SlideShare uma empresa Scribd logo
Creche  Municipal 06.22.603 Yara Amaral
 
“  A criança pode ser comparada a uma  “ caixinha de surpresas”.  Uma “caixinha” que nos deixa encantados com seu desenvolvimento e capacidade de afetar o coração mais resistente .”
RODÍZIO
Visão Acreditamos na Educação e em seu poder na vida das pessoas e das comunidades. Trabalhamos para ser reconhecidos na comunidade por oferecer à criança uma educação de qualidade. Missão Educar cuidando  e cuidar educando de crianças de 0 a 3 anos e 11 meses e suas famílias. Desenvolver competências, habilidades e atitudes que lhes possibilitem um desenvolvimento pleno.
Estimulação  do  desenvolvimento
PROJETO  2º semestre de 2010  Brincando, Aprendendo e plantando  o saber com os  amigos do Sítio do Pica Pau  Amarelo
Como surgiu  o projeto ? Da experiência bem sucedida em 2009. Trabalhamos com Literatura Infantil e O Sítio do Pica Pau Amarelo apenas no maternal II, onde percebemos o quanto as crianças  envolveram-se nas histórias de Monteiro Lobato. Decidimos em 2010 trabalhar com todas as crianças da creche.
José Bento Monteiro Lobato nasceu em 1882, na cidade de Taubaté, em São Paulo. Escreveu seu primeiro livro, Urupês, em 1918, com contos sobre o Jeca Tatu, um personagem que representava os trabalhadores do campo.  Em 1921, começou a escrever para crianças, porque achava que elas eram mais interessantes que os adultos. Criou os personagens Emília, Narizinho, Pedrinho e Visconde de Sabugosa, do Sítio do Pica-Pau Amarelo.  Na época em que Monteiro Lobato escrevia para crianças, não existiam muitos livros infantis de autores brasileiros. Apesar de sua importante obra adulta, ele ficou conhecido como um dos maiores escritores para crianças do Brasil.
Desenvolver competências e habilidades relativas à formação  de leitores e escritores: Gosto por ler e escrever Letramento Brincar Aprender Cultura
Desenvolvimento Como ponta pé Inicial começamos com a horta. Nomeamos o espaço como o Sítio do Pica Pau Amarelo.
Apresentamos os personagens,  e suas características;
Crianças e adultos entraram juntos  na magia e imaginário das histórias de Monteiro Lobato;
As crianças plantaram, colheram e comeram  o que foi colhido no Sítio do Pica Pau Amarelo.
Roda de Ciências do Dr Caramujo Culinária da Tia Anastácia
As histórias do Visconde  de Sabugosa
Brinquedos e Brincadeiras do Pedrinho Pipa, pião, bola, procurar letras na horta, bolinha de sabão, tunel, bambolê, boliche, Linda Rosa Juvenil ...
O Reino das Águas Claras ( Festa do  Dia das Crianças)
 
O Natal do Saci Pererê.
Avaliação Ao longo do projeto trabalhamos habilidades e competências relacionadas à letramento, desenvolvimento da oralidade, raciocínio, prazer de ler e desenvolvimento do grafismo.
O projeto foi puro prazer. Não só para as crianças mas também para os adultos que não conheciam a obra de Monteiro Lobato
Muito prazer, nós somos Yara Amaral !

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Contador de Histórias
Contador de HistóriasContador de Histórias
Contador de Histórias
Ainsf Eder Dalberto
 
Arte de contar histórias
Arte de contar históriasArte de contar histórias
Arte de contar histórias
keillans
 
Folclore brasileiro
Folclore brasileiroFolclore brasileiro
Folclore brasileiro
Rosana Rodrigues
 
A historia infantil como um instrumento para desenvol crianca
A historia infantil como um instrumento para desenvol criancaA historia infantil como um instrumento para desenvol crianca
A historia infantil como um instrumento para desenvol crianca
Nádia Cachado
 
A contação de histórias andaimes para a formação de leitores-estácio
A contação de histórias andaimes para a formação de leitores-estácioA contação de histórias andaimes para a formação de leitores-estácio
A contação de histórias andaimes para a formação de leitores-estácio
Maria Deuza dos Santos
 
A história e educação dos surdos (renata pontes araújo 201103535 8)
A história e educação dos surdos (renata pontes araújo 201103535 8)A história e educação dos surdos (renata pontes araújo 201103535 8)
A história e educação dos surdos (renata pontes araújo 201103535 8)
Renata Araújo
 
