SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 47
Escola do Dízimo
1º Encontro
A PALAVRA DE DEUS, deve
ser gravada no coração e na
alma e prendê-la às mãos
como sinal e levar como
uma faixa frontal entre os
olhos. (Dt 11,18)
• É SINCERA (Sl 11,7)
• RETA e FIEL é a Palavra do Senhor (Sl 32,4)
• CURA e arranca da morte (Sl 106, 20)
• É PURA e AMADA (SL 12,6)
• É VERDADEIRA (Sl 118, 160)
• É PROVADA, é um ESCUDO (Sl 30,5)
• ETERNA (Is 40,8) (Mt 24,35)
• IRREVOGÁVEL (Is 45,23)
A PALAVRA DE DEUS...
• EFICAZ (Is 55,11)
• É SEMENTE (Lc 8,11)
• É LIVRE, não se deixa acorrentar (2Tm 2,9)
• É VIVA e EFICAZ (Hb 4,12)
• É um FACHO que ilumina meus passos é
LUZ para o meu caminho (Sl 118, 105)
A PALAVRA DE DEUS...
O que fazer com a PALAVRA DE DEUS?
Devemos PREGAR a palavra, insistir oportuna e
importunamente, repreender, ameaçar, exortar com
toda paciência e empenho de instruir. (2Tm 4,2)
E por quê?
Porque a Palavra de Deus é VIVA, EFICAZ (Hb 4,12)
ONDE ENCONTRAMOS OS
FUNDAMENTOS DA NOSSA FÉ ?
 Na Palavra de Deus (Bíblia)
 Na Sagrada Tradição
 No magistério vivo da Igreja
O AMOR DE DEUS
Deus ama você pessoalmente, porque é seu Pai
“...chamei pelo teu nome: tu és meu” (Is 43,1)
“Eu te amei com amor eterno” (Jr 31,3)
“Deus é amor” (Sl 103,13; 1Jo 4,8)
Deus ama você incondicionalmente, porque Ele
é Amor
“Deus é Amor” (1 Jo 4,8; Is 49,15)
Deus nos ama mais que uma mãe a seu filho (Is 49,15)
“Os montes podem mudar de lugar e as colinas podem
abalar-se mas, meu amor não mudará”. (Is 54,10)
DEUS É AMOR
• Deus quer o melhor para você porque você é Seu filho.
• Ele tem um plano que fez para você, com toda a sabedoria e amor.
• Ele nos criou à sua imagem e semelhança.
• Ele nos criou em harmonia perfeita:
• com Ele – uma relação pessoal perfeita
• com os outros – relações de justiça e caridade
• com nós mesmos – segurança, paz e domínio próprio
• com toda a criação – sendo livres e não escravos das
coisas deste mundo
• encheu-nos de felicidade com sua alegria, paz e união
c
c
DEUS É AMOR
• Deus nos pede que nos deixemos amar por Ele.
• Espera que você manifeste que quer experimentar o amor
Dele por você.
• Foi Deus quem nos escolheu primeiro (Jo 15,16).
• Ninguém pode ama-Lo sem antes experimentar o Seu amor.
• Deus não deixa de amar você, mesmo que você esteja em
pecado.
• Deus não ama você pelas suas qualidades, mas com as
qualidades que você tem.
O PECADO
e suas consequências
c
O PECADO
• Se Deus nos ama, então porque, a nível pessoal, vivemos
com tantas inseguranças, temores, invejas, insatisfações,
desespero, angústia, tristeza e limitações?
• A nível comunitário, as famílias se desintegram, os filhos se
rebelam contra os pais, há lutas de gerações, competições
e ódios de uns para com outros?
• A nível social, não vivemos o maravilhosos plano de amor,
de justiça e paz? Por que há guerra, há fome, há pobreza,
há discriminação, há injustiça, há opressão?
• Se Deus nos ama, por que não experimentamos esse amor?
c
Qual é o problema?
O que impede que em
nosso mundo se
manifeste o amor de
Deus e se realize o Seu
plano de felicidade,
paz e união chama-se
