SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 2
Universidade Estadual da Paraíba (UEPB)
Centro de Educação (CEDUC)
Departamento de História
Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID/CAPES)
EEEMP Elpídio de Almeida
Série: 1º Turno: Tarde
Professor Supervisor: Eriberto Souto
Bolsistas: Thaís Almeida, Emília Medeiros, Natália dos Santos,
Natália correia e Milena Xavier.
Biografia de Galileu Galilei
Galileu Galilei (1564-1642) foi um matemático,
físico, astrônomo e filósofo italiano. Fundamentou cientificamente a Teoria
Heliocêntrica de Copérnico, inventou a luneta telescópica, idealizou o primeiro relógio
e enunciou as leis que regem o movimento pendular. Desmitificou lendas, estabeleceu
princípios e causou uma renovação na história da Ciência.
Galileu Galilei (1564-1642) nasceu em Pisa, Itália, no dia 15 de fevereiro de 1564. Era
filho de Vincenzo Galilei, um comerciante de lã e de Giulia Amnannati. Ainda criança,
Galileu revelou capacidades raras. Tocava órgão e cítara. Interessado em arte, realizou
excelentes pinturas. Possuía grande habilidade manual para fazer brinquedos. Em 1574
a família foi morar em Florença. Estimulado pelo pai, entrou na Universidade de
Pisa no Mosteiro de Camaldolese, a fim de estudar Medicina.
Aos vinte anos, já na Universidade, fez sua primeira descoberta científica. Observando a
oscilação do candelabro que pendia do teto da catedral de Pisa, Mediu o tempo de
duração das oscilações, usando como "relógio", as batidas de seu pulso e notou que as
oscilações eram regulares. Depois de realizar algumas experiências, concluiu que o
pêndulo de determinado comprimento leva o mesmo tempo para fazer o mesmo número
de oscilações, independente da amplitude da oscilação.
Procurando dar aplicação prática para sua descoberta, sugeriu que se medisse por meio
do pêndulo a frequência do pulso dos doentes. Embora tenha desenhado um relógio de
pêndulo, ele não chegou a ser construído. Em 1585, estando sem dinheiro, não pode
mais continuar como estudante na universidade. Continuou estudando por si mesmo e
passou a se dedicar à matemática e valeu-se dela para entrar no mundo da física e da
astronomia. Nessa época já criticava as leis do movimento enunciadas por Aristóteles.
Quando Galileu resolvia estudar um assunto, queria verdades completas e vivia em
conflito com o poder religioso, que controlava a ciência da época. A igreja julgava e
condenava como heresia qualquer ideia contraria ao que a ciência afirmava. Em 1632,
defendeu o sistema heliocêntrico na obra "Diálogo" sobre os Dois Máximos Sistemas do
Mundo: o Ptolemaico e o Copérnico. Em 1633, foi condenada, pela inquisição, a prisão
domiciliar permanente em sua casa de campo em Arcetri, no sul de Florença, Itália. Foi
obrigado a renegar suas descobertas.
Galileu Galilei morreu cego em sua casa em Arcetri, no dia 8 de janeiro de 1642. Em
1922 a igreja reconheceu o erro cometido.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

3 estratégias de disfarce
3   estratégias de disfarce3   estratégias de disfarce
3 estratégias de disfarceNataliana Cabral
 
Briofitas
BriofitasBriofitas
BriofitasURCA
 
Genética introdução
Genética introduçãoGenética introdução
Genética introduçãoDalu Barreto
 
Biologia - Fenômeno da vida
Biologia - Fenômeno da vidaBiologia - Fenômeno da vida
Biologia - Fenômeno da vidaNAPNE
 
Plano de aula 1º bimestre biologia - 2º ano matutino - 2022
Plano de aula 1º bimestre   biologia - 2º ano matutino - 2022Plano de aula 1º bimestre   biologia - 2º ano matutino - 2022
Plano de aula 1º bimestre biologia - 2º ano matutino - 2022dibugiu
 