A contação de histórias e o desenvolvimento do
A contação de histórias e o desenvolvimento doA contação de histórias e o desenvolvimento do
A contação de histórias e o desenvolvimento do
Maria Emilia Lira Correa
 
A Arte de Contar Histórias (Introdução)
A Arte de Contar Histórias (Introdução)A Arte de Contar Histórias (Introdução)
A Arte de Contar Histórias (Introdução)
letraefel
 
Ser criança
Ser criançaSer criança
Ser criança
carmogaspar74
 
Slide de contar historia
Slide de contar historiaSlide de contar historia
Slide de contar historia
psico25182321
 
Conto contigo
Conto contigoConto contigo
A arte de contar
A arte de contarA arte de contar
A arte de contar
Dalila Melo
 
Partilhar Livros Com Bebés Dos 9 Meses Aos 3 Anos - apresentação pública da...
Partilhar Livros Com Bebés Dos 9 Meses Aos 3 Anos   - apresentação pública da...Partilhar Livros Com Bebés Dos 9 Meses Aos 3 Anos   - apresentação pública da...
Partilhar Livros Com Bebés Dos 9 Meses Aos 3 Anos - apresentação pública da...
guestccc2d0
 
Agenda maio 2012
Agenda maio  2012Agenda maio  2012
Agenda maio 2012
Maria Da Graça Oliveira
 
A ARTE DE CONTAR HISTÓRIAS: UMA ESTRATÉGIA PARA A FORMAÇÃO DE LEITORES
A ARTE DE CONTAR HISTÓRIAS:  UMA ESTRATÉGIA PARA A FORMAÇÃO DE LEITORES  A ARTE DE CONTAR HISTÓRIAS:  UMA ESTRATÉGIA PARA A FORMAÇÃO DE LEITORES
A ARTE DE CONTAR HISTÓRIAS: UMA ESTRATÉGIA PARA A FORMAÇÃO DE LEITORES
Rossita Figueira
 
Folclore dez sacizinhos
Folclore dez sacizinhosFolclore dez sacizinhos
Folclore dez sacizinhos
katiacoan
 
Editor apresentaçao12
Editor apresentaçao12Editor apresentaçao12
Editor apresentaçao12
Fabíola Edione M. Rocha
 
O que é folclore por simone helen drumond
O que é folclore por simone helen drumondO que é folclore por simone helen drumond
O que é folclore por simone helen drumond
SimoneHelenDrumond
 

Mais procurados (18)

Contador de Histórias
Contador de HistóriasContador de Histórias
Contador de Histórias
 
Arte de contar histórias
Arte de contar históriasArte de contar histórias
Arte de contar histórias
 
Folclore brasileiro
Folclore brasileiroFolclore brasileiro
Folclore brasileiro
 
A historia infantil como um instrumento para desenvol crianca
A historia infantil como um instrumento para desenvol criancaA historia infantil como um instrumento para desenvol crianca
A historia infantil como um instrumento para desenvol crianca
 
A contação de histórias andaimes para a formação de leitores-estácio
A contação de histórias andaimes para a formação de leitores-estácioA contação de histórias andaimes para a formação de leitores-estácio
A contação de histórias andaimes para a formação de leitores-estácio
 
A história e educação dos surdos (renata pontes araújo 201103535 8)
A história e educação dos surdos (renata pontes araújo 201103535 8)A história e educação dos surdos (renata pontes araújo 201103535 8)
A história e educação dos surdos (renata pontes araújo 201103535 8)
 
A contação de histórias e o desenvolvimento do
A contação de histórias e o desenvolvimento doA contação de histórias e o desenvolvimento do
A contação de histórias e o desenvolvimento do
 
A Arte de Contar Histórias (Introdução)
A Arte de Contar Histórias (Introdução)A Arte de Contar Histórias (Introdução)
A Arte de Contar Histórias (Introdução)
 
Ser criança
Ser criançaSer criança
Ser criança
 
Slide de contar historia
Slide de contar historiaSlide de contar historia
Slide de contar historia
 
Conto contigo
Conto contigoConto contigo
Conto contigo
 
A arte de contar
A arte de contarA arte de contar
A arte de contar
 
Partilhar Livros Com Bebés Dos 9 Meses Aos 3 Anos - apresentação pública da...
Partilhar Livros Com Bebés Dos 9 Meses Aos 3 Anos   - apresentação pública da...Partilhar Livros Com Bebés Dos 9 Meses Aos 3 Anos   - apresentação pública da...
Partilhar Livros Com Bebés Dos 9 Meses Aos 3 Anos - apresentação pública da...
 
