SlideShare uma empresa Scribd logo
CULTURA EMPREENDEDORA
NAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO
 UNIDADE DE EDUCAÇÃO, EMPREENDEDORISMO E COOPERATIVISMO
                   SEBRAE MINAS - 2011
CENÁRIO E TENDÊNCIAS - MUNDIAIS 2020

• Revolução científica e tecnológica
      . Telecomunicações         . Biotecnologia
      . Nanotecnologia           . Energia alternativa

• Economia virtual – Comércio eletrônico;
• Integração de mercados e internacionalização;
• Instabilidade do sistema financeiro mundial;
• Emergência de países com grande potencial econômico:
  China,Índia, Rússia, Brasil, México e Coréia do Sul;
• Desafio da sustentabilidade e meio ambiente;
• Comportamento da geração Y – jovens empreendedores.
EMPREENDEDORISMO NO PAÍS




No Brasil o índice de falência superior a 90% nos primeiros
     anos de um novo empreendimento, se explica?

        “O problema reside na forma como o
Empreendedorismo é ensinado no país. Além disso,
 abrir novos negócios em mercados saturados e a
    falta de inovação são fatores que também
  contribuem para o alto índice de insucessos.”
              Marco A. Quége – Business School São Paulo


 Fonte: www.endevoar.org.br
EMPREENDEDORISMO NO ENSINO


Desenvolver a cultura empreendedora
  requer o envolvimento de toda a
instituição de ensino,não basta criar a
   disciplina de empreendedorismo.

 O empreendedorismo é transversal
      aos demais conteúdos.
COMO PREPARAR OS JOVENS PARA
        ESTE CENÁRIO?

COMO A CULTURA EMPREENDEDORA
    PODE CONTRIBUIR PARA A
 CONSTRUÇÃO DE UMA SOCIEDADE
           MELHOR?
FOCO É NA ESTRATÉGIA E
   NÃO NO PRODUTO

   DESENVOLVER A
CULTURA EMPREENDORA
 NA INSTITUIÇÃO DE
      ENSINO
CRIAR RELACIONAMENTO

 INSTITUIÇÕES DE
     ENSINO
ESTRATÉGIA
PREMISSAS

Pilares da Educação para Século XXI - UNESCO



                     APRENDER A CONHECER
                     APRENDER A FAZER
                     APRENDER A CONVIVER
                     APRENDER A SER

                    APRENDER A EMPREENDER
OBJETIVO GERAL



Promover e disseminar a
cultura empreendedora e
     da inovação nas
  Instituições de Ensino
      Fundamental.
OBJETIVOS ESPECÍFICOS

• Desenvolver competências     do   comportamento
  empreendedor;
• Conhecer e vivenciar as etapas do Plano de
  Negócios;
• Conhecer as características e o funcionamento de
  um negócio;
• Ampliar o conhecimento do jovem sobre o mundo
  dos negócios e o mercado;
• Despertar possibilidades de inovações no processo
  de ensino-aprendizagem do Ensino Fundamental.
METODOLOGIA

• Estimular educadores e educandos a pensar e agir de
  modo empreendedor.

• Envolvê-los no cenário do empreendedorismo de
  forma prática e vivencial, por meio de atividades
  lúdicas que possam ter continuidade,
  independentemente do programa.

•    Os educadores deverão ajustar o Programa de
    acordo com a faixa etária dos educandos, além de
    reforçar as potencialidade e vocações locais, de forma
    a tornar a aplicação contextualizada com a realidade.
PÚBLICO-ALVO



Educadores do ensino fundamental que
 atuam com o potencial empreendedor



 POTENCIAIS EMPREENDEDORES
   Alunos do ensino fundamental
          de 6 a 14 anos
ESTRUTURA METODOLOGIA


      Identificação e                      Capacitação e
                                                                        Implantação do
     Planejamento do                       Formação do
                                                                          Programa
         Programa                            Programa


Condutor: Técnicos do SEBRAE         Condutor: Consultor do SEBRAE     Condutor: Educador
Passageiros: Comunidade Escolar          Passageiros: Educador         Passageiros: Aluno


  Identificar e avaliar                   Treinamento                Mobilização dos
       demanda                           presencial dos                Educando
                                         educadores de                 Execução do
   Apresentação do
                                            32 horas                    Programa
    Programa para
                                         consecutivas e
 entidades envolvidas
                                       experimentação                FEIRA DO JOVEM
Realização de palestra                  do processo de               EMPREENDEDOR
  junto a entidade                      implantação da
                                                                     Monitoramento e
      envolvida                              Cultura
                                                                       Avaliação.
                                       Empreendedora.
      Formalizar e                     Planejamento da
    instrumentalizar
                                     implantação, 8 horas,
         parceria
                                     junto aos educandos.
 Operacionalização do                   Total: 40 horas
      Programa
CAPACITAÇÃO DOS PROFESSORES



                                                            O caminho para a         Uma rota segura para
  Uma viagem rumo a              Uma trajetória pelo
                                                             experimentação           se chegar a Cultura
Educação Empreendedora           Empreendedorismo
                                                             Empreendedora              Empreendedora


   •Contextualização do
                                                            • Ciclo vivencial da
        Programa;                     •Teorias do                                    •Abordagem temática ;
•Cultura Empreendedora;                                        Aprendizagem;
                                 Empreendedorismo;                                         •Potenciais
                                                             • Ferramentas do
 •Proposta metodológica           •O empreendedor;                                       empreendedores ;
       do SEBRAE;                                                programa;
                                •Perfil empreendedor;                                   •Apresentação dos
                                                                • Oficina de
  •Teorias educacionais;       •Protagonismo juvenil;                                  grupos de trabalho;
   •Fundamentação das                                         Experimentação.
                                 •Plano de negócios.                                   •Plano de Negócios;
       Pedagogias;                                                                 • Projeto de implantação.

        8 horas                                                   8 horas
                                       8 horas                                             8 horas




                                                                                   8 horas de planejamento
                               Carga Horária total
                                                          32 horas capacitação        para implantação
                           para o certificado: 40 horas
                                                                                       pós capacitação
ESTRUTURA DA CAPACITAÇÃO
          DOS PROFESSORES

• Mínimo de 25 e no máximo de 30 participantes.

• A capacitação dos professores será de responsabilidade do Sebrae;

• O professor deverá participar das 32 horas de capacitação
presenciais, estruturado em 4 dias consecutivos de 8h diárias;

• Receberá um certificado de 40 horas, considerando as 32 horas
presenciais e mais 8 horas de responsabilidade do professor capacitado
para o planejamento de implantação do Programa.