Aula de botânica
Aula de botânicaAula de botânica
Aula de botânicadenilsonbio
 
fdocumentos.tips_aula-de-zoologia-invertebrados-power-point.ppt
fdocumentos.tips_aula-de-zoologia-invertebrados-power-point.pptfdocumentos.tips_aula-de-zoologia-invertebrados-power-point.ppt
fdocumentos.tips_aula-de-zoologia-invertebrados-power-point.pptDanielMedina333918
 
Mitcondria e cloroplasto
Mitcondria e cloroplastoMitcondria e cloroplasto
Mitcondria e cloroplastowagnermaximo
 
Herança dos grupos sanguíneos
Herança dos grupos sanguíneosHerança dos grupos sanguíneos
Herança dos grupos sanguíneosProf Regina
 
Apostila micologia
Apostila micologiaApostila micologia
Apostila micologiaBia' Almeida
 
V.2 Briófitas e Pteridófitas
V.2 Briófitas e PteridófitasV.2 Briófitas e Pteridófitas
V.2 Briófitas e PteridófitasRebeca Vale
 
Aula 2° Ano EM - O reino dos vegetais (Reino Plantae)
Aula 2° Ano EM - O reino dos vegetais (Reino Plantae)Aula 2° Ano EM - O reino dos vegetais (Reino Plantae)
Aula 2° Ano EM - O reino dos vegetais (Reino Plantae)Ronaldo Santana
 
Revisão ENEM - Reino animal (invertebrados)
Revisão ENEM - Reino animal (invertebrados)Revisão ENEM - Reino animal (invertebrados)
Revisão ENEM - Reino animal (invertebrados)Elisa Margarita Orlandi
 

Mais procurados (20)

3 estratégias de disfarce
3   estratégias de disfarce3   estratégias de disfarce
3 estratégias de disfarce
 
Briofitas
BriofitasBriofitas
Briofitas
 
Revisão ENEM - Reino Plantae I
Revisão ENEM - Reino Plantae IRevisão ENEM - Reino Plantae I
Revisão ENEM - Reino Plantae I
 
Genética introdução
Genética introduçãoGenética introdução
Genética introdução
 
Biologia - Fenômeno da vida
Biologia - Fenômeno da vidaBiologia - Fenômeno da vida
Biologia - Fenômeno da vida
 
Plano de aula 1º bimestre biologia - 2º ano matutino - 2022
Plano de aula 1º bimestre   biologia - 2º ano matutino - 2022Plano de aula 1º bimestre   biologia - 2º ano matutino - 2022
Plano de aula 1º bimestre biologia - 2º ano matutino - 2022
 
Aula de botânica
Aula de botânicaAula de botânica
Aula de botânica
 
Nematoides de vida livre - Parte 1
Nematoides de vida livre - Parte 1Nematoides de vida livre - Parte 1
Nematoides de vida livre - Parte 1
 
fdocumentos.tips_aula-de-zoologia-invertebrados-power-point.ppt
fdocumentos.tips_aula-de-zoologia-invertebrados-power-point.pptfdocumentos.tips_aula-de-zoologia-invertebrados-power-point.ppt
fdocumentos.tips_aula-de-zoologia-invertebrados-power-point.ppt
 
Reino fungi
Reino fungiReino fungi
Reino fungi
 
Mitcondria e cloroplasto
Mitcondria e cloroplastoMitcondria e cloroplasto
Mitcondria e cloroplasto
 
Herança dos grupos sanguíneos
Herança dos grupos sanguíneosHerança dos grupos sanguíneos
Herança dos grupos sanguíneos
 
Apostila micologia
Apostila micologiaApostila micologia
Apostila micologia
 
Gimnospermas e Angiospermas
Gimnospermas e AngiospermasGimnospermas e Angiospermas
Gimnospermas e Angiospermas
 
V.2 Briófitas e Pteridófitas
V.2 Briófitas e PteridófitasV.2 Briófitas e Pteridófitas
V.2 Briófitas e Pteridófitas
 
Botânica
BotânicaBotânica
Botânica
 
Aula 2° Ano EM - O reino dos vegetais (Reino Plantae)
Aula 2° Ano EM - O reino dos vegetais (Reino Plantae)Aula 2° Ano EM - O reino dos vegetais (Reino Plantae)
Aula 2° Ano EM - O reino dos vegetais (Reino Plantae)
 