Agenda maio 2012
Agenda maio  2012Agenda maio  2012
Agenda maio 2012
 
A ARTE DE CONTAR HISTÓRIAS: UMA ESTRATÉGIA PARA A FORMAÇÃO DE LEITORES
A ARTE DE CONTAR HISTÓRIAS:  UMA ESTRATÉGIA PARA A FORMAÇÃO DE LEITORES  A ARTE DE CONTAR HISTÓRIAS:  UMA ESTRATÉGIA PARA A FORMAÇÃO DE LEITORES
A ARTE DE CONTAR HISTÓRIAS: UMA ESTRATÉGIA PARA A FORMAÇÃO DE LEITORES
 
Folclore dez sacizinhos
Folclore dez sacizinhosFolclore dez sacizinhos
Folclore dez sacizinhos
 
Editor apresentaçao12
Editor apresentaçao12Editor apresentaçao12
Editor apresentaçao12
 
O que é folclore por simone helen drumond
O que é folclore por simone helen drumondO que é folclore por simone helen drumond
O que é folclore por simone helen drumond
 

Destaque

Creche RECOMEÇAR
Creche RECOMEÇARCreche RECOMEÇAR
Creche RECOMEÇAR
guestc81113
 
Creche Comunitária Rosalda Paim
Creche Comunitária Rosalda PaimCreche Comunitária Rosalda Paim
Creche Comunitária Rosalda Paim
isabelanascimento73
 
Creche set
Creche setCreche set
Creche set
patronatobonanca
 
Francisco de Assis : uma sintese biografica
Francisco de Assis : uma sintese biograficaFrancisco de Assis : uma sintese biografica
Francisco de Assis : uma sintese biografica
Eugenio Hansen, OFS
 
Projeto curricular creche escola criança feliz
Projeto curricular creche escola criança felizProjeto curricular creche escola criança feliz
Projeto curricular creche escola criança feliz
Vivian Lee
 
Escola paineiras 2
Escola paineiras 2Escola paineiras 2
Escola paineiras 2
Joice Silva
 
Portfólio arquitetura escolar
Portfólio   arquitetura escolarPortfólio   arquitetura escolar
Portfólio arquitetura escolar
DABUS ARQUITETURA
 
APRESENTAÇÃO MONOGRAFIA E ANTEPROJETO ESCOLAR DE ENSINO MÉDIO
APRESENTAÇÃO MONOGRAFIA E ANTEPROJETO ESCOLAR DE ENSINO MÉDIO  APRESENTAÇÃO MONOGRAFIA E ANTEPROJETO ESCOLAR DE ENSINO MÉDIO
APRESENTAÇÃO MONOGRAFIA E ANTEPROJETO ESCOLAR DE ENSINO MÉDIO
Sara Bertão
 
Resiliência como tornar seus alunos fortes, felizes e resiliêntes
Resiliência  como tornar seus alunos fortes, felizes e resiliêntesResiliência  como tornar seus alunos fortes, felizes e resiliêntes
Resiliência como tornar seus alunos fortes, felizes e resiliêntes
Priscila Tenenbaum
 
A cor na Arquitetura Escolar e sua influência sobre a aprendizagem
A cor na Arquitetura Escolar e sua influência sobre a aprendizagemA cor na Arquitetura Escolar e sua influência sobre a aprendizagem
A cor na Arquitetura Escolar e sua influência sobre a aprendizagem
DABUS ARQUITETURA
 
Educação Ambiental Infantil
Educação Ambiental InfantilEducação Ambiental Infantil
Educação Ambiental Infantil
mpaffetti
 

Destaque (11)

Creche RECOMEÇAR
Creche RECOMEÇARCreche RECOMEÇAR
Creche RECOMEÇAR
 
Creche Comunitária Rosalda Paim
Creche Comunitária Rosalda PaimCreche Comunitária Rosalda Paim
Creche Comunitária Rosalda Paim
 
Creche set
Creche setCreche set
Creche set
 
Francisco de Assis : uma sintese biografica
Francisco de Assis : uma sintese biograficaFrancisco de Assis : uma sintese biografica
Francisco de Assis : uma sintese biografica
 
Projeto curricular creche escola criança feliz
Projeto curricular creche escola criança felizProjeto curricular creche escola criança feliz
Projeto curricular creche escola criança feliz
 