pecado.
O pecado é a causa de
todos os males que
afligem a humanidade.
Ó céus, pasmai, tremei de espanto e horror - oráculo do
Senhor.
“Porque meu povo cometeu uma dupla perversidade:
abandonou-me, a mim, fonte de água viva, para cavar
cisternas, cisternas fendidas que não retêm a água”.
(Jr 2,12-13)
“Não, não é a mão do Senhor que é incapaz de salvar,
nem seu ouvido demasiado surdo para ouvir, são vossos
pecados que colocaram uma barreira entre vós e vosso
Deus. Vossas faltas são o motivo pelo qual a Face se
oculta para não vos ouvir”. (Is 59,1-2)
Reconhecendo que
somos pecadores,
podemos ser
perdoados.
Reconheça o seu problema!
O único pecado que não
pode ser perdoado é o que
nós não reconhecemos que
pecamos (Lc 18,9-14).
Na perspectiva de que somos pecadores,
devemos reconhecer esta fragilidade.
SERÁ QUE EXISTE SOLUÇÃO
PARA O PECADO?
JESUS É A SOLUÇÃO
PARA O PECADO
DESDE QUE O HOMEM PERDEU O PARAÍSO
PELA DESOBEDIÊNCIA, JESUS O
RECONQUISTOU PELA OBEDIÊNCIA
“Deus amou tanto o mundo que
entregou seu Filho único... para que o
mundo seja salvo por ‘Ele’ ”. (Jo 3,16-17)
O QUE ELE FEZ?
• Venceu satanás
• Salvação do pecado - (Redenção)
Jesus é o Cordeiro de Deus que tira o pecado do
mundo para que possamos viver em plenitude a
vida em abundância. Sua missão é arrancar a
raiz que origina todo o mal: o pecado.
JESUS CRISTO
PERDOA O PECADO
“Vós estáveis mortos pelas vossas faltas...”
(Cl 2,13-14).
Nossos pecados foram perdoados, graças ao
SANGUE DE CRISTO. “Pai perdoai-lhes…”
COMO SE REALIZOU NOSSA SALVAÇÃO
Jesus realizou de uma vez por todas a salvação do
homem todo e de todos os homens pela sua obediência
até a morte e morte de cruz.
Por sua
encarnação.
Por sua ressurreição.
Por sua morte.
FÉ
E
CONVERSÃO
Se Jesus já nos salvou, por que não experimentamos
os frutos da salvação em nossa vida?
O QUE SERÁ QUE NOS FALTA ?
A Fé e a Conversão são os meios necessários e
insubstituíveis, através dos quais a salvação e a
libertação se tornam atuais em cada pessoa.
Os primeiros evangelizadores diziam
sempre:
• que os ouvintes acreditassem em Jesus.
(At 13,39)
• que se convertessem a Deus. (At 2,38)
A FÉ
A fé que Jesus já nos
salvou não nos
permite buscar outro
meio de salvação.
CONVERSÃO
“Eis que estou à porta e bato: se alguém
ouvir a minha voz e me abrir a porta,
entrarei em sua casa e cearemos, eu com
ele e ele comigo” (Ap 3,20).
Fé sem conversão seria como um fogo que
não queima. Seria uma fé morta.
Conversão é mudança de vida: pela fé
entregamos nossa vida de pecado a Jesus.
A conversão pessoal parte da fé:
“Convertei-vos, e cada um de vós
seja batizado em nome de Jesus
Cristo, para o perdão dos vossos
pecados. E recebereis o dom do
Espírito Santo” (At 2,38).
1
A conversão comporta três aspectos:
PESSOAL
Os primeiros cristãos tomavam parte ativa na
comunidade reunida em torno da Ceia do Senhor
e do Ensino Apostólico.
“Eles eram perseverantes em ouvir o ensinamento
dos apóstolos, na comunhão fraterna, na fração
do pão e nas orações” (At 2,42).
COMUNITÁRIO
2
“Todos os cristãos viviam unidos e tinham tudo em
comum” (At 2,44).
O cristão com a comunidade presta serviço ao
