SlideShare uma empresa Scribd logo
Profª Cristiane Bassani Medeiros
Sistema Digestório
Função
O Sistema
Digestório tem a
função de realizar a
digestão, ou seja,
fracionar os
alimentos e
transformar as
macromoléculas em
micromoléculas.
Estrutura
Estrutura
Tubo Digestório
- Boca
- Faringe
- Esôfago
- Estômago
- Intestino Delgado
- Intestino Grosso
- Reto e ânus
Glândulas anexas
- Glândulas salivares
- Fígado
- Pâncreas
Digestão
Digestão mecânica: é a quebra física dos
alimentos através da mastigação e dos
movimentos peristálticos;
Digestão química: é a transformação das
moléculas mais complexas em moléculas mais
simples através da ação de sucos digestivos.
Digestão
As enzimas digestórias
Cada tipo de enzima é capaz de digerir somente
determinada espécie de molécula presente nos alimentos.
Amilases: atuam somente sobre o amido;
Proteases: agem sobre as proteínas;
Lipases: atuam sobre os lipídios;
Celulose: nenhuma enzima é capaz de digerir, por isso, ela
é eliminada com as fezes.
As enzimas digestórias - Carboidratos
As enzimas digestórias - Lipídios
As enzimas digestórias - Proteínas
Boca
Fenda bucal: A abertura que
se forma entre o lábio
superior e o inferior;
Palato: O “céu da boca”;
Úvula palatina: A
“campainha”;
Arco dental superior e arco
dental inferior: são as
estruturas em forma de arco
em que os dentes estão
dispostos e fixos;
Língua: é o assoalho da
boca;
Boca – dentes
Boca – glândulas salivares
Mantêm a boca úmida;
Contém enzimas;
Regula o pH da boca;
Ajuda a eliminar os restos
de alimentos e a placa
bacteriana;
Limita crescimento de
bactérias que danificam o
esmalte do dente;
Lubrifica o bolo alimentar.
Boca – língua
Deglutição
Após a mastigação e a salivação, forma-se o que chamamos
de bolo alimentar, que é deglutido. Após o ato de engolir, o
bolo alimentar passa pela faringe e chega ao esôfago.
Faringe
Órgão alongado em forma
de funil, situado logo após a
boca;
Se comunica com a boca,
com as cavidades nasais,
com a laringe e com o
esôfago;
Quando o alimento chega à
faringe, os músculos de sua
parede se contraem e
empurram o alimento para o
esôfago.
Esôfago
Órgão em forma de tubo, com paredes flexíveis e que mede
aproximadamente 25 cm de comprimento;
Se comunica com a faringe e com o estômago;
Empurra o alimento pro estômago por meio de movimentos
peristálticos.
Estômago
Estômago
O bolo alimentar é misturado ao suco gástrico;
Esse suco contém ácido clorídrico, que mantém a acidez
estomacal;
A pepsina é a principal enzima do estômago. Ela atua na
transformação das proteínas;
O suco alimentar resultante da digestão gástrica é
denominada quimo;
Cárdia: válvula que regula a passagem do bolo alimentar para o
estômago;
Piloro: válvula que regula a passagem do quimo para o intestino.
Estômago
Intestino Delgado
Realiza a maior parte da digestão
dos nutrientes, bem como a sua
absorção;
É dividido em três partes:
duodeno, jejuno e íleo;
No duodeno, são lançadas as
secreções do fígado e do
pâncreas;
Nessa primeira porção do
intestino delgado, é realizada
principalmente, a digestão
química – com a ação conjunta da
bile, do suco pancreático e do
suco entérico ou intestinal
atuando sobre o quimo.
Intestino Delgado
 Na digestão química, há a ação dessas secreções:
 Bile – secreção do fígado armazena na vesícula
biliar. Não contém enzimas digestivas. Separam as
gorduras em partículas microscópicas,
funcionando de modo semelhante a um
detergente. Isso facilita a ação das enzimas
pancreáticas sobre os lipídios;
 Suco pancreático – É produzido pelo pâncreas.
Possui várias enzimas que atuam n digestão das
proteínas, dos carboidratos e dos lipídios;
 Suco entérico – é produzido pela mucosa
intestinal. Possui enzimas que atuam na
transformação das proteínas e dos carboidratos.
 Ao término do processo digestório no intestino
delgado, o conjunto de substâncias resultantes
forma um líquido viscoso de cor branca
denominado quilo.
Intestino Delgado
Intestino Delgado
Para aumentar a superfície de absorção, o intestino delgado
apresenta vilosidades na parece interna, cada uma delas
com vasos sanguíneos que transportam os nutrientes para o
organismo.
Mecanismo básico da digestão
Digestão química
Intestino Grosso
 Possui aproximadamente 1,5m e é dividido
em três partes:
 O ceco, que é onde desemboca o conteúdo
vindo do intestino delgado. Consta a
presença de um pequeno prolongamento
em forma de tubo, conhecido
como apêndice vermiforme.
 O cólon, atravessa todo o abdômen. É em
forma de S;
 O reto, é responsável por fazer a
comunicação do organismo com o ambiente
externo através do ânus, que encontra-se
normalmente fechado por um músculo
chamado esfíncter anal, que o rodeia em
forma de anel.
Intestino Grosso
Após a digestão no intestino delgado, o que resta do quilo chega
ao intestino grosso;
Este absorve a água e os sais minerais ainda presentes nos
resíduos alimentares, levando-os, então, para a circulação
sanguínea.
O material que não foi digerido, as fibras, por exemplo, forma as
fezes que são acumuladas no reto e, posteriormente, empurradas
por movimentos musculares ou peristálticos para fora do ânus;
É quando sentimos vontade de defecar, ou seja, eliminar as fezes.
8 ano sistema digestório

