para salvar o planeta terra da mudança clim...
Acordo da cop 21 não é suficiente para salvar o planeta terra da mudança clim...
 
Eduardo Viola 12 00h
Eduardo Viola 12 00hEduardo Viola 12 00h
Eduardo Viola 12 00h
 
NOVA ORDEM AMBIENTAL
NOVA ORDEM AMBIENTALNOVA ORDEM AMBIENTAL
NOVA ORDEM AMBIENTAL
 
Rio + 20 será que estaremos mais próximos de um sucesso
Rio +   20 será que estaremos mais próximos de um sucessoRio +   20 será que estaremos mais próximos de um sucesso
Rio + 20 será que estaremos mais próximos de um sucesso
 
Rio+20, economia verde
Rio+20, economia verdeRio+20, economia verde
Rio+20, economia verde
 
Eco 92
Eco 92Eco 92
Eco 92
 
A sustentabilidade no Século XXI
A sustentabilidade no Século XXIA sustentabilidade no Século XXI
A sustentabilidade no Século XXI
 
Poluição
 Poluição Poluição
Poluição
 
Aula 8 - Conferências do meio ambiente, capitalismo, população
Aula 8 - Conferências do meio ambiente, capitalismo, populaçãoAula 8 - Conferências do meio ambiente, capitalismo, população
Aula 8 - Conferências do meio ambiente, capitalismo, população
 

Semelhante a Como inventar o futuro sustentável

Desenvolvimento sustentável como instrumento para a paz
Desenvolvimento sustentável como instrumento para a pazDesenvolvimento sustentável como instrumento para a paz
Desenvolvimento sustentável como instrumento para a pazFernando Alcoforado
 
Sociedade global sustentável e governo mundial requisitos para a paz mundial
Sociedade global sustentável e governo mundial   requisitos para a paz mundialSociedade global sustentável e governo mundial   requisitos para a paz mundial
Sociedade global sustentável e governo mundial requisitos para a paz mundialFernando Alcoforado
 
A exaustão dos recursos naturais do planeta
A exaustão dos recursos naturais do planetaA exaustão dos recursos naturais do planeta
A exaustão dos recursos naturais do planetaFernando Alcoforado
 
In Sustentabilidade! Eis o "Momentum"
In Sustentabilidade! Eis o "Momentum"In Sustentabilidade! Eis o "Momentum"
In Sustentabilidade! Eis o "Momentum"Laercio Bruno
 
XIII FICA Palestra Dra Luciana Martins
XIII FICA Palestra Dra Luciana MartinsXIII FICA Palestra Dra Luciana Martins
XIII FICA Palestra Dra Luciana MartinsLarissa Hipólito
 
Revisão para enem 2011
Revisão para enem 2011Revisão para enem 2011
Revisão para enem 2011alfredo1ssa
 
EM DEFESA DE UMA NOVA SOCIEDADE NO DIA MUNDIAL DO MEIO AMBIENTE
EM DEFESA DE UMA NOVA SOCIEDADE NO DIA MUNDIAL DO MEIO AMBIENTEEM DEFESA DE UMA NOVA SOCIEDADE NO DIA MUNDIAL DO MEIO AMBIENTE
EM DEFESA DE UMA NOVA SOCIEDADE NO DIA MUNDIAL DO MEIO AMBIENTEFernando Alcoforado
 
COMO TORNAR REALIDADE A UTOPIA DO USO RACIONAL DOS RECURSOS DA NATUREZA NO MU...
COMO TORNAR REALIDADE A UTOPIA DO USO RACIONAL DOS RECURSOS DA NATUREZA NO MU...COMO TORNAR REALIDADE A UTOPIA DO USO RACIONAL DOS RECURSOS DA NATUREZA NO MU...
COMO TORNAR REALIDADE A UTOPIA DO USO RACIONAL DOS RECURSOS DA NATUREZA NO MU...Faga1939
 
A exaustão dos recursos naturais do planeta terra
A exaustão dos recursos naturais do planeta terraA exaustão dos recursos naturais do planeta terra
A exaustão dos recursos naturais do planeta terraFernando Alcoforado
 
Livro energia no mundo e no brasil
Livro energia no mundo e no brasilLivro energia no mundo e no brasil
Livro energia no mundo e no brasilFernando Alcoforado
 
Atualidades Meio Ambiente Prof. Marco Aurelio Gondim [www.mgondim.blogspot.com]
Atualidades Meio Ambiente Prof. Marco Aurelio Gondim [www.mgondim.blogspot.com]Atualidades Meio Ambiente Prof. Marco Aurelio Gondim [www.mgondim.blogspot.com]
Atualidades Meio Ambiente Prof. Marco Aurelio Gondim [www.mgondim.blogspot.com]Marco Aurélio Gondim
 
Questões sobre dilemas ambientais do mundo atual
Questões sobre dilemas ambientais do mundo atualQuestões sobre dilemas ambientais do mundo atual
Questões sobre dilemas ambientais do mundo atualtelmamedeiros2010
 
Educação e desenvolvimento sustentável no século xxi
Educação e desenvolvimento sustentável no século xxiEducação e desenvolvimento sustentável no século xxi
Educação e desenvolvimento sustentável no século xxiFernando Alcoforado
 
COMO SALVAR A HUMANIDADE DA DEVASTAÇÃO SOCIAL, ECONÔMICA, AMBIENTAL E DAS GUE...
COMO SALVAR A HUMANIDADE DA DEVASTAÇÃO SOCIAL, ECONÔMICA, AMBIENTAL E DAS GUE...COMO SALVAR A HUMANIDADE DA DEVASTAÇÃO SOCIAL, ECONÔMICA, AMBIENTAL E DAS GUE...
COMO SALVAR A HUMANIDADE DA DEVASTAÇÃO SOCIAL, ECONÔMICA, AMBIENTAL E DAS GUE...Fernando Alcoforado
 
Geografia do Brasil - Meio ambiente - [www.gondim.net]
Geografia do Brasil - Meio ambiente - [www.gondim.net]Geografia do Brasil - Meio ambiente - [www.gondim.net]
Geografia do Brasil - Meio ambiente - [www.gondim.net]Marco Aurélio Gondim
 
áGua no mundo e seus gigantescos problemas
áGua no mundo e seus gigantescos problemasáGua no mundo e seus gigantescos problemas
áGua no mundo e seus gigantescos problemasFernando Alcoforado
 

Semelhante a Como inventar o futuro sustentável (20)

Desenvolvimento sustentável como instrumento para a paz
Desenvolvimento sustentável como instrumento para a pazDesenvolvimento sustentável como instrumento para a paz
Desenvolvimento sustentável como instrumento para a paz
 
Sociedade global sustentável e governo mundial requisitos para a paz mundial
Sociedade global sustentável e governo mundial   requisitos para a paz mundialSociedade global sustentável e governo mundial   requisitos para a paz mundial
Sociedade global sustentável e governo mundial requisitos para a paz mundial
 