mundo.
Sua conversão deve promover a civilização do amor.
O Evangelho impregna a dimensão política,
econômica, cultural e ecológica.
3 SOCIAL
O DOM DO ESPÍRITO SANTO
O DOM DO ESPÍRITO SANTO
É o próprio Espírito Santo que
cumpre a lei em nós. É Ele que nos
capacita para viver a vida de fé,
amor e serviço, conforme a
vontade de Deus.
A PROMESSA
“…mas descerá sobre vós o Espírito
Santo e vos dará força; e sereis minhas
testemunhas em Jerusalém, em toda a
Judéia e Samaria e até os confins do
mundo” (At 1,8).
O CUMPRIMENTO DA PROMESSA
"Chegando o dia de Pentecostes, estavam todos
reunidos no mesmo lugar. De repente, veio do céu um
ruído, como se soprasse um vento impetuoso, e encheu
toda a casa onde estavam sentados.
Apareceu-lhes então uma espécie de línguas de fogo
que se repartiram e pousaram sobre cada um deles.
Ficaram todos cheios do Espírito Santo e começaram a
falar em línguas, conforme o Espírito Santo lhes
concedia que falassem” (At 2,1-4).
A ação do Espírito Santo no homem faz modificar todos
os seus apetites, critérios e valores. Já não segue os
desejos da carne. Transformado pelo Espírito, deseja,
quer e faz as obras do Espírito (Gl 5,17-18, 19-23).
O Espírito Santo, que recebemos em nosso batismo, é
uma força interior que nos muda e nos transforma
radicalmente. Precisamos apenas autorizá-lo a agir em
nós.
E JESUS TORNA-SE O CENTRO DE SUAS VIDAS.
COMEÇARAM A TESTEMUNHAR COM
PALAVRAS PONDEROSAS (CONVINCENTES)
Pedro começou a falar e se converteram 3 mil
pessoas. Experimentaram força nova e começaram
a curar os enfermos, e surgiram toda a classe de
sinais, prodígios, milagres, que manifestavam a
presença de Cristo Salvador no meio deles.
(At 4,30-31)
O NASCIMENTO DA IGREJA
Fruto da efusão do
Espírito Santo foi o
nascimento da Igreja.
Os cristãos tinham tudo
em comum (At 2,44).
A COMUNIDADE
CRISTÃ (IGREJA)
GLORIFICAVAM A DEUS
Começaram a dar graças a Deus sempre e por tudo.
Nas alegrias e nos sofrimentos.
A PROMESSA DO ESPÍRITO SANTO É PARA VOCÊ
O Espírito Santo foi prometido a cada um de nós. Como
sem água não há vida na terra, sem o Espírito Santo não
há Vida Nova (Jo 7,37-39).
"Se me amais, guardareis os meus mandamentos. E
eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Paráclito,
para que fique eternamente convosco.
É o Espírito da Verdade que o mundo não pode
receber, porque não o vê, nem o conhece, mas vós o
conhecereis, porque permanecerá convosco e estará
em vós” (Jo 14,15-17).
Condição para experimentar essa plenitude do
amor em sua vida é:
QUERER e CRER
Jesus mesmo prometeu que enviaria uma nova
efusão de Seu Espírito da parte de Seu Pai
(Lc 11,9-13; 1 Tes 5,24).
O que Jesus fez no Cenáculo pode fazer aqui e agora
com você!
É DOM, é grátis. Jesus conquistou-o para nós.
INTERVALO
OREMOS NA CERTEZA QUE O
ESPÍRITO SANTO ESTÁ AQUI E QUER
NOS TOCAR!...
Passe para o próximo slide e aguarde o áudio iniciar.
PARABÉNS PELA SUA PARTICIPAÇÃO!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aula 1 louvor e adoração
Aula 1   louvor e adoraçãoAula 1   louvor e adoração
Aula 1 louvor e adoração
magnao2
 
