SlideShare uma empresa Scribd logo
Apresentação
• “Iniciação à Vida Cristã” atende a um pedido da 46ª Assembléia Geral dos
Bispos do Brasil, celebrada em 2006. Situa-se como um desdobramento do
documento Diretório Nacional de Catequese (cf DNC 35-38; 45-50)
aprovado pela 43ª Assembléia em agosto de 2005. Quer ser também uma
resposta à intimação de Aparecida: “[A iniciação cristã é] um desafio que
devemos encarar com decisão, com coragem e criatividade, visto que em
muitas partes a iniciação cristã tem sido pobre e fragmentada. Ou
educamos na fé, colocando as pessoas realmente em contato com Jesus
Cristo e convidando-as para seu seguimento, ou não cumpriremos nossa
missão evangelizadora” (nº 287).
• Para isso, “a Presidência da CNBB, nos termos do Art. 282 do Regimento,
nomeou e apresentou ao Conselho Permanente uma comissão para tratar
do tema Iniciação à Vida Cristã , que deverá ter tratamento de tema
prioritário na Assembléia” Essa comissão foi composta pela Comissão
Episcopal Bíblico-Catequética e alguns convidados, constituindo-se em
equipe de redação. Em três reuniões (outubro de 2008, fevereiro e março
de 2009) elaborou-se o presente texto, que é agora submetido aos
senhores Bispos.
• O tema Iniciação, tão enfatizado no capítulo VI do Documento de
Aparecida, e recomendado no nº 63 das Diretrizes Gerais da Ação
Evangelizadora no Brasil, 2008-2010, não é novo na Igreja.Vem desde as
origens do cristianismo e recebeu, nos séculos III ao V, uma estruturação
específica, o Catecumenato, considerado ao longo dos séculos como um
modelo privilegiado para o processo de Iniciação à Vida Cristã. Por ser uma
iniciativa da Igreja e para toda a Igreja o catecumenato não se restringe
ao âmbito de algum grupo, movimento ou pastoral.
Documentos e Estudos da CNBB
*Diretório Nacional de Catequese
*Iniciação da vida Cristã DOC 97
*Documento de Aparecida.
• Em fins de 1974, a CNBB publicava dois documentos: Pastoral da Eucaristia e
Pastoral dos Sacramentos da Iniciação Cristã. Eram os primeiros documentos da
CNBB, orientados, comovemos, para os Sacramentos da Iniciação. A preocupação,
há 35 anos estava voltada para os sacramentos ou à pastoral dos sacramentos.
Além de elementos teológicos acentuavam-se sobretudo, elementos catequético-
jurídico-pastorais. Entretanto, já se falava também numa perspectiva mais
abrangente, do que a preparação para receber os sacramentos.Referindo-se à
catequese, afirmava-se: “é necessário que a preocupação doutrinal ceda o
primeiro lugar à autêntica iniciação, isto é, à introdução na vida comunitária, de
fraternidade cristã e de participação na missão eclesial”. E é este, justamente,
o desafio que ainda permanece.
• Assumir esta iniciação cristã exige não só uma renovação de modalidade
catequética da paróquia. Propomos que o processo catequético de formação
adotado pela Igreja para a iniciação cristã seja assumido em todo o Continente
como a maneira ordinária e indispensável de introdução na vida cristã e como a
catequese básica e fundamental. Depois, virá a catequese permanente que
continua o processo de amadurecimento da fé, na qual se deve incorporar um
discernimento vocacional e a iluminação para projetos pessoais de vida.
“ O apóstolo não corre em busca do incerto,nem golpeia no ar”. (Paulo VI)
• Ao retornar hoje sobre a mesma Iniciação à vida cristã, estamos nos
dedicando a um dos temas mais desafiadores da nossa ação
evangelizadora. Pretendemos nos debruçar não tanto sobre a “preparação
para receber os sacramentos”, mas sim sobre o processo e a dinâmica
pelas quais “tornar-se cristãos”, processos que vão além da catequese
entendida como período de maior aprendizado e orientado para um
sacramento.
“Os cristãos se fazem,não nascem”.(Tertuliano)
• A partir do Vaticano II, mas sobretudo no final e início do milênio, a Igreja
está se empenhando em restaurar o grande processo catecumenal, que
tão grandes resultados de evangelização provocou nos primeiros séculos,
como processo eficaz de iniciação à vida cristã.
Roteiro de Formação com Catequista.
O saber e o saber fazer a catequese
• Nessa iniciação, assim amplamente concebida, não estão implicados apenas os
catequistas, que certamente continuam a ter um papel importantíssimo e
insubstituível.
• Aí está implicada toda a Igreja: pais, padrinhos, introdutores, catequistas,
liturgistas , ministérios ordenados... enfim, toda a comunidade! Com isso, estamos
dando continuidade e desdobramento às grandes solicitações do Diretório
Nacional de Catequese (2006), Documento de Aparecida (2007) e que muito tem a
ver com a Missão Continental e o Projeto Nacional de Evangelização (2008).
(C.P.Cat Conselho Pastoral Catequético)
Evangelho:João 4,1-15
“Não se começa a ser cristão por uma decisão ética ou
uma grande idéia, mas pelo encontro com
acontecimento,com uma Pessoa,que dá novo horizonte à
vida e,com isso,uma orientação decisiva”.
(Papa Bento XVI)
Apresentação a iniciação da vida cristã