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Sistema circulatório
Sistema circulatórioSistema circulatório
Sistema circulatório
Cláudia Moura
 
Sistema Digestivo
Sistema DigestivoSistema Digestivo
Sistema Digestivo
Gabriela Bruno
 
Ecologia - Introdução
Ecologia - IntroduçãoEcologia - Introdução
Ecologia - Introdução
Killer Max
 
Cadeia e teias alimentares
Cadeia e teias alimentaresCadeia e teias alimentares
Cadeia e teias alimentares
Gabriela de Lima
 
Sistema urinário
Sistema urinárioSistema urinário
Sistema urinário
Cláudia Moura
 
14 o sistema nervoso
14   o sistema nervoso14   o sistema nervoso
14 o sistema nervoso
Rebeca Vale
 
Reprodução Humana
Reprodução HumanaReprodução Humana
Reprodução Humana
Sérgio Luiz
 
Sistema respiratorio powerpoint
Sistema respiratorio powerpointSistema respiratorio powerpoint
Sistema respiratorio powerpoint
isabelalexandrapinto
 
I.3 classificação seres vivos
I.3 classificação seres vivosI.3 classificação seres vivos
I.3 classificação seres vivos
Rebeca Vale
 
V.1 Introdução a ecologia
V.1 Introdução a ecologiaV.1 Introdução a ecologia
V.1 Introdução a ecologia
Rebeca Vale
 
Reprodução humana
Reprodução humanaReprodução humana
Reprodução humana
mainamgar
 
Sistema Reprodutor Masculino e Feminino
Sistema Reprodutor Masculino e Feminino Sistema Reprodutor Masculino e Feminino
Sistema Reprodutor Masculino e Feminino
Bruno Djvan Ramos Barbosa
 
Sistema endócrino
Sistema endócrinoSistema endócrino
Sistema endócrino
César Milani
 
Células
CélulasCélulas
Células
Killer Max
 
Células
CélulasCélulas
Células
Cláudia Moura
 
Sistema digestório
Sistema digestórioSistema digestório
Sistema digestório
César Milani
 
Sistema excretor
Sistema excretorSistema excretor
Sistema excretor
emanuel
 
Aula 8º ano - O sistema endócrino
Aula 8º ano - O sistema endócrinoAula 8º ano - O sistema endócrino
Aula 8º ano - O sistema endócrino
Leonardo Kaplan
 
Composição Química do Ser Vivo
Composição Química do Ser VivoComposição Química do Ser Vivo
Composição Química do Ser Vivo
Killer Max
 
Sistema Endócrino
Sistema EndócrinoSistema Endócrino
Sistema Endócrino
Killer Max
 

Mais procurados (20)

Sistema circulatório
Sistema circulatórioSistema circulatório
Sistema circulatório
 