Teologia sistemática grudem
Teologia sistemática   grudemTeologia sistemática   grudem
Teologia sistemática grudem
Modernista
 

Mais procurados (20)

O ministério de pastor
O ministério de pastorO ministério de pastor
O ministério de pastor
 
Liturgia: SAGRADA CEIA DO SENHOR: “O MISTÉRIO DA FÉ”
Liturgia: SAGRADA CEIA DO SENHOR: “O MISTÉRIO DA FÉ”Liturgia: SAGRADA CEIA DO SENHOR: “O MISTÉRIO DA FÉ”
Liturgia: SAGRADA CEIA DO SENHOR: “O MISTÉRIO DA FÉ”
 
Apostila missiologia
Apostila missiologiaApostila missiologia
Apostila missiologia
 
El Bautismo Cristiano
El Bautismo CristianoEl Bautismo Cristiano
El Bautismo Cristiano
 
Homilética arte de pregar
Homilética   arte de pregar Homilética   arte de pregar
Homilética arte de pregar
 
CETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do Obreiro
CETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do ObreiroCETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do Obreiro
CETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do Obreiro
 
Aula 1 louvor e adoração
Aula 1   louvor e adoraçãoAula 1   louvor e adoração
Aula 1 louvor e adoração
 
Planejamento
PlanejamentoPlanejamento
Planejamento
 
Manual de celulas ipua
Manual de celulas ipuaManual de celulas ipua
Manual de celulas ipua
 
La visitación evangelística
La visitación evangelísticaLa visitación evangelística
La visitación evangelística
 
IDENTIDAD Y FUNCIONES DE LOS MINISTROS.pptx
IDENTIDAD Y FUNCIONES DE LOS MINISTROS.pptxIDENTIDAD Y FUNCIONES DE LOS MINISTROS.pptx
IDENTIDAD Y FUNCIONES DE LOS MINISTROS.pptx
 
Teologia sistemática grudem
Teologia sistemática   grudemTeologia sistemática   grudem
Teologia sistemática grudem
 
Curso de Capacitação para Evangelista
Curso de Capacitação para EvangelistaCurso de Capacitação para Evangelista
Curso de Capacitação para Evangelista
 
Bibliologia - Inspiração - Cânon das Escrituras Sagradas
Bibliologia - Inspiração - Cânon das Escrituras SagradasBibliologia - Inspiração - Cânon das Escrituras Sagradas
Bibliologia - Inspiração - Cânon das Escrituras Sagradas
 
O batismo nas águas
O  batismo nas águasO  batismo nas águas
O batismo nas águas
 
Liturgia na Bíblia
Liturgia na BíbliaLiturgia na Bíblia
Liturgia na Bíblia
 
Carta aos efesios
Carta aos efesiosCarta aos efesios
Carta aos efesios
 
Aula 6 eclesiologia
Aula 6   eclesiologiaAula 6   eclesiologia
Aula 6 eclesiologia
 
ESTUDO - BATISMO NAS AGUAS PALESTRA - PR DAVI PASSOS
ESTUDO - BATISMO NAS AGUAS PALESTRA - PR DAVI PASSOSESTUDO - BATISMO NAS AGUAS PALESTRA - PR DAVI PASSOS
ESTUDO - BATISMO NAS AGUAS PALESTRA - PR DAVI PASSOS
 
IBADEP - ECLESIOLOGIA E MISSIOLOGIA
IBADEP - ECLESIOLOGIA E MISSIOLOGIAIBADEP - ECLESIOLOGIA E MISSIOLOGIA
IBADEP - ECLESIOLOGIA E MISSIOLOGIA
 

