SlideShare uma empresa Scribd logo
Chamado em 626 a.C
Anatote, perto de Jerusalém
PALAVRA CHAVE: “APELO FINAL”
DIVISÃO
HISTÓRICA DA
BÍBLIA
OS
PROFÉTICOS
05 MAIORES
Isaías
JEREMIAS
Lamentações
Ezequiel
Daniel
 A profecia leva o nome do próprio autor e profeta.
 “Javé é Elevado”
 Jeremias era filho de Hilquias, um sacerdote.
 Foi chamado ao ministério ainda jovem (1.6), no décimo
terceiro ano do rei Josias, uns 70 anos depois da morte de
Isaías.
 Exerceu seu ministério nos reinados de Josias, Jeoacaz,
Jeoaquim, Joaquim e Zedequias.
 Como Profeta, sofreu muito: solidão, rejeição, dor, ameaças
de morte, humilhação, preso e lançado numa cisterna.
 Rotulado de Traidor por defender a submissão à Babilônia.
 Contemporâneo de Habacuque e Sofonias, bem como de
Ezequiel e Daniel que se encontrava entre os exilados na
Babilônia.
 Prova do remanescente fiel!!
 Sua mensagem anunciava o agir de Deus sobre a dura
cerviz do Seu povo através da Babilônia. Em sua época,
o Reino do Norte já havia caído, e quase todo Judá
também. Jerusalém estava praticamente sozinha, mas
continuava rebelde aos preceitos do SENHOR.
 Jeremias apela ao povo que se arrependa, e anuncia o
perigo do juízo de Deus. Ao mesmo tempo, apresenta o
SENHOR como Deus paciente.
 Apresenta o último apelo do SENHOR, na tentativa de
salvar Jerusalém da destruição.
"Mas isto lhes ordenei, dizendo: Dai ouvidos à
minha voz, e eu serei o vosso Deus, e vós sereis
o meu povo; andai em todo o caminho que eu
vos ordeno, para que vos vá bem. Mas não
deram ouvidos nem atenderam, porém
andaram nos seus próprios conselhos, e na
dureza do seu coração maligno; andaram para
trás, e não para diante" (7.23,24).
Estende-se desde o ano 13 do
Reinado de Josias até a primeira
parte do cativeiro da Babilônia;
cobre um período de mais ou
menos 40 ANOS.
I. O chamado e a comissão de Jeremias (cap. 1)
II. Mensagem geral de repreensão a Judá (caps. 2-25)
III. Mensagens mais detalhadas de repreensão, de juízo e
de restauração (caps. 26-39)
IV. Mensagens depois do cativeiro (caps. 40-45)
V. Profecias referentes às nações (caps.46-51)
VI. Retrospecto: O cativeiro de Judá (cap. 52).
 627. Jeremias é chamado para ser profeta de Deus. Morte de
Assurbanipal, último grande rei da Assíria.
 621. Descoberta do livro da Lei. Início da grande reforma do rei Josias.
 609. Nínive, capital da Assíria, é tomada pelo babilônicos.
 605. O exército egípcio é fragorosamente derrotado em Carquemis por
Nabucodonosor, rei da Babilônia.
 604. Nabucodonosor subjuga a Síria, Judá e cidades dos filisteus.
 598. Aliança com o Egito traz o exército babilônico de volta a Judá.
 597. Morre o rei Jeoaquim, e Jerusalém é derrotada pelos babilônicos,
após um cerco de dois meses. O novo rei, Joaquim, é deportado com
outros para a Babilônia. Seu tio, Zedequias, é colocado no Trono.
 588. Sob pressão do partido pró-Egito, Zedequias se rebela contra a
Babilônia. Jerusalém é sitiada por 18 meses.
 587. O exército babilônico entra em Jerusalém. O povo é deportado; a
cidade, saqueada e queimada; o templo, destruído. Três meses depois, o
governador Gedalias é assasinado. Jeremias é levado ao Egito.
• O amor imutável de Deus ao seu povo apóstata e
sua tristeza pela condição dele é o tema deste livro.
• Jeremias apresenta o último apelo do SENHOR, na
tentativa de salvar Jerusalém da destruição.
• A centralidade da fé em Deus.
 Mostra a descentralização do templo, onde Deus
escreveria no coração do remanescente as Palavras
d’Ele.
