SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 25
ASSÉDIO OU VIOLÊNCIA MORAL NO TRABALHO
ASSÉDIO OU VIOLÊNCIA MORAL NO TRABALHO O assédio moral é um tipo de violência que expõe as pessoas a situações ofensivas e humilhantes.
- A maior dificuldade em relação ao tratamento do assédio moral é justamente sua “invisibilidade” e o alto grau de subjetividade envolvido na questão.  ASSÉDIO OU VIOLÊNCIA MORAL NO TRABALHO
ASSÉDIO OU VIOLÊNCIA MORAL NO TRABALHO O assédio ou violência moral no trabalho, costuma gerar patologias em suas vítimas, na medida em que faz com que elas acreditem ser exatamente o que seus agressores pensam que sejam.
[object Object],– É a deliberada degradação das condições de trabalho através do estabelecimento de comunicações não éticos que um superior ou colega(s) desenvolve(m) contra um indivíduo que apresenta como reação, um quadro de miséria física, psicológica e social duradoura
[object Object],–Assédio moral no trabalho é toda e qualquer conduta abusiva (gesto, palavra, comportamento, atitude) que atente, por sua repetição ou sistematização, contra a dignidade ou integridade psíquica ou física de uma pessoa, ameaçando seu emprego ou degradando o clima de trabalho.
[object Object],[object Object]
Condutas mais comuns que caracterizam o assédio moral:
1- Dar instruções confusas e imprecisas,2- Bloquear o andamento do trabalho alheio,3- Atribuir erros imaginários,4- Ignorar a presença de funcionário na frente de outros,5- Pedir trabalhos urgentes sem necessidade,6- Pedir a execução de tarefas sem interesse,7- Fazer críticas em público,8- Sobrecarregar o funcionário de trabalho,9- Não o cumprimentar e não lhe dirigir a palavra,10- Impor horários injustificados,11- Fazer circular boatos maldosos e calúnias sobre            a pessoa.
12-Brincadeira de mau-gosto quando o empregado falta ao serviço por motivo de saúde, ou para acompanhar um familiar ao médico, 13-Exigência de desempenho de funções acima do conhecimento do empregado ou abaixo de sua capacidade ou degradantes,  14-Indução do trabalhador ao erro, não só para   criticá-lo ou rebaixá-lo, mas também para que      tenha uma má imagem de si mesmo;  15-Vigilância constante sobre o trabalho que está sendo feito;
16-Indução da vítima ao descrédito de sua própria capacidade laborativa;  17-Recusa à comunicação direta com a vítima, dando-lhe ordens através de um colega; 18-Marcação sobre o número de vezes e tempo que vai ou fica no banheiro; 19-Desvalorização da atividade profissional do trabalhador; 20-Censura ao trabalhador de forma vaga e imprecisa, dando ensejo a interpretações dúbias e a mal-entendidos, 21-Exigência de tarefas impossíveis de serem executadas
22-Exigir realização de atividades complexas em tempo demasiado curto; 23- Supressão de documentos ou informações importantes para a realização do trabalho. 24- Não permissão ao trabalhador para que se submeta a treinamentos; 25-Marcação de reuniões sem avisar o empregado  e posterior cobrança de sua ausência na frente dos colegas; 26-Ridicularizações das convicções religiosas ou políticas, dos gostos do trabalhador.
TENTATIVAS DE COIBIR O ASSÉDIO MORAL
Realização de eventos (seminários,palestras) ,[object Object]
A aplicação de código de ética, que vise ao combate de todas as formas de descriminação e de assédio moral e sexual
.Estabelecimento de regras éticas; ,[object Object],Criação de espaços de confiança para que as vítimas dêem vazão às suas queixas; ,[object Object],[object Object]
PERFIL DA VÍTIMA DE ASSÉDIO MORAL    Definir o perfil da vítima é uma tarefa complexa, porquanto está intimamente ligado ao ambiente de trabalho, à personalidade do agressor e à capacidade de resistência do próprio assediado. Pode-se afirmar, então, que o perfil da vítima é    multifacetado.
Características do perfil da vítima segundo Marie-France Hirigoyen e pela médica do trabalho Margarida Barreto e por Mauro Azevedo.1-Trabalhadores com mais de 35 anos,2- Os que atingem salários muito altos,3- Saudáveis, escrupulosos, honestos,4- As pessoas que têm senso de culpa muito desenvolvido, dedicados, excessivamente até, ao trabalho, perfeccionistas, impecáveis, não hesitam em trabalhar nos fins de semana, ficam até mais tarde e não faltam ao trabalho mesmo quando doentes,
5-Não se curvam ao autoritarismo, nem se deixam                subjugar;    6- São mais competentes que o agressor, pessoas   que estão perdendo a cada dia a resistência física             e psicológica para suportar humilhações;7- Portadores de algum tipo de deficiência;8- Mulher em um grupo de homens;9- Homem em um grupo de mulheres, os que têm           crença religiosa ou orientação sexual diferente          daquele que assedia;10- Quem tem limitação de oportunidades por ser               especialista;11- Aqueles que vivem sós.
Com relação às mulheres, acrescentam-se ainda: Casadas, Grávidas, Aquelas que têm filhos pequenos.Além dos acima citados, podemos ainda destacar o “assédio moral” vivenciado pelos egressos do sistema prisional ou por problemas de saúde.
Perfil do assediador Quem agride? ,[object Object]
Um colega agride outro colega;
Um superior é agredido por subordinados. É um caso mais difícil de acontecer.
A pessoa vem de fora, tem uma maneira de exercer a chefia que o grupo não aceita.
Pode ser também um antigo colega que é promovido a chefe sem que o grupo tenha sido consultado. ,[object Object]