Semelhante a 00 escola 1º encontro querigma

doutrinasbblicas-140512160139-phpapp02 (1).pdf
doutrinasbblicas-140512160139-phpapp02 (1).pdfdoutrinasbblicas-140512160139-phpapp02 (1).pdf
doutrinasbblicas-140512160139-phpapp02 (1).pdf
Tiago Silva
 
Lição 6 a igreja e a obra missionária
Lição 6 a igreja e a obra missionáriaLição 6 a igreja e a obra missionária
Lição 6 a igreja e a obra missionária
Adriana Cunha
 

Semelhante a 00 escola 1º encontro querigma (20)

Cat02
Cat02Cat02
Cat02
 
Boletim dominical nº 29 fagundes dia 20.09.2015 1
Boletim dominical nº 29 fagundes dia 20.09.2015 1Boletim dominical nº 29 fagundes dia 20.09.2015 1
Boletim dominical nº 29 fagundes dia 20.09.2015 1
 
Boletim dominical nº 29 fagundes dia 20.09.2015
Boletim dominical nº 29 fagundes dia 20.09.2015Boletim dominical nº 29 fagundes dia 20.09.2015
Boletim dominical nº 29 fagundes dia 20.09.2015
 
Confissão e arrependimento: as condições do reavivamento_Resumo_632013
Confissão e arrependimento: as condições do reavivamento_Resumo_632013Confissão e arrependimento: as condições do reavivamento_Resumo_632013
Confissão e arrependimento: as condições do reavivamento_Resumo_632013
 
Boletim parque ipê 05.05.2013
Boletim parque ipê 05.05.2013Boletim parque ipê 05.05.2013
Boletim parque ipê 05.05.2013
 
02082012
0208201202082012
02082012
 
Cat06
Cat06Cat06
Cat06
 
❉ Respostas_1112016_O que Pedro disse sobre o grande conflito_GGR
❉ Respostas_1112016_O que Pedro disse sobre o grande conflito_GGR❉ Respostas_1112016_O que Pedro disse sobre o grande conflito_GGR
❉ Respostas_1112016_O que Pedro disse sobre o grande conflito_GGR
 
Respostas_Discipulando os enfermos_512014
Respostas_Discipulando os enfermos_512014Respostas_Discipulando os enfermos_512014
Respostas_Discipulando os enfermos_512014
 
02 doutrinas bíblicas
02 doutrinas bíblicas02 doutrinas bíblicas
02 doutrinas bíblicas
 
doutrinas bíblicas
doutrinas bíblicasdoutrinas bíblicas
doutrinas bíblicas
 
Disciplina de Doutrinas Bíblicas
Disciplina de Doutrinas BíblicasDisciplina de Doutrinas Bíblicas
Disciplina de Doutrinas Bíblicas
 
PERDÃO.pptx
PERDÃO.pptxPERDÃO.pptx
PERDÃO.pptx
 
29 01 12
29 01 1229 01 12
29 01 12
 
doutrinasbblicas-140512160139-phpapp02 (1).pdf
doutrinasbblicas-140512160139-phpapp02 (1).pdfdoutrinasbblicas-140512160139-phpapp02 (1).pdf
doutrinasbblicas-140512160139-phpapp02 (1).pdf
 
Book cristo aquele-que-cura
Book cristo aquele-que-curaBook cristo aquele-que-cura
Book cristo aquele-que-cura
 
Batismo no espirito santo
Batismo no espirito santoBatismo no espirito santo
Batismo no espirito santo
 
Lição 6 a igreja e a obra missionária
Lição 6 a igreja e a obra missionáriaLição 6 a igreja e a obra missionária
Lição 6 a igreja e a obra missionária
 
Escola 2 a palavra
Escola 2   a palavraEscola 2   a palavra
Escola 2 a palavra
 
Semeando fevereiro 2011
Semeando fevereiro 2011Semeando fevereiro 2011
Semeando fevereiro 2011
 

Último

Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdfOrações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
StelaWilbert
 
Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............
MilyFonceca
 

Último (8)

Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdfOrações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
 
pdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdf
pdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdfpdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdf
pdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdf
 
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptxEspecialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
 
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
 
Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............
 