 O avivamento fácil e superficial não dura muito tempo.
 1ª - de 627 a 606 a.C. - fase da denúncia. Época em que ele
chama a atenção do povo, apelando a que se arrependa.
Neste período, Josias era rei de Judá.
 2ª - de 606 a 596 a.C. - fase da visitação de Deus. Época
em que o profeta anuncia com veemência o juízo de Deus.
Nesse período, Jerusalém é atacada e destruída pelos
babilônios. Nessa ocasião, foram reis de Judá: Jeoacaz,
Jeoaquim, e Joaquim.
 3ª - de 596 a 580 a.C. - fase do convite. Época em que
Jeremias ministra ao povo em Jerusalém e, posteriormente,
no Egito. O juízo de Deus já se fizera executar sobre todos,
mas Suas misericórdias continuavam renovando-se a cada
manhã! Zedequias foi o rei de Judá nesse período.
 1 –(12.1-4) temos a exteriorização de uma luta [íntima] enfrentada pelo profeta,
e da qual todos nós, nalgum momento da vida, também participamos: a
questão do bem-estar e prosperidade dos ímpios, enquanto, muitas vezes, os
justos lutam com grandes dificuldades. Compare com o Sl 73.
 2 - na resposta do Senhor ao questionamento acima apresentado, aprendemos
uma lição profunda: o nosso momento atual pode ser de um sofrimento
"infantil", à vista do sofrimento de outras pessoas, ou do sofrimento que nós
mesmos iremos experimentar no futuro! Hb 12.3-5. É mais sábio aprendermos e
aceitarmos o sofrimento presente, armazenando, por seu intermédio, forças
para o futuro, do que abrir a boca para reclamar!
 3 -(17) homens são homens. Por melhores que sejam. Por mais crentes. Por mais
exemplares. Continuam sendo homens. Herdeiros do sangue de Adão. E,
portanto, indignos da nossa confiança completa. Podem causar-nos decepções.
Podem orientar-nos erradamente. Podem equivocar-se. Nunca se esqueça desta
grande verdade: homens são apenas homens. Por isso mesmo, não
confiemos nem em nosso próprio coração. Só o Senhor é digno de completa
confiança!
 4 –(18.4) o tempo da graça tem o seu final. Na vida da humanidade
como um todo, e na vida de cada pessoa, individualmente. Esta lição
fica bem clara neste livro! No capítulo 18.4, aprendemos que um vaso
pode ser remodelado, enquanto o barro ainda está molhado. Todavia,
depois de seco, só presta para ser quebrado e enterrado (19.10,11).
Aproveitemos o tempo da graça, enquanto podemos ser remodelados.
Haverá um tempo quando isso não mais será possível! Tomemos como
exemplo a experiência de Esaú: Hb 12.16,17.
 5 - a mensagem que Deus dá aos Seus servos, muitas vezes é
"contraditória, incoerente, inaceitável". Vejamos: a Jeremias foi dado
dizer ao povo que se rendesse aos babilônios. Isso era, literalmente,
entregar-se ao inimigo! A loucura de Deus é muito mais sábia, coerente
e inteligente do que os mais elaborados raciocínios humanos. Nunca
nos esqueçamos disso! Portanto, abracemos os princípios do Evangelho
- tomar a cruz, negarmo-nos a nós mesmos, etc - sem medo. Parecem
loucura. Nossa sociedade jamais irá aceitá-los. São a "traição ao próprio
eu". Todavia, em Sua "loucura", Deus é muito, infinitamente mais sábio
do que o mais sábio dos homens. E Seus seguidores, também
 Jr. 23.1-8: Jesus é o Pastor e Renovo.
 Jr. 31.31-34: Em Cristo a nova aliança seria estabelecida.
 O profeta Jeremias constitui-se, também, numa
preciosa mensagem messiânica, pois como homem
sofredor e rejeitado, ele tipifica muito de perto o
Senhor Jesus!
“Então, me invocareis, passareis a orar
a mim, e eu vos ouvirei. Buscar-me-eis
e me achareis quando me buscardes
de todo o vosso coração”. Jr. 29:12,13