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Retiro Anual dos MINISTROS DA PALAVRA E MINISTROS DA EUCARISTIA da Paróquia S...
Retiro Anual dos MINISTROS DA PALAVRA E MINISTROS DA EUCARISTIA da Paróquia S...Retiro Anual dos MINISTROS DA PALAVRA E MINISTROS DA EUCARISTIA da Paróquia S...
Retiro Anual dos MINISTROS DA PALAVRA E MINISTROS DA EUCARISTIA da Paróquia S...
ParoquiaSagradaFamiliaBH
 
Catequese batismo-adultos-resumo
Catequese batismo-adultos-resumoCatequese batismo-adultos-resumo
Catequese batismo-adultos-resumo
Catequista Josivaldo
 
Encontro com Catequistas
Encontro com CatequistasEncontro com Catequistas
Encontro com Catequistas
José Vieira Dos Santos
 
A santa missa parte por parte
A santa missa parte por parteA santa missa parte por parte
A santa missa parte por parte
Francisco Rodrigues
 
Formação com Catequistas
Formação com CatequistasFormação com Catequistas
Formação com Catequistas
José Vieira Dos Santos
 
A CRISMA Catequese para pais e padrinhos
A CRISMA Catequese para pais e padrinhosA CRISMA Catequese para pais e padrinhos
A CRISMA Catequese para pais e padrinhos
Catequista Josivaldo
 
Curso de liturgia
Curso de liturgiaCurso de liturgia
Curso de liturgia
mbsilva1971
 
Retiro com catequistas
Retiro com catequistasRetiro com catequistas
Retiro com catequistas
José Vieira Dos Santos
 
Chaves de Leitura do Documento 107 da CNBB.pptx
Chaves de Leitura do Documento 107 da CNBB.pptxChaves de Leitura do Documento 107 da CNBB.pptx
Chaves de Leitura do Documento 107 da CNBB.pptx
LuizHonorio4
 
Itinerario ivc cnbb
Itinerario ivc cnbbItinerario ivc cnbb
Itinerario ivc cnbb
Graciosa silva
 
O sacramento do Crisma
O sacramento do CrismaO sacramento do Crisma
O sacramento do Crisma
António José Fonseca
 
A espiritualidade do catequista
A espiritualidade do catequistaA espiritualidade do catequista
A espiritualidade do catequista
fagundes_daniel
 
Querigma e catequese
Querigma e catequeseQuerigma e catequese
Querigma e catequese
Francisco Rodrigues
 
Maria no Vaticano II: Esquema do capítulo 8 da lumen gentium.
Maria no Vaticano II: Esquema do capítulo 8 da lumen gentium.Maria no Vaticano II: Esquema do capítulo 8 da lumen gentium.
Maria no Vaticano II: Esquema do capítulo 8 da lumen gentium.
Angela Cabrera
 
