Sistema digestório

4.284 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.284
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
68
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Sistema digestório

  1. 1. Sistema Digestório
  2. 2. SISTEMA DIGESTÓRIO • Digestão: quebra de macromoléculas em micromoléculas através da hidrólise, para a absorção de moléculas menores. • Enzimas – aceleradoras do processo. • Nutrição é o conjunto de processos que• Nutrição é o conjunto de processos que englobam a obtenção, a quebra, a absorção e a produção de energia. • Os nutrientes podem ter função plástica, energética e reguladora.
  3. 3. FUNÇÃO: Fornecer ao organismo água e nutrientes que suprem as necessidades energéticas. Processo Absortivo Ingestão de Alimento Processo Digestivo Processo de digestão e absorção Intestino Delgado Absortivo utilização Alimento grandes moléculas Digestivo moléculas menores
  4. 4. Ação química das glândulas salivares + Ação mecânica dos dentes e da língua Processos químicos e físicos (mastigação) Bolo Alimentar
  5. 5. Divisão do sistema digestório Canal alimentar Cavidade bucal Faringe Esôfago Estômago Intestinos(delgado e grosso) Anexos Intestinos(delgado e grosso) Reto ânus Glândulas salivares Fígado Pâncreas
  6. 6. DENTES RAIZRAIZ
  7. 7. Glândulas salivares A saliva lubrifica e dissolve os alimentos e começa a decomposição química dos carboidratos e lipídios Localização das glândulas salivares
  8. 8. Faringe Deglutição: Durante a etapa faríngea da deglutição, a língua se mantém contra o palato, a parte nasal da faringe é fechada, a laringe sobe, a epiglote fecha a laringe e o bolo é conduzido ao esôfago.
  9. 9. O bolo alimentar é empurrado pela língua contra a parte superior da boca. A epiglote fecha a entrada do ar deixando passar o bolo alimentar Esôfago
  10. 10. Esôfago Porções do esôfago Localização
  11. 11. Pode-se distinguir três porções no esôfago: cervical, torácica e abdominal Movimentos peristálticos. O esôfago situa-se ventralmente à coluna vertebral e dorsalmente a traquéia.
  12. 12. Estômago As quatro partes do estômago são o cárdio (parte cárdica), o fundo, o corpo e a parte pilórica
  13. 13. • Estômago (pH 0,9 à 2,0): No estômago é liberado o suco gástrico (muco-proteção), que além de HCl e H2O, apresenta pepsina. Quando moléculas de proteína entram em contato com as paredes do estômago um hormônio, denominado gastrina, entra em contato com a corrente sanguínea e estimula acontato com a corrente sanguínea e estimula a produção de suco gástrico. • Pepsinogênio Pepsina. • Proteínas Polipeptídeos menores • Alimento transformado em quimo. HCl Pepsina
  14. 14. Estômago A imagem 1 é a 1ª parte do estômago chamado fundo. O tubo escuro é o aparelho de Endoscopia A imagem 2 é a saída do estômago chamada antro. A imagem 3 é chamada piloro, uma válvula entre o estômago e o duodeno.
  15. 15. Intestino delgado A maior parte da digestão e absorção ocorre no intestino delgado.
  16. 16. No intestino delgado… O fígado produz a bílis ou bile + O quimo sai do estômago e entra no intestino delgado O pâncreas segrega o suco pancreático + Suco intestinal + Quimo Quilo
  17. 17. DUODENO • A digestão do quimo ocorre principalmente do duodeno. • Glândulas produzem suco entérico, rico• Glândulas produzem suco entérico, rico em enzimas( enteroquinases, peptidases, carboidrases)
  18. 18. O que acontece no intestino delgado? As vilosidades intestinais são saliências em forma de luva. Aqui são absorvidos os nutrientes do quilo. Vilosidades intestinais nutrientes do quilo. Sangue
  19. 19. Duodeno Duodeno é o início do intestino delgado, logo após o estômago. A imagem 1 mostra o chamado bulbo duodenal. A imagem 2, as pregas do duodeno. Imagem 3: esta saliência corresponde a abertura do ducto do pâncreas e da vesícula biliar.
  20. 20. As partes do intestino grosso são o ceco, o colo, o reto e o canal anal. Intestino Grosso
  21. 21. No intestino grosso… No intestino grosso é absorvida a água que vai para o sangue.vai para o sangue. O que ainda resta do quilo é transformado em fezes.
  22. 22. No intestino grosso… Movimentos peristálticosperistálticos efetuados pelo intestino grosso até a evacuação.
  23. 23. Intestino grosso: onde ocorre a absorção dos íons e da água E formação das fezes. Para otimizar o processo de absorção existem as vilosidades, aumentando consideravelmente a superfície de absorção.
  24. 24. Cólon NormalCólon Normal Imagem 1 - Revestimento róseo e finas veias na parede do cólon. As dobras são contrações do cólon. Imagem 2 - Esta aparência triangular é frequente no cólon transverso. Imagem 3 - É o sigmóide, onde as dobras são mais espessas e mais frequentes Imagem 4 - É do reto e na parte superior o aparelho de colonoscopia