A exaustão dos recursos naturais do planeta
A exaustão dos recursos naturais do planetaA exaustão dos recursos naturais do planeta
A exaustão dos recursos naturais do planeta
 
In Sustentabilidade! Eis o "Momentum"
In Sustentabilidade! Eis o "Momentum"In Sustentabilidade! Eis o "Momentum"
In Sustentabilidade! Eis o "Momentum"
 
XIII FICA Palestra Dra Luciana Martins
XIII FICA Palestra Dra Luciana MartinsXIII FICA Palestra Dra Luciana Martins
XIII FICA Palestra Dra Luciana Martins
 
Revisão para enem 2011
Revisão para enem 2011Revisão para enem 2011
Revisão para enem 2011
 
Cadernos de Seguros: O verdadeiro sentido do amanhã
Cadernos de Seguros: O verdadeiro sentido do amanhãCadernos de Seguros: O verdadeiro sentido do amanhã
Cadernos de Seguros: O verdadeiro sentido do amanhã
 
EM DEFESA DE UMA NOVA SOCIEDADE NO DIA MUNDIAL DO MEIO AMBIENTE
EM DEFESA DE UMA NOVA SOCIEDADE NO DIA MUNDIAL DO MEIO AMBIENTEEM DEFESA DE UMA NOVA SOCIEDADE NO DIA MUNDIAL DO MEIO AMBIENTE
EM DEFESA DE UMA NOVA SOCIEDADE NO DIA MUNDIAL DO MEIO AMBIENTE
 
Pgaerna aula5
Pgaerna aula5Pgaerna aula5
Pgaerna aula5
 
COMO TORNAR REALIDADE A UTOPIA DO USO RACIONAL DOS RECURSOS DA NATUREZA NO MU...
COMO TORNAR REALIDADE A UTOPIA DO USO RACIONAL DOS RECURSOS DA NATUREZA NO MU...COMO TORNAR REALIDADE A UTOPIA DO USO RACIONAL DOS RECURSOS DA NATUREZA NO MU...
COMO TORNAR REALIDADE A UTOPIA DO USO RACIONAL DOS RECURSOS DA NATUREZA NO MU...
 
A exaustão dos recursos naturais do planeta terra
A exaustão dos recursos naturais do planeta terraA exaustão dos recursos naturais do planeta terra
A exaustão dos recursos naturais do planeta terra
 
Livro energia no mundo e no brasil
Livro energia no mundo e no brasilLivro energia no mundo e no brasil
Livro energia no mundo e no brasil
 
Atualidades Meio Ambiente Prof. Marco Aurelio Gondim [www.mgondim.blogspot.com]
Atualidades Meio Ambiente Prof. Marco Aurelio Gondim [www.mgondim.blogspot.com]Atualidades Meio Ambiente Prof. Marco Aurelio Gondim [www.mgondim.blogspot.com]
Atualidades Meio Ambiente Prof. Marco Aurelio Gondim [www.mgondim.blogspot.com]
 
Questões sobre dilemas ambientais do mundo atual
Questões sobre dilemas ambientais do mundo atualQuestões sobre dilemas ambientais do mundo atual
Questões sobre dilemas ambientais do mundo atual
 
Educação e desenvolvimento sustentável no século xxi
Educação e desenvolvimento sustentável no século xxiEducação e desenvolvimento sustentável no século xxi
Educação e desenvolvimento sustentável no século xxi
 
COMO SALVAR A HUMANIDADE DA DEVASTAÇÃO SOCIAL, ECONÔMICA, AMBIENTAL E DAS GUE...
COMO SALVAR A HUMANIDADE DA DEVASTAÇÃO SOCIAL, ECONÔMICA, AMBIENTAL E DAS GUE...COMO SALVAR A HUMANIDADE DA DEVASTAÇÃO SOCIAL, ECONÔMICA, AMBIENTAL E DAS GUE...
COMO SALVAR A HUMANIDADE DA DEVASTAÇÃO SOCIAL, ECONÔMICA, AMBIENTAL E DAS GUE...
 
As preocupações com o meio ambiente
As preocupações com o meio ambienteAs preocupações com o meio ambiente
As preocupações com o meio ambiente
 
Geografia do Brasil - Meio ambiente - [www.gondim.net]
Geografia do Brasil - Meio ambiente - [www.gondim.net]Geografia do Brasil - Meio ambiente - [www.gondim.net]
Geografia do Brasil - Meio ambiente - [www.gondim.net]
 
Questão Ambiental
Questão AmbientalQuestão Ambiental
Questão Ambiental
 
áGua no mundo e seus gigantescos problemas
áGua no mundo e seus gigantescos problemasáGua no mundo e seus gigantescos problemas
áGua no mundo e seus gigantescos problemas
 

Mais de Fernando Alcoforado

O INFERNO DAS CATÁSTROFES SOFRIDAS PELO POVO BRASILEIRO
O INFERNO DAS CATÁSTROFES SOFRIDAS PELO POVO BRASILEIRO   O INFERNO DAS CATÁSTROFES SOFRIDAS PELO POVO BRASILEIRO
O INFERNO DAS CATÁSTROFES SOFRIDAS PELO POVO BRASILEIRO Fernando Alcoforado
 
L'ENFER DES CATASTROPHES SUBIS PAR LE PEUPLE BRÉSILIEN
L'ENFER DES CATASTROPHES SUBIS PAR LE PEUPLE BRÉSILIENL'ENFER DES CATASTROPHES SUBIS PAR LE PEUPLE BRÉSILIEN
L'ENFER DES CATASTROPHES SUBIS PAR LE PEUPLE BRÉSILIENFernando Alcoforado
 
LE MONDE VERS UNE CATASTROPHE CLIMATIQUE?
LE MONDE VERS UNE CATASTROPHE CLIMATIQUE?LE MONDE VERS UNE CATASTROPHE CLIMATIQUE?
LE MONDE VERS UNE CATASTROPHE CLIMATIQUE?Fernando Alcoforado
 
AQUECIMENTO GLOBAL, MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBAL E SEUS IMPACTOS SOBRE A SAÚDE HU...
AQUECIMENTO GLOBAL, MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBAL E SEUS IMPACTOS SOBRE A SAÚDE HU...AQUECIMENTO GLOBAL, MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBAL E SEUS IMPACTOS SOBRE A SAÚDE HU...
AQUECIMENTO GLOBAL, MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBAL E SEUS IMPACTOS SOBRE A SAÚDE HU...Fernando Alcoforado
 
GLOBAL WARMING, GLOBAL CLIMATE CHANGE AND ITS IMPACTS ON HUMAN HEALTH
GLOBAL WARMING, GLOBAL CLIMATE CHANGE AND ITS IMPACTS ON HUMAN HEALTHGLOBAL WARMING, GLOBAL CLIMATE CHANGE AND ITS IMPACTS ON HUMAN HEALTH
GLOBAL WARMING, GLOBAL CLIMATE CHANGE AND ITS IMPACTS ON HUMAN HEALTHFernando Alcoforado
 