•É exigência de 100% de presença do participante, por ser uma
formação metodológica para os professores.
PERFIL DO PROFESSOR

• Ser um docente em atuação (professor regente);
• Habilidade para trabalhos com metodologia vivencial;
• Desejável que tenha interesse sobre conhecimentos
básicos da gestão de negócios;
• Habilidade em relacionamento interpessoal, flexibilidade,
coordenação de grupos e capacidade de articulação;
• Habilidades comunicativas (oral e escrita) e
criatividade;
• Prontidão para aceitar mudanças e inovações.
PROPOSTA DE OFICINAS
   EMPREENDEDORAS NA ESCOLA

A partir de um problema, buscar uma solução inovadora,
que esteja alinhada as categorias: socio-econômico,
ambiental e cultural. Com foco no desenvolvimento de
um negócio sustentável.

Um empreendimento sustentável, deverá ser:
   • ecologicamente correto;
   • economicamente viável;
   • socialmente justo;
   • culturalmente aceito.

    Fonte: www.ashoka.org.br
CULTURA EMPREENDEDORA
  ENSINO FUNDAMENTAL

        Base Metodologia
Jovem Empreendedor Primeiros Passos
FOCO ESTRATÉGICO


Estimular os participantes a pensar e agir
 de modo empreendedor. Envolvê-los no
 Espírito do Empreendedorismo de forma
     prática e ilustrativa, por meio de
 atividades que possam ter continuidade
independente, e que sirvam de referência
        ao potencial empreendedor.
PÚBLICO-ALVO


Alunos em escolaridade do
  1º ao 9º ano escolar do
   Ensino Fundamental
POTENCIAL EMPREENDEDOR
ESTRUTURA DOS ENCONTROS

• Definição do Tema
• Conteúdo
• Técnica Pedagógica
• Aspectos do Comportamento
• Tarefa de Campo
• Validando o Passo - processamento
QUESTIONAMENTOS DE IMPLEMENTAÇÃO

•   Qual é a relação do empreendedorismo com o ensino formal?
•   O indivíduo nasce ou se torna empreendedor?
•   O que é empreendedorismo e plano de negócios?
•   Quais são as características empreendedoras? Como podem
    ser desenvolvidas?
•   Qual a relação das teorias educacionais com as competências
    empreendedoras?
•   Como disseminar a cultura empreendedora para os
    educadores e educandos?
•   Como tornar a instituição de ensino referência na formação de
    empreendedores?
•   Como implantar o programa cultura empreendedora na
    instituição de ensino?
ESTRUTURA DE IMPLANTAÇÃO
• Criar condições favoráveis para tarefas em equipe e
envolver de forma, lúdica e produtiva, os alunos com as
oficinas;

• Desenvolver junto com o aluno o “CADERNO DO
EMPREENDEDOR”, poderá ser álbum, caderno, portifólio,
fichário ou outro formato criativo e lúdico, que possa
registrar as atividades;

• Procurar estimular e respeitar as características
presentes no aluno, de acordo com sua faixa etária, para
favorecer o desenvolvimento cognitivo, afetivo e social;

• Buscar caminhos metodológicos para uma prática
educativa sustentável;
ESTRUTURA METODOLÓGICA
• A partir da escolha de um tema que faça parte da vida
dos alunos, que acolha em seu interior a complexidade
de um Plano de Negócios e possibilite trabalhar as
habilidades que formam o perfil de um empreendedor;

• O tema deverá ser capaz de traduzir para o aluno um
quadro até então distante do seu universo, pertencendo
aos mundo dos adultos e dos negócios.




              Caderno do Empreendedor
PROPOSTAS DE TEMAS
1º Ano - Ensino Fundamental
Tema Proposto: O Mundo das Ervas
Aromáticas

Objetivo: Sensibilizar momentos de
conhecimento da cultura
empreendedora.

Abordagem: Assuntos como compras,
vendas e manipulação de dinheiro
aplicados a um negócio.

Outros Temas: Ervas aromáticas,
fabricação e comercialização de doces e
outros artigos de menor valor, plantas,
flores,etc.
2º Ano - Ensino Fundamental

Tema Proposto: Temperos Naturais
Objetivo: Estimular a criatividade e a
imaginação, diante dos atores no mundo
dos negócios.
Abordagem: Conhecer e pesquisar as
preferências dos clientes, a proposta de
confeccionar e vender produtos, fazer
apresentações e divulgar o trabalho são
algumas das experiências concretas no
mundo dos negócios.
Outros Temas: Confecção de bonecos,
mascaras, instrumentos sonoros,
personagens, teatro e histórias infantis.
3º Ano - Ensino Fundamental
Tema Proposto: Oficina de Brinquedos
Ecológicos
Objetivo: Aprender e conhecer a natureza,
os animais e as plantas em geral, com a visão
de sustentabilidade ecológica e novas
possibilidades.
Abordagem: O Marketing e a propaganda
do produto e da marca, a preocupação com o
higiene e a educação ambiental, facilitam a
compreensão da origem e da produção de
matérias-primas até o produto pronto, à
disposição do consumidor.
Outros Temas: Buscar oficinas ligadas ao
artesanato e ao aproveitamento de materiais.
4º Ano - Ensino Fundamental
Tema Proposto: Locadora de Produtos
Objetivo: Desenvolver os
comportamentos empreendedores de
forma lúdica e de maneira a incentivar o
entretenimento. Com a leitura enriquecer
o vocabulário e ampliar a visão do
mundo.
Abordagem: A prestação de serviço
poderá ser uma alternativa de
empreendimento, aliada ao universos das
crianças. Os conteúdos ligados ao
funcionamento do empreendimento e o
desafio de entender o mercado.
Outros Temas: Locadora de gibis,
jogos, sebo livros, revistas em
quadrinhos, vide games e outros.
5º Ano - Ensino Fundamental
Tema Proposto: Sabores e Cores
Objetivo: Incentivar o educando a
conhecer as possibilidades de
empreendimentos e sensibilizar para o
empreendedorismo.
Abordagem: Com a montagem e as
operação de uma empresa, em que
atuarão como empresários, definirão
produtos, as formas de produção e de
comercialização, enquanto realizam os
controles administrativos e custo. A
qualidade dos produtos, deverá ser
adotada como premissa no processo
produtivo.
Outros Temas: O tema da feira de
produtos naturais, frutas, legumes,
sanduíches naturais.
6º Ano - Ensino Fundamental

Tema Proposto: Eco Papelaria

Objetivo: É a montagem e execução
de uma empresas, além de realizar o
produto, implementar o processo de
comercialização e os passos para a
montagem de um empreendimento.

Abordagem: Desenvolver a
habilidade de definir o processo de
solução de problemas.