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Assédio Moral e Assédio Sexual
Assédio Moral e Assédio SexualAssédio Moral e Assédio Sexual
Assédio Moral e Assédio SexualHaydee Svab
 
Assedio moral nas organizações
Assedio moral nas organizaçõesAssedio moral nas organizações
Assedio moral nas organizaçõesJoyce Kelly Campos
 
NR05 - Cipa 20h -2023.pptx
NR05 - Cipa 20h -2023.pptxNR05 - Cipa 20h -2023.pptx
NR05 - Cipa 20h -2023.pptxAndreLuis202744
 
Assédio moral no trabalho power point
Assédio moral no trabalho power pointAssédio moral no trabalho power point
Assédio moral no trabalho power pointnilsonbelvio
 
Apresentação assedio moral no trabalho
Apresentação assedio moral no trabalhoApresentação assedio moral no trabalho
Apresentação assedio moral no trabalhoNiraldo Nogueira Junior
 
Cipa apresentação
Cipa   apresentaçãoCipa   apresentação
Cipa apresentaçãoWEIDER MAIK
 
manual-contra-o-assedio-cartilha.pptx
manual-contra-o-assedio-cartilha.pptxmanual-contra-o-assedio-cartilha.pptx
manual-contra-o-assedio-cartilha.pptxHailtonJose1
 
Acidente de trabalho - Causas, Consequências e Prevenção.
Acidente de trabalho - Causas, Consequências e Prevenção.Acidente de trabalho - Causas, Consequências e Prevenção.
Acidente de trabalho - Causas, Consequências e Prevenção.Jonas B. Larrosa
 
Cartilha assedio moral e sexual
Cartilha assedio moral e sexualCartilha assedio moral e sexual
Cartilha assedio moral e sexualcoeppelotas
 
Assédio Moral no Trabalho em perguntas e respostas
Assédio Moral no Trabalho em perguntas e respostasAssédio Moral no Trabalho em perguntas e respostas
Assédio Moral no Trabalho em perguntas e respostasConsultor Independente
 
Palestra: Prevenção de Acidentes de Trabalho
Palestra: Prevenção de Acidentes de TrabalhoPalestra: Prevenção de Acidentes de Trabalho
Palestra: Prevenção de Acidentes de TrabalhoHP Safety Engenharia
 
Apresentação assédio moral
Apresentação assédio moral  Apresentação assédio moral
Apresentação assédio moral Ronilson Peixoto
 
TREINAMENTO DA CIPA OFICIAL.pptx
TREINAMENTO DA CIPA OFICIAL.pptxTREINAMENTO DA CIPA OFICIAL.pptx
TREINAMENTO DA CIPA OFICIAL.pptxjonharce
 
