SlideShare uma empresa Scribd logo
COMUNICAÇÃO
ASSERTIVA
HABILIDADES DE
COMUNICAÇÃO:
Referem-se ao processo mediador
do contato entre as pessoas. Dá-se
tanto deforma verbal como não-
verbal.
Algumas das principais habilidades
de comunicação são: fazer e
responder perguntas, pedir e dar
feedback, gratificar/elogiar, iniciar,
manter e encerrar conversação.
HABILIDADES DE
COMUNICAÇÃO:
Desenvolvimento das habilidades sociais:
· Herdado X Adquirido
· A base genética predispõe, mas são as
experiências que determinam o repertório de
habilidades sociais dos indivíduos.
· Início: infância
· Convívio familiar
· Vida escolar
· Adolescência
COMPONENTES
PARALINGUÍSTICOS
• A comunicação humana por meio da fala depende
do emprego especializado do canal audiovisual.
Porém, esse canal transporta mensagens na área
paralinguística ou vocal (“como” se fala em oposição
a “o que” se fala). Alguns sinais vocais são capazes
de comunicar mensagens por si mesmas: chorar, rir,
assobiar, bocejar, suspirar, etc.
• Outras vocalizações encontram-se muito
relacionadas com o conteúdo verbal, incluindo o
volume, o tom, o timbre, a clareza, a velocidade, a
ênfase, ...
VOLUME
• A função mais básica do volume consiste em fazer
com que uma mensagem chega até um ouvinte, e o
déficit óbvio, e comum, é um nível de volume muito
baixo para servir a essa função, fazendo por exemplo,
com que a fala seja ignorada ou que o ouvinte se irrite.
• Um volume baixo de voz pode indicar submissão,
introversão ou tristeza, enquanto um alto volume pode
indicar segurança, domínio, extroversão e/ou
persuasão. O falar demasiado alto (que sugere
agressividade, ira) pode ter também, consequências
negativas, as pessoas poderiam ir embora ou evitar
futuros encontros. Um volume moderado pode indicar
agrado, atividade, alegria.
• As mudanças no volume de voz podem ser
empregadas em uma conversação para enfatizar
pontos.Uma voz que varia pouco em volume não será
muito interessante de escutar
TOM / ENTONAÇÃO
• A entonação serve para comunicar sentimentos e
emoções.
• Podemos transmitir várias mensagens com uma única
frase, simplesmentemudando o tom, a entonação. •
Pouca entonação, com volume baixo, indica enfado ou
tristeza. Um padrãoque não varia pode ser aborrecido
ou monótono.
• Percebemos as pessoas como mais dinâmicas e
extrovertidas quando mudam o tom e a entonação de
suas vozes durante uma conversação.
ASSERTIVIDADE
É uma das principais classes de desempenho
socialmente competente e pode ser definida como o
exercício dos próprios direitos e a expressão de
qualquer sentimento, com controle da ansiedade e sem
ferir os direitos do outro.
Afirmação dos próprios direitos e expressão de
pensamento, sentimento e crenças de maneira direta,
honesta e apropriada que não viole o direito do outro.
É um tipo de enfrentamento de situações com risco que
requer autocontrole e expressão apropriada de
sentimentos negativos.
É uma habilidade verbal que permite ao ser humano ter
controle de si mesmo nas relações interpessoais. O
comportamento assertivo é definido como a expressão
adequada de qualquer emoção que não a ansiedade
com relação à outra pessoa.
Entre as principais habilidades requeridas nesta classe
estão: manifestar opinião, concordar, discordar, fazer,
aceitar e recusar pedidos, desculpar-se, admitir falhas,
interagir comautoridade, estabelecer relacionamento
afetivo e/ou sexual, encerrar relacionamento, expressar
raiva/desagrado, pedir mudança de comportamento e
lidar com críticas.
Quando conseguimos expressar nossos pensamentos,
sentimentos e vontades sem agredir o outro, sentimo-nos
leves e satisfeitos. Esse bem-estar é o resultado da
comunicação assertiva, constituída por pensamentos,
sentimentos e ações que afirmam o nosso eu. Isto significa
que nós só podemos ocupar o espaço q que temos direito
sem invadir o espaço do outro. Podemos atingir nossos
objetivos e metas profissionais e pessoais com
persistência, porém adotando uma postura ética.
O significado de assertividade tem sido distorcido,