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
 
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoOração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
 

00 escola 1º encontro querigma

  • 2. A PALAVRA DE DEUS, deve ser gravada no coração e na alma e prendê-la às mãos como sinal e levar como uma faixa frontal entre os olhos. (Dt 11,18)
  • 3. • É SINCERA (Sl 11,7) • RETA e FIEL é a Palavra do Senhor (Sl 32,4) • CURA e arranca da morte (Sl 106, 20) • É PURA e AMADA (SL 12,6) • É VERDADEIRA (Sl 118, 160) • É PROVADA, é um ESCUDO (Sl 30,5) • ETERNA (Is 40,8) (Mt 24,35) • IRREVOGÁVEL (Is 45,23) A PALAVRA DE DEUS...
  • 4. • EFICAZ (Is 55,11) • É SEMENTE (Lc 8,11) • É LIVRE, não se deixa acorrentar (2Tm 2,9) • É VIVA e EFICAZ (Hb 4,12) • É um FACHO que ilumina meus passos é LUZ para o meu caminho (Sl 118, 105) A PALAVRA DE DEUS...
  • 5. O que fazer com a PALAVRA DE DEUS? Devemos PREGAR a palavra, insistir oportuna e importunamente, repreender, ameaçar, exortar com toda paciência e empenho de instruir. (2Tm 4,2) E por quê? Porque a Palavra de Deus é VIVA, EFICAZ (Hb 4,12)
  • 6. ONDE ENCONTRAMOS OS FUNDAMENTOS DA NOSSA FÉ ?  Na Palavra de Deus (Bíblia)  Na Sagrada Tradição  No magistério vivo da Igreja
  • 7. O AMOR DE DEUS
  • 8. Deus ama você pessoalmente, porque é seu Pai “...chamei pelo teu nome: tu és meu” (Is 43,1) “Eu te amei com amor eterno” (Jr 31,3) “Deus é amor” (Sl 103,13; 1Jo 4,8)
  • 9. Deus ama você incondicionalmente, porque Ele é Amor “Deus é Amor” (1 Jo 4,8; Is 49,15) Deus nos ama mais que uma mãe a seu filho (Is 49,15) “Os montes podem mudar de lugar e as colinas podem abalar-se mas, meu amor não mudará”. (Is 54,10)
  • 10. DEUS É AMOR • Deus quer o melhor para você porque você é Seu filho. • Ele tem um plano que fez para você, com toda a sabedoria e amor. • Ele nos criou à sua imagem e semelhança. • Ele nos criou em harmonia perfeita: • com Ele – uma relação pessoal perfeita • com os outros – relações de justiça e caridade • com nós mesmos – segurança, paz e domínio próprio • com toda a criação – sendo livres e não escravos das coisas deste mundo • encheu-nos de felicidade com sua alegria, paz e união
  • 11. c c DEUS É AMOR • Deus nos pede que nos deixemos amar por Ele. • Espera que você manifeste que quer experimentar o amor Dele por você. • Foi Deus quem nos escolheu primeiro (Jo 15,16). • Ninguém pode ama-Lo sem antes experimentar o Seu amor. • Deus não deixa de amar você, mesmo que você esteja em pecado. • Deus não ama você pelas suas qualidades, mas com as qualidades que você tem.
  • 12. O PECADO e suas consequências
  • 13. c O PECADO • Se Deus nos ama, então porque, a nível pessoal, vivemos com tantas inseguranças, temores, invejas, insatisfações, desespero, angústia, tristeza e limitações? • A nível comunitário, as famílias se desintegram, os filhos se rebelam contra os pais, há lutas de gerações, competições e ódios de uns para com outros? • A nível social, não vivemos o maravilhosos plano de amor, de justiça e paz? Por que há guerra, há fome, há pobreza, há discriminação, há injustiça, há opressão? • Se Deus nos ama, por que não experimentamos esse amor? c