Modelo para-integracao-de-funcionario (1)
Modelo para-integracao-de-funcionario (1)Modelo para-integracao-de-funcionario (1)
Modelo para-integracao-de-funcionario (1)Geisa Duarte
 
TREINAMENTO AOS FUNCIONÁRIOS DA LIMPEZA DA CURSAN
TREINAMENTO AOS FUNCIONÁRIOS DA LIMPEZA DA CURSANTREINAMENTO AOS FUNCIONÁRIOS DA LIMPEZA DA CURSAN
TREINAMENTO AOS FUNCIONÁRIOS DA LIMPEZA DA CURSANDennis Moliterno
 

Mais procurados (20)

Assédio Moral e Assédio Sexual
Assédio Moral e Assédio SexualAssédio Moral e Assédio Sexual
Assédio Moral e Assédio Sexual
 
Assédio moral
Assédio moralAssédio moral
Assédio moral
 
Assedio moral nas organizações
Assedio moral nas organizaçõesAssedio moral nas organizações
Assedio moral nas organizações
 
NR05 - Cipa 20h -2023.pptx
NR05 - Cipa 20h -2023.pptxNR05 - Cipa 20h -2023.pptx
NR05 - Cipa 20h -2023.pptx
 
Assédio moral no trabalho power point
Assédio moral no trabalho power pointAssédio moral no trabalho power point
Assédio moral no trabalho power point
 
Apresentação assedio moral no trabalho
Apresentação assedio moral no trabalhoApresentação assedio moral no trabalho
Apresentação assedio moral no trabalho
 
CIPA ASSÉDIO.pptx
CIPA ASSÉDIO.pptxCIPA ASSÉDIO.pptx
CIPA ASSÉDIO.pptx
 
Cipa apresentação
Cipa   apresentaçãoCipa   apresentação
Cipa apresentação
 
Assedio moral
Assedio moralAssedio moral
Assedio moral
 
manual-contra-o-assedio-cartilha.pptx
manual-contra-o-assedio-cartilha.pptxmanual-contra-o-assedio-cartilha.pptx
manual-contra-o-assedio-cartilha.pptx
 
Assédio[1]
Assédio[1]Assédio[1]
Assédio[1]
 
Acidente de trabalho - Causas, Consequências e Prevenção.
Acidente de trabalho - Causas, Consequências e Prevenção.Acidente de trabalho - Causas, Consequências e Prevenção.
Acidente de trabalho - Causas, Consequências e Prevenção.
 
Cartilha assedio moral e sexual
Cartilha assedio moral e sexualCartilha assedio moral e sexual
Cartilha assedio moral e sexual
 
Assédio Moral no Trabalho em perguntas e respostas
Assédio Moral no Trabalho em perguntas e respostasAssédio Moral no Trabalho em perguntas e respostas
Assédio Moral no Trabalho em perguntas e respostas
 
Palestra: Prevenção de Acidentes de Trabalho
Palestra: Prevenção de Acidentes de TrabalhoPalestra: Prevenção de Acidentes de Trabalho
Palestra: Prevenção de Acidentes de Trabalho
 
NR 5
NR 5NR 5
NR 5
 
Apresentação assédio moral
Apresentação assédio moral  Apresentação assédio moral
Apresentação assédio moral
 
TREINAMENTO DA CIPA OFICIAL.pptx
TREINAMENTO DA CIPA OFICIAL.pptxTREINAMENTO DA CIPA OFICIAL.pptx
TREINAMENTO DA CIPA OFICIAL.pptx
 
Modelo para-integracao-de-funcionario (1)
Modelo para-integracao-de-funcionario (1)Modelo para-integracao-de-funcionario (1)
Modelo para-integracao-de-funcionario (1)
 
TREINAMENTO AOS FUNCIONÁRIOS DA LIMPEZA DA CURSAN
TREINAMENTO AOS FUNCIONÁRIOS DA LIMPEZA DA CURSANTREINAMENTO AOS FUNCIONÁRIOS DA LIMPEZA DA CURSAN
TREINAMENTO AOS FUNCIONÁRIOS DA LIMPEZA DA CURSAN
 

