Apresentacao Plano Pedagogico JOVEM APRENDIZ AESCON slide share

12.419 visualizações

Publicada em

Apresentacao Plano Pedagogico JOVEM APRENDIZ AESCON

Publicada em: Educação
0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
12.419
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentacao Plano Pedagogico JOVEM APRENDIZ AESCON slide share

  1. 1. APRESENTAÇÃO• O PROGRAMA NACIONAL JOVEM APRENDIZ, define as atividadespráticas que demandam aprendizagem e que podem ser desenvolvidas pelo “Jovem Aprendiz”, visando o seu desenvolvimento pessoal e profissional. www.vanianacaxe.com
  2. 2. •A elaboração, aplicabilidade e o sucesso desta Proposta Pedagógica contam com oempenho coletivo dos membros desta Associação. www.vanianacaxe.com – Ibaque Consultoria
  3. 3. • A formação técnico-profissional deve ser constituída por atividades teóricas e práticas, organizadas em tarefas de complexidade progressiva, em programa correlato às atividades desenvolvidas nas empresas contratantes, proporcionando ao aprendiz uma formação profissional básica. www.vanianacaxe.com – Ibaque Consultoria
  4. 4. PLANO DE TRABALHO• I – IDENTIFICAÇÃO• Associação das Empresas de Serviços Contábeis de Ribeirão Preto e Região – AESCON• Identificação MTE JUVENTUDE:• Número do Curso: 6607• CBO (Classificação Brasileira de Ocupações) : Auxiliar de escritório em Geral.• Nome do Curso: Auxiliar Administrativo• Área curso: Técnico em Operações Administrativas. www.vanianacaxe.com – Ibaque Consultoria
  5. 5. • MODALIDADE DE ENSINO:• Profissionalizante – “Programa Nacional Jovem Aprendiz”• EDUCAÇÃO DE JOVENS: 14 a 24 anos.• APOIO PEDAGÓGICO:• · ORIENTAÇÃO EDUCACIONAL• · EQUIPE DE APOIO À APRENDIZAGEM www.vanianacaxe.com – Ibaque Consultoria
  6. 6. OBJETIVOS • Estimular o desenvolvimento decompetências e habilidades para a vida futura no que diz respeito à prática de atitudes positivas em relação a si mesmo, aopróximo, ao meio ambiente e a uma carreira de estudos posteriores e profissionais. www.vanianacaxe.com – Ibaque Consultoria
  7. 7. • Proporcionar experiências na escola as quais permitam aos aprendizes a relação com os fatos reais da comunidade no que diz respeito aos aspectos políticos, sociais, econômicos, culturais, éticos e morais que vivenciam.www.vanianacaxe.com – Ibaque Consultoria
  8. 8. • Instigar os aprendizes a refletirem e a se posicionarem sobre os fatos atuais de interesses locais, nacionais e mundiais. www.vanianacaxe.com – Ibaque Consultoria
  9. 9. • Compartilhar, de forma contextualizada, os conhecimentos científicos e culturais já construídos pela humanidade.• · Estimular a formação da consciência autônoma, crítica e reflexiva dos aprendizes.• · Estabelecer estratégias para aquisição e formação de hábitos e atitudes/valores;
  10. 10. • Promover ações que busquem a integração do mercado de trabalho e a necessidade de mão de obra qualificada;• Oferecer instrumentos pedagógicos para a Avaliação e Acompanhamento;• Desenvolver ações que favoreçam a melhoria dos hábitos de higiene pessoal;
  11. 11. • Oportunizar aos alunos atividades extra classe, onde possam vivenciar valores culturais;• · Promover mecanismos que concretizem a integração os aprendizes com necessidades profissionalizantes e visão de futuro;
  12. 12. METAS• Oportunizar a todos os Jovens na faixa etária de 14 a 24 anos, acesso ao Projeto.• Disseminar, de forma maciça, o Projeto em todos os setores empresariais e escolas públicas e particulares, promovendo através de palestras, reuniões em entidades de classe (Rotary, Lions – exemplo).
  13. 13. • Criação de material próprio para o Curso da AESCON (Apostila, por exemplo);• Resgatar valores, trabalhando mensalmente temas a serem definidos coletivamente;• Propor pelo menos duas atividades culturais durante o ano;
  14. 14. • Promover reuniões ordinárias com os empregadores, familiares e escola para efetivar a função do Projeto;• · Utilizar os dois dias pré-definidos no calendário de 2013 para avaliação e autoavaliação;• · Trabalhar diariamente a formação de hábitos de higiene com todos os aprendizes;
  15. 15. • Desenvolver o senso crítico e a conscientização dos cuidados com o ambiente do curso, no ambiente escolar e da comunidade;• Tornar a AESCON, como referência na captação e colocação no mercado, a primeiro momento Aprendizes e a segundo momento, profissionais habilitados e comprometidos com o desenvolvimento sócio econômico de Ribeirão Preto e região.
  16. 16. ESTRATÉGIAS• Fortalecimento do planejamento coletivo garantindo os rumos, anseios, ideais que darão continuidade ao trabalho já iniciado;• · Encontro de parcerias junto à comunidade empresarial e a Secretaria de Educação para garantir o bom nível e andamento do curso;• · Implantação juntamente com o MEC do projeto Pro Jovem (Iniciação de jovens às novas tecnologias);
  17. 17. • Promoção de encontros de interesse da comunidade envolvendo a Orientação Educacional; por meio de reuniões, questionários e entrevistas;• Realização de eventos para participação e integração da comunidade no contexto;• Estabelecimento de instrumentos eficazes de avaliação que meçam o desempenho de todos os segmentos do Projeto e Aprendizes;
  18. 18. • Aquisição de diversos materiais que possibilitem a valorização do lúdico como mediador no processo de ensino- aprendizagem, por meio da aplicação dos recursos financeiros;
  19. 19. • Implantação de projeto pedagógico para permanente valorização de hábitos adequados de higiene pessoal e do ambiente, envolvendo todos os segmentos da instituição educacional;