Escola paineiras 2
Escola paineiras 2Escola paineiras 2
Escola paineiras 2
 
Portfólio arquitetura escolar
Portfólio   arquitetura escolarPortfólio   arquitetura escolar
Portfólio arquitetura escolar
 
APRESENTAÇÃO MONOGRAFIA E ANTEPROJETO ESCOLAR DE ENSINO MÉDIO
APRESENTAÇÃO MONOGRAFIA E ANTEPROJETO ESCOLAR DE ENSINO MÉDIO  APRESENTAÇÃO MONOGRAFIA E ANTEPROJETO ESCOLAR DE ENSINO MÉDIO
APRESENTAÇÃO MONOGRAFIA E ANTEPROJETO ESCOLAR DE ENSINO MÉDIO
 
Resiliência como tornar seus alunos fortes, felizes e resiliêntes
Resiliência  como tornar seus alunos fortes, felizes e resiliêntesResiliência  como tornar seus alunos fortes, felizes e resiliêntes
Resiliência como tornar seus alunos fortes, felizes e resiliêntes
 
A cor na Arquitetura Escolar e sua influência sobre a aprendizagem
A cor na Arquitetura Escolar e sua influência sobre a aprendizagemA cor na Arquitetura Escolar e sua influência sobre a aprendizagem
A cor na Arquitetura Escolar e sua influência sobre a aprendizagem
 
Educação Ambiental Infantil
Educação Ambiental InfantilEducação Ambiental Infantil
Educação Ambiental Infantil
 

Semelhante a Apresentação1

Adriana franciellen erika
Adriana  franciellen erikaAdriana  franciellen erika
Adriana franciellen erika
Fernando Pissuto
 
Atps história e geografia
Atps história e geografiaAtps história e geografia
Atps história e geografia
Paulo Wanderson
 
No reino da maré, letramento
No reino da maré, letramentoNo reino da maré, letramento
No reino da maré, letramento
Juliana Figueiredo
 
No reino da maré, letramento
No reino da maré, letramentoNo reino da maré, letramento
No reino da maré, letramento
Juliana Figueiredo
 
Hubia literatura ok
Hubia literatura okHubia literatura ok
Hubia literatura ok
Marcia Silva
 
Projeto De Literatura Infantil Da Branca De Neve
Projeto De Literatura Infantil Da Branca De NeveProjeto De Literatura Infantil Da Branca De Neve
Projeto De Literatura Infantil Da Branca De Neve
Escola BN
 
Artigo11
Artigo11Artigo11
Artigo11
cefaprodematupa
 
O FOLCLORE NAS OBRAS DE MONTEIRO LOBATO: LINGUAGENS, INTERAÇÕES, LETRAMENTO, ...
O FOLCLORE NAS OBRAS DE MONTEIRO LOBATO: LINGUAGENS, INTERAÇÕES, LETRAMENTO, ...O FOLCLORE NAS OBRAS DE MONTEIRO LOBATO: LINGUAGENS, INTERAÇÕES, LETRAMENTO, ...
O FOLCLORE NAS OBRAS DE MONTEIRO LOBATO: LINGUAGENS, INTERAÇÕES, LETRAMENTO, ...
SimoneHelenDrumond
 
Reduzido 10 escola presidente tancredo nesves 4
Reduzido 10 escola presidente tancredo nesves 4Reduzido 10 escola presidente tancredo nesves 4
Reduzido 10 escola presidente tancredo nesves 4
SimoneHelenDrumond
 
Projeto literatura infantil
Projeto literatura infantilProjeto literatura infantil
Projeto literatura infantil
Shirley Costa
 
Saletinho 2013
Saletinho 2013    Saletinho 2013
Saletinho 2013
Beatriz Sayuri
 
PROJETO RELEITURA DOS CLÁSSICOS INFANTIS - “A aprendizagem numa perspectiva l...
PROJETO RELEITURA DOS CLÁSSICOS INFANTIS - “A aprendizagem numa perspectiva l...PROJETO RELEITURA DOS CLÁSSICOS INFANTIS - “A aprendizagem numa perspectiva l...
PROJETO RELEITURA DOS CLÁSSICOS INFANTIS - “A aprendizagem numa perspectiva l...
SimoneHelenDrumond
 
Saletinho 2013 agosto definitivo
Saletinho 2013    agosto  definitivoSaletinho 2013    agosto  definitivo
Saletinho 2013 agosto definitivo
Beatriz Sayuri
 
Turminha2 impressão
Turminha2 impressãoTurminha2 impressão
Turminha2 impressão
Syssa Scheffer
 
