SlideShare uma empresa Scribd logo
AMPLIFICADORES
OPERACIONAIS
GIGLLIARA SEGANTINI DE MENEZES
E N G E N H E I R A D E P R O D U Ç Ã O – U F E S
T É C N I C A E M E L E T R O T É C N I C A – I F E S
INSTITUTO FEDERAL
ESPÍRITO SANTO 28 de setembro de 2015
Lei de Ohm e Lei de Kirchhoff
i1 + i4 = i2 + i3
INSTITUTO FEDERAL
ESPÍRITO SANTO
1.Conceitos fundamentais dos amplificadores
operacionais
1.1 Definição: O amplificador operacional (AOP) é um amplificador multiestágio, com entrada
diferencial, cujas características se aproximam às de um amplificador ideal (PERTENCE JÚNIOR, 2003).
Circuito integrado
Bloco funcional
Composição interna (Fabricante)
Componentes Externos (Função dentro do circuito)
Porque operacional?
Va(t)
Vb(t)
Vc = Va + Vb
INSTITUTO FEDERAL
ESPÍRITO SANTO
Operações Matemáticas
+ , -, x , exp, log ...
Composição Interna do amplificador operacional 741
1.Conceitos fundamentais dos amplificadores
operacionais
1.2 Amplificador Diferencial:
INSTITUTO FEDERAL
ESPÍRITO SANTO
1) Tensão de saída = A (Tensão de entrada)
2) Vod = V3 – V4
3) Vid = V1 – V2
4) Vod = AVid
5) Característica Intrínseca = Resistência de entrada
Exemplo
A(Fator de Ganho) = 100.000
Vo = ?
V0 = 100.000[(4,75x10^-3) – (4,8x10^-3)]
V0 = -5V
1.Conceitos fundamentais dos amplificadores
operacionais
INSTITUTO FEDERAL
ESPÍRITO SANTO
1.3 Diagrama de Blocos simplificado do Amplificador Operacional
 O estágio intermediário: serve para compensar eventuais distúrbios operacionais entre
entrada e saída como, perda de amplitude de sinal e casamento de impedâncias
1.Conceitos fundamentais dos amplificadores
operacionais
1.4 Símbolo e conexões
INSTITUTO FEDERAL
ESPÍRITO SANTO
V+ = entrada não inversora (deslocamento de fase 0)
V- = Entrada inversora (deslocamento de fase 180° )
Vs+ e Vs- = Alimentação simétrica
Vout = Saída
1.Conceitos fundamentais dos amplificadores
operacionais
1.5 Pinagem
Os AOPs possuem pelo menos 8 pinos
1 e 5 – Estinados ao balanceamento do AOP (Ajuste de tensão de OFFSET)
2 – Entrada inversora
3 – Entrada não inversora
4 – Alimentação Negativa
6 – Saída
7 – Alimentação Positiva
8 – Não possui nenhuma conexão
INSTITUTO FEDERAL
ESPÍRITO SANTO
1.Conceitos fundamentais dos amplificadores
operacionais
1.6 Características ideais de um Amplificador Operacional
a) Impedância de entrada infinita
b) Impedância de saída nula
c) Ganho de tensão infinito
d) Largura de faixa infinita (resposta desde CC a infinitos Hertz)
e) Insensibilidade à temperatura (DRIFT nulo)
INSTITUTO FEDERAL
ESPÍRITO SANTO
1.Conceitos fundamentais dos amplificadores
operacionais
1.6 Características ideais de um Amplificador Operacional
1.6.1 Impedância de entrada infinita e Impedância de saída nula
RE = tende ao ∞
RS = Tende a 0
INSTITUTO FEDERAL
ESPÍRITO SANTO
1.Conceitos fundamentais dos amplificadores
operacionais
1.6.3 Ganho de tensão infinito
Elevado ganho do AO’s (de ≅ 10000 ou mais)