Sistema Digestivo
Sistema DigestivoSistema Digestivo
Sistema Digestivo
 
Ecologia - Introdução
Ecologia - IntroduçãoEcologia - Introdução
Ecologia - Introdução
 
Cadeia e teias alimentares
Cadeia e teias alimentaresCadeia e teias alimentares
Cadeia e teias alimentares
 
Sistema urinário
Sistema urinárioSistema urinário
Sistema urinário
 
14 o sistema nervoso
14   o sistema nervoso14   o sistema nervoso
14 o sistema nervoso
 
Reprodução Humana
Reprodução HumanaReprodução Humana
Reprodução Humana
 
Sistema respiratorio powerpoint
Sistema respiratorio powerpointSistema respiratorio powerpoint
Sistema respiratorio powerpoint
 
I.3 classificação seres vivos
I.3 classificação seres vivosI.3 classificação seres vivos
I.3 classificação seres vivos
 
V.1 Introdução a ecologia
V.1 Introdução a ecologiaV.1 Introdução a ecologia
V.1 Introdução a ecologia
 
Reprodução humana
Reprodução humanaReprodução humana
Reprodução humana
 
Sistema Reprodutor Masculino e Feminino
Sistema Reprodutor Masculino e Feminino Sistema Reprodutor Masculino e Feminino
Sistema Reprodutor Masculino e Feminino
 
Sistema endócrino
Sistema endócrinoSistema endócrino
Sistema endócrino
 
Células
CélulasCélulas
Células
 
Células
CélulasCélulas
Células
 
Sistema digestório
Sistema digestórioSistema digestório
Sistema digestório
 
Sistema excretor
Sistema excretorSistema excretor
Sistema excretor
 
Aula 8º ano - O sistema endócrino
Aula 8º ano - O sistema endócrinoAula 8º ano - O sistema endócrino
Aula 8º ano - O sistema endócrino
 
Composição Química do Ser Vivo
Composição Química do Ser VivoComposição Química do Ser Vivo
Composição Química do Ser Vivo
 
Sistema Endócrino
Sistema EndócrinoSistema Endócrino
Sistema Endócrino
 

Semelhante a 8 ano sistema digestório

Sistema digestório.pdf aula para o oitavo ano
Sistema digestório.pdf aula para o oitavo anoSistema digestório.pdf aula para o oitavo ano
Sistema digestório.pdf aula para o oitavo ano
ThiagoAlmeida458596
 
Anatomia corpo humano parte 6
Anatomia corpo humano parte 6Anatomia corpo humano parte 6
Anatomia corpo humano parte 6
Alexandre Donha
 
Sistema digestório
Sistema digestórioSistema digestório
Sistema digestório
wagneripo
 
Sistema digestivo
Sistema digestivoSistema digestivo
Sistema digestivo
Rosario Jeronimo
 
Sistema digestivo
Sistema digestivoSistema digestivo
Sistema digestivo
Susana Morais
 
nutrição parte 2.pdf
nutrição parte 2.pdfnutrição parte 2.pdf
nutrição parte 2.pdf
FabianaAlessandro2
 
Sistema Digestivo - 9ºAno
Sistema Digestivo - 9ºAnoSistema Digestivo - 9ºAno
Sistema Digestivo - 9ºAno
mariapinto
 
Como Funciona o processo de digestão dos Alimentos
Como Funciona o processo de digestão dos AlimentosComo Funciona o processo de digestão dos Alimentos
Como Funciona o processo de digestão dos Alimentos
Tookmed
 
Nutrição
NutriçãoNutrição
Nutrição
nathy56
 
Sistema digestivo 3
Sistema digestivo 3Sistema digestivo 3
Sistema digestivo 3
miguelpim
 
Sistema digestivo[1]
Sistema digestivo[1]Sistema digestivo[1]
Sistema digestivo[1]
Eunice Palma
 
1202258611 sistema digestivo
1202258611 sistema digestivo1202258611 sistema digestivo
1202258611 sistema digestivo
Pelo Siro
 
Sistema Digestivo
Sistema DigestivoSistema Digestivo
Sistema Digestivo
Pelo Siro
 
Sistema Digestivo
Sistema DigestivoSistema Digestivo
Sistema Digestivo
Domingos Oliveira
 
Sistema digestivo e respiratório
Sistema digestivo e respiratórioSistema digestivo e respiratório
Sistema digestivo e respiratório
giovannimusetti
 