Destaque

Assédio moral no ambiente de ttrabalho
Assédio moral no ambiente de ttrabalhoAssédio moral no ambiente de ttrabalho
Assédio moral no ambiente de ttrabalhoAndreia Silva
 
Violência doméstica (Oficina do 3° Semestre do Curso de Direito - 2009)
Violência doméstica (Oficina do 3° Semestre do Curso de Direito - 2009)Violência doméstica (Oficina do 3° Semestre do Curso de Direito - 2009)
Violência doméstica (Oficina do 3° Semestre do Curso de Direito - 2009)Anderson Rezende
 
Clube de rh assédio moral no ambiente de trabalho - 16 06 11 - site
Clube de rh   assédio moral no ambiente de trabalho - 16 06 11 - siteClube de rh   assédio moral no ambiente de trabalho - 16 06 11 - site
Clube de rh assédio moral no ambiente de trabalho - 16 06 11 - siteClube de RH de Extrema e Região
 
Trabalho assédio
Trabalho assédioTrabalho assédio
Trabalho assédioCarolcp
 
O assédio moral nas relações de trabalho
O assédio moral nas relações de trabalhoO assédio moral nas relações de trabalho
O assédio moral nas relações de trabalhoThaís Damas
 
Violencia domestica 3
Violencia domestica 3Violencia domestica 3
Violencia domestica 3mluisavalente
 
Assédio moral no trabalho
Assédio moral no trabalhoAssédio moral no trabalho
Assédio moral no trabalhoSandro Moraes
 
O assedio moral nas relações de trabalho
O assedio moral nas relações de trabalhoO assedio moral nas relações de trabalho
O assedio moral nas relações de trabalhodesandres
 
Monografia - Assédio Moral no Ambiente de Trabalho
Monografia  -  Assédio Moral no Ambiente de TrabalhoMonografia  -  Assédio Moral no Ambiente de Trabalho
Monografia - Assédio Moral no Ambiente de TrabalhoOsvaldo Gomes Cruz
 
Assédio moral final
Assédio moral finalAssédio moral final
Assédio moral finalIone Milhomem
 
Violência Doméstica Contra Crianças e Adolescentes: o que é e como combatê-la
Violência Doméstica Contra Crianças e Adolescentes: o que é e como combatê-laViolência Doméstica Contra Crianças e Adolescentes: o que é e como combatê-la
Violência Doméstica Contra Crianças e Adolescentes: o que é e como combatê-laThiago de Almeida
 

Destaque (12)

Assédio moral no ambiente de ttrabalho
Assédio moral no ambiente de ttrabalhoAssédio moral no ambiente de ttrabalho
Assédio moral no ambiente de ttrabalho
 
Violência doméstica (Oficina do 3° Semestre do Curso de Direito - 2009)
Violência doméstica (Oficina do 3° Semestre do Curso de Direito - 2009)Violência doméstica (Oficina do 3° Semestre do Curso de Direito - 2009)
Violência doméstica (Oficina do 3° Semestre do Curso de Direito - 2009)
 
Clube de rh assédio moral no ambiente de trabalho - 16 06 11 - site
Clube de rh   assédio moral no ambiente de trabalho - 16 06 11 - siteClube de rh   assédio moral no ambiente de trabalho - 16 06 11 - site
Clube de rh assédio moral no ambiente de trabalho - 16 06 11 - site
 
Trabalho assédio
Trabalho assédioTrabalho assédio
Trabalho assédio
 
O assédio moral nas relações de trabalho
O assédio moral nas relações de trabalhoO assédio moral nas relações de trabalho
O assédio moral nas relações de trabalho
 
Violencia domestica 3
Violencia domestica 3Violencia domestica 3
Violencia domestica 3
 
Assédio moral no trabalho
Assédio moral no trabalhoAssédio moral no trabalho
Assédio moral no trabalho
 
O assedio moral nas relações de trabalho
O assedio moral nas relações de trabalhoO assedio moral nas relações de trabalho
O assedio moral nas relações de trabalho
 