Outros Temas: Confecção de
agendas, bloco de anotações, cartões,
papel de carta e outros.
7º Ano - Ensino Fundamental
Tema Proposto: Artesanato
Sustentável
Objetivo: Entender o processo de
produção de bens e serviços, primar
pela qualidade como fator de sucesso.
Despertar o perfil empreendedor para
planejar o empreendimento e análise
do mercado.
Abordagem: A sugestão da oficina
poderá ser ligada ao universo da
reciclagem, consciência ambiental,
recursos naturais na produção de
produtos.
Outros Temas: Criação de camisetas
criativas, customizações de produtos
simples, produtos com maior valor
agregado e personalizado.
8º Ano - Ensino Fundamental
Tema Proposto: Empreendedorismo
Social

Objetivo: Desenvolver o potencial dos
alunos como agente de mudança, por
meio do Empreendedorismo social
aplicado na comunidade local.

Abordagem: um projeto inovador e de
significativo impacto social, com foco no
desenvolvimento humano, na
sustentabilidade, na superação da
exclusão social, visando desta forma a
equidade, o envolvimento institucional e
a interação entre diferentes atores
envolvidos com ações sociais.

Outros Temas: Identificar instituições
sociais próximas da instituição de ensino.
9º Ano - Ensino Fundamental
Tema Proposto: Novas Idéias,
Grandes Negócios
Objetivo: Levar o educando a ter uma
visão geral de todo o processo para a
montagem de um empreendimento,
sua compreensão e experimentação.
Abordagem: auxiliar o aluno a obter
uma visão sistêmica para a
compreensão das informações e
conteúdos, de Plano de Negócios,
Características do Comportamento
Empreendedor e a identificação de
oportunidades.
Outros Temas: Identificar um ramo
de atividade mais próximo da realidade
local.
FEIRA DO JOVEM EMPREENDEDOR

• A Feira do Jovem Empreendedor Primeiros Passos é
uma alternativa metodológica para a apresentação das
oficinas e/ou atividades desenvolvidas.
• É uma oportunidade de interação entre alunos,
professores e a comunidade local, em uma abordagem
empresarial que apresentam seus produtos e serviços
ao mercado.
• A instituição de ensino será a responsável por
identificar e viabilizar o processo de implantação das
oficinas e suas apresentações na Feira.
Apresentação Programa cultura empreendedora nas instituições de ensino modulo fundamental
Apresentação Programa cultura empreendedora nas instituições de ensino modulo fundamental
Unidade de Educação, Empreendedorismo e Cooperativismo
          Gerente Ricardo Luiz Alves Pereira


Programa Cultura Empreendedora nas Instituições de Ensino
            Coordenadora: Cacilda Almeida
           cacilda.almeida@sebraemg.com.br
                     (31) 3379-9334

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

inclusão escolar
inclusão escolarinclusão escolar
inclusão escolar
Ulisses Vakirtzis
 
Educação inclusiva
Educação inclusivaEducação inclusiva
Educação inclusiva
Priscila Gomes
 
Tudo sobre o programa de ensino integral
Tudo sobre o programa de ensino integralTudo sobre o programa de ensino integral
Tudo sobre o programa de ensino integral
Lu Rossetto
 
Plano de Ação Matemática
Plano de Ação MatemáticaPlano de Ação Matemática
Plano de Ação Matemática
Manuel de Abreu
 
LIVRO DE ATIVIDADES DESPLUGADAS v1.pdf
LIVRO DE ATIVIDADES DESPLUGADAS v1.pdfLIVRO DE ATIVIDADES DESPLUGADAS v1.pdf
LIVRO DE ATIVIDADES DESPLUGADAS v1.pdf
EMERSONMUNIZDECARVAL
 
Plano de negocios
Plano de negociosPlano de negocios
Plano de negocios
Angela Nardelli
 
Relação de euler
Relação de eulerRelação de euler
Relação de euler
tixa9
 
Empreendedorismo
EmpreendedorismoEmpreendedorismo
Empreendedorismo
cattonia
 
Curriculo
CurriculoCurriculo
Aula 1- Gestão Escolar
Aula 1- Gestão EscolarAula 1- Gestão Escolar
Aula 1- Gestão Escolar
Professora Florio
 
Aulas de protagonismo juvenil ef
Aulas de protagonismo juvenil efAulas de protagonismo juvenil ef
Aulas de protagonismo juvenil ef
Marina da Costa Lima
 
Projeto de vida
Projeto de vidaProjeto de vida
Projeto de vida
Matheus Simoes Masuoka
 
Empreendedorismo atividades
Empreendedorismo atividadesEmpreendedorismo atividades
Empreendedorismo atividades
Ana Valeria Silva
 
Mapa de competências ensino integral (1) (1)
Mapa de competências ensino integral (1) (1)Mapa de competências ensino integral (1) (1)
Mapa de competências ensino integral (1) (1)
Roseli Basellotto
 
Manual de orientação técnico pedagógica
Manual de orientação técnico pedagógicaManual de orientação técnico pedagógica
Manual de orientação técnico pedagógica
semecti
 
Projetos de trabalho
Projetos de trabalhoProjetos de trabalho
Projetos de trabalho
Escola
 
Notação cientifica
Notação cientificaNotação cientifica
Notação cientifica
Murilo Martins
 
Avaliação: tipos e funções
Avaliação: tipos e funçõesAvaliação: tipos e funções
Avaliação: tipos e funções
Kogen Gouveia
 
Operações Fundamentais
Operações FundamentaisOperações Fundamentais
Operações Fundamentais
Elcielle .
 
Oficina de Negocinhos - Educação Empreendedora para Crianças e Jovens do Rio ...
Oficina de Negocinhos - Educação Empreendedora para Crianças e Jovens do Rio ...Oficina de Negocinhos - Educação Empreendedora para Crianças e Jovens do Rio ...
Oficina de Negocinhos - Educação Empreendedora para Crianças e Jovens do Rio ...
Ana Biavatti
 

Mais procurados (20)

inclusão escolar
inclusão escolarinclusão escolar
inclusão escolar
 
Educação inclusiva
Educação inclusivaEducação inclusiva
Educação inclusiva
 
Tudo sobre o programa de ensino integral
Tudo sobre o programa de ensino integralTudo sobre o programa de ensino integral
Tudo sobre o programa de ensino integral
 
Plano de Ação Matemática
Plano de Ação MatemáticaPlano de Ação Matemática
Plano de Ação Matemática
 
LIVRO DE ATIVIDADES DESPLUGADAS v1.pdf
LIVRO DE ATIVIDADES DESPLUGADAS v1.pdfLIVRO DE ATIVIDADES DESPLUGADAS v1.pdf
LIVRO DE ATIVIDADES DESPLUGADAS v1.pdf
 
Plano de negocios
Plano de negociosPlano de negocios
Plano de negocios
 
Relação de euler
Relação de eulerRelação de euler
Relação de euler
 
Empreendedorismo
EmpreendedorismoEmpreendedorismo
Empreendedorismo
 
Curriculo
CurriculoCurriculo
Curriculo
 
Aula 1- Gestão Escolar
Aula 1- Gestão EscolarAula 1- Gestão Escolar
Aula 1- Gestão Escolar
 