promovendo resistência nas pessoas. Muitos entendem
que ser assertivo é ter apenas uma comunicação sincera e
objetiva, sentindo-se como direito de dizer muitos “nãos” e
poucos “sins” aos outros, “doa a quem doer e custe o que
custar”.
No ambiente profissional, o perfil assertivo é cada vez
mais valorizado, principalmente em um mercado de
mudanças contínuas, que exige decisões objetivas e
focadas nos resultados esperados e que considera
relevante a construção de parcerias. A técnica assertiva
“aposta”na mudança do comportamento passivo ou
agressivo para um comportamento maduro e honesto,
adaptado a todos os tipos de personalidade
“O Comportamento assertivo é ativo, direto e honesto,
transmitindo uma impressão de autorespeito e respeito
pelos outros”.
No ambiente profissional, o perfil assertivo é cada vez
mais valorizado, principalmente em um mercado de
mudanças contínuas, que exige decisões objetivas e
focadas nos resultados esperados e que considera
relevante a construção de parcerias. A técnica assertiva
“aposta”na mudança do comportamento passivo ou
agressivo para um comportamento maduro e honesto,
adaptado a todos os tipos de personalidade
“O Comportamento assertivo é ativo, direto e honesto,
transmitindo uma impressão de autorespeito e respeito
pelos outros”.
ATIVO porque é um comportamento atuante, incisivo e
decidido, ao contrário do reativo, que apenas surge
quando é estimulado pela ação da outra pessoa.
O comportamento assertivo é DIRETO porque faz
economia de palavras, não permitindo rodeios,
justificativas e desculpas. Toda mensagem tem uma frase
nuclear considerada com o foco principal e somente ela
deve ser comunicada. Quando usamos um excesso de
palavras, corremos o risco de assumir a postura passiva e
diluir a força da mensagem entre desculpas e justificativas.
O comportamento assertivo é HONESTO porque não usa
artimanhas e manipulações para exercer influência.
- Reforçador e mais adequado.
- Ajuda o indivíduo a expressar-se
livremente.
- Atinge com frequência os objetivos.
- Permite maior controle da situação.
- Sente-se melhor, por ter sido capaz de
emitir suas opiniões.
- Consequências favoráveis à pessoa que é
objeto do comportamento assertivo.
- Satisfação com a vida social.
- Confiança em si mesmo para mudar, se
necessário.
- Vantagem a longo prazo: Maximização das
consequências favoráveis e minimização das
desfavoráveis.
.
VANTAGENS DO
COMPORTAMENTO
ASSERTIVO
É o comportamento que torna uma pessoa capaz
de agir em seus próprios interesses, a se afirmar
sem ansiedade indevida, a expressar sentimentos
sinceros sem constrangimento ou a exercitar seus
próprios direitos sem negar os alheios.
Uma pessoa assertiva é capaz de lutar pelos seus
próprios interesses com segurança e confiança.
Expressa seus sentimentos e emoções sem
ansiedade.
O assertivo nem sempre resolve seus problemas,
mas sempre tenta.
O assertivo sabe pedir e ouvir sim ou não e
compreende o não.
COMPORTAMENTO
ASSERTIVO
O comportamento passivo é caracterizado pela fuga
diante do conflito.
Principais tipos de sujeitos passivos:
Bloqueador: é aquele que demonstra pessimismo e
resistência em aceitar uma mudança, por medo de ser
incompetente;
Procrastinador: é aquele que deixa tudo para depois. Sua
vida é uma eterna crise, confirmando seu sentimento de
incompetência;
Observador: é aquele que não se posiciona, prefere ouvir
e fazer o que os outros decidem;
Amável e concordante: é aquele educado, que concorda
com tudo que o outro diz. A sensação é que ele não tem
opinião própria, pois normalmente acha a ideia do outro
tão adequada que dispensa seus próprios comentários;
Vítima: é aquele que reclama de tudo, coloca-se no papel
de vítima, fazendo o outro se sentir culpado.
COMPORTAMENTO
PASSIVO
Poucas chances de satisfação de suas necessidades e
entendimento de suas opiniões;
Falta de comunicação e/ou comunicação incompleta;
Sentir-se-á incompreendida, não levada em conta e
manipulada tornando-se hostil ou irritada com a outra