Sensores com sinais de baixa amplitude
1.6.4 Largura de faixa infinita
É interessante que um amplificador tenha uma largura de muito ampla de modo que um sinal de
qualquer frequência possa ser amplificado sem sofrer atenuação.
1.6.5 Insensibilidade à temperatura
Fenômeno DRIFT
Insensibilidade a temperatura (Fabricante) ΔI/ ΔT e ΔV/ ΔT
1.Conceitos fundamentais dos amplificadores
operacionais
1.8 Saturação
Saída tem um nível de tensão fixo
Aproximadamente o valor de alimentação
Região linear V0= A(V1-V2)
2.Realimentação Negativa
2.1 Modos de operação do AOP
2.1.1 Sem alimentação 2.1.3 Com realimentação Negativa
2.1.2 Com realimentação Positiva
INSTITUTO FEDERAL
ESPÍRITO SANTO
A realimentação em um sistema (ou circuito) é
estabelecida quando uma amostra do sinal de saída do
sistema é acrescentada a entrada deste mesmo sistema.
controle externo do ganho a ser estabelecido para uma
dada configuração. (RN)
3. Configurações básicas com AO
Considerações importantes:
a) IB1 = 0 (impedância de entrada do AO muito alta)
b) Vd = 0 se consegue através da realimentação negativa
c) Conceito de curto circuito virtual
INSTITUTO FEDERAL
ESPÍRITO SANTO
INSTITUTO FEDERAL
ESPÍRITO SANTO
Nó a
3.1 Amplificador inversor
INSTITUTO FEDERAL
ESPÍRITO SANTO
3.2 Amplificador não inversor
Nó a
INSTITUTO FEDERAL
ESPÍRITO SANTO
3.3 Amplificador somador inversor
Nó a
INSTITUTO FEDERAL
ESPÍRITO SANTO
3.4 Amplificador somador não inversor
Fórmula do AOP não inversor
INSTITUTO FEDERAL
ESPÍRITO SANTO
3. 5 Amplificador Subtrator ou Diferencial
Exemplos
1-Para o circuito a seguir, determine:
a. A equação de Vo, considerando Rf = 10,0 kΩ e Rs = 4,0 kΩ;
b. O valor de Vo para Vs = 2V;
c. O valor de Vo para Vs = ‐5V;
d. O valor de Vo para Vs = 8V; e.
Os limites de variação de Vs para que a saída Vo não sature
INSTITUTO FEDERAL
ESPÍRITO SANTO
Exemplos
2-Para o circuito a seguir, determine:
a. A equação de Vo, considerando Ra = 10kΩ, Rb = 15kΩ, Rc = 30kΩ e Rf = 60kΩ;
b. O valor de Vo para Va = ‐4V, Vb = 3V, Vc = 1V;
c. Os limites de variação de Vc para que a saída Vo não sature, considerando Va = ‐4V e Vb = 3V.
INSTITUTO FEDERAL
ESPÍRITO SANTO
Exemplos
3- Para o circuito a seguir, determine:
a. A equação de Vo;
b. O valor de Vo para Va = 8V;
c. O valor de Vo para Va = 16V;
d. Os limites de variação de Va para que a
saída Vo não sature
Exemplos
4- Para o circuito a seguir, desenhe:
a. A tensão de saída Vo.
INSTITUTO FEDERAL
ESPÍRITO SANTO
4.Aplicações do Amplificador Operacional
4.1 Controle ON/OFF de Temperatura
PERGUNTAS
Referências
Básica
ANTONIO PERTENCE JR. Eletrônica analógica: amplificadores operacionais e filtros ativos - 6ª
edição
Complementar
MIKE TOOLEY. Circuitos Eletrônicos: Fundamentos e Aplicações. Elsevier, São Paulo 2006.
MARCELO WENDLING. Amplificadores Operacionais. Disponível em<
netsoft.inf.br/aulas/4_EAC_Eletronica_Basica/3__Amplificador_Operacional.pdf>