Aulas de protagonismo juvenil ef
Aulas de protagonismo juvenil efAulas de protagonismo juvenil ef
Aulas de protagonismo juvenil ef
 
Projeto de vida
Projeto de vidaProjeto de vida
Projeto de vida
 
Empreendedorismo atividades
Empreendedorismo atividadesEmpreendedorismo atividades
Empreendedorismo atividades
 
Mapa de competências ensino integral (1) (1)
Mapa de competências ensino integral (1) (1)Mapa de competências ensino integral (1) (1)
Mapa de competências ensino integral (1) (1)
 
Manual de orientação técnico pedagógica
Manual de orientação técnico pedagógicaManual de orientação técnico pedagógica
Manual de orientação técnico pedagógica
 
Projetos de trabalho
Projetos de trabalhoProjetos de trabalho
Projetos de trabalho
 
Notação cientifica
Notação cientificaNotação cientifica
Notação cientifica
 
Avaliação: tipos e funções
Avaliação: tipos e funçõesAvaliação: tipos e funções
Avaliação: tipos e funções
 
Operações Fundamentais
Operações FundamentaisOperações Fundamentais
Operações Fundamentais
 
Oficina de Negocinhos - Educação Empreendedora para Crianças e Jovens do Rio ...
Oficina de Negocinhos - Educação Empreendedora para Crianças e Jovens do Rio ...Oficina de Negocinhos - Educação Empreendedora para Crianças e Jovens do Rio ...
Oficina de Negocinhos - Educação Empreendedora para Crianças e Jovens do Rio ...
 

Semelhante a Apresentação Programa cultura empreendedora nas instituições de ensino modulo fundamental

INOVA Talentos
INOVA TalentosINOVA Talentos
EEI2011 blog1
EEI2011 blog1EEI2011 blog1
EEI2011 blog1
NILVA C E S FILHA
 
Diretrizes Curriculares Nacionais para o Curso de Administração - Adm Rui Otá...
Diretrizes Curriculares Nacionais para o Curso de Administração - Adm Rui Otá...Diretrizes Curriculares Nacionais para o Curso de Administração - Adm Rui Otá...
Diretrizes Curriculares Nacionais para o Curso de Administração - Adm Rui Otá...
CRA - MG
 
Apresentacao Plano Pedagogico JOVEM APRENDIZ AESCON slide share
Apresentacao Plano Pedagogico JOVEM APRENDIZ AESCON slide shareApresentacao Plano Pedagogico JOVEM APRENDIZ AESCON slide share
Apresentacao Plano Pedagogico JOVEM APRENDIZ AESCON slide share
Vania Bastos Nacaxe
 
Webinar Incubadora e Agênciia de Inovação Unifacs
Webinar Incubadora e Agênciia de Inovação UnifacsWebinar Incubadora e Agênciia de Inovação Unifacs
Webinar Incubadora e Agênciia de Inovação Unifacs
Marcelo Dultra
 
Apresentação cegoc
Apresentação   cegocApresentação   cegoc
Apresentação cegoc
CEGOC - Impulsionamos o Sucesso!
 
Apresentação CEGOC
Apresentação CEGOCApresentação CEGOC
Apresentação CEGOC
Miguel Luís
 
Prof. Perussi - Aula Inaugural
Prof. Perussi - Aula InauguralProf. Perussi - Aula Inaugural
Prof. Perussi - Aula Inaugural
auspin
 
Top Education - A educação mobilizadora e inovadora!
Top Education - A educação mobilizadora e inovadora!Top Education - A educação mobilizadora e inovadora!
Top Education - A educação mobilizadora e inovadora!
Lauro Jorge Prado
 
Worshop Co-criação Educação Corporativa
Worshop Co-criação Educação CorporativaWorshop Co-criação Educação Corporativa
Worshop Co-criação Educação Corporativa
Inventta
 
TDC2018SP | Trilha Inovacao - Engajamento do estudante no ecossistema empreen...
TDC2018SP | Trilha Inovacao - Engajamento do estudante no ecossistema empreen...TDC2018SP | Trilha Inovacao - Engajamento do estudante no ecossistema empreen...
TDC2018SP | Trilha Inovacao - Engajamento do estudante no ecossistema empreen...
tdc-globalcode
 
TECNOLOGIA NAS MÃOS DOS PROFESSORES - UM RECURSO DIDÁTICO DE ACELERAÇÃO E ENG...
TECNOLOGIA NAS MÃOS DOS PROFESSORES - UM RECURSO DIDÁTICO DE ACELERAÇÃO E ENG...TECNOLOGIA NAS MÃOS DOS PROFESSORES - UM RECURSO DIDÁTICO DE ACELERAÇÃO E ENG...
TECNOLOGIA NAS MÃOS DOS PROFESSORES - UM RECURSO DIDÁTICO DE ACELERAÇÃO E ENG...
Flavia Nascimento
 
Aprendizagem e Desenvolvimento de Pessoas @Prof.Randes
Aprendizagem e Desenvolvimento de Pessoas @Prof.RandesAprendizagem e Desenvolvimento de Pessoas @Prof.Randes
Aprendizagem e Desenvolvimento de Pessoas @Prof.Randes
Prof. Randes Enes, M.Sc.
 
Inova Talentos - Segunda Chamada
Inova Talentos - Segunda ChamadaInova Talentos - Segunda Chamada
Ciesp
Ciesp Ciesp
Ciesp
CIESP Oeste
 
Inovacao
InovacaoInovacao
Inovacao
renatadelara
 
Institucional affero 270712
Institucional affero 270712Institucional affero 270712
Institucional affero 270712
Affero Lab
 
Principios para a aprendizagem docente na formaçao inicial, inserção profissi...
Principios para a aprendizagem docente na formaçao inicial, inserção profissi...Principios para a aprendizagem docente na formaçao inicial, inserção profissi...
Principios para a aprendizagem docente na formaçao inicial, inserção profissi...
Carlos Marcelo
 
Coordenador Como Gestor Empreendedor
Coordenador Como Gestor EmpreendedorCoordenador Como Gestor Empreendedor
Coordenador Como Gestor Empreendedor
Michelle Oliveira
 
O futuro dos Cursos Superiores de Tecnologia em Administração
O futuro dos Cursos Superiores de Tecnologia em AdministraçãoO futuro dos Cursos Superiores de Tecnologia em Administração
O futuro dos Cursos Superiores de Tecnologia em Administração
Conselho Regional de Administração de São Paulo
 

Semelhante a Apresentação Programa cultura empreendedora nas instituições de ensino modulo fundamental (20)

INOVA Talentos
INOVA TalentosINOVA Talentos
INOVA Talentos
 
EEI2011 blog1
EEI2011 blog1EEI2011 blog1
EEI2011 blog1
 
Diretrizes Curriculares Nacionais para o Curso de Administração - Adm Rui Otá...
Diretrizes Curriculares Nacionais para o Curso de Administração - Adm Rui Otá...Diretrizes Curriculares Nacionais para o Curso de Administração - Adm Rui Otá...
Diretrizes Curriculares Nacionais para o Curso de Administração - Adm Rui Otá...
 