Encontro de Catequistas
Encontro de Catequistas  Encontro de Catequistas
Encontro de Catequistas
José Vieira Dos Santos
 
Curso de-ministros
Curso de-ministrosCurso de-ministros
Curso de-ministros
Wesley Mallbross
 
PARÓQUIA SÃO GERALDO - INICIAÇÃO CRISTÃ
PARÓQUIA SÃO GERALDO - INICIAÇÃO CRISTÃPARÓQUIA SÃO GERALDO - INICIAÇÃO CRISTÃ
PARÓQUIA SÃO GERALDO - INICIAÇÃO CRISTÃ
Ramon Gimenez
 
Apostila do curso de liturgia
Apostila do curso de liturgiaApostila do curso de liturgia
Apostila do curso de liturgia
Simone Oliveira
 
FORMAÇÃO DIOCESANA DA PASTORAL DO DÍZIMO. DIOCESE DE CAXIAS.06,07 E 08.05.2022
 FORMAÇÃO DIOCESANA DA PASTORAL DO DÍZIMO. DIOCESE DE CAXIAS.06,07 E 08.05.2022 FORMAÇÃO DIOCESANA DA PASTORAL DO DÍZIMO. DIOCESE DE CAXIAS.06,07 E 08.05.2022
FORMAÇÃO DIOCESANA DA PASTORAL DO DÍZIMO. DIOCESE DE CAXIAS.06,07 E 08.05.2022
Paulo David
 
Formação batismo pais e padrinhos Católicos
Formação batismo pais e padrinhos Católicos Formação batismo pais e padrinhos Católicos
Formação batismo pais e padrinhos Católicos
Rodrigo F Menegatti
 

Mais procurados (20)

Retiro Anual dos MINISTROS DA PALAVRA E MINISTROS DA EUCARISTIA da Paróquia S...
Retiro Anual dos MINISTROS DA PALAVRA E MINISTROS DA EUCARISTIA da Paróquia S...Retiro Anual dos MINISTROS DA PALAVRA E MINISTROS DA EUCARISTIA da Paróquia S...
Retiro Anual dos MINISTROS DA PALAVRA E MINISTROS DA EUCARISTIA da Paróquia S...
 
Catequese batismo-adultos-resumo
Catequese batismo-adultos-resumoCatequese batismo-adultos-resumo
Catequese batismo-adultos-resumo
 
Encontro com Catequistas
Encontro com CatequistasEncontro com Catequistas
Encontro com Catequistas
 
A santa missa parte por parte
A santa missa parte por parteA santa missa parte por parte
A santa missa parte por parte
 
Formação com Catequistas
Formação com CatequistasFormação com Catequistas
Formação com Catequistas
 
A CRISMA Catequese para pais e padrinhos
A CRISMA Catequese para pais e padrinhosA CRISMA Catequese para pais e padrinhos
A CRISMA Catequese para pais e padrinhos
 
Curso de liturgia
Curso de liturgiaCurso de liturgia
Curso de liturgia
 
Retiro com catequistas
Retiro com catequistasRetiro com catequistas
Retiro com catequistas
 
Chaves de Leitura do Documento 107 da CNBB.pptx
Chaves de Leitura do Documento 107 da CNBB.pptxChaves de Leitura do Documento 107 da CNBB.pptx
Chaves de Leitura do Documento 107 da CNBB.pptx
 
Itinerario ivc cnbb
Itinerario ivc cnbbItinerario ivc cnbb
Itinerario ivc cnbb
 
O sacramento do Crisma
O sacramento do CrismaO sacramento do Crisma
O sacramento do Crisma
 
A espiritualidade do catequista
A espiritualidade do catequistaA espiritualidade do catequista
A espiritualidade do catequista
 
Querigma e catequese
Querigma e catequeseQuerigma e catequese
Querigma e catequese
 
Maria no Vaticano II: Esquema do capítulo 8 da lumen gentium.
Maria no Vaticano II: Esquema do capítulo 8 da lumen gentium.Maria no Vaticano II: Esquema do capítulo 8 da lumen gentium.
Maria no Vaticano II: Esquema do capítulo 8 da lumen gentium.
 