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Transistor bipolar
Transistor bipolarTransistor bipolar
Transistor bipolar
camarrotuga
 
Transistor bipolar de juncao (TBJ) 1
Transistor bipolar de juncao (TBJ)   1Transistor bipolar de juncao (TBJ)   1
Transistor bipolar de juncao (TBJ) 1
REGIANE APARECIDA RAGI PEREIRA
 
Principios de Eletronica
Principios de EletronicaPrincipios de Eletronica
Principios de Eletronica
Helder da Rocha
 
Transistor
TransistorTransistor
Instrumentaçao Industrial - Introduçao
Instrumentaçao Industrial - IntroduçaoInstrumentaçao Industrial - Introduçao
Instrumentaçao Industrial - Introduçao
Anderson Pontes
 
Amplificadores de audio
Amplificadores de audioAmplificadores de audio
Amplificadores de audio
Joao Pedro Turibio
 
Dispositivos Utilizados em Comandos Elétricos
Dispositivos Utilizados em Comandos ElétricosDispositivos Utilizados em Comandos Elétricos
Dispositivos Utilizados em Comandos Elétricos
Jadson Caetano
 
Aula - CLP & Linguagem Ladder
Aula - CLP & Linguagem LadderAula - CLP & Linguagem Ladder
Aula - CLP & Linguagem Ladder
Anderson Pontes
 
Circuitos de corrente alternada
Circuitos de corrente alternadaCircuitos de corrente alternada
Circuitos de corrente alternada
Rammon Carvalho
 
Acionamentos Elétricos
Acionamentos ElétricosAcionamentos Elétricos
Acionamentos Elétricos
elliando dias
 
Amplificador classe AB
Amplificador classe ABAmplificador classe AB
Amplificador classe AB
André Paiva
 
Apostila de automação com clp em linguagem ladder
Apostila de automação com clp em linguagem ladderApostila de automação com clp em linguagem ladder
Apostila de automação com clp em linguagem ladder
marv2
 
Aula 6 o indutor
Aula 6 o indutorAula 6 o indutor
Aula 6 o indutor
Vander Bernardi
 
Instrumentos de Medidas Elétricas
Instrumentos de Medidas ElétricasInstrumentos de Medidas Elétricas
Instrumentos de Medidas Elétricas
Aryleudo De Oliveira
 
Estudo dos geradores
Estudo dos geradoresEstudo dos geradores
Estudo dos geradores
Marco Antonio Sanches
 
inversor de frequencia
inversor de frequenciainversor de frequencia
inversor de frequencia
Renato Amorim
 
Clp
ClpClp
Amplificador Classe AB - Teoria
Amplificador Classe AB - TeoriaAmplificador Classe AB - Teoria
Amplificador Classe AB - Teoria
André Paiva
 
Circuitos elétricos 2
Circuitos elétricos 2Circuitos elétricos 2
Circuitos elétricos 2
msmarquinhos
 
Instalações elétricas industriais_slides_parte_i
Instalações elétricas industriais_slides_parte_iInstalações elétricas industriais_slides_parte_i
Instalações elétricas industriais_slides_parte_i
wagner26
 

Mais procurados (20)

Transistor bipolar
Transistor bipolarTransistor bipolar
Transistor bipolar
 
Transistor bipolar de juncao (TBJ) 1
Transistor bipolar de juncao (TBJ)   1Transistor bipolar de juncao (TBJ)   1
Transistor bipolar de juncao (TBJ) 1
 
Principios de Eletronica
Principios de EletronicaPrincipios de Eletronica
Principios de Eletronica
 
Transistor
TransistorTransistor
Transistor
 
Instrumentaçao Industrial - Introduçao
Instrumentaçao Industrial - IntroduçaoInstrumentaçao Industrial - Introduçao
Instrumentaçao Industrial - Introduçao
 
Amplificadores de audio
Amplificadores de audioAmplificadores de audio
Amplificadores de audio
 
Dispositivos Utilizados em Comandos Elétricos
Dispositivos Utilizados em Comandos ElétricosDispositivos Utilizados em Comandos Elétricos
Dispositivos Utilizados em Comandos Elétricos
 
Aula - CLP & Linguagem Ladder
Aula - CLP & Linguagem LadderAula - CLP & Linguagem Ladder
Aula - CLP & Linguagem Ladder
 
Circuitos de corrente alternada
Circuitos de corrente alternadaCircuitos de corrente alternada
Circuitos de corrente alternada
 
Acionamentos Elétricos
Acionamentos ElétricosAcionamentos Elétricos
Acionamentos Elétricos
 
Amplificador classe AB
Amplificador classe ABAmplificador classe AB
Amplificador classe AB
 
Apostila de automação com clp em linguagem ladder
Apostila de automação com clp em linguagem ladderApostila de automação com clp em linguagem ladder
Apostila de automação com clp em linguagem ladder
 
Aula 6 o indutor
Aula 6 o indutorAula 6 o indutor
Aula 6 o indutor
 
Instrumentos de Medidas Elétricas
Instrumentos de Medidas ElétricasInstrumentos de Medidas Elétricas
Instrumentos de Medidas Elétricas
 