  25. 25. Duodeno Estômago Duodeno
  26. 26. Dois tipos de digestão: Extra e Intracelular Em protozoários, a digestão do alimento deve ser efetuada no interior da célula, caracterizando o processo de digestão intracelular. De modo geral, são formados vacúolos digestivos no interior dos quais a digestão é processada.processada.
  27. 27. Nos animais pluricelulares mais simples, como as esponjas, a digestão é exclusivamente intracelular e ocorre no interior de células especiais conhecidas como coanócitos e amebócitos. Nos celenterados e platelmintos, já existe uma cavidade digestiva incompleta, isto é, como uma única abertura - a boca, mas o término ainda é intracelular. A medida que os grupos animais ficam mais complexos, a digestão ocorre exclusivamente na cavidade digestiva, ou seja, é totalmente extracelular.totalmente extracelular.
  28. 28. FILO PORIFERA • Apresentam no ápice do corpo uma abertura denominada ósculo, que não corresponde à boca. • Internamente possuem uma• Internamente possuem uma cavidade chamada átrio ou espongiocele, que não é uma cavidade digestiva digestão intracelular.
  29. 29. FILO CNIDARIA • Apresentam uma cavidade digestiva que se comunica com o exterior através da boca sistema digestório incompleto. • Digestão: extra e intracelular.
  30. 30. FILO PLATYHELMINTHES • Sistema digestório: incompleto ou ausente (Taenia).
  31. 31. FILO NEMATODA • Sistema digestório: completo. • Na extremidade anterior do corpo localiza-se a boca, geralmente circundada por lábios ou papilas sensoriais. Próximo à extremidade posterior localiza-se o ânus.
  32. 32. FILO MOLLUSCA • Sistema digestório: completo. • Digestão: extra (cefalópodes) e intracelular (bivalves e gastrópodes). • Animais filtradores (bivalves): Ainda no estômago, enzimas são secretadas por glândulas digestivas hepatopâncreas. Absorção nas paredes do estômago e do intestino. • Animais não-filtradores (gastrópodes e cefalópodes) rádula na faringe espéciecefalópodes) rádula na faringe espécie de língua denteada (contém pequenos dentes quitinosos) .
  33. 33. FILO ANNELIDA • Sistema digestório: Extracelular, completo, com boca e ânus. • Papo armazenamento. • Moela trituração. • Ceco intestinal: aumento da superfície de absorção divide o intestino em duas regiões funcionais:em duas regiões funcionais: anterior digestão extracelular; posterior absorção.
  34. 34. FILO ARTRHOPODA • Sistema digestório: Extracelular, completo, com boca e ânus. • De forma geral, o sistema digestório dos artrópodes é muito parecido. Possuem boca, faringe, esôfago, papo, moela, estômago, intestino, reto e ânus e, como glândulas anexas, as glândulas salivares. • Possuem peças bucais variadas( Mandíbulas, maxilas..) Aparelho bucal mastigador-triturador Aparelho bucal picador-sugador
  35. 35. FILO ECHINODERMATA • Sistema digestório: Extracelular, completo (exceto ofiuróides: não possuem ânus).
  36. 36. O processo de digestão nos humanos é composto por duas fases: uma mecânica, na qual a correta mastigação é essencial, e outra enzimática, controlada por hormônios da digestão. Sobre estes hormônios, analise as afirmações a seguir e marque a alternativa correta. a) As gorduras parcialmente digeridas, presentes no quimo, estimulam as células do duodeno a liberarem o hormônio secretina, que provoca a eliminação da bile pela vesícula biliar. b) A acidez do quimo, que chega ao duodeno, estimula certas células da parede intestinal a liberarem, especialmente, o hormônio colecistoquinina,parede intestinal a liberarem, especialmente, o hormônio colecistoquinina, que agirá no pâncreas, estimulando-o a liberar, principalmente, bicarbonato de sódio. c) A secreção do suco gástrico é estimulada por impulsos nervosos e pelo hormônio gastrina, produzido no estômago. d) A digestão de proteínas inicia-se no estômago e completa-se no duodeno por ação de três proteases secretadas pelo pâncreas: enteroquinase, pepsina e procarboxipeptidase.
  37. 37. (UFMG) A doença celíaca consiste em um distúrbio inflamatório do intestino delgado, que ocorre em indivíduos com sensibilidade ao glúten e à ingestão de trigo, centeio ou cevada. Analise estas duas figuras, em que está representada uma região do intestino delgado em um indivíduo normal – I – e em um indivíduo com doença celíaca – II Representação de uma porção do intestino delgado de uma pessoa normal e de uma pessoa com doença celíaca Considerando-se a alteração estrutural representada na Figura II, é INCORRETO afirmar que indivíduos portadores de doença celíaca podem apresentar: a) Baixa produção de hemoglobina. b) Diminuição da densidade mineral óssea. c) Aumento da absorção de água. d) Retardo do crescimento corporal.

×