Blog ALDEIA COMUM - http://aldeiacomum.com/
Por que ainda se falar de meioambiente?
Impactos globais das mudançasclimáticas               risco de extinção de aproximadamente                20% a 30% das e...
Estudo: Economia da Mudança do Clima noBrasil: Custos e Oportunidades                      Perdas econômicas para o país ...
Impactos em Minas Gerais               Cenário no Estado poderá ser de                aridização com características de  ...
Breve histórico das grandesConferências da ONU e acontecimentosligados à temática ambiental
1972: Clube de Roma e “Os limites do Crescimento”                grupo de composto por cientistas, industriais e político...
1972: Conferência das Nações Unidas sobreo Meio Ambiente Humano             Realizada de 5 a 16 de junho de 1972.        ...
Matéria de capa “Jornal do Brasil” de 06/06/1972
Participação brasileira em Estocolmo   Teve participação ativa nos encontros preparatórios.   Encabeçou a reação dos paí...
1987: Nosso Futuro comum          "Relatório Brundtland“          Comissão Mundial sobre o Meio Ambiente e o          De...
1992: Conferência das Nações Unidas sobreMeio Ambiente e Desenvolvimento               maior evento realizado no âmbito d...
1992: Conferência das Nações Unidas sobreMeio Ambiente e Desenvolvimento               No contexto das decisões da Rio 92...
2002: Cúpula Mundial sobreDesenvolvimento Sustentável             Rio +10 (Joanesburgo, na África do Sul)             an...
“Towards a Green Economy: Pathways toSustainable Development and Poverty Eradication”                            Um dos d...
RIO+20
Nome, data e convocação           Nome oficial: Conferência das Nações            Unidas         sobre   Desenvolvimento ...
Objetivo
TemasEconomia verde (Green Economy) no          Quadro institucional para     ocontexto       do        desenvolvimentosus...
Processo preparatório        Discutidos os temas            principais da      Conferência, resolvidas      pendências pro...
Eventos oficiais
Eventos paralelos   8 a 12 de junho: Encontro de jovens ‘Youth Blast’   11 e 12 de junho: TEDxRio+20   11 a 15 de junho...
Zero Draft
Economia Verde
Green Economy Coalition  DRAFT – Princípios de uma economia verdeUma economia flexível e abrangente, que fornece uma melho...
Reforma institucional
Posição do Brasil na Rio+20
Conselhos... Abandonar os conceitos e práticas de  uma economia tradicional; Resgate do passado incorporando o  futuro: ...
Blog ALDEIA COMUMhttp://aldeiacomum.com/
Rio+20, economia verde
Rio+20, economia verde
Rio+20, economia verde
Rio+20, economia verde
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Rio+20, economia verde

1.995 visualizações

Publicada em

Minha apresentação sobre a Conferência RIO+20, economia verde e economia do compartilhamento.

Publicada em: Notícias e política
1 comentário
1 gostou
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.995
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
201
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
50
Comentários
1
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Sinergia entre os MEAs Fortalecimento do PNUMA Agência especializada para o meio ambiente ECOSOC – Desenvolvimento Sustentável
  • Rio+20, economia verde