Estudo dos geradores
Estudo dos geradoresEstudo dos geradores
Estudo dos geradores
 
inversor de frequencia
inversor de frequenciainversor de frequencia
inversor de frequencia
 
Clp
ClpClp
Clp
 
Amplificador Classe AB - Teoria
Amplificador Classe AB - TeoriaAmplificador Classe AB - Teoria
Amplificador Classe AB - Teoria
 
Circuitos elétricos 2
Circuitos elétricos 2Circuitos elétricos 2
Circuitos elétricos 2
 
Instalações elétricas industriais_slides_parte_i
Instalações elétricas industriais_slides_parte_iInstalações elétricas industriais_slides_parte_i
Instalações elétricas industriais_slides_parte_i
 

Destaque

2. Amplificadores Operacionais e Aplicações
2. Amplificadores Operacionais e Aplicações2. Amplificadores Operacionais e Aplicações
2. Amplificadores Operacionais e Aplicações
UFS - Brasil / Prof. Douglas Bressan Riffel
 
08 amplificador operacional
08 amplificador operacional08 amplificador operacional
08 amplificador operacional
Universidade Federal de Santa Catarina
 
Aop
AopAop
Amplificador operacional
Amplificador operacionalAmplificador operacional
Amplificador operacional
joselin33
 
Amp operacionais PPT
Amp operacionais PPTAmp operacionais PPT
Amp operacionais PPT
Elias Freire Azeredo
 
Aula 3 eletroeletrônica
Aula 3  eletroeletrônica Aula 3  eletroeletrônica
Aula 3 eletroeletrônica
GIGLLIARA SEGANTINI DE MENEZES
 
Elétrica amplificador operacional - amp-op
Elétrica   amplificador operacional - amp-opElétrica   amplificador operacional - amp-op
Elétrica amplificador operacional - amp-op
TAG EQUIPAMENTOS & SOLUÇÕES LTDA
 
3 amplificador_operacional
3  amplificador_operacional3  amplificador_operacional
3 amplificador_operacional
Marcelo Santana de Almeida
 
Clipping perú 2021 octubre parte17
Clipping perú 2021 octubre parte17Clipping perú 2021 octubre parte17
Clipping perú 2021 octubre parte17
Perú 2021
 
Projeto amp-op full-differential com malha CMFB
Projeto amp-op full-differential com malha CMFBProjeto amp-op full-differential com malha CMFB
Projeto amp-op full-differential com malha CMFB
Kleber Rossi
 
Proyecto desarrollo local
Proyecto desarrollo localProyecto desarrollo local
Proyecto desarrollo local
Ep18
 
Salto andersen
Salto andersenSalto andersen
Salto andersen
Ep18
 
Amp op i - conceitos basicos(1)
Amp op i - conceitos basicos(1)Amp op i - conceitos basicos(1)
Amp op i - conceitos basicos(1)
polsks
 
Eletroeletrônica (1ª aula)
Eletroeletrônica (1ª aula)Eletroeletrônica (1ª aula)
Eletroeletrônica (1ª aula)
zeu1507
 
Amplificador derivador
Amplificador derivadorAmplificador derivador
Amplificador derivador
DaniMartos
 
Lab 4, integrador y derivador, i 2007 mhc
Lab 4, integrador y derivador, i 2007 mhcLab 4, integrador y derivador, i 2007 mhc
Lab 4, integrador y derivador, i 2007 mhc
Angel Vargas
 
Amplificadores de potência
Amplificadores de potênciaAmplificadores de potência
Amplificadores de potência
Bruna Consuelo
 
Apostila de eletronica analogica 2
Apostila de eletronica analogica 2Apostila de eletronica analogica 2
Apostila de eletronica analogica 2
Leandro Henrique
 
Amplificadores Operacionais - Comparadores de Tensão de 1 e 2 Níveis
Amplificadores Operacionais - Comparadores de Tensão de 1 e 2 NíveisAmplificadores Operacionais - Comparadores de Tensão de 1 e 2 Níveis
Amplificadores Operacionais - Comparadores de Tensão de 1 e 2 Níveis
GS-Silva
 
Exposición amplificadores operacionales
Exposición amplificadores operacionalesExposición amplificadores operacionales
Exposición amplificadores operacionales
AnaCegarra
 

Destaque (20)