Monografia - Assédio Moral no Ambiente de Trabalho
Monografia  -  Assédio Moral no Ambiente de TrabalhoMonografia  -  Assédio Moral no Ambiente de Trabalho
Monografia - Assédio Moral no Ambiente de Trabalho
 
Assédio moral final
Assédio moral finalAssédio moral final
Assédio moral final
 
Violência Doméstica Contra Crianças e Adolescentes: o que é e como combatê-la
Violência Doméstica Contra Crianças e Adolescentes: o que é e como combatê-laViolência Doméstica Contra Crianças e Adolescentes: o que é e como combatê-la
Violência Doméstica Contra Crianças e Adolescentes: o que é e como combatê-la
 
Direitos humanos
Direitos humanos Direitos humanos
Direitos humanos
 

Semelhante a Assédio moral no trabalho

ASSEDIO TREINAMENTO PARA TODOS.pptx
ASSEDIO TREINAMENTO PARA TODOS.pptxASSEDIO TREINAMENTO PARA TODOS.pptx
ASSEDIO TREINAMENTO PARA TODOS.pptxjadib73800
 
Apresentação DE ASSEDIO SEXUAL CIPA 2023
Apresentação DE ASSEDIO SEXUAL CIPA 2023Apresentação DE ASSEDIO SEXUAL CIPA 2023
Apresentação DE ASSEDIO SEXUAL CIPA 2023WalterKleidson1
 
Apresentação - 28.10.19 - Compliance (1).pdf
Apresentação - 28.10.19 - Compliance (1).pdfApresentação - 28.10.19 - Compliance (1).pdf
Apresentação - 28.10.19 - Compliance (1).pdfEva Cordeiro
 
manual-contra-o-assedio-cartilha.pptx
manual-contra-o-assedio-cartilha.pptxmanual-contra-o-assedio-cartilha.pptx
manual-contra-o-assedio-cartilha.pptxHailtonJose1
 
manual-contra-o-assedio-cartilha-boxnet.pdf
manual-contra-o-assedio-cartilha-boxnet.pdfmanual-contra-o-assedio-cartilha-boxnet.pdf
manual-contra-o-assedio-cartilha-boxnet.pdfFLAMARIONDEPAULA2
 
Assédio Moral CIPA 2023(1).pptx
Assédio Moral CIPA 2023(1).pptxAssédio Moral CIPA 2023(1).pptx
Assédio Moral CIPA 2023(1).pptxmarlone5
 
Treinamento - Assédio Moral 02.pptx
Treinamento - Assédio Moral 02.pptxTreinamento - Assédio Moral 02.pptx
Treinamento - Assédio Moral 02.pptxELTONARAUJORAMOS2
 
Fundacao-Libertas_Ebook_Assedio.pdf
Fundacao-Libertas_Ebook_Assedio.pdfFundacao-Libertas_Ebook_Assedio.pdf
Fundacao-Libertas_Ebook_Assedio.pdfPris57
 
Assédio Moral - TREINAMENTO SST TITÃS.pptx
Assédio Moral - TREINAMENTO SST TITÃS.pptxAssédio Moral - TREINAMENTO SST TITÃS.pptx
Assédio Moral - TREINAMENTO SST TITÃS.pptxErnanePinheiro2
 
Psicologia do Trabalho- Assédio Moral-Aula 03.pptx
Psicologia do Trabalho- Assédio Moral-Aula 03.pptxPsicologia do Trabalho- Assédio Moral-Aula 03.pptx
Psicologia do Trabalho- Assédio Moral-Aula 03.pptxssuser4f703e
 
Cartilha-assédio-moral-TST.pdf
Cartilha-assédio-moral-TST.pdfCartilha-assédio-moral-TST.pdf
Cartilha-assédio-moral-TST.pdfCid Oliveira
 
Cartilha assedio moral
Cartilha assedio moralCartilha assedio moral
Cartilha assedio moralSINTE Regional
 
Violência nl
Violência nlViolência nl
Violência nlpief2
 
cartilha_assedio_compressed_1_1c.pdf
cartilha_assedio_compressed_1_1c.pdfcartilha_assedio_compressed_1_1c.pdf
cartilha_assedio_compressed_1_1c.pdfTardelliFuad1
 

Semelhante a Assédio moral no trabalho (20)