LE RÉCHAUFFEMENT CLIMATIQUE, LE CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIAL ET SES IMPACTS ...
LE RÉCHAUFFEMENT CLIMATIQUE, LE CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIAL ET SES IMPACTS ...LE RÉCHAUFFEMENT CLIMATIQUE, LE CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIAL ET SES IMPACTS ...
LE RÉCHAUFFEMENT CLIMATIQUE, LE CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIAL ET SES IMPACTS ...Fernando Alcoforado
 
INONDATIONS DES VILLES ET CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIAL
INONDATIONS DES VILLES ET CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIALINONDATIONS DES VILLES ET CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIAL
INONDATIONS DES VILLES ET CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIALFernando Alcoforado
 
CITY FLOODS AND GLOBAL CLIMATE CHANGE
CITY FLOODS AND GLOBAL CLIMATE CHANGECITY FLOODS AND GLOBAL CLIMATE CHANGE
CITY FLOODS AND GLOBAL CLIMATE CHANGEFernando Alcoforado
 
INUNDAÇÕES DAS CIDADES E MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBAL
INUNDAÇÕES DAS CIDADES E MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBALINUNDAÇÕES DAS CIDADES E MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBAL
INUNDAÇÕES DAS CIDADES E MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBALFernando Alcoforado
 
CIVILIZAÇÃO OU BARBÁRIE SÃO AS ESCOLHAS DO POVO BRASILEIRO NAS ELEIÇÕES DE 2022
CIVILIZAÇÃO OU BARBÁRIE SÃO AS ESCOLHAS DO POVO BRASILEIRO NAS ELEIÇÕES DE 2022 CIVILIZAÇÃO OU BARBÁRIE SÃO AS ESCOLHAS DO POVO BRASILEIRO NAS ELEIÇÕES DE 2022
CIVILIZAÇÃO OU BARBÁRIE SÃO AS ESCOLHAS DO POVO BRASILEIRO NAS ELEIÇÕES DE 2022 Fernando Alcoforado
 
CIVILISATION OU BARBARIE SONT LES CHOIX DU PEUPLE BRÉSILIEN AUX ÉLECTIONS DE ...
CIVILISATION OU BARBARIE SONT LES CHOIX DU PEUPLE BRÉSILIEN AUX ÉLECTIONS DE ...CIVILISATION OU BARBARIE SONT LES CHOIX DU PEUPLE BRÉSILIEN AUX ÉLECTIONS DE ...
CIVILISATION OU BARBARIE SONT LES CHOIX DU PEUPLE BRÉSILIEN AUX ÉLECTIONS DE ...Fernando Alcoforado
 
CIVILIZATION OR BARBARISM ARE THE CHOICES OF THE BRAZILIAN PEOPLE IN THE 2022...
CIVILIZATION OR BARBARISM ARE THE CHOICES OF THE BRAZILIAN PEOPLE IN THE 2022...CIVILIZATION OR BARBARISM ARE THE CHOICES OF THE BRAZILIAN PEOPLE IN THE 2022...
CIVILIZATION OR BARBARISM ARE THE CHOICES OF THE BRAZILIAN PEOPLE IN THE 2022...Fernando Alcoforado
 
COMO EVITAR A PREVISÃO DE STEPHEN HAWKING DE QUE A HUMANIDADE SÓ TEM MAIS 100...
COMO EVITAR A PREVISÃO DE STEPHEN HAWKING DE QUE A HUMANIDADE SÓ TEM MAIS 100...COMO EVITAR A PREVISÃO DE STEPHEN HAWKING DE QUE A HUMANIDADE SÓ TEM MAIS 100...
COMO EVITAR A PREVISÃO DE STEPHEN HAWKING DE QUE A HUMANIDADE SÓ TEM MAIS 100...Fernando Alcoforado
 
COMMENT ÉVITER LA PRÉVISION DE STEPHEN HAWKING QUE L'HUMANITÉ N'A QUE 100 ANS...
COMMENT ÉVITER LA PRÉVISION DE STEPHEN HAWKING QUE L'HUMANITÉ N'A QUE 100 ANS...COMMENT ÉVITER LA PRÉVISION DE STEPHEN HAWKING QUE L'HUMANITÉ N'A QUE 100 ANS...
COMMENT ÉVITER LA PRÉVISION DE STEPHEN HAWKING QUE L'HUMANITÉ N'A QUE 100 ANS...Fernando Alcoforado
 
THE GREAT FRENCH REVOLUTION THAT CHANGED THE WORLD
THE GREAT FRENCH REVOLUTION THAT CHANGED THE WORLDTHE GREAT FRENCH REVOLUTION THAT CHANGED THE WORLD
THE GREAT FRENCH REVOLUTION THAT CHANGED THE WORLDFernando Alcoforado
 
LA GRANDE RÉVOLUTION FRANÇAISE QUI A CHANGÉ LE MONDE
LA GRANDE RÉVOLUTION FRANÇAISE QUI A CHANGÉ LE MONDE LA GRANDE RÉVOLUTION FRANÇAISE QUI A CHANGÉ LE MONDE
LA GRANDE RÉVOLUTION FRANÇAISE QUI A CHANGÉ LE MONDE Fernando Alcoforado
 
A GRANDE REVOLUÇÃO FRANCESA QUE MUDOU O MUNDO
A GRANDE REVOLUÇÃO FRANCESA QUE MUDOU O MUNDOA GRANDE REVOLUÇÃO FRANCESA QUE MUDOU O MUNDO
A GRANDE REVOLUÇÃO FRANCESA QUE MUDOU O MUNDOFernando Alcoforado
 
O TARIFAÇO DE ENERGIA É SINAL DE INCOMPETÊNCIA DO GOVERNO FEDERAL NO PLANEJAM...
O TARIFAÇO DE ENERGIA É SINAL DE INCOMPETÊNCIA DO GOVERNO FEDERAL NO PLANEJAM...O TARIFAÇO DE ENERGIA É SINAL DE INCOMPETÊNCIA DO GOVERNO FEDERAL NO PLANEJAM...
O TARIFAÇO DE ENERGIA É SINAL DE INCOMPETÊNCIA DO GOVERNO FEDERAL NO PLANEJAM...Fernando Alcoforado
 
LES RÉVOLUTIONS SOCIALES, LEURS FACTEURS DÉCLENCHEURS ET LE BRÉSIL ACTUEL
LES RÉVOLUTIONS SOCIALES, LEURS FACTEURS DÉCLENCHEURS ET LE BRÉSIL ACTUELLES RÉVOLUTIONS SOCIALES, LEURS FACTEURS DÉCLENCHEURS ET LE BRÉSIL ACTUEL
LES RÉVOLUTIONS SOCIALES, LEURS FACTEURS DÉCLENCHEURS ET LE BRÉSIL ACTUELFernando Alcoforado
 