2. Amplificadores Operacionais e Aplicações
2. Amplificadores Operacionais e Aplicações2. Amplificadores Operacionais e Aplicações
2. Amplificadores Operacionais e Aplicações
 
08 amplificador operacional
08 amplificador operacional08 amplificador operacional
08 amplificador operacional
 
Aop
AopAop
Aop
 
Amplificador operacional
Amplificador operacionalAmplificador operacional
Amplificador operacional
 
Amp operacionais PPT
Amp operacionais PPTAmp operacionais PPT
Amp operacionais PPT
 
Aula 3 eletroeletrônica
Aula 3  eletroeletrônica Aula 3  eletroeletrônica
Aula 3 eletroeletrônica
 
Elétrica amplificador operacional - amp-op
Elétrica   amplificador operacional - amp-opElétrica   amplificador operacional - amp-op
Elétrica amplificador operacional - amp-op
 
3 amplificador_operacional
3  amplificador_operacional3  amplificador_operacional
3 amplificador_operacional
 
Clipping perú 2021 octubre parte17
Clipping perú 2021 octubre parte17Clipping perú 2021 octubre parte17
Clipping perú 2021 octubre parte17
 
Projeto amp-op full-differential com malha CMFB
Projeto amp-op full-differential com malha CMFBProjeto amp-op full-differential com malha CMFB
Projeto amp-op full-differential com malha CMFB
 
Proyecto desarrollo local
Proyecto desarrollo localProyecto desarrollo local
Proyecto desarrollo local
 
Salto andersen
Salto andersenSalto andersen
Salto andersen
 
Amp op i - conceitos basicos(1)
Amp op i - conceitos basicos(1)Amp op i - conceitos basicos(1)
Amp op i - conceitos basicos(1)
 
Eletroeletrônica (1ª aula)
Eletroeletrônica (1ª aula)Eletroeletrônica (1ª aula)
Eletroeletrônica (1ª aula)
 
Amplificador derivador
Amplificador derivadorAmplificador derivador
Amplificador derivador
 
Lab 4, integrador y derivador, i 2007 mhc
Lab 4, integrador y derivador, i 2007 mhcLab 4, integrador y derivador, i 2007 mhc
Lab 4, integrador y derivador, i 2007 mhc
 
Amplificadores de potência
Amplificadores de potênciaAmplificadores de potência
Amplificadores de potência
 
Apostila de eletronica analogica 2
Apostila de eletronica analogica 2Apostila de eletronica analogica 2
Apostila de eletronica analogica 2
 
Amplificadores Operacionais - Comparadores de Tensão de 1 e 2 Níveis
Amplificadores Operacionais - Comparadores de Tensão de 1 e 2 NíveisAmplificadores Operacionais - Comparadores de Tensão de 1 e 2 Níveis
Amplificadores Operacionais - Comparadores de Tensão de 1 e 2 Níveis
 
Exposición amplificadores operacionales
Exposición amplificadores operacionalesExposición amplificadores operacionales
Exposición amplificadores operacionales
 

Semelhante a Amplificadores operacionais

AOP.pdf
AOP.pdfAOP.pdf
Aplificadores operacionais
Aplificadores operacionaisAplificadores operacionais
Aplificadores operacionais
Francisco Costa
 
Amp op i_conceitos_basicos
Amp op i_conceitos_basicosAmp op i_conceitos_basicos
Amp op i_conceitos_basicos
Rui Raposo
 
09 sistemas realimentados
09 sistemas realimentados09 sistemas realimentados
09 sistemas realimentados
Universidade Federal de Santa Catarina
 
Amplificador Diferencial.pdf
Amplificador Diferencial.pdfAmplificador Diferencial.pdf
Amplificador Diferencial.pdf
ssuser4aa6dd
 
Im cap05 ampops
Im cap05 ampopsIm cap05 ampops
Im cap05 ampops
jeovadj
 
Como orçar e especificar um transformador trifásico-polifásico para ampliação...
Como orçar e especificar um transformador trifásico-polifásico para ampliação...Como orçar e especificar um transformador trifásico-polifásico para ampliação...
Como orçar e especificar um transformador trifásico-polifásico para ampliação...
EVEC Engenharia e Comercio
 
Aula 04 automação
Aula 04 automaçãoAula 04 automação
Aula 04 automação
Diorginer Silva
 
