SlideShare uma empresa Scribd logo
AULA 13AULA 13
Vozes Verbais.Vozes Verbais.
O QUE VOCÊ PRECISA SABER...
 As saúvas destruíram
 A brisa leva
 Verbos Transitivos Diretos = exigem
COMPLEMENTO sem preposição.
O QUÊ? QUEM?
as plantações.
O QUÊ? QUEM?
as flores.
O. D.
O. D.
V. T.
D.
V. T.
D.
O QUE VOCÊ PRECISA SABER...
 A empresa precisa
 Os pais darão
 Verbos Transitivos Indiretos = exigem
COMPLEMENTO com preposição.
DE QUÊ?
O QUÊ? A QUEM?
O. I.
O. D.
V. T. I.
V. T. D. I.
de profissionais competentes.
O. I.
outra oportunidade aos filhos.
VOZES VERBAIS: Indicam a relação entre o SUJEITO e a
AÇÃO expressa pelo verbo.
1. Se a ação é praticada pelo sujeito:
A mãe penteou o menino.
2. Se a ação é sofrida pelo sujeito:
O menino foi penteado pela mãe.
3. Se o sujeito ao mesmo tempo pratica e sofre a
ação.
O menino penteou-se.
VOZ ATIVA
VOZ REFLEXIVA
VOZ PASSIVA
VOZ PASSIVA ANALÍTICA
 V. P. A. = Sujeito sofre a ação verbal.
 V. P. A. = locução verbal :
verbo auxiliar + verbo principal
(ser, estar, ficar) (particípio – ado, ido)
 V. P. A. = só podem ser apassivados verbos:
transitivos diretos ou transitivos diretos e indiretos.
* É comum aparecer AGENTE DA PASSIVA na V. P. A.
Agente da Passiva
 Termo que pratica ação na Voz Passiva Analítica.
 Estrutura:
Por (preposição) + Substantivo
Os reféns foram libertados pelos sequestradores.
A carta foi entregue à moça pelo carteiro.
Agente da Passiva
Agente da Passiva
Os turistas europeus contemplam as praias brasileiras sempre.
As praias brasileiras são contempladas pelos turistas europeus sempre.
EXEMPLOS:
SUJEITO AGENTE VERBO TRANS.
DIRETO
OBJETO
DIRETO
CIRCUNSTÂNCIA
DE TEMPO
VOZ
ATIVA
SUJEITO PACIENTE LOCUÇÃO VERBAL AGENTE DA PASSIVA CIRCUNSTÂNCIA
DE TEMPO
VOZ
PASSIVA
VOZ PASSIVA
ANALÍTICA
TRANSPOSIÇÃO DE VOZES VERBAIS
ATENÇÃO: O verbo deve ser transitivo direto ou transitivo
direto e indireto:
A Lua ainda seduzia os namorados. (Quem seduz, seduz algo ou alguém.
Objeto direto
Os namorados eram seduzidos pela lua.
Sujeito Paciente
A sociedade devolve a confiança ao povo. (Quem devolve, devolve
alguma coisa a alguém.) Objeto direto
A confiança ao povo é devolvida pela sociedade.
Sujeito Paciente
VOZ PASSIVA SINTÉTICA
 V. P. S. = Sujeito sofre a ação verbal.
 V. P. S. = Verbo na 3ª pessoa do sing./ plural. + SE –
pronome apassivador.
 V. P. S. = só podem ser apassivados verbos:
transitivos diretos ou transitivos diretos e indiretos.
* Não ocorre Agente da Passiva na V. P. S.
As praias brasileiras são contempladas pelos turistas europeus sempre.
SUJEITO PACIENTE LOCUÇÃO VERBAL AGENTE DA PASSIVA CIRCUNSTÂNCIA
DE TEMPO
VOZ PASSIVA
ANALÍTICA
Contemplam as praias brasileiras sempre.-SE
VERBO TRANS.
DIRETO
SUJEITO PACIENTE
CIRCUNSTÂNCIA
DE TEMPO
PARTÍCULA
APASSIVADORA
VOZ PASSIVA
SINTÉTICA
Voz Ativa – sujeito indeterminado
 Estrutura:
Verbo (3ªpessoa do singular) + SE (Índice de indeterminação do sujeito)
 Confiava-se em sonhos.
 Desistiu-se da proposta.
V.T.I
.
O.I.
V.T.I
.
O.I.
SUJ. INDET./
SUJ. INDET./
EM QUÊ? EM QUEM?
DE QUÊ? DE QUEM?
Voz Ativa – sujeito indeterminado
 Estrutura:
Verbo (3ªpessoa do singular) + SE (Índice de indeterminação do sujeito)
 Vive-se alegremente.
 Trabalha-se muito por aqui.
V.I. Circunstância
de modo.
SUJ. INDET./
SUJ. INDET./
V.I. Intensidade Circunstância
de lugar
Voz reflexiva: ação reflexiva ou ação recíproca:
O turista SE machucou na praia brasileira.
PRONOME REFLEXIVO – AÇÃO
REFLEXIVA
VOZ REFLEXIVA
Os turistas SE machucaram na praia brasileira.
PRONOME REFLEXIVO – AÇÃO REFLEXIVA OU
RECÍPROCA
VOZ REFLEXIVA
CORRIGINDO A AMBIGUIDADE
Os turistas se machucaram A SI MESMOS na praia brasileira.
Os turistas se machucaram UNS AOS OUTROS na praia brasileira.
OU
AÇÃO RECÍPROCA
AÇÃO REFLEXIVA
3ª- Índice de indeterminação do sujeito x Pronome
apassivador:
V.T.D + SE (Partícula apassivadora) + Sujeito Paciente
Aluga- SE um imóvel comercial.
V. NÃO T.D + SE (Índice de Indeterminação)
VTD SUJEITO
PACIENTE
VOZ PASSIVA
SINTÉTICA
NO PLURAL
Alugam- SE imóveis comerciais.
Precisa- SE de um imóvel comercial.
VTI OBJETO INDIRETO
VOZ ATIVASUJ. INDET./
NO PLURAL
Precisa- SE de imóveis comerciais.
VERBO VARIÁVEL
SING/PLURAL
VERBO INVARIÁVEL
3ª PES. SINGULAR