Encontro de Catequistas
Encontro de Catequistas  Encontro de Catequistas
Encontro de Catequistas
 
Curso de-ministros
Curso de-ministrosCurso de-ministros
Curso de-ministros
 
PARÓQUIA SÃO GERALDO - INICIAÇÃO CRISTÃ
PARÓQUIA SÃO GERALDO - INICIAÇÃO CRISTÃPARÓQUIA SÃO GERALDO - INICIAÇÃO CRISTÃ
PARÓQUIA SÃO GERALDO - INICIAÇÃO CRISTÃ
 
Apostila do curso de liturgia
Apostila do curso de liturgiaApostila do curso de liturgia
Apostila do curso de liturgia
 
FORMAÇÃO DIOCESANA DA PASTORAL DO DÍZIMO. DIOCESE DE CAXIAS.06,07 E 08.05.2022
 FORMAÇÃO DIOCESANA DA PASTORAL DO DÍZIMO. DIOCESE DE CAXIAS.06,07 E 08.05.2022 FORMAÇÃO DIOCESANA DA PASTORAL DO DÍZIMO. DIOCESE DE CAXIAS.06,07 E 08.05.2022
FORMAÇÃO DIOCESANA DA PASTORAL DO DÍZIMO. DIOCESE DE CAXIAS.06,07 E 08.05.2022
 
Formação batismo pais e padrinhos Católicos
Formação batismo pais e padrinhos Católicos Formação batismo pais e padrinhos Católicos
Formação batismo pais e padrinhos Católicos
 

Semelhante a Apresentação a iniciação da vida cristã

Contemplar
ContemplarContemplar
História da Iniciação à vida cristã desde a origem
História da Iniciação à vida cristã desde a origemHistória da Iniciação à vida cristã desde a origem
História da Iniciação à vida cristã desde a origem
JosWolney
 
CATEQUESE EVANGELIZADORA PSRA ESTUDO de candidatos ao diaconato
CATEQUESE EVANGELIZADORA PSRA ESTUDO de candidatos ao diaconatoCATEQUESE EVANGELIZADORA PSRA ESTUDO de candidatos ao diaconato
CATEQUESE EVANGELIZADORA PSRA ESTUDO de candidatos ao diaconato
Lucio Souza
 
Itinerário catecumenal
Itinerário catecumenalItinerário catecumenal
Itinerário catecumenal
Sergio Cabral
 
introdutores.pptx
introdutores.pptxintrodutores.pptx
introdutores.pptx
Eisenhower Souza
 
INICIACAO-A-VIDA-CRISTA-CAP.-III-ILUMINAR.pptx
INICIACAO-A-VIDA-CRISTA-CAP.-III-ILUMINAR.pptxINICIACAO-A-VIDA-CRISTA-CAP.-III-ILUMINAR.pptx
INICIACAO-A-VIDA-CRISTA-CAP.-III-ILUMINAR.pptx
Julio Cesar
 
DIRETÓRIO para avaliação (sacramentos).pdf
DIRETÓRIO para avaliação (sacramentos).pdfDIRETÓRIO para avaliação (sacramentos).pdf
DIRETÓRIO para avaliação (sacramentos).pdf
MaricleusaSilva1
 
Livrinho liturgia batismal
Livrinho liturgia batismalLivrinho liturgia batismal
Livrinho liturgia batismal
torrasko
 
Palestra 1 - Pe Léo.pdf
Palestra 1 - Pe Léo.pdfPalestra 1 - Pe Léo.pdf
CHAVE DE LEITURA DOCUMENTO 107 CHAVE DE LEITURA DOCUMENTO 107
CHAVE DE LEITURA DOCUMENTO 107 CHAVE DE LEITURA DOCUMENTO 107CHAVE DE LEITURA DOCUMENTO 107 CHAVE DE LEITURA DOCUMENTO 107
CHAVE DE LEITURA DOCUMENTO 107 CHAVE DE LEITURA DOCUMENTO 107
Sohloca1
 
