SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 12
Características do 
modernismo – 
Primeiro momento
 O Primeiro Tempo Modernista compreende os 
anos de 1922 a 1930, esse foi considerado o 
tempo modernista mais radical, e logo cedo se 
dividiu em grupos. Um desses grupos era 
formado por Mário e Oswald de 
Andrade,Alcântara Machado e outros, este 
grupo lançou as revistas mais engajadas, o 
grupo Verde-Amarelo, mais conservador, era 
formado por Plínio Salgado,Cassiano Ricardo 
e Menotti del Picchia.
 Já no Rio de Janeiro, 
não houveram rupturas 
acentuadas, além de 
que traços simbolistas 
ainda foram mantidos. 
Em Belo Horizonte, 
com o auxílio de Carlos 
Drummond de Andrade, 
surgiu a revista “A 
Revista”, contando com 
a colaboração de Pedro 
Nava.
O Modernismo é 
um movimento 
difícil de ser 
analisado em 
linhas gerais, já 
que não havia uma 
linha ou uma 
tendência a ser 
seguida, e sim uma 
amplitude em 
função das 
diferentes linhas 
de pensamento de 
seus 
protagonistas, que 
não seguiam uma 
estética rígida, 
aliás esse era o
 Devido ao Modernismo houve uma 
descentralização da literatura, que antes se 
concentrava no RJ, em função dos 
burgueses.Uma das características básicas do 
Modernismo que podia ser analisada na maioria 
dos artistas é a inspiração nacionalista, outra 
característica, essa fundamental, foi o 
desenvolvimento e estímulo à pesquisa formal, 
ou seja, uma consideração pelo valor estético 
na linguagem, como é demonstrado na prosa 
na forma de uma aproximação entre a 
linguagem escrita e a falada.
MAMOEIRO , ( TARSILA DO AMARAL -1925 )
 Na poesia, além desta aproximação, houve a 
conquista do verso livre, a liberdade 
lingüística e uma ampliação dos temas, 
caracterizando um certo anarquismo, 
reforçado pelas idéias individualistas do 
começo do século pelo filósofo Henri 
Bergson que defendia o poder da intuição, 
assim como a teoria psicanalítica de Freud 
revelava as motivações subconscientes, 
duas das metodologias usadas pelos 
modernistas no início do movimento.
OBRAS DO MODERNISMO
ABAPORU, "O COMEDOR DE GENTE", EM TUPI GUARANI, OBRA DE TARSILA DO 
AMARAL, UMA DAS MARCAS REGISTRADAS DO MODERNISMO NO BRASIL
OBRAS DE TARSILA DO AMARAL
ARTISTAS DO MODERNISMO
COLEGIO PROFª TECLA MELLO 
 ALUNAS(OS) : Andréa Santos 
Bruno Sena 
Luana Bastos 
Karina Santos 
Jeanderson de Jesus 
 Professora: Lindalva Borges 
 3º ANO

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Conto social 9º
Conto social 9ºConto social 9º
Conto social 9º
Roseny90
 
PLANO DIDÁTICO ANUAL LITERATURA 1º ANO DO ENSINO MÉDIO
PLANO DIDÁTICO ANUAL LITERATURA 1º ANO DO ENSINO MÉDIOPLANO DIDÁTICO ANUAL LITERATURA 1º ANO DO ENSINO MÉDIO
PLANO DIDÁTICO ANUAL LITERATURA 1º ANO DO ENSINO MÉDIO
IFMA
 
Apresentaçao variação linguística
Apresentaçao variação linguísticaApresentaçao variação linguística
Apresentaçao variação linguística
diretoriabraganca
 
Pré modernismo-slides
Pré modernismo-slidesPré modernismo-slides
Pré modernismo-slides
Zenia Ferreira
 

Mais procurados (20)

SLIDES – TIRINHAS.
SLIDES – TIRINHAS.SLIDES – TIRINHAS.
SLIDES – TIRINHAS.
 
Conto social 9º
Conto social 9ºConto social 9º
Conto social 9º
 
Notícia e reportagem
Notícia e reportagemNotícia e reportagem
Notícia e reportagem
 
Oralidade e gêneros orais: um olhar sobre as práticas orais em sala de aula
Oralidade e gêneros orais: um olhar sobre as práticas orais em sala de aulaOralidade e gêneros orais: um olhar sobre as práticas orais em sala de aula
Oralidade e gêneros orais: um olhar sobre as práticas orais em sala de aula
 
Notícia gênero textual
Notícia gênero textualNotícia gênero textual
Notícia gênero textual
 
Editorial
EditorialEditorial
Editorial
 
LÍNGUA PORTUGUESA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC - (EM13LP02) D15
LÍNGUA PORTUGUESA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC - (EM13LP02) D15LÍNGUA PORTUGUESA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC - (EM13LP02) D15
LÍNGUA PORTUGUESA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC - (EM13LP02) D15
 
PLANO DIDÁTICO ANUAL LITERATURA 1º ANO DO ENSINO MÉDIO
PLANO DIDÁTICO ANUAL LITERATURA 1º ANO DO ENSINO MÉDIOPLANO DIDÁTICO ANUAL LITERATURA 1º ANO DO ENSINO MÉDIO
PLANO DIDÁTICO ANUAL LITERATURA 1º ANO DO ENSINO MÉDIO
 
Variações Linguísticas
Variações LinguísticasVariações Linguísticas
Variações Linguísticas
 
Slides sobre reportagem
Slides sobre reportagemSlides sobre reportagem
Slides sobre reportagem
 
Uso da vírgula
Uso da vírgulaUso da vírgula
Uso da vírgula
 
Apresentaçao variação linguística
Apresentaçao variação linguísticaApresentaçao variação linguística
Apresentaçao variação linguística
 
Pré modernismo 3º ano
Pré modernismo 3º anoPré modernismo 3º ano
Pré modernismo 3º ano
 
Oficina de Gêneros Textuais em sala de aula
Oficina de Gêneros Textuais em sala de aulaOficina de Gêneros Textuais em sala de aula
Oficina de Gêneros Textuais em sala de aula
 
Gênero panfleto
Gênero panfletoGênero panfleto
Gênero panfleto
 
Pré modernismo-slides
Pré modernismo-slidesPré modernismo-slides
Pré modernismo-slides
 
Variedades linguísticas
Variedades linguísticasVariedades linguísticas
Variedades linguísticas
 
Uso da vírgula
Uso da vírgulaUso da vírgula
Uso da vírgula
 
Descritores spaece - língua portuguesa
Descritores   spaece - língua portuguesaDescritores   spaece - língua portuguesa
Descritores spaece - língua portuguesa
 
Projeto de intervencao pedagogica de língua portuguesa
Projeto de intervencao pedagogica de língua portuguesa Projeto de intervencao pedagogica de língua portuguesa
Projeto de intervencao pedagogica de língua portuguesa
 

Destaque

Vanguardas européias - Professora Vivian Trombini
Vanguardas européias - Professora Vivian TrombiniVanguardas européias - Professora Vivian Trombini
Vanguardas européias - Professora Vivian Trombini
VIVIAN TROMBINI
 
Novo Acordo Ortografico
Novo Acordo OrtograficoNovo Acordo Ortografico
Novo Acordo Ortografico
deathie
 
Slides Novo Acordo OrtográFico
Slides Novo Acordo OrtográFicoSlides Novo Acordo OrtográFico
Slides Novo Acordo OrtográFico
Flaviacristina74
 
APOSTILA HISTÓRIA DA ARTE
APOSTILA HISTÓRIA DA ARTEAPOSTILA HISTÓRIA DA ARTE
APOSTILA HISTÓRIA DA ARTE
VIVIAN TROMBINI
 
Parnasianismo - Professora Vivian Trombini
Parnasianismo - Professora Vivian TrombiniParnasianismo - Professora Vivian Trombini
Parnasianismo - Professora Vivian Trombini
VIVIAN TROMBINI
 
Caça-palavras barroco1 resposta
Caça-palavras barroco1 respostaCaça-palavras barroco1 resposta
Caça-palavras barroco1 resposta
Dilmara Faria
 

Destaque (20)

Aula 3 arte - 2º ano
Aula 3   arte - 2º anoAula 3   arte - 2º ano
Aula 3 arte - 2º ano
 
Movimento modernista e a semana da arte moferna de 1922
Movimento modernista e a semana da arte moferna de 1922Movimento modernista e a semana da arte moferna de 1922
Movimento modernista e a semana da arte moferna de 1922
 
Vanguardas européias - Professora Vivian Trombini
Vanguardas européias - Professora Vivian TrombiniVanguardas européias - Professora Vivian Trombini
Vanguardas européias - Professora Vivian Trombini
 
Modernismo.
Modernismo.Modernismo.
Modernismo.
 
Nova Ortografia - Aula 02
Nova Ortografia - Aula 02Nova Ortografia - Aula 02
Nova Ortografia - Aula 02
 
Semana de arte moderna e 1ª fase do Modernismo brasileiro
Semana de arte moderna e 1ª fase do Modernismo brasileiroSemana de arte moderna e 1ª fase do Modernismo brasileiro
Semana de arte moderna e 1ª fase do Modernismo brasileiro
 
Novo Acordo Ortografico
Novo Acordo OrtograficoNovo Acordo Ortografico
Novo Acordo Ortografico
 
Manual da-nova-ortografia
Manual da-nova-ortografiaManual da-nova-ortografia
Manual da-nova-ortografia
 
Pré modernismo I
Pré modernismo IPré modernismo I
Pré modernismo I
 
Nova Ortografia - Aula 01
Nova Ortografia - Aula 01Nova Ortografia - Aula 01
Nova Ortografia - Aula 01
 
Slides Novo Acordo OrtográFico
Slides Novo Acordo OrtográFicoSlides Novo Acordo OrtográFico
Slides Novo Acordo OrtográFico
 
AULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURA
AULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURAAULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURA
AULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURA
 
APOSTILA HISTÓRIA DA ARTE
APOSTILA HISTÓRIA DA ARTEAPOSTILA HISTÓRIA DA ARTE
APOSTILA HISTÓRIA DA ARTE
 
Parnasianismo - Professora Vivian Trombini
Parnasianismo - Professora Vivian TrombiniParnasianismo - Professora Vivian Trombini
Parnasianismo - Professora Vivian Trombini
 
A mais completa apresentação sobre o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa
A mais completa apresentação sobre o Acordo Ortográfico da Língua PortuguesaA mais completa apresentação sobre o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa
A mais completa apresentação sobre o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa
 
Apresentação Modernismo Brasileiro
Apresentação Modernismo BrasileiroApresentação Modernismo Brasileiro
Apresentação Modernismo Brasileiro
 
2 pré história
2 pré história2 pré história
2 pré história
 
Caça-palavras barroco1 resposta
Caça-palavras barroco1 respostaCaça-palavras barroco1 resposta
Caça-palavras barroco1 resposta
 
Arte 1 médio slide
Arte 1 médio slideArte 1 médio slide
Arte 1 médio slide
 
Modernismo
ModernismoModernismo
Modernismo
 

Semelhante a Caracteristicas do modernismo 3º ano

Um olhar sobre_a_revista_de_antropofagia__1928-1929_[1]
Um olhar sobre_a_revista_de_antropofagia__1928-1929_[1]Um olhar sobre_a_revista_de_antropofagia__1928-1929_[1]
Um olhar sobre_a_revista_de_antropofagia__1928-1929_[1]
Carlos Elson Cunha
 
Trabalho de artes alexssandro m.
Trabalho de artes alexssandro m.Trabalho de artes alexssandro m.
Trabalho de artes alexssandro m.
FatinhaMiglioranca
 
A posição social do artista
A posição social do artistaA posição social do artista
A posição social do artista
Equipemundi2014
 
Modernismo 1ª fase apresentação
Modernismo 1ª fase apresentaçãoModernismo 1ª fase apresentação
Modernismo 1ª fase apresentação
Zenia Ferreira
 
Modernismo 1ª fase apresentação
Modernismo 1ª fase apresentaçãoModernismo 1ª fase apresentação
Modernismo 1ª fase apresentação
Zenia Ferreira
 
Semana de 22 modernistas
Semana de 22   modernistasSemana de 22   modernistas
Semana de 22 modernistas
Carlos Zaranza
 

Semelhante a Caracteristicas do modernismo 3º ano (20)

Primeira fase do modernismo
Primeira fase do modernismoPrimeira fase do modernismo
Primeira fase do modernismo
 
Texto 2 larissa
Texto 2 larissaTexto 2 larissa
Texto 2 larissa
 
Um olhar sobre_a_revista_de_antropofagia__1928-1929_[1]
Um olhar sobre_a_revista_de_antropofagia__1928-1929_[1]Um olhar sobre_a_revista_de_antropofagia__1928-1929_[1]
Um olhar sobre_a_revista_de_antropofagia__1928-1929_[1]
 
Mordenismo
MordenismoMordenismo
Mordenismo
 
Surrealismo
SurrealismoSurrealismo
Surrealismo
 
Surrealismo 2
Surrealismo 2Surrealismo 2
Surrealismo 2
 
1.ª Fase do Modernismo Brasileira - Contexto histórico, autores e obras.
1.ª Fase do Modernismo Brasileira - Contexto histórico, autores e obras.1.ª Fase do Modernismo Brasileira - Contexto histórico, autores e obras.
1.ª Fase do Modernismo Brasileira - Contexto histórico, autores e obras.
 
12 - Modernismo-2-8.docx
12 - Modernismo-2-8.docx12 - Modernismo-2-8.docx
12 - Modernismo-2-8.docx
 
Trabalho de artes alexssandro m.
Trabalho de artes alexssandro m.Trabalho de artes alexssandro m.
Trabalho de artes alexssandro m.
 
Movimento modernista
Movimento modernistaMovimento modernista
Movimento modernista
 
Apresentação (4).pptx
Apresentação (4).pptxApresentação (4).pptx
Apresentação (4).pptx
 
Pré-modernismo e mordenismo 1°geração.pptx
Pré-modernismo e mordenismo 1°geração.pptxPré-modernismo e mordenismo 1°geração.pptx
Pré-modernismo e mordenismo 1°geração.pptx
 
Apresentação sobre modernismo e pós modernismo
Apresentação sobre modernismo e pós modernismo Apresentação sobre modernismo e pós modernismo
Apresentação sobre modernismo e pós modernismo
 
A posição social do artista
A posição social do artistaA posição social do artista
A posição social do artista
 
modernismo no Brasil apresentação 1.pptx
modernismo no Brasil apresentação 1.pptxmodernismo no Brasil apresentação 1.pptx
modernismo no Brasil apresentação 1.pptx
 
Vanguardas europeias
Vanguardas europeiasVanguardas europeias
Vanguardas europeias
 
Modernismo 1ª fase apresentação
Modernismo 1ª fase apresentaçãoModernismo 1ª fase apresentação
Modernismo 1ª fase apresentação
 
Modernismo 1ª fase apresentação
Modernismo 1ª fase apresentaçãoModernismo 1ª fase apresentação
Modernismo 1ª fase apresentação
 
Modernismo em portugal
Modernismo em portugalModernismo em portugal
Modernismo em portugal
 
Semana de 22 modernistas
Semana de 22   modernistasSemana de 22   modernistas
Semana de 22 modernistas
 

Mais de Luana Bastos (10)

Tacos mexicanos - Unifacs - Nutrição I
Tacos mexicanos - Unifacs - Nutrição ITacos mexicanos - Unifacs - Nutrição I
Tacos mexicanos - Unifacs - Nutrição I
 
Onde esta o dinheiro
Onde esta o dinheiroOnde esta o dinheiro
Onde esta o dinheiro
 
Revolução cubana
Revolução cubanaRevolução cubana
Revolução cubana
 
Reflexão
ReflexãoReflexão
Reflexão
 
Carlos drummond
Carlos drummondCarlos drummond
Carlos drummond
 
Cetonas e acidos carboxilicos
Cetonas e acidos carboxilicosCetonas e acidos carboxilicos
Cetonas e acidos carboxilicos
 
Simple present colegio cptm- 3º ano (terceirão)
Simple present   colegio cptm- 3º ano (terceirão)Simple present   colegio cptm- 3º ano (terceirão)
Simple present colegio cptm- 3º ano (terceirão)
 
Iluminismo - razão em busca da verdade
Iluminismo - razão em busca da verdadeIluminismo - razão em busca da verdade
Iluminismo - razão em busca da verdade
 
Redes sociais- Pontos positivos e negativos
Redes sociais- Pontos positivos e negativosRedes sociais- Pontos positivos e negativos
Redes sociais- Pontos positivos e negativos
 
João Ubaldo Ribeiro -
João Ubaldo Ribeiro - João Ubaldo Ribeiro -
João Ubaldo Ribeiro -
 

Último

Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Eró Cunha
 

Último (20)

ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdfROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorial
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativos
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de Infância
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
 
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHASMARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
 
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf HitlerAlemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
 
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigasPeça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
 
Projeto envolvendo as borboletas - poema.doc
Projeto envolvendo as borboletas - poema.docProjeto envolvendo as borboletas - poema.doc
Projeto envolvendo as borboletas - poema.doc
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 

Caracteristicas do modernismo 3º ano

  • 1. Características do modernismo – Primeiro momento
  • 2.  O Primeiro Tempo Modernista compreende os anos de 1922 a 1930, esse foi considerado o tempo modernista mais radical, e logo cedo se dividiu em grupos. Um desses grupos era formado por Mário e Oswald de Andrade,Alcântara Machado e outros, este grupo lançou as revistas mais engajadas, o grupo Verde-Amarelo, mais conservador, era formado por Plínio Salgado,Cassiano Ricardo e Menotti del Picchia.
  • 3.  Já no Rio de Janeiro, não houveram rupturas acentuadas, além de que traços simbolistas ainda foram mantidos. Em Belo Horizonte, com o auxílio de Carlos Drummond de Andrade, surgiu a revista “A Revista”, contando com a colaboração de Pedro Nava.
  • 4. O Modernismo é um movimento difícil de ser analisado em linhas gerais, já que não havia uma linha ou uma tendência a ser seguida, e sim uma amplitude em função das diferentes linhas de pensamento de seus protagonistas, que não seguiam uma estética rígida, aliás esse era o
  • 5.  Devido ao Modernismo houve uma descentralização da literatura, que antes se concentrava no RJ, em função dos burgueses.Uma das características básicas do Modernismo que podia ser analisada na maioria dos artistas é a inspiração nacionalista, outra característica, essa fundamental, foi o desenvolvimento e estímulo à pesquisa formal, ou seja, uma consideração pelo valor estético na linguagem, como é demonstrado na prosa na forma de uma aproximação entre a linguagem escrita e a falada.
  • 6. MAMOEIRO , ( TARSILA DO AMARAL -1925 )
  • 7.  Na poesia, além desta aproximação, houve a conquista do verso livre, a liberdade lingüística e uma ampliação dos temas, caracterizando um certo anarquismo, reforçado pelas idéias individualistas do começo do século pelo filósofo Henri Bergson que defendia o poder da intuição, assim como a teoria psicanalítica de Freud revelava as motivações subconscientes, duas das metodologias usadas pelos modernistas no início do movimento.
  • 9. ABAPORU, "O COMEDOR DE GENTE", EM TUPI GUARANI, OBRA DE TARSILA DO AMARAL, UMA DAS MARCAS REGISTRADAS DO MODERNISMO NO BRASIL
  • 10. OBRAS DE TARSILA DO AMARAL
  • 12. COLEGIO PROFª TECLA MELLO  ALUNAS(OS) : Andréa Santos Bruno Sena Luana Bastos Karina Santos Jeanderson de Jesus  Professora: Lindalva Borges  3º ANO