SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 10
Baixar para ler offline
B i o l o g i a - G a b a r i t o                        G r u p o           A

1a QUESTÃO: (1,0 ponto)

      Os esquemas, a seguir, representam diferentes mecanismos por meio dos quais algumas
substâncias atravessam a membrana plasmática.

                       Esquema I                                    Esquema II




                      Esquema III                                  Esquema IV




        Um, dentre os esquemas acima, revela a forma pela qual a insulina e o glucagon, hormônios
produzidos por células especializadas do pâncreas, atingem a circulação a fim de exercerem seus
efeitos fisiológicos.
        Em relação ao esquema específico mencionado no parágrafo anterior:

a) Identifique-o.
Resposta:
      Esquema IV

b) Dê o nome do mecanismo que este esquema representa e explique como tal mecanismo ocorre.
Resposta:
      Exocitose. Os hormônios insulina e glucagon, após serem sintetizados nas células secretoras do
pâncreas, são empacotados em vesículas no Complexo de Golgi que se fundem à membrana
plasmática destas células, liberando o seu conteúdo na circulação.




                                                10
B i o l o g i a - G a b a r i t o                       G r u p o           A

2a QUESTÃO: (1,0 ponto)

        Os organismos, popularmente conhecidos como cogumelos, são eucariontes que, em sua
constituição, apresentam parede celular rígida e um polissacarídeo de reserva. Embora possuam
algumas características de planta, não pertencem ao Reino Plantae.

a) Especifique a que reino pertencem os cogumelos e explique por que estes organismos não podem
   ser classificados como vegetais.
Resposta:
       Reino Fungi.
       Porque não possuem clorofila, sendo, portanto, heterotróficos.

b) Informe o modo pelo qual os cogumelos digerem os alimentos necessários à sua sobrevivência.
Resposta:
       Estes seres liberam as enzimas lisossomais para fora da célula, ocorrendo, então, a digestão
extracelular.


c) Explique, resumidamente, o que são corpos de frutificação e aponte uma forma de estes corpos
   serem, beneficamente, aproveitados pelo homem.
Resposta:
      São estruturas formadas por hifas produtoras de esporos (micélio de reprodução).
      O corpo de frutificação pode ser utilizado como alimento pelo homem (exemplo : champignon).




                                                11
B i o l o g i a - G a b a r i t o                              G r u p o             A

3a QUESTÃO: (1,0 ponto)

       No decorrer de uma pesquisa em laboratório, procedeu-se conforme o descrito a seguir.
I)     Tomou-se, inicialmente, um plasmídeo dentre cujos genes estudaram-se dois: um que conferia
       resistência ao antibiótico tetraciclina (Tet) e outro que codificava a enzima β-galactosidase (lac Z).
II)    Inseriu-se este plasmídeo em uma linhagem da bactéria E. coli que apresentava a mutação
       lac Z– (gene não funcionante). O plasmídeo restaurou, então, nesta bactéria, a habilidade de
       crescer em lactose, tornando-a resistente à tetraciclina.
III)   A seguir, utilizaram-se enzimas de restrição, introduziu-se um segmento de DNA e formou-se
       novo plasmídeo que foi inserido em bactérias E. coli lac Z–. Estas bactérias foram cultivadas em
       um meio de cultura especial, contendo tetraciclina, e observou-se o aparecimento de bactérias
       que, em sua totalidade, apresentaram coloração branca.
       Saiba que a presença da atividade β-galactosidase pode ser facilmente testada pois, no meio em
que estas bactérias foram cultivadas, as que utilizam lactose tornam-se azuis e, as demais, brancas.

       Considere as informações dadas e responda:
       Algum dos genes estudados no plasmídeo inicial continuou funcionante no plasmídeo
modificado? Justifique a resposta.
Resposta:
       Sim, dentre os genes estudados inicialmente continua funcionante apenas o gene Tet, pois, as
bactérias contendo o plasmídeo modificado cresceram em meio de cultura com tetraciclina. A
observação do aparecimento de bactérias de coloração branca indica que o plasmídeo modificado não
contém o gene lac Z.




                                                    12
B i o l o g i a - G a b a r i t o                         G r u p o           A

4a QUESTÃO: (1,0 ponto)

      Os gráficos mostram, relativamente às plantas X e Y, a fixação de CO2 e sua incorporação no
amido produzido, em função das diferentes horas do dia.




      A partir da análise dos gráficos, responda:

a) Como se comportam, em função da luminosidade, os estômatos das plantas X e Y?
Resposta:
       As plantas Y fixam o CO2 durante a noite (baixa luminosidade), estando, portanto, os estômatos
abertos. Durante o dia, em alta luminosidade,os estômatos permanecem fechados, havendo baixa
fixação de CO2.
       Nas plantas X ocorre exatamente o contrário.

b) Dentre estas duas plantas, qual possui maior possibilidade de sobreviver em ambiente seco? Por
   que?
Resposta:
      As plantas Y, pois, ao manterem seus estômatos fechados durante o dia, não transpiram
excessivamente. Esta é uma adaptação das plantas a um ambiente seco, onde a economia de água é
fundamental para a sobrevivência.




                                                    13
B i o l o g i a - G a b a r i t o                        G r u p o           A

5a QUESTÃO: (1,0 ponto)

       No início do ano passado, houve um grande derramamento de petróleo na Baía de Guanabara.
Os ecologistas, na época, alertaram para a contaminação dos manguezais situados em algumas
regiões na orla da baía.