Portifolio Virtual G1-Tarde
Portifolio Virtual G1-TardePortifolio Virtual G1-Tarde
Portifolio Virtual G1-Tarde
EscolaPedrita
 
Trablho da infância
Trablho da infânciaTrablho da infância
Trablho da infância
Hosana
 
5 liliane mendes duarte professor inovador
5 liliane mendes duarte professor inovador5 liliane mendes duarte professor inovador
5 liliane mendes duarte professor inovador
SimoneHelenDrumond
 
Liliane mendes duarte professor inovador
Liliane mendes duarte professor inovadorLiliane mendes duarte professor inovador
Liliane mendes duarte professor inovador
SimoneHelenDrumond
 
Agenda fevereiro 2011
Agenda fevereiro 2011Agenda fevereiro 2011
Agenda fevereiro 2011
Maria Da Graça Oliveira
 
Colégio Geração Raízes - Infantil B
Colégio Geração Raízes - Infantil BColégio Geração Raízes - Infantil B
Colégio Geração Raízes - Infantil B
neilastorti
 

Semelhante a Apresentação1 (20)

Adriana franciellen erika
Adriana  franciellen erikaAdriana  franciellen erika
Adriana franciellen erika
 
Atps história e geografia
Atps história e geografiaAtps história e geografia
Atps história e geografia
 
No reino da maré, letramento
No reino da maré, letramentoNo reino da maré, letramento
No reino da maré, letramento
 
No reino da maré, letramento
No reino da maré, letramentoNo reino da maré, letramento
No reino da maré, letramento
 
Hubia literatura ok
Hubia literatura okHubia literatura ok
Hubia literatura ok
 
Projeto De Literatura Infantil Da Branca De Neve
Projeto De Literatura Infantil Da Branca De NeveProjeto De Literatura Infantil Da Branca De Neve
Projeto De Literatura Infantil Da Branca De Neve
 
Artigo11
Artigo11Artigo11
Artigo11
 
O FOLCLORE NAS OBRAS DE MONTEIRO LOBATO: LINGUAGENS, INTERAÇÕES, LETRAMENTO, ...
O FOLCLORE NAS OBRAS DE MONTEIRO LOBATO: LINGUAGENS, INTERAÇÕES, LETRAMENTO, ...O FOLCLORE NAS OBRAS DE MONTEIRO LOBATO: LINGUAGENS, INTERAÇÕES, LETRAMENTO, ...
O FOLCLORE NAS OBRAS DE MONTEIRO LOBATO: LINGUAGENS, INTERAÇÕES, LETRAMENTO, ...
 
Reduzido 10 escola presidente tancredo nesves 4
Reduzido 10 escola presidente tancredo nesves 4Reduzido 10 escola presidente tancredo nesves 4
Reduzido 10 escola presidente tancredo nesves 4
 
Projeto literatura infantil
Projeto literatura infantilProjeto literatura infantil
Projeto literatura infantil
 
Saletinho 2013
Saletinho 2013    Saletinho 2013
Saletinho 2013
 
PROJETO RELEITURA DOS CLÁSSICOS INFANTIS - “A aprendizagem numa perspectiva l...
PROJETO RELEITURA DOS CLÁSSICOS INFANTIS - “A aprendizagem numa perspectiva l...PROJETO RELEITURA DOS CLÁSSICOS INFANTIS - “A aprendizagem numa perspectiva l...
PROJETO RELEITURA DOS CLÁSSICOS INFANTIS - “A aprendizagem numa perspectiva l...
 
Saletinho 2013 agosto definitivo
Saletinho 2013    agosto  definitivoSaletinho 2013    agosto  definitivo
Saletinho 2013 agosto definitivo
 
Turminha2 impressão
Turminha2 impressãoTurminha2 impressão
Turminha2 impressão
 
Portifolio Virtual G1-Tarde
Portifolio Virtual G1-TardePortifolio Virtual G1-Tarde
Portifolio Virtual G1-Tarde
 
Trablho da infância
Trablho da infânciaTrablho da infância
Trablho da infância
 
5 liliane mendes duarte professor inovador
5 liliane mendes duarte professor inovador5 liliane mendes duarte professor inovador
5 liliane mendes duarte professor inovador
 
Liliane mendes duarte professor inovador
Liliane mendes duarte professor inovadorLiliane mendes duarte professor inovador
Liliane mendes duarte professor inovador
 
Agenda fevereiro 2011
Agenda fevereiro 2011Agenda fevereiro 2011
Agenda fevereiro 2011
 