Herbário
HerbárioHerbário
Herbário
 
Algas
AlgasAlgas
Algas
 
Revisão ENEM - Reino animal (invertebrados)
Revisão ENEM - Reino animal (invertebrados)Revisão ENEM - Reino animal (invertebrados)
Revisão ENEM - Reino animal (invertebrados)
 

Semelhante a Biografia de Galileu Galilei

Galileu Galilei
Galileu GalileiGalileu Galilei
Galileu Galileiedson
 
Galileu Galilei & Telescópio
Galileu Galilei & TelescópioGalileu Galilei & Telescópio
Galileu Galilei & Telescópioalicealves
 
Teoria de Galileu Galilei
Teoria de Galileu GalileiTeoria de Galileu Galilei
Teoria de Galileu Galileimomengtonoticia
 
Desenvolvimento da Física (Galileu Galilei)
Desenvolvimento da Física (Galileu Galilei)Desenvolvimento da Física (Galileu Galilei)
Desenvolvimento da Física (Galileu Galilei)PriscilaRodrigus
 
Artigo de Divulgação Científica
Artigo de Divulgação Científica Artigo de Divulgação Científica
Artigo de Divulgação Científica João Vitor
 
Vida e Obra de Galileu Galilei
Vida e Obra de Galileu GalileiVida e Obra de Galileu Galilei
Vida e Obra de Galileu GalileiPedro Ribeiro
 
7 Galileu Galilei
7 Galileu Galilei7 Galileu Galilei
7 Galileu GalileiErica Frau
 
Galileu Galilei
Galileu GalileiGalileu Galilei
Galileu GalileiAna Paiva
 
A revolução científica do século xvii
A revolução científica do século xviiA revolução científica do século xvii
A revolução científica do século xviiAlan
 
A revolução cientifica
A revolução cientificaA revolução cientifica
A revolução cientificaTiago Simoes
 
Material OBA Pt.1 - Material de apoio
Material OBA Pt.1 - Material de apoioMaterial OBA Pt.1 - Material de apoio
Material OBA Pt.1 - Material de apoioeing2010
 

Semelhante a Biografia de Galileu Galilei (20)

Galileu Galilei
Galileu GalileiGalileu Galilei
Galileu Galilei
 
Galileu Galilei & Telescópio
Galileu Galilei & TelescópioGalileu Galilei & Telescópio
Galileu Galilei & Telescópio
 
Teoria de Galileu Galilei
Teoria de Galileu GalileiTeoria de Galileu Galilei
Teoria de Galileu Galilei
 
Desenvolvimento da Física (Galileu Galilei)
Desenvolvimento da Física (Galileu Galilei)Desenvolvimento da Física (Galileu Galilei)
Desenvolvimento da Física (Galileu Galilei)
 
Galileu
GalileuGalileu
Galileu
 
Galileu Galilei
Galileu Galilei Galileu Galilei
Galileu Galilei
 
Artigo de Divulgação Científica
Artigo de Divulgação Científica Artigo de Divulgação Científica
Artigo de Divulgação Científica
 
Trabalho de fisica
Trabalho de fisicaTrabalho de fisica
Trabalho de fisica
 
Vida e Obra de Galileu Galilei
Vida e Obra de Galileu GalileiVida e Obra de Galileu Galilei
Vida e Obra de Galileu Galilei
 
7 Galileu Galilei
7 Galileu Galilei7 Galileu Galilei
7 Galileu Galilei
 
Galileu Galilei
Galileu GalileiGalileu Galilei
Galileu Galilei
 
Galileu
Galileu Galileu
Galileu
 
Física 1º ano parte 1
Física 1º ano   parte 1Física 1º ano   parte 1
Física 1º ano parte 1
 
A revolução científica do século xvii
A revolução científica do século xviiA revolução científica do século xvii
A revolução científica do século xvii
 
A revolução cientifica
A revolução cientificaA revolução cientifica
A revolução cientifica
 
Trabalho galileu galilei
Trabalho galileu galileiTrabalho galileu galilei
Trabalho galileu galilei
 
4 as revoluções da modernidade - agrícola, religiosa e científica
4   as revoluções da modernidade - agrícola, religiosa e científica4   as revoluções da modernidade - agrícola, religiosa e científica
4 as revoluções da modernidade - agrícola, religiosa e científica
 