Amp op lab1 (1)
Amp op lab1 (1)Amp op lab1 (1)
Amp op lab1 (1)
Pablo Pessoa
 
Amplificadores de instrumentacao veronica e andre
Amplificadores de instrumentacao   veronica e andreAmplificadores de instrumentacao   veronica e andre
Amplificadores de instrumentacao veronica e andre
Fernando Ortolano
 
Pv0013
Pv0013Pv0013
Aula_AMP_OP_IFSP_Tupã_atualizado.pptx
Aula_AMP_OP_IFSP_Tupã_atualizado.pptxAula_AMP_OP_IFSP_Tupã_atualizado.pptx
Aula_AMP_OP_IFSP_Tupã_atualizado.pptx
LuizCsar13
 
Relatório trabalho prático - troii rodrigo-lizandro
Relatório   trabalho prático - troii rodrigo-lizandroRelatório   trabalho prático - troii rodrigo-lizandro
Relatório trabalho prático - troii rodrigo-lizandro
Rodrigo Nuevo Lellis
 
Paper_AudioAmp
Paper_AudioAmpPaper_AudioAmp
Paper_AudioAmp
João Cunha
 
Controlo Industrial - ADC
Controlo Industrial - ADCControlo Industrial - ADC
Controlo Industrial - ADC
Ricardo Antunes
 
Discretos
DiscretosDiscretos
Discretos
Sérgio Peixoto
 
Medição de Energia Elétrica - Jornada de Engenharia Elétrica 2015
Medição de Energia Elétrica - Jornada de Engenharia Elétrica 2015Medição de Energia Elétrica - Jornada de Engenharia Elétrica 2015
Medição de Energia Elétrica - Jornada de Engenharia Elétrica 2015
Haroldo Amaral
 
Cobra 146-gtl
Cobra 146-gtlCobra 146-gtl
Cobra 146-gtl
rambo03
 
Cobra 146-gtl
Cobra 146-gtlCobra 146-gtl
Cobra 146-gtl
rambo03
 
Cobra 146-gtl
Cobra 146-gtlCobra 146-gtl
Cobra 146-gtl
rambo03
 

Semelhante a Amplificadores operacionais (20)

AOP.pdf
AOP.pdfAOP.pdf
AOP.pdf
 
Aplificadores operacionais
Aplificadores operacionaisAplificadores operacionais
Aplificadores operacionais
 
Amp op i_conceitos_basicos
Amp op i_conceitos_basicosAmp op i_conceitos_basicos
Amp op i_conceitos_basicos
 
09 sistemas realimentados
09 sistemas realimentados09 sistemas realimentados
09 sistemas realimentados
 
Amplificador Diferencial.pdf
Amplificador Diferencial.pdfAmplificador Diferencial.pdf
Amplificador Diferencial.pdf
 
Im cap05 ampops
Im cap05 ampopsIm cap05 ampops
Im cap05 ampops
 
Como orçar e especificar um transformador trifásico-polifásico para ampliação...
Como orçar e especificar um transformador trifásico-polifásico para ampliação...Como orçar e especificar um transformador trifásico-polifásico para ampliação...
Como orçar e especificar um transformador trifásico-polifásico para ampliação...
 
Aula 04 automação
Aula 04 automaçãoAula 04 automação
Aula 04 automação
 
Amp op lab1 (1)
Amp op lab1 (1)Amp op lab1 (1)
Amp op lab1 (1)
 
Amplificadores de instrumentacao veronica e andre
Amplificadores de instrumentacao   veronica e andreAmplificadores de instrumentacao   veronica e andre
Amplificadores de instrumentacao veronica e andre
 
Pv0013
Pv0013Pv0013
Pv0013
 
Aula_AMP_OP_IFSP_Tupã_atualizado.pptx
Aula_AMP_OP_IFSP_Tupã_atualizado.pptxAula_AMP_OP_IFSP_Tupã_atualizado.pptx
Aula_AMP_OP_IFSP_Tupã_atualizado.pptx
 
Relatório trabalho prático - troii rodrigo-lizandro
Relatório   trabalho prático - troii rodrigo-lizandroRelatório   trabalho prático - troii rodrigo-lizandro
Relatório trabalho prático - troii rodrigo-lizandro
 
Paper_AudioAmp
Paper_AudioAmpPaper_AudioAmp
Paper_AudioAmp
 
Controlo Industrial - ADC
Controlo Industrial - ADCControlo Industrial - ADC
Controlo Industrial - ADC
 