ASSEDIO TREINAMENTO PARA TODOS.pptx
ASSEDIO TREINAMENTO PARA TODOS.pptxASSEDIO TREINAMENTO PARA TODOS.pptx
ASSEDIO TREINAMENTO PARA TODOS.pptx
 
Assedio moral troca
Assedio moral trocaAssedio moral troca
Assedio moral troca
 
Apresentação DE ASSEDIO SEXUAL CIPA 2023
Apresentação DE ASSEDIO SEXUAL CIPA 2023Apresentação DE ASSEDIO SEXUAL CIPA 2023
Apresentação DE ASSEDIO SEXUAL CIPA 2023
 
Apresentação - 28.10.19 - Compliance (1).pdf
Apresentação - 28.10.19 - Compliance (1).pdfApresentação - 28.10.19 - Compliance (1).pdf
Apresentação - 28.10.19 - Compliance (1).pdf
 
Assedio moral.pdf
Assedio moral.pdfAssedio moral.pdf
Assedio moral.pdf
 
manual-contra-o-assedio-cartilha.pptx
manual-contra-o-assedio-cartilha.pptxmanual-contra-o-assedio-cartilha.pptx
manual-contra-o-assedio-cartilha.pptx
 
manual-contra-o-assedio-cartilha-boxnet.pdf
manual-contra-o-assedio-cartilha-boxnet.pdfmanual-contra-o-assedio-cartilha-boxnet.pdf
manual-contra-o-assedio-cartilha-boxnet.pdf
 
Assédio Moral CIPA 2023(1).pptx
Assédio Moral CIPA 2023(1).pptxAssédio Moral CIPA 2023(1).pptx
Assédio Moral CIPA 2023(1).pptx
 
Assédio Moral CIPA 2023(1).pptx
Assédio Moral CIPA 2023(1).pptxAssédio Moral CIPA 2023(1).pptx
Assédio Moral CIPA 2023(1).pptx
 
Treinamento - Assédio Moral 02.pptx
Treinamento - Assédio Moral 02.pptxTreinamento - Assédio Moral 02.pptx
Treinamento - Assédio Moral 02.pptx
 
Fundacao-Libertas_Ebook_Assedio.pdf
Fundacao-Libertas_Ebook_Assedio.pdfFundacao-Libertas_Ebook_Assedio.pdf
Fundacao-Libertas_Ebook_Assedio.pdf
 
OFICINA Assédio.pptx
OFICINA Assédio.pptxOFICINA Assédio.pptx
OFICINA Assédio.pptx
 
Assédio Moral - TREINAMENTO SST TITÃS.pptx
Assédio Moral - TREINAMENTO SST TITÃS.pptxAssédio Moral - TREINAMENTO SST TITÃS.pptx
Assédio Moral - TREINAMENTO SST TITÃS.pptx
 
Psicologia do Trabalho- Assédio Moral-Aula 03.pptx
Psicologia do Trabalho- Assédio Moral-Aula 03.pptxPsicologia do Trabalho- Assédio Moral-Aula 03.pptx
Psicologia do Trabalho- Assédio Moral-Aula 03.pptx
 
Cartilha-assédio-moral-TST.pdf
Cartilha-assédio-moral-TST.pdfCartilha-assédio-moral-TST.pdf
Cartilha-assédio-moral-TST.pdf
 
Cartilha assedio moral
Cartilha assedio moralCartilha assedio moral
Cartilha assedio moral
 
Curso online assédio moral no trabalho
Curso online assédio moral no trabalhoCurso online assédio moral no trabalho
Curso online assédio moral no trabalho
 
Violência nl
Violência nlViolência nl
Violência nl
 
APRESENTAÇÃO SAÚDE
APRESENTAÇÃO SAÚDEAPRESENTAÇÃO SAÚDE
APRESENTAÇÃO SAÚDE
 
cartilha_assedio_compressed_1_1c.pdf
cartilha_assedio_compressed_1_1c.pdfcartilha_assedio_compressed_1_1c.pdf
cartilha_assedio_compressed_1_1c.pdf
 

Mais de Heloísa Ximenes

Mais de Heloísa Ximenes (20)