SOCIAL REVOLUTIONS, THEIR TRIGGERS FACTORS AND CURRENT BRAZIL
SOCIAL REVOLUTIONS, THEIR TRIGGERS FACTORS AND CURRENT BRAZILSOCIAL REVOLUTIONS, THEIR TRIGGERS FACTORS AND CURRENT BRAZIL
SOCIAL REVOLUTIONS, THEIR TRIGGERS FACTORS AND CURRENT BRAZILFernando Alcoforado
 

Mais de Fernando Alcoforado (20)

O INFERNO DAS CATÁSTROFES SOFRIDAS PELO POVO BRASILEIRO
O INFERNO DAS CATÁSTROFES SOFRIDAS PELO POVO BRASILEIRO   O INFERNO DAS CATÁSTROFES SOFRIDAS PELO POVO BRASILEIRO
O INFERNO DAS CATÁSTROFES SOFRIDAS PELO POVO BRASILEIRO
 
L'ENFER DES CATASTROPHES SUBIS PAR LE PEUPLE BRÉSILIEN
L'ENFER DES CATASTROPHES SUBIS PAR LE PEUPLE BRÉSILIENL'ENFER DES CATASTROPHES SUBIS PAR LE PEUPLE BRÉSILIEN
L'ENFER DES CATASTROPHES SUBIS PAR LE PEUPLE BRÉSILIEN
 
LE MONDE VERS UNE CATASTROPHE CLIMATIQUE?
LE MONDE VERS UNE CATASTROPHE CLIMATIQUE?LE MONDE VERS UNE CATASTROPHE CLIMATIQUE?
LE MONDE VERS UNE CATASTROPHE CLIMATIQUE?
 
AQUECIMENTO GLOBAL, MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBAL E SEUS IMPACTOS SOBRE A SAÚDE HU...
AQUECIMENTO GLOBAL, MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBAL E SEUS IMPACTOS SOBRE A SAÚDE HU...AQUECIMENTO GLOBAL, MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBAL E SEUS IMPACTOS SOBRE A SAÚDE HU...
AQUECIMENTO GLOBAL, MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBAL E SEUS IMPACTOS SOBRE A SAÚDE HU...
 
GLOBAL WARMING, GLOBAL CLIMATE CHANGE AND ITS IMPACTS ON HUMAN HEALTH
GLOBAL WARMING, GLOBAL CLIMATE CHANGE AND ITS IMPACTS ON HUMAN HEALTHGLOBAL WARMING, GLOBAL CLIMATE CHANGE AND ITS IMPACTS ON HUMAN HEALTH
GLOBAL WARMING, GLOBAL CLIMATE CHANGE AND ITS IMPACTS ON HUMAN HEALTH
 
LE RÉCHAUFFEMENT CLIMATIQUE, LE CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIAL ET SES IMPACTS ...
LE RÉCHAUFFEMENT CLIMATIQUE, LE CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIAL ET SES IMPACTS ...LE RÉCHAUFFEMENT CLIMATIQUE, LE CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIAL ET SES IMPACTS ...
LE RÉCHAUFFEMENT CLIMATIQUE, LE CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIAL ET SES IMPACTS ...
 
INONDATIONS DES VILLES ET CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIAL
INONDATIONS DES VILLES ET CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIALINONDATIONS DES VILLES ET CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIAL
INONDATIONS DES VILLES ET CHANGEMENT CLIMATIQUE MONDIAL
 
CITY FLOODS AND GLOBAL CLIMATE CHANGE
CITY FLOODS AND GLOBAL CLIMATE CHANGECITY FLOODS AND GLOBAL CLIMATE CHANGE
CITY FLOODS AND GLOBAL CLIMATE CHANGE
 
INUNDAÇÕES DAS CIDADES E MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBAL
INUNDAÇÕES DAS CIDADES E MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBALINUNDAÇÕES DAS CIDADES E MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBAL
INUNDAÇÕES DAS CIDADES E MUDANÇA CLIMÁTICA GLOBAL
 
CIVILIZAÇÃO OU BARBÁRIE SÃO AS ESCOLHAS DO POVO BRASILEIRO NAS ELEIÇÕES DE 2022
CIVILIZAÇÃO OU BARBÁRIE SÃO AS ESCOLHAS DO POVO BRASILEIRO NAS ELEIÇÕES DE 2022 CIVILIZAÇÃO OU BARBÁRIE SÃO AS ESCOLHAS DO POVO BRASILEIRO NAS ELEIÇÕES DE 2022
CIVILIZAÇÃO OU BARBÁRIE SÃO AS ESCOLHAS DO POVO BRASILEIRO NAS ELEIÇÕES DE 2022
 
CIVILISATION OU BARBARIE SONT LES CHOIX DU PEUPLE BRÉSILIEN AUX ÉLECTIONS DE ...
CIVILISATION OU BARBARIE SONT LES CHOIX DU PEUPLE BRÉSILIEN AUX ÉLECTIONS DE ...CIVILISATION OU BARBARIE SONT LES CHOIX DU PEUPLE BRÉSILIEN AUX ÉLECTIONS DE ...
CIVILISATION OU BARBARIE SONT LES CHOIX DU PEUPLE BRÉSILIEN AUX ÉLECTIONS DE ...
 
CIVILIZATION OR BARBARISM ARE THE CHOICES OF THE BRAZILIAN PEOPLE IN THE 2022...
CIVILIZATION OR BARBARISM ARE THE CHOICES OF THE BRAZILIAN PEOPLE IN THE 2022...CIVILIZATION OR BARBARISM ARE THE CHOICES OF THE BRAZILIAN PEOPLE IN THE 2022...
CIVILIZATION OR BARBARISM ARE THE CHOICES OF THE BRAZILIAN PEOPLE IN THE 2022...
 
COMO EVITAR A PREVISÃO DE STEPHEN HAWKING DE QUE A HUMANIDADE SÓ TEM MAIS 100...
COMO EVITAR A PREVISÃO DE STEPHEN HAWKING DE QUE A HUMANIDADE SÓ TEM MAIS 100...COMO EVITAR A PREVISÃO DE STEPHEN HAWKING DE QUE A HUMANIDADE SÓ TEM MAIS 100...
COMO EVITAR A PREVISÃO DE STEPHEN HAWKING DE QUE A HUMANIDADE SÓ TEM MAIS 100...
 
COMMENT ÉVITER LA PRÉVISION DE STEPHEN HAWKING QUE L'HUMANITÉ N'A QUE 100 ANS...
COMMENT ÉVITER LA PRÉVISION DE STEPHEN HAWKING QUE L'HUMANITÉ N'A QUE 100 ANS...COMMENT ÉVITER LA PRÉVISION DE STEPHEN HAWKING QUE L'HUMANITÉ N'A QUE 100 ANS...
COMMENT ÉVITER LA PRÉVISION DE STEPHEN HAWKING QUE L'HUMANITÉ N'A QUE 100 ANS...
 