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Advérbios: PowerPoint
Advérbios: PowerPointAdvérbios: PowerPoint
Advérbios: PowerPoint
A. Simoes
 
Tipos de predicado
Tipos de predicadoTipos de predicado
Tipos de predicado
Vivian gusm?
 
Pronomes Relativos.
Pronomes Relativos.Pronomes Relativos.
Pronomes Relativos.
EstudareLegal
 
Aula Figuras de Linguagem
Aula    Figuras de Linguagem Aula    Figuras de Linguagem
Aula Figuras de Linguagem
paula nery
 
Objeto direto e indireto
Objeto direto e indiretoObjeto direto e indireto
Objeto direto e indireto
Edgar Filho
 
Complementos verbais
Complementos verbaisComplementos verbais
Complementos verbais
Tatiane Morais
 
Substantivo
SubstantivoSubstantivo
Substantivo
Fábio Guimarães
 
Período composto por subordinação - Introdução
Período composto por subordinação - IntroduçãoPeríodo composto por subordinação - Introdução
Período composto por subordinação - Introdução
NAPNE
 
Pronomes Relativos
Pronomes RelativosPronomes Relativos
Pronomes Relativos
catarinodilson
 
Frase, oração e período
Frase, oração e períodoFrase, oração e período
Frase, oração e período
Mara Virginia
 
Orações Subordinadas Substantivas
Orações Subordinadas SubstantivasOrações Subordinadas Substantivas
Orações Subordinadas Substantivas
Blog Estudo
 
Morfossintaxe do sujeito e predicado 01
Morfossintaxe do sujeito e predicado 01Morfossintaxe do sujeito e predicado 01
Morfossintaxe do sujeito e predicado 01
nixsonmachado
 
Vozes verbais
Vozes verbaisVozes verbais
Vozes verbais
Fábio Guimarães
 
Português - Termos Essenciais da Oração - Sujeito e Predicado - CentroApoio.c...
Português - Termos Essenciais da Oração - Sujeito e Predicado - CentroApoio.c...Português - Termos Essenciais da Oração - Sujeito e Predicado - CentroApoio.c...
Português - Termos Essenciais da Oração - Sujeito e Predicado - CentroApoio.c...
Vídeo Aulas Apoio
 
Sujeito. Predicado
Sujeito. PredicadoSujeito. Predicado
Sujeito. Predicado
Rosalina Simão Nunes
 