Apresentacao Plano Pedagogico JOVEM APRENDIZ AESCON slide share
Apresentacao Plano Pedagogico JOVEM APRENDIZ AESCON slide shareApresentacao Plano Pedagogico JOVEM APRENDIZ AESCON slide share
Apresentacao Plano Pedagogico JOVEM APRENDIZ AESCON slide share
 
Webinar Incubadora e Agênciia de Inovação Unifacs
Webinar Incubadora e Agênciia de Inovação UnifacsWebinar Incubadora e Agênciia de Inovação Unifacs
Webinar Incubadora e Agênciia de Inovação Unifacs
 
Apresentação cegoc
Apresentação   cegocApresentação   cegoc
Apresentação cegoc
 
Apresentação CEGOC
Apresentação CEGOCApresentação CEGOC
Apresentação CEGOC
 
Prof. Perussi - Aula Inaugural
Prof. Perussi - Aula InauguralProf. Perussi - Aula Inaugural
Prof. Perussi - Aula Inaugural
 
Top Education - A educação mobilizadora e inovadora!
Top Education - A educação mobilizadora e inovadora!Top Education - A educação mobilizadora e inovadora!
Top Education - A educação mobilizadora e inovadora!
 
Worshop Co-criação Educação Corporativa
Worshop Co-criação Educação CorporativaWorshop Co-criação Educação Corporativa
Worshop Co-criação Educação Corporativa
 
TDC2018SP | Trilha Inovacao - Engajamento do estudante no ecossistema empreen...
TDC2018SP | Trilha Inovacao - Engajamento do estudante no ecossistema empreen...TDC2018SP | Trilha Inovacao - Engajamento do estudante no ecossistema empreen...
TDC2018SP | Trilha Inovacao - Engajamento do estudante no ecossistema empreen...
 
TECNOLOGIA NAS MÃOS DOS PROFESSORES - UM RECURSO DIDÁTICO DE ACELERAÇÃO E ENG...
TECNOLOGIA NAS MÃOS DOS PROFESSORES - UM RECURSO DIDÁTICO DE ACELERAÇÃO E ENG...TECNOLOGIA NAS MÃOS DOS PROFESSORES - UM RECURSO DIDÁTICO DE ACELERAÇÃO E ENG...
TECNOLOGIA NAS MÃOS DOS PROFESSORES - UM RECURSO DIDÁTICO DE ACELERAÇÃO E ENG...
 
Aprendizagem e Desenvolvimento de Pessoas @Prof.Randes
Aprendizagem e Desenvolvimento de Pessoas @Prof.RandesAprendizagem e Desenvolvimento de Pessoas @Prof.Randes
Aprendizagem e Desenvolvimento de Pessoas @Prof.Randes
 
Inova Talentos - Segunda Chamada
Inova Talentos - Segunda ChamadaInova Talentos - Segunda Chamada
Inova Talentos - Segunda Chamada
 
Ciesp
Ciesp Ciesp
Ciesp
 
Inovacao
InovacaoInovacao
Inovacao
 
Institucional affero 270712
Institucional affero 270712Institucional affero 270712
Institucional affero 270712
 
Principios para a aprendizagem docente na formaçao inicial, inserção profissi...
Principios para a aprendizagem docente na formaçao inicial, inserção profissi...Principios para a aprendizagem docente na formaçao inicial, inserção profissi...
Principios para a aprendizagem docente na formaçao inicial, inserção profissi...
 
Coordenador Como Gestor Empreendedor
Coordenador Como Gestor EmpreendedorCoordenador Como Gestor Empreendedor
Coordenador Como Gestor Empreendedor
 
O futuro dos Cursos Superiores de Tecnologia em Administração
O futuro dos Cursos Superiores de Tecnologia em AdministraçãoO futuro dos Cursos Superiores de Tecnologia em Administração
O futuro dos Cursos Superiores de Tecnologia em Administração
 

Mais de Conspiração Mineira pela Educação

[Apresentação] Escola estadual afrânio de melo franco
[Apresentação] Escola estadual afrânio de melo franco[Apresentação] Escola estadual afrânio de melo franco
[Apresentação] Escola estadual afrânio de melo franco
Conspiração Mineira pela Educação
 
Apresentação _EE LOUIS _ENSCH
Apresentação _EE LOUIS _ENSCHApresentação _EE LOUIS _ENSCH
Apresentação _EE LOUIS _ENSCH
Conspiração Mineira pela Educação
 
II Fórum de Nova Era_ Apresentação
II Fórum de Nova Era_ Apresentação II Fórum de Nova Era_ Apresentação
II Fórum de Nova Era_ Apresentação
Conspiração Mineira pela Educação
 
[Apresentação] XLIII Fórum Conspiração Mineira pela Educação
[Apresentação] XLIII Fórum Conspiração Mineira pela Educação[Apresentação] XLIII Fórum Conspiração Mineira pela Educação
[Apresentação] XLIII Fórum Conspiração Mineira pela Educação
Conspiração Mineira pela Educação
 
XLIII Fórum - Apresentação EE Menino Jesus de Praga
XLIII Fórum - Apresentação EE Menino Jesus de PragaXLIII Fórum - Apresentação EE Menino Jesus de Praga
XLIII Fórum - Apresentação EE Menino Jesus de Praga
Conspiração Mineira pela Educação
 
Boa prática: Projeto Arteducação Digital
Boa prática: Projeto Arteducação DigitalBoa prática: Projeto Arteducação Digital
Boa prática: Projeto Arteducação Digital
Conspiração Mineira pela Educação
 
Bando de prática: Projeto Xadrez
Bando de prática: Projeto Xadrez Bando de prática: Projeto Xadrez
Bando de prática: Projeto Xadrez
Conspiração Mineira pela Educação
 
A carta do Caminho do diretor Conspiração Mineira pela Educação
A carta do Caminho do diretor Conspiração Mineira pela EducaçãoA carta do Caminho do diretor Conspiração Mineira pela Educação
A carta do Caminho do diretor Conspiração Mineira pela Educação
Conspiração Mineira pela Educação
 
Apresentação IDEB da Rede Estadual
Apresentação IDEB da Rede EstadualApresentação IDEB da Rede Estadual
Apresentação IDEB da Rede Estadual
Conspiração Mineira pela Educação
 
Apresentação Fundação CDL BH
Apresentação Fundação CDL BHApresentação Fundação CDL BH
Apresentação Fundação CDL BH
Conspiração Mineira pela Educação
 