    1. 1. Blog ALDEIA COMUM - http://aldeiacomum.com/
    2. 2. Por que ainda se falar de meioambiente?
    3. 3. Impactos globais das mudançasclimáticas  risco de extinção de aproximadamente 20% a 30% das espécies vegetais  o Produto Interno Bruto Mundial (PIB) poderá sofrer, até o final do século, uma redução "muito grave", situada entre 5% e 20 %. Com isso, a conta global da destruição do meio ambiente no período caso redução da emissão de Gases de Efeito Estufa não for efetiva. É avaliada em cerca de 15 trilhões de reais;  As conseqüências do aquecimento global irão condenar os 40% mais pobres da população mundial – cerca de 2,6 bilhões de pessoas – a um futuro de oportunidades diminutas
    4. 4. Estudo: Economia da Mudança do Clima noBrasil: Custos e Oportunidades  Perdas econômicas para o país como um todo nos próximos 40 anos poderão estar próximas de 2,3% (R$ 3,6 trilhões) do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro, em decorrência dos impactos da mudança do clima, se nada for feito em termos de adaptação ou de mitigação.  Na agricultura, o estudo projeta perdas de R$ 7,5 bilhões em 2020, evoluindo anualmente até chegar a R$ 10,7 bilhões em 2050.  Haveria uma perda média anual para o cidadão brasileiro em 2050 entre R$ 534 (ou US$ 291) e R$ 1.603 (ou US$ 874).
    5. 5. Impactos em Minas Gerais  Cenário no Estado poderá ser de aridização com características de menos chuvas e temperaturas mais elevadas.  Minas Gerais poderá ter uma redução do PIB variando, dependendo dos cenários, entre 0,5% a 1,7% em 2035 e 1,0% a 2,7% em 2050;  Aumento de focos de incêndio; redução da área agricola do Estado, especialmente nas culturas de cana de açúcar, soja e café; acentuação de eventos extremos (mais chuvas em determinados lugares e menos em outros);  Alteração no regime de chuvas, o que obrigaria um redimensionamento de barragens de indústria e mineração.
    6. 6. Breve histórico das grandesConferências da ONU e acontecimentosligados à temática ambiental
    7. 7. 1972: Clube de Roma e “Os limites do Crescimento”  grupo de composto por cientistas, industriais e políticos constituído em 1968 com objetivo de discutir temas relacionados a política, economia internacional, meio ambiente e desenvolvimento sustentável.  Contratação de estudo ao Massachusetts Institute of Technology (MIT) com o objetivo de analisar problemas cruciais para o futuro desenvolvimento da humanidade  1972: estudo intitulado “Os Limites do crescimento“  Modelo computacional – batizado de “World3”:  12 cenários que refletiam a seguinte constatação: as tendências de crescimento da população global e da atividade econômica não eram sustentáveis e levariam a um esgotamento dos limites físicos dos recursos do planeta.  Argumentava a favor da diminuição significativa das atividades produtivas em todo o mundo, com ênfase no corte da produção industrial.
    8. 8. 1972: Conferência das Nações Unidas sobreo Meio Ambiente Humano  Realizada de 5 a 16 de junho de 1972.  Marco na questão ambiental.  Contou com a presença de:  114 países;  250 ONGs;  apenas 2 Chefes de Estado.  Chamou a atenção das nações para a gravidade da degradação da natureza.  Foi marcada pelo confronto entre os países desenvolvidos e subdesenvolvidos.  A Declaração aprovada buscou introduzir na agenda política internacional a dimensão ambiental como condicionadora e limitadora do modelo tradicional de crescimento econômico e do uso dos recursos naturais.
    9. 9. Matéria de capa “Jornal do Brasil” de 06/06/1972
    10. 10. Participação brasileira em Estocolmo Teve participação ativa nos encontros preparatórios. Encabeçou a reação dos países em desenvolvimento contra metas e limitações propostas pelos países desenvolvidos.
    11. 11. 1987: Nosso Futuro comum "Relatório Brundtland“ Comissão Mundial sobre o Meio Ambiente e o Desenvolvimento da ONU (presidida pela primeira-ministra da Noruega, Gro Brundtland) Sintetiza a visão crítica do modelo de desenvolvimento adotado; Ressalta a incompatibilidade entre os padrões de produção e consumo vigentes nos países industrializados e buscado pelos países em desenvolvimento com o o uso racional dos recursos naturais e a capacidade de suporte dos ecossistemas.  Primeiro (ou principal) documento que tratou do conceito de "desenvolvimento sustentável".
    12. 12. 1992: Conferência das Nações Unidas sobreMeio Ambiente e Desenvolvimento  maior evento realizado no âmbito das Nações Unidas até então;  Também conhecida como Eco 92 ou Rio 92.  1988: Resolução da AG da ONU prevendo a realização;  1989: convocação da Conferência, a ser realizada no Rio de Janeiro, por convite do Brasil.  Contou com a presença de representantes de 172 países e 108 chefes de Estado, 10.000 jornalistas e representantes de 1.400 ONGs  consolidou o conceito de desenvolvimento sustentável, proposto pelo Relatório “Nosso Futuro Comum”;