pessoa;
Sentimento de culpa, ansiedade, depressão e baixa
autoestima;
Podem desenvolver queixas psicossomáticas.
Provável explosão após sucessivas situações não-
assertivas;
CONSEQUÊNCIAS DO
COMPORTAMENTO
PASSIVO
Para quem recebe o comportamento não-assertivo:
Algumas consequências desfavoráveis: Ter de “ler os
pensamentos do outro”; debilitamento de sentimentos
positivos; carga pesada ter de tomar as decisões pelo
outro e perceber a insatisfação;
Traços: costuma ter avaliação de si mesmo inadequada e
negativa; sentimentos de inferioridade; tendência a ser
excessivamente carente de apoio emocional; ansiedade
interpessoal excessiva; tentam agradar a todos
(camaleões); não expressam o que sentem; acham difícil
dizer “não”; tratam de ser amigáveis para todos, mas
emocionalmente são uns mentirosos.
Tende a pensar na resposta apropriada depois que a
oportunidade passou.
CONSEQUÊNCIAS DO
COMPORTAMENTO
PASSIVO
O passivo não sabe pedir porque não sabe ouvir, receber
e dizer não.
“As pessoas que se comportam de forma não assertiva
tratam de ser tudo para todo o mundo e acabam não
sendo nada para si mesmos” (Salter, 1949).
.
CONSEQUÊNCIAS DO
COMPORTAMENTO
PASSIVO
O sujeito agressivo tenta conseguir a todo custo seu
objetivo, afastando as pessoas e os outros obstáculos no
processo.
Principais tipos de sujeitos agressivos (Martins, 2005):
Impositor: é aquele que busca o consentimento do outro
pelo medo. Para conseguir seu objetivo, utiliza ameaças
que envolvem alguma perda para o agredido e, assim,
neutraliza suas forças e resistências; Rebelde: é aquele
que tem o espírito de denúncia, ou seja, que expõe as
outras pessoas a situações embaraçosas;
Do contra: é aquele que contradiz tudo e todos.
Normalmente, ele não escuta bem e coloca objeções às
ideias dos outros, como uma forma de mostrar seu poder
de influência;
COMPORTAMENTO
AGRESSIVO
O sujeito agressivo tenta conseguir a todo custo seu
objetivo, afastando as pessoas e os outros obstáculos no
processo.
Principais tipos de sujeitos agressivos (Martins, 2005):
Impositor: é aquele que busca o consentimento do outro
pelo medo. Para conseguir seu objetivo, utiliza ameaças
que envolvem alguma perda para o agredido e, assim,
neutraliza suas forças e resistências; Rebelde: é aquele
que tem o espírito de denúncia, ou seja, que expõe as
outras pessoas a situações embaraçosas;
Do contra: é aquele que contradiz tudo e todos.
Normalmente, ele não escuta bem e coloca objeções às
ideias dos outros, como uma forma de mostrar seu poder
de influência;
COMPORTAMENTO
AGRESSIVO
Sabotador de ideias e pessoas: é aquele que desvaloriza
tudo e todos destruindo as ideias alheias; Vingador: é
aquele que guarda rancor e, num dado momento
prejudica a pessoa que ele culpa por sua mágoa;
Pretensioso: é aquele que esmaga o outro com seus
conhecimentos;
Susceptível: é aquele que não suporta ser contrariado.
Tem dificuldade em aceitar o não do outro.
COMPORTAMENTO
AGRESSIVO
Defende seus direitos pessoais e sua expressão de forma
normalmente, desonesta, inapropriada e sempre viola os
direitos da outra pessoa;
Pode ser expresso de maneira direta (verbalizações
ofensivas) ou indireta (gestos hostis/ameaçadores,
comentários sarcásticos.
Consequências: a curto prazo: favoráveis (atingir
objetivos-reforço) ou desfavoráveis (enérgica contra-
agressão).
longo prazo: sempre negativas (evitação dos outros,
tensão na relação, vinganças,...).
COMPORTAMENTO
AGRESSIVO
ESCOLHA
“É convicção nossa que cada pessoa deveria poder
escolher como agir. Se alguém pode agir assertivamente
sob determinadas circunstâncias, mas escolhe não o
fazer, atingimos nosso objetivo (o de ensinar as pessoas
a se comportar de forma assertiva). Se, ao contrário,
você for incapaz de agir assertivamente (p.ex., não pode
escolher como se comportar, mas se acovarda com a
não-assertividade ou explode na agressão), será
governado pelos demais e sua saúde mental se
ressentirá. Nosso critério mais importante para seu bem
estar é que você faz a escolha”
.