Apresentação XLII Fórum de Diretores Conspiração Mineira pela Educação
Apresentação XLII Fórum de Diretores Conspiração Mineira pela EducaçãoApresentação XLII Fórum de Diretores Conspiração Mineira pela Educação
Apresentação XLII Fórum de Diretores Conspiração Mineira pela Educação
Conspiração Mineira pela Educação
 
Prática: Fórum de Diretores
Prática: Fórum de DiretoresPrática: Fórum de Diretores
Prática: Fórum de Diretores
Conspiração Mineira pela Educação
 
Apresentação Campanha Garantindo meu Futuro
Apresentação Campanha Garantindo meu FuturoApresentação Campanha Garantindo meu Futuro
Apresentação Campanha Garantindo meu Futuro
Conspiração Mineira pela Educação
 
II Fórum Conspiração Municipal pela Educação de Vespasiano
II Fórum Conspiração Municipal pela Educação de VespasianoII Fórum Conspiração Municipal pela Educação de Vespasiano
II Fórum Conspiração Municipal pela Educação de Vespasiano
Conspiração Mineira pela Educação
 
Conspiração Informa 13° edição
Conspiração Informa 13° ediçãoConspiração Informa 13° edição
Conspiração Informa 13° edição
Conspiração Mineira pela Educação
 
Apresentacao Centro Universitário UNA
Apresentacao Centro Universitário UNAApresentacao Centro Universitário UNA
Apresentacao Centro Universitário UNA
Conspiração Mineira pela Educação
 
Apresentação Junior Achievement
Apresentação Junior Achievement Apresentação Junior Achievement
Apresentação Junior Achievement
Conspiração Mineira pela Educação
 

Mais de Conspiração Mineira pela Educação (20)

[Apresentação] Escola estadual afrânio de melo franco
[Apresentação] Escola estadual afrânio de melo franco[Apresentação] Escola estadual afrânio de melo franco
[Apresentação] Escola estadual afrânio de melo franco
 
Época Negócios sobre Educação
Época Negócios sobre EducaçãoÉpoca Negócios sobre Educação
Época Negócios sobre Educação
 
Apresentação _EE LOUIS _ENSCH
Apresentação _EE LOUIS _ENSCHApresentação _EE LOUIS _ENSCH
Apresentação _EE LOUIS _ENSCH
 
II Fórum de Nova Era_ Apresentação
II Fórum de Nova Era_ Apresentação II Fórum de Nova Era_ Apresentação
II Fórum de Nova Era_ Apresentação
 
[Apresentação] XLIII Fórum Conspiração Mineira pela Educação
[Apresentação] XLIII Fórum Conspiração Mineira pela Educação[Apresentação] XLIII Fórum Conspiração Mineira pela Educação
[Apresentação] XLIII Fórum Conspiração Mineira pela Educação
 
XLIII Fórum - Apresentação EE Menino Jesus de Praga
XLIII Fórum - Apresentação EE Menino Jesus de PragaXLIII Fórum - Apresentação EE Menino Jesus de Praga
XLIII Fórum - Apresentação EE Menino Jesus de Praga
 
Boa prática: Projeto Arteducação Digital
Boa prática: Projeto Arteducação DigitalBoa prática: Projeto Arteducação Digital
Boa prática: Projeto Arteducação Digital
 
Bando de prática: Projeto Xadrez
Bando de prática: Projeto Xadrez Bando de prática: Projeto Xadrez
Bando de prática: Projeto Xadrez
 
A carta do Caminho do diretor Conspiração Mineira pela Educação
A carta do Caminho do diretor Conspiração Mineira pela EducaçãoA carta do Caminho do diretor Conspiração Mineira pela Educação
A carta do Caminho do diretor Conspiração Mineira pela Educação
 
Apresentação IDEB da Rede Estadual
Apresentação IDEB da Rede EstadualApresentação IDEB da Rede Estadual
Apresentação IDEB da Rede Estadual
 
Apresentação Fundação CDL BH
Apresentação Fundação CDL BHApresentação Fundação CDL BH
Apresentação Fundação CDL BH
 
Novos papéis na Escola por Evando Neiva
Novos papéis na Escola por Evando NeivaNovos papéis na Escola por Evando Neiva
Novos papéis na Escola por Evando Neiva
 
Apresentação XLII Fórum de Diretores Conspiração Mineira pela Educação
Apresentação XLII Fórum de Diretores Conspiração Mineira pela EducaçãoApresentação XLII Fórum de Diretores Conspiração Mineira pela Educação
Apresentação XLII Fórum de Diretores Conspiração Mineira pela Educação
 
Prática: Fórum de Diretores
Prática: Fórum de DiretoresPrática: Fórum de Diretores
Prática: Fórum de Diretores
 
Apresentação Institucional projeto Memória de Elefante
Apresentação Institucional projeto Memória de ElefanteApresentação Institucional projeto Memória de Elefante
Apresentação Institucional projeto Memória de Elefante
 
Apresentação Campanha Garantindo meu Futuro
Apresentação Campanha Garantindo meu FuturoApresentação Campanha Garantindo meu Futuro
Apresentação Campanha Garantindo meu Futuro
 
II Fórum Conspiração Municipal pela Educação de Vespasiano
II Fórum Conspiração Municipal pela Educação de VespasianoII Fórum Conspiração Municipal pela Educação de Vespasiano
II Fórum Conspiração Municipal pela Educação de Vespasiano
 
Conspiração Informa 13° edição
Conspiração Informa 13° ediçãoConspiração Informa 13° edição
Conspiração Informa 13° edição
 
Apresentacao Centro Universitário UNA
Apresentacao Centro Universitário UNAApresentacao Centro Universitário UNA
Apresentacao Centro Universitário UNA
 
Apresentação Junior Achievement
Apresentação Junior Achievement Apresentação Junior Achievement
Apresentação Junior Achievement
 

Apresentação Programa cultura empreendedora nas instituições de ensino modulo fundamental