        Quais os principais danos que a contaminação dos manguezais provoca no ecossistema?
Justifique a resposta.
Resposta:
        A contaminação dos manguezais compromete a alimentação e a reprodução de diversas
espécies marinhas.
        Os mangues são ecossistemas nos quais existe grande disponibilidade de nutrientes minerais e
orgânicos, onde várias espécies marinhas buscam alimento e local seguro para se reproduzirem.




                                                14
B i o l o g i a - G a b a r i t o                            G r u p o          A
                                               ATENÇÃO

     A solução de cada uma das cinco questões seguintes compreende duas partes.
     Na primeira parte, apresenta-se um enunciado seguido de alternativas de respostas. Pode haver
mais de uma alternativa correta. Marque com um “x” o interior dos parênteses correspondentes a
toda alternativa que apresente resposta correta.
     Na segunda parte, deve ser explicada, adequadamente, a escolha de cada alternativa.


6a QUESTÃO: (1,0 ponto)
        Algumas drogas como, por exemplo, o Benzopireno, só se tornam carcinogênicas após serem
metabolizadas no organismo, principalmente, pelas células hepáticas com o conseqüente aumento da
síntese das enzimas envolvidas neste processo.
        Em uma experiência, células hepáticas foram cultivadas na presença de Benzopireno, e
analisou-se a variação da superfície da organela W, em função do tempo. Tal análise está ilustrada a
seguir:




a) Assinale, nos parênteses correspondentes, toda alternativa que se refere ao que pode ter ocorrido
   nas células hepáticas utilizadas na experiência mencionada.
(x) A superfície do retículo endoplasmático apresentou variação.
( ) Durante um certo tempo, o aumento da superfície da organela W evitou o efeito tóxico da droga.
(x) As células hepáticas podem ter perdido o controle de sua divisão celular.

b) Explique cada escolha feita no item anterior.
Resposta:
       Quando as células hepáticas foram mantidas em presença de Benzopireno ocorreu aumento da
superfície do retículo endoplasmático liso, pois, esta é a organela responsável pela metabolização de
drogas.
       Com a metabolização, a droga carcinogênica, que era inativa, torna-se ativa, podendo alterar o
controle da divisão celular em células presentes no meio de cultura.




                                                   15
B i o l o g i a - G a b a r i t o                          G r u p o               A

7a QUESTÃO: (1,0 ponto)

       Dois indivíduos sadios estão em repouso quando, então, o primeiro inicia um período de
respiração forçada, ao mesmo tempo em que o segundo prende a respiração.

a) Assinale, nos parênteses correspondentes, toda alternativa que indica, na situação descrita, o que
   poderá suceder a estes indivíduos.
( ) Em ambos os indivíduos, a concentração de CO2 no sangue diminuirá, estimulando o ritmo
    respiratório.
(x) O primeiro indivíduo tenderá a desenvolver alcalose, isto é, aumento do pH sangüíneo.
(x) O segundo indivíduo tenderá a desenvolver acidose, isto é, diminuição do pH sangüíneo.
b) Explique cada escolha feita no item anterior.
Resposta:
    Quando o primeiro indivíduo inicia um período de respiração forçada, ocorre maior liberação de CO2,
diminuindo a formação de ácido carbônico no interior das hemácias (tendência à alcalose).
    Já com o segundo indivíduo, que prende a respiração, ocorre o inverso. Devido à elevação da
pressão de CO2 no sangue haverá a formação de mais ácido carbônico no interior das hemácias
(tendência à acidose).




                                                  16
B i o l o g i a - G a b a r i t o                     G r u p o           A

8a QUESTÃO: (1,0 ponto)

     Observa-se em certa pessoa uma diminuição crônica da liberação de gastrina pelas células da
mucosa estomacal.
a) Assinale, nos parênteses correspondentes, toda alternativa que descreve alguma alteração
   fisiológica que esta pessoa, conseqüentemente, apresenta.
(x) Prejuízo da digestão de proteínas no estômago.
( ) Prejuízo da digestão de triacilgliceróis no estômago.
(x) Aumento da incidência de infecções gastrointestinais pela ingestão de alimentos.
Resposta:
       A gastrina é um hormônio que estimula a liberação do suco gástrico que tem, entre seus
componentes, o ácido clorídrico (HCl), o pepsinogênio e o fator intrínseco.
       O HCl é fundamental na transformação do pepsinogênio em pepsina, forma ativa da principal
protease gástrica. Com menor concentração de HCl, menos pepsina será formada, prejudicando a
digestão das proteínas no estômago.
       A menor presença de HCl no estômago aumenta a incidência de infecções gastrointestinais por
meio da ingestão de alimentos pelo fato de o referido ácido ter função bactericida.