THE GREAT FRENCH REVOLUTION THAT CHANGED THE WORLD
THE GREAT FRENCH REVOLUTION THAT CHANGED THE WORLDTHE GREAT FRENCH REVOLUTION THAT CHANGED THE WORLD
THE GREAT FRENCH REVOLUTION THAT CHANGED THE WORLD
 
LA GRANDE RÉVOLUTION FRANÇAISE QUI A CHANGÉ LE MONDE
LA GRANDE RÉVOLUTION FRANÇAISE QUI A CHANGÉ LE MONDE LA GRANDE RÉVOLUTION FRANÇAISE QUI A CHANGÉ LE MONDE
LA GRANDE RÉVOLUTION FRANÇAISE QUI A CHANGÉ LE MONDE
 
A GRANDE REVOLUÇÃO FRANCESA QUE MUDOU O MUNDO
A GRANDE REVOLUÇÃO FRANCESA QUE MUDOU O MUNDOA GRANDE REVOLUÇÃO FRANCESA QUE MUDOU O MUNDO
A GRANDE REVOLUÇÃO FRANCESA QUE MUDOU O MUNDO
 
O TARIFAÇO DE ENERGIA É SINAL DE INCOMPETÊNCIA DO GOVERNO FEDERAL NO PLANEJAM...
O TARIFAÇO DE ENERGIA É SINAL DE INCOMPETÊNCIA DO GOVERNO FEDERAL NO PLANEJAM...O TARIFAÇO DE ENERGIA É SINAL DE INCOMPETÊNCIA DO GOVERNO FEDERAL NO PLANEJAM...
O TARIFAÇO DE ENERGIA É SINAL DE INCOMPETÊNCIA DO GOVERNO FEDERAL NO PLANEJAM...
 
LES RÉVOLUTIONS SOCIALES, LEURS FACTEURS DÉCLENCHEURS ET LE BRÉSIL ACTUEL
LES RÉVOLUTIONS SOCIALES, LEURS FACTEURS DÉCLENCHEURS ET LE BRÉSIL ACTUELLES RÉVOLUTIONS SOCIALES, LEURS FACTEURS DÉCLENCHEURS ET LE BRÉSIL ACTUEL
LES RÉVOLUTIONS SOCIALES, LEURS FACTEURS DÉCLENCHEURS ET LE BRÉSIL ACTUEL
 
SOCIAL REVOLUTIONS, THEIR TRIGGERS FACTORS AND CURRENT BRAZIL
SOCIAL REVOLUTIONS, THEIR TRIGGERS FACTORS AND CURRENT BRAZILSOCIAL REVOLUTIONS, THEIR TRIGGERS FACTORS AND CURRENT BRAZIL
SOCIAL REVOLUTIONS, THEIR TRIGGERS FACTORS AND CURRENT BRAZIL
 

