SlideShare uma empresa Scribd logo
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E
      ORÇAMENTÁRIA

   CURSO: ADMINISTRAÇÃO DE
           EMPRESAS
   PROF. RAFAEL G. JAWORSKI

       1º SEMESTRE 2009
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E
               ORÇAMENTÁRIA
                     OBJETIVOS:
   Demonstrar para o aluno conceitos teóricos de
    administração financeira, bem como a aplicação
    pratica destes conceitos teóricos;
   Possibilitar aos alunos a capacidade de analise da
    situação financeira dos diversos tipos de empresas;
   Possibilitar aos alunos a capacidade de decisão
    sobre investimentos, após a analise da situação
    financeira;
   Capacitar os alunos a elaboração de um plano
    estratégico financeiro e orçamentário.
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E
            ORÇAMENTÁRIA
          CONTEUDO PROGRAMÁTICO:
    Introdução à administração financeira;
    • Administração financeira nas empresas;
    • Integração dos conceitos contábeis com os
        conceitos financeiros;
    • Funções do administrador financeiro.
    Mercado financeiro brasileiro;
    • Sistema financeiro nacional;
    • Mercado financeiro;
    • Sistema de pagamentos brasileiros.
    Inflação e Juros.
    Estratégias e decisões financeiras;
     Administração de capital de giro;
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E
            ORÇAMENTÁRIA
                  CONTEUDO PROGRAMÁTICO:

     Fundamentos e praticas de tesouraria;
    •   Técnicas de gestão de tesouraria;
    •   Relacionamentos bancários;
    •   Planejamento e controle de fluxo de caixa;
     Decisões de investimentos e orçamento de capital;
    •   Orçamento de capital;
    •   Métodos e técnicas de avaliação de invetimento;
    •   Análise de investimento.
     Decisões financeiras;
    •   Estrutura de capital;
    •   Capital próprio e política de dividendos;
    •   Capital de terceiros;
    •   Custo do capital;
    •   Arrendamento mercantil;
    •   Análise de alternativas financeiras.
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E
          ORÇAMENTÁRIA
        DINÂMICA DE ENSINO:

   Aulas expositivas dialogadas, com
    utilização de materiais de apoio,
    como: kit multimídia, Tv e vídeo,
    etc;
   Dinâmicas de grupo;
   Trabalhos individuais e em grupo;
   Estudo de casos.
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E
          ORÇAMENTÁRIA
       FORMAS DE AVALIAÇÃO:

   Participação em sala;
   Trabalhos individuais e em grupo;
   Prova com questões objetivas e
    descritivas.
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E
           ORÇAMENTÁRIA

            BIBLIOGRAFIA:
   HOJI, M. Administração Financeira e Orçamentária:
    Matemática financeira aplicada, estratégias
    financeiras, orçamento empresarial. 7. ed. São
    Paulo. Atlas, 2008.

   GROPPELLI, A. A. NIKBAKHT, E. Administração
    financeira. 3.ed. São Paulo. Saraiva, 1999.
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E
          ORÇAMENTÁRIA

      Regras importantes:
   CELULAR;
   NOTEBOOK;
   SENTAR SEPARADOS;
   PRESENÇA;
   APRENDIZAGEM E PARCERIA;
   EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL;
   APRESENTAÇÃO.
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E
          ORÇAMENTÁRIA


    RECURSOS DE UMA EMPRESA:

   MATERIAIS;
   HUMANOS;
   FINANCEIROS.
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E
          ORÇAMENTÁRIA


       RECURSOS FINANCEIROS:

   Devem ser utilizados para
    maximizar o lucro do investimento;
   Maior retorno ao investimento;
   Aumentar o valor de mercado da
    empresa e multiplicar seus
    recursos.
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E
      ORÇAMENTÁRIA
           OBJETIVO:

“Administrar os recursos
financeiros, de modo que eles
proporcionem o maior rendimento e
 retorno esperado, frente ao capital
investido.”
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E
              ORÇAMENTÁRIA
       ATIVIDADES EMPRESÁRIAIS
   Atividades de operações: são as
    atividades operacionais, as
    atividades de produção, compras,
    vendas, administração de RH, etc;
   Atividades de investimento:
    aplicação de recursos em caráter
    temporário ou permanente, da
    suporte as atividades operacionais,
    ex: compra de máquinas, etc.
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E
            ORÇAMENTÁRIA
      ATIVIDADES EMPRESÁRIAIS

   Atividades de financiamento: reflete
    os efeitos das decisões tomadas
    pelas atividades operacionais e de
    investimento, ex: empréstimos
    bancários, integralização de capital
    da empresa, etc.
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E
          ORÇAMENTÁRIA
Funções do administrador financeiro:
   Análise, planejamento e controle
    financeiro: coordenar, monitorar e
    avaliar todas as atividades da
    empresa, por meio de relatórios
    financeiros, bem como participar
    ativamente das decisões estratégicas,
    para alavancar as operações. A gestão
    de riscos econômicos e financeiros
    ganhou importância no últimos anos.
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E
          ORÇAMENTÁRIA
Funções do administrador financeiro:

   Decisões de investimentos: diz
    respeito a aplicação de recursos
    financeiros em ativos circulantes ou
    realizável a longo prazo, considerando
    a relação adequada de risco e de
    retorno dos capitais investidos.
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E
          ORÇAMENTÁRIA
Funções do administrador financeiro:

   Decisões de financiamentos: é a
    tomada de decisão quanto a captação
    de financiamentos para investimentos,
    considerando a combinação adequada
    dos financiamentos a curto e a longo
    prazos e a estrutura de capital.
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E
          ORÇAMENTÁRIA
    Integração entre contabilidade e
         administração financeira:

   Contabilidade função de suporte ou
    assessoria.
   Conceitos e conhecimentos
    importantíssimos.
   Mudanças nas formas de
    apresentação dos resultados.
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E
            ORÇAMENTÁRIA
     Alguns conceitos importantes:
   Ciclo operacional: inicia-se com a
    compra da matéria-prima e encerra-
    se com o recebimento da venda.
   Ciclo econômico: inicia-se com a
    compra da matéria-prima e encerra-
    se com a venda do produto.
   Ciclo financeiro: inicia-se no momento
    do pagamento da matéria-prima e
    encerra-se no recebimento do
    pagamento dos produtos.
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E
          ORÇAMENTÁRIA
      Alguns conceitos importantes:
   Período de contas a receber:
    intervalo de tempo entre a venda
    dos produtos até o recebimento do
    pagamento.
   Período de contas a pagar:
    intervalo entre o recebimento da
    matéria-prima até o seu
    pagamento.
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E
          ORÇAMENTÁRIA
     Alguns conceitos importantes:

   Patrimônio: conjunto de bens, direitos
    e obrigações de uma empresa.
   Ativo: bens e direitos da empresa.
   Passivo: obrigações da empresa.
   Patrimônio Liquido: diferença entre
    ativo e passivo.
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E
              ORÇAMENTÁRIA
               ATIVO                        PASSIVO
Ativo Circulante           Passivo Circulante
Caixa                      Duplicatas a Pagas
Banco
Duplicatas a Receber
Estoque
Realizável a Longo Prazo   Exigível a Longo Prazo
Duplicatas a receber       Duplicatas a pagar
Ativo Permanente           Patrimônio Liquido
Imóveis                    Capital Social
Moveis e Utensílios        Reserva legal
Veículos                   Lucros ou prejuízos acumulados
Marcas e Patentes
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E
           ORÇAMENTÁRIA
    Algumas contas da contabilidade:
   Caixa: utilizada para registrar todas
    as disponibilidades da empresa. Ex
    Dinheiro, depósitos em bancos,
    aplicações, etc.
   Estoques: utilizada para registrar os
    estoques de produtos para venda.
   Capital Social: utilizada para registrar
    o valor investido na empresa pelos
    sócios ou acionistas.
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E
             ORÇAMENTÁRIA
             Diferença entre:
   Gasto: é o valor dos insumos adquiridos pela
    empresa num determinado período.
   Desembolso: é o valor devidamente pago
    pelos insumos adquiridos num determinado
    período.
   Despesa: é o valor dos insumos consumidos
    com o funcionamento da empresa e não
    identificados com a fabricação.
   Custo: é o valor dos insumos gastos pela
    empresa com a fabricação.
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E
              ORÇAMENTÁRIA
       Análise Econômico-Financeira
   Análise vertical: é uma interpretação
    gráfica, utilizada para medir a liquidez
    de uma empresa.
    • Liquidez: capacidade que um investimento
      tem de ser transformado em dinheiro.
    Na análise vertical, estuda-se as
    composições do Ativo e Passivo de uma
    empresa, extraindo assim informações
    que mostram a situação da empresa em
    termos de liquidez.
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E
                   ORÇAMENTÁRIA
                                 Exemplo:
    ANO 2001                ANO 2002                      ANO 2003
   Ativo      Passivo       Ativo       Passivo           Ativo     Passivo

AC 43.000    PC 41.000    AC 68.000    PC 67.000    AC 72.000     PC 56.000

RLP 1.000    ELP 15.000   RLP 2.500    ELP 5.000    RLP    500    ELP 11.000

AP 56.000    PL 44.000    AP 29.500    PL 28.000    AP 25.500     PL 33.000

TA 100.000   TP 100.000   TA 100.000   TP 100.000   TA 100.000    TP 100.000
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E
                   ORÇAMENTÁRIA
                                 Exemplo:
      ANO 2001             ANO 2002                      ANO 2003
     Ativo    Passivo         Ativo     Passivo          Ativo        Passivo

AC    43%    PC    41%   AC    68%     PC    67%   AC    72%     PC    56%

RLP   1%     ELP   15%   RLP    2,5%   ELP   5%    RLP    0,5%   ELP    11%

AP    56%    PL    44%   AP 29,5%      PL    28%   AP    25.5%   PL    33%

TA    100%   TP 100%     TA    100%    TP 100%     TA    100%    TP    100%
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E
           ORÇAMENTÁRIA

80
70
60                                AC
50                                RPL
40                                AP
30                                PC
                                  ELP
20
                                  PL
10
0
      2001    2002     2003
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E
             ORÇAMENTÁRIA

     Índices Econômicos Financeiros
   O uso de índices financeiros permite que
    as partes interessadas possam fazer
    uma avaliação de vários aspectos do
    desempenho de uma empresa.
   Estes conjuntos de índices devem ser
    aplicados durante um período
    semelhante, para se obter comparações
    precisas.
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E
             ORÇAMENTÁRIA

     Índices Econômicos Financeiros

   Índices de Liquidez;
   Índices de Atividade;
   Índices de Rentabilidade e
    Lucratividade;
   Índices de Endividamento.
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E
               ORÇAMENTÁRIA
         Índices Econômicos Financeiros
   Índices de Liquidez:
    •   Liquidez de uma empresa: capacidade de pagar
        suas obrigações a curto prazo, na data do
        vencimento; esta ligada a composição de seus
        ativos e passivos, de modo geral são os recursos
        disponíveis ou realizáveis a curto prazo.
    Os índices de liquidez tem a finalidade de
    medir a capacidade de pagamento de uma
    empresa, ou seja, a capacidade de cumprir
    com suas obrigações assumidas.
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E
              ORÇAMENTÁRIA
        Índices Econômicos Financeiros
   Índices de Liquidez:

    •   Capital circulante liquido:
           CCL= Ativo circulante – Passivo circulante.
           As empresas devem manter um nível mínimo de
            CCL, para garantir o pagamento de suas obrigações.
    •   Índice de liquidez corrente:
           Representa que para cada real de divida deve haver
            no mínimo o mesmo valor no ativo circulante para o
            pagamento.
           ILC= ativo circulante / passivo circulante
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E
            ORÇAMENTÁRIA
      Índices Econômicos Financeiros
   Índices de Liquidez:
    • Exemplos:
    Calcular o CCP:

                  AC      -   PC
          1995   4.092    -   3.412

          1996   6.308    -   4.281

          1997   10.755   -   5.819
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E
            ORÇAMENTÁRIA
      Índices Econômicos Financeiros
    Índices de Liquidez:
    • Exemplos:
    Calcular o ILC:

                  AC      /   PC
          1995   4.092    /   3.412

          1996   6.308    /   4.281

          1997   10.755   /   5.819
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E
           ORÇAMENTÁRIA
     Índices Econômicos Financeiros
   Índices de Liquidez:
    • Exemplos:
    Resultados:

                CCL     -   ILC
         1995     680   -   1,19

         1996   2.027   -   1,47

         1997   4.936   -   1,84
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E
          ORÇAMENTÁRIA
         ANALISANDO O ARTIGO:



      Agora o que vale é ter Caixa

Leitura e resumo.
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E
              ORÇAMENTÁRIA
                 ANALISANDO O ARTIGO:
       Agora o que vale é ter caixa:
    •     Estratégias conservadoras;
    •     Congelamento do crédito;
    •     “são ilhas de tranqüilidade, num mar de companhias
          descapitalizadas.”
    •     Os recursos garantem as atividades da empresa, sem
          que ela precise recorrer a linhas de crédito muito
          caras;
    •     Ter uma folga de caixa para não ser surpreendida pelo
          imponderável;
    •     Índice de liquidez corrente, aumento de 46% de 2003
          pra cá;
    •     “Quem tem dinheiro na mão em épocas de crise
          consegue fazer negócios vantajosos, como comprar um
          concorrente em dificuldades por preço baixo."
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E
            ORÇAMENTÁRIA
               ANALISANDO O ARTIGO:
    Agora o que vale é ter caixa:
    • O caixa é uma fotografia estática e reflete
       apenas parte da situação financeira de uma
       empresa;
    • É fácil entender as vantagens de um caixa
       parrudo em épocas de escassez de crédito,
       mas a administração dessa conta no dia-a-dia
       é complexa. Empresas que represam demais
       os recursos costumam ser tachadas de
       companhias sem perspectiva clara de futuro,
       pois deveriam direcionar esse dinheiro para
       reinvestir no próprio negócio, o que, em tese,
       seria mais lucrativo .
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E
               ORÇAMENTÁRIA
                     RECAPITULANDO:
       Recursos financeiros;
       Maximização do retorno, frente ao investimento;
       Funções do Administrador Financeiro: analise,
        planejamento e decisões;
       Relação da contabilidade e a Administração
        Financeira;
       Analise econômica financeira:
    •     Analise vertical;
    •     Liquidez;
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E
              ORÇAMENTÁRIA
                    RECAPITULANDO:

   Índices Econômico Financeiros:
    •   Índice de liquidez
           CCL: Capital Circulante Liquido;
           ILC: Índice de Liquidez Corrente;


   Exercício de fixação:
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E
         ORÇAMENTÁRIA
              RECAPITULANDO:
  Exercício de fixação:
Calcular o CCL e o ILC
                AC      -   PC
         2005   3.670   -   3.560

         2006   5.590   -   3.900

         2007   9.880   -   4.530
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E
         ORÇAMENTÁRIA
              RECAPITULANDO:
  Exercício de fixação:
Resultados:
                CCL     -   ILC
         2005   110     -   1,03

         2006   1.690   -   1,43

         2007   5.350   -   2,18
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E
              ORÇAMENTÁRIA
        Índices Econômicos Financeiros
   Índices de Liquidez:
    •   Índice de Liquidez Seca:
           ILS=Ativo circulante – estoques / passivo circulante
           Representa que para cada real que a empresa está
            devendo, ela deve ter no mínimo o mesmo valor
            sem necessidade de vender seus estoques.

                AC-E         /     PC
    2005     4.092-1.108     /    3.412

    2006     6.308-1.842     /    4.281

    2007    10.755-1.378     /    5.819
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E
              ORÇAMENTÁRIA
        Índices Econômicos Financeiros
   Índices de Liquidez:
    •   Índice de Liquidez Total:
           ILT=ativo circulante + realizável a longo prazo /
            passivo circulante + exigível a longo prazo
           Representa todos os realizáveis / por todas as
            obrigações.

              AC+RLP         /   PC+ELP
    2005     4.092+2.529     /   3.412+1.690

    2006     6.308+1.029     /   4.281+2.773

    2007     10.755+775      /   5.819+4.924
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E
              ORÇAMENTÁRIA
        Índices Econômicos Financeiros
   Índices de Liquidez:
    •   Grau de Imobilização:
           GI=Ativo permanente / Patrimônio Liquido
           Representa o quanto do dinheiro da empresa está
            imobilizado.

                 AP         /      PL
    2005        3.564       /     5.083

    2006        6.434       /     6.717

    2007        7.628       /     8.415
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E
           ORÇAMENTÁRIA
    PRINCIPAIS ÁREAS E OPORTUNIDADES EM
                      FINANÇAS:
Oportunidades em serviços financeiros:
  Analista de crédito: avaliam e fazem
   recomendações quanto a concessão de
   empréstimos a empresas;
  Consultores financeiros: prestam
   aconselhamento a respeito da administração das
   finanças pessoais, desenvolvem planos
   financeiros;
  Corretores de Títulos: assessoram seus clientes
   quanto a compra e venda de títulos e ações;
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E
           ORÇAMENTÁRIA
    PRINCIPAIS ÁREAS E OPORTUNIDADES EM
                      FINANÇAS:
Oportunidades em serviços financeiros:
  Agentes e Corretores: relacionam propriedades
   comerciais e residenciais para compra, venda ou
   aluguel;
  Corretores de seguros: desenvolvem programas
   de seguros que atendam as necessidades dos
   diversos públicos;
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E
            ORÇAMENTÁRIA
 PRINCIPAIS ÁREAS E OPORTUNIDADES EM FINANÇAS:
Oportunidades em Administração Financeira:
   Analista Financeiro: analises de planos financeiros e
    orçamentários, previsão financeira, analise
    financeira baseada em índices, trabalho em
    conjunto com a contabilidade;
   Analista/Gerente de orçamentos e capital: avaliação
    e recomendação de projetos de investimentos em
    ativos;
   Gerente de projetos Financeiros: obtém
    financiamentos para investimentos em projetos da
    empresa;
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E
           ORÇAMENTÁRIA
 PRINCIPAIS ÁREAS E OPORTUNIDADES EM FINANÇAS:
Oportunidades em Administração Financeira:
   Gerente de Caixa: manter e controlar os saldos
    diários de caixa, coordena empréstimos de curto
    prazo e gerencia o relacionamento da empresa com
    os bancos;
   Analista/Gerente de Crédito: administra a política
    de crédito da empresa, aprova a concessão de
    crédito e monitora as cobranças;
   Administrador de fundos de pensão: coordena os
    ativos e passivos do fundo de pensão dos
    empregados.
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E
              ORÇAMENTÁRIA
    FORMAS BÁSICAS DE ORGANIZAÇÃO EMPRESARIAL
     Firma individual: é de propriedade de uma única
      pessoa, 75% das empresas, tipicamente pequenos
      negócios, o proprietário tem a responsabilidade por
      todas as decisões.
     • Pontos fracos: todos seus bens podem ser
         reclamados para saldar dividas; dificuldade na
         obtenção de créditos e fundos; pouca oferta de
         oportunidade aos funcionários; dificuldade de
         transição de poder.
     • Pontos Fortes: o proprietário é dono de todo o
         lucro; baixos custos operacionais, menor despesa
         com imposto de renda, sigilo das transações,
         facilidade de dissolução.
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E
              ORÇAMENTÁRIA
    FORMAS BÁSICAS DE ORGANIZAÇÃO EMPRESARIAL
     Sociedade: dois ou mais proprietários dirigindo um
      mesmo empreendimento, 10% dos negócios,
      constituída através de contrato social.
     • Pontos Fracos: os sócios terão que cobrir dividas
        de outros sócios com menor capacidade financeira,
        dificuldades para liquidar ou transferir a sociedade,
        dificuldade para alcançar operações de grande
        escala.
     • Maior capacidade de obter empréstimos, maior
        numero de pessoas pensantes na tomada de
        decisão, tem capacidade para reter bons
        funcionários.
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E
              ORÇAMENTÁRIA
    FORMAS BÁSICAS DE ORGANIZAÇÃO EMPRESARIAL
     Sociedade Anônima: é uma entidade empresarial
      intangível, 15% da empresas, possuem acionistas,
      pode exercer papel próprio como Pessoa Jurídica,
      corresponde a 80% dos lucros empresariais.
     • Pontos Fracos: Impostos mais altos, maiores
         gastos organizacionais, maior controle
         governamental, ausência de sigilo.
     • Pontos Fortes: podem alcançar grandes operações,
         devido a possibilidade de venda de ações,
         possibilidade de contratar administradores
         profissionais, maior capacidade de expansão,
         usufrui de algumas vantagens tributárias.
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E
           ORÇAMENTÁRIA
  A FUNÇÃO DA ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA:
   Uma visão Organizacional: a importância da
    administração financeira depende do
    tamanho da empresa, dentro de uma
    empresa de médio à grande porte, temos o
    presidente financeiro, tesoureiro,
    controladoria, etc.
    Torna-se fundamental, tendo em vista que a
    maioria das decisões são medidas em
    termos financeiros, todas as áreas
    necessitam interagir com as finanças.
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E
            ORÇAMENTÁRIA
  A FUNÇÃO DA ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA:
   Relacionamento com a Economia: está
    estreitamente ligado a Economia, tendo em
    vista que as empresas operam dentro do
    sistema econômico, o administrador deve
    ser capaz de interpretar os vários níveis de
    atividade econômica e as mudanças da
    política econômica.
    O principio econômico mais utilizado pela
    administração financeira é a analise
    marginal, que trabalha com os benefícios e
    os custos adicionais.
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E
           ORÇAMENTÁRIA
  A FUNÇÃO DA ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA:
   Relacionamento com a Contabilidade: por
    vezes se confundem as funções dentro de
    uma organização, mas existem 2 diferenças
    básicas:
   • Ênfase no fluxo de caixa: enquanto a
      contabilidade elabora seus relatórios
      baseado no regime de competência a
      administração financeira leva em
      consideração o regime de caixa, para uma
      melhor analise.
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E
            ORÇAMENTÁRIA
  A FUNÇÃO DA ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA:
   Relacionamento com a Contabilidade:
Exemplo: Uma empresa no final de seu exercício fiscal
   realizou a venda de um veiculo por R$ 100.000.00,
   este veiculo foi adquirido durante o ano por R$
   80.000.00. Embora a empresa já tivesse arcado
   com o custo do veiculo ao longo do ano, no
   encerramento do exercício ainda não havia recebido
   os R$ 100.000,00 do cliente.

   Observem as diferentes visões desta situação para
   o contador e o administrador financeiro:
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E
            ORÇAMENTÁRIA
  A FUNÇÃO DA ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA:
   Relacionamento com a Contabilidade:
Exemplo:


   Visão do contador       Visão do Administrador

 Resultado do exercício        Fluxo de caixa

Vendas      100.000,00    Entrada de caixa   0,00
Custo        80.000,00    Saída          80.000,00
Lucro        20.000,00    Fluxo de caixa -80.000,00
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E
              ORÇAMENTÁRIA
    A FUNÇÃO DA ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA:
    Relacionamento com a Contabilidade: por
     vezes se confundem as funções dentro de
     uma organização, mas existem 2 diferenças
     básicas:
    • Tomada de decisão: o contador toma suas
       decisões baseadas em coleta e
       apresentação de dados, e o administrador
       financeiro deve analisar os demonstrativos
       contábeis, desenvolver dados adicionais,
       avaliar os riscos e os retornos e tomar as
       decisões.
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E
             ORÇAMENTÁRIA
ATIVIDADES CHAVES DO ADMINISTRADOR FINANCEIRO
   Análise e planejamento financeiro:
    transformação de dados financeiros em
    informações que possam ser utilizadas para
    monitorar a a situação financeira da empresa,
    avaliação da necessidade de aumentar ou
    reduzir a atividade produtiva, determinação
    dos aumentos ou reduções dos investimentos.
    Assegurar que os recursos adequados estarão
    disponíveis para o alcance dos objetivos.
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E
            ORÇAMENTÁRIA
    ATIVIDADES CHAVES DO ADMINISTRADOR
                  FINANCEIRO
   Decisões de investimento: determinam
    a combinação entre os tipos de ativos
    da empresa, refere-se aos recursos
    aplicados em ativos circulantes ou
    ativos permanentes, e dentro desses
    ativos analisar quais investimentos
    devem ser feitos, também é importante
    saber quando os ativos existentes
    devem ser modificados, substituídos ou
    liquidados.
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E
            ORÇAMENTÁRIA
    ATIVIDADES CHAVES DO ADMINISTRADOR
                  FINANCEIRO
   Decisões de financiamento: determina a
    combinação mais adequada de
    financiamentos a curto ou a longo
    prazo, e também a combinação e a
    determinação da fonte mais vantajosa
    de financiamento a curto e longo prazo
    em um determinado momento.
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E
         ORÇAMENTÁRIA
Analise e Planejamento Financeiro
       Balanço Patrimonial
      Ativos       Passivos
   Circulantes    Circulantes
     Ativos       Patrimônio
  Permanentes      Liquido
   Decisões de    Decisões de
  Investimento   Financiamento
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E
           ORÇAMENTÁRIA
              CALCULAR:
AC:        PC:
RLP:       ELP:
AP:        PL:

CCL = AC – PC
ILC = AC / PC
ILS = AC-E / PC
ILT= AC+RLP / PC+ELP
GI= AP / PL
Exercício:
                    BALANÇO PATRIMONIAL
     ATIVO                          PASSIVO


Disponibilidades         400    Fornecedores         2.400
Contas a Receber        6.000   Contas a Pagar       1.200
Estoques                2.000   Empréstimos          3.000
Adiant. a empreg.        600    IR a pagar            800


Empréstimo              2.000   Financiamento        4.000


Investimentos           1.600   Capital Social       4.000
Imobilizado             6.000   Reserva de capital    800
(-) Depreciação        -1.200   Lucro Acumulado      1.200
Exercício:
                     BALANÇO PATRIMONIAL
        ATIVO                      PASSIVO
Circulante              9.000 Circulante               7.400
  Disponibilidades        400    Fornecedores          2.400
  Contas a Receber       6.000   Contas a Pagar        1.200
  Estoques               2.000   Empréstimos           3.000
  Adiant. a empreg.       600    IR a pagar              800
RLP                     2.000 E L P                    4.000
  Empréstimos            2.000   Financiamento         4.000
Permanente              6.400 Patrimônio Liquido       6.000
  Investimentos          1.600   Capital               4.000
  Imobilizado            6.000   Reserva de Capital      800
  (- ) Depreciação      -1.200   Lucro Acumulado       1.200
Total                  17.400 Total                   17.400
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E
      ORÇAMENTÁRIA
        CALCULAR:

      CCL = 1.600,00
        ILC = 1,21
        ILS = 0,94
         ILT= 0,96
        GI= 106%
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E
             ORÇAMENTÁRIA

9000
8000
7000
6000                                AC
                                    RLP
5000
                                    AP
4000
                                    PC
3000                                ELP
2000                                PL
1000
   0
                Exercício
Exercício:
                     BALANÇO PATRIMONIAL
        ATIVO                         PASSIVO
Circulante             11.700 Circulante               7.100
  Disponibilidades       1.500   Fornecedores          3.000
  Contas a Receber       4.000   Contas a Pagar          900
  Estoques               5.500   Empréstimos           2.500
  Adiant. a empreg.       700    IR a pagar              700
RLP                     2.800 E L P                    3.600
  Empréstimos            2.800   Financiamento         3.600
Permanente              5.400 Patrimônio Liquido       9.200
  Investimentos          1.000   Capital Social        7.000
  Imobilizado            3.600   Reserva de Capital    1.000
  (- ) Depreciação        -800   Lucro Acumulado       1.200
Total                  19.900 Total                   19.900
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E
      ORÇAMENTÁRIA
        CALCULAR:

      CCL = 4.600,00
        ILC = 1,64
        ILS = 0,87
         ILT= 1,35
         GI= 58%
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E
              ORÇAMENTÁRIA
                CALCULAR:
12000

10000

8000                                 AC
                                     RLP
6000                                 AP
                                     PC
4000                                 ELP
                                     PL
2000

   0
                 Exercício
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E
               ORÇAMENTÁRIA
                     RECAPITULANDO:
   Índice de liquidez seca;
   Índice de liquidez total;
   Grau de imobilização;
   Oportunidades de trabalho na área
    financeira:
    •   Serviços financeiros;
    •   Administração financeira;
   Tipos de organização empresarial:
    •   Firma individual;
    •   Sociedade;
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA

               RECAPITULANDO:
   Organização empresarial:
    •    Sociedade Anônima;
   Funções da Administração Financeira:
    •    Visão Organizacional;
    •    Relacionamento com a economia;
            Analise Marginal;
    •    Relacionamento com a Contabilidade;
            Ênfase no Fluxo de Caixa;
            Tomada de Decisão;
   Atividades chave do Adm. Financeiro;
    •    Análise e Planejamento;
    •    Decisão de investimento;
    •    Decisão de financiamento;
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA

              RECAPITULANDO:

                Taxa de Juros Selic
Selic: Sistema Especial de Liquidação e Custódia.
   Redução da Taxa Selic para 11,25% a. a.
   Um passo de uma estratégia;
   Bancos trabalham com taxas arbitrarias;
   Margem de Manobra;
   Espera-se o aquecimento do mercado e
    melhora na oferta de crédito.
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E
              ORÇAMENTÁRIA
          MERCADO FINANCEIRO
É constituído de empresas que operam em
   um ambiente econômico, onde existem
   empresas com recursos financeiros em
   excesso e outras com falta de recursos.
  Agentes superavitários: pessoas,
   empresas, governos, etc. Com recursos
   financeiros excedentes;
  Agentes deficitários: pessoas,
   empresas, governos, etc. Com falta de
   recursos.
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E
              ORÇAMENTÁRIA
          MERCADO FINANCEIRO
 Intermediários financeiros: canalizam os
  recursos dos agentes superavitários
  para os agentes deficitários.
O mercado financeiros é a reunião das
  instituições financeiras capazes de
  intermediar recursos. Sua principal
  atividade é captar recursos
  (superavitários), e aplicar recursos
  (deficitários).
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E
          ORÇAMENTÁRIA

        MERCADO FINANCEIRO
Esta atividade de intermediação reverte-se
   situação de risco, pois, existe certa
   probabilidade de os tomadores de recursos
   não pagarem pelos recursos emprestados,
   quanto maior o risco, maior a taxa de juros
   cobrada.
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E
            ORÇAMENTÁRIA
         MERCADO FINANCEIRO
Mercado Financeiro Brasileiro:
 Sistema Financeiro Nacional (SFN):
 Autoridades Monetárias:
  • Conselho Monetário Nacional: Órgão
    normativo, sem função executiva, fixação
    das diretrizes monetária, creditícia e
    cambial;
  • Banco Central do Brasil: Órgão executivo,
    responsável pela fiscalização e cumprimento
    das disposições que regulam o
    funcionamento do sistema financeiro.
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E
             ORÇAMENTÁRIA
          MERCADO FINANCEIRO
Mercado Financeiro Brasileiro:
 Autoridades Monetárias:
 • Comissão de valores Mobiliários: órgão
   normativo e responsável pelo
   desenvolvimento e fiscalização da emissão e
   negociação das bolsas de valores;
 • Instituições auxiliares:
      Banco do Brasil: Crédito Rural, agente financeiro;
      Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e
       Social (BNDES): investimentos e fomento do Pais;
      Caixa Econômica Federal: Função social, habitação.
                                                 habitação
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E
             ORÇAMENTÁRIA
          MERCADO FINANCEIRO
Mercado Financeiro Brasileiro:
 Instituições do sistema financeiro:
  • Bancos Comerciais: múltiplas funções, base
    da sistema monetário, intermediários
    financeiros;
  • Caixas Econômicas: sistema financeiro de
    habitação, objetivos sociais;
  • Bancos de Desenvolvimento: BNDES;
  • Bancos de Investimento: intermediar
    recursos de médio e longo prazo;
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E
             ORÇAMENTÁRIA
          MERCADO FINANCEIRO
Mercado Financeiro Brasileiro:
 Instituições do sistema financeiro:
  • Sociedade de Arrendamento Mercantil:
    trabalham basicamente com operações de
    Leasing, médio e longo prazo;
  • Bancos Múltiplos: podem desenvolver várias
    funções no sistema financeiro;
  • Bolsas de Valores: fornecem estrutura para
    a negociação de ações;
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E
               ORÇAMENTÁRIA
            MERCADO FINANCEIRO
   Mercado Monetário: são negociados
    operações de curto e curtíssimo prazo,
    utilizado pelo governo federal para as
    políticas monetárias;
   Mercado de crédito: onde atuam os
    bancos comerciais e múltiplos, realizam
    a intermediação entre tomadores de
    créditos;
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E
               ORÇAMENTÁRIA
           MERCADO FINANCEIRO
   Mercado de capitais: financiam as
    atividades produtivas e o capital de giro
    das empresas, por meio de recursos de
    médio e longo prazos, é responsável
    também pelas negociação de ações;
   Mercado de cambio: são negociadas
    moedas internacionais, muito utilizado
    pelas empresas exportadoras.
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA


ANÁLISE DE RELAÇÕES DO ADMINISTRADOR
               FINANCEIRO:
   Clientes internos:
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA


   Clientes Internos:
    •    Diretoria: Relação aberta e franca, todos os
         acontecimentos com relação as finanças da
         empresa deve ser repassado para a Diretoria,
         mostrar as melhores alternativas;
    •    Recursos Humanos: as atividades mais comum
         desse setor são diretamente ligadas a
         Administração Financeira, ex: contratação,
         demissão, benefícios;
    •    Contabilidade e Auditoria: o administrador
         financeiro depende das demonstrações de
         resultado, para saber os efeitos gerados pelas suas
         ações e decisões, também deve ser responsável
         pelos seus atos perante a Auditoria;
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA

   Clientes Internos:
    •    Setor Administrativo: é responsável pelo bom
         desempenho dos setores relacionados;
    •    Setor Jurídico: sua relação estará ligada as
         cobranças de títulos, com clientes e fornecedores,
         processos trabalhistas e demais ações judiciais;
    •    Produção: Aquisições de novos equipamentos,
         determinação de aumento ou diminuição da
         produção;
    •    Planejamento e Controle: determinar os orçamentos
         de despesas por departamento, todas as ações
         devem passar pelas mãos do Administrador
         Financeiro, para que ele possa inserir em seu
         cronograma de fluxo de caixa e administrar da
         melhor forma as finanças empresariais;
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA


   Clientes Internos:
    •    Setor Comercial: esta relação deve ser bastante
         estreita, pois, a sobrevivência do empreendimento
         depende dessa boa relação, a Administrador
         Financeiro deverá administrar bem o equilíbrio entre
         a Liquidez e Rentabilidade, determinar as políticas
         de descontos para fornecedores, descontos a
         clientes, os prazos para pagamentos de títulos e os
         prazos para recebimento das vendas.
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA


   Clientes Externos:
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA


   Clientes Externos:
    •    Governos: Federal, Estadual ou Municipal, o
         administrador financeiro é o representante da
         empresa junto aos órgãos governamentais de
         fiscalização e de auditoria;
    •    Fornecedores: relação de parceria, em momentos de
         estabilidade financeira a empresa consegue honrar
         seus compromissos e a relação com os fornecedores
         é muito boa, mais em épocas de poucos recursos
         uma relação de parceria com os fornecedores é
         fundamental;
    •    Investidores: são as pessoas que injetam dinheiro
         em um negócios buscando retornos, devem
         estabelecer uma relação duradoura e de confiança.
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA

   Clientes Externos:
    •    Clientes: em algumas empresas os créditos de maior
         valor são dependem da autorização do Adm.
         Financeiro, com isso pode-se estabelecer uma
         relação de parceria com os clientes, lembre-se que
         você pode ser o fornecedor de alguém, e lembre da
         importância que você dá a um fornecedor parceiro;
    •    Instituições Financeiras: esta relação é fundamental,
         pois, é às instituições financeiras que darão o
         suporte de recursos para a empresa em momentos
         de necessidade;
    •    Órgãos Reguladores: fazer parte de um órgão que
         represente a empresa em situações e negociações, é
         importantíssimo, pois, normalmente essas entidades
         representam um grande numero de empresas, e
         assim possuem maior poder e representatividade.
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA
              ÁREAS DE CONHECIMENTO
   Contabilidade: deve ter o mínimo de noções
    desta área, pois, trabalha com demonstrações
    financeiras a fim de emitir seu parecer sobre a
    saúde financeira da empresa. Deve saber
    interpretar as demonstrações financeiras;
   Economia: Visão global do mercado, deve
    saber as especificidades da micro-economia e
    as tendências da macro-economia;
   Matemática Financeira: conhecimentos como
    taxas de juros, descontos, pagamentos
    antecipados, prazos médios, etc. São
    fundamentais para as negociações com bancos,
    fornecedores e clientes, bem como para
    projeções e planejamentos.
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA

 FONTES DE INFORMAÇÃO DA ADMINISTRAÇÃO
                     FINANCEIRA
O Adm. Financeiro utiliza informações internas
   (sobre a empresa) e externas (sobre o
   ambiente ou mercado), as informações
   internas são obtidas através de demonstrações
   financeiras e contábeis. As informações
   externas importantes abrangem as tendências
   de mercado, ações da concorrência, decisões
   de política econômica, a situação do mercado
   internacional, essas informações são obtidas
   através de revistas especializadas, jornais,
   seminários, associações, sindicatos, etc.
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA
DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS E FINANCEIRAS
As demonstrações são elaboradas segundo a prática
    contábil do regime de competência, ou seja, as
    receitas e despesas são contabilizadas e reconhecidas
    quando ocorre o fato gerador, e não quando há a
    efetiva entrada ou saída de caixa.
Ex: A empresa Bocaiúva Ltda, em um determinado
    período, realizou vendas no valor de R$ 35.000, cujo
    custo foi de R$ 25.000. Das vendas, parte recebeu à
    vista R$8.000, e o restante será recebido num prazo
    superior ao da data do relatório. Das mercadorias
    utilizadas, a empresa pagou R$ 12.000, ficando o
    restante para o período seguinte.
Os resultados em termos de lucro e de fluxo de caixa são
    os seguintes:
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA

     DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS E
             FINANCEIRAS
Os resultados em termos de lucro e de fluxo de
   caixa são os seguintes:
     Regime de   R$         Regime de R$
     Competência            Caixa
     Vendas no   35.000     Valores   8.000
     período                Recebidos
     Custo das     (25.000) Pagamentos (12.000)
     mercadorias            de Insumos
     Lucro do      10.000   Resultado   (4.000)
     Período                do Caixa
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA
     DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS E FINANCEIRAS
                Exercício de Fixação:
A empresa Pinheiro Ltda, em um determinado período
   realizou a venda de 2 veículos no valor unitário de
   R$ 23.550,00 e mais uma moto no valor de R$
   5.200,00. Sabe-se que o custo de aquisição dos
   veículos pela empresa foi de R$ 31.000,00 e da
   moto foi de R$3.400,00 mas o valor devido pela
   moto a empresa ainda não pagou. Até o final do
   período de apuração contábil a empresa havia
   recebido R$ 31.300,00 pelo pagamento das
   vendas, calcule qual foi a margem de lucro, o
   resultado de caixa e quanto a empresa tem a
   receber.
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA
 DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS E FINANCEIRAS
            Exercício de Fixação:
Regime de Competência ( Contador ):

Vendas do Período:

Custo das Mercadorias:

Lucro do Período:
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA
 DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS E FINANCEIRAS
            Exercício de Fixação:
Regime de Competência ( Contador ):

Vendas do Período:         47.100 + 5.200 =
                           52.300
Custo das Mercadorias:     31.000 + 3.400 =
                           34.400
Lucro do Período:               17.900,00
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA
 DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS E FINANCEIRAS
            Exercício de Fixação:
Regime de Caixa ( Administrador ):

Valores Recebidos:

Pagamento pelas Mercadorias:

Resultado de Caixa:
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA
 DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS E FINANCEIRAS
            Exercício de Fixação:
Regime de Caixa ( Administrador ):


Valores Recebidos:                   31.300,00

Pagamento pelas Mercadorias:         31.000,00

Resultado de Caixa:                   300,00

Contas à Receber: R$ 21.000,00
Contas à Pagar: R$ 3.400,00
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA
                   RECAPITULANDO:
   Clientes Internos da Adm. Financeira:
    •    Diretoria;
    •    Recursos Humanos;
    •    Contabilidade e Auditoria;
    •    Setor Administrativo Geral;
    •    Setor Jurídico;
    •    Produção;
    •    Planejamento e Controle;
    •    Setor Comercial;
   Clientes Externos da Adm. Financeira:
    •    Governos;
    •    Fornecedores;
    •    Investidores;
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA

                     RECAPITULANDO:
Clientes Externos da Adm. Financeira:
    •    Clientes;
    •    Instituições Financeiras;
    •    Órgãos Reguladores e representativos;
   Áreas de conhecimento do Adm. Financeiro:
    •    Contabilidade;
    •    Economia;
    •    Matemática Financeira;
   Fontes de Informação para o Adm. Financeiro:
    •    Internas;
    •    Externas;
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA

                 RECAPITULANDO:
   Demonstrações Financeiras e Contábeis:
    •   Regime de Competência;
    •   Regime de Caixa;
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA

     DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS E
             FINANCEIRAS
O método de contabilização por regime de
   competência considera para o resultado final os
   valores das contas de Receitas, custos e
   despesas, independente da entrada do dinheiro
   no caixa. Os valores a receber e a pagar
   constarão no balanço patrimonial.
O regime de caixa só reconhece os fatos quando o
   dinheiro efetivamente entra ou sai do caixa,
   portanto, no exemplo houve ou lucro de R$
   17.900, e um resultado e caixa de R$ 300,00.
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA


      DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS E FINANCEIRAS
O artigo 176 da Lei nº 6,404 de 15/12/1976,
   determina que as empresas com capital aberto,
   ou seja, empresas de Sociedade Anônimas,
   devem publicar ao final de cada exercício social
   com duração de 1 ano, as seguintes
   demonstrações financeiras:
   Balanço patrimonial;
   Demonstração de resultados do exercício;
   Demonstração de lucros ou prejuízos acumulados, ou
    demonstração das mutações do patrimônio liquido;
   Demonstrações das origens e aplicações de recursos;
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA


  DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS E FINANCEIRAS
Juntamente com essas quatro demonstrações,
   contábeis ou financeiras, as companhias
   publicam o relatório da Administração, Notas
   explicativas, Parecer do conselho fiscal e
   parecer dos Auditores Independentes.

As empresas formadas sob outras formas jurídicas
   também adotam a mesma estrutura das
   demonstrações contábeis e financeiras, mas
   não a publicam.
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA
     DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS E FINANCEIRAS
                 Balanço Patrimonial
Demonstra a situação estática da empresa em
   determinada data. Cada empresa pode escolher
   qualquer data para encerramento do balanço,
   conforme sua conveniência e necessidade, mas a
   grande maioria das empresas brasileiras encerra o
   Balanço Patrimonial em 31 de dezembro de cada
   ano, coincidindo como encerramento do ano civil.

No Balanço Patrimonial as contas do Ativo e Passivo
   devem ser agrupadas de modo a facilitar o
   conhecimento e a análise da situação financeira,
   também devem ser agrupadas em ordem
   decrescente de grau de liquidez para o Ativo, e de
   exigibilidade para o Passivo.
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA
 DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS E FINANCEIRAS
            Balanço Patrimonial

Estrutura do Ativo: apresentados em ordem
   de liquidez decrescente, de acordo com a
   rapidez com que o item pode ser
   convertido em caixa.
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA
 DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS E FINANCEIRAS
              Balanço Patrimonial

Ativo Circulante: todos os bens e direitos que
   poderão ser convertidos em dinheiro a curto
   prazo, ou seja, dentro ciclo operacional da
   empresa que na maioria é de 12 meses (1
   ano). Os recursos do Ativo Circulante, são os
   recursos utilizados pela empresa para o
   desenvolvimento de suas atividades
   operacionais.
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA

             Balanço Patrimonial
                Ativo Circulante:
Disponibilidades: são os recursos que podem ser
   utilizados imediatamente pela empresa. Dentre
   elas:
  Caixa: Valores em dinheiro;
  Bancos: valores depositados em instituições
   financeiras para livre movimentação;
  Aplicações de Liquidez imediata: são aplicações
   financeiras de fácil resgate, aplicações de
   curtíssimo prazo;
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA
             Balanço Patrimonial
               Ativo Circulante:
Realizável a Curto Prazo: São recursos que
  poderão ser convertidos em dinheiro no
  período do exercício, ou seja, 1 ano.
 Aplicações Financeiras: recursos aplicados que
  podem ser convertidos em dinheiro no prazo
  de 1 ano;
 Contas a receber: são títulos de crédito emitido
  contra clientes;
 Saques de exportação: valores a receber
  equivalentes a duplicatas a receber
  provenientes de exportações;
 Impostos a Recuperar: saldo de ICMS;
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA

             Balanço Patrimonial
                Ativo Circulante:
Estoques: Contem os valores de todos os
   produtos: matéria-prima, componentes,
   insumos, produtos em elaboração, produtos
   acabados.
  Estoque de produtos em elaboração: produtos
   que estão sendo montados ou produzidos, ex:
   fabricação de navio;
  Estoque de produtos acabados: valor dos
   produtos prontos, mais ainda não
   comercializados;
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA

             Balanço Patrimonial
               Ativo Circulante:

Outros Ativos Circulantes: Outras
  disponibilidades que a empresa possa ter no
  período de exercício, como: adiantamento a
  Funcionários, adiantamento de comissões,
  tributos a recuperar, etc.
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA
     DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS E FINANCEIRAS
                 Balanço Patrimonial

Ativo Realizável a Longo Prazo: São valores que podem
    ser convertidos em dinheiro em um prazo superior a 1
    ano, contando da data do Balanço Patrimonial.
   Empréstimos;
   Impostos a recuperar;

Obs.: Todas as contas do Ativo Circulante, com exceção
   das Disponibilidades, podem aparecer nesta conta,
   desde que seu período de realização seja superior a 1
   ano.
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA
 DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS E FINANCEIRAS
             Balanço Patrimonial

Ativo Permanente: recursos aplicados em bens
   não destinados a venda.
  Investimentos: são atividades que não se
   destinam especialmente as atividades das
   empresas, ex: obras de arte, ações de outras
   empresas, imóvel para futura utilização ou
   para locação.
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA
 DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS E FINANCEIRAS
             Balanço Patrimonial

Ativo Permanente:
  Imobilizado: bens e direitos que se detinam a
   manutenção das atividades operacionais da
   empresa. Devem ter seu valor corrigido pela
   depreciação. Ex: Terrenos, edifícios,
   instalações, máquinas, veículos, móveis,
   Marcas e Patentes industriais, etc.
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA
 DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS E FINANCEIRAS
             Balanço Patrimonial

Ativo Permanente:
  Diferido: Gastos em ações que proporcionarão
   benefícios em exercícios futuros, ex: gasto com
   desenvolvimento de produtos, gasto com
   pesquisas, despesas de reorganização, etc.
Balanço Patrimonial
                   ATIVO                 Passivo
Ativo Circulante:
Disponibilidades:

      •Caixa;
      •Bancos;
      •Aplicação de liquidez Imediata;
   Realizáveis a Curto Prazo:
      •Clientes;
      •Aplicações de curto Prazo;
      •Saques de exportação;
      •Impostos a recuperar;
   Estoques:
      •Produtos Acabados;
      •Produtos em Elaboração;

Balanço Patrimonial
                   ATIVO               Passivo
Ativo Circulante:
Realizável a Longo Prazo:
Empréstimos;

Impostos a recuperar;

Aplicações Financeiras;

Outros realizáveis a longo Prazo;

Ativo Permanente:
Investimentos:

     •Ações de outras Empresas;
     •Imóveis não destinados ao uso;
   Imobilizado:
     •Terrenos;
     •Máquinas e equipamentos;

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Contabilidade basica atlas[1]
Contabilidade basica   atlas[1]Contabilidade basica   atlas[1]
Contabilidade basica atlas[1]
José Souza
 
Administração financeira análise de balanços
Administração financeira   análise de balançosAdministração financeira   análise de balanços
Administração financeira análise de balanços
Kleber Mantovanelli
 
Curso de Gestão Financeira.
Curso de Gestão Financeira.Curso de Gestão Financeira.
Curso de Gestão Financeira.
B&R Consultoria Empresarial
 
Administração financeira
Administração financeiraAdministração financeira
Administração financeira
Francine Manhabosco
 
Inflacao
InflacaoInflacao
Slides Introdução à Contabilidade
Slides  Introdução à ContabilidadeSlides  Introdução à Contabilidade
Slides Introdução à Contabilidade
Ana Paula Bevilacqua
 
Aula 1 Introdução à Gestão Financeira 06.04.2011
Aula 1   Introdução à Gestão Financeira 06.04.2011Aula 1   Introdução à Gestão Financeira 06.04.2011
Aula 1 Introdução à Gestão Financeira 06.04.2011
Rafael Gonçalves
 
Palestra capital de giro
Palestra capital de giroPalestra capital de giro
Palestra capital de giro
Ideia Consultoria
 
Introdução à Contabilidade
Introdução à ContabilidadeIntrodução à Contabilidade
Introdução à Contabilidade
Eliseu Fortolan
 
Administração financeira
Administração financeiraAdministração financeira
Administração financeira
Marcelle França
 
Planejamento Estratégico, Tático e Operacional
Planejamento Estratégico, Tático e OperacionalPlanejamento Estratégico, Tático e Operacional
Planejamento Estratégico, Tático e Operacional
Eliseu Fortolan
 
Introdução à Gestão Financeira
Introdução à Gestão FinanceiraIntrodução à Gestão Financeira
Introdução à Gestão Financeira
Eliseu Fortolan
 
Planejamento Financeiro Pessoal
Planejamento Financeiro PessoalPlanejamento Financeiro Pessoal
Planejamento Financeiro Pessoal
Nyedson Barbosa
 
Aula 1 introdução a adm financeira
Aula 1   introdução a adm financeiraAula 1   introdução a adm financeira
Aula 1 introdução a adm financeira
sscutrim
 
Fluxo de caixa
Fluxo de caixaFluxo de caixa
Introdução à contabilidade aula 6
Introdução à contabilidade   aula 6Introdução à contabilidade   aula 6
Introdução à contabilidade aula 6
Ester Costa Alencar
 
Balanço patrimonial
Balanço patrimonialBalanço patrimonial
Balanço patrimonial
Danilo Pereira
 
Contabilidade Básica
Contabilidade BásicaContabilidade Básica
Contabilidade Básica
André Faria Gomes
 
Aula 1 Economia e Mercado Global
Aula 1 Economia e Mercado GlobalAula 1 Economia e Mercado Global
Aula 1 Economia e Mercado Global
Luciano Cavalcante
 
Contabilidade Geral
Contabilidade GeralContabilidade Geral
Contabilidade Geral
Superprovas Software
 

Mais procurados (20)

Contabilidade basica atlas[1]
Contabilidade basica   atlas[1]Contabilidade basica   atlas[1]
Contabilidade basica atlas[1]
 
Administração financeira análise de balanços
Administração financeira   análise de balançosAdministração financeira   análise de balanços
Administração financeira análise de balanços
 
Curso de Gestão Financeira.
Curso de Gestão Financeira.Curso de Gestão Financeira.
Curso de Gestão Financeira.
 
Administração financeira
Administração financeiraAdministração financeira
Administração financeira
 
Inflacao
InflacaoInflacao
Inflacao
 
Slides Introdução à Contabilidade
Slides  Introdução à ContabilidadeSlides  Introdução à Contabilidade
Slides Introdução à Contabilidade
 
Aula 1 Introdução à Gestão Financeira 06.04.2011
Aula 1   Introdução à Gestão Financeira 06.04.2011Aula 1   Introdução à Gestão Financeira 06.04.2011
Aula 1 Introdução à Gestão Financeira 06.04.2011
 
Palestra capital de giro
Palestra capital de giroPalestra capital de giro
Palestra capital de giro
 
Introdução à Contabilidade
Introdução à ContabilidadeIntrodução à Contabilidade
Introdução à Contabilidade
 
Administração financeira
Administração financeiraAdministração financeira
Administração financeira
 
Planejamento Estratégico, Tático e Operacional
Planejamento Estratégico, Tático e OperacionalPlanejamento Estratégico, Tático e Operacional
Planejamento Estratégico, Tático e Operacional
 
Introdução à Gestão Financeira
Introdução à Gestão FinanceiraIntrodução à Gestão Financeira
Introdução à Gestão Financeira
 
Planejamento Financeiro Pessoal
Planejamento Financeiro PessoalPlanejamento Financeiro Pessoal
Planejamento Financeiro Pessoal
 
Aula 1 introdução a adm financeira
Aula 1   introdução a adm financeiraAula 1   introdução a adm financeira
Aula 1 introdução a adm financeira
 
Fluxo de caixa
Fluxo de caixaFluxo de caixa
Fluxo de caixa
 
Introdução à contabilidade aula 6
Introdução à contabilidade   aula 6Introdução à contabilidade   aula 6
Introdução à contabilidade aula 6
 
Balanço patrimonial
Balanço patrimonialBalanço patrimonial
Balanço patrimonial
 
Contabilidade Básica
Contabilidade BásicaContabilidade Básica
Contabilidade Básica
 
Aula 1 Economia e Mercado Global
Aula 1 Economia e Mercado GlobalAula 1 Economia e Mercado Global
Aula 1 Economia e Mercado Global
 
Contabilidade Geral
Contabilidade GeralContabilidade Geral
Contabilidade Geral
 

Destaque

Java acsp
Java acspJava acsp
Java acsp
Eduardo Bregaida
 
polymers-08-00219
polymers-08-00219polymers-08-00219
polymers-08-00219
Ralph Jeuken
 
10-13041-A3-U08-R03-P&ID FOR UTILITIES LINE
10-13041-A3-U08-R03-P&ID FOR UTILITIES LINE10-13041-A3-U08-R03-P&ID FOR UTILITIES LINE
10-13041-A3-U08-R03-P&ID FOR UTILITIES LINE
Shafairan Ramly
 
60-13041-A1-104-R02 - Piping Plan - Stage 4 - Plan View EL. 1.472mm (3 of 10)
60-13041-A1-104-R02 - Piping Plan - Stage 4 - Plan View EL. 1.472mm  (3 of 10)60-13041-A1-104-R02 - Piping Plan - Stage 4 - Plan View EL. 1.472mm  (3 of 10)
60-13041-A1-104-R02 - Piping Plan - Stage 4 - Plan View EL. 1.472mm (3 of 10)
Shafairan Ramly
 
Weekly Reversal Levels for May 2, 2015
Weekly Reversal Levels for May 2, 2015Weekly Reversal Levels for May 2, 2015
Weekly Reversal Levels for May 2, 2015
LunaticTrader
 
Rekayasa genetika
Rekayasa genetikaRekayasa genetika
Rekayasa genetika
Taptraga Raga
 
Lewis hine
Lewis hineLewis hine
Lewis hine
cattonia
 
Geologi Rekayasa
Geologi RekayasaGeologi Rekayasa
Geologi Rekayasa
Juleha Usmad
 
Cloud Computing Fundamental
Cloud Computing FundamentalCloud Computing Fundamental
Cloud Computing Fundamental
Dony Riyanto
 

Destaque (9)

Java acsp
Java acspJava acsp
Java acsp
 
polymers-08-00219
polymers-08-00219polymers-08-00219
polymers-08-00219
 
10-13041-A3-U08-R03-P&ID FOR UTILITIES LINE
10-13041-A3-U08-R03-P&ID FOR UTILITIES LINE10-13041-A3-U08-R03-P&ID FOR UTILITIES LINE
10-13041-A3-U08-R03-P&ID FOR UTILITIES LINE
 
60-13041-A1-104-R02 - Piping Plan - Stage 4 - Plan View EL. 1.472mm (3 of 10)
60-13041-A1-104-R02 - Piping Plan - Stage 4 - Plan View EL. 1.472mm  (3 of 10)60-13041-A1-104-R02 - Piping Plan - Stage 4 - Plan View EL. 1.472mm  (3 of 10)
60-13041-A1-104-R02 - Piping Plan - Stage 4 - Plan View EL. 1.472mm (3 of 10)
 
Weekly Reversal Levels for May 2, 2015
Weekly Reversal Levels for May 2, 2015Weekly Reversal Levels for May 2, 2015
Weekly Reversal Levels for May 2, 2015
 
Rekayasa genetika
Rekayasa genetikaRekayasa genetika
Rekayasa genetika
 
Lewis hine
Lewis hineLewis hine
Lewis hine
 
Geologi Rekayasa
Geologi RekayasaGeologi Rekayasa
Geologi Rekayasa
 
Cloud Computing Fundamental
Cloud Computing FundamentalCloud Computing Fundamental
Cloud Computing Fundamental
 

Semelhante a Aulas+de+adm+financeira+e+orçamentária+i+sms

Projetos de avaliação de empresas
Projetos de avaliação de empresasProjetos de avaliação de empresas
Projetos de avaliação de empresas
Carvalhosa & Consultores Associados
 
Apostila financ i
Apostila financ iApostila financ i
Apostila financ i
custos contabil
 
Administração financeira
Administração financeiraAdministração financeira
Administração financeira
PMY TECNOLOGIA LTDA
 
Aspectos de controladoria
Aspectos de controladoriaAspectos de controladoria
Aspectos de controladoria
Joao Telles Corrêa Filho
 
Apostila financeira
Apostila financeiraApostila financeira
Apostila financeira
Evandro Willians Wicher
 
Administração financeira
Administração financeiraAdministração financeira
Administração financeira
Théo Ferreira
 
Reposicionamento estrategico para advocacias
Reposicionamento estrategico para advocaciasReposicionamento estrategico para advocacias
Reposicionamento estrategico para advocacias
Joao Telles Corrêa Filho
 
MasterclassV_AnaliseFinanceiranaGestaoEmpresarial.pdf
MasterclassV_AnaliseFinanceiranaGestaoEmpresarial.pdfMasterclassV_AnaliseFinanceiranaGestaoEmpresarial.pdf
MasterclassV_AnaliseFinanceiranaGestaoEmpresarial.pdf
MadalenoVicente
 
Apostila afoe cont
Apostila afoe contApostila afoe cont
Apostila afoe cont
Carolina França
 
1- Capital de Giro.pptx
1- Capital de Giro.pptx1- Capital de Giro.pptx
1- Capital de Giro.pptx
AlmirSilveira7
 
SLIDES - Princípios Finanças NPG0011.pptx
SLIDES - Princípios Finanças NPG0011.pptxSLIDES - Princípios Finanças NPG0011.pptx
SLIDES - Princípios Finanças NPG0011.pptx
FranciscoGabriel60
 
A Importância da Gestão Financeira nas Empresas
A Importância da Gestão Financeira nas EmpresasA Importância da Gestão Financeira nas Empresas
A Importância da Gestão Financeira nas Empresas
Conselho Regional de Administração de São Paulo
 
0000000000000000000000000000000000000 estrutura das demostracoes_contabeis
0000000000000000000000000000000000000 estrutura das demostracoes_contabeis0000000000000000000000000000000000000 estrutura das demostracoes_contabeis
0000000000000000000000000000000000000 estrutura das demostracoes_contabeis
João Fernando Borges Domingos
 
Administração Financeira e Orçamentária Alfacastelo Moises Bagagi
Administração Financeira e Orçamentária Alfacastelo Moises BagagiAdministração Financeira e Orçamentária Alfacastelo Moises Bagagi
Administração Financeira e Orçamentária Alfacastelo Moises Bagagi
Moises Bagagi
 
Módulo 2.1 - O Balanço
Módulo 2.1 - O BalançoMódulo 2.1 - O Balanço
Módulo 2.1 - O Balanço
Eva Gomes
 
Cap 1 fundamentos da gestao do capital de giro
Cap 1   fundamentos da gestao do capital de giroCap 1   fundamentos da gestao do capital de giro
Cap 1 fundamentos da gestao do capital de giro
adrielmfbranco
 
Cap 1 Fundamentos da gestao do capital de giro
Cap 1   Fundamentos da gestao do capital de giroCap 1   Fundamentos da gestao do capital de giro
Cap 1 Fundamentos da gestao do capital de giro
FEARP/USP
 
Valoração de Tecnologias
Valoração de TecnologiasValoração de Tecnologias
Valoração de Tecnologias
pablovml
 
A Importância do Planejamento Financeiro para Micro e Pequenas Empresas.
A Importância do Planejamento Financeiro para Micro e Pequenas Empresas.A Importância do Planejamento Financeiro para Micro e Pequenas Empresas.
A Importância do Planejamento Financeiro para Micro e Pequenas Empresas.
Conselho Regional de Administração de São Paulo
 
Apresentação de Nelito Maia e Ntoya.pptxh
Apresentação de Nelito Maia  e Ntoya.pptxhApresentação de Nelito Maia  e Ntoya.pptxh
Apresentação de Nelito Maia e Ntoya.pptxh
JoaoNelito
 

Semelhante a Aulas+de+adm+financeira+e+orçamentária+i+sms (20)

Projetos de avaliação de empresas
Projetos de avaliação de empresasProjetos de avaliação de empresas
Projetos de avaliação de empresas
 
Apostila financ i
Apostila financ iApostila financ i
Apostila financ i
 
Administração financeira
Administração financeiraAdministração financeira
Administração financeira
 
Aspectos de controladoria
Aspectos de controladoriaAspectos de controladoria
Aspectos de controladoria
 
Apostila financeira
Apostila financeiraApostila financeira
Apostila financeira
 
Administração financeira
Administração financeiraAdministração financeira
Administração financeira
 
Reposicionamento estrategico para advocacias
Reposicionamento estrategico para advocaciasReposicionamento estrategico para advocacias
Reposicionamento estrategico para advocacias
 
MasterclassV_AnaliseFinanceiranaGestaoEmpresarial.pdf
MasterclassV_AnaliseFinanceiranaGestaoEmpresarial.pdfMasterclassV_AnaliseFinanceiranaGestaoEmpresarial.pdf
MasterclassV_AnaliseFinanceiranaGestaoEmpresarial.pdf
 
Apostila afoe cont
Apostila afoe contApostila afoe cont
Apostila afoe cont
 
1- Capital de Giro.pptx
1- Capital de Giro.pptx1- Capital de Giro.pptx
1- Capital de Giro.pptx
 
SLIDES - Princípios Finanças NPG0011.pptx
SLIDES - Princípios Finanças NPG0011.pptxSLIDES - Princípios Finanças NPG0011.pptx
SLIDES - Princípios Finanças NPG0011.pptx
 
A Importância da Gestão Financeira nas Empresas
A Importância da Gestão Financeira nas EmpresasA Importância da Gestão Financeira nas Empresas
A Importância da Gestão Financeira nas Empresas
 
0000000000000000000000000000000000000 estrutura das demostracoes_contabeis
0000000000000000000000000000000000000 estrutura das demostracoes_contabeis0000000000000000000000000000000000000 estrutura das demostracoes_contabeis
0000000000000000000000000000000000000 estrutura das demostracoes_contabeis
 
Administração Financeira e Orçamentária Alfacastelo Moises Bagagi
Administração Financeira e Orçamentária Alfacastelo Moises BagagiAdministração Financeira e Orçamentária Alfacastelo Moises Bagagi
Administração Financeira e Orçamentária Alfacastelo Moises Bagagi
 
Módulo 2.1 - O Balanço
Módulo 2.1 - O BalançoMódulo 2.1 - O Balanço
Módulo 2.1 - O Balanço
 
Cap 1 fundamentos da gestao do capital de giro
Cap 1   fundamentos da gestao do capital de giroCap 1   fundamentos da gestao do capital de giro
Cap 1 fundamentos da gestao do capital de giro
 
Cap 1 Fundamentos da gestao do capital de giro
Cap 1   Fundamentos da gestao do capital de giroCap 1   Fundamentos da gestao do capital de giro
Cap 1 Fundamentos da gestao do capital de giro
 
Valoração de Tecnologias
Valoração de TecnologiasValoração de Tecnologias
Valoração de Tecnologias
 
A Importância do Planejamento Financeiro para Micro e Pequenas Empresas.
A Importância do Planejamento Financeiro para Micro e Pequenas Empresas.A Importância do Planejamento Financeiro para Micro e Pequenas Empresas.
A Importância do Planejamento Financeiro para Micro e Pequenas Empresas.
 
Apresentação de Nelito Maia e Ntoya.pptxh
Apresentação de Nelito Maia  e Ntoya.pptxhApresentação de Nelito Maia  e Ntoya.pptxh
Apresentação de Nelito Maia e Ntoya.pptxh
 

Mais de IFMG e COLTEC

7 ferramentas-da-qualidade
7 ferramentas-da-qualidade7 ferramentas-da-qualidade
7 ferramentas-da-qualidade
IFMG e COLTEC
 
Aimportanciadofeedback (1)
Aimportanciadofeedback (1)Aimportanciadofeedback (1)
Aimportanciadofeedback (1)
IFMG e COLTEC
 
Exercicios disciplina comunicacao_oficial
Exercicios disciplina comunicacao_oficialExercicios disciplina comunicacao_oficial
Exercicios disciplina comunicacao_oficial
IFMG e COLTEC
 
Apostiladecontabilidadegeral 130513121255-phpapp02
Apostiladecontabilidadegeral 130513121255-phpapp02Apostiladecontabilidadegeral 130513121255-phpapp02
Apostiladecontabilidadegeral 130513121255-phpapp02
IFMG e COLTEC
 
Administração pública (1)
Administração pública (1)Administração pública (1)
Administração pública (1)
IFMG e COLTEC
 
481135 tabela-dieta-dos-pontos
481135 tabela-dieta-dos-pontos481135 tabela-dieta-dos-pontos
481135 tabela-dieta-dos-pontos
IFMG e COLTEC
 
A empresa-moderna
A empresa-modernaA empresa-moderna
A empresa-moderna
IFMG e COLTEC
 
Aulas+de+adm+financeira+e+orçamentária+i+sms
Aulas+de+adm+financeira+e+orçamentária+i+smsAulas+de+adm+financeira+e+orçamentária+i+sms
Aulas+de+adm+financeira+e+orçamentária+i+sms
IFMG e COLTEC
 
A arte de argumentar
A arte de argumentarA arte de argumentar
A arte de argumentar
IFMG e COLTEC
 
ética e politica
ética e politicaética e politica
ética e politica
IFMG e COLTEC
 
A importância da administração de produção como ferramenta impulsionadora da ...
A importância da administração de produção como ferramenta impulsionadora da ...A importância da administração de produção como ferramenta impulsionadora da ...
A importância da administração de produção como ferramenta impulsionadora da ...
IFMG e COLTEC
 
A ética em socrates
A ética em socratesA ética em socrates
A ética em socrates
IFMG e COLTEC
 
Agrosoft brasil novos clones de seringueira do iac começam a produzir láte...
Agrosoft brasil    novos clones de seringueira do iac começam a produzir láte...Agrosoft brasil    novos clones de seringueira do iac começam a produzir láte...
Agrosoft brasil novos clones de seringueira do iac começam a produzir láte...
IFMG e COLTEC
 
Amaral antonio ontologia_relacao_etica_politica
Amaral antonio ontologia_relacao_etica_politicaAmaral antonio ontologia_relacao_etica_politica
Amaral antonio ontologia_relacao_etica_politica
IFMG e COLTEC
 
O esquema12
O esquema12O esquema12
O esquema12
IFMG e COLTEC
 
Resumo ze diorceu
Resumo ze diorceuResumo ze diorceu
Resumo ze diorceu
IFMG e COLTEC
 
Ditadura fundamentos vladimir_herzog
Ditadura fundamentos vladimir_herzogDitadura fundamentos vladimir_herzog
Ditadura fundamentos vladimir_herzog
IFMG e COLTEC
 

Mais de IFMG e COLTEC (17)

7 ferramentas-da-qualidade
7 ferramentas-da-qualidade7 ferramentas-da-qualidade
7 ferramentas-da-qualidade
 
Aimportanciadofeedback (1)
Aimportanciadofeedback (1)Aimportanciadofeedback (1)
Aimportanciadofeedback (1)
 
Exercicios disciplina comunicacao_oficial
Exercicios disciplina comunicacao_oficialExercicios disciplina comunicacao_oficial
Exercicios disciplina comunicacao_oficial
 
Apostiladecontabilidadegeral 130513121255-phpapp02
Apostiladecontabilidadegeral 130513121255-phpapp02Apostiladecontabilidadegeral 130513121255-phpapp02
Apostiladecontabilidadegeral 130513121255-phpapp02
 
Administração pública (1)
Administração pública (1)Administração pública (1)
Administração pública (1)
 
481135 tabela-dieta-dos-pontos
481135 tabela-dieta-dos-pontos481135 tabela-dieta-dos-pontos
481135 tabela-dieta-dos-pontos
 
A empresa-moderna
A empresa-modernaA empresa-moderna
A empresa-moderna
 
Aulas+de+adm+financeira+e+orçamentária+i+sms
Aulas+de+adm+financeira+e+orçamentária+i+smsAulas+de+adm+financeira+e+orçamentária+i+sms
Aulas+de+adm+financeira+e+orçamentária+i+sms
 
A arte de argumentar
A arte de argumentarA arte de argumentar
A arte de argumentar
 
ética e politica
ética e politicaética e politica
ética e politica
 
A importância da administração de produção como ferramenta impulsionadora da ...
A importância da administração de produção como ferramenta impulsionadora da ...A importância da administração de produção como ferramenta impulsionadora da ...
A importância da administração de produção como ferramenta impulsionadora da ...
 
A ética em socrates
A ética em socratesA ética em socrates
A ética em socrates
 
Agrosoft brasil novos clones de seringueira do iac começam a produzir láte...
Agrosoft brasil    novos clones de seringueira do iac começam a produzir láte...Agrosoft brasil    novos clones de seringueira do iac começam a produzir láte...
Agrosoft brasil novos clones de seringueira do iac começam a produzir láte...
 
Amaral antonio ontologia_relacao_etica_politica
Amaral antonio ontologia_relacao_etica_politicaAmaral antonio ontologia_relacao_etica_politica
Amaral antonio ontologia_relacao_etica_politica
 
O esquema12
O esquema12O esquema12
O esquema12
 
Resumo ze diorceu
Resumo ze diorceuResumo ze diorceu
Resumo ze diorceu
 
Ditadura fundamentos vladimir_herzog
Ditadura fundamentos vladimir_herzogDitadura fundamentos vladimir_herzog
Ditadura fundamentos vladimir_herzog
 

Aulas+de+adm+financeira+e+orçamentária+i+sms

  • 1. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA CURSO: ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS PROF. RAFAEL G. JAWORSKI 1º SEMESTRE 2009
  • 2. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA OBJETIVOS:  Demonstrar para o aluno conceitos teóricos de administração financeira, bem como a aplicação pratica destes conceitos teóricos;  Possibilitar aos alunos a capacidade de analise da situação financeira dos diversos tipos de empresas;  Possibilitar aos alunos a capacidade de decisão sobre investimentos, após a analise da situação financeira;  Capacitar os alunos a elaboração de um plano estratégico financeiro e orçamentário.
  • 3. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA CONTEUDO PROGRAMÁTICO:  Introdução à administração financeira; • Administração financeira nas empresas; • Integração dos conceitos contábeis com os conceitos financeiros; • Funções do administrador financeiro.  Mercado financeiro brasileiro; • Sistema financeiro nacional; • Mercado financeiro; • Sistema de pagamentos brasileiros.  Inflação e Juros.  Estratégias e decisões financeiras;  Administração de capital de giro;
  • 4. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA CONTEUDO PROGRAMÁTICO:  Fundamentos e praticas de tesouraria; • Técnicas de gestão de tesouraria; • Relacionamentos bancários; • Planejamento e controle de fluxo de caixa;  Decisões de investimentos e orçamento de capital; • Orçamento de capital; • Métodos e técnicas de avaliação de invetimento; • Análise de investimento.  Decisões financeiras; • Estrutura de capital; • Capital próprio e política de dividendos; • Capital de terceiros; • Custo do capital; • Arrendamento mercantil; • Análise de alternativas financeiras.
  • 5. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA DINÂMICA DE ENSINO:  Aulas expositivas dialogadas, com utilização de materiais de apoio, como: kit multimídia, Tv e vídeo, etc;  Dinâmicas de grupo;  Trabalhos individuais e em grupo;  Estudo de casos.
  • 6. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA FORMAS DE AVALIAÇÃO:  Participação em sala;  Trabalhos individuais e em grupo;  Prova com questões objetivas e descritivas.
  • 7. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA BIBLIOGRAFIA:  HOJI, M. Administração Financeira e Orçamentária: Matemática financeira aplicada, estratégias financeiras, orçamento empresarial. 7. ed. São Paulo. Atlas, 2008.  GROPPELLI, A. A. NIKBAKHT, E. Administração financeira. 3.ed. São Paulo. Saraiva, 1999.
  • 8. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA Regras importantes:  CELULAR;  NOTEBOOK;  SENTAR SEPARADOS;  PRESENÇA;  APRENDIZAGEM E PARCERIA;  EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL;  APRESENTAÇÃO.
  • 9. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA RECURSOS DE UMA EMPRESA:  MATERIAIS;  HUMANOS;  FINANCEIROS.
  • 10. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA RECURSOS FINANCEIROS:  Devem ser utilizados para maximizar o lucro do investimento;  Maior retorno ao investimento;  Aumentar o valor de mercado da empresa e multiplicar seus recursos.
  • 11. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA OBJETIVO: “Administrar os recursos financeiros, de modo que eles proporcionem o maior rendimento e retorno esperado, frente ao capital investido.”
  • 12. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA ATIVIDADES EMPRESÁRIAIS  Atividades de operações: são as atividades operacionais, as atividades de produção, compras, vendas, administração de RH, etc;  Atividades de investimento: aplicação de recursos em caráter temporário ou permanente, da suporte as atividades operacionais, ex: compra de máquinas, etc.
  • 13. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA ATIVIDADES EMPRESÁRIAIS  Atividades de financiamento: reflete os efeitos das decisões tomadas pelas atividades operacionais e de investimento, ex: empréstimos bancários, integralização de capital da empresa, etc.
  • 14. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA Funções do administrador financeiro:  Análise, planejamento e controle financeiro: coordenar, monitorar e avaliar todas as atividades da empresa, por meio de relatórios financeiros, bem como participar ativamente das decisões estratégicas, para alavancar as operações. A gestão de riscos econômicos e financeiros ganhou importância no últimos anos.
  • 15. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA Funções do administrador financeiro:  Decisões de investimentos: diz respeito a aplicação de recursos financeiros em ativos circulantes ou realizável a longo prazo, considerando a relação adequada de risco e de retorno dos capitais investidos.
  • 16. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA Funções do administrador financeiro:  Decisões de financiamentos: é a tomada de decisão quanto a captação de financiamentos para investimentos, considerando a combinação adequada dos financiamentos a curto e a longo prazos e a estrutura de capital.
  • 17. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA Integração entre contabilidade e administração financeira:  Contabilidade função de suporte ou assessoria.  Conceitos e conhecimentos importantíssimos.  Mudanças nas formas de apresentação dos resultados.
  • 18. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA Alguns conceitos importantes:  Ciclo operacional: inicia-se com a compra da matéria-prima e encerra- se com o recebimento da venda.  Ciclo econômico: inicia-se com a compra da matéria-prima e encerra- se com a venda do produto.  Ciclo financeiro: inicia-se no momento do pagamento da matéria-prima e encerra-se no recebimento do pagamento dos produtos.
  • 19. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA Alguns conceitos importantes:  Período de contas a receber: intervalo de tempo entre a venda dos produtos até o recebimento do pagamento.  Período de contas a pagar: intervalo entre o recebimento da matéria-prima até o seu pagamento.
  • 20. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA Alguns conceitos importantes:  Patrimônio: conjunto de bens, direitos e obrigações de uma empresa.  Ativo: bens e direitos da empresa.  Passivo: obrigações da empresa.  Patrimônio Liquido: diferença entre ativo e passivo.
  • 21. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA ATIVO PASSIVO Ativo Circulante Passivo Circulante Caixa Duplicatas a Pagas Banco Duplicatas a Receber Estoque Realizável a Longo Prazo Exigível a Longo Prazo Duplicatas a receber Duplicatas a pagar Ativo Permanente Patrimônio Liquido Imóveis Capital Social Moveis e Utensílios Reserva legal Veículos Lucros ou prejuízos acumulados Marcas e Patentes
  • 22. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA Algumas contas da contabilidade:  Caixa: utilizada para registrar todas as disponibilidades da empresa. Ex Dinheiro, depósitos em bancos, aplicações, etc.  Estoques: utilizada para registrar os estoques de produtos para venda.  Capital Social: utilizada para registrar o valor investido na empresa pelos sócios ou acionistas.
  • 23. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA Diferença entre:  Gasto: é o valor dos insumos adquiridos pela empresa num determinado período.  Desembolso: é o valor devidamente pago pelos insumos adquiridos num determinado período.  Despesa: é o valor dos insumos consumidos com o funcionamento da empresa e não identificados com a fabricação.  Custo: é o valor dos insumos gastos pela empresa com a fabricação.
  • 24. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA Análise Econômico-Financeira  Análise vertical: é uma interpretação gráfica, utilizada para medir a liquidez de uma empresa. • Liquidez: capacidade que um investimento tem de ser transformado em dinheiro. Na análise vertical, estuda-se as composições do Ativo e Passivo de uma empresa, extraindo assim informações que mostram a situação da empresa em termos de liquidez.
  • 25. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA Exemplo: ANO 2001 ANO 2002 ANO 2003 Ativo Passivo Ativo Passivo Ativo Passivo AC 43.000 PC 41.000 AC 68.000 PC 67.000 AC 72.000 PC 56.000 RLP 1.000 ELP 15.000 RLP 2.500 ELP 5.000 RLP 500 ELP 11.000 AP 56.000 PL 44.000 AP 29.500 PL 28.000 AP 25.500 PL 33.000 TA 100.000 TP 100.000 TA 100.000 TP 100.000 TA 100.000 TP 100.000
  • 26. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA Exemplo: ANO 2001 ANO 2002 ANO 2003 Ativo Passivo Ativo Passivo Ativo Passivo AC 43% PC 41% AC 68% PC 67% AC 72% PC 56% RLP 1% ELP 15% RLP 2,5% ELP 5% RLP 0,5% ELP 11% AP 56% PL 44% AP 29,5% PL 28% AP 25.5% PL 33% TA 100% TP 100% TA 100% TP 100% TA 100% TP 100%
  • 27. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA 80 70 60 AC 50 RPL 40 AP 30 PC ELP 20 PL 10 0 2001 2002 2003
  • 28. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA Índices Econômicos Financeiros  O uso de índices financeiros permite que as partes interessadas possam fazer uma avaliação de vários aspectos do desempenho de uma empresa.  Estes conjuntos de índices devem ser aplicados durante um período semelhante, para se obter comparações precisas.
  • 29. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA Índices Econômicos Financeiros  Índices de Liquidez;  Índices de Atividade;  Índices de Rentabilidade e Lucratividade;  Índices de Endividamento.
  • 30. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA Índices Econômicos Financeiros  Índices de Liquidez: • Liquidez de uma empresa: capacidade de pagar suas obrigações a curto prazo, na data do vencimento; esta ligada a composição de seus ativos e passivos, de modo geral são os recursos disponíveis ou realizáveis a curto prazo. Os índices de liquidez tem a finalidade de medir a capacidade de pagamento de uma empresa, ou seja, a capacidade de cumprir com suas obrigações assumidas.
  • 31. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA Índices Econômicos Financeiros  Índices de Liquidez: • Capital circulante liquido:  CCL= Ativo circulante – Passivo circulante.  As empresas devem manter um nível mínimo de CCL, para garantir o pagamento de suas obrigações. • Índice de liquidez corrente:  Representa que para cada real de divida deve haver no mínimo o mesmo valor no ativo circulante para o pagamento.  ILC= ativo circulante / passivo circulante
  • 32. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA Índices Econômicos Financeiros  Índices de Liquidez: • Exemplos: Calcular o CCP: AC - PC 1995 4.092 - 3.412 1996 6.308 - 4.281 1997 10.755 - 5.819
  • 33. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA Índices Econômicos Financeiros  Índices de Liquidez: • Exemplos: Calcular o ILC: AC / PC 1995 4.092 / 3.412 1996 6.308 / 4.281 1997 10.755 / 5.819
  • 34. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA Índices Econômicos Financeiros  Índices de Liquidez: • Exemplos: Resultados: CCL - ILC 1995 680 - 1,19 1996 2.027 - 1,47 1997 4.936 - 1,84
  • 35. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA ANALISANDO O ARTIGO: Agora o que vale é ter Caixa Leitura e resumo.
  • 36. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA ANALISANDO O ARTIGO:  Agora o que vale é ter caixa: • Estratégias conservadoras; • Congelamento do crédito; • “são ilhas de tranqüilidade, num mar de companhias descapitalizadas.” • Os recursos garantem as atividades da empresa, sem que ela precise recorrer a linhas de crédito muito caras; • Ter uma folga de caixa para não ser surpreendida pelo imponderável; • Índice de liquidez corrente, aumento de 46% de 2003 pra cá; • “Quem tem dinheiro na mão em épocas de crise consegue fazer negócios vantajosos, como comprar um concorrente em dificuldades por preço baixo."
  • 37. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA ANALISANDO O ARTIGO:  Agora o que vale é ter caixa: • O caixa é uma fotografia estática e reflete apenas parte da situação financeira de uma empresa; • É fácil entender as vantagens de um caixa parrudo em épocas de escassez de crédito, mas a administração dessa conta no dia-a-dia é complexa. Empresas que represam demais os recursos costumam ser tachadas de companhias sem perspectiva clara de futuro, pois deveriam direcionar esse dinheiro para reinvestir no próprio negócio, o que, em tese, seria mais lucrativo .
  • 38. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA RECAPITULANDO:  Recursos financeiros;  Maximização do retorno, frente ao investimento;  Funções do Administrador Financeiro: analise, planejamento e decisões;  Relação da contabilidade e a Administração Financeira;  Analise econômica financeira: • Analise vertical; • Liquidez;
  • 39. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA RECAPITULANDO:  Índices Econômico Financeiros: • Índice de liquidez  CCL: Capital Circulante Liquido;  ILC: Índice de Liquidez Corrente;  Exercício de fixação:
  • 40. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA RECAPITULANDO:  Exercício de fixação: Calcular o CCL e o ILC AC - PC 2005 3.670 - 3.560 2006 5.590 - 3.900 2007 9.880 - 4.530
  • 41. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA RECAPITULANDO:  Exercício de fixação: Resultados: CCL - ILC 2005 110 - 1,03 2006 1.690 - 1,43 2007 5.350 - 2,18
  • 42. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA Índices Econômicos Financeiros  Índices de Liquidez: • Índice de Liquidez Seca:  ILS=Ativo circulante – estoques / passivo circulante  Representa que para cada real que a empresa está devendo, ela deve ter no mínimo o mesmo valor sem necessidade de vender seus estoques. AC-E / PC 2005 4.092-1.108 / 3.412 2006 6.308-1.842 / 4.281 2007 10.755-1.378 / 5.819
  • 43. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA Índices Econômicos Financeiros  Índices de Liquidez: • Índice de Liquidez Total:  ILT=ativo circulante + realizável a longo prazo / passivo circulante + exigível a longo prazo  Representa todos os realizáveis / por todas as obrigações. AC+RLP / PC+ELP 2005 4.092+2.529 / 3.412+1.690 2006 6.308+1.029 / 4.281+2.773 2007 10.755+775 / 5.819+4.924
  • 44. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA Índices Econômicos Financeiros  Índices de Liquidez: • Grau de Imobilização:  GI=Ativo permanente / Patrimônio Liquido  Representa o quanto do dinheiro da empresa está imobilizado. AP / PL 2005 3.564 / 5.083 2006 6.434 / 6.717 2007 7.628 / 8.415
  • 45. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA PRINCIPAIS ÁREAS E OPORTUNIDADES EM FINANÇAS: Oportunidades em serviços financeiros:  Analista de crédito: avaliam e fazem recomendações quanto a concessão de empréstimos a empresas;  Consultores financeiros: prestam aconselhamento a respeito da administração das finanças pessoais, desenvolvem planos financeiros;  Corretores de Títulos: assessoram seus clientes quanto a compra e venda de títulos e ações;
  • 46. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA PRINCIPAIS ÁREAS E OPORTUNIDADES EM FINANÇAS: Oportunidades em serviços financeiros:  Agentes e Corretores: relacionam propriedades comerciais e residenciais para compra, venda ou aluguel;  Corretores de seguros: desenvolvem programas de seguros que atendam as necessidades dos diversos públicos;
  • 47. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA PRINCIPAIS ÁREAS E OPORTUNIDADES EM FINANÇAS: Oportunidades em Administração Financeira:  Analista Financeiro: analises de planos financeiros e orçamentários, previsão financeira, analise financeira baseada em índices, trabalho em conjunto com a contabilidade;  Analista/Gerente de orçamentos e capital: avaliação e recomendação de projetos de investimentos em ativos;  Gerente de projetos Financeiros: obtém financiamentos para investimentos em projetos da empresa;
  • 48. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA PRINCIPAIS ÁREAS E OPORTUNIDADES EM FINANÇAS: Oportunidades em Administração Financeira:  Gerente de Caixa: manter e controlar os saldos diários de caixa, coordena empréstimos de curto prazo e gerencia o relacionamento da empresa com os bancos;  Analista/Gerente de Crédito: administra a política de crédito da empresa, aprova a concessão de crédito e monitora as cobranças;  Administrador de fundos de pensão: coordena os ativos e passivos do fundo de pensão dos empregados.
  • 49. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA FORMAS BÁSICAS DE ORGANIZAÇÃO EMPRESARIAL  Firma individual: é de propriedade de uma única pessoa, 75% das empresas, tipicamente pequenos negócios, o proprietário tem a responsabilidade por todas as decisões. • Pontos fracos: todos seus bens podem ser reclamados para saldar dividas; dificuldade na obtenção de créditos e fundos; pouca oferta de oportunidade aos funcionários; dificuldade de transição de poder. • Pontos Fortes: o proprietário é dono de todo o lucro; baixos custos operacionais, menor despesa com imposto de renda, sigilo das transações, facilidade de dissolução.
  • 50. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA FORMAS BÁSICAS DE ORGANIZAÇÃO EMPRESARIAL  Sociedade: dois ou mais proprietários dirigindo um mesmo empreendimento, 10% dos negócios, constituída através de contrato social. • Pontos Fracos: os sócios terão que cobrir dividas de outros sócios com menor capacidade financeira, dificuldades para liquidar ou transferir a sociedade, dificuldade para alcançar operações de grande escala. • Maior capacidade de obter empréstimos, maior numero de pessoas pensantes na tomada de decisão, tem capacidade para reter bons funcionários.
  • 51. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA FORMAS BÁSICAS DE ORGANIZAÇÃO EMPRESARIAL  Sociedade Anônima: é uma entidade empresarial intangível, 15% da empresas, possuem acionistas, pode exercer papel próprio como Pessoa Jurídica, corresponde a 80% dos lucros empresariais. • Pontos Fracos: Impostos mais altos, maiores gastos organizacionais, maior controle governamental, ausência de sigilo. • Pontos Fortes: podem alcançar grandes operações, devido a possibilidade de venda de ações, possibilidade de contratar administradores profissionais, maior capacidade de expansão, usufrui de algumas vantagens tributárias.
  • 52. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA A FUNÇÃO DA ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA:  Uma visão Organizacional: a importância da administração financeira depende do tamanho da empresa, dentro de uma empresa de médio à grande porte, temos o presidente financeiro, tesoureiro, controladoria, etc. Torna-se fundamental, tendo em vista que a maioria das decisões são medidas em termos financeiros, todas as áreas necessitam interagir com as finanças.
  • 53. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA A FUNÇÃO DA ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA:  Relacionamento com a Economia: está estreitamente ligado a Economia, tendo em vista que as empresas operam dentro do sistema econômico, o administrador deve ser capaz de interpretar os vários níveis de atividade econômica e as mudanças da política econômica. O principio econômico mais utilizado pela administração financeira é a analise marginal, que trabalha com os benefícios e os custos adicionais.
  • 54. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA A FUNÇÃO DA ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA:  Relacionamento com a Contabilidade: por vezes se confundem as funções dentro de uma organização, mas existem 2 diferenças básicas: • Ênfase no fluxo de caixa: enquanto a contabilidade elabora seus relatórios baseado no regime de competência a administração financeira leva em consideração o regime de caixa, para uma melhor analise.
  • 55. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA A FUNÇÃO DA ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA:  Relacionamento com a Contabilidade: Exemplo: Uma empresa no final de seu exercício fiscal realizou a venda de um veiculo por R$ 100.000.00, este veiculo foi adquirido durante o ano por R$ 80.000.00. Embora a empresa já tivesse arcado com o custo do veiculo ao longo do ano, no encerramento do exercício ainda não havia recebido os R$ 100.000,00 do cliente. Observem as diferentes visões desta situação para o contador e o administrador financeiro:
  • 56. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA A FUNÇÃO DA ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA:  Relacionamento com a Contabilidade: Exemplo: Visão do contador Visão do Administrador Resultado do exercício Fluxo de caixa Vendas 100.000,00 Entrada de caixa 0,00 Custo 80.000,00 Saída 80.000,00 Lucro 20.000,00 Fluxo de caixa -80.000,00
  • 57. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA A FUNÇÃO DA ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA:  Relacionamento com a Contabilidade: por vezes se confundem as funções dentro de uma organização, mas existem 2 diferenças básicas: • Tomada de decisão: o contador toma suas decisões baseadas em coleta e apresentação de dados, e o administrador financeiro deve analisar os demonstrativos contábeis, desenvolver dados adicionais, avaliar os riscos e os retornos e tomar as decisões.
  • 58. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA ATIVIDADES CHAVES DO ADMINISTRADOR FINANCEIRO  Análise e planejamento financeiro: transformação de dados financeiros em informações que possam ser utilizadas para monitorar a a situação financeira da empresa, avaliação da necessidade de aumentar ou reduzir a atividade produtiva, determinação dos aumentos ou reduções dos investimentos. Assegurar que os recursos adequados estarão disponíveis para o alcance dos objetivos.
  • 59. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA ATIVIDADES CHAVES DO ADMINISTRADOR FINANCEIRO  Decisões de investimento: determinam a combinação entre os tipos de ativos da empresa, refere-se aos recursos aplicados em ativos circulantes ou ativos permanentes, e dentro desses ativos analisar quais investimentos devem ser feitos, também é importante saber quando os ativos existentes devem ser modificados, substituídos ou liquidados.
  • 60. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA ATIVIDADES CHAVES DO ADMINISTRADOR FINANCEIRO  Decisões de financiamento: determina a combinação mais adequada de financiamentos a curto ou a longo prazo, e também a combinação e a determinação da fonte mais vantajosa de financiamento a curto e longo prazo em um determinado momento.
  • 61. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA Analise e Planejamento Financeiro Balanço Patrimonial Ativos Passivos Circulantes Circulantes Ativos Patrimônio Permanentes Liquido Decisões de Decisões de Investimento Financiamento
  • 62. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA CALCULAR: AC: PC: RLP: ELP: AP: PL: CCL = AC – PC ILC = AC / PC ILS = AC-E / PC ILT= AC+RLP / PC+ELP GI= AP / PL
  • 63. Exercício: BALANÇO PATRIMONIAL ATIVO PASSIVO Disponibilidades 400 Fornecedores 2.400 Contas a Receber 6.000 Contas a Pagar 1.200 Estoques 2.000 Empréstimos 3.000 Adiant. a empreg. 600 IR a pagar 800 Empréstimo 2.000 Financiamento 4.000 Investimentos 1.600 Capital Social 4.000 Imobilizado 6.000 Reserva de capital 800 (-) Depreciação -1.200 Lucro Acumulado 1.200
  • 64. Exercício: BALANÇO PATRIMONIAL ATIVO PASSIVO Circulante 9.000 Circulante 7.400 Disponibilidades 400 Fornecedores 2.400 Contas a Receber 6.000 Contas a Pagar 1.200 Estoques 2.000 Empréstimos 3.000 Adiant. a empreg. 600 IR a pagar 800 RLP 2.000 E L P 4.000 Empréstimos 2.000 Financiamento 4.000 Permanente 6.400 Patrimônio Liquido 6.000 Investimentos 1.600 Capital 4.000 Imobilizado 6.000 Reserva de Capital 800 (- ) Depreciação -1.200 Lucro Acumulado 1.200 Total 17.400 Total 17.400
  • 65. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA CALCULAR: CCL = 1.600,00 ILC = 1,21 ILS = 0,94 ILT= 0,96 GI= 106%
  • 66. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA 9000 8000 7000 6000 AC RLP 5000 AP 4000 PC 3000 ELP 2000 PL 1000 0 Exercício
  • 67. Exercício: BALANÇO PATRIMONIAL ATIVO PASSIVO Circulante 11.700 Circulante 7.100 Disponibilidades 1.500 Fornecedores 3.000 Contas a Receber 4.000 Contas a Pagar 900 Estoques 5.500 Empréstimos 2.500 Adiant. a empreg. 700 IR a pagar 700 RLP 2.800 E L P 3.600 Empréstimos 2.800 Financiamento 3.600 Permanente 5.400 Patrimônio Liquido 9.200 Investimentos 1.000 Capital Social 7.000 Imobilizado 3.600 Reserva de Capital 1.000 (- ) Depreciação -800 Lucro Acumulado 1.200 Total 19.900 Total 19.900
  • 68. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA CALCULAR: CCL = 4.600,00 ILC = 1,64 ILS = 0,87 ILT= 1,35 GI= 58%
  • 69. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA CALCULAR: 12000 10000 8000 AC RLP 6000 AP PC 4000 ELP PL 2000 0 Exercício
  • 70. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA RECAPITULANDO:  Índice de liquidez seca;  Índice de liquidez total;  Grau de imobilização;  Oportunidades de trabalho na área financeira: • Serviços financeiros; • Administração financeira;  Tipos de organização empresarial: • Firma individual; • Sociedade;
  • 71. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA RECAPITULANDO:  Organização empresarial: • Sociedade Anônima;  Funções da Administração Financeira: • Visão Organizacional; • Relacionamento com a economia;  Analise Marginal; • Relacionamento com a Contabilidade;  Ênfase no Fluxo de Caixa;  Tomada de Decisão;  Atividades chave do Adm. Financeiro; • Análise e Planejamento; • Decisão de investimento; • Decisão de financiamento;
  • 72. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA RECAPITULANDO: Taxa de Juros Selic Selic: Sistema Especial de Liquidação e Custódia.  Redução da Taxa Selic para 11,25% a. a.  Um passo de uma estratégia;  Bancos trabalham com taxas arbitrarias;  Margem de Manobra;  Espera-se o aquecimento do mercado e melhora na oferta de crédito.
  • 73. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA MERCADO FINANCEIRO É constituído de empresas que operam em um ambiente econômico, onde existem empresas com recursos financeiros em excesso e outras com falta de recursos.  Agentes superavitários: pessoas, empresas, governos, etc. Com recursos financeiros excedentes;  Agentes deficitários: pessoas, empresas, governos, etc. Com falta de recursos.
  • 74. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA MERCADO FINANCEIRO  Intermediários financeiros: canalizam os recursos dos agentes superavitários para os agentes deficitários. O mercado financeiros é a reunião das instituições financeiras capazes de intermediar recursos. Sua principal atividade é captar recursos (superavitários), e aplicar recursos (deficitários).
  • 75. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA MERCADO FINANCEIRO Esta atividade de intermediação reverte-se situação de risco, pois, existe certa probabilidade de os tomadores de recursos não pagarem pelos recursos emprestados, quanto maior o risco, maior a taxa de juros cobrada.
  • 76. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA MERCADO FINANCEIRO Mercado Financeiro Brasileiro:  Sistema Financeiro Nacional (SFN):  Autoridades Monetárias: • Conselho Monetário Nacional: Órgão normativo, sem função executiva, fixação das diretrizes monetária, creditícia e cambial; • Banco Central do Brasil: Órgão executivo, responsável pela fiscalização e cumprimento das disposições que regulam o funcionamento do sistema financeiro.
  • 77. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA MERCADO FINANCEIRO Mercado Financeiro Brasileiro:  Autoridades Monetárias: • Comissão de valores Mobiliários: órgão normativo e responsável pelo desenvolvimento e fiscalização da emissão e negociação das bolsas de valores; • Instituições auxiliares:  Banco do Brasil: Crédito Rural, agente financeiro;  Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES): investimentos e fomento do Pais;  Caixa Econômica Federal: Função social, habitação. habitação
  • 78. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA MERCADO FINANCEIRO Mercado Financeiro Brasileiro:  Instituições do sistema financeiro: • Bancos Comerciais: múltiplas funções, base da sistema monetário, intermediários financeiros; • Caixas Econômicas: sistema financeiro de habitação, objetivos sociais; • Bancos de Desenvolvimento: BNDES; • Bancos de Investimento: intermediar recursos de médio e longo prazo;
  • 79. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA MERCADO FINANCEIRO Mercado Financeiro Brasileiro:  Instituições do sistema financeiro: • Sociedade de Arrendamento Mercantil: trabalham basicamente com operações de Leasing, médio e longo prazo; • Bancos Múltiplos: podem desenvolver várias funções no sistema financeiro; • Bolsas de Valores: fornecem estrutura para a negociação de ações;
  • 80. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA MERCADO FINANCEIRO  Mercado Monetário: são negociados operações de curto e curtíssimo prazo, utilizado pelo governo federal para as políticas monetárias;  Mercado de crédito: onde atuam os bancos comerciais e múltiplos, realizam a intermediação entre tomadores de créditos;
  • 81. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA MERCADO FINANCEIRO  Mercado de capitais: financiam as atividades produtivas e o capital de giro das empresas, por meio de recursos de médio e longo prazos, é responsável também pelas negociação de ações;  Mercado de cambio: são negociadas moedas internacionais, muito utilizado pelas empresas exportadoras.
  • 82. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA ANÁLISE DE RELAÇÕES DO ADMINISTRADOR FINANCEIRO:  Clientes internos:
  • 83. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA  Clientes Internos: • Diretoria: Relação aberta e franca, todos os acontecimentos com relação as finanças da empresa deve ser repassado para a Diretoria, mostrar as melhores alternativas; • Recursos Humanos: as atividades mais comum desse setor são diretamente ligadas a Administração Financeira, ex: contratação, demissão, benefícios; • Contabilidade e Auditoria: o administrador financeiro depende das demonstrações de resultado, para saber os efeitos gerados pelas suas ações e decisões, também deve ser responsável pelos seus atos perante a Auditoria;
  • 84. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA  Clientes Internos: • Setor Administrativo: é responsável pelo bom desempenho dos setores relacionados; • Setor Jurídico: sua relação estará ligada as cobranças de títulos, com clientes e fornecedores, processos trabalhistas e demais ações judiciais; • Produção: Aquisições de novos equipamentos, determinação de aumento ou diminuição da produção; • Planejamento e Controle: determinar os orçamentos de despesas por departamento, todas as ações devem passar pelas mãos do Administrador Financeiro, para que ele possa inserir em seu cronograma de fluxo de caixa e administrar da melhor forma as finanças empresariais;
  • 85. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA  Clientes Internos: • Setor Comercial: esta relação deve ser bastante estreita, pois, a sobrevivência do empreendimento depende dessa boa relação, a Administrador Financeiro deverá administrar bem o equilíbrio entre a Liquidez e Rentabilidade, determinar as políticas de descontos para fornecedores, descontos a clientes, os prazos para pagamentos de títulos e os prazos para recebimento das vendas.
  • 86. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA  Clientes Externos:
  • 87. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA  Clientes Externos: • Governos: Federal, Estadual ou Municipal, o administrador financeiro é o representante da empresa junto aos órgãos governamentais de fiscalização e de auditoria; • Fornecedores: relação de parceria, em momentos de estabilidade financeira a empresa consegue honrar seus compromissos e a relação com os fornecedores é muito boa, mais em épocas de poucos recursos uma relação de parceria com os fornecedores é fundamental; • Investidores: são as pessoas que injetam dinheiro em um negócios buscando retornos, devem estabelecer uma relação duradoura e de confiança.
  • 88. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA  Clientes Externos: • Clientes: em algumas empresas os créditos de maior valor são dependem da autorização do Adm. Financeiro, com isso pode-se estabelecer uma relação de parceria com os clientes, lembre-se que você pode ser o fornecedor de alguém, e lembre da importância que você dá a um fornecedor parceiro; • Instituições Financeiras: esta relação é fundamental, pois, é às instituições financeiras que darão o suporte de recursos para a empresa em momentos de necessidade; • Órgãos Reguladores: fazer parte de um órgão que represente a empresa em situações e negociações, é importantíssimo, pois, normalmente essas entidades representam um grande numero de empresas, e assim possuem maior poder e representatividade.
  • 89. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA ÁREAS DE CONHECIMENTO  Contabilidade: deve ter o mínimo de noções desta área, pois, trabalha com demonstrações financeiras a fim de emitir seu parecer sobre a saúde financeira da empresa. Deve saber interpretar as demonstrações financeiras;  Economia: Visão global do mercado, deve saber as especificidades da micro-economia e as tendências da macro-economia;  Matemática Financeira: conhecimentos como taxas de juros, descontos, pagamentos antecipados, prazos médios, etc. São fundamentais para as negociações com bancos, fornecedores e clientes, bem como para projeções e planejamentos.
  • 90. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA FONTES DE INFORMAÇÃO DA ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA O Adm. Financeiro utiliza informações internas (sobre a empresa) e externas (sobre o ambiente ou mercado), as informações internas são obtidas através de demonstrações financeiras e contábeis. As informações externas importantes abrangem as tendências de mercado, ações da concorrência, decisões de política econômica, a situação do mercado internacional, essas informações são obtidas através de revistas especializadas, jornais, seminários, associações, sindicatos, etc.
  • 91. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS E FINANCEIRAS As demonstrações são elaboradas segundo a prática contábil do regime de competência, ou seja, as receitas e despesas são contabilizadas e reconhecidas quando ocorre o fato gerador, e não quando há a efetiva entrada ou saída de caixa. Ex: A empresa Bocaiúva Ltda, em um determinado período, realizou vendas no valor de R$ 35.000, cujo custo foi de R$ 25.000. Das vendas, parte recebeu à vista R$8.000, e o restante será recebido num prazo superior ao da data do relatório. Das mercadorias utilizadas, a empresa pagou R$ 12.000, ficando o restante para o período seguinte. Os resultados em termos de lucro e de fluxo de caixa são os seguintes:
  • 92. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS E FINANCEIRAS Os resultados em termos de lucro e de fluxo de caixa são os seguintes: Regime de R$ Regime de R$ Competência Caixa Vendas no 35.000 Valores 8.000 período Recebidos Custo das (25.000) Pagamentos (12.000) mercadorias de Insumos Lucro do 10.000 Resultado (4.000) Período do Caixa
  • 93. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS E FINANCEIRAS Exercício de Fixação: A empresa Pinheiro Ltda, em um determinado período realizou a venda de 2 veículos no valor unitário de R$ 23.550,00 e mais uma moto no valor de R$ 5.200,00. Sabe-se que o custo de aquisição dos veículos pela empresa foi de R$ 31.000,00 e da moto foi de R$3.400,00 mas o valor devido pela moto a empresa ainda não pagou. Até o final do período de apuração contábil a empresa havia recebido R$ 31.300,00 pelo pagamento das vendas, calcule qual foi a margem de lucro, o resultado de caixa e quanto a empresa tem a receber.
  • 94. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS E FINANCEIRAS Exercício de Fixação: Regime de Competência ( Contador ): Vendas do Período: Custo das Mercadorias: Lucro do Período:
  • 95. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS E FINANCEIRAS Exercício de Fixação: Regime de Competência ( Contador ): Vendas do Período: 47.100 + 5.200 = 52.300 Custo das Mercadorias: 31.000 + 3.400 = 34.400 Lucro do Período: 17.900,00
  • 96. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS E FINANCEIRAS Exercício de Fixação: Regime de Caixa ( Administrador ): Valores Recebidos: Pagamento pelas Mercadorias: Resultado de Caixa:
  • 97. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS E FINANCEIRAS Exercício de Fixação: Regime de Caixa ( Administrador ): Valores Recebidos: 31.300,00 Pagamento pelas Mercadorias: 31.000,00 Resultado de Caixa: 300,00 Contas à Receber: R$ 21.000,00 Contas à Pagar: R$ 3.400,00
  • 98. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA RECAPITULANDO:  Clientes Internos da Adm. Financeira: • Diretoria; • Recursos Humanos; • Contabilidade e Auditoria; • Setor Administrativo Geral; • Setor Jurídico; • Produção; • Planejamento e Controle; • Setor Comercial;  Clientes Externos da Adm. Financeira: • Governos; • Fornecedores; • Investidores;
  • 99. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA RECAPITULANDO: Clientes Externos da Adm. Financeira: • Clientes; • Instituições Financeiras; • Órgãos Reguladores e representativos;  Áreas de conhecimento do Adm. Financeiro: • Contabilidade; • Economia; • Matemática Financeira;  Fontes de Informação para o Adm. Financeiro: • Internas; • Externas;
  • 100. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA RECAPITULANDO:  Demonstrações Financeiras e Contábeis: • Regime de Competência; • Regime de Caixa;
  • 101. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS E FINANCEIRAS O método de contabilização por regime de competência considera para o resultado final os valores das contas de Receitas, custos e despesas, independente da entrada do dinheiro no caixa. Os valores a receber e a pagar constarão no balanço patrimonial. O regime de caixa só reconhece os fatos quando o dinheiro efetivamente entra ou sai do caixa, portanto, no exemplo houve ou lucro de R$ 17.900, e um resultado e caixa de R$ 300,00.
  • 102. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS E FINANCEIRAS O artigo 176 da Lei nº 6,404 de 15/12/1976, determina que as empresas com capital aberto, ou seja, empresas de Sociedade Anônimas, devem publicar ao final de cada exercício social com duração de 1 ano, as seguintes demonstrações financeiras:  Balanço patrimonial;  Demonstração de resultados do exercício;  Demonstração de lucros ou prejuízos acumulados, ou demonstração das mutações do patrimônio liquido;  Demonstrações das origens e aplicações de recursos;
  • 103. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS E FINANCEIRAS Juntamente com essas quatro demonstrações, contábeis ou financeiras, as companhias publicam o relatório da Administração, Notas explicativas, Parecer do conselho fiscal e parecer dos Auditores Independentes. As empresas formadas sob outras formas jurídicas também adotam a mesma estrutura das demonstrações contábeis e financeiras, mas não a publicam.
  • 104. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS E FINANCEIRAS Balanço Patrimonial Demonstra a situação estática da empresa em determinada data. Cada empresa pode escolher qualquer data para encerramento do balanço, conforme sua conveniência e necessidade, mas a grande maioria das empresas brasileiras encerra o Balanço Patrimonial em 31 de dezembro de cada ano, coincidindo como encerramento do ano civil. No Balanço Patrimonial as contas do Ativo e Passivo devem ser agrupadas de modo a facilitar o conhecimento e a análise da situação financeira, também devem ser agrupadas em ordem decrescente de grau de liquidez para o Ativo, e de exigibilidade para o Passivo.
  • 105. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS E FINANCEIRAS Balanço Patrimonial Estrutura do Ativo: apresentados em ordem de liquidez decrescente, de acordo com a rapidez com que o item pode ser convertido em caixa.
  • 106. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS E FINANCEIRAS Balanço Patrimonial Ativo Circulante: todos os bens e direitos que poderão ser convertidos em dinheiro a curto prazo, ou seja, dentro ciclo operacional da empresa que na maioria é de 12 meses (1 ano). Os recursos do Ativo Circulante, são os recursos utilizados pela empresa para o desenvolvimento de suas atividades operacionais.
  • 107. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA Balanço Patrimonial Ativo Circulante: Disponibilidades: são os recursos que podem ser utilizados imediatamente pela empresa. Dentre elas:  Caixa: Valores em dinheiro;  Bancos: valores depositados em instituições financeiras para livre movimentação;  Aplicações de Liquidez imediata: são aplicações financeiras de fácil resgate, aplicações de curtíssimo prazo;
  • 108. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA Balanço Patrimonial Ativo Circulante: Realizável a Curto Prazo: São recursos que poderão ser convertidos em dinheiro no período do exercício, ou seja, 1 ano.  Aplicações Financeiras: recursos aplicados que podem ser convertidos em dinheiro no prazo de 1 ano;  Contas a receber: são títulos de crédito emitido contra clientes;  Saques de exportação: valores a receber equivalentes a duplicatas a receber provenientes de exportações;  Impostos a Recuperar: saldo de ICMS;
  • 109. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA Balanço Patrimonial Ativo Circulante: Estoques: Contem os valores de todos os produtos: matéria-prima, componentes, insumos, produtos em elaboração, produtos acabados.  Estoque de produtos em elaboração: produtos que estão sendo montados ou produzidos, ex: fabricação de navio;  Estoque de produtos acabados: valor dos produtos prontos, mais ainda não comercializados;
  • 110. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA Balanço Patrimonial Ativo Circulante: Outros Ativos Circulantes: Outras disponibilidades que a empresa possa ter no período de exercício, como: adiantamento a Funcionários, adiantamento de comissões, tributos a recuperar, etc.
  • 111. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS E FINANCEIRAS Balanço Patrimonial Ativo Realizável a Longo Prazo: São valores que podem ser convertidos em dinheiro em um prazo superior a 1 ano, contando da data do Balanço Patrimonial.  Empréstimos;  Impostos a recuperar; Obs.: Todas as contas do Ativo Circulante, com exceção das Disponibilidades, podem aparecer nesta conta, desde que seu período de realização seja superior a 1 ano.
  • 112. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS E FINANCEIRAS Balanço Patrimonial Ativo Permanente: recursos aplicados em bens não destinados a venda.  Investimentos: são atividades que não se destinam especialmente as atividades das empresas, ex: obras de arte, ações de outras empresas, imóvel para futura utilização ou para locação.
  • 113. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS E FINANCEIRAS Balanço Patrimonial Ativo Permanente:  Imobilizado: bens e direitos que se detinam a manutenção das atividades operacionais da empresa. Devem ter seu valor corrigido pela depreciação. Ex: Terrenos, edifícios, instalações, máquinas, veículos, móveis, Marcas e Patentes industriais, etc.
  • 114. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS E FINANCEIRAS Balanço Patrimonial Ativo Permanente:  Diferido: Gastos em ações que proporcionarão benefícios em exercícios futuros, ex: gasto com desenvolvimento de produtos, gasto com pesquisas, despesas de reorganização, etc.
  • 115. Balanço Patrimonial ATIVO Passivo Ativo Circulante: Disponibilidades: •Caixa; •Bancos; •Aplicação de liquidez Imediata;  Realizáveis a Curto Prazo: •Clientes; •Aplicações de curto Prazo; •Saques de exportação; •Impostos a recuperar;  Estoques: •Produtos Acabados; •Produtos em Elaboração; 
  • 116. Balanço Patrimonial ATIVO Passivo Ativo Circulante: Realizável a Longo Prazo: Empréstimos; Impostos a recuperar; Aplicações Financeiras; Outros realizáveis a longo Prazo; Ativo Permanente: Investimentos: •Ações de outras Empresas; •Imóveis não destinados ao uso;  Imobilizado: •Terrenos; •Máquinas e equipamentos;