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Assertividade

2020 07 -_arley_perfis_comportamentais
2020 07 -_arley_perfis_comportamentais2020 07 -_arley_perfis_comportamentais
2020 07 -_arley_perfis_comportamentais
Thayane Victoriano
 
Assertividade mauro
Assertividade mauroAssertividade mauro
Assertividade mauro
mauromartins1999
 
Afectividade
AfectividadeAfectividade
Afectividade
Carla Neves
 
1202661643 janine kieling_monteiro
1202661643 janine kieling_monteiro1202661643 janine kieling_monteiro
1202661643 janine kieling_monteiro
cleusa_1968
 
A importância da tolerância à frustração nos transtornos
A importância da tolerância à frustração nos transtornosA importância da tolerância à frustração nos transtornos
A importância da tolerância à frustração nos transtornos
aptadf
 
Comportamentos comunicacionais
Comportamentos comunicacionaisComportamentos comunicacionais
Comportamentos comunicacionais
Joana
 
Auto estima
Auto estimaAuto estima
Auto estima
NaNe77
 
Comunicação interpessoal
Comunicação interpessoalComunicação interpessoal
Comunicação interpessoal
tiagom171
 
Formação_Pedagógica-_Editora_Espiral[1].pptx
Formação_Pedagógica-_Editora_Espiral[1].pptxFormação_Pedagógica-_Editora_Espiral[1].pptx
Formação_Pedagógica-_Editora_Espiral[1].pptx
LucianaCeli
 
gestão de comunicação
gestão de comunicaçãogestão de comunicação
gestão de comunicação
Sergio Padua
 
Mbm qualidade no-atendimento
Mbm qualidade no-atendimentoMbm qualidade no-atendimento
Mbm qualidade no-atendimento
ajspires79
 
Comunicação Assertiva - Karime Kamel
Comunicação Assertiva  - Karime KamelComunicação Assertiva  - Karime Kamel
Comunicação Assertiva - Karime Kamel
Karime Kamel
 
Assertividade texto 01 folha
Assertividade texto 01 folhaAssertividade texto 01 folha
Assertividade texto 01 folha
Aldo Bianco
 
Habilidades sociais assertivas 1
Habilidades sociais assertivas 1Habilidades sociais assertivas 1
Habilidades sociais assertivas 1
Euni Santos
 
Habilidades sociais assertivas 1
Habilidades sociais assertivas 1Habilidades sociais assertivas 1
Habilidades sociais assertivas 1
Euni Santos
 
Perfil comunicacional assertivo 1
Perfil comunicacional assertivo 1Perfil comunicacional assertivo 1
Perfil comunicacional assertivo 1
MigazzLuis
 
Perfil comunicacional assertivo
Perfil comunicacional assertivoPerfil comunicacional assertivo
Perfil comunicacional assertivo
MigazzLuis
 
Assertividade
AssertividadeAssertividade
Assertividade
psimais
 
Barreirascomunicao
Barreirascomunicao Barreirascomunicao
Barreirascomunicao
Francisco Santos
 
VALORES IMPORTANTES PARA UMA EQUIPE DE TRABALHO.pptx
VALORES IMPORTANTES PARA UMA EQUIPE DE TRABALHO.pptxVALORES IMPORTANTES PARA UMA EQUIPE DE TRABALHO.pptx
VALORES IMPORTANTES PARA UMA EQUIPE DE TRABALHO.pptx
LiviaRosaneSilvaSant
 

Semelhante a Assertividade (20)

2020 07 -_arley_perfis_comportamentais
2020 07 -_arley_perfis_comportamentais2020 07 -_arley_perfis_comportamentais
2020 07 -_arley_perfis_comportamentais
 
Assertividade mauro
Assertividade mauroAssertividade mauro
Assertividade mauro
 
Afectividade
AfectividadeAfectividade
Afectividade
 
1202661643 janine kieling_monteiro
1202661643 janine kieling_monteiro1202661643 janine kieling_monteiro
1202661643 janine kieling_monteiro
 
A importância da tolerância à frustração nos transtornos
A importância da tolerância à frustração nos transtornosA importância da tolerância à frustração nos transtornos
A importância da tolerância à frustração nos transtornos
 
Comportamentos comunicacionais
Comportamentos comunicacionaisComportamentos comunicacionais
Comportamentos comunicacionais
 
Auto estima
Auto estimaAuto estima
Auto estima
 
Comunicação interpessoal
Comunicação interpessoalComunicação interpessoal
Comunicação interpessoal
 
Formação_Pedagógica-_Editora_Espiral[1].pptx
Formação_Pedagógica-_Editora_Espiral[1].pptxFormação_Pedagógica-_Editora_Espiral[1].pptx
Formação_Pedagógica-_Editora_Espiral[1].pptx
 
gestão de comunicação
gestão de comunicaçãogestão de comunicação
gestão de comunicação
 
Mbm qualidade no-atendimento
Mbm qualidade no-atendimentoMbm qualidade no-atendimento
Mbm qualidade no-atendimento
 
Comunicação Assertiva - Karime Kamel
Comunicação Assertiva  - Karime KamelComunicação Assertiva  - Karime Kamel
Comunicação Assertiva - Karime Kamel
 
Assertividade texto 01 folha
Assertividade texto 01 folhaAssertividade texto 01 folha
Assertividade texto 01 folha
 
Habilidades sociais assertivas 1
Habilidades sociais assertivas 1Habilidades sociais assertivas 1
Habilidades sociais assertivas 1
 