Como inventar o futuro sustentável

  • 1. COMO INVENTAR O FUTURO PARA MUDAR O MUNDO Fernando Alcoforado
  • 2. OBJETIVOS DO LIVRO • O propósito deste livro é o de propor mudanças nos sistemas econômico, político, social, internacional e ambiental do planeta Terra para superar suas crises que ameaçam o futuro da humanidade evitando seu colapso. • Este livro busca fundamentalmente a construção de um futuro que proporcione o progresso econômico e social que seja compartilhado por toda a população mundial, a sustentabilidade ambiental que evite o esgotamento dos recursos naturais do planeta Terra e a mudança climática catastrófica e a paz mundial que contribua para a convivência fraterna entre todos os seres humanos. • A capa do livro mostra que o mundo do futuro a ser construído deve se apoiar no tripé representado pelo progresso econômico e social, pela sustentabilidade ambiental e pela paz mundial.
  • 3.
  • 4. SUMÁRIO DO LIVRO • Prefácio • 1. Introdução • • 2. O previsível fim do capitalismo como sistema dominante no século XXI • • 2.1- A formação do lucro no capitalismo • 2.2- A inexorável tendência da queda da taxa de lucro no sistema capitalista mundial • 2.3- As ações ou estratégias adotadas visando a neutralização da tendência de queda da taxa de lucro do sistema capitalista mundial • 2.4- As consequências da automação industrial sobre a taxa de lucro no capitalismo e na sociedade • 2.5- A financeirização do sistema capitalista mundial • 2.6- O fim do sistema capitalista mundial no final do século XXI • 2.7- Ciclos longos de Kondratieff e o fim do capitalismo • 2.8- Controvérsias sobre o fim do capitalismo
  • 5. SUMÁRIO DO LIVRO • 3. A degradação ambiental do planeta Terra no século XXI • 3.1- A exaustão dos recursos naturais do planeta Terra no século XXI • 3.1.1- O impacto do ser humano no planeta Terra • 3.1.2- A exaustão dos recursos minerais do planeta Terra no século XXI • 3.1.3- A escassez e a deterioração da qualidade da água no mundo • 3.1.4- O limite na produção de alimentos • 3.1.5- Como evitar a exaustão dos recursos naturais do planeta Terra no século XXI • 3.2- A mudança climática catastrófica global no século XXI • 3.2.1- Causas e consequências do aquecimento global • 3.2.2- Energia e aquecimento global • 3.2.3- As cidades e seus impactos ambientais • 3.2.4- As medidas adotadas atualmente para combater o aquecimento global • 3.2.5- Como evitar a mudança climática catastrófica global no século XXI
  • 6. SUMÁRIO DO LIVRO • 4. A escalada dos conflitos internacionais no século XXI • • 4.1- As principais guerras na história da humanidade durante o século XX • 4.2- Os focos de guerras no mundo e suas perspectivas • 4.3- Os conflitos pelos recursos naturais no século XXI • 4.4- Em marcha uma nova Guerra Fria • 4.5- O declínio dos Estados Unidos como potência hegemônica • 4.6- O mundo pós americano • 4.7- O mundo rumo à 4ª Guerra Mundial? • 4.8- Cenários de guerras no futuro • 4.9- Causas das guerras • 4.10- Como eliminar as guerras em nosso planeta • • 5. Como inventar o futuro para mudar o mundo • • 5.1- O admirável mundo novo que a humanidade precisa construir • 5.2- O futuro modelo de sociedade a edificar em cada país • 5.3- A futura sociedade sustentável a edificar em cada país e no mundo • 5.4- O governo mundial para enfrentar os grandes desafios da humanidade no século XXI
  • 7. Capítulo 2 O previsível fim do capitalismo como sistema dominante no século XXI
  • 8. Taxa de lucro mundial
  • 9. Projeção da evolução futura do taxa de lucro mundial • A taxa de lucro mundial apresenta queda contínua em seu crescimento. • Se for mantida a tendência do período 1869- 1947 e, considerando que a taxa de lucro mundial foi de 42% em 1869 e 30% em 1947, a taxa de lucro do sistema capitalista mundial tenderia para o valor igual a zero em 2142. • Se for mantida a tendência do período 1869- 2007, considerando que a taxa de lucro mundial foi de 42% em 1869 e 18% em 2007, a taxa de lucro do sistema capitalista mundial tenderia para o valor igual a zero em 2110. • Se for mantida a tendência do período mais recente, 1947- 2007, considerando que a taxa de lucro mundial foi de 30% em 1947 e 18% em 2007, a taxa de lucro do sistema capitalista mundial tenderia para o valor igual a zero em 2097.
  • 10. Taxa de lucro ao custo histórico do capital fixo em corporações dos Estados Unidos
  • 11. Projeção da evolução futura do taxa de lucro ao custo histórico do capital fixo em corporações dos Estados Unidos A taxa de lucro ao custo histórico do capital fixo em corporações dos Estados Unidos apresenta queda contínua em seu crescimento. Se for mantida esta tendência, que foi de 32% em 1947 e 15% em 2007 em valores deflacionados, a taxa de lucro das corporações dos Estados Unidos alcançará valor zero em 2059.
  • 12. Taxas de crescimento real do Produto Bruto Mundial e dos Produtos Financeiros (derivativos)
  • 13. Projeção da evolução futura do PIB mundial • O Produto Bruto Mundial apresenta queda contínua em seu crescimento. • Em 1961 o crescimento do PIB mundial foi de 4,8% e em 2007 de 2,5%. • Esta evolução indica que o PIB mundial terá crescimento zero em 2057.
  • 14. Ativos financeiros globais em porcentagem do PIB mundial
  • 15. Lucros produtivos versus lucros financeiros nos Estados Unidos
  • 16. O futuro a inventar • Constituir um governo mundial que atuaria para coordenar as políticas econômicas nacionais a fim de evitar desastres sistêmicos maiores como os que aconteceram em 1873, 1929 e 2008 e promover o progresso econômico e social em cada país e globalmente. • Assegurar que o Estado de Direito Internacional seja aplicado e respeitado com a presença de um governo mundial verdadeiramente democrático.
  • 17. Capítulo 3 A degradação ambiental do planeta Terra no século XXI
  • 18. Problemas a resolver • A exaustão dos recursos naturais do planeta Terra • Mudança climática catastrófica global
  • 19. A exaustão dos recursos naturais do planeta Terra • A demanda por recursos naturais excede em 41% a capacidade de reposição da Terra. • Se a escalada dessa demanda continuar no ritmo atual, em 2030, com uma população planetária estimada em 10 bilhões de pessoas, serão necessárias duas Terras para satisfazê-la. • No levantamento da Global Footprint Network, os japoneses consomem 7,1 vezes mais do que têm e seriam necessárias quatro Itálias para abastecer os italianos.
  • 20. A exaustão dos recursos minerais do planeta Terra • As reservas de petróleo terão uma duração até 2050. • O gás natural dispõe de reservas que podem garantir sua produção até 2070. • O carvão tem reservas suficientes para durar até 2260. • O shale gas em exploração recente nos Estados Unidos poderia suprir a demanda doméstica do país por gás natural nos níveis atuais de consumo por mais de 100 anos (até 2110)
  • 21. A exaustão dos recursos minerais do planeta Terra RECURSOS MINERAIS USOS DATA DE EXTINÇÃO Platina Materiais cirúrgicos 2049 Prata Fabricação de espelhos e talheres 2016 Cobre Fios e cabos e dutos de ar condicionado 2027 Antimônio Controles remotos e uso com outros materiais para aumento da resistência 2020 Lítio Baterias de celulares, laptops e videogames 2053 Fósforo Fertilizantes agrícolas 2149 Urânio Geração de energia elétrica 2026 Índio Telas de touchscreen de smartphones e tablets 2020 Tântalo Lentes de câmeras fotográficas 2027 Níquel Ligas metálicas de revestimento, de eletrônicos, como os celulares 2064 Estanho Revestimento de ligas metálicas, como as usadas nas latinhas de refrigerante 2024 Chumbo Baterias de carros e caminhões e em soldas e rolamentos 2015 Ouro Joias e em microships de computadores 2043 Zinco Cobertura de ligas metálicas, impedindo que a ferrugem destrua objetos como as moedas 2041
  • 22. A escassez e a deterioração da qualidade da água no mundo • De toda a água doce disponível, apenas 0,4% estão em lagos, rios, ou seja, disponíveis para as pessoas usarem. 70% da água doce é utilizada na irrigação, 22% na indústria e apenas 8% no uso doméstico . • A humanidade utiliza na atualidade 50% da água doce do planeta. Em 40 anos utilizará 80%. A distribuição geográfica da água doce é desigual. • Metade dos rios do mundo está contaminada por esgoto, agrotóxicos e lixo industrial. • Relatório da ONU sobre o uso da água confirma que, sem medidas contra o desperdício e a favor do consumo sustentável, o acesso à água potável e ao saneamento será ainda mais reduzido.