Sistema digestrio
Sistema digestrioSistema digestrio
Sistema digestrio
giovannimusetti
 
Sitema Digestório aula anatomia humana ok
Sitema Digestório aula anatomia humana okSitema Digestório aula anatomia humana ok
Sitema Digestório aula anatomia humana ok
ThalitaMoraes12
 
Aula 5 e 6 - Anatomia e Fisiologia- Digestório, Urinário, Endócrino e Reprodu...
Aula 5 e 6 - Anatomia e Fisiologia- Digestório, Urinário, Endócrino e Reprodu...Aula 5 e 6 - Anatomia e Fisiologia- Digestório, Urinário, Endócrino e Reprodu...
Aula 5 e 6 - Anatomia e Fisiologia- Digestório, Urinário, Endócrino e Reprodu...
francielisimone
 
Sistemadigestrio 110208164106-phpapp01
Sistemadigestrio 110208164106-phpapp01Sistemadigestrio 110208164106-phpapp01
Sistemadigestrio 110208164106-phpapp01
Pelo Siro
 
Sistema digestório - Anatomia.
Sistema digestório - Anatomia. Sistema digestório - Anatomia.
Sistema digestório - Anatomia.
MARAILZA LIMA
 

Semelhante a 8 ano sistema digestório (20)

Sistema digestório.pdf aula para o oitavo ano
Sistema digestório.pdf aula para o oitavo anoSistema digestório.pdf aula para o oitavo ano
Sistema digestório.pdf aula para o oitavo ano
 
Anatomia corpo humano parte 6
Anatomia corpo humano parte 6Anatomia corpo humano parte 6
Anatomia corpo humano parte 6
 
Sistema digestório
Sistema digestórioSistema digestório
Sistema digestório
 
Sistema digestivo
Sistema digestivoSistema digestivo
Sistema digestivo
 
Sistema digestivo
Sistema digestivoSistema digestivo
Sistema digestivo
 
nutrição parte 2.pdf
nutrição parte 2.pdfnutrição parte 2.pdf
nutrição parte 2.pdf
 
Sistema Digestivo - 9ºAno
Sistema Digestivo - 9ºAnoSistema Digestivo - 9ºAno
Sistema Digestivo - 9ºAno
 
Como Funciona o processo de digestão dos Alimentos
Como Funciona o processo de digestão dos AlimentosComo Funciona o processo de digestão dos Alimentos
Como Funciona o processo de digestão dos Alimentos
 
Nutrição
NutriçãoNutrição
Nutrição
 
Sistema digestivo 3
Sistema digestivo 3Sistema digestivo 3
Sistema digestivo 3
 
Sistema digestivo[1]
Sistema digestivo[1]Sistema digestivo[1]
Sistema digestivo[1]
 
1202258611 sistema digestivo
1202258611 sistema digestivo1202258611 sistema digestivo
1202258611 sistema digestivo
 
Sistema Digestivo
Sistema DigestivoSistema Digestivo
Sistema Digestivo
 
Sistema Digestivo
Sistema DigestivoSistema Digestivo
Sistema Digestivo
 
Sistema digestivo e respiratório
Sistema digestivo e respiratórioSistema digestivo e respiratório
Sistema digestivo e respiratório
 
Sistema digestrio
Sistema digestrioSistema digestrio
Sistema digestrio
 
Sitema Digestório aula anatomia humana ok
Sitema Digestório aula anatomia humana okSitema Digestório aula anatomia humana ok
Sitema Digestório aula anatomia humana ok
 
Aula 5 e 6 - Anatomia e Fisiologia- Digestório, Urinário, Endócrino e Reprodu...
Aula 5 e 6 - Anatomia e Fisiologia- Digestório, Urinário, Endócrino e Reprodu...Aula 5 e 6 - Anatomia e Fisiologia- Digestório, Urinário, Endócrino e Reprodu...
Aula 5 e 6 - Anatomia e Fisiologia- Digestório, Urinário, Endócrino e Reprodu...
 
Sistemadigestrio 110208164106-phpapp01
Sistemadigestrio 110208164106-phpapp01Sistemadigestrio 110208164106-phpapp01
Sistemadigestrio 110208164106-phpapp01
 
Sistema digestório - Anatomia.
Sistema digestório - Anatomia. Sistema digestório - Anatomia.
Sistema digestório - Anatomia.
 