  • 1. CULTURA EMPREENDEDORA NAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO UNIDADE DE EDUCAÇÃO, EMPREENDEDORISMO E COOPERATIVISMO SEBRAE MINAS - 2011
  • 2. CENÁRIO E TENDÊNCIAS - MUNDIAIS 2020 • Revolução científica e tecnológica . Telecomunicações . Biotecnologia . Nanotecnologia . Energia alternativa • Economia virtual – Comércio eletrônico; • Integração de mercados e internacionalização; • Instabilidade do sistema financeiro mundial; • Emergência de países com grande potencial econômico: China,Índia, Rússia, Brasil, México e Coréia do Sul; • Desafio da sustentabilidade e meio ambiente; • Comportamento da geração Y – jovens empreendedores.
  • 3. EMPREENDEDORISMO NO PAÍS No Brasil o índice de falência superior a 90% nos primeiros anos de um novo empreendimento, se explica? “O problema reside na forma como o Empreendedorismo é ensinado no país. Além disso, abrir novos negócios em mercados saturados e a falta de inovação são fatores que também contribuem para o alto índice de insucessos.” Marco A. Quége – Business School São Paulo Fonte: www.endevoar.org.br
  • 4. EMPREENDEDORISMO NO ENSINO Desenvolver a cultura empreendedora requer o envolvimento de toda a instituição de ensino,não basta criar a disciplina de empreendedorismo. O empreendedorismo é transversal aos demais conteúdos.
  • 5. COMO PREPARAR OS JOVENS PARA ESTE CENÁRIO? COMO A CULTURA EMPREENDEDORA PODE CONTRIBUIR PARA A CONSTRUÇÃO DE UMA SOCIEDADE MELHOR?
  • 6. FOCO É NA ESTRATÉGIA E NÃO NO PRODUTO DESENVOLVER A CULTURA EMPREENDORA NA INSTITUIÇÃO DE ENSINO
  • 9. PREMISSAS Pilares da Educação para Século XXI - UNESCO APRENDER A CONHECER APRENDER A FAZER APRENDER A CONVIVER APRENDER A SER APRENDER A EMPREENDER
  • 10. OBJETIVO GERAL Promover e disseminar a cultura empreendedora e da inovação nas Instituições de Ensino Fundamental.
  • 11. OBJETIVOS ESPECÍFICOS • Desenvolver competências do comportamento empreendedor; • Conhecer e vivenciar as etapas do Plano de Negócios; • Conhecer as características e o funcionamento de um negócio; • Ampliar o conhecimento do jovem sobre o mundo dos negócios e o mercado; • Despertar possibilidades de inovações no processo de ensino-aprendizagem do Ensino Fundamental.
  • 12. METODOLOGIA • Estimular educadores e educandos a pensar e agir de modo empreendedor. • Envolvê-los no cenário do empreendedorismo de forma prática e vivencial, por meio de atividades lúdicas que possam ter continuidade, independentemente do programa. • Os educadores deverão ajustar o Programa de acordo com a faixa etária dos educandos, além de reforçar as potencialidade e vocações locais, de forma a tornar a aplicação contextualizada com a realidade.
  • 13. PÚBLICO-ALVO Educadores do ensino fundamental que atuam com o potencial empreendedor POTENCIAIS EMPREENDEDORES Alunos do ensino fundamental de 6 a 14 anos
  • 14. ESTRUTURA METODOLOGIA Identificação e Capacitação e Implantação do Planejamento do Formação do Programa Programa Programa Condutor: Técnicos do SEBRAE Condutor: Consultor do SEBRAE Condutor: Educador Passageiros: Comunidade Escolar Passageiros: Educador Passageiros: Aluno Identificar e avaliar Treinamento Mobilização dos demanda presencial dos Educando educadores de Execução do Apresentação do 32 horas Programa Programa para consecutivas e entidades envolvidas experimentação FEIRA DO JOVEM Realização de palestra do processo de EMPREENDEDOR junto a entidade implantação da Monitoramento e envolvida Cultura Avaliação. Empreendedora. Formalizar e Planejamento da instrumentalizar implantação, 8 horas, parceria junto aos educandos. Operacionalização do Total: 40 horas Programa
  • 15. CAPACITAÇÃO DOS PROFESSORES O caminho para a Uma rota segura para Uma viagem rumo a Uma trajetória pelo experimentação se chegar a Cultura Educação Empreendedora Empreendedorismo Empreendedora Empreendedora •Contextualização do • Ciclo vivencial da Programa; •Teorias do •Abordagem temática ; •Cultura Empreendedora; Aprendizagem; Empreendedorismo; •Potenciais • Ferramentas do •Proposta metodológica •O empreendedor; empreendedores ; do SEBRAE; programa; •Perfil empreendedor; •Apresentação dos • Oficina de •Teorias educacionais; •Protagonismo juvenil; grupos de trabalho; •Fundamentação das Experimentação. •Plano de negócios. •Plano de Negócios; Pedagogias; • Projeto de implantação. 8 horas 8 horas 8 horas 8 horas 8 horas de planejamento Carga Horária total 32 horas capacitação para implantação para o certificado: 40 horas pós capacitação
  • 16. ESTRUTURA DA CAPACITAÇÃO DOS PROFESSORES • Mínimo de 25 e no máximo de 30 participantes. • A capacitação dos professores será de responsabilidade do Sebrae; • O professor deverá participar das 32 horas de capacitação presenciais, estruturado em 4 dias consecutivos de 8h diárias; • Receberá um certificado de 40 horas, considerando as 32 horas presenciais e mais 8 horas de responsabilidade do professor capacitado para o planejamento de implantação do Programa. •É exigência de 100% de presença do participante, por ser uma formação metodológica para os professores.
  • 17. PERFIL DO PROFESSOR • Ser um docente em atuação (professor regente); • Habilidade para trabalhos com metodologia vivencial; • Desejável que tenha interesse sobre conhecimentos básicos da gestão de negócios; • Habilidade em relacionamento interpessoal, flexibilidade, coordenação de grupos e capacidade de articulação; • Habilidades comunicativas (oral e escrita) e criatividade; • Prontidão para aceitar mudanças e inovações.
  • 18. PROPOSTA DE OFICINAS EMPREENDEDORAS NA ESCOLA A partir de um problema, buscar uma solução inovadora, que esteja alinhada as categorias: socio-econômico, ambiental e cultural. Com foco no desenvolvimento de um negócio sustentável. Um empreendimento sustentável, deverá ser: • ecologicamente correto; • economicamente viável; • socialmente justo; • culturalmente aceito. Fonte: www.ashoka.org.br
  • 19. CULTURA EMPREENDEDORA ENSINO FUNDAMENTAL Base Metodologia Jovem Empreendedor Primeiros Passos
  • 20. FOCO ESTRATÉGICO Estimular os participantes a pensar e agir de modo empreendedor. Envolvê-los no Espírito do Empreendedorismo de forma prática e ilustrativa, por meio de atividades que possam ter continuidade independente, e que sirvam de referência ao potencial empreendedor.
  • 21. PÚBLICO-ALVO Alunos em escolaridade do 1º ao 9º ano escolar do Ensino Fundamental POTENCIAL EMPREENDEDOR
  • 22. ESTRUTURA DOS ENCONTROS • Definição do Tema • Conteúdo • Técnica Pedagógica • Aspectos do Comportamento • Tarefa de Campo • Validando o Passo - processamento