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Panorama do AT - Oseias
Panorama do AT - OseiasPanorama do AT - Oseias
Panorama do AT - Oseias
Respirando Deus
 
O livro de josué
O livro de josuéO livro de josué
O livro de josué
mbrandao7
 
O Livro de Esdras
O Livro de EsdrasO Livro de Esdras
O Livro de Esdras
Amor pela EBD
 
33. O profeta Daniel
33. O profeta Daniel33. O profeta Daniel
33. O profeta Daniel
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
40. O Profeta Naum
40. O Profeta Naum40. O Profeta Naum
31 livro de lamentações de jeremias (rev ildemar berbert)
31 livro de lamentações de jeremias (rev ildemar berbert)31 livro de lamentações de jeremias (rev ildemar berbert)
31 livro de lamentações de jeremias (rev ildemar berbert)
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
36. O profeta Amós
36. O profeta Amós36. O profeta Amós
23. Os poéticos: Jó
23. Os poéticos: Jó23. Os poéticos: Jó
23. Os poéticos: Jó
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
44. O Profeta Zacarias
44. O Profeta Zacarias44. O Profeta Zacarias
44. O Profeta Zacarias
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
10. O Livro de Josué
10. O Livro de Josué10. O Livro de Josué
10. O Livro de Josué
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
Panorama do AT - Jeremias e Lamentações
Panorama do AT - Jeremias e LamentaçõesPanorama do AT - Jeremias e Lamentações
Panorama do AT - Jeremias e Lamentações
Respirando Deus
 
MIQUÉIAS
MIQUÉIASMIQUÉIAS
MIQUÉIAS
Enerliz
 
Panorama do AT - Obadias
Panorama do AT - ObadiasPanorama do AT - Obadias
Panorama do AT - Obadias
Respirando Deus
 
19. o livro de ii crônicas
19. o livro de ii crônicas19. o livro de ii crônicas
19. o livro de ii crônicas
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
Panorama do AT - Cântico dos Cânticos
Panorama do AT - Cântico dos CânticosPanorama do AT - Cântico dos Cânticos
Panorama do AT - Cântico dos Cânticos
Respirando Deus
 
Jeremias
JeremiasJeremias
Jeremias
profsempre
 
41. O Profeta Habacuque
41. O Profeta Habacuque41. O Profeta Habacuque
41. O Profeta Habacuque
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
Panorama do AT - Reis 1 e 2
Panorama do AT - Reis 1 e 2Panorama do AT - Reis 1 e 2
Panorama do AT - Reis 1 e 2
Respirando Deus
 
Panorama do AT - Naum
Panorama do AT - NaumPanorama do AT - Naum
Panorama do AT - Naum
Respirando Deus
 
29. O profeta Isaías
29. O profeta Isaías29. O profeta Isaías
29. O profeta Isaías
Igreja Presbiteriana de Dourados
 

Mais procurados (20)

Panorama do AT - Oseias
Panorama do AT - OseiasPanorama do AT - Oseias
Panorama do AT - Oseias
 
O livro de josué
O livro de josuéO livro de josué
O livro de josué
 
O Livro de Esdras
O Livro de EsdrasO Livro de Esdras
O Livro de Esdras
 
33. O profeta Daniel
33. O profeta Daniel33. O profeta Daniel
33. O profeta Daniel
 
40. O Profeta Naum
40. O Profeta Naum40. O Profeta Naum
40. O Profeta Naum
 
31 livro de lamentações de jeremias (rev ildemar berbert)
31 livro de lamentações de jeremias (rev ildemar berbert)31 livro de lamentações de jeremias (rev ildemar berbert)
31 livro de lamentações de jeremias (rev ildemar berbert)
 
36. O profeta Amós
36. O profeta Amós36. O profeta Amós
36. O profeta Amós
 
23. Os poéticos: Jó
23. Os poéticos: Jó23. Os poéticos: Jó
23. Os poéticos: Jó
 
44. O Profeta Zacarias
44. O Profeta Zacarias44. O Profeta Zacarias
44. O Profeta Zacarias
 
10. O Livro de Josué
10. O Livro de Josué10. O Livro de Josué
10. O Livro de Josué
 
Panorama do AT - Jeremias e Lamentações
Panorama do AT - Jeremias e LamentaçõesPanorama do AT - Jeremias e Lamentações
Panorama do AT - Jeremias e Lamentações
 
MIQUÉIAS
MIQUÉIASMIQUÉIAS
MIQUÉIAS
 
Panorama do AT - Obadias
Panorama do AT - ObadiasPanorama do AT - Obadias
Panorama do AT - Obadias
 
19. o livro de ii crônicas
19. o livro de ii crônicas19. o livro de ii crônicas
19. o livro de ii crônicas
 
Panorama do AT - Cântico dos Cânticos
Panorama do AT - Cântico dos CânticosPanorama do AT - Cântico dos Cânticos
Panorama do AT - Cântico dos Cânticos
 