Mais de crisbassanimedeiros

9 ano propriedades da matéria
9 ano propriedades da matéria9 ano propriedades da matéria
9 ano propriedades da matéria
crisbassanimedeiros
 
9 ano mudanças de estado físico
9 ano mudanças de estado físico9 ano mudanças de estado físico
9 ano mudanças de estado físico
crisbassanimedeiros
 
8 ano principais tipos de tecidos
8 ano principais tipos de tecidos8 ano principais tipos de tecidos
8 ano principais tipos de tecidos
crisbassanimedeiros
 
8 ano células
8 ano células8 ano células
8 ano células
crisbassanimedeiros
 
9 ano leis de newton
9 ano leis de newton9 ano leis de newton
9 ano leis de newton
crisbassanimedeiros
 
8 ano principais tipos de tecidos
8 ano principais tipos de tecidos8 ano principais tipos de tecidos
8 ano principais tipos de tecidos
crisbassanimedeiros
 
7 ano relações ecológicas seres vivos e o sol
7 ano relações ecológicas seres vivos e o sol7 ano relações ecológicas seres vivos e o sol
7 ano relações ecológicas seres vivos e o sol
crisbassanimedeiros
 
7 ano invertebrados
7 ano invertebrados7 ano invertebrados
7 ano invertebrados
crisbassanimedeiros
 
7 ano classificação dos seres vivos
7 ano classificação dos seres vivos7 ano classificação dos seres vivos
7 ano classificação dos seres vivos
crisbassanimedeiros
 
7 ano classificação das plantas
7 ano classificação das plantas7 ano classificação das plantas
7 ano classificação das plantas
crisbassanimedeiros
 
6 ano atmosfera
6 ano atmosfera6 ano atmosfera
6 ano atmosfera
crisbassanimedeiros
 
6 ano o universo e o sistema solar
6 ano o universo e o sistema solar6 ano o universo e o sistema solar
6 ano o universo e o sistema solar
crisbassanimedeiros
 
3 ano relações ecológicas
3 ano relações ecológicas3 ano relações ecológicas
3 ano relações ecológicas
crisbassanimedeiros
 
2 ano cordados peixes_anfíbios
2 ano cordados peixes_anfíbios2 ano cordados peixes_anfíbios
2 ano cordados peixes_anfíbios
crisbassanimedeiros
 
1 ano desenvolvimento embrionário e anexos embrionários
1 ano desenvolvimento embrionário e anexos embrionários1 ano desenvolvimento embrionário e anexos embrionários
1 ano desenvolvimento embrionário e anexos embrionários
crisbassanimedeiros
 

Mais de crisbassanimedeiros (15)

9 ano propriedades da matéria
9 ano propriedades da matéria9 ano propriedades da matéria
9 ano propriedades da matéria
 
9 ano mudanças de estado físico
9 ano mudanças de estado físico9 ano mudanças de estado físico
9 ano mudanças de estado físico
 
8 ano principais tipos de tecidos
8 ano principais tipos de tecidos8 ano principais tipos de tecidos
8 ano principais tipos de tecidos
 
8 ano células
8 ano células8 ano células
8 ano células
 
9 ano leis de newton
9 ano leis de newton9 ano leis de newton
9 ano leis de newton
 
8 ano principais tipos de tecidos
8 ano principais tipos de tecidos8 ano principais tipos de tecidos
8 ano principais tipos de tecidos
 
7 ano relações ecológicas seres vivos e o sol
7 ano relações ecológicas seres vivos e o sol7 ano relações ecológicas seres vivos e o sol
7 ano relações ecológicas seres vivos e o sol
 
7 ano invertebrados
7 ano invertebrados7 ano invertebrados
7 ano invertebrados
 
7 ano classificação dos seres vivos
7 ano classificação dos seres vivos7 ano classificação dos seres vivos
7 ano classificação dos seres vivos
 
7 ano classificação das plantas
7 ano classificação das plantas7 ano classificação das plantas
7 ano classificação das plantas
 
6 ano atmosfera
6 ano atmosfera6 ano atmosfera
6 ano atmosfera
 
6 ano o universo e o sistema solar
6 ano o universo e o sistema solar6 ano o universo e o sistema solar
6 ano o universo e o sistema solar
 