Material OBA Pt.1 - Material de apoio
Material OBA Pt.1 - Material de apoioMaterial OBA Pt.1 - Material de apoio
Material OBA Pt.1 - Material de apoio
 
O modelo de cosmo
O modelo de cosmoO modelo de cosmo
O modelo de cosmo
 
Galileu galilei
Galileu galileiGalileu galilei
Galileu galilei
 

Mais de PIBID HISTÓRIA

O PIBID e seus percursos: “Uma nova maneira de ensinar História
O PIBID e seus percursos: “Uma nova maneira de ensinar HistóriaO PIBID e seus percursos: “Uma nova maneira de ensinar História
O PIBID e seus percursos: “Uma nova maneira de ensinar HistóriaPIBID HISTÓRIA
 
O PIBID e o uso de biografias no ensino de história: Como história de vida po...
O PIBID e o uso de biografias no ensino de história: Como história de vida po...O PIBID e o uso de biografias no ensino de história: Como história de vida po...
O PIBID e o uso de biografias no ensino de história: Como história de vida po...PIBID HISTÓRIA
 
Artigo: REPRESENTAÇÕES INDÍGENAS NO ENSINO DE HISTÓRIA: DIÁLOGOS SOBRE A LEI ...
Artigo: REPRESENTAÇÕES INDÍGENAS NO ENSINO DE HISTÓRIA: DIÁLOGOS SOBRE A LEI ...Artigo: REPRESENTAÇÕES INDÍGENAS NO ENSINO DE HISTÓRIA: DIÁLOGOS SOBRE A LEI ...
Artigo: REPRESENTAÇÕES INDÍGENAS NO ENSINO DE HISTÓRIA: DIÁLOGOS SOBRE A LEI ...PIBID HISTÓRIA
 
O CINEMA E O ENSINO DE HISTÓRIA: EXPERIÊNCIA DO PIBID
O CINEMA E O ENSINO DE HISTÓRIA: EXPERIÊNCIA DO PIBID O CINEMA E O ENSINO DE HISTÓRIA: EXPERIÊNCIA DO PIBID
O CINEMA E O ENSINO DE HISTÓRIA: EXPERIÊNCIA DO PIBID PIBID HISTÓRIA
 
Artigo: Pintando Identidades: “O grito do Ipiranga” em sala de aula.
Artigo: Pintando Identidades: “O grito do Ipiranga” em sala de aula.Artigo: Pintando Identidades: “O grito do Ipiranga” em sala de aula.
Artigo: Pintando Identidades: “O grito do Ipiranga” em sala de aula.PIBID HISTÓRIA
 
Artigo: "PARTICIPAÇÃO DO PIBID NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE HISTÓRIA PARA O ...
Artigo: "PARTICIPAÇÃO DO PIBID NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE HISTÓRIA PARA O ...Artigo: "PARTICIPAÇÃO DO PIBID NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE HISTÓRIA PARA O ...
Artigo: "PARTICIPAÇÃO DO PIBID NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE HISTÓRIA PARA O ...PIBID HISTÓRIA
 
Artigo - A utilização das pinturas renascentistas em sala de aula através do ...
Artigo - A utilização das pinturas renascentistas em sala de aula através do ...Artigo - A utilização das pinturas renascentistas em sala de aula através do ...
Artigo - A utilização das pinturas renascentistas em sala de aula através do ...PIBID HISTÓRIA
 
Poesia de Cordel -Três letras-apenas
Poesia de Cordel -Três letras-apenasPoesia de Cordel -Três letras-apenas
Poesia de Cordel -Três letras-apenasPIBID HISTÓRIA
 
Slide - Cristianismo x Islamismo
Slide - Cristianismo x IslamismoSlide - Cristianismo x Islamismo
Slide - Cristianismo x IslamismoPIBID HISTÓRIA
 
Plano de Aula -Shakespeare e Diferenças do Islamismo e Cristianismo.
Plano de Aula -Shakespeare e Diferenças do Islamismo e Cristianismo.Plano de Aula -Shakespeare e Diferenças do Islamismo e Cristianismo.
Plano de Aula -Shakespeare e Diferenças do Islamismo e Cristianismo.PIBID HISTÓRIA
 