                                                    17
B i o l o g i a - G a b a r i t o                        G r u p o           A

9a QUESTÃO: (1,0 ponto)

         Para imunizar dois coelhos, foram utilizados, respectivamente, métodos distintos denominados
I e II. A avaliação da concentração de anticorpos no sangue dos coelhos, ao longo de um período de
tempo definido, está representada no gráfico abaixo.




a) Assinale, nos parênteses correspondentes, toda alternativa que apresenta alguma conclusão acerca
   dos tipos de imunização utilizados.
(x) O método I é passivo.
(x) O tipo de imunização utilizado no método I é o indicado no tratamento de envenenamento por ataque
     de escorpião.
(x) O método II é ativo.
b) Explique cada escolha feita no item anterior.
Resposta:
       O método I é passivo pelo fato de se introduzir uma alta concentração de anticorpos no
momento inicial da imunização. Isto só é possível com a aplicação de soro obtido a partir de um
animal previamente imunizado.
       A utilização do método I é mais apropriada para o tratamento de envenenamento por
ataque de escorpião, pois, a ação das toxinas do veneno será neutralizada, imediatamente,
pelos anticorpos já presentes no soro aplicado.
       O método II é ativo pelo fato de determinar um aumento gradativo da concentração de
anticorpos. Este aumento só é observado no processo de imunização em que se utiliza vacina,
sendo os anticorpos produzidos pelo organismo do animal imunizado.




                                                   18
B i o l o g i a - G a b a r i t o                       G r u p o           A

10a QUESTÃO: (1,0 ponto)

       Um jovem sadio foi ao Restaurante Al Golosone, especializado em rodízio de massas, e se
alimentou muito bem. Horas depois, passou por momentos de grande tensão quando, ao sair para uma
caminhada, foi vítima de um assalto.

a) Assinale, nos parênteses correspondentes, toda alternativa que menciona uma alteração ocorrida no
   metabolismo deste jovem, imediatamente após o assalto.

( ) Aumento da concentração intracelular de glicogênio.

(x) Aumento da concentração sangüínea de glicose.

( ) Aumento da concentração intracelular de triacilgliceróis.

b) Explique cada escolha feita no item anterior.
Resposta:
       Este indivíduo ingeriu grande quantidade de amido presente nas massas. A digestão deste
amido produz glicose que, quando em excesso, é armazenada sob a forma de glicogênio,
principalmente, nas células hepáticas e musculares. Sob tensão e/ ou medo, haverá maior liberação de
adrenalina pelas supra-renais. Este hormônio, ao se ligar a seus receptores nas células hepáticas,
estimula a degradação do glicogênio com a conseqüente elevação da glicemia.




                                                    19

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Ficha de Trabalho 3 (Soluções)
Ficha de Trabalho 3 (Soluções)Ficha de Trabalho 3 (Soluções)
Ficha de Trabalho 3 (Soluções)
Isaura Mourão
 
Lista de exercícios 2 - Biologia frente 1 e 2 - 1º bim - Profs James e Marian...
Lista de exercícios 2 - Biologia frente 1 e 2 - 1º bim - Profs James e Marian...Lista de exercícios 2 - Biologia frente 1 e 2 - 1º bim - Profs James e Marian...
Lista de exercícios 2 - Biologia frente 1 e 2 - 1º bim - Profs James e Marian...
James Martins
 
Vest 2002 etapa_2_biologia_ab
Vest 2002 etapa_2_biologia_abVest 2002 etapa_2_biologia_ab
Vest 2002 etapa_2_biologia_ab
cavip
 
Ficha de Trabalho 4 (Soluções)
Ficha de Trabalho 4 (Soluções)Ficha de Trabalho 4 (Soluções)
Ficha de Trabalho 4 (Soluções)
Isaura Mourão
 
Treinamento digestório e respiratório
Treinamento digestório e respiratórioTreinamento digestório e respiratório
Treinamento digestório e respiratório
emanuel
 
Lista de exercícios 2 - Bio frente 1 e 2 - 1º bim - Profs James e Mariana 20...
Lista de exercícios 2 -  Bio frente 1 e 2 - 1º bim - Profs James e Mariana 20...Lista de exercícios 2 -  Bio frente 1 e 2 - 1º bim - Profs James e Mariana 20...
Lista de exercícios 2 - Bio frente 1 e 2 - 1º bim - Profs James e Mariana 20...
James Martins
 
Para 1S_ EXERCÌCIOS PARA ESTUDAR PARA A PROVA DO QUARTO BIMESTRE
Para 1S_ EXERCÌCIOS PARA ESTUDAR PARA A PROVA DO QUARTO BIMESTREPara 1S_ EXERCÌCIOS PARA ESTUDAR PARA A PROVA DO QUARTO BIMESTRE
Para 1S_ EXERCÌCIOS PARA ESTUDAR PARA A PROVA DO QUARTO BIMESTRE
Mayara Bonifácio Rosa
 
Biologia celular-transportes-de-nutrientes1
Biologia celular-transportes-de-nutrientes1Biologia celular-transportes-de-nutrientes1
Biologia celular-transportes-de-nutrientes1
Professora Raquel
 

Mais procurados (20)

Ficha de trabalho 5
Ficha de trabalho 5Ficha de trabalho 5
Ficha de trabalho 5
 
Ficha de Trabalho 3 (Soluções)
Ficha de Trabalho 3 (Soluções)Ficha de Trabalho 3 (Soluções)
Ficha de Trabalho 3 (Soluções)
 
Lista de exercícios 2 - Biologia frente 1 e 2 - 1º bim - Profs James e Marian...
Lista de exercícios 2 - Biologia frente 1 e 2 - 1º bim - Profs James e Marian...Lista de exercícios 2 - Biologia frente 1 e 2 - 1º bim - Profs James e Marian...
Lista de exercícios 2 - Biologia frente 1 e 2 - 1º bim - Profs James e Marian...
 
Ficha de Trabalho 4
Ficha de Trabalho 4Ficha de Trabalho 4
Ficha de Trabalho 4
 
Vest 2002 etapa_2_biologia_ab
Vest 2002 etapa_2_biologia_abVest 2002 etapa_2_biologia_ab
Vest 2002 etapa_2_biologia_ab
 
SSA_2_dia
SSA_2_diaSSA_2_dia
SSA_2_dia
 
Ficha de Trabalho 4 (Soluções)
Ficha de Trabalho 4 (Soluções)Ficha de Trabalho 4 (Soluções)
Ficha de Trabalho 4 (Soluções)
 
Ficha de trabalho 3
Ficha de trabalho 3Ficha de trabalho 3
Ficha de trabalho 3
 
Prova especifica biologia_-2014
Prova especifica biologia_-2014Prova especifica biologia_-2014
Prova especifica biologia_-2014
 
Lista de exercícios 5 COM GABARITO - Bio Frente 1 - 3º bim - Prof James Martins
Lista de exercícios 5 COM GABARITO - Bio Frente 1 - 3º bim - Prof James MartinsLista de exercícios 5 COM GABARITO - Bio Frente 1 - 3º bim - Prof James Martins
Lista de exercícios 5 COM GABARITO - Bio Frente 1 - 3º bim - Prof James Martins
 
Treinamento digestório e respiratório
Treinamento digestório e respiratórioTreinamento digestório e respiratório
Treinamento digestório e respiratório
 
Ficha de trabalho 9
Ficha de trabalho 9Ficha de trabalho 9
Ficha de trabalho 9
 
Ficha de Trabalho 1
Ficha de Trabalho 1Ficha de Trabalho 1
Ficha de Trabalho 1
 
Roteiro de R.O - 3ºbimestre/ Bio frente 1_James
Roteiro de R.O - 3ºbimestre/ Bio frente 1_JamesRoteiro de R.O - 3ºbimestre/ Bio frente 1_James
Roteiro de R.O - 3ºbimestre/ Bio frente 1_James
 
Lista de exercícios 2 - Bio frente 1 e 2 - 1º bim - Profs James e Mariana 20...
Lista de exercícios 2 -  Bio frente 1 e 2 - 1º bim - Profs James e Mariana 20...Lista de exercícios 2 -  Bio frente 1 e 2 - 1º bim - Profs James e Mariana 20...
Lista de exercícios 2 - Bio frente 1 e 2 - 1º bim - Profs James e Mariana 20...
 
Para 1S_ EXERCÌCIOS PARA ESTUDAR PARA A PROVA DO QUARTO BIMESTRE
Para 1S_ EXERCÌCIOS PARA ESTUDAR PARA A PROVA DO QUARTO BIMESTREPara 1S_ EXERCÌCIOS PARA ESTUDAR PARA A PROVA DO QUARTO BIMESTRE
Para 1S_ EXERCÌCIOS PARA ESTUDAR PARA A PROVA DO QUARTO BIMESTRE
 
Teste 1
Teste 1Teste 1
Teste 1
 
Lista de exercícios 5 - Bio frente 1 - 3º bim - Prof James Martins
Lista de exercícios 5 - Bio frente 1  - 3º bim - Prof James MartinsLista de exercícios 5 - Bio frente 1  - 3º bim - Prof James Martins
Lista de exercícios 5 - Bio frente 1 - 3º bim - Prof James Martins
 
Biologia celular-transportes-de-nutrientes1
Biologia celular-transportes-de-nutrientes1Biologia celular-transportes-de-nutrientes1
Biologia celular-transportes-de-nutrientes1
 
B28 exercícios
B28   exercíciosB28   exercícios
B28 exercícios
 

Semelhante a Biologia(grupo b )

Biologia(grupos b,c) parte 2
Biologia(grupos b,c) parte 2Biologia(grupos b,c) parte 2
Biologia(grupos b,c) parte 2
cavip
 
Penge2 biologia
Penge2 biologiaPenge2 biologia
Penge2 biologia
resolvidos
 
Vest 2003 etapa_2_biologia_ab
Vest 2003 etapa_2_biologia_abVest 2003 etapa_2_biologia_ab
Vest 2003 etapa_2_biologia_ab
cavip
 
Vest 2002 etapa_2_biologia_ab
Vest 2002 etapa_2_biologia_abVest 2002 etapa_2_biologia_ab
Vest 2002 etapa_2_biologia_ab
cavip
 
Aulas EspecíFicas Biologia 2 Fase Aula 03 2007 Revisado
Aulas EspecíFicas Biologia 2 Fase Aula 03 2007 RevisadoAulas EspecíFicas Biologia 2 Fase Aula 03 2007 Revisado
Aulas EspecíFicas Biologia 2 Fase Aula 03 2007 Revisado
elisamello
 
1° S Exercícios Estrutura celular e transportes
1° S            Exercícios  Estrutura celular e transportes1° S            Exercícios  Estrutura celular e transportes
1° S Exercícios Estrutura celular e transportes
Ionara Urrutia Moura
 
Biologia
BiologiaBiologia
Biologia
cavip
 
3) Obtenção de Matéria pelos Seres Heterotróficos e Autotróficos.pdf
3) Obtenção de Matéria pelos Seres Heterotróficos e Autotróficos.pdf3) Obtenção de Matéria pelos Seres Heterotróficos e Autotróficos.pdf
3) Obtenção de Matéria pelos Seres Heterotróficos e Autotróficos.pdf
Carla Carrasco
 

Semelhante a Biologia(grupo b ) (20)

Biologia(grupos b,c) parte 2
Biologia(grupos b,c) parte 2Biologia(grupos b,c) parte 2
Biologia(grupos b,c) parte 2
 
Bio específica 2012
Bio específica 2012Bio específica 2012
Bio específica 2012
 
Tarefa bio 3º ano 1º bim 2017 - com respostas
Tarefa bio 3º ano 1º bim 2017 - com respostasTarefa bio 3º ano 1º bim 2017 - com respostas
Tarefa bio 3º ano 1º bim 2017 - com respostas
 
Penge2 biologia
Penge2 biologiaPenge2 biologia
Penge2 biologia
 
Gabarito caderno 4 - Curso manhã
Gabarito caderno 4 - Curso manhãGabarito caderno 4 - Curso manhã
Gabarito caderno 4 - Curso manhã
 
Vest 2003 etapa_2_biologia_ab
Vest 2003 etapa_2_biologia_abVest 2003 etapa_2_biologia_ab
Vest 2003 etapa_2_biologia_ab
 
Vest 2002 etapa_2_biologia_ab
Vest 2002 etapa_2_biologia_abVest 2002 etapa_2_biologia_ab
Vest 2002 etapa_2_biologia_ab
 
Lista de exercícios - bio 2º bim - prof. james e profa mariana 2017
Lista de exercícios  -  bio  2º bim - prof. james e profa mariana 2017Lista de exercícios  -  bio  2º bim - prof. james e profa mariana 2017
Lista de exercícios - bio 2º bim - prof. james e profa mariana 2017
 
Lista bio terceirão 1º bim com respostas esperadas - Questões james
Lista bio terceirão 1º bim com respostas esperadas - Questões jamesLista bio terceirão 1º bim com respostas esperadas - Questões james
Lista bio terceirão 1º bim com respostas esperadas - Questões james
 
Lista de exercícios - bio frente 1 e 2 - 2º bim - profs james e mariana 2016
Lista de exercícios  -  bio frente 1 e 2 - 2º bim - profs james e mariana 2016Lista de exercícios  -  bio frente 1 e 2 - 2º bim - profs james e mariana 2016
Lista de exercícios - bio frente 1 e 2 - 2º bim - profs james e mariana 2016
 
Aulas EspecíFicas Biologia 2 Fase Aula 03 2007 Revisado
Aulas EspecíFicas Biologia 2 Fase Aula 03 2007 RevisadoAulas EspecíFicas Biologia 2 Fase Aula 03 2007 Revisado
Aulas EspecíFicas Biologia 2 Fase Aula 03 2007 Revisado
 
1S - 4° bim Exercícios
1S - 4° bim Exercícios 1S - 4° bim Exercícios
1S - 4° bim Exercícios
 
Fuvest2 bio
Fuvest2 bioFuvest2 bio
Fuvest2 bio
 
1° S Exercícios Estrutura celular e transportes
1° S            Exercícios  Estrutura celular e transportes1° S            Exercícios  Estrutura celular e transportes
1° S Exercícios Estrutura celular e transportes
 
Biologia
BiologiaBiologia
Biologia
 
Simulado prova-goic3a1s-9c2ba-ano-cic3aancias1
Simulado prova-goic3a1s-9c2ba-ano-cic3aancias1Simulado prova-goic3a1s-9c2ba-ano-cic3aancias1
Simulado prova-goic3a1s-9c2ba-ano-cic3aancias1
 
Adr de-ciencias-9-ano
Adr de-ciencias-9-anoAdr de-ciencias-9-ano
Adr de-ciencias-9-ano
 
Biologia
BiologiaBiologia
Biologia
 
Lista de exercícios 2 - bio frente 1 e 2 - 1º bim - profs james e mariana 2016
Lista de exercícios 2 - bio frente 1 e 2 - 1º bim - profs james e mariana 2016Lista de exercícios 2 - bio frente 1 e 2 - 1º bim - profs james e mariana 2016
Lista de exercícios 2 - bio frente 1 e 2 - 1º bim - profs james e mariana 2016
 
3) Obtenção de Matéria pelos Seres Heterotróficos e Autotróficos.pdf
3) Obtenção de Matéria pelos Seres Heterotróficos e Autotróficos.pdf3) Obtenção de Matéria pelos Seres Heterotróficos e Autotróficos.pdf
3) Obtenção de Matéria pelos Seres Heterotróficos e Autotróficos.pdf
 

Mais de cavip

Sf2n3 2010
Sf2n3 2010Sf2n3 2010
Sf2n3 2010
cavip
 
Sf2n2 2010
Sf2n2 2010Sf2n2 2010
Sf2n2 2010
cavip
 
Sf2n1 2010
Sf2n1 2010Sf2n1 2010
Sf2n1 2010
cavip
 
Pf2n3 2010
Pf2n3 2010Pf2n3 2010
Pf2n3 2010
cavip
 
Pf2n2 2010
Pf2n2 2010Pf2n2 2010
Pf2n2 2010
cavip
 
Pf2n1 2010
Pf2n1 2010Pf2n1 2010
Pf2n1 2010
cavip
 
Sf2n3 2011
Sf2n3 2011Sf2n3 2011
Sf2n3 2011
cavip
 
Sf2n2 2011
Sf2n2 2011Sf2n2 2011
Sf2n2 2011
cavip
 
Sf2n1 2011
Sf2n1 2011Sf2n1 2011
Sf2n1 2011
cavip
 
Pf2n3 2011
Pf2n3 2011Pf2n3 2011
Pf2n3 2011
cavip
 
Pf2n2 2011
Pf2n2 2011Pf2n2 2011
Pf2n2 2011
cavip
 
Pf2n1 2011
Pf2n1 2011Pf2n1 2011
Pf2n1 2011
cavip
 
Pf2n3 2012
Pf2n3 2012Pf2n3 2012
Pf2n3 2012
cavip
 
Pf2n2 2012
Pf2n2 2012Pf2n2 2012
Pf2n2 2012
cavip
 
Pf2n1 2012
Pf2n1 2012Pf2n1 2012
Pf2n1 2012
cavip
 
Pf1n3 2012
Pf1n3 2012Pf1n3 2012
Pf1n3 2012
cavip
 
Pf1n2 2012
Pf1n2 2012Pf1n2 2012
Pf1n2 2012
cavip
 
Pf1n1 2012
Pf1n1 2012Pf1n1 2012
Pf1n1 2012
cavip
 
Lpp3 910
Lpp3 910Lpp3 910
Lpp3 910
cavip
 
Lpp3 801 pec
Lpp3   801 pecLpp3   801 pec
Lpp3 801 pec
cavip
 

Mais de cavip (20)

Sf2n3 2010
Sf2n3 2010Sf2n3 2010
Sf2n3 2010
 
Sf2n2 2010
Sf2n2 2010Sf2n2 2010
Sf2n2 2010
 
Sf2n1 2010
Sf2n1 2010Sf2n1 2010
Sf2n1 2010
 
Pf2n3 2010
Pf2n3 2010Pf2n3 2010
Pf2n3 2010
 
Pf2n2 2010
Pf2n2 2010Pf2n2 2010
Pf2n2 2010
 
Pf2n1 2010
Pf2n1 2010Pf2n1 2010
Pf2n1 2010
 
Sf2n3 2011
Sf2n3 2011Sf2n3 2011
Sf2n3 2011
 
Sf2n2 2011
Sf2n2 2011Sf2n2 2011
Sf2n2 2011
 
Sf2n1 2011
Sf2n1 2011Sf2n1 2011
Sf2n1 2011
 
Pf2n3 2011
Pf2n3 2011Pf2n3 2011
Pf2n3 2011
 
Pf2n2 2011
Pf2n2 2011Pf2n2 2011
Pf2n2 2011
 
Pf2n1 2011
Pf2n1 2011Pf2n1 2011
Pf2n1 2011
 
Pf2n3 2012
Pf2n3 2012Pf2n3 2012
Pf2n3 2012
 
Pf2n2 2012
Pf2n2 2012Pf2n2 2012
Pf2n2 2012
 
Pf2n1 2012
Pf2n1 2012Pf2n1 2012
Pf2n1 2012
 
Pf1n3 2012
Pf1n3 2012Pf1n3 2012
Pf1n3 2012
 
Pf1n2 2012
Pf1n2 2012Pf1n2 2012
Pf1n2 2012
 
Pf1n1 2012
Pf1n1 2012Pf1n1 2012
Pf1n1 2012
 
Lpp3 910
Lpp3 910Lpp3 910
Lpp3 910
 
Lpp3 801 pec
Lpp3   801 pecLpp3   801 pec
Lpp3 801 pec
 

Biologia(grupo b )

  • 1. B i o l o g i a - G a b a r i t o G r u p o A 1a QUESTÃO: (1,0 ponto) Os esquemas, a seguir, representam diferentes mecanismos por meio dos quais algumas substâncias atravessam a membrana plasmática. Esquema I Esquema II Esquema III Esquema IV Um, dentre os esquemas acima, revela a forma pela qual a insulina e o glucagon, hormônios produzidos por células especializadas do pâncreas, atingem a circulação a fim de exercerem seus efeitos fisiológicos. Em relação ao esquema específico mencionado no parágrafo anterior: a) Identifique-o. Resposta: Esquema IV b) Dê o nome do mecanismo que este esquema representa e explique como tal mecanismo ocorre. Resposta: Exocitose. Os hormônios insulina e glucagon, após serem sintetizados nas células secretoras do pâncreas, são empacotados em vesículas no Complexo de Golgi que se fundem à membrana plasmática destas células, liberando o seu conteúdo na circulação. 10
  • 2. B i o l o g i a - G a b a r i t o G r u p o A 2a QUESTÃO: (1,0 ponto) Os organismos, popularmente conhecidos como cogumelos, são eucariontes que, em sua constituição, apresentam parede celular rígida e um polissacarídeo de reserva. Embora possuam algumas características de planta, não pertencem ao Reino Plantae. a) Especifique a que reino pertencem os cogumelos e explique por que estes organismos não podem ser classificados como vegetais. Resposta: Reino Fungi. Porque não possuem clorofila, sendo, portanto, heterotróficos. b) Informe o modo pelo qual os cogumelos digerem os alimentos necessários à sua sobrevivência. Resposta: Estes seres liberam as enzimas lisossomais para fora da célula, ocorrendo, então, a digestão extracelular. c) Explique, resumidamente, o que são corpos de frutificação e aponte uma forma de estes corpos serem, beneficamente, aproveitados pelo homem. Resposta: São estruturas formadas por hifas produtoras de esporos (micélio de reprodução). O corpo de frutificação pode ser utilizado como alimento pelo homem (exemplo : champignon). 11
  • 3. B i o l o g i a - G a b a r i t o G r u p o A 3a QUESTÃO: (1,0 ponto) No decorrer de uma pesquisa em laboratório, procedeu-se conforme o descrito a seguir. I) Tomou-se, inicialmente, um plasmídeo dentre cujos genes estudaram-se dois: um que conferia resistência ao antibiótico tetraciclina (Tet) e outro que codificava a enzima β-galactosidase (lac Z). II) Inseriu-se este plasmídeo em uma linhagem da bactéria E. coli que apresentava a mutação lac Z– (gene não funcionante). O plasmídeo restaurou, então, nesta bactéria, a habilidade de crescer em lactose, tornando-a resistente à tetraciclina. III) A seguir, utilizaram-se enzimas de restrição, introduziu-se um segmento de DNA e formou-se novo plasmídeo que foi inserido em bactérias E. coli lac Z–. Estas bactérias foram cultivadas em um meio de cultura especial, contendo tetraciclina, e observou-se o aparecimento de bactérias que, em sua totalidade, apresentaram coloração branca. Saiba que a presença da atividade β-galactosidase pode ser facilmente testada pois, no meio em que estas bactérias foram cultivadas, as que utilizam lactose tornam-se azuis e, as demais, brancas. Considere as informações dadas e responda: Algum dos genes estudados no plasmídeo inicial continuou funcionante no plasmídeo modificado? Justifique a resposta. Resposta: Sim, dentre os genes estudados inicialmente continua funcionante apenas o gene Tet, pois, as bactérias contendo o plasmídeo modificado cresceram em meio de cultura com tetraciclina. A observação do aparecimento de bactérias de coloração branca indica que o plasmídeo modificado não contém o gene lac Z. 12
  • 4. B i o l o g i a - G a b a r i t o G r u p o A 4a QUESTÃO: (1,0 ponto) Os gráficos mostram, relativamente às plantas X e Y, a fixação de CO2 e sua incorporação no amido produzido, em função das diferentes horas do dia. A partir da análise dos gráficos, responda: a) Como se comportam, em função da luminosidade, os estômatos das plantas X e Y? Resposta: As plantas Y fixam o CO2 durante a noite (baixa luminosidade), estando, portanto, os estômatos abertos. Durante o dia, em alta luminosidade,os estômatos permanecem fechados, havendo baixa fixação de CO2. Nas plantas X ocorre exatamente o contrário. b) Dentre estas duas plantas, qual possui maior possibilidade de sobreviver em ambiente seco? Por que? Resposta: As plantas Y, pois, ao manterem seus estômatos fechados durante o dia, não transpiram excessivamente. Esta é uma adaptação das plantas a um ambiente seco, onde a economia de água é fundamental para a sobrevivência. 13
  • 5. B i o l o g i a - G a b a r i t o G r u p o A 5a QUESTÃO: (1,0 ponto) No início do ano passado, houve um grande derramamento de petróleo na Baía de Guanabara. Os ecologistas, na época, alertaram para a contaminação dos manguezais situados em algumas regiões na orla da baía. Quais os principais danos que a contaminação dos manguezais provoca no ecossistema? Justifique a resposta. Resposta: A contaminação dos manguezais compromete a alimentação e a reprodução de diversas espécies marinhas. Os mangues são ecossistemas nos quais existe grande disponibilidade de nutrientes minerais e orgânicos, onde várias espécies marinhas buscam alimento e local seguro para se reproduzirem. 14
  • 6. B i o l o g i a - G a b a r i t o G r u p o A ATENÇÃO A solução de cada uma das cinco questões seguintes compreende duas partes. Na primeira parte, apresenta-se um enunciado seguido de alternativas de respostas. Pode haver mais de uma alternativa correta. Marque com um “x” o interior dos parênteses correspondentes a toda alternativa que apresente resposta correta. Na segunda parte, deve ser explicada, adequadamente, a escolha de cada alternativa. 6a QUESTÃO: (1,0 ponto) Algumas drogas como, por exemplo, o Benzopireno, só se tornam carcinogênicas após serem metabolizadas no organismo, principalmente, pelas células hepáticas com o conseqüente aumento da síntese das enzimas envolvidas neste processo. Em uma experiência, células hepáticas foram cultivadas na presença de Benzopireno, e analisou-se a variação da superfície da organela W, em função do tempo. Tal análise está ilustrada a seguir: a) Assinale, nos parênteses correspondentes, toda alternativa que se refere ao que pode ter ocorrido nas células hepáticas utilizadas na experiência mencionada. (x) A superfície do retículo endoplasmático apresentou variação. ( ) Durante um certo tempo, o aumento da superfície da organela W evitou o efeito tóxico da droga. (x) As células hepáticas podem ter perdido o controle de sua divisão celular. b) Explique cada escolha feita no item anterior. Resposta: Quando as células hepáticas foram mantidas em presença de Benzopireno ocorreu aumento da superfície do retículo endoplasmático liso, pois, esta é a organela responsável pela metabolização de drogas. Com a metabolização, a droga carcinogênica, que era inativa, torna-se ativa, podendo alterar o controle da divisão celular em células presentes no meio de cultura. 15
  • 7. B i o l o g i a - G a b a r i t o G r u p o A 7a QUESTÃO: (1,0 ponto) Dois indivíduos sadios estão em repouso quando, então, o primeiro inicia um período de respiração forçada, ao mesmo tempo em que o segundo prende a respiração. a) Assinale, nos parênteses correspondentes, toda alternativa que indica, na situação descrita, o que poderá suceder a estes indivíduos. ( ) Em ambos os indivíduos, a concentração de CO2 no sangue diminuirá, estimulando o ritmo respiratório. (x) O primeiro indivíduo tenderá a desenvolver alcalose, isto é, aumento do pH sangüíneo. (x) O segundo indivíduo tenderá a desenvolver acidose, isto é, diminuição do pH sangüíneo. b) Explique cada escolha feita no item anterior. Resposta: Quando o primeiro indivíduo inicia um período de respiração forçada, ocorre maior liberação de CO2, diminuindo a formação de ácido carbônico no interior das hemácias (tendência à alcalose). Já com o segundo indivíduo, que prende a respiração, ocorre o inverso. Devido à elevação da pressão de CO2 no sangue haverá a formação de mais ácido carbônico no interior das hemácias (tendência à acidose). 16
  • 8. B i o l o g i a - G a b a r i t o G r u p o A 8a QUESTÃO: (1,0 ponto) Observa-se em certa pessoa uma diminuição crônica da liberação de gastrina pelas células da mucosa estomacal. a) Assinale, nos parênteses correspondentes, toda alternativa que descreve alguma alteração fisiológica que esta pessoa, conseqüentemente, apresenta. (x) Prejuízo da digestão de proteínas no estômago. ( ) Prejuízo da digestão de triacilgliceróis no estômago. (x) Aumento da incidência de infecções gastrointestinais pela ingestão de alimentos. Resposta: A gastrina é um hormônio que estimula a liberação do suco gástrico que tem, entre seus componentes, o ácido clorídrico (HCl), o pepsinogênio e o fator intrínseco. O HCl é fundamental na transformação do pepsinogênio em pepsina, forma ativa da principal protease gástrica. Com menor concentração de HCl, menos pepsina será formada, prejudicando a digestão das proteínas no estômago. A menor presença de HCl no estômago aumenta a incidência de infecções gastrointestinais por meio da ingestão de alimentos pelo fato de o referido ácido ter função bactericida. 17
  • 9. B i o l o g i a - G a b a r i t o G r u p o A 9a QUESTÃO: (1,0 ponto) Para imunizar dois coelhos, foram utilizados, respectivamente, métodos distintos denominados I e II. A avaliação da concentração de anticorpos no sangue dos coelhos, ao longo de um período de tempo definido, está representada no gráfico abaixo. a) Assinale, nos parênteses correspondentes, toda alternativa que apresenta alguma conclusão acerca dos tipos de imunização utilizados. (x) O método I é passivo. (x) O tipo de imunização utilizado no método I é o indicado no tratamento de envenenamento por ataque de escorpião. (x) O método II é ativo. b) Explique cada escolha feita no item anterior. Resposta: O método I é passivo pelo fato de se introduzir uma alta concentração de anticorpos no momento inicial da imunização. Isto só é possível com a aplicação de soro obtido a partir de um animal previamente imunizado. A utilização do método I é mais apropriada para o tratamento de envenenamento por ataque de escorpião, pois, a ação das toxinas do veneno será neutralizada, imediatamente, pelos anticorpos já presentes no soro aplicado. O método II é ativo pelo fato de determinar um aumento gradativo da concentração de anticorpos. Este aumento só é observado no processo de imunização em que se utiliza vacina, sendo os anticorpos produzidos pelo organismo do animal imunizado. 18
  • 10. B i o l o g i a - G a b a r i t o G r u p o A 10a QUESTÃO: (1,0 ponto) Um jovem sadio foi ao Restaurante Al Golosone, especializado em rodízio de massas, e se alimentou muito bem. Horas depois, passou por momentos de grande tensão quando, ao sair para uma caminhada, foi vítima de um assalto. a) Assinale, nos parênteses correspondentes, toda alternativa que menciona uma alteração ocorrida no metabolismo deste jovem, imediatamente após o assalto. ( ) Aumento da concentração intracelular de glicogênio. (x) Aumento da concentração sangüínea de glicose. ( ) Aumento da concentração intracelular de triacilgliceróis. b) Explique cada escolha feita no item anterior. Resposta: Este indivíduo ingeriu grande quantidade de amido presente nas massas. A digestão deste amido produz glicose que, quando em excesso, é armazenada sob a forma de glicogênio, principalmente, nas células hepáticas e musculares. Sob tensão e/ ou medo, haverá maior liberação de adrenalina pelas supra-renais. Este hormônio, ao se ligar a seus receptores nas células hepáticas, estimula a degradação do glicogênio com a conseqüente elevação da glicemia. 19