  20. 20. • Envolver por meio de projetos pedagógicos todos os alunos com Necessidades Educacionais Especial nas atividades curriculares do curso;• Promoção de palestras que valorizem a convivência social entre os alunos, visando à construção de regras disciplinares entre os alunos, através de dinâmicas e vivências. O trabalho docente deverá atuar em prol da pedagogia de projetos;
  21. 21. • Estruturação e execução de projetos ambientais contemplados na proposta pedagógica.
  22. 22. Método• A metodologia será dividida em módulos. Um dos módulos será básico, comum a todas as formações, os demais serão específicos, voltados para a área de atuação do jovem na empresa.
  23. 23. • As atividades desenvolvidas serão atraentes e motivadoras.• Nos encontros os aprendizes participarão ativamente, com conteúdos programáticos e carga horária que serão contextualizados, remetendo a situações do cotidiano dos jovens, o que favorece a própria aprendizagem.
  24. 24. AVALIAÇÃO• Buscando a excelência na qualidade da educação, objetivamos buscar a cada etapa do trabalho um feedback dos métodos e ações, instituindo em conjunto com todos os segmentos do Projeto,mecanismos de avaliação pautados em instrumentos eficazes.
  25. 25. • A avaliação contribui significativamente para que este Curso repense suas práticas administrativas, técnicas, educativas e sociais, ao mesmo tempo em que reflete o seu papel na sociedade como produtora e socializadora de um saber capaz de compreender e transformadora da realidade.
  26. 26. DIAGNÓSTICO• Os educadores devem buscar ações pedagógicas que destaque o respeito, considerando as individualidades e trabalhando o resgate ou a construção da auto-estima dos educandos.• Para que o todo o trabalho continue tendo o êxito, o planejamento e alinhamento da comunicação entre a parte pedagógica com a parte administrativa do curso se faz necessário e permanente, para os devidos ajustes.
  27. 27. • Sugestões• Discutir, em reunião pedagógica, como ponto de partida para buscar soluções para os problemas que interferem no fazer pedagógico do curso• Buscar ponto de equilíbrio entre os componentes do curso;• Maior interação entre os componentes da direção.• Maior envolvimento dos professores nos projetos pedagógicos.• Dar maior autonomia ao assistente pedagógico na ausência do coordenador.• Cumprimento das regras pré-estabelecidas por professores/direção.• Fazer reuniões mais objetivas, no sentido de não deixar assuntos pendentes.
  28. 28. Coordenação pedagógica• Para que a escola cumpra seu papel, faz- se necessário implantar uma sistemática de encontros e reuniões bimestrais, semestrais e anuais, em que professores, coordenadores e direção possam estar analisando conjuntamente seu fazer pedagógico.
  29. 29. • DESENVOLVIMENTO/METODOLOGIA• O trabalho será desenvolvido nas aulas, durante 24 meses, com a aplicação de exercícios e atividades de lógica com o conteúdo programado.• Nas aulas, haverá o direcionamento para questões de elevado teor crítico, explorando as potencialidades individuais de cada Aprendiz.
  30. 30. • AVALIAÇÃO/CRONOGRAMA• A avaliação será durante todo o processo de construção das estratégias de respostas até a finalização do curso.• MATERIAIS A UTILIZAR• Cópias de material impresso ; Apostila; Lousa; Cartolinas; Jornais; Materiais para colorir; Computador; Projetor; Vídeos; Filmes; Músicas; Reportagens; Material para recortar – Revistas; Tesoura; Cola; Papel Sulfite.
  31. 31. PROFESSORES E COLABORADORES• Destacam-se o conhecimento, a didática, avaliação, formação pedagógica do professor ou formação acadêmica (qual área)que são componentes integrantes da atividade docente.• Evidencia-se a importância da formação do professor, não só na parte técnica, mas também no aspecto pedagógico, o tipo de profissional que se quer formar nos cursos técnicos, o desenvolvimento de competências, habilidades e as bases tecnológicas que o aluno e professor necessitem para que sejam alcançados os objetivos no trabalho de ensino aprendizagem.
  32. 32. Sugestão Corpo Docente• Professor de Sugestão Colaboradores Português Acadêmicos Área Administração• Professor de Contabilidade Informática Gestão de Pessoas• Professor de Direito Marketing Matemática Técnicos• Professor de Vendas Contabilidade Marketing Administrativos• Professor de Geografia Gerentes
  33. 33. • Planejamentos para Educação Menores Aprendizes AESCON• Conteúdo Programático• Carga Horária• Método Página 15
  34. 34. Justificativa• Através de estudos e pesquisas, detectamos que o Aprendiz, assume o papel de agente de desenvolvimento de sua própria carreira, de colaborador da empresa que o recebe, sua energia, sua criatividade, sua ousadia e sua tendência à contestação são canalizadas para renovar idéias, estruturas e processos.
  35. 35. • Acreditarmos que o jovem deve ser protagonista, visto como responsávelcapaz e decisivo, o método utilizado para a formação do aprendiz estimula a autonomia e a pró-atividade.
  36. 36. • Sua inserção social através do trabalho e da geração de renda está centrada no desenvolvimento de cidadãos social e economicamente bem-sucedidos, que façam a ponte entre a infância e a vida adulta conquistando auto-estima e responsabilidade.
  37. 37. • Apresentação do Plano Pedagógico, desenvolvido pela IBAQUE Consultoria, Professora Vânia Nacaxe, para a AESCON – RP, em Janeiro de 2013.

×