Jeremias
JeremiasJeremias
Jeremias
 
41. O Profeta Habacuque
41. O Profeta Habacuque41. O Profeta Habacuque
41. O Profeta Habacuque
 
Panorama do AT - Reis 1 e 2
Panorama do AT - Reis 1 e 2Panorama do AT - Reis 1 e 2
Panorama do AT - Reis 1 e 2
 
Panorama do AT - Naum
Panorama do AT - NaumPanorama do AT - Naum
Panorama do AT - Naum
 
29. O profeta Isaías
29. O profeta Isaías29. O profeta Isaías
29. O profeta Isaías
 

Semelhante a 30. O Livro do profeta Jeremias

Profetajeremias 130228113953-phpapp01
Profetajeremias 130228113953-phpapp01Profetajeremias 130228113953-phpapp01
Profetajeremias 130228113953-phpapp01
Jacobson Estumano
 
Daniel 1
Daniel 1Daniel 1
Proféticos 5 Daniel
Proféticos 5   DanielProféticos 5   Daniel
Proféticos 5 Daniel
Pastor W. Costa
 
Jeremias LiçãO 1
Jeremias LiçãO 1Jeremias LiçãO 1
Jeremias LiçãO 1
Eduardo Sales de lima
 
8 amos
8 amos8 amos
8 amos
PIB Penha
 
Chamado para ser profeta
Chamado para ser profetaChamado para ser profeta
Chamado para ser profeta
dimas campos
 
Livro de Daniel introdução e parte 01
Livro de Daniel   introdução e parte 01Livro de Daniel   introdução e parte 01
Livro de Daniel introdução e parte 01
Daniel M Junior
 
Lição 11 ageu - o compromisso do povo da aliança - ieadern
Lição 11   ageu - o compromisso do povo da aliança - ieadernLição 11   ageu - o compromisso do povo da aliança - ieadern
Lição 11 ageu - o compromisso do povo da aliança - ieadern
Ebd Brasil
 
23 naum, habacuque e sofonias
23 naum, habacuque e sofonias23 naum, habacuque e sofonias
23 naum, habacuque e sofonias
PIB Penha
 
Livro de Daniel
Livro de Daniel Livro de Daniel
Livro de Daniel
Karla Maria
 
Profetas menores parte 2 natalino das neves
Profetas menores parte 2 natalino das nevesProfetas menores parte 2 natalino das neves
Profetas menores parte 2 natalino das neves
Natalino das Neves Neves
 
Lição 2 - A intensidade das profecias de Jeremias
Lição 2 - A intensidade das profecias de JeremiasLição 2 - A intensidade das profecias de Jeremias
Lição 2 - A intensidade das profecias de Jeremias
Éder Tomé
 
E.b.d jovens 3ºtrimestre 2016 lição 01 - cópia
E.b.d   jovens 3ºtrimestre 2016 lição 01 - cópiaE.b.d   jovens 3ºtrimestre 2016 lição 01 - cópia
E.b.d jovens 3ºtrimestre 2016 lição 01 - cópia
Joel Silva
 
Daniel 10
Daniel 10Daniel 10
Daniel 10
Hezir Henrique
 
LICÃO - PROF JEREMIAS.pptx
LICÃO  - PROF JEREMIAS.pptxLICÃO  - PROF JEREMIAS.pptx
LICÃO - PROF JEREMIAS.pptx
OtonielMeirelesdaSil
 
Lição 6 - Atos simbólicos + textos_GGR
Lição 6 - Atos simbólicos + textos_GGRLição 6 - Atos simbólicos + textos_GGR
Lição 6 - Atos simbólicos + textos_GGR
Gerson G. Ramos
 
Lição 5 obadias - o princípio da retribuição, slides professor érick freire.
Lição 5   obadias - o princípio da retribuição, slides professor érick freire.Lição 5   obadias - o princípio da retribuição, slides professor érick freire.
Lição 5 obadias - o princípio da retribuição, slides professor érick freire.
Ebd Brasil
 
Perdido esquecido e encontrado
Perdido esquecido e encontradoPerdido esquecido e encontrado
Perdido esquecido e encontrado
Eduardo Sousa Gomes
 
Lição 01- Conhecendo o Livro de Isaías
Lição 01- Conhecendo o Livro de IsaíasLição 01- Conhecendo o Livro de Isaías
Lição 01- Conhecendo o Livro de Isