SlideShare uma empresa Scribd logo
BIOÉTICA
Conceito 
• E o conjunto de conceitos, argumentos e 
normas que valorizam e justificam eticamente 
os atos humanos que podem ter efeitos 
irreversíveis sobre os fenômenos vitais. 
• Comportam fatos novos produzidos pela 
genética e biotecnologia. 
• Está relacionada de forma transdiciplinar com 
a Biologia, o Direito, a Ética, a Medicina e até 
mesmo com questões religiosas.
As principais razões para o 
surgimento da Bioética foram: 
• Abusos na utilização de animais e seres humanos em 
experimentos 
• Surgimento acelerado de novas técnicas desumanizantes que 
apresentam questões inéditas, como por exemplo, clonagem 
de seres humanos 
• Percepção da insuficiência dos referenciais éticos tradicionais, 
pois devido ao rápido progresso científico, torna-se fácil 
constatar que os códigos de ética ligados a diferentes 
profissões não acompanharam o rápido progresso científico, 
sendo diversas vezes insuficientes para julgar os temas 
polêmicos da bioética.
Linha do Tempo 
1900 
• Primeiro documento que estabelecia 
explicitamente os princípios éticos da 
experimentação em humanos, formulado pelo 
Ministério da Saúde da Prússia 
• Desastre de Lübeck 
1931 
• 14 diretrizes para novas terapêuticas e a pesquisa 
em seres humanos 
• Determinavam de maneira muito mais precisa e 
restritiva os padrões técnicos e éticos da pesquisa
1933-1945 
Fatos importantes que irão incluir progressivamente as 
instituições médicas na formulação e realização de políticas 
públicas “eugenistas” e racistas, formuladas desde 1924 por 
Hitler em seu livro-propaganda Mein Kampf 
1 - A lei de 14 de julho de 1933 sobre a esterilização 
2 - A circular de outubro de 1939 sobre a eutanásia de 
doentes considerados incuráveis 
3 - A criação, a partir de 1941, dos campos de extermínio
1945 
Fim da 2ª Guerra Mundial e das atrocidades cometidas pelos 
nazistas contra os seres humanos. 
19 de agosto de 1947 
Julgamento de Médicos Nazistas no Tribunal de Nüremberg 
1947 
Código de Nuremberg 
1948 
Declaração Universal dos Direitos Humanos – ONU
• A Estrutura do DNA é 
descoberta 
• Questões éticas são levantas. 
25 de Abril de 
1953 
• Primeiro Transplante Renal 
realizado entre dois gêmeos 
univitelinos. 
•O irmão que recebeu o rim só 
veio a morrer oito anos após 
23 de Dezembro 
de 1954 
• Comitê de Seleção de Diálise 
de Seattle 
• A máquina de hemodiálise e 
o shunt arteriovenoso (fístula 
arteriovenosa) possibilitaram 
o tratamento de pacientes 
com falência renal. 
• Quem utilizaria? 
0 9 de Março de 
1960
Maio de 1960 
• A Pílula 
Anticoncepcional 
• A vida sexual e 
social ocidental 
foi revolucionada 
• Emergência de 
uma Bioética 
Feminista 
• Seguiram-se 
debates sobre a 
questão do 
aborto. 
1966 
• Um artigo de 
Henry Beecher, 
publicado no New 
England Journal 
of Medicine 
denunciou 
inúmeros casos 
de artigos 
científicos 
publicados com 
inadequações 
éticas. 
03 de Dezembro de 1967 
• Ocorre o Primeiro 
transplante de 
coração 
• Emerge a questão 
da definição de 
morte uma vez 
que é necessário 
que o coração 
ainda esteja 
batendo para ser 
transplantado
Definição de Morte 
Cerebral 
Abrem-se 
discussões sobre 
eutanásia e 
distanásia; 
05 de 
Agosto 
de 1968 
Potter cria o 
neologismo bioética 
1971 – Publicação 
do livro “Bioethics – 
Bridge to the 
Future” de V.R. 
Potter 
1970
1932-1972 - Três casos mobilizaram a 
opinião pública americana 
1963 
• Hospital Israelita de Doenças Crônica, em Nova York, foram injetadas 
células cancerosas vivas em idosos doentes. 
entre 1950 e 1970 
• no Hospital Estadual de Willowbrook, em Nova York, injetaram o vírus da 
hepatite em crianças com deficiência mental. 
1932 
• no Estado do Alabama, no que foi conhecido como o caso Tuskegee, 400 
negros com sífilis foram recrutados para participarem de uma pesquisa de 
história natural da doença e foram deixados sem tratamento.
1974 –1978 – Relatório Belmont 
• O Relatório Belmont apresenta os princípios 
éticos, considerados básicos, que deveriam 
nortear a pesquisa biomédica com seres 
humanos: 
• a) o princípio do respeito às pessoas; 
• b) o princípio da beneficência; 
• c) o princípio da justiça.
25 de Julho de 1978 
• Nascimento de Louise 
Brown, o primeiro bebê 
de proveta, que abriu 
novas possibilidades de 
tratamento médico para 
casais com problemas de 
fertilidade. 
1979 
• Livro Principles of Biomedical 
Ethics de T. Beauchamp & J. 
Childress, considerado o texto 
de referência da corrente 
bioética conhecida 
como principlism (“principialism 
o”), que é, de fato, 
especificação da ética contida 
no Relatório Belmont e que se 
baseia nos quatro princípios 
prima facie (isto é, “não 
absolutos”) seguintes: 
• 1) princípio do respeito da 
autonomia; 
• 2) princípio da não-maleficência; 
• 3) princípio da 
beneficência; 
• 4) princípio da justiça.
Os princípios básicos da bioética: 
 princípio da beneficência 
 princípio da não maleficência 
 princípio do respeito da autonomia 
 princípio da justiça
Princípios Bioéticos - BENEFICÊNCIA 
• Ação de fazer o bem – maximizar benefícios 
• Procurar o bem-estar do doente, através da ciência médica e 
dos seus agentes 
• Atender os interesses legítimos do paciente e, na medida do 
possível, evitar danos 
• A beneficência tem sido associada à excelência profissional 
desde os tempos da medicina grega, e está expressa no 
Juramento de Hipócrates: 
“Usarei o tratamento para ajudar os doentes, de acordo com 
minha habilidade e julgamento e nunca o utilizarei para 
prejudicá-los” 
• Obrigação moral de agir para o benefício do outro.
Princípios Bioéticos – NÃO-MALEFICÊNCIA 
“Primum non nocere” – não prejudicar nem causar danos 
• De acordo com este princípio, o profissional de saúde tem o 
dever de, intencionalmente, não causar mal e/ou danos a seu 
paciente. Considerado por muitos como o princípio 
fundamental da tradição hipocrática 
• Minimizar os prejuízos 
• Princípio universal que objetiva evitar ou reduzir os eventos 
adversos nos procedimentos de diagnóstico e terapêutico
Princípios Bioéticos - AUTONOMIA 
• Princípio da liberdade ou de respeito às pessoas 
• Requer respeito a todos e, em especial, do profissional da 
saúde pelo seu doente 
• É a capacidade de pensar, decidir e agir de modo livre e 
independente 
• Informações disponíveis para fundamentar a escolha 
• Limitações: recorre-se aos princípios de beneficência e de 
não-maleficência 
• Todo indivíduo tem por consagrado o direito de ser o autor 
do seu próprio destino e optar pelo caminho que quer dar a 
sua vida.
Princípios Bioéticos - JUSTIÇA 
“Quando há duvida se deva prevalecer a beneficência ou o 
respeito pela autonomia, apela-se para o princípio da justiça.” 
Marcos de Almeida 
• Exige equidade na distribuição de bens e benefícios no que se 
refere ao exercício da medicina ou área de saúde. 
Joaquim Clotet 
• Equidade = disposição de reconhecer igualmente o direito de 
cada um a partir de suas diferenças. 
• Enunciado kantiano: ser humano há de ter sempre dignidade 
e não preço
1982 
•Baby Doe 1. 
• Em 9 de abril de 1982 
nasceu em 
Bloomington, Indiana, 
um menino com 
síndrome do Down e 
fístula 
traqueoesofágica. Os 
pais recusaram a 
correção cirúrgica do 
defeito.O caso foi 
levado aos tribunais e 
os juizes deliberaram a 
favor dos pais. No dia 
seguinte se fez recurso 
da sentença ao Tribunal 
Supremo, mas o 
menino morreu neste 
mesmo dia 
1983 
•Baby Doe 2. 
• Em 11 de outubro de 1983 
nasceu uma menina em 
Smithtown, New York, com 
mal formações. Os pais 
recusaram a cirurgia corretiva 
pelo recém nascido portar 
múltiplas malformações que 
incluíam: mielomeningocele 
(espinha bífida), hidrocefalia. 
Com a cirurgia o prognóstico 
era que podia viver até os 
vinte anos com severo 
retardo mental, epilepsia e 
paralisia e que, 
provavelmente, viveria em 
cima de uma cama, com um 
constante cuidado do trato 
genitourinário e sujeito a 
graves infecções. O 
Departamento de Justiça do 
Governo Reagan julgou que 
não fazer a cirurgia 
constituiria discriminação 
contra o recém nascido 
deficiente. O bebê morreu 
em 15 de abril. 
27 de Fevereiro de 1997 
•Nasce a Ovelha 
Dolly 
•O primeiro 
mamífero clonado 
por transferência 
nuclear (utilização 
como matéria-prima 
de células 
embrionárias ou 
células somáticas). 
• Abre-se o debate 
sobre a clonagem 
humana, já que a 
técnica é a mesma.
2000 - O Genoma Humano 
• O primeiro rascunho, com 97% da seqüência 
do genoma humano, foi anunciado pelo 
presidente dos Estados Unidos, Bill Clinton.
Bioética
Planeta dos Macacos- A Origem
GATTACA
Mar Adentro
Splice – A nova Geração
Equipe 
• Douglas Rogério 
• Aléxia Regina 
• Flávio Henrique 
• Mirella Virginia 
• Thayná Patrícia

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Etica e bioetica
Etica e bioeticaEtica e bioetica
Etica e bioetica
Lucas Almeida Sá
 
Bioetica
BioeticaBioetica
Aula 01 ética
Aula 01 éticaAula 01 ética
Aula 01 ética
Sabrina Felgueiras
 
Ética e Bioética na enfermagem
Ética e Bioética na  enfermagemÉtica e Bioética na  enfermagem
Ética e Bioética na enfermagem
universitária
 
Aula biossegurança
Aula biossegurançaAula biossegurança
Aula biossegurança
Renatbar
 
Aula 01 - O Processo Saúde e Doença
Aula 01 - O Processo Saúde e DoençaAula 01 - O Processo Saúde e Doença
Aula 01 - O Processo Saúde e Doença
Ghiordanno Bruno
 
Coleta e Indicações para o Exame Citopatológico do Colo Uterino
Coleta e Indicações para o Exame Citopatológico do Colo UterinoColeta e Indicações para o Exame Citopatológico do Colo Uterino
Coleta e Indicações para o Exame Citopatológico do Colo Uterino
Portal de Boas Práticas em Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente (IFF/Fiocruz)
 
Biossegurança pdf
Biossegurança pdfBiossegurança pdf
Biossegurança pdf
Bianca Mota Machado Araújo
 
Cartilha Educativa sobre Bioética
Cartilha Educativa sobre BioéticaCartilha Educativa sobre Bioética
Cartilha Educativa sobre Bioética
Mayara Mônica
 
Slide imuno
Slide imunoSlide imuno
Slide imuno
Lucas Almeida Sá
 
Aula 2 saúde e doença
Aula 2   saúde e doençaAula 2   saúde e doença
Aula 2 saúde e doença
Jesiele Spindler
 
Bioética
BioéticaBioética
Bioética
Alan
 
Processo saúde doença
Processo saúde doençaProcesso saúde doença
Processo saúde doença
ilanaseixasladeia
 
Ética Profissional de enfermagem
Ética Profissional de enfermagemÉtica Profissional de enfermagem
Ética Profissional de enfermagem
fnanda
 
Bioética - Transfusão sanguínea e transplantes de órgãos
Bioética - Transfusão sanguínea e transplantes de órgãos Bioética - Transfusão sanguínea e transplantes de órgãos
Bioética - Transfusão sanguínea e transplantes de órgãos
Universidade de Brasília
 
Administração de medicamentos
Administração de medicamentosAdministração de medicamentos
Administração de medicamentos
Janaína Lassala
 
bioética
bioéticabioética
bioética
Renato Santos
 
A ÉTICA SOBRE eutanasia, distanasia e a ortotanasia
A ÉTICA SOBRE eutanasia, distanasia e a ortotanasiaA ÉTICA SOBRE eutanasia, distanasia e a ortotanasia
A ÉTICA SOBRE eutanasia, distanasia e a ortotanasia
Hamilton Souza
 
Banho de leito.atualizada
Banho de leito.atualizadaBanho de leito.atualizada
Banho de leito.atualizada
hospital
 
Sinais vitais
Sinais vitaisSinais vitais
Sinais vitais
Marcos Antonio
 

Mais procurados (20)

Etica e bioetica
Etica e bioeticaEtica e bioetica
Etica e bioetica
 
Bioetica
BioeticaBioetica
Bioetica
 
Aula 01 ética
Aula 01 éticaAula 01 ética
Aula 01 ética
 
Ética e Bioética na enfermagem
Ética e Bioética na  enfermagemÉtica e Bioética na  enfermagem
Ética e Bioética na enfermagem
 
Aula biossegurança
Aula biossegurançaAula biossegurança
Aula biossegurança
 
Aula 01 - O Processo Saúde e Doença
Aula 01 - O Processo Saúde e DoençaAula 01 - O Processo Saúde e Doença
Aula 01 - O Processo Saúde e Doença
 
Coleta e Indicações para o Exame Citopatológico do Colo Uterino
Coleta e Indicações para o Exame Citopatológico do Colo UterinoColeta e Indicações para o Exame Citopatológico do Colo Uterino
Coleta e Indicações para o Exame Citopatológico do Colo Uterino
 
Biossegurança pdf
Biossegurança pdfBiossegurança pdf
Biossegurança pdf
 
Cartilha Educativa sobre Bioética
Cartilha Educativa sobre BioéticaCartilha Educativa sobre Bioética
Cartilha Educativa sobre Bioética
 
Slide imuno
Slide imunoSlide imuno
Slide imuno
 
Aula 2 saúde e doença
Aula 2   saúde e doençaAula 2   saúde e doença
Aula 2 saúde e doença
 
Bioética
BioéticaBioética
Bioética
 
Processo saúde doença
Processo saúde doençaProcesso saúde doença
Processo saúde doença
 
Ética Profissional de enfermagem
Ética Profissional de enfermagemÉtica Profissional de enfermagem
Ética Profissional de enfermagem
 
Bioética - Transfusão sanguínea e transplantes de órgãos
Bioética - Transfusão sanguínea e transplantes de órgãos Bioética - Transfusão sanguínea e transplantes de órgãos
Bioética - Transfusão sanguínea e transplantes de órgãos
 
Administração de medicamentos
Administração de medicamentosAdministração de medicamentos
Administração de medicamentos
 
bioética
bioéticabioética
bioética
 
A ÉTICA SOBRE eutanasia, distanasia e a ortotanasia
A ÉTICA SOBRE eutanasia, distanasia e a ortotanasiaA ÉTICA SOBRE eutanasia, distanasia e a ortotanasia
A ÉTICA SOBRE eutanasia, distanasia e a ortotanasia
 
Banho de leito.atualizada
Banho de leito.atualizadaBanho de leito.atualizada
Banho de leito.atualizada
 
Sinais vitais
Sinais vitaisSinais vitais
Sinais vitais
 

Semelhante a Bioética

bioetica
 bioetica bioetica
trabalhodebioetica-
trabalhodebioetica-trabalhodebioetica-
trabalhodebioetica-
TobiasFim3
 
Modulo iii
Modulo iiiModulo iii
Modulo iii
Nicole Oliveira
 
Histórico da pesquisa clinica
Histórico da pesquisa clinicaHistórico da pesquisa clinica
Histórico da pesquisa clinica
Lilian Keila Alves
 
Aspectos.ppt
Aspectos.pptAspectos.ppt
Aspectos.ppt
AlvakinOldbreathAlva
 
1ª aula de Bioética_introdução.pdf
1ª aula de Bioética_introdução.pdf1ª aula de Bioética_introdução.pdf
1ª aula de Bioética_introdução.pdf
ssuserac2c8a
 
Ética e ciência
Ética e ciênciaÉtica e ciência
Ética e ciência
Vitor Vieira Vasconcelos
 
Pesquisas em seres humanos
Pesquisas em seres humanosPesquisas em seres humanos
Pesquisas em seres humanos
Ricardo Brandão
 
Disciplina bioética tópicos 06.02.14
Disciplina bioética tópicos 06.02.14Disciplina bioética tópicos 06.02.14
Disciplina bioética tópicos 06.02.14
portustfs
 
Bioética
BioéticaBioética
Bioética e Biopoder
Bioética e BiopoderBioética e Biopoder
Bioética e Biopoder
Bibiana F
 
AULA 10 educacao - BIOÉTICA.pptx
AULA 10  educacao         - BIOÉTICA.pptxAULA 10  educacao         - BIOÉTICA.pptx
AULA 10 educacao - BIOÉTICA.pptx
SaraSilva251649
 
AULA sobre e todos os seus detalhes BIOÉTICA.pptx
AULA sobre e todos os seus detalhes BIOÉTICA.pptxAULA sobre e todos os seus detalhes BIOÉTICA.pptx
AULA sobre e todos os seus detalhes BIOÉTICA.pptx
ramonsilva340215
 
Aula 2- Fundamentos de Enfermagem.pptx
Aula 2- Fundamentos de Enfermagem.pptxAula 2- Fundamentos de Enfermagem.pptx
Aula 2- Fundamentos de Enfermagem.pptx
DheniseMikaelly
 
Filosofia: Bioética
Filosofia: BioéticaFilosofia: Bioética
Filosofia: Bioética
Jordan Medeiros
 
Bioética aborto e eutanasia
Bioética    aborto e eutanasiaBioética    aborto e eutanasia
Bioética aborto e eutanasia
Nilson Dias Castelano
 
Bioética e pesquisa em seres humanos - Luiz Antonio Bento
Bioética e pesquisa em seres humanos - Luiz Antonio BentoBioética e pesquisa em seres humanos - Luiz Antonio Bento
Bioética e pesquisa em seres humanos - Luiz Antonio Bento
Família Cristã
 
Transplante de orgaos
Transplante de orgaosTransplante de orgaos
Transplante de orgaos
kleber coutim teodolino
 
Biologia
BiologiaBiologia
Biologia
Cricia Santos
 
Ética em Pesquisa em psicologia, 10 aula
Ética em Pesquisa em psicologia, 10 aulaÉtica em Pesquisa em psicologia, 10 aula
Ética em Pesquisa em psicologia, 10 aula
ValmirDornVasconcelo1
 

Semelhante a Bioética (20)

bioetica
 bioetica bioetica
bioetica
 
trabalhodebioetica-
trabalhodebioetica-trabalhodebioetica-
trabalhodebioetica-
 
Modulo iii
Modulo iiiModulo iii
Modulo iii
 
Histórico da pesquisa clinica
Histórico da pesquisa clinicaHistórico da pesquisa clinica
Histórico da pesquisa clinica
 
Aspectos.ppt
Aspectos.pptAspectos.ppt
Aspectos.ppt
 
1ª aula de Bioética_introdução.pdf
1ª aula de Bioética_introdução.pdf1ª aula de Bioética_introdução.pdf
1ª aula de Bioética_introdução.pdf
 
Ética e ciência
Ética e ciênciaÉtica e ciência
Ética e ciência
 
Pesquisas em seres humanos
Pesquisas em seres humanosPesquisas em seres humanos
Pesquisas em seres humanos
 
Disciplina bioética tópicos 06.02.14
Disciplina bioética tópicos 06.02.14Disciplina bioética tópicos 06.02.14
Disciplina bioética tópicos 06.02.14
 
Bioética
BioéticaBioética
Bioética
 
Bioética e Biopoder
Bioética e BiopoderBioética e Biopoder
Bioética e Biopoder
 
AULA 10 educacao - BIOÉTICA.pptx
AULA 10  educacao         - BIOÉTICA.pptxAULA 10  educacao         - BIOÉTICA.pptx
AULA 10 educacao - BIOÉTICA.pptx
 
AULA sobre e todos os seus detalhes BIOÉTICA.pptx
AULA sobre e todos os seus detalhes BIOÉTICA.pptxAULA sobre e todos os seus detalhes BIOÉTICA.pptx
AULA sobre e todos os seus detalhes BIOÉTICA.pptx
 
Aula 2- Fundamentos de Enfermagem.pptx
Aula 2- Fundamentos de Enfermagem.pptxAula 2- Fundamentos de Enfermagem.pptx
Aula 2- Fundamentos de Enfermagem.pptx
 
Filosofia: Bioética
Filosofia: BioéticaFilosofia: Bioética
Filosofia: Bioética
 
Bioética aborto e eutanasia
Bioética    aborto e eutanasiaBioética    aborto e eutanasia
Bioética aborto e eutanasia
 
Bioética e pesquisa em seres humanos - Luiz Antonio Bento
Bioética e pesquisa em seres humanos - Luiz Antonio BentoBioética e pesquisa em seres humanos - Luiz Antonio Bento
Bioética e pesquisa em seres humanos - Luiz Antonio Bento
 
Transplante de orgaos
Transplante de orgaosTransplante de orgaos
Transplante de orgaos
 
Biologia
BiologiaBiologia
Biologia
 
Ética em Pesquisa em psicologia, 10 aula
Ética em Pesquisa em psicologia, 10 aulaÉtica em Pesquisa em psicologia, 10 aula
Ética em Pesquisa em psicologia, 10 aula
 

Mais de Douglas Freitas

Carvão Mineral - Química
Carvão Mineral - QuímicaCarvão Mineral - Química
Carvão Mineral - Química
Douglas Freitas
 
Argentina
ArgentinaArgentina
Argentina
Douglas Freitas
 
Estatísticas - Trabalho de Matemática
Estatísticas - Trabalho de MatemáticaEstatísticas - Trabalho de Matemática
Estatísticas - Trabalho de Matemática
Douglas Freitas
 
Sistema Circulatório
Sistema CirculatórioSistema Circulatório
Sistema Circulatório
Douglas Freitas
 
Cones
Cones Cones
Miriápodes
MiriápodesMiriápodes
Miriápodes
Douglas Freitas
 

Mais de Douglas Freitas (6)

Carvão Mineral - Química
Carvão Mineral - QuímicaCarvão Mineral - Química
Carvão Mineral - Química
 
Argentina
ArgentinaArgentina
Argentina
 
Estatísticas - Trabalho de Matemática
Estatísticas - Trabalho de MatemáticaEstatísticas - Trabalho de Matemática
Estatísticas - Trabalho de Matemática
 
Sistema Circulatório
Sistema CirculatórioSistema Circulatório
Sistema Circulatório
 
Cones
Cones Cones
Cones
 
Miriápodes
MiriápodesMiriápodes
Miriápodes
 

Último

APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptxAPA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
orquestrasinfonicaam
 
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTAEstudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
deboracorrea21
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Falcão Brasil
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
shirleisousa9166
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
shirleisousa9166
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos ConjuntosMatemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Instituto Walter Alencar
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
Sandra Pratas
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Colaborar Educacional
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
marcos oliveira
 
Guerra e Paz Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Guerra e Paz Maria Inês Aroeira Braga.ppsxGuerra e Paz Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Guerra e Paz Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Luzia Gabriele
 
Relatório de Atividades 2018 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2018 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2018 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2018 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdfPERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
EsterGabriiela1
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
felipescherner
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
LeilaVilasboas
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mary Alvarenga
 

Último (20)

APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptxAPA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
 
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTAEstudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos ConjuntosMatemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
 
Guerra e Paz Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Guerra e Paz Maria Inês Aroeira Braga.ppsxGuerra e Paz Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Guerra e Paz Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
 
Relatório de Atividades 2018 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2018 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2018 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2018 CENSIPAM.pdf
 
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdfPERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
 

Bioética

  • 2. Conceito • E o conjunto de conceitos, argumentos e normas que valorizam e justificam eticamente os atos humanos que podem ter efeitos irreversíveis sobre os fenômenos vitais. • Comportam fatos novos produzidos pela genética e biotecnologia. • Está relacionada de forma transdiciplinar com a Biologia, o Direito, a Ética, a Medicina e até mesmo com questões religiosas.
  • 3. As principais razões para o surgimento da Bioética foram: • Abusos na utilização de animais e seres humanos em experimentos • Surgimento acelerado de novas técnicas desumanizantes que apresentam questões inéditas, como por exemplo, clonagem de seres humanos • Percepção da insuficiência dos referenciais éticos tradicionais, pois devido ao rápido progresso científico, torna-se fácil constatar que os códigos de ética ligados a diferentes profissões não acompanharam o rápido progresso científico, sendo diversas vezes insuficientes para julgar os temas polêmicos da bioética.
  • 4. Linha do Tempo 1900 • Primeiro documento que estabelecia explicitamente os princípios éticos da experimentação em humanos, formulado pelo Ministério da Saúde da Prússia • Desastre de Lübeck 1931 • 14 diretrizes para novas terapêuticas e a pesquisa em seres humanos • Determinavam de maneira muito mais precisa e restritiva os padrões técnicos e éticos da pesquisa
  • 5. 1933-1945 Fatos importantes que irão incluir progressivamente as instituições médicas na formulação e realização de políticas públicas “eugenistas” e racistas, formuladas desde 1924 por Hitler em seu livro-propaganda Mein Kampf 1 - A lei de 14 de julho de 1933 sobre a esterilização 2 - A circular de outubro de 1939 sobre a eutanásia de doentes considerados incuráveis 3 - A criação, a partir de 1941, dos campos de extermínio
  • 6. 1945 Fim da 2ª Guerra Mundial e das atrocidades cometidas pelos nazistas contra os seres humanos. 19 de agosto de 1947 Julgamento de Médicos Nazistas no Tribunal de Nüremberg 1947 Código de Nuremberg 1948 Declaração Universal dos Direitos Humanos – ONU
  • 7. • A Estrutura do DNA é descoberta • Questões éticas são levantas. 25 de Abril de 1953 • Primeiro Transplante Renal realizado entre dois gêmeos univitelinos. •O irmão que recebeu o rim só veio a morrer oito anos após 23 de Dezembro de 1954 • Comitê de Seleção de Diálise de Seattle • A máquina de hemodiálise e o shunt arteriovenoso (fístula arteriovenosa) possibilitaram o tratamento de pacientes com falência renal. • Quem utilizaria? 0 9 de Março de 1960
  • 8. Maio de 1960 • A Pílula Anticoncepcional • A vida sexual e social ocidental foi revolucionada • Emergência de uma Bioética Feminista • Seguiram-se debates sobre a questão do aborto. 1966 • Um artigo de Henry Beecher, publicado no New England Journal of Medicine denunciou inúmeros casos de artigos científicos publicados com inadequações éticas. 03 de Dezembro de 1967 • Ocorre o Primeiro transplante de coração • Emerge a questão da definição de morte uma vez que é necessário que o coração ainda esteja batendo para ser transplantado
  • 9. Definição de Morte Cerebral Abrem-se discussões sobre eutanásia e distanásia; 05 de Agosto de 1968 Potter cria o neologismo bioética 1971 – Publicação do livro “Bioethics – Bridge to the Future” de V.R. Potter 1970
  • 10. 1932-1972 - Três casos mobilizaram a opinião pública americana 1963 • Hospital Israelita de Doenças Crônica, em Nova York, foram injetadas células cancerosas vivas em idosos doentes. entre 1950 e 1970 • no Hospital Estadual de Willowbrook, em Nova York, injetaram o vírus da hepatite em crianças com deficiência mental. 1932 • no Estado do Alabama, no que foi conhecido como o caso Tuskegee, 400 negros com sífilis foram recrutados para participarem de uma pesquisa de história natural da doença e foram deixados sem tratamento.
  • 11. 1974 –1978 – Relatório Belmont • O Relatório Belmont apresenta os princípios éticos, considerados básicos, que deveriam nortear a pesquisa biomédica com seres humanos: • a) o princípio do respeito às pessoas; • b) o princípio da beneficência; • c) o princípio da justiça.
  • 12. 25 de Julho de 1978 • Nascimento de Louise Brown, o primeiro bebê de proveta, que abriu novas possibilidades de tratamento médico para casais com problemas de fertilidade. 1979 • Livro Principles of Biomedical Ethics de T. Beauchamp & J. Childress, considerado o texto de referência da corrente bioética conhecida como principlism (“principialism o”), que é, de fato, especificação da ética contida no Relatório Belmont e que se baseia nos quatro princípios prima facie (isto é, “não absolutos”) seguintes: • 1) princípio do respeito da autonomia; • 2) princípio da não-maleficência; • 3) princípio da beneficência; • 4) princípio da justiça.
  • 13. Os princípios básicos da bioética:  princípio da beneficência  princípio da não maleficência  princípio do respeito da autonomia  princípio da justiça
  • 14. Princípios Bioéticos - BENEFICÊNCIA • Ação de fazer o bem – maximizar benefícios • Procurar o bem-estar do doente, através da ciência médica e dos seus agentes • Atender os interesses legítimos do paciente e, na medida do possível, evitar danos • A beneficência tem sido associada à excelência profissional desde os tempos da medicina grega, e está expressa no Juramento de Hipócrates: “Usarei o tratamento para ajudar os doentes, de acordo com minha habilidade e julgamento e nunca o utilizarei para prejudicá-los” • Obrigação moral de agir para o benefício do outro.
  • 15. Princípios Bioéticos – NÃO-MALEFICÊNCIA “Primum non nocere” – não prejudicar nem causar danos • De acordo com este princípio, o profissional de saúde tem o dever de, intencionalmente, não causar mal e/ou danos a seu paciente. Considerado por muitos como o princípio fundamental da tradição hipocrática • Minimizar os prejuízos • Princípio universal que objetiva evitar ou reduzir os eventos adversos nos procedimentos de diagnóstico e terapêutico
  • 16. Princípios Bioéticos - AUTONOMIA • Princípio da liberdade ou de respeito às pessoas • Requer respeito a todos e, em especial, do profissional da saúde pelo seu doente • É a capacidade de pensar, decidir e agir de modo livre e independente • Informações disponíveis para fundamentar a escolha • Limitações: recorre-se aos princípios de beneficência e de não-maleficência • Todo indivíduo tem por consagrado o direito de ser o autor do seu próprio destino e optar pelo caminho que quer dar a sua vida.
  • 17. Princípios Bioéticos - JUSTIÇA “Quando há duvida se deva prevalecer a beneficência ou o respeito pela autonomia, apela-se para o princípio da justiça.” Marcos de Almeida • Exige equidade na distribuição de bens e benefícios no que se refere ao exercício da medicina ou área de saúde. Joaquim Clotet • Equidade = disposição de reconhecer igualmente o direito de cada um a partir de suas diferenças. • Enunciado kantiano: ser humano há de ter sempre dignidade e não preço
  • 18. 1982 •Baby Doe 1. • Em 9 de abril de 1982 nasceu em Bloomington, Indiana, um menino com síndrome do Down e fístula traqueoesofágica. Os pais recusaram a correção cirúrgica do defeito.O caso foi levado aos tribunais e os juizes deliberaram a favor dos pais. No dia seguinte se fez recurso da sentença ao Tribunal Supremo, mas o menino morreu neste mesmo dia 1983 •Baby Doe 2. • Em 11 de outubro de 1983 nasceu uma menina em Smithtown, New York, com mal formações. Os pais recusaram a cirurgia corretiva pelo recém nascido portar múltiplas malformações que incluíam: mielomeningocele (espinha bífida), hidrocefalia. Com a cirurgia o prognóstico era que podia viver até os vinte anos com severo retardo mental, epilepsia e paralisia e que, provavelmente, viveria em cima de uma cama, com um constante cuidado do trato genitourinário e sujeito a graves infecções. O Departamento de Justiça do Governo Reagan julgou que não fazer a cirurgia constituiria discriminação contra o recém nascido deficiente. O bebê morreu em 15 de abril. 27 de Fevereiro de 1997 •Nasce a Ovelha Dolly •O primeiro mamífero clonado por transferência nuclear (utilização como matéria-prima de células embrionárias ou células somáticas). • Abre-se o debate sobre a clonagem humana, já que a técnica é a mesma.
  • 19. 2000 - O Genoma Humano • O primeiro rascunho, com 97% da seqüência do genoma humano, foi anunciado pelo presidente dos Estados Unidos, Bill Clinton.
  • 24. Splice – A nova Geração
  • 25. Equipe • Douglas Rogério • Aléxia Regina • Flávio Henrique • Mirella Virginia • Thayná Patrícia