Introdução a Catequese
Introdução a CatequeseIntrodução a Catequese
Introdução a Catequese
Alexandre
 
Como formar Discípulos Missionários para jesus.pptx
Como formar Discípulos Missionários para jesus.pptxComo formar Discípulos Missionários para jesus.pptx
Como formar Discípulos Missionários para jesus.pptx
Nuno Melo
 
A pessoa do catequista
A pessoa do catequistaA pessoa do catequista
A pessoa do catequista
Francisco Rodrigues
 
Preparando a paróquia para trabalhar com a IVC.pptx
Preparando a paróquia para trabalhar com a IVC.pptxPreparando a paróquia para trabalhar com a IVC.pptx
Preparando a paróquia para trabalhar com a IVC.pptx
JosWolney
 
APRESENTAÇÃO - Itinerário de iniciação à vida cristã com as famílias, com as ...
APRESENTAÇÃO - Itinerário de iniciação à vida cristã com as famílias, com as ...APRESENTAÇÃO - Itinerário de iniciação à vida cristã com as famílias, com as ...
APRESENTAÇÃO - Itinerário de iniciação à vida cristã com as famílias, com as ...
BlogMaterialdeCatequ
 
O que é catequese
O que é catequeseO que é catequese
O que é catequese
Francisco Rodrigues
 
Apostila preparacao catequese_de_adultos
Apostila preparacao catequese_de_adultosApostila preparacao catequese_de_adultos
Apostila preparacao catequese_de_adultos
Antonio Cardoso
 
livro - de - batismo . pdf ........
livro  -   de  -   batismo . pdf ........livro  -   de  -   batismo . pdf ........
livro - de - batismo . pdf ........
FantoonFantoonXerox
 
Formação de catequistas
Formação de catequistasFormação de catequistas
Formação de catequistas
Catequese Anjos dos Céus
 
Dgae da igreja no brasil, dom eduardo 2
Dgae da igreja no brasil, dom eduardo 2Dgae da igreja no brasil, dom eduardo 2
Dgae da igreja no brasil, dom eduardo 2
domeduardo
 

Semelhante a Apresentação a iniciação da vida cristã (20)

Contemplar
ContemplarContemplar
Contemplar
 
História da Iniciação à vida cristã desde a origem
História da Iniciação à vida cristã desde a origemHistória da Iniciação à vida cristã desde a origem
História da Iniciação à vida cristã desde a origem
 
CATEQUESE EVANGELIZADORA PSRA ESTUDO de candidatos ao diaconato
CATEQUESE EVANGELIZADORA PSRA ESTUDO de candidatos ao diaconatoCATEQUESE EVANGELIZADORA PSRA ESTUDO de candidatos ao diaconato
CATEQUESE EVANGELIZADORA PSRA ESTUDO de candidatos ao diaconato
 
Itinerário catecumenal
Itinerário catecumenalItinerário catecumenal
Itinerário catecumenal
 
introdutores.pptx
introdutores.pptxintrodutores.pptx
introdutores.pptx
 
INICIACAO-A-VIDA-CRISTA-CAP.-III-ILUMINAR.pptx
INICIACAO-A-VIDA-CRISTA-CAP.-III-ILUMINAR.pptxINICIACAO-A-VIDA-CRISTA-CAP.-III-ILUMINAR.pptx
INICIACAO-A-VIDA-CRISTA-CAP.-III-ILUMINAR.pptx
 
DIRETÓRIO para avaliação (sacramentos).pdf
DIRETÓRIO para avaliação (sacramentos).pdfDIRETÓRIO para avaliação (sacramentos).pdf
DIRETÓRIO para avaliação (sacramentos).pdf
 
Livrinho liturgia batismal
Livrinho liturgia batismalLivrinho liturgia batismal
Livrinho liturgia batismal
 
Palestra 1 - Pe Léo.pdf
Palestra 1 - Pe Léo.pdfPalestra 1 - Pe Léo.pdf
Palestra 1 - Pe Léo.pdf
 