3 ano relações ecológicas
3 ano relações ecológicas3 ano relações ecológicas
3 ano relações ecológicas
 
2 ano cordados peixes_anfíbios
2 ano cordados peixes_anfíbios2 ano cordados peixes_anfíbios
2 ano cordados peixes_anfíbios
 
1 ano desenvolvimento embrionário e anexos embrionários
1 ano desenvolvimento embrionário e anexos embrionários1 ano desenvolvimento embrionário e anexos embrionários
1 ano desenvolvimento embrionário e anexos embrionários
 

Último

LITERATURA INDÍGENA BRASILEIRA: elementos constitutivos.ppt
LITERATURA INDÍGENA BRASILEIRA: elementos constitutivos.pptLITERATURA INDÍGENA BRASILEIRA: elementos constitutivos.ppt
LITERATURA INDÍGENA BRASILEIRA: elementos constitutivos.ppt
EdimaresSilvestre
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Mary Alvarenga
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdfAula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
vitorreissouzasilva
 
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdfUFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
Manuais Formação
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento EuropeuEurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Centro Jacques Delors
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Mauricio Alexandre Silva
 
FICHA DE APOIO DE ESCOLA SECUNDÁRIA 2024
FICHA DE APOIO DE ESCOLA SECUNDÁRIA 2024FICHA DE APOIO DE ESCOLA SECUNDÁRIA 2024
FICHA DE APOIO DE ESCOLA SECUNDÁRIA 2024
FredFringeFringeDola
 
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdfCD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
Manuais Formação
 
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdfsaid edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
ThiagoRORISDASILVA1
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
2009_Apresentação-ufscar- TCC - AILTON.ppt
2009_Apresentação-ufscar- TCC - AILTON.ppt2009_Apresentação-ufscar- TCC - AILTON.ppt
2009_Apresentação-ufscar- TCC - AILTON.ppt
Ailton Barcelos
 
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
AlessandraRibas7
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
CarlosJean21
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
geiseortiz1
 
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdfRazonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Demetrio Ccesa Rayme
 
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Centro Jacques Delors
 

Último (20)

LITERATURA INDÍGENA BRASILEIRA: elementos constitutivos.ppt
LITERATURA INDÍGENA BRASILEIRA: elementos constitutivos.pptLITERATURA INDÍGENA BRASILEIRA: elementos constitutivos.ppt
LITERATURA INDÍGENA BRASILEIRA: elementos constitutivos.ppt
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdfAula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
 
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdfUFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento EuropeuEurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
 
FICHA DE APOIO DE ESCOLA SECUNDÁRIA 2024
FICHA DE APOIO DE ESCOLA SECUNDÁRIA 2024FICHA DE APOIO DE ESCOLA SECUNDÁRIA 2024
FICHA DE APOIO DE ESCOLA SECUNDÁRIA 2024
 
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdfCD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
 
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdfsaid edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
 
2009_Apresentação-ufscar- TCC - AILTON.ppt
2009_Apresentação-ufscar- TCC - AILTON.ppt2009_Apresentação-ufscar- TCC - AILTON.ppt
2009_Apresentação-ufscar- TCC - AILTON.ppt
 
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
 
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdfRazonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
 