Slide - Vida e Obras de Shakespeare
Slide - Vida e Obras de ShakespeareSlide - Vida e Obras de Shakespeare
Slide - Vida e Obras de ShakespearePIBID HISTÓRIA
 
Plano de Aula - Literatura portuguesa e africana
Plano de Aula - Literatura portuguesa e africanaPlano de Aula - Literatura portuguesa e africana
Plano de Aula - Literatura portuguesa e africanaPIBID HISTÓRIA
 
Plano de Aula - Guerra do Paraguai
Plano de Aula - Guerra do ParaguaiPlano de Aula - Guerra do Paraguai
Plano de Aula - Guerra do ParaguaiPIBID HISTÓRIA
 
Plano de Aula - Período das Regências
Plano de Aula - Período das RegênciasPlano de Aula - Período das Regências
Plano de Aula - Período das RegênciasPIBID HISTÓRIA
 
Slide - MÚSICA: Cem anos de liberdade,realidade ou ilusão
Slide - MÚSICA: Cem anos de liberdade,realidade ou ilusãoSlide - MÚSICA: Cem anos de liberdade,realidade ou ilusão
Slide - MÚSICA: Cem anos de liberdade,realidade ou ilusãoPIBID HISTÓRIA
 
Slide - As Mulheres na História
Slide - As Mulheres na HistóriaSlide - As Mulheres na História
Slide - As Mulheres na HistóriaPIBID HISTÓRIA
 
Slide - Biografia de Luís de Camões
Slide - Biografia de Luís de CamõesSlide - Biografia de Luís de Camões
Slide - Biografia de Luís de CamõesPIBID HISTÓRIA
 
História de Gibi - História recontada: O Sundiata
História de Gibi - História recontada: O SundiataHistória de Gibi - História recontada: O Sundiata
História de Gibi - História recontada: O SundiataPIBID HISTÓRIA
 

Mais de PIBID HISTÓRIA (20)

O PIBID e seus percursos: “Uma nova maneira de ensinar História
O PIBID e seus percursos: “Uma nova maneira de ensinar HistóriaO PIBID e seus percursos: “Uma nova maneira de ensinar História
O PIBID e seus percursos: “Uma nova maneira de ensinar História
 
O PIBID e o uso de biografias no ensino de história: Como história de vida po...
O PIBID e o uso de biografias no ensino de história: Como história de vida po...O PIBID e o uso de biografias no ensino de história: Como história de vida po...
O PIBID e o uso de biografias no ensino de história: Como história de vida po...
 
Artigo: REPRESENTAÇÕES INDÍGENAS NO ENSINO DE HISTÓRIA: DIÁLOGOS SOBRE A LEI ...
Artigo: REPRESENTAÇÕES INDÍGENAS NO ENSINO DE HISTÓRIA: DIÁLOGOS SOBRE A LEI ...Artigo: REPRESENTAÇÕES INDÍGENAS NO ENSINO DE HISTÓRIA: DIÁLOGOS SOBRE A LEI ...
Artigo: REPRESENTAÇÕES INDÍGENAS NO ENSINO DE HISTÓRIA: DIÁLOGOS SOBRE A LEI ...
 
O CINEMA E O ENSINO DE HISTÓRIA: EXPERIÊNCIA DO PIBID
O CINEMA E O ENSINO DE HISTÓRIA: EXPERIÊNCIA DO PIBID O CINEMA E O ENSINO DE HISTÓRIA: EXPERIÊNCIA DO PIBID
O CINEMA E O ENSINO DE HISTÓRIA: EXPERIÊNCIA DO PIBID
 
Artigo: Pintando Identidades: “O grito do Ipiranga” em sala de aula.
Artigo: Pintando Identidades: “O grito do Ipiranga” em sala de aula.Artigo: Pintando Identidades: “O grito do Ipiranga” em sala de aula.
Artigo: Pintando Identidades: “O grito do Ipiranga” em sala de aula.
 