CHAVE DE LEITURA DOCUMENTO 107 CHAVE DE LEITURA DOCUMENTO 107
CHAVE DE LEITURA DOCUMENTO 107 CHAVE DE LEITURA DOCUMENTO 107CHAVE DE LEITURA DOCUMENTO 107 CHAVE DE LEITURA DOCUMENTO 107
CHAVE DE LEITURA DOCUMENTO 107 CHAVE DE LEITURA DOCUMENTO 107
 
Introdução a Catequese
Introdução a CatequeseIntrodução a Catequese
Introdução a Catequese
 
Como formar Discípulos Missionários para jesus.pptx
Como formar Discípulos Missionários para jesus.pptxComo formar Discípulos Missionários para jesus.pptx
Como formar Discípulos Missionários para jesus.pptx
 
A pessoa do catequista
A pessoa do catequistaA pessoa do catequista
A pessoa do catequista
 
Preparando a paróquia para trabalhar com a IVC.pptx
Preparando a paróquia para trabalhar com a IVC.pptxPreparando a paróquia para trabalhar com a IVC.pptx
Preparando a paróquia para trabalhar com a IVC.pptx
 
APRESENTAÇÃO - Itinerário de iniciação à vida cristã com as famílias, com as ...
APRESENTAÇÃO - Itinerário de iniciação à vida cristã com as famílias, com as ...APRESENTAÇÃO - Itinerário de iniciação à vida cristã com as famílias, com as ...
APRESENTAÇÃO - Itinerário de iniciação à vida cristã com as famílias, com as ...
 
O que é catequese
O que é catequeseO que é catequese
O que é catequese
 
Apostila preparacao catequese_de_adultos
Apostila preparacao catequese_de_adultosApostila preparacao catequese_de_adultos
Apostila preparacao catequese_de_adultos
 
livro - de - batismo . pdf ........
livro  -   de  -   batismo . pdf ........livro  -   de  -   batismo . pdf ........
livro - de - batismo . pdf ........
 
Formação de catequistas
Formação de catequistasFormação de catequistas
Formação de catequistas
 
Dgae da igreja no brasil, dom eduardo 2
Dgae da igreja no brasil, dom eduardo 2Dgae da igreja no brasil, dom eduardo 2
Dgae da igreja no brasil, dom eduardo 2
 

Último

1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
ESCRIBA DE CRISTO
 
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Celso Napoleon
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
ESCRIBA DE CRISTO
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
WELITONNOGUEIRA3
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
ayronleonardo
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Nilson Almeida
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Nilson Almeida
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Celso Napoleon
 
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino FinalTornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
André Ricardo Marcondes
 
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Celso Napoleon
 
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
HerverthRibeiro1
 
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdfAula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
SrgioLinsPessoa
 
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdfPROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
Nelson Pereira
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Lourhana
 
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução AnimicaEscola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
AlessandroSanches8
 

Último (18)

1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
 
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
 
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino FinalTornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
 
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
 
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
 
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdfAula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
 
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdfPROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
 
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
 
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução AnimicaEscola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
 