  • 23. QUESTIONAMENTOS DE IMPLEMENTAÇÃO • Qual é a relação do empreendedorismo com o ensino formal? • O indivíduo nasce ou se torna empreendedor? • O que é empreendedorismo e plano de negócios? • Quais são as características empreendedoras? Como podem ser desenvolvidas? • Qual a relação das teorias educacionais com as competências empreendedoras? • Como disseminar a cultura empreendedora para os educadores e educandos? • Como tornar a instituição de ensino referência na formação de empreendedores? • Como implantar o programa cultura empreendedora na instituição de ensino?
  • 24. ESTRUTURA DE IMPLANTAÇÃO • Criar condições favoráveis para tarefas em equipe e envolver de forma, lúdica e produtiva, os alunos com as oficinas; • Desenvolver junto com o aluno o “CADERNO DO EMPREENDEDOR”, poderá ser álbum, caderno, portifólio, fichário ou outro formato criativo e lúdico, que possa registrar as atividades; • Procurar estimular e respeitar as características presentes no aluno, de acordo com sua faixa etária, para favorecer o desenvolvimento cognitivo, afetivo e social; • Buscar caminhos metodológicos para uma prática educativa sustentável;
  • 25. ESTRUTURA METODOLÓGICA • A partir da escolha de um tema que faça parte da vida dos alunos, que acolha em seu interior a complexidade de um Plano de Negócios e possibilite trabalhar as habilidades que formam o perfil de um empreendedor; • O tema deverá ser capaz de traduzir para o aluno um quadro até então distante do seu universo, pertencendo aos mundo dos adultos e dos negócios. Caderno do Empreendedor
  • 27. 1º Ano - Ensino Fundamental Tema Proposto: O Mundo das Ervas Aromáticas Objetivo: Sensibilizar momentos de conhecimento da cultura empreendedora. Abordagem: Assuntos como compras, vendas e manipulação de dinheiro aplicados a um negócio. Outros Temas: Ervas aromáticas, fabricação e comercialização de doces e outros artigos de menor valor, plantas, flores,etc.
  • 28. 2º Ano - Ensino Fundamental Tema Proposto: Temperos Naturais Objetivo: Estimular a criatividade e a imaginação, diante dos atores no mundo dos negócios. Abordagem: Conhecer e pesquisar as preferências dos clientes, a proposta de confeccionar e vender produtos, fazer apresentações e divulgar o trabalho são algumas das experiências concretas no mundo dos negócios. Outros Temas: Confecção de bonecos, mascaras, instrumentos sonoros, personagens, teatro e histórias infantis.
  • 29. 3º Ano - Ensino Fundamental Tema Proposto: Oficina de Brinquedos Ecológicos Objetivo: Aprender e conhecer a natureza, os animais e as plantas em geral, com a visão de sustentabilidade ecológica e novas possibilidades. Abordagem: O Marketing e a propaganda do produto e da marca, a preocupação com o higiene e a educação ambiental, facilitam a compreensão da origem e da produção de matérias-primas até o produto pronto, à disposição do consumidor. Outros Temas: Buscar oficinas ligadas ao artesanato e ao aproveitamento de materiais.
  • 30. 4º Ano - Ensino Fundamental Tema Proposto: Locadora de Produtos Objetivo: Desenvolver os comportamentos empreendedores de forma lúdica e de maneira a incentivar o entretenimento. Com a leitura enriquecer o vocabulário e ampliar a visão do mundo. Abordagem: A prestação de serviço poderá ser uma alternativa de empreendimento, aliada ao universos das crianças. Os conteúdos ligados ao funcionamento do empreendimento e o desafio de entender o mercado. Outros Temas: Locadora de gibis, jogos, sebo livros, revistas em quadrinhos, vide games e outros.
  • 31. 5º Ano - Ensino Fundamental Tema Proposto: Sabores e Cores Objetivo: Incentivar o educando a conhecer as possibilidades de empreendimentos e sensibilizar para o empreendedorismo. Abordagem: Com a montagem e as operação de uma empresa, em que atuarão como empresários, definirão produtos, as formas de produção e de comercialização, enquanto realizam os controles administrativos e custo. A qualidade dos produtos, deverá ser adotada como premissa no processo produtivo. Outros Temas: O tema da feira de produtos naturais, frutas, legumes, sanduíches naturais.
  • 32. 6º Ano - Ensino Fundamental Tema Proposto: Eco Papelaria Objetivo: É a montagem e execução de uma empresas, além de realizar o produto, implementar o processo de comercialização e os passos para a montagem de um empreendimento. Abordagem: Desenvolver a habilidade de definir o processo de solução de problemas. Outros Temas: Confecção de agendas, bloco de anotações, cartões, papel de carta e outros.
  • 33. 7º Ano - Ensino Fundamental Tema Proposto: Artesanato Sustentável Objetivo: Entender o processo de produção de bens e serviços, primar pela qualidade como fator de sucesso. Despertar o perfil empreendedor para planejar o empreendimento e análise do mercado. Abordagem: A sugestão da oficina poderá ser ligada ao universo da reciclagem, consciência ambiental, recursos naturais na produção de produtos. Outros Temas: Criação de camisetas criativas, customizações de produtos simples, produtos com maior valor agregado e personalizado.
  • 34. 8º Ano - Ensino Fundamental Tema Proposto: Empreendedorismo Social Objetivo: Desenvolver o potencial dos alunos como agente de mudança, por meio do Empreendedorismo social aplicado na comunidade local. Abordagem: um projeto inovador e de significativo impacto social, com foco no desenvolvimento humano, na sustentabilidade, na superação da exclusão social, visando desta forma a equidade, o envolvimento institucional e a interação entre diferentes atores envolvidos com ações sociais. Outros Temas: Identificar instituições sociais próximas da instituição de ensino.
  • 35. 9º Ano - Ensino Fundamental Tema Proposto: Novas Idéias, Grandes Negócios Objetivo: Levar o educando a ter uma visão geral de todo o processo para a montagem de um empreendimento, sua compreensão e experimentação. Abordagem: auxiliar o aluno a obter uma visão sistêmica para a compreensão das informações e conteúdos, de Plano de Negócios, Características do Comportamento Empreendedor e a identificação de oportunidades. Outros Temas: Identificar um ramo de atividade mais próximo da realidade local.
  • 36. FEIRA DO JOVEM EMPREENDEDOR • A Feira do Jovem Empreendedor Primeiros Passos é uma alternativa metodológica para a apresentação das oficinas e/ou atividades desenvolvidas. • É uma oportunidade de interação entre alunos, professores e a comunidade local, em uma abordagem empresarial que apresentam seus produtos e serviços ao mercado. • A instituição de ensino será a responsável por identificar e viabilizar o processo de implantação das oficinas e suas apresentações na Feira.
  • 39. Unidade de Educação, Empreendedorismo e Cooperativismo Gerente Ricardo Luiz Alves Pereira Programa Cultura Empreendedora nas Instituições de Ensino Coordenadora: Cacilda Almeida cacilda.almeida@sebraemg.com.br (31) 3379-9334