  • 23. O limite na produção de alimentos • Tomando a média de consumo por base, a produção potencial de alimentos do mundo poderia sustentar pouco mais de 11 bilhões de pessoas. • A partir de 2050, a população mundial poderá ultrapassar 10 bilhões de habitantes. Com uma população superior a 10 bilhões de habitantes, o planeta Terra poderá não resistir a tamanha demanda por recursos naturais. • Muitos cientistas acreditam que a Terra tem uma capacidade de carga de 9 a 10 bilhões de pessoas.
  • 24. Economia circular com como solução para a exaustão dos recursos naturais do planeta Terra PRODU- TORES BENS CONSU- MIDO- RES RECI- CLA- DO MEIO AMBIENTE RECI- CLA- DO DESCARGA DESCARGA RESÍDUOS RESÍDUOS MATÉRIA-PRIMA MATÉRIA-PRIMA
  • 25. A mudança climática catastrófica global – Efeito estufa
  • 26. Causas antropogênicas do efeito estufa na atmosfera
  • 27. Temperatura média global e projeções Temperatura média global e projeções
  • 28. Consequências catastróficas das mudanças climáticas • Mudanças climáticas aumentam riscos globais de fome, inundações e conflitos, alerta o IPCC- Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas em seu relatório denominado Climate Change 2014: Impacts, Adaptation and Vulnerability (2014). • O relatório do IPCC (2014) confirma que os efeitos das mudanças climáticas causadas pelo homem serão generalizados, afetando a agricultura, a saúde humana, os ecossistemas, o abastecimento de água e algumas indústrias. O degelo dos polos e das cordilheiras que pode elevar o nível dos oceanos, a migração de espécies, a diminuição da produtividade das culturas agrícolas, o aumento de doenças e o incremento de eventos extremos são alguns dos fatores citados no relatório do IPCC (2014) como evidência da necessidade de que a comunidade internacional tem de fazer escolhas adequadas para melhor adaptação e diminuição dos efeitos negativos do aquecimento global. • Outro efeito negativo do aquecimento global diz respeito ao papel dos grandes depósitos de metano sob os mares árticos. A emissão de metano pode aumentar com o tempo e afetar o clima. Esse é um dos cenários mais temidos por cientistas do clima. Uma vez que o processo de emissão do metano se inicie, uma catástrofe repentina poderá ocorrer sem que a humanidade possa fazer nada para impedi-la. • Para diminuir esses riscos, é preciso que haja redução substancial das emissões globais de gases de efeito estufa que deve ser obtida juntamente com estratégias e ações para melhorar a preparação contra os desastres, bem como para reduzir a exposição a eventos causados pelas alterações climáticas.
  • 29. Energia e aquecimento global • Todas as atividades humanas sobre a Terra provocaram alterações no meio ambiente em que vivemos. Muitos destes impactos ambientais são provenientes da geração, manuseio e uso da energia que é responsável por 57% da emissão de gases do efeito estufa na atmosfera. • Para otimizar os recursos energéticos disponíveis no planeta, é preciso dar início à terceira revolução energética que deve se traduzir na implantação de um sistema de energia sustentável em escala planetária. • Em um sistema de energia sustentável, a produção mundial de petróleo deveria ser reduzida à metade e a de carvão de 90%, enquanto a de fontes de energia renováveis (solar, eólica, biomassa, maremotriz, geotérmica, hidrogênio, etc.) deveria crescer quase 4 vezes até 2030. No ano 2030, as energias renováveis deveriam ser da ordem de 70% da produção total de energia do planeta.
  • 30. As cidades e seus impactos ambientais • A acelerada urbanização e crescimento das cidades, especialmente a partir de meados do século XX promoveram mudanças fisionômicas no planeta Terra, mais do que qualquer outra atividade humana as quais exigem a sua transformação em cidades sustentáveis. • Cidades sustentáveis têm como diretriz o ordenamento e controle do uso do solo, de forma a evitar a degradação dos recursos naturais. Uma cidade sustentável deve ter políticas claras e abrangentes de saneamento, coleta e tratamento de lixo; gestão das águas, com coleta, tratamento, economia e reuso; sistemas de transporte que privilegiem o transporte de massas com qualidade e segurança; ações que preservem e ampliem áreas verdes e uso de energias limpas e renováveis; enfim, administração pública transparente e compartilhada com a sociedade civil organizada. • Toda cidade tem que ter um plano de adaptação às mudanças climáticas, principalmente aquelas sujeitas a eventos extremos. Cidades costeiras, por exemplo, devem ter planejamento contra a elevação previsível do nível dos oceanos, devem se preocupar com deslizamentos em encostas, enchentes, etc. resultantes da inclemência das chuvas. Enfim, devem ter flexibilidade e adaptabilidade às novas exigências climáticas.
  • 31. As medidas adotadas atualmente para combater o aquecimento global • O mundo está diante de um desafio que é o de não permitir um aquecimento global no século XXI superior a dois graus centígrados. Para evitar um aquecimento do planeta superior a 2 °C , seria preciso estabilizar as concentrações de dióxido de carbono (e equivalentes) em 450 ppm (partes por milhão) sem a qual o mundo se defrontaria até o final do século XXI com uma mudança climática catastrófica que pode ameaçar a sobrevivência da humanidade. Teríamos que diminuir pelo menos pela metade as emissões de gases do efeito estufa antes de 2050. • A comunidade internacional fez um importante acordo em 2015 na COP 21 (Conferência da ONU para a mudança climática) em Paris para obter o máximo de 2 °C de aumento na temperatura média do planeta Terra. • Mesmo com as decisões na COP 21 de Paris que limitou o aumento da temperatura média global em apenas 2 °C, estimativa do IPCC prevê que as gerações futuras terão de lidar com o nível do mar de 12 a 22 metros maior do que o atual, de acordo com cientistas da Universidade de Rutgers, em Nova Jersey, Estados Unidos.
  • 32. O futuro a inventar • Adotar o modelo de economia circular com logística reversa como solução para evitar a exaustão dos recursos naturais do planeta Terra. • Evitar o aquecimento do planeta superior a 2 °C estabilizando as concentrações de dióxido de carbono (e equivalentes) em 450 ppm (partes por milhão) sem a qual o mundo se defrontaria até o final do século XXI com uma mudança climática catastrófica que pode ameaçar a sobrevivência da humanidade. • Dar início à terceira revolução energética que deve se traduzir na implantação de um sistema de energia sustentável em escala planetária. • Implantar cidades sustentáveis com uma política de desenvolvimento econômico e social compatibilizado com o meio ambiente natural. • Adotar o modelo de desenvolvimento sustentável para evitar a exaustão dos recursos naturais do planeta Terra e a mudança climática catastrófica global. • Edificar nova ordem mundial para organizar não apenas as relações entre os homens na face da Terra, mas também suas relações com a natureza. • Celebrar um contrato social planetário que possibilite o desenvolvimento econômico e social e o uso racional dos recursos da natureza em benefício de toda a humanidade.
  • 33. Capítulo 4 A escalada dos conflitos internacionais no século XXI
  • 34. As principais guerras na história da humanidade durante o Século XX • O Século XX foi palco (até agora) de três grandes guerras (1ª Guerra Mundial de 1914 a 1918, 2ª Guerra Mundial de 1939 a 1945 e a Guerra Fria de 1945 a 1989). • As guerras do século XX foram “guerras totais” contra combatentes e civis sem discriminação. Sem dúvida ele foi o século mais assassino de que temos registro, tanto na escala, frequência e extensão da guerra que o preencheu. • Desde o final da Segunda Guerra Mundial até o ano de 1992 haviam ocorrido 149 guerras, onde morreram mais de 23 milhões de pessoas.. O ex-secretário de Estado norte-americano, Zbigniew Brzezinski, fez uma estimativa abrangendo todas as "megamortes" ocorridas desde 1914 e chegou a um total de 187 milhões de mortos. • Para incrementar o esforço de guerras, os governos têm gasto uma média de 800 bilhões de dólares por ano em armamentos. • Estados Unidos e Rússia tinham juntos 16.900 ogivas nucleares, capazes, segundo estimativas, de acabar com a vida na Terra por 14 vezes, em 1997. • o poder destrutivo do arsenal nuclear do planeta equivale hoje a 4,2 toneladas de dinamite para cada habitante do planeta. Isto, naturalmente, se essa estimativa corresponder à realidade.