Artigo: "PARTICIPAÇÃO DO PIBID NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE HISTÓRIA PARA O ...
Artigo: "PARTICIPAÇÃO DO PIBID NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE HISTÓRIA PARA O ...Artigo: "PARTICIPAÇÃO DO PIBID NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE HISTÓRIA PARA O ...
Artigo: "PARTICIPAÇÃO DO PIBID NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE HISTÓRIA PARA O ...
 
Artigo - A utilização das pinturas renascentistas em sala de aula através do ...
Artigo - A utilização das pinturas renascentistas em sala de aula através do ...Artigo - A utilização das pinturas renascentistas em sala de aula através do ...
Artigo - A utilização das pinturas renascentistas em sala de aula através do ...
 
Plano de Aula - A Paz
Plano de Aula - A PazPlano de Aula - A Paz
Plano de Aula - A Paz
 
Slide - Cidadania
Slide - Cidadania Slide - Cidadania
Slide - Cidadania
 
Poesia de Cordel -Três letras-apenas
Poesia de Cordel -Três letras-apenasPoesia de Cordel -Três letras-apenas
Poesia de Cordel -Três letras-apenas
 
Slide - Cristianismo x Islamismo
Slide - Cristianismo x IslamismoSlide - Cristianismo x Islamismo
Slide - Cristianismo x Islamismo
 
Plano de Aula -Shakespeare e Diferenças do Islamismo e Cristianismo.
Plano de Aula -Shakespeare e Diferenças do Islamismo e Cristianismo.Plano de Aula -Shakespeare e Diferenças do Islamismo e Cristianismo.
Plano de Aula -Shakespeare e Diferenças do Islamismo e Cristianismo.
 
Slide - Vida e Obras de Shakespeare
Slide - Vida e Obras de ShakespeareSlide - Vida e Obras de Shakespeare
Slide - Vida e Obras de Shakespeare
 
Plano de Aula - Literatura portuguesa e africana
Plano de Aula - Literatura portuguesa e africanaPlano de Aula - Literatura portuguesa e africana
Plano de Aula - Literatura portuguesa e africana
 
Plano de Aula - Guerra do Paraguai
Plano de Aula - Guerra do ParaguaiPlano de Aula - Guerra do Paraguai
Plano de Aula - Guerra do Paraguai
 
Plano de Aula - Período das Regências
Plano de Aula - Período das RegênciasPlano de Aula - Período das Regências
Plano de Aula - Período das Regências
 
Slide - MÚSICA: Cem anos de liberdade,realidade ou ilusão
Slide - MÚSICA: Cem anos de liberdade,realidade ou ilusãoSlide - MÚSICA: Cem anos de liberdade,realidade ou ilusão
Slide - MÚSICA: Cem anos de liberdade,realidade ou ilusão
 
Slide - As Mulheres na História
Slide - As Mulheres na HistóriaSlide - As Mulheres na História
Slide - As Mulheres na História
 
Slide - Biografia de Luís de Camões
Slide - Biografia de Luís de CamõesSlide - Biografia de Luís de Camões
Slide - Biografia de Luís de Camões
 
História de Gibi - História recontada: O Sundiata
História de Gibi - História recontada: O SundiataHistória de Gibi - História recontada: O Sundiata
História de Gibi - História recontada: O Sundiata
 

Último

Recurso Casa das Ciências: Sistemas de Partículas
Recurso Casa das Ciências: Sistemas de PartículasRecurso Casa das Ciências: Sistemas de Partículas
Recurso Casa das Ciências: Sistemas de PartículasCasa Ciências
 
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamental
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino FundamentalCartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamental
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamentalgeone480617
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISVitor Vieira Vasconcelos
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfaulasgege
 
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptxAula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptxpamelacastro71
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresaulasgege
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOVALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOBiatrizGomes1
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Noções de Orçamento Público AFO - CNU - Aula 1 - Alunos.pdf
Noções de Orçamento Público AFO - CNU - Aula 1 - Alunos.pdfNoções de Orçamento Público AFO - CNU - Aula 1 - Alunos.pdf
Noções de Orçamento Público AFO - CNU - Aula 1 - Alunos.pdfdottoor
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxconcelhovdragons
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdfProfGleide
 
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕESPRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕESpatriciasofiacunha18
 
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basicoPRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basicoSilvaDias3
 