Discretos
DiscretosDiscretos
Discretos
 
Medição de Energia Elétrica - Jornada de Engenharia Elétrica 2015
Medição de Energia Elétrica - Jornada de Engenharia Elétrica 2015Medição de Energia Elétrica - Jornada de Engenharia Elétrica 2015
Medição de Energia Elétrica - Jornada de Engenharia Elétrica 2015
 
Cobra 146-gtl
Cobra 146-gtlCobra 146-gtl
Cobra 146-gtl
 
Cobra 146-gtl
Cobra 146-gtlCobra 146-gtl
Cobra 146-gtl
 
Cobra 146-gtl
Cobra 146-gtlCobra 146-gtl
Cobra 146-gtl
 

Amplificadores operacionais

  • 1. AMPLIFICADORES OPERACIONAIS GIGLLIARA SEGANTINI DE MENEZES E N G E N H E I R A D E P R O D U Ç Ã O – U F E S T É C N I C A E M E L E T R O T É C N I C A – I F E S INSTITUTO FEDERAL ESPÍRITO SANTO 28 de setembro de 2015
  • 2. Lei de Ohm e Lei de Kirchhoff i1 + i4 = i2 + i3 INSTITUTO FEDERAL ESPÍRITO SANTO
  • 3. 1.Conceitos fundamentais dos amplificadores operacionais 1.1 Definição: O amplificador operacional (AOP) é um amplificador multiestágio, com entrada diferencial, cujas características se aproximam às de um amplificador ideal (PERTENCE JÚNIOR, 2003). Circuito integrado Bloco funcional Composição interna (Fabricante) Componentes Externos (Função dentro do circuito) Porque operacional? Va(t) Vb(t) Vc = Va + Vb INSTITUTO FEDERAL ESPÍRITO SANTO Operações Matemáticas + , -, x , exp, log ...
  • 4. Composição Interna do amplificador operacional 741
  • 5. 1.Conceitos fundamentais dos amplificadores operacionais 1.2 Amplificador Diferencial: INSTITUTO FEDERAL ESPÍRITO SANTO 1) Tensão de saída = A (Tensão de entrada) 2) Vod = V3 – V4 3) Vid = V1 – V2 4) Vod = AVid 5) Característica Intrínseca = Resistência de entrada
  • 6. Exemplo A(Fator de Ganho) = 100.000 Vo = ? V0 = 100.000[(4,75x10^-3) – (4,8x10^-3)] V0 = -5V
  • 7. 1.Conceitos fundamentais dos amplificadores operacionais INSTITUTO FEDERAL ESPÍRITO SANTO 1.3 Diagrama de Blocos simplificado do Amplificador Operacional  O estágio intermediário: serve para compensar eventuais distúrbios operacionais entre entrada e saída como, perda de amplitude de sinal e casamento de impedâncias
  • 8. 1.Conceitos fundamentais dos amplificadores operacionais 1.4 Símbolo e conexões INSTITUTO FEDERAL ESPÍRITO SANTO V+ = entrada não inversora (deslocamento de fase 0) V- = Entrada inversora (deslocamento de fase 180° ) Vs+ e Vs- = Alimentação simétrica Vout = Saída
  • 9. 1.Conceitos fundamentais dos amplificadores operacionais 1.5 Pinagem Os AOPs possuem pelo menos 8 pinos 1 e 5 – Estinados ao balanceamento do AOP (Ajuste de tensão de OFFSET) 2 – Entrada inversora 3 – Entrada não inversora 4 – Alimentação Negativa 6 – Saída 7 – Alimentação Positiva 8 – Não possui nenhuma conexão INSTITUTO FEDERAL ESPÍRITO SANTO
  • 10. 1.Conceitos fundamentais dos amplificadores operacionais 1.6 Características ideais de um Amplificador Operacional a) Impedância de entrada infinita b) Impedância de saída nula c) Ganho de tensão infinito d) Largura de faixa infinita (resposta desde CC a infinitos Hertz) e) Insensibilidade à temperatura (DRIFT nulo) INSTITUTO FEDERAL ESPÍRITO SANTO
  • 11. 1.Conceitos fundamentais dos amplificadores operacionais 1.6 Características ideais de um Amplificador Operacional 1.6.1 Impedância de entrada infinita e Impedância de saída nula RE = tende ao ∞ RS = Tende a 0 INSTITUTO FEDERAL ESPÍRITO SANTO