Empilhadeiras dpvat 1__1_.zip[1]
Empilhadeiras dpvat 1__1_.zip[1]Empilhadeiras dpvat 1__1_.zip[1]
Empilhadeiras dpvat 1__1_.zip[1]
 
Aids[1]
Aids[1]Aids[1]
Aids[1]
 
Adolescencia na perspectiva_da_saude drª nazaret
Adolescencia na perspectiva_da_saude drª nazaretAdolescencia na perspectiva_da_saude drª nazaret
Adolescencia na perspectiva_da_saude drª nazaret
 
A importancia do_conselho_enquanto_instancia_de_controle2
A importancia do_conselho_enquanto_instancia_de_controle2A importancia do_conselho_enquanto_instancia_de_controle2
A importancia do_conselho_enquanto_instancia_de_controle2
 
Acidente de trabalho
Acidente de trabalhoAcidente de trabalho
Acidente de trabalho
 
Ohsas 18001
Ohsas 18001 Ohsas 18001
Ohsas 18001
 
Sesmt[1]
Sesmt[1]Sesmt[1]
Sesmt[1]
 
Doe sangue!
Doe sangue!Doe sangue!
Doe sangue!
 
Saúde do trabalhador
Saúde do trabalhadorSaúde do trabalhador
Saúde do trabalhador
 
Saúde do trabalhador
Saúde do trabalhadorSaúde do trabalhador
Saúde do trabalhador
 
Apresentação do regulamento
Apresentação do regulamentoApresentação do regulamento
Apresentação do regulamento
 
Apresentação 1ª consocial
Apresentação 1ª consocialApresentação 1ª consocial
Apresentação 1ª consocial
 
Apresentação do regulamento
Apresentação do regulamentoApresentação do regulamento
Apresentação do regulamento
 
Exercícios físicos
Exercícios físicosExercícios físicos
Exercícios físicos
 
Diabetes
DiabetesDiabetes
Diabetes
 
Você sabe o que é hanseníase
Você sabe o que é hanseníaseVocê sabe o que é hanseníase
Você sabe o que é hanseníase
 
Colesterol 2
Colesterol 2Colesterol 2
Colesterol 2
 
Avc
AvcAvc
Avc
 
Cérebro envelhece aos 27 anos
Cérebro envelhece aos 27 anosCérebro envelhece aos 27 anos
Cérebro envelhece aos 27 anos
 
Informe técnico vacinação
Informe técnico vacinaçãoInforme técnico vacinação
Informe técnico vacinação
 