  • 35. Os focos de guerras no mundo e suas perspectivas • Na era contemporânea, o xadrez geopolítico internacional aponta a existência de 3 grandes protagonistas: Estados Unidos, China e Rússia. Do confronto que se estabeleça no futuro entre estas 3 grandes potências militares poderão resultar cenários alternativos ao atual que se caracteriza pela perda da hegemonia dos Estados Unidos na cena mundial desde o fim do mundo bipolar em que se confrontaram os Estados Unidos e a União Soviética durante a Guerra Fria. • Na América do Norte, ataque terrorista nos EUA (alta chance de ocorrer), ciberataque nos EUA (mediana chance de ocorrer) e violência no México (alta chance de ocorrer). Na América do Sul, caos na Venezuela (alta chance de ocorrer). Na Europa, guerra com a Rússia (mediana chance de ocorrer), guerra na Ucrânia (mediana chance de ocorrer) e terrorismo islâmico (alta chance de ocorrer), Na África, terrorismo no Sahel (alta chance de ocorrer), guerra na República Centro-Africana (baixa chance de ocorrer) e intervenção na Líbia (baixa chance de ocorrer). • No Oriente Médio, nova intifada (mediana ou alta chance de ocorrer?), guerra Israel/Hizbullah (mediana chance de ocorrer), nova guerra civil na Síria opondo EUA e Rússia, disputa entre Arábia Saudita e Irã (alta chance de ocorrer), disputa EUA/Irã (mediana chance de ocorrer), crise no Catar (baixa chance de ocorrer), conflito Iraque/Curdistão (mediana chance de ocorrer) e conflito Turquia/Curdistão (alta chance de ocorrer). • Na Ásia, colapso no Afeganistão (mediana chance de ocorrer), guerra na península coreana (mediana chance de ocorrer), conflito no Mar do Sul da China (baixa chance de ocorrer), terrorismo no Paquistão (alta chance de ocorrer), terrorismo na Índia (alta chance de ocorrer).
  • 36. Como eliminar as guerras em nosso planeta • A ausência da guerra não está relacionada com a igualdade aproximada de forças que reina entre as grandes potências, impedindo qualquer uma delas, e qualquer coalizão destas unidades de impor sua vontade. A situação de igualdade aproximada de forças entre as grandes potências antes da eclosão da 1ª e da 2ª Guerra Mundial é uma prova de que esta situação não impediu o desencadear desses conflitos. • A dominação exercida pelo império britânico não impediu a eclosão da 1ª Guerra Mundial bem como as guerras de libertação nacional dos povos das nações submetidas a seu domínio. • O Estado hegemônico não aspira a situação de império. No entanto, a hegemonia exercida atualmente pelos Estados Unidos é uma forma precária de manutenção da paz mundial como demonstram as tendências geopolíticas internacionais contemporâneas. • O Estado hegemônico procura aparentemente absorver os Estados nacionais reduzidos à impotência, não abusa da sua hegemonia, e respeita as formas externas de independência dos Estados como ocorreu , em certa medida, com os Estados Unidos após a 2ª Guerra Mundial. • Esta situação demonstra que nem a igualdade entre potências, a dominação exercida por um império nem o Estado hegemônico assegurariam a paz mundial.
  • 37. Como eliminar as guerras em nosso planeta • Kant propõe em A Paz Perpétua os fundamentos e os princípios necessários para uma livre federação de Estados juridicamente estabelecidos os quais não adotariam a forma de um Estado mundial, pois isso resultaria, em sua opinião, em um absolutismo ilimitado. Kant defendia esta tese porque não deveria haver um poder soberano acima dos Estados nacionais que possa interferir nos seus assuntos internos. Kant propõe a existência de uma federação de Estados livres em que todos possuam constituições republicanas. Kant buscava acabar com o “estado da natureza internacional” que caracterizava as relações internacionais até então. • Historicamente, a busca da paz entre as nações apresentou três características: o equilíbrio, a hegemonia e o império. Num espaço histórico dado, ou as forças das unidades políticas estão em equilíbrio, ou estão dominadas por uma dentre elas, ou então são superadas a tal ponto pelas forças de uma unidade que todas as demais perdem sua autonomia e tendem a desaparecer como centros de decisão política. Chega-se assim ao Estado imperial, que detém o monopólio da violência. • A Liga das Nações criada após a 1ª Guerra Mundial nem a ONU após a 2ª Guerra Mundial constituídas com base na tese de Kant de constituição de uma federação de estados nacionais foram capazes de assegurar a paz mundial.
  • 38. O futuro a inventar • Implantar um governo mundial para evitar o império de um só e a anarquia de todos nas relações internacionais, assegurar a paz mundial, mas também para evitar desastres sistêmicos maiores tais como, crise ecológica extrema, crise econômica de grande amplitude, expansão de uma economia do crime organizado, a queda de um meteorito no planeta e o avanço do movimento terrorista. • Assegurar que o Estado de Direito Internacional seja aplicado e respeitado com a presença de um governo mundial verdadeiramente democrático que seja aceito por todos os países. • Transformar a ONU em parlamento mundial através do qual seria eleito um governo mundial a fim de que possa exercer uma governança mundial que possibilite mediar os conflitos internacionais e assegurar a paz mundial. • Fazer com que a governança mundial a ser exercida pela ONU tenha por objetivo a defesa dos interesses gerais do planeta, zelar no sentido de cada Estado nacional respeitar os direitos de cada cidadão do mundo e da soberania nacional de cada país e buscar impedir a propagação dos riscos sistêmicos mundiais.
  • 39. Capítulo 5 Como inventar o futuro para mudar o mundo
  • 40. Políticas para promoção do progresso econômico e social • Constituir um governo mundial que atuaria para coordenar as políticas econômicas nacionais a fim de evitar desastres sistêmicos maiores como os que aconteceram em 1873, 1929 e 2008 e promover o progresso econômico e social em cada país e globalmente. • Substituir o capitalismo em cada país pela social democracia similar a dos países escandinavos (Suécia, Dinamarca, Noruega, Finlândia e Islândia) que se caracteriza pela combinação de um amplo Estado de Bem-Estar Social com rígidos mecanismos de regulação das forças de mercado com capacidade de colocar a economia em uma trajetória dinâmica.
  • 41. Políticas para obtenção da sustentabilidade ambiental • Adotar o modelo de economia circular para evitar a exaustão dos recursos naturais do planeta Terra. • Evitar o aquecimento do planeta superior a 2 ºC. • Dar início à terceira revolução energética que deve se traduzir na implantação de um sistema de energia sustentável em escala planetária. • Implantar cidades sustentáveis com uma política de desenvol- vimento econômico e social compatibilizado com o meio ambiente natural. • Adotar o modelo de desenvolvimento sustentável para evitar a exaustão dos recursos naturais do planeta Terra e a mudança climática catastrófica global. • Edificar nova ordem mundial para organizar não apenas as relações entre os homens na face da Terra, mas também suas relações com a natureza. • Celebrar um contrato social planetário que possibilite o desenvolvimento econômico e social e o uso racional dos recursos da natureza em benefício de toda a humanidade.
  • 42. Políticas para obtenção da paz mundial • Implantar um governo mundial para assegurar a paz mundial, mas também evitar desastres sistêmicos maiores. • Assegurar que o Estado de Direito Internacional seja aplicado e respeitado com a presença de um governo mundial verdadeiramente democrático. • Transformar a ONU em parlamento mundial através do qual seria eleito um governo mundial a fim de que possa exercer uma governança mundial que possibilite mediar os conflitos internacionais e assegurar a paz mundial. • Fazer com que a governança mundial a ser exercida pela ONU tenha por objetivo a defesa dos interesses gerais do planeta, zelar no sentido de cada Estado nacional respeitar os direitos de cada cidadão do mundo e da soberania nacional de cada país e buscar impedir a propagação dos riscos sistêmicos mundiais.