  • 14. Qual é o problema? O que impede que em nosso mundo se manifeste o amor de Deus e se realize o Seu plano de felicidade, paz e união chama-se pecado. O pecado é a causa de todos os males que afligem a humanidade.
  • 15. Ó céus, pasmai, tremei de espanto e horror - oráculo do Senhor. “Porque meu povo cometeu uma dupla perversidade: abandonou-me, a mim, fonte de água viva, para cavar cisternas, cisternas fendidas que não retêm a água”. (Jr 2,12-13) “Não, não é a mão do Senhor que é incapaz de salvar, nem seu ouvido demasiado surdo para ouvir, são vossos pecados que colocaram uma barreira entre vós e vosso Deus. Vossas faltas são o motivo pelo qual a Face se oculta para não vos ouvir”. (Is 59,1-2)
  • 16. Reconhecendo que somos pecadores, podemos ser perdoados. Reconheça o seu problema!
  • 17. O único pecado que não pode ser perdoado é o que nós não reconhecemos que pecamos (Lc 18,9-14). Na perspectiva de que somos pecadores, devemos reconhecer esta fragilidade.
  • 18. SERÁ QUE EXISTE SOLUÇÃO PARA O PECADO?
  • 19. JESUS É A SOLUÇÃO PARA O PECADO
  • 20. DESDE QUE O HOMEM PERDEU O PARAÍSO PELA DESOBEDIÊNCIA, JESUS O RECONQUISTOU PELA OBEDIÊNCIA “Deus amou tanto o mundo que entregou seu Filho único... para que o mundo seja salvo por ‘Ele’ ”. (Jo 3,16-17)
  • 21. O QUE ELE FEZ? • Venceu satanás • Salvação do pecado - (Redenção) Jesus é o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo para que possamos viver em plenitude a vida em abundância. Sua missão é arrancar a raiz que origina todo o mal: o pecado. JESUS CRISTO
  • 22. PERDOA O PECADO “Vós estáveis mortos pelas vossas faltas...” (Cl 2,13-14). Nossos pecados foram perdoados, graças ao SANGUE DE CRISTO. “Pai perdoai-lhes…”
  • 23. COMO SE REALIZOU NOSSA SALVAÇÃO Jesus realizou de uma vez por todas a salvação do homem todo e de todos os homens pela sua obediência até a morte e morte de cruz. Por sua encarnação.
  • 26. Se Jesus já nos salvou, por que não experimentamos os frutos da salvação em nossa vida? O QUE SERÁ QUE NOS FALTA ? A Fé e a Conversão são os meios necessários e insubstituíveis, através dos quais a salvação e a libertação se tornam atuais em cada pessoa.
  • 27. Os primeiros evangelizadores diziam sempre: • que os ouvintes acreditassem em Jesus. (At 13,39) • que se convertessem a Deus. (At 2,38)
  • 28. A FÉ A fé que Jesus já nos salvou não nos permite buscar outro meio de salvação.
  • 29. CONVERSÃO “Eis que estou à porta e bato: se alguém ouvir a minha voz e me abrir a porta, entrarei em sua casa e cearemos, eu com ele e ele comigo” (Ap 3,20). Fé sem conversão seria como um fogo que não queima. Seria uma fé morta. Conversão é mudança de vida: pela fé entregamos nossa vida de pecado a Jesus.
  • 30. A conversão pessoal parte da fé: “Convertei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo, para o perdão dos vossos pecados. E recebereis o dom do Espírito Santo” (At 2,38). 1 A conversão comporta três aspectos: PESSOAL
  • 31. Os primeiros cristãos tomavam parte ativa na comunidade reunida em torno da Ceia do Senhor e do Ensino Apostólico. “Eles eram perseverantes em ouvir o ensinamento dos apóstolos, na comunhão fraterna, na fração do pão e nas orações” (At 2,42). COMUNITÁRIO 2