Assédio moral no trabalho

  • 1. ASSÉDIO OU VIOLÊNCIA MORAL NO TRABALHO
  • 2. ASSÉDIO OU VIOLÊNCIA MORAL NO TRABALHO O assédio moral é um tipo de violência que expõe as pessoas a situações ofensivas e humilhantes.
  • 3. - A maior dificuldade em relação ao tratamento do assédio moral é justamente sua “invisibilidade” e o alto grau de subjetividade envolvido na questão. ASSÉDIO OU VIOLÊNCIA MORAL NO TRABALHO
  • 4. ASSÉDIO OU VIOLÊNCIA MORAL NO TRABALHO O assédio ou violência moral no trabalho, costuma gerar patologias em suas vítimas, na medida em que faz com que elas acreditem ser exatamente o que seus agressores pensam que sejam.
  • 5.
  • 6.
  • 7.
  • 8. Condutas mais comuns que caracterizam o assédio moral:
  • 9. 1- Dar instruções confusas e imprecisas,2- Bloquear o andamento do trabalho alheio,3- Atribuir erros imaginários,4- Ignorar a presença de funcionário na frente de outros,5- Pedir trabalhos urgentes sem necessidade,6- Pedir a execução de tarefas sem interesse,7- Fazer críticas em público,8- Sobrecarregar o funcionário de trabalho,9- Não o cumprimentar e não lhe dirigir a palavra,10- Impor horários injustificados,11- Fazer circular boatos maldosos e calúnias sobre a pessoa.
  • 10. 12-Brincadeira de mau-gosto quando o empregado falta ao serviço por motivo de saúde, ou para acompanhar um familiar ao médico, 13-Exigência de desempenho de funções acima do conhecimento do empregado ou abaixo de sua capacidade ou degradantes, 14-Indução do trabalhador ao erro, não só para criticá-lo ou rebaixá-lo, mas também para que tenha uma má imagem de si mesmo; 15-Vigilância constante sobre o trabalho que está sendo feito;
  • 11. 16-Indução da vítima ao descrédito de sua própria capacidade laborativa; 17-Recusa à comunicação direta com a vítima, dando-lhe ordens através de um colega; 18-Marcação sobre o número de vezes e tempo que vai ou fica no banheiro; 19-Desvalorização da atividade profissional do trabalhador; 20-Censura ao trabalhador de forma vaga e imprecisa, dando ensejo a interpretações dúbias e a mal-entendidos, 21-Exigência de tarefas impossíveis de serem executadas
  • 12. 22-Exigir realização de atividades complexas em tempo demasiado curto; 23- Supressão de documentos ou informações importantes para a realização do trabalho. 24- Não permissão ao trabalhador para que se submeta a treinamentos; 25-Marcação de reuniões sem avisar o empregado e posterior cobrança de sua ausência na frente dos colegas; 26-Ridicularizações das convicções religiosas ou políticas, dos gostos do trabalhador.
  • 13. TENTATIVAS DE COIBIR O ASSÉDIO MORAL
  • 14.
  • 15. A aplicação de código de ética, que vise ao combate de todas as formas de descriminação e de assédio moral e sexual
  • 16.
  • 17. PERFIL DA VÍTIMA DE ASSÉDIO MORAL Definir o perfil da vítima é uma tarefa complexa, porquanto está intimamente ligado ao ambiente de trabalho, à personalidade do agressor e à capacidade de resistência do próprio assediado. Pode-se afirmar, então, que o perfil da vítima é multifacetado.
  • 18. Características do perfil da vítima segundo Marie-France Hirigoyen e pela médica do trabalho Margarida Barreto e por Mauro Azevedo.1-Trabalhadores com mais de 35 anos,2- Os que atingem salários muito altos,3- Saudáveis, escrupulosos, honestos,4- As pessoas que têm senso de culpa muito desenvolvido, dedicados, excessivamente até, ao trabalho, perfeccionistas, impecáveis, não hesitam em trabalhar nos fins de semana, ficam até mais tarde e não faltam ao trabalho mesmo quando doentes,
  • 19. 5-Não se curvam ao autoritarismo, nem se deixam subjugar; 6- São mais competentes que o agressor, pessoas que estão perdendo a cada dia a resistência física e psicológica para suportar humilhações;7- Portadores de algum tipo de deficiência;8- Mulher em um grupo de homens;9- Homem em um grupo de mulheres, os que têm crença religiosa ou orientação sexual diferente daquele que assedia;10- Quem tem limitação de oportunidades por ser especialista;11- Aqueles que vivem sós.
  • 20. Com relação às mulheres, acrescentam-se ainda: Casadas, Grávidas, Aquelas que têm filhos pequenos.Além dos acima citados, podemos ainda destacar o “assédio moral” vivenciado pelos egressos do sistema prisional ou por problemas de saúde.
  • 21.
  • 22. Um colega agride outro colega;
  • 23. Um superior é agredido por subordinados. É um caso mais difícil de acontecer.
  • 24. A pessoa vem de fora, tem uma maneira de exercer a chefia que o grupo não aceita.
  • 25.
  • 26. Dê visibilidade ao caso procurando a ajuda dos colegas que testemunharam o fato ou sofreram humilhações do agressor;
  • 27. Evite conversar com o agressor sem testemunhas;
  • 28.
  • 29.
  • 30. O artigo 483 da CLT e os artigos 138, 139 e 140 do Código Penal, relativos a crimes contra a honra, calúnia, deformação e injúria.
  • 31. O artigo 146 – constrangimento ilegal – do referido código, também pode ser aplicado ao assédio sexual.
  • 32. Projetos de Lei de Deputada Rita Camata
  • 33. Projeto de Reforma do Código Penal do Dep. Inácio Arruda e do Dep. Marcos de Jesus.
  • 34. Lei Municipal 3921/2002 do Rio de Janeiro