  • 12. 1.Conceitos fundamentais dos amplificadores operacionais 1.6.3 Ganho de tensão infinito Elevado ganho do AO’s (de ≅ 10000 ou mais) Sensores com sinais de baixa amplitude 1.6.4 Largura de faixa infinita É interessante que um amplificador tenha uma largura de muito ampla de modo que um sinal de qualquer frequência possa ser amplificado sem sofrer atenuação. 1.6.5 Insensibilidade à temperatura Fenômeno DRIFT Insensibilidade a temperatura (Fabricante) ΔI/ ΔT e ΔV/ ΔT
  • 13. 1.Conceitos fundamentais dos amplificadores operacionais 1.8 Saturação Saída tem um nível de tensão fixo Aproximadamente o valor de alimentação Região linear V0= A(V1-V2)
  • 14. 2.Realimentação Negativa 2.1 Modos de operação do AOP 2.1.1 Sem alimentação 2.1.3 Com realimentação Negativa 2.1.2 Com realimentação Positiva INSTITUTO FEDERAL ESPÍRITO SANTO A realimentação em um sistema (ou circuito) é estabelecida quando uma amostra do sinal de saída do sistema é acrescentada a entrada deste mesmo sistema. controle externo do ganho a ser estabelecido para uma dada configuração. (RN)
  • 15. 3. Configurações básicas com AO Considerações importantes: a) IB1 = 0 (impedância de entrada do AO muito alta) b) Vd = 0 se consegue através da realimentação negativa c) Conceito de curto circuito virtual INSTITUTO FEDERAL ESPÍRITO SANTO
  • 16. INSTITUTO FEDERAL ESPÍRITO SANTO Nó a 3.1 Amplificador inversor
  • 17. INSTITUTO FEDERAL ESPÍRITO SANTO 3.2 Amplificador não inversor Nó a
  • 18. INSTITUTO FEDERAL ESPÍRITO SANTO 3.3 Amplificador somador inversor Nó a
  • 19. INSTITUTO FEDERAL ESPÍRITO SANTO 3.4 Amplificador somador não inversor Fórmula do AOP não inversor
  • 20. INSTITUTO FEDERAL ESPÍRITO SANTO 3. 5 Amplificador Subtrator ou Diferencial
  • 21. Exemplos 1-Para o circuito a seguir, determine: a. A equação de Vo, considerando Rf = 10,0 kΩ e Rs = 4,0 kΩ; b. O valor de Vo para Vs = 2V; c. O valor de Vo para Vs = ‐5V; d. O valor de Vo para Vs = 8V; e. Os limites de variação de Vs para que a saída Vo não sature INSTITUTO FEDERAL ESPÍRITO SANTO
  • 22. Exemplos 2-Para o circuito a seguir, determine: a. A equação de Vo, considerando Ra = 10kΩ, Rb = 15kΩ, Rc = 30kΩ e Rf = 60kΩ; b. O valor de Vo para Va = ‐4V, Vb = 3V, Vc = 1V; c. Os limites de variação de Vc para que a saída Vo não sature, considerando Va = ‐4V e Vb = 3V. INSTITUTO FEDERAL ESPÍRITO SANTO
  • 23. Exemplos 3- Para o circuito a seguir, determine: a. A equação de Vo; b. O valor de Vo para Va = 8V; c. O valor de Vo para Va = 16V; d. Os limites de variação de Va para que a saída Vo não sature
  • 24. Exemplos 4- Para o circuito a seguir, desenhe: a. A tensão de saída Vo. INSTITUTO FEDERAL ESPÍRITO SANTO
  • 25. 4.Aplicações do Amplificador Operacional 4.1 Controle ON/OFF de Temperatura
  • 27. Referências Básica ANTONIO PERTENCE JR. Eletrônica analógica: amplificadores operacionais e filtros ativos - 6ª edição Complementar MIKE TOOLEY. Circuitos Eletrônicos: Fundamentos e Aplicações. Elsevier, São Paulo 2006. MARCELO WENDLING. Amplificadores Operacionais. Disponível em< netsoft.inf.br/aulas/4_EAC_Eletronica_Basica/3__Amplificador_Operacional.pdf>