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
 

8 ano sistema digestório

  • 1. Profª Cristiane Bassani Medeiros Sistema Digestório
  • 2. Função O Sistema Digestório tem a função de realizar a digestão, ou seja, fracionar os alimentos e transformar as macromoléculas em micromoléculas.
  • 4. Estrutura Tubo Digestório - Boca - Faringe - Esôfago - Estômago - Intestino Delgado - Intestino Grosso - Reto e ânus Glândulas anexas - Glândulas salivares - Fígado - Pâncreas
  • 5. Digestão Digestão mecânica: é a quebra física dos alimentos através da mastigação e dos movimentos peristálticos; Digestão química: é a transformação das moléculas mais complexas em moléculas mais simples através da ação de sucos digestivos.
  • 7. As enzimas digestórias Cada tipo de enzima é capaz de digerir somente determinada espécie de molécula presente nos alimentos. Amilases: atuam somente sobre o amido; Proteases: agem sobre as proteínas; Lipases: atuam sobre os lipídios; Celulose: nenhuma enzima é capaz de digerir, por isso, ela é eliminada com as fezes.
  • 8. As enzimas digestórias - Carboidratos
  • 10. As enzimas digestórias - Proteínas
  • 11. Boca Fenda bucal: A abertura que se forma entre o lábio superior e o inferior; Palato: O “céu da boca”; Úvula palatina: A “campainha”; Arco dental superior e arco dental inferior: são as estruturas em forma de arco em que os dentes estão dispostos e fixos; Língua: é o assoalho da boca;
  • 13. Boca – glândulas salivares Mantêm a boca úmida; Contém enzimas; Regula o pH da boca; Ajuda a eliminar os restos de alimentos e a placa bacteriana; Limita crescimento de bactérias que danificam o esmalte do dente; Lubrifica o bolo alimentar.
  • 15. Deglutição Após a mastigação e a salivação, forma-se o que chamamos de bolo alimentar, que é deglutido. Após o ato de engolir, o bolo alimentar passa pela faringe e chega ao esôfago.
  • 16. Faringe Órgão alongado em forma de funil, situado logo após a boca; Se comunica com a boca, com as cavidades nasais, com a laringe e com o esôfago; Quando o alimento chega à faringe, os músculos de sua parede se contraem e empurram o alimento para o esôfago.
  • 17. Esôfago Órgão em forma de tubo, com paredes flexíveis e que mede aproximadamente 25 cm de comprimento; Se comunica com a faringe e com o estômago; Empurra o alimento pro estômago por meio de movimentos peristálticos.
  • 19. Estômago O bolo alimentar é misturado ao suco gástrico; Esse suco contém ácido clorídrico, que mantém a acidez estomacal; A pepsina é a principal enzima do estômago. Ela atua na transformação das proteínas; O suco alimentar resultante da digestão gástrica é denominada quimo; Cárdia: válvula que regula a passagem do bolo alimentar para o estômago; Piloro: válvula que regula a passagem do quimo para o intestino.
  • 21. Intestino Delgado Realiza a maior parte da digestão dos nutrientes, bem como a sua absorção; É dividido em três partes: duodeno, jejuno e íleo; No duodeno, são lançadas as secreções do fígado e do pâncreas; Nessa primeira porção do intestino delgado, é realizada principalmente, a digestão química – com a ação conjunta da bile, do suco pancreático e do suco entérico ou intestinal atuando sobre o quimo.
  • 22. Intestino Delgado  Na digestão química, há a ação dessas secreções:  Bile – secreção do fígado armazena na vesícula biliar. Não contém enzimas digestivas. Separam as gorduras em partículas microscópicas, funcionando de modo semelhante a um detergente. Isso facilita a ação das enzimas pancreáticas sobre os lipídios;  Suco pancreático – É produzido pelo pâncreas. Possui várias enzimas que atuam n digestão das proteínas, dos carboidratos e dos lipídios;  Suco entérico – é produzido pela mucosa intestinal. Possui enzimas que atuam na transformação das proteínas e dos carboidratos.  Ao término do processo digestório no intestino delgado, o conjunto de substâncias resultantes forma um líquido viscoso de cor branca denominado quilo.
  • 24. Intestino Delgado Para aumentar a superfície de absorção, o intestino delgado apresenta vilosidades na parece interna, cada uma delas com vasos sanguíneos que transportam os nutrientes para o organismo.
  • 25. Mecanismo básico da digestão
  • 27.
  • 28. Intestino Grosso  Possui aproximadamente 1,5m e é dividido em três partes:  O ceco, que é onde desemboca o conteúdo vindo do intestino delgado. Consta a presença de um pequeno prolongamento em forma de tubo, conhecido como apêndice vermiforme.  O cólon, atravessa todo o abdômen. É em forma de S;  O reto, é responsável por fazer a comunicação do organismo com o ambiente externo através do ânus, que encontra-se normalmente fechado por um músculo chamado esfíncter anal, que o rodeia em forma de anel.
  • 29. Intestino Grosso Após a digestão no intestino delgado, o que resta do quilo chega ao intestino grosso; Este absorve a água e os sais minerais ainda presentes nos resíduos alimentares, levando-os, então, para a circulação sanguínea. O material que não foi digerido, as fibras, por exemplo, forma as fezes que são acumuladas no reto e, posteriormente, empurradas por movimentos musculares ou peristálticos para fora do ânus; É quando sentimos vontade de defecar, ou seja, eliminar as fezes.