    13. 13. 1992: Conferência das Nações Unidas sobreMeio Ambiente e Desenvolvimento  No contexto das decisões da Rio 92, estabeleceu-se: ◦ Declaração do Rio de Janeiro sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento ◦ Agenda 21 ◦ Princípios para a Administração Sustentável das Florestas ◦ Convenção da Biodiversidade ◦ Convenção sobre Mudança do Clima  Dois anos depois, foi assinada a Convenção das Nações Unidas sobre Combate à Desertificação.  Um dos maiores momentos de discussão sobre a relação do homem com a natureza.
    14. 14. 2002: Cúpula Mundial sobreDesenvolvimento Sustentável  Rio +10 (Joanesburgo, na África do Sul)  analisar os resultados alcançados e indicar o caminho a ser seguido para implementação dos compromissos.  Presença de mais de 100 Chefes de Estado  Reafirmou metas relativas à erradicação da pobreza, à promoção da saúde, à expansão dos serviços de água e saneamento, à defesa da biodiversidade e à destinação de resíduos tóxicos e não-tóxicos.  A agenda de debates incluiu energias renováveis e responsabilidade ambiental das empresas, bem como a necessidade de que todos os atores sociais somem esforços na promoção do desenvolvimento sustentável.  Para muitos, o encontro foi decepcionante, por ter sido mais uma continuidade do debate filosófico e político, do que uma discussão de ações e resultados decorrentes da Rio 92.
    15. 15. “Towards a Green Economy: Pathways toSustainable Development and Poverty Eradication”  Um dos documentos base para subsidiar as discussões da Rio+20;  O estudo afirma que é possível garantir um futuro sustentável para o planeta através de investimentos no valor de 1,3 trilhão de dólares por ano – ou 2% da riqueza gerada pela economia global – em dez setores-chave, significando um estímulo à expansão econômica, com ênfase em fontes renováveis de energia. Trata-se de uma tentativa de uma mudança de paradigma em prol de uma economia verde.
    16. 16. RIO+20
    17. 17. Nome, data e convocação  Nome oficial: Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável (UNCSD)  24/12/2009 - 68ª Reunião Plenária da Assembleia Geral da ONU - Resolução 64/236 de 24/12/2009 - ecisão de realização e principais objetivos e justificativas  Data: 20 a 22 de junho de 2012 (20º aniversário da Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento (UNCED), (Rio 92) , e o 10º aniversário da Cúpula Mundial sobre Desenvolvimento Sustentável (WSSD), ocorrida em Johanesburgo em 2002 (Rio +10)  Última estimativa de presença é de 135 Chefes de Estado (ONU – março de 2012)
    18. 18. Objetivo
    19. 19. TemasEconomia verde (Green Economy) no Quadro institucional para ocontexto do desenvolvimentosustentável e a erradicação da pobreza desenvolvimento sustentável
    20. 20. Processo preparatório Discutidos os temas principais da Conferência, resolvidas pendências processuais, eleição da Mesa;
    21. 21. Eventos oficiais
    22. 22. Eventos paralelos 8 a 12 de junho: Encontro de jovens ‘Youth Blast’ 11 e 12 de junho: TEDxRio+20 11 a 15 de junho: Fórum de Ciência, Tecnologia e Inovação para o Desenvolvimento Sustentável 13 a 22 de junho: Rio Conventions Pavilion 13 a 22 de junho: Global Town Hall (Encontro Global dos Municípios na Rio+20) 15 a 18 de junho: Fórum de Sustentabilidade Empresarial da Rio+20 – Inovação e Colaboração para o Futuro que Queremos 15 a 23 de junho: Cúpula dos Povos para a Justiça Social e Ambiental 17 a 19 de junho: Congresso Mundial sobre Justiça, Governança e Direito para a Sustentabilidade Ambiental 17 a 19 de junho: Cúpula Parlamentar Mundial de Legisladores 18 de junho: Eventos Especiais sobre Cidades Sustentáveis 19 de junho: Rio+Social 19 a 21 de junho: Fórum de Líderes Mulheres – Igualdade de Gênero, Empoderamento da Mulher e Desenvolvimento Sustentável 21 de junho: Evento Especial sobre a Iniciativa do Secretário-Geral da ONU de Energia Sustentável para Todos 21 de junho: Evento Especial sobre o Relatório do Painel do Secretário-Geral da ONU sobre Sustentabilidade Global
    23. 23. Zero Draft
    24. 24. Economia Verde
    25. 25. Green Economy Coalition DRAFT – Princípios de uma economia verdeUma economia flexível e abrangente, que fornece uma melhor qualidade de vidapara todos dentro dos limites ecológicos do planeta
    26. 26. Reforma institucional
    27. 27. Posição do Brasil na Rio+20
    28. 28. Conselhos... Abandonar os conceitos e práticas de uma economia tradicional; Resgate do passado incorporando o futuro: economia solidária e consumo colaborativo; Abraçar um olhar visionário sobre as relações entre o social, o econômico e o ambiental...
    29. 29. Blog ALDEIA COMUMhttp://aldeiacomum.com/

    ×