Habilidades sociais assertivas 1
Habilidades sociais assertivas 1Habilidades sociais assertivas 1
Habilidades sociais assertivas 1
 
Perfil comunicacional assertivo 1
Perfil comunicacional assertivo 1Perfil comunicacional assertivo 1
Perfil comunicacional assertivo 1
 
Perfil comunicacional assertivo
Perfil comunicacional assertivoPerfil comunicacional assertivo
Perfil comunicacional assertivo
 
Assertividade
AssertividadeAssertividade
Assertividade
 
Barreirascomunicao
Barreirascomunicao Barreirascomunicao
Barreirascomunicao
 
VALORES IMPORTANTES PARA UMA EQUIPE DE TRABALHO.pptx
VALORES IMPORTANTES PARA UMA EQUIPE DE TRABALHO.pptxVALORES IMPORTANTES PARA UMA EQUIPE DE TRABALHO.pptx
VALORES IMPORTANTES PARA UMA EQUIPE DE TRABALHO.pptx
 

Último

Electrocardiografia - Manual AMIR - ENARM
Electrocardiografia - Manual AMIR - ENARMElectrocardiografia - Manual AMIR - ENARM
Electrocardiografia - Manual AMIR - ENARM
dantemalca
 
NR 12 - OPERADOR DE CESTO AÉREO elet.pdf
NR 12 - OPERADOR DE CESTO AÉREO elet.pdfNR 12 - OPERADOR DE CESTO AÉREO elet.pdf
NR 12 - OPERADOR DE CESTO AÉREO elet.pdf
guilhermefontenele8
 
Relação de Médicos e Prestadores 2023.pdf
Relação de Médicos e Prestadores 2023.pdfRelação de Médicos e Prestadores 2023.pdf
Relação de Médicos e Prestadores 2023.pdf
maripinkmarianne
 
mini curso de suturas para enfermeiros 2024
mini curso de suturas para enfermeiros 2024mini curso de suturas para enfermeiros 2024
mini curso de suturas para enfermeiros 2024
OttomGonalvesDaSilva
 
9 - Nutrição e Longevidade - apóstila.pdf
9 - Nutrição e Longevidade - apóstila.pdf9 - Nutrição e Longevidade - apóstila.pdf
9 - Nutrição e Longevidade - apóstila.pdf
KauFelipo
 
Cirurgia Bucomaxilofacial - Roberto Prado _ OCR.pdf
Cirurgia Bucomaxilofacial - Roberto Prado _ OCR.pdfCirurgia Bucomaxilofacial - Roberto Prado _ OCR.pdf
Cirurgia Bucomaxilofacial - Roberto Prado _ OCR.pdf
BrunaNeves80
 
Posicionamento dos ombros para avalizaçao por RX
Posicionamento dos ombros para avalizaçao por RXPosicionamento dos ombros para avalizaçao por RX
Posicionamento dos ombros para avalizaçao por RX
paathizinhya
 
Mini curso Análise de LCR Liquorologia.pptx
Mini curso Análise de LCR Liquorologia.pptxMini curso Análise de LCR Liquorologia.pptx
Mini curso Análise de LCR Liquorologia.pptx
GleenseCartonilho
 
Procedimento Operacional Padrão Para Recebimento e Atendimento de Pacientes P...
Procedimento Operacional Padrão Para Recebimento e Atendimento de Pacientes P...Procedimento Operacional Padrão Para Recebimento e Atendimento de Pacientes P...
Procedimento Operacional Padrão Para Recebimento e Atendimento de Pacientes P...
Senior Consultoria em Gestão e Marketing
 

Último (9)

Electrocardiografia - Manual AMIR - ENARM
Electrocardiografia - Manual AMIR - ENARMElectrocardiografia - Manual AMIR - ENARM
Electrocardiografia - Manual AMIR - ENARM
 
NR 12 - OPERADOR DE CESTO AÉREO elet.pdf
NR 12 - OPERADOR DE CESTO AÉREO elet.pdfNR 12 - OPERADOR DE CESTO AÉREO elet.pdf
NR 12 - OPERADOR DE CESTO AÉREO elet.pdf
 
Relação de Médicos e Prestadores 2023.pdf
Relação de Médicos e Prestadores 2023.pdfRelação de Médicos e Prestadores 2023.pdf
Relação de Médicos e Prestadores 2023.pdf
 
mini curso de suturas para enfermeiros 2024
mini curso de suturas para enfermeiros 2024mini curso de suturas para enfermeiros 2024
mini curso de suturas para enfermeiros 2024
 