Apresentação a iniciação da vida cristã

  • 1.
  • 2. Apresentação • “Iniciação à Vida Cristã” atende a um pedido da 46ª Assembléia Geral dos Bispos do Brasil, celebrada em 2006. Situa-se como um desdobramento do documento Diretório Nacional de Catequese (cf DNC 35-38; 45-50) aprovado pela 43ª Assembléia em agosto de 2005. Quer ser também uma resposta à intimação de Aparecida: “[A iniciação cristã é] um desafio que devemos encarar com decisão, com coragem e criatividade, visto que em muitas partes a iniciação cristã tem sido pobre e fragmentada. Ou educamos na fé, colocando as pessoas realmente em contato com Jesus Cristo e convidando-as para seu seguimento, ou não cumpriremos nossa missão evangelizadora” (nº 287).
  • 3. • Para isso, “a Presidência da CNBB, nos termos do Art. 282 do Regimento, nomeou e apresentou ao Conselho Permanente uma comissão para tratar do tema Iniciação à Vida Cristã , que deverá ter tratamento de tema prioritário na Assembléia” Essa comissão foi composta pela Comissão Episcopal Bíblico-Catequética e alguns convidados, constituindo-se em equipe de redação. Em três reuniões (outubro de 2008, fevereiro e março de 2009) elaborou-se o presente texto, que é agora submetido aos senhores Bispos. • O tema Iniciação, tão enfatizado no capítulo VI do Documento de Aparecida, e recomendado no nº 63 das Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora no Brasil, 2008-2010, não é novo na Igreja.Vem desde as origens do cristianismo e recebeu, nos séculos III ao V, uma estruturação específica, o Catecumenato, considerado ao longo dos séculos como um modelo privilegiado para o processo de Iniciação à Vida Cristã. Por ser uma iniciativa da Igreja e para toda a Igreja o catecumenato não se restringe ao âmbito de algum grupo, movimento ou pastoral.
  • 4. Documentos e Estudos da CNBB *Diretório Nacional de Catequese *Iniciação da vida Cristã DOC 97 *Documento de Aparecida.
  • 5.
  • 6. • Em fins de 1974, a CNBB publicava dois documentos: Pastoral da Eucaristia e Pastoral dos Sacramentos da Iniciação Cristã. Eram os primeiros documentos da CNBB, orientados, comovemos, para os Sacramentos da Iniciação. A preocupação, há 35 anos estava voltada para os sacramentos ou à pastoral dos sacramentos. Além de elementos teológicos acentuavam-se sobretudo, elementos catequético- jurídico-pastorais. Entretanto, já se falava também numa perspectiva mais abrangente, do que a preparação para receber os sacramentos.Referindo-se à catequese, afirmava-se: “é necessário que a preocupação doutrinal ceda o primeiro lugar à autêntica iniciação, isto é, à introdução na vida comunitária, de fraternidade cristã e de participação na missão eclesial”. E é este, justamente, o desafio que ainda permanece. • Assumir esta iniciação cristã exige não só uma renovação de modalidade catequética da paróquia. Propomos que o processo catequético de formação adotado pela Igreja para a iniciação cristã seja assumido em todo o Continente como a maneira ordinária e indispensável de introdução na vida cristã e como a catequese básica e fundamental. Depois, virá a catequese permanente que continua o processo de amadurecimento da fé, na qual se deve incorporar um discernimento vocacional e a iluminação para projetos pessoais de vida. “ O apóstolo não corre em busca do incerto,nem golpeia no ar”. (Paulo VI)
  • 7. • Ao retornar hoje sobre a mesma Iniciação à vida cristã, estamos nos dedicando a um dos temas mais desafiadores da nossa ação evangelizadora. Pretendemos nos debruçar não tanto sobre a “preparação para receber os sacramentos”, mas sim sobre o processo e a dinâmica pelas quais “tornar-se cristãos”, processos que vão além da catequese entendida como período de maior aprendizado e orientado para um sacramento. “Os cristãos se fazem,não nascem”.(Tertuliano) • A partir do Vaticano II, mas sobretudo no final e início do milênio, a Igreja está se empenhando em restaurar o grande processo catecumenal, que tão grandes resultados de evangelização provocou nos primeiros séculos, como processo eficaz de iniciação à vida cristã.
  • 8. Roteiro de Formação com Catequista. O saber e o saber fazer a catequese
  • 9. • Nessa iniciação, assim amplamente concebida, não estão implicados apenas os catequistas, que certamente continuam a ter um papel importantíssimo e insubstituível. • Aí está implicada toda a Igreja: pais, padrinhos, introdutores, catequistas, liturgistas , ministérios ordenados... enfim, toda a comunidade! Com isso, estamos dando continuidade e desdobramento às grandes solicitações do Diretório Nacional de Catequese (2006), Documento de Aparecida (2007) e que muito tem a ver com a Missão Continental e o Projeto Nacional de Evangelização (2008). (C.P.Cat Conselho Pastoral Catequético)
  • 10.
  • 11. Evangelho:João 4,1-15 “Não se começa a ser cristão por uma decisão ética ou uma grande idéia, mas pelo encontro com acontecimento,com uma Pessoa,que dá novo horizonte à vida e,com isso,uma orientação decisiva”. (Papa Bento XVI)