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 anoAdelmaTorres2
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosAntnyoAllysson
 
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundogeografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundonialb
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdfDemetrio Ccesa Rayme
 

Último (20)

Recurso Casa das Ciências: Sistemas de Partículas
Recurso Casa das Ciências: Sistemas de PartículasRecurso Casa das Ciências: Sistemas de Partículas
Recurso Casa das Ciências: Sistemas de Partículas
 
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamental
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino FundamentalCartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamental
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamental
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
 
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptxAula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
 
treinamento brigada incendio 2024 no.ppt
treinamento brigada incendio 2024 no.ppttreinamento brigada incendio 2024 no.ppt
treinamento brigada incendio 2024 no.ppt
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOVALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
Noções de Orçamento Público AFO - CNU - Aula 1 - Alunos.pdf
Noções de Orçamento Público AFO - CNU - Aula 1 - Alunos.pdfNoções de Orçamento Público AFO - CNU - Aula 1 - Alunos.pdf
Noções de Orçamento Público AFO - CNU - Aula 1 - Alunos.pdf
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
 
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕESPRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
 
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basicoPRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
 
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
 
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundogeografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
 

Biografia de Galileu Galilei

  • 1. Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) Centro de Educação (CEDUC) Departamento de História Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID/CAPES) EEEMP Elpídio de Almeida Série: 1º Turno: Tarde Professor Supervisor: Eriberto Souto Bolsistas: Thaís Almeida, Emília Medeiros, Natália dos Santos, Natália correia e Milena Xavier. Biografia de Galileu Galilei Galileu Galilei (1564-1642) foi um matemático, físico, astrônomo e filósofo italiano. Fundamentou cientificamente a Teoria Heliocêntrica de Copérnico, inventou a luneta telescópica, idealizou o primeiro relógio e enunciou as leis que regem o movimento pendular. Desmitificou lendas, estabeleceu princípios e causou uma renovação na história da Ciência. Galileu Galilei (1564-1642) nasceu em Pisa, Itália, no dia 15 de fevereiro de 1564. Era filho de Vincenzo Galilei, um comerciante de lã e de Giulia Amnannati. Ainda criança, Galileu revelou capacidades raras. Tocava órgão e cítara. Interessado em arte, realizou excelentes pinturas. Possuía grande habilidade manual para fazer brinquedos. Em 1574 a família foi morar em Florença. Estimulado pelo pai, entrou na Universidade de Pisa no Mosteiro de Camaldolese, a fim de estudar Medicina.
  • 2. Aos vinte anos, já na Universidade, fez sua primeira descoberta científica. Observando a oscilação do candelabro que pendia do teto da catedral de Pisa, Mediu o tempo de duração das oscilações, usando como "relógio", as batidas de seu pulso e notou que as oscilações eram regulares. Depois de realizar algumas experiências, concluiu que o pêndulo de determinado comprimento leva o mesmo tempo para fazer o mesmo número de oscilações, independente da amplitude da oscilação. Procurando dar aplicação prática para sua descoberta, sugeriu que se medisse por meio do pêndulo a frequência do pulso dos doentes. Embora tenha desenhado um relógio de pêndulo, ele não chegou a ser construído. Em 1585, estando sem dinheiro, não pode mais continuar como estudante na universidade. Continuou estudando por si mesmo e passou a se dedicar à matemática e valeu-se dela para entrar no mundo da física e da astronomia. Nessa época já criticava as leis do movimento enunciadas por Aristóteles. Quando Galileu resolvia estudar um assunto, queria verdades completas e vivia em conflito com o poder religioso, que controlava a ciência da época. A igreja julgava e condenava como heresia qualquer ideia contraria ao que a ciência afirmava. Em 1632, defendeu o sistema heliocêntrico na obra "Diálogo" sobre os Dois Máximos Sistemas do Mundo: o Ptolemaico e o Copérnico. Em 1633, foi condenada, pela inquisição, a prisão domiciliar permanente em sua casa de campo em Arcetri, no sul de Florença, Itália. Foi obrigado a renegar suas descobertas. Galileu Galilei morreu cego em sua casa em Arcetri, no dia 8 de janeiro de 1642. Em 1922 a igreja reconheceu o erro cometido.