9 - Nutrição e Longevidade - apóstila.pdf
9 - Nutrição e Longevidade - apóstila.pdf9 - Nutrição e Longevidade - apóstila.pdf
9 - Nutrição e Longevidade - apóstila.pdf
 
Cirurgia Bucomaxilofacial - Roberto Prado _ OCR.pdf
Cirurgia Bucomaxilofacial - Roberto Prado _ OCR.pdfCirurgia Bucomaxilofacial - Roberto Prado _ OCR.pdf
Cirurgia Bucomaxilofacial - Roberto Prado _ OCR.pdf
 
Posicionamento dos ombros para avalizaçao por RX
Posicionamento dos ombros para avalizaçao por RXPosicionamento dos ombros para avalizaçao por RX
Posicionamento dos ombros para avalizaçao por RX
 
Mini curso Análise de LCR Liquorologia.pptx
Mini curso Análise de LCR Liquorologia.pptxMini curso Análise de LCR Liquorologia.pptx
Mini curso Análise de LCR Liquorologia.pptx
 
Procedimento Operacional Padrão Para Recebimento e Atendimento de Pacientes P...
Procedimento Operacional Padrão Para Recebimento e Atendimento de Pacientes P...Procedimento Operacional Padrão Para Recebimento e Atendimento de Pacientes P...
Procedimento Operacional Padrão Para Recebimento e Atendimento de Pacientes P...
 