Colégio Geração Raízes - Infantil B
Colégio Geração Raízes - Infantil BColégio Geração Raízes - Infantil B
Colégio Geração Raízes - Infantil B
 

Último

Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
_jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p...
_jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p..._jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p...
_jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p...
marcos oliveira
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
Espanhol Online
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
arodatos81
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
DirceuSilva26
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
jetroescola
 
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
marcos oliveira
 
Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!
Mary Alvarenga
 
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. WeaverAs Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
C4io99
 
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdfOficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
beathrizalves131
 
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Mary Alvarenga
 
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptxIV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
Ligia Galvão
 
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Falcão Brasil
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Luzia Gabriele
 
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdfApostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
pattyhsilva271204
 

Último (20)

Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
 
_jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p...
_jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p..._jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p...
_jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p...
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
 
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
 
Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!
 
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. WeaverAs Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
 
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdfOficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
 
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
 
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptxIV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
 
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
 
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdfApostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
 

Apresentação1

  • 1. Creche Municipal 06.22.603 Yara Amaral
  • 2.  
  • 3. “ A criança pode ser comparada a uma “ caixinha de surpresas”. Uma “caixinha” que nos deixa encantados com seu desenvolvimento e capacidade de afetar o coração mais resistente .”
  • 5. Visão Acreditamos na Educação e em seu poder na vida das pessoas e das comunidades. Trabalhamos para ser reconhecidos na comunidade por oferecer à criança uma educação de qualidade. Missão Educar cuidando e cuidar educando de crianças de 0 a 3 anos e 11 meses e suas famílias. Desenvolver competências, habilidades e atitudes que lhes possibilitem um desenvolvimento pleno.
  • 6. Estimulação do desenvolvimento
  • 7. PROJETO 2º semestre de 2010 Brincando, Aprendendo e plantando o saber com os amigos do Sítio do Pica Pau Amarelo
  • 8. Como surgiu o projeto ? Da experiência bem sucedida em 2009. Trabalhamos com Literatura Infantil e O Sítio do Pica Pau Amarelo apenas no maternal II, onde percebemos o quanto as crianças envolveram-se nas histórias de Monteiro Lobato. Decidimos em 2010 trabalhar com todas as crianças da creche.
  • 9. José Bento Monteiro Lobato nasceu em 1882, na cidade de Taubaté, em São Paulo. Escreveu seu primeiro livro, Urupês, em 1918, com contos sobre o Jeca Tatu, um personagem que representava os trabalhadores do campo. Em 1921, começou a escrever para crianças, porque achava que elas eram mais interessantes que os adultos. Criou os personagens Emília, Narizinho, Pedrinho e Visconde de Sabugosa, do Sítio do Pica-Pau Amarelo. Na época em que Monteiro Lobato escrevia para crianças, não existiam muitos livros infantis de autores brasileiros. Apesar de sua importante obra adulta, ele ficou conhecido como um dos maiores escritores para crianças do Brasil.
  • 10. Desenvolver competências e habilidades relativas à formação de leitores e escritores: Gosto por ler e escrever Letramento Brincar Aprender Cultura
  • 11. Desenvolvimento Como ponta pé Inicial começamos com a horta. Nomeamos o espaço como o Sítio do Pica Pau Amarelo.
  • 12. Apresentamos os personagens, e suas características;
  • 13. Crianças e adultos entraram juntos na magia e imaginário das histórias de Monteiro Lobato;
  • 14. As crianças plantaram, colheram e comeram o que foi colhido no Sítio do Pica Pau Amarelo.
  • 15. Roda de Ciências do Dr Caramujo Culinária da Tia Anastácia
  • 16. As histórias do Visconde de Sabugosa
  • 17. Brinquedos e Brincadeiras do Pedrinho Pipa, pião, bola, procurar letras na horta, bolinha de sabão, tunel, bambolê, boliche, Linda Rosa Juvenil ...
  • 18. O Reino das Águas Claras ( Festa do Dia das Crianças)
  • 19.  
  • 20. O Natal do Saci Pererê.
  • 21. Avaliação Ao longo do projeto trabalhamos habilidades e competências relacionadas à letramento, desenvolvimento da oralidade, raciocínio, prazer de ler e desenvolvimento do grafismo.
  • 22. O projeto foi puro prazer. Não só para as crianças mas também para os adultos que não conheciam a obra de Monteiro Lobato
  • 23. Muito prazer, nós somos Yara Amaral !