Classes de palavras
Classes de palavrasClasses de palavras
Classes de palavras
Julianne Rodrigues Pita
 
O predicativo do objeto e o predicado verbo nominal
O predicativo do objeto e o predicado verbo nominalO predicativo do objeto e o predicado verbo nominal
O predicativo do objeto e o predicado verbo nominal
Eider Costa
 
Forma nominal
Forma nominalForma nominal
Forma nominal
Flávio Ferreira
 
Vozes verbais
Vozes verbaisVozes verbais
Vozes verbais
Elaine Teixeira
 
Adjunto Adnominal
Adjunto AdnominalAdjunto Adnominal
Adjunto Adnominal
Aliffer Murillo Laguna
 

Mais procurados (20)

Advérbios: PowerPoint
Advérbios: PowerPointAdvérbios: PowerPoint
Advérbios: PowerPoint
 
Tipos de predicado
Tipos de predicadoTipos de predicado
Tipos de predicado
 
Pronomes Relativos.
Pronomes Relativos.Pronomes Relativos.
Pronomes Relativos.
 
Aula Figuras de Linguagem
Aula    Figuras de Linguagem Aula    Figuras de Linguagem
Aula Figuras de Linguagem
 
Objeto direto e indireto
Objeto direto e indiretoObjeto direto e indireto
Objeto direto e indireto
 
Complementos verbais
Complementos verbaisComplementos verbais
Complementos verbais
 
Substantivo
SubstantivoSubstantivo
Substantivo
 
Período composto por subordinação - Introdução
Período composto por subordinação - IntroduçãoPeríodo composto por subordinação - Introdução
Período composto por subordinação - Introdução
 
Pronomes Relativos
Pronomes RelativosPronomes Relativos
Pronomes Relativos
 
Frase, oração e período
Frase, oração e períodoFrase, oração e período
Frase, oração e período
 
Orações Subordinadas Substantivas
Orações Subordinadas SubstantivasOrações Subordinadas Substantivas
Orações Subordinadas Substantivas
 
Morfossintaxe do sujeito e predicado 01
Morfossintaxe do sujeito e predicado 01Morfossintaxe do sujeito e predicado 01
Morfossintaxe do sujeito e predicado 01
 
Vozes verbais
Vozes verbaisVozes verbais
Vozes verbais
 
Português - Termos Essenciais da Oração - Sujeito e Predicado - CentroApoio.c...
Português - Termos Essenciais da Oração - Sujeito e Predicado - CentroApoio.c...Português - Termos Essenciais da Oração - Sujeito e Predicado - CentroApoio.c...
Português - Termos Essenciais da Oração - Sujeito e Predicado - CentroApoio.c...
 
Sujeito. Predicado
Sujeito. PredicadoSujeito. Predicado
Sujeito. Predicado
 
Classes de palavras
Classes de palavrasClasses de palavras
Classes de palavras
 
O predicativo do objeto e o predicado verbo nominal
O predicativo do objeto e o predicado verbo nominalO predicativo do objeto e o predicado verbo nominal
O predicativo do objeto e o predicado verbo nominal
 
Forma nominal
Forma nominalForma nominal
Forma nominal
 
Vozes verbais
Vozes verbaisVozes verbais
Vozes verbais
 
Adjunto Adnominal
Adjunto AdnominalAdjunto Adnominal
Adjunto Adnominal
 

Semelhante a Aula 13 vozes verbais

7.5.1 vozes verbais
7.5.1   vozes verbais7.5.1   vozes verbais
7.5.1 vozes verbais
Ivana Mayrink
 
Vozes Do Verbo
Vozes Do VerboVozes Do Verbo
Vozes Do Verbo
sandraneves
 
Morfossintaxe do período simples
Morfossintaxe do período simplesMorfossintaxe do período simples
Morfossintaxe do período simples
Thalis Rebouças
 
www.aulaparticularonline.net.br - Português - Termos da Oração
www.aulaparticularonline.net.br - Português -  Termos da Oraçãowww.aulaparticularonline.net.br - Português -  Termos da Oração
www.aulaparticularonline.net.br - Português - Termos da Oração
Lucia Silveira
 
www.AulasParticularesApoio.Com.Br - Português - Termos da Oração
www.AulasParticularesApoio.Com.Br - Português -  Termos da Oraçãowww.AulasParticularesApoio.Com.Br - Português -  Termos da Oração
www.AulasParticularesApoio.Com.Br - Português - Termos da Oração
Anna Paula
 
www.explicadoraescolar.com.br - Português - Termos da Oração
www.explicadoraescolar.com.br - Português -  Termos da Oraçãowww.explicadoraescolar.com.br - Português -  Termos da Oração
www.explicadoraescolar.com.br - Português - Termos da Oração
Márcia De Bianci
 
www.AulasDePortuguesApoio.com - Português - Termos da Oração
www.AulasDePortuguesApoio.com     - Português -  Termos da Oraçãowww.AulasDePortuguesApoio.com     - Português -  Termos da Oração
www.AulasDePortuguesApoio.com - Português - Termos da Oração
Videoaulas De Português Apoio
 
A regência verbal e nominal
A regência verbal e nominalA regência verbal e nominal
A regência verbal e nominal
Daniel Brito
 
Regencia verbal
Regencia verbalRegencia verbal
Regencia verbal
Marioribeiromorais
 
Regencia verbal
Regencia verbalRegencia verbal
Regencia verbal
Marioribeiromorais
 
4074995 portugues-ppt-regencia
4074995 portugues-ppt-regencia4074995 portugues-ppt-regencia
4074995 portugues-ppt-regencia
Diego Dutra Nogueira
 
Regenência completo
Regenência  completoRegenência  completo
Regenência completo
sandra
 
RegêNcia
RegêNciaRegêNcia
RegêNcia
guest0cbfe
 
RegêNcia
RegêNciaRegêNcia
RegêNcia
guest0cbfe
 
Capítulo – verbo
Capítulo  – verboCapítulo  – verbo
Capítulo – verbo
Lucas Jansen
 
Vozes do verbo
Vozes do verboVozes do verbo
Vozes do verbo
Elaine Maia
 
Vozes do verbo
Vozes do verboVozes do verbo
Vozes do verbo
Elaine Maia
 
Vozes do verbo
Vozes do verboVozes do verbo
Vozes do verbo
Elaine Maia
 
Gramática regência
Gramática regênciaGramática regência
Gramática regência
Walter Mendes
 
02-11-07-concordncia-verbal-regncia-crase-1198038839748798-4.ppt
02-11-07-concordncia-verbal-regncia-crase-1198038839748798-4.ppt02-11-07-concordncia-verbal-regncia-crase-1198038839748798-4.ppt
02-11-07-concordncia-verbal-regncia-crase-1198038839748798-4.ppt
Gil Guimarães
 

Semelhante a Aula 13 vozes verbais (20)

7.5.1 vozes verbais
7.5.1   vozes verbais7.5.1   vozes verbais
7.5.1 vozes verbais
 
Vozes Do Verbo
Vozes Do VerboVozes Do Verbo
Vozes Do Verbo
 
Morfossintaxe do período simples
Morfossintaxe do período simplesMorfossintaxe do período simples
Morfossintaxe do período simples
 
www.aulaparticularonline.net.br - Português - Termos da Oração
www.aulaparticularonline.net.br - Português -  Termos da Oraçãowww.aulaparticularonline.net.br - Português -  Termos da Oração
www.aulaparticularonline.net.br - Português - Termos da Oração
 
www.AulasParticularesApoio.Com.Br - Português - Termos da Oração
www.AulasParticularesApoio.Com.Br - Português -  Termos da Oraçãowww.AulasParticularesApoio.Com.Br - Português -  Termos da Oração
www.AulasParticularesApoio.Com.Br - Português - Termos da Oração
 
www.explicadoraescolar.com.br - Português - Termos da Oração
www.explicadoraescolar.com.br - Português -  Termos da Oraçãowww.explicadoraescolar.com.br - Português -  Termos da Oração
www.explicadoraescolar.com.br - Português - Termos da Oração
 
www.AulasDePortuguesApoio.com - Português - Termos da Oração
www.AulasDePortuguesApoio.com     - Português -  Termos da Oraçãowww.AulasDePortuguesApoio.com     - Português -  Termos da Oração
www.AulasDePortuguesApoio.com - Português - Termos da Oração
 
A regência verbal e nominal
A regência verbal e nominalA regência verbal e nominal
A regência verbal e nominal
 
Regencia verbal
Regencia verbalRegencia verbal
Regencia verbal
 
Regencia verbal
Regencia verbalRegencia verbal
Regencia verbal
 
4074995 portugues-ppt-regencia
4074995 portugues-ppt-regencia4074995 portugues-ppt-regencia
4074995 portugues-ppt-regencia
 
Regenência completo
Regenência  completoRegenência  completo
Regenência completo
 
RegêNcia
RegêNciaRegêNcia
RegêNcia
 
RegêNcia
RegêNciaRegêNcia
RegêNcia
 
Capítulo – verbo
Capítulo  – verboCapítulo  – verbo
Capítulo – verbo
 
Vozes do verbo
Vozes do verboVozes do verbo
Vozes do verbo
 
Vozes do verbo
Vozes do verboVozes do verbo
Vozes do verbo
 
Vozes do verbo
Vozes do verboVozes do verbo
Vozes do verbo
 
Gramática regência
Gramática regênciaGramática regência
Gramática regência
 
02-11-07-concordncia-verbal-regncia-crase-1198038839748798-4.ppt
02-11-07-concordncia-verbal-regncia-crase-1198038839748798-4.ppt02-11-07-concordncia-verbal-regncia-crase-1198038839748798-4.ppt
02-11-07-concordncia-verbal-regncia-crase-1198038839748798-4.ppt
 

Mais de Flávio Ferreira

Aulas 21 22
Aulas 21 22Aulas 21 22
Aulas 21 22
Flávio Ferreira
 
Figuras de linguagem e efeitos de sentido.
Figuras de linguagem e efeitos de sentido.Figuras de linguagem e efeitos de sentido.
Figuras de linguagem e efeitos de sentido.
Flávio Ferreira
 
Or278200918405
Or278200918405Or278200918405
Or278200918405
Flávio Ferreira
 
Perc3adodo composto-41
Perc3adodo composto-41Perc3adodo composto-41
Perc3adodo composto-41
Flávio Ferreira
 
A mo ca tecela pdf
A mo ca tecela pdfA mo ca tecela pdf
A mo ca tecela pdf
Flávio Ferreira
 
06 periodo composto_2
06 periodo composto_206 periodo composto_2
06 periodo composto_2
Flávio Ferreira
 
Verbos e-vozes-verbais-ii2610201119519
Verbos e-vozes-verbais-ii2610201119519Verbos e-vozes-verbais-ii2610201119519
Verbos e-vozes-verbais-ii2610201119519
Flávio Ferreira
 
Oracoes
OracoesOracoes
Oracoessubstantivas
OracoessubstantivasOracoessubstantivas
Oracoessubstantivas
Flávio Ferreira
 
O pequeno-principe
O pequeno-principeO pequeno-principe
O pequeno-principe
Flávio Ferreira
 
Regulamento concurso de_redacao_2016_bau
Regulamento concurso de_redacao_2016_bauRegulamento concurso de_redacao_2016_bau
Regulamento concurso de_redacao_2016_bau
Flávio Ferreira
 
4
44
3
33
1
11
Reformaortografica
ReformaortograficaReformaortografica
Reformaortografica
Flávio Ferreira
 
Acordo20ortografico20me1rcia
Acordo20ortografico20me1rciaAcordo20ortografico20me1rcia
Acordo20ortografico20me1rcia
Flávio Ferreira
 
2
22
1
11
1
11
Vozes verbais 7a_serie
Vozes verbais 7a_serieVozes verbais 7a_serie
Vozes verbais 7a_serie
Flávio Ferreira
 

Mais de Flávio Ferreira (20)

Aulas 21 22
Aulas 21 22Aulas 21 22
Aulas 21 22
 
Figuras de linguagem e efeitos de sentido.
Figuras de linguagem e efeitos de sentido.Figuras de linguagem e efeitos de sentido.
Figuras de linguagem e efeitos de sentido.
 
Or278200918405
Or278200918405Or278200918405
Or278200918405
 
Perc3adodo composto-41
Perc3adodo composto-41Perc3adodo composto-41
Perc3adodo composto-41
 
A mo ca tecela pdf
A mo ca tecela pdfA mo ca tecela pdf
A mo ca tecela pdf
 
06 periodo composto_2
06 periodo composto_206 periodo composto_2
06 periodo composto_2
 
Verbos e-vozes-verbais-ii2610201119519
Verbos e-vozes-verbais-ii2610201119519Verbos e-vozes-verbais-ii2610201119519
Verbos e-vozes-verbais-ii2610201119519
 
Oracoes
OracoesOracoes
Oracoes
 
Oracoessubstantivas
OracoessubstantivasOracoessubstantivas
Oracoessubstantivas
 
O pequeno-principe
O pequeno-principeO pequeno-principe
O pequeno-principe
 
Regulamento concurso de_redacao_2016_bau
Regulamento concurso de_redacao_2016_bauRegulamento concurso de_redacao_2016_bau
Regulamento concurso de_redacao_2016_bau
 
4
44
4
 
3
33
3
 
1
11
1
 
Reformaortografica
ReformaortograficaReformaortografica
Reformaortografica
 
Acordo20ortografico20me1rcia
Acordo20ortografico20me1rciaAcordo20ortografico20me1rcia
Acordo20ortografico20me1rcia
 
2
22
2
 
1
11
1
 
1
11
1
 
Vozes verbais 7a_serie
Vozes verbais 7a_serieVozes verbais 7a_serie
Vozes verbais 7a_serie
 

Último

Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptxApresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
JulianeMelo17
 
.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt
.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt
.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt
IslanderAndrade
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
Mary Alvarenga
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
UFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdf
UFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdfUFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdf
UFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdf
Manuais Formação
 
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
Mary Alvarenga
 
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
Escola Municipal Jesus Cristo
 
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdfAPOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
RenanSilva991968
 
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
ValdineyRodriguesBez1
 
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdfCaderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
carlaslr1
 
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdfEspecialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
DanielCastro80471
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdfCADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
NatySousa3
 
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
AdrianoMontagna1
 
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdfEgito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
sthefanydesr
 
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdfPowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
1000a
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
AntnioManuelAgdoma
 
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdfthe_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
CarinaSoto12
 
Sócrates e os sofistas - apresentação de slides
Sócrates e os sofistas - apresentação de slidesSócrates e os sofistas - apresentação de slides
Sócrates e os sofistas - apresentação de slides
jbellas2
 

Último (20)

Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptxApresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
 
.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt
.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt
.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
UFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdf
UFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdfUFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdf
UFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdf
 
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
 
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
 
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdfAPOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
 
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
 
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdfCaderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
 
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdfEspecialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdfCADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
 
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
 
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdfEgito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
 
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdfPowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
 
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
 
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdfthe_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
 
Sócrates e os sofistas - apresentação de slides
Sócrates e os sofistas - apresentação de slidesSócrates e os sofistas - apresentação de slides
Sócrates e os sofistas - apresentação de slides
 

Aula 13 vozes verbais

  • 1. AULA 13AULA 13 Vozes Verbais.Vozes Verbais.
  • 2. O QUE VOCÊ PRECISA SABER...  As saúvas destruíram  A brisa leva  Verbos Transitivos Diretos = exigem COMPLEMENTO sem preposição. O QUÊ? QUEM? as plantações. O QUÊ? QUEM? as flores. O. D. O. D. V. T. D. V. T. D.
  • 3. O QUE VOCÊ PRECISA SABER...  A empresa precisa  Os pais darão  Verbos Transitivos Indiretos = exigem COMPLEMENTO com preposição. DE QUÊ? O QUÊ? A QUEM? O. I. O. D. V. T. I. V. T. D. I. de profissionais competentes. O. I. outra oportunidade aos filhos.
  • 4. VOZES VERBAIS: Indicam a relação entre o SUJEITO e a AÇÃO expressa pelo verbo. 1. Se a ação é praticada pelo sujeito: A mãe penteou o menino. 2. Se a ação é sofrida pelo sujeito: O menino foi penteado pela mãe. 3. Se o sujeito ao mesmo tempo pratica e sofre a ação. O menino penteou-se. VOZ ATIVA VOZ REFLEXIVA VOZ PASSIVA
  • 5. VOZ PASSIVA ANALÍTICA  V. P. A. = Sujeito sofre a ação verbal.  V. P. A. = locução verbal : verbo auxiliar + verbo principal (ser, estar, ficar) (particípio – ado, ido)  V. P. A. = só podem ser apassivados verbos: transitivos diretos ou transitivos diretos e indiretos. * É comum aparecer AGENTE DA PASSIVA na V. P. A.
  • 6. Agente da Passiva  Termo que pratica ação na Voz Passiva Analítica.  Estrutura: Por (preposição) + Substantivo Os reféns foram libertados pelos sequestradores. A carta foi entregue à moça pelo carteiro. Agente da Passiva Agente da Passiva
  • 7. Os turistas europeus contemplam as praias brasileiras sempre. As praias brasileiras são contempladas pelos turistas europeus sempre. EXEMPLOS: SUJEITO AGENTE VERBO TRANS. DIRETO OBJETO DIRETO CIRCUNSTÂNCIA DE TEMPO VOZ ATIVA SUJEITO PACIENTE LOCUÇÃO VERBAL AGENTE DA PASSIVA CIRCUNSTÂNCIA DE TEMPO VOZ PASSIVA VOZ PASSIVA ANALÍTICA
  • 8. TRANSPOSIÇÃO DE VOZES VERBAIS ATENÇÃO: O verbo deve ser transitivo direto ou transitivo direto e indireto: A Lua ainda seduzia os namorados. (Quem seduz, seduz algo ou alguém. Objeto direto Os namorados eram seduzidos pela lua. Sujeito Paciente A sociedade devolve a confiança ao povo. (Quem devolve, devolve alguma coisa a alguém.) Objeto direto A confiança ao povo é devolvida pela sociedade. Sujeito Paciente
  • 9. VOZ PASSIVA SINTÉTICA  V. P. S. = Sujeito sofre a ação verbal.  V. P. S. = Verbo na 3ª pessoa do sing./ plural. + SE – pronome apassivador.  V. P. S. = só podem ser apassivados verbos: transitivos diretos ou transitivos diretos e indiretos. * Não ocorre Agente da Passiva na V. P. S.
  • 10. As praias brasileiras são contempladas pelos turistas europeus sempre. SUJEITO PACIENTE LOCUÇÃO VERBAL AGENTE DA PASSIVA CIRCUNSTÂNCIA DE TEMPO VOZ PASSIVA ANALÍTICA Contemplam as praias brasileiras sempre.-SE VERBO TRANS. DIRETO SUJEITO PACIENTE CIRCUNSTÂNCIA DE TEMPO PARTÍCULA APASSIVADORA VOZ PASSIVA SINTÉTICA
  • 11. Voz Ativa – sujeito indeterminado  Estrutura: Verbo (3ªpessoa do singular) + SE (Índice de indeterminação do sujeito)  Confiava-se em sonhos.  Desistiu-se da proposta. V.T.I . O.I. V.T.I . O.I. SUJ. INDET./ SUJ. INDET./ EM QUÊ? EM QUEM? DE QUÊ? DE QUEM?
  • 12. Voz Ativa – sujeito indeterminado  Estrutura: Verbo (3ªpessoa do singular) + SE (Índice de indeterminação do sujeito)  Vive-se alegremente.  Trabalha-se muito por aqui. V.I. Circunstância de modo. SUJ. INDET./ SUJ. INDET./ V.I. Intensidade Circunstância de lugar
  • 13. Voz reflexiva: ação reflexiva ou ação recíproca: O turista SE machucou na praia brasileira. PRONOME REFLEXIVO – AÇÃO REFLEXIVA VOZ REFLEXIVA Os turistas SE machucaram na praia brasileira. PRONOME REFLEXIVO – AÇÃO REFLEXIVA OU RECÍPROCA VOZ REFLEXIVA CORRIGINDO A AMBIGUIDADE Os turistas se machucaram A SI MESMOS na praia brasileira. Os turistas se machucaram UNS AOS OUTROS na praia brasileira. OU AÇÃO RECÍPROCA AÇÃO REFLEXIVA
  • 14. 3ª- Índice de indeterminação do sujeito x Pronome apassivador: V.T.D + SE (Partícula apassivadora) + Sujeito Paciente Aluga- SE um imóvel comercial. V. NÃO T.D + SE (Índice de Indeterminação) VTD SUJEITO PACIENTE VOZ PASSIVA SINTÉTICA NO PLURAL Alugam- SE imóveis comerciais. Precisa- SE de um imóvel comercial. VTI OBJETO INDIRETO VOZ ATIVASUJ. INDET./ NO PLURAL Precisa- SE de imóveis comerciais. VERBO VARIÁVEL SING/PLURAL VERBO INVARIÁVEL 3ª PES. SINGULAR