  • 32. “Todos os cristãos viviam unidos e tinham tudo em comum” (At 2,44). O cristão com a comunidade presta serviço ao mundo. Sua conversão deve promover a civilização do amor. O Evangelho impregna a dimensão política, econômica, cultural e ecológica. 3 SOCIAL
  • 33. O DOM DO ESPÍRITO SANTO
  • 34. O DOM DO ESPÍRITO SANTO É o próprio Espírito Santo que cumpre a lei em nós. É Ele que nos capacita para viver a vida de fé, amor e serviço, conforme a vontade de Deus.
  • 35. A PROMESSA “…mas descerá sobre vós o Espírito Santo e vos dará força; e sereis minhas testemunhas em Jerusalém, em toda a Judéia e Samaria e até os confins do mundo” (At 1,8).
  • 36. O CUMPRIMENTO DA PROMESSA "Chegando o dia de Pentecostes, estavam todos reunidos no mesmo lugar. De repente, veio do céu um ruído, como se soprasse um vento impetuoso, e encheu toda a casa onde estavam sentados. Apareceu-lhes então uma espécie de línguas de fogo que se repartiram e pousaram sobre cada um deles. Ficaram todos cheios do Espírito Santo e começaram a falar em línguas, conforme o Espírito Santo lhes concedia que falassem” (At 2,1-4).
  • 37. A ação do Espírito Santo no homem faz modificar todos os seus apetites, critérios e valores. Já não segue os desejos da carne. Transformado pelo Espírito, deseja, quer e faz as obras do Espírito (Gl 5,17-18, 19-23). O Espírito Santo, que recebemos em nosso batismo, é uma força interior que nos muda e nos transforma radicalmente. Precisamos apenas autorizá-lo a agir em nós. E JESUS TORNA-SE O CENTRO DE SUAS VIDAS.
  • 38. COMEÇARAM A TESTEMUNHAR COM PALAVRAS PONDEROSAS (CONVINCENTES) Pedro começou a falar e se converteram 3 mil pessoas. Experimentaram força nova e começaram a curar os enfermos, e surgiram toda a classe de sinais, prodígios, milagres, que manifestavam a presença de Cristo Salvador no meio deles. (At 4,30-31)
  • 39. O NASCIMENTO DA IGREJA Fruto da efusão do Espírito Santo foi o nascimento da Igreja. Os cristãos tinham tudo em comum (At 2,44).
  • 41. GLORIFICAVAM A DEUS Começaram a dar graças a Deus sempre e por tudo. Nas alegrias e nos sofrimentos. A PROMESSA DO ESPÍRITO SANTO É PARA VOCÊ O Espírito Santo foi prometido a cada um de nós. Como sem água não há vida na terra, sem o Espírito Santo não há Vida Nova (Jo 7,37-39).
  • 42. "Se me amais, guardareis os meus mandamentos. E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Paráclito, para que fique eternamente convosco. É o Espírito da Verdade que o mundo não pode receber, porque não o vê, nem o conhece, mas vós o conhecereis, porque permanecerá convosco e estará em vós” (Jo 14,15-17).
  • 43. Condição para experimentar essa plenitude do amor em sua vida é: QUERER e CRER Jesus mesmo prometeu que enviaria uma nova efusão de Seu Espírito da parte de Seu Pai (Lc 11,9-13; 1 Tes 5,24). O que Jesus fez no Cenáculo pode fazer aqui e agora com você! É DOM, é grátis. Jesus conquistou-o para nós.
  • 45. OREMOS NA CERTEZA QUE O ESPÍRITO SANTO ESTÁ AQUI E QUER NOS TOCAR!... Passe para o próximo slide e aguarde o áudio iniciar.
  • 46.
  • 47. PARABÉNS PELA SUA PARTICIPAÇÃO!