Assertividade

  • 2. HABILIDADES DE COMUNICAÇÃO: Referem-se ao processo mediador do contato entre as pessoas. Dá-se tanto deforma verbal como não- verbal. Algumas das principais habilidades de comunicação são: fazer e responder perguntas, pedir e dar feedback, gratificar/elogiar, iniciar, manter e encerrar conversação.
  • 3. HABILIDADES DE COMUNICAÇÃO: Desenvolvimento das habilidades sociais: · Herdado X Adquirido · A base genética predispõe, mas são as experiências que determinam o repertório de habilidades sociais dos indivíduos. · Início: infância · Convívio familiar · Vida escolar · Adolescência
  • 4. COMPONENTES PARALINGUÍSTICOS • A comunicação humana por meio da fala depende do emprego especializado do canal audiovisual. Porém, esse canal transporta mensagens na área paralinguística ou vocal (“como” se fala em oposição a “o que” se fala). Alguns sinais vocais são capazes de comunicar mensagens por si mesmas: chorar, rir, assobiar, bocejar, suspirar, etc. • Outras vocalizações encontram-se muito relacionadas com o conteúdo verbal, incluindo o volume, o tom, o timbre, a clareza, a velocidade, a ênfase, ...
  • 5. VOLUME • A função mais básica do volume consiste em fazer com que uma mensagem chega até um ouvinte, e o déficit óbvio, e comum, é um nível de volume muito baixo para servir a essa função, fazendo por exemplo, com que a fala seja ignorada ou que o ouvinte se irrite. • Um volume baixo de voz pode indicar submissão, introversão ou tristeza, enquanto um alto volume pode indicar segurança, domínio, extroversão e/ou persuasão. O falar demasiado alto (que sugere agressividade, ira) pode ter também, consequências negativas, as pessoas poderiam ir embora ou evitar futuros encontros. Um volume moderado pode indicar agrado, atividade, alegria.
  • 6. • As mudanças no volume de voz podem ser empregadas em uma conversação para enfatizar pontos.Uma voz que varia pouco em volume não será muito interessante de escutar TOM / ENTONAÇÃO • A entonação serve para comunicar sentimentos e emoções. • Podemos transmitir várias mensagens com uma única frase, simplesmentemudando o tom, a entonação. • Pouca entonação, com volume baixo, indica enfado ou tristeza. Um padrãoque não varia pode ser aborrecido ou monótono.
  • 7. • Percebemos as pessoas como mais dinâmicas e extrovertidas quando mudam o tom e a entonação de suas vozes durante uma conversação.
  • 9. É uma das principais classes de desempenho socialmente competente e pode ser definida como o exercício dos próprios direitos e a expressão de qualquer sentimento, com controle da ansiedade e sem ferir os direitos do outro. Afirmação dos próprios direitos e expressão de pensamento, sentimento e crenças de maneira direta, honesta e apropriada que não viole o direito do outro. É um tipo de enfrentamento de situações com risco que requer autocontrole e expressão apropriada de sentimentos negativos.
  • 10. É uma habilidade verbal que permite ao ser humano ter controle de si mesmo nas relações interpessoais. O comportamento assertivo é definido como a expressão adequada de qualquer emoção que não a ansiedade com relação à outra pessoa. Entre as principais habilidades requeridas nesta classe estão: manifestar opinião, concordar, discordar, fazer, aceitar e recusar pedidos, desculpar-se, admitir falhas, interagir comautoridade, estabelecer relacionamento afetivo e/ou sexual, encerrar relacionamento, expressar raiva/desagrado, pedir mudança de comportamento e lidar com críticas.
  • 11. Quando conseguimos expressar nossos pensamentos, sentimentos e vontades sem agredir o outro, sentimo-nos leves e satisfeitos. Esse bem-estar é o resultado da comunicação assertiva, constituída por pensamentos, sentimentos e ações que afirmam o nosso eu. Isto significa que nós só podemos ocupar o espaço q que temos direito sem invadir o espaço do outro. Podemos atingir nossos objetivos e metas profissionais e pessoais com persistência, porém adotando uma postura ética. O significado de assertividade tem sido distorcido, promovendo resistência nas pessoas. Muitos entendem que ser assertivo é ter apenas uma comunicação sincera e objetiva, sentindo-se como direito de dizer muitos “nãos” e poucos “sins” aos outros, “doa a quem doer e custe o que custar”.
  • 12. No ambiente profissional, o perfil assertivo é cada vez mais valorizado, principalmente em um mercado de mudanças contínuas, que exige decisões objetivas e focadas nos resultados esperados e que considera relevante a construção de parcerias. A técnica assertiva “aposta”na mudança do comportamento passivo ou agressivo para um comportamento maduro e honesto, adaptado a todos os tipos de personalidade “O Comportamento assertivo é ativo, direto e honesto, transmitindo uma impressão de autorespeito e respeito pelos outros”.
  • 13. No ambiente profissional, o perfil assertivo é cada vez mais valorizado, principalmente em um mercado de mudanças contínuas, que exige decisões objetivas e focadas nos resultados esperados e que considera relevante a construção de parcerias. A técnica assertiva “aposta”na mudança do comportamento passivo ou agressivo para um comportamento maduro e honesto, adaptado a todos os tipos de personalidade “O Comportamento assertivo é ativo, direto e honesto, transmitindo uma impressão de autorespeito e respeito pelos outros”.
  • 14. ATIVO porque é um comportamento atuante, incisivo e decidido, ao contrário do reativo, que apenas surge quando é estimulado pela ação da outra pessoa. O comportamento assertivo é DIRETO porque faz economia de palavras, não permitindo rodeios, justificativas e desculpas. Toda mensagem tem uma frase nuclear considerada com o foco principal e somente ela deve ser comunicada. Quando usamos um excesso de palavras, corremos o risco de assumir a postura passiva e diluir a força da mensagem entre desculpas e justificativas. O comportamento assertivo é HONESTO porque não usa artimanhas e manipulações para exercer influência.
  • 15. - Reforçador e mais adequado. - Ajuda o indivíduo a expressar-se livremente. - Atinge com frequência os objetivos. - Permite maior controle da situação. - Sente-se melhor, por ter sido capaz de emitir suas opiniões. - Consequências favoráveis à pessoa que é objeto do comportamento assertivo. - Satisfação com a vida social. - Confiança em si mesmo para mudar, se necessário. - Vantagem a longo prazo: Maximização das consequências favoráveis e minimização das desfavoráveis. . VANTAGENS DO COMPORTAMENTO ASSERTIVO
  • 16. É o comportamento que torna uma pessoa capaz de agir em seus próprios interesses, a se afirmar sem ansiedade indevida, a expressar sentimentos sinceros sem constrangimento ou a exercitar seus próprios direitos sem negar os alheios. Uma pessoa assertiva é capaz de lutar pelos seus próprios interesses com segurança e confiança. Expressa seus sentimentos e emoções sem ansiedade. O assertivo nem sempre resolve seus problemas, mas sempre tenta. O assertivo sabe pedir e ouvir sim ou não e compreende o não. COMPORTAMENTO ASSERTIVO
  • 17. O comportamento passivo é caracterizado pela fuga diante do conflito. Principais tipos de sujeitos passivos: Bloqueador: é aquele que demonstra pessimismo e resistência em aceitar uma mudança, por medo de ser incompetente; Procrastinador: é aquele que deixa tudo para depois. Sua vida é uma eterna crise, confirmando seu sentimento de incompetência; Observador: é aquele que não se posiciona, prefere ouvir e fazer o que os outros decidem; Amável e concordante: é aquele educado, que concorda com tudo que o outro diz. A sensação é que ele não tem opinião própria, pois normalmente acha a ideia do outro tão adequada que dispensa seus próprios comentários; Vítima: é aquele que reclama de tudo, coloca-se no papel de vítima, fazendo o outro se sentir culpado. COMPORTAMENTO PASSIVO
  • 18. Poucas chances de satisfação de suas necessidades e entendimento de suas opiniões; Falta de comunicação e/ou comunicação incompleta; Sentir-se-á incompreendida, não levada em conta e manipulada tornando-se hostil ou irritada com a outra pessoa; Sentimento de culpa, ansiedade, depressão e baixa autoestima; Podem desenvolver queixas psicossomáticas. Provável explosão após sucessivas situações não- assertivas; CONSEQUÊNCIAS DO COMPORTAMENTO PASSIVO
  • 19. Para quem recebe o comportamento não-assertivo: Algumas consequências desfavoráveis: Ter de “ler os pensamentos do outro”; debilitamento de sentimentos positivos; carga pesada ter de tomar as decisões pelo outro e perceber a insatisfação; Traços: costuma ter avaliação de si mesmo inadequada e negativa; sentimentos de inferioridade; tendência a ser excessivamente carente de apoio emocional; ansiedade interpessoal excessiva; tentam agradar a todos (camaleões); não expressam o que sentem; acham difícil dizer “não”; tratam de ser amigáveis para todos, mas emocionalmente são uns mentirosos. Tende a pensar na resposta apropriada depois que a oportunidade passou. CONSEQUÊNCIAS DO COMPORTAMENTO PASSIVO
  • 20. O passivo não sabe pedir porque não sabe ouvir, receber e dizer não. “As pessoas que se comportam de forma não assertiva tratam de ser tudo para todo o mundo e acabam não sendo nada para si mesmos” (Salter, 1949). . CONSEQUÊNCIAS DO COMPORTAMENTO PASSIVO
  • 21. O sujeito agressivo tenta conseguir a todo custo seu objetivo, afastando as pessoas e os outros obstáculos no processo. Principais tipos de sujeitos agressivos (Martins, 2005): Impositor: é aquele que busca o consentimento do outro pelo medo. Para conseguir seu objetivo, utiliza ameaças que envolvem alguma perda para o agredido e, assim, neutraliza suas forças e resistências; Rebelde: é aquele que tem o espírito de denúncia, ou seja, que expõe as outras pessoas a situações embaraçosas; Do contra: é aquele que contradiz tudo e todos. Normalmente, ele não escuta bem e coloca objeções às ideias dos outros, como uma forma de mostrar seu poder de influência; COMPORTAMENTO AGRESSIVO
  • 22. O sujeito agressivo tenta conseguir a todo custo seu objetivo, afastando as pessoas e os outros obstáculos no processo. Principais tipos de sujeitos agressivos (Martins, 2005): Impositor: é aquele que busca o consentimento do outro pelo medo. Para conseguir seu objetivo, utiliza ameaças que envolvem alguma perda para o agredido e, assim, neutraliza suas forças e resistências; Rebelde: é aquele que tem o espírito de denúncia, ou seja, que expõe as outras pessoas a situações embaraçosas; Do contra: é aquele que contradiz tudo e todos. Normalmente, ele não escuta bem e coloca objeções às ideias dos outros, como uma forma de mostrar seu poder de influência; COMPORTAMENTO AGRESSIVO
  • 23. Sabotador de ideias e pessoas: é aquele que desvaloriza tudo e todos destruindo as ideias alheias; Vingador: é aquele que guarda rancor e, num dado momento prejudica a pessoa que ele culpa por sua mágoa; Pretensioso: é aquele que esmaga o outro com seus conhecimentos; Susceptível: é aquele que não suporta ser contrariado. Tem dificuldade em aceitar o não do outro. COMPORTAMENTO AGRESSIVO
  • 24. Defende seus direitos pessoais e sua expressão de forma normalmente, desonesta, inapropriada e sempre viola os direitos da outra pessoa; Pode ser expresso de maneira direta (verbalizações ofensivas) ou indireta (gestos hostis/ameaçadores, comentários sarcásticos. Consequências: a curto prazo: favoráveis (atingir objetivos-reforço) ou desfavoráveis (enérgica contra- agressão). longo prazo: sempre negativas (evitação dos outros, tensão na relação, vinganças,...). COMPORTAMENTO AGRESSIVO
  • 25. ESCOLHA “É convicção nossa que cada pessoa deveria poder escolher como agir. Se alguém pode agir assertivamente sob determinadas circunstâncias, mas escolhe não o fazer, atingimos nosso objetivo (o de ensinar as pessoas a se comportar de forma assertiva). Se, ao contrário, você for incapaz de agir assertivamente (p.ex., não pode escolher como se comportar, mas se acovarda com a não-assertividade ou explode na agressão), será governado pelos demais e sua saúde mental se ressentirá. Nosso critério mais importante para seu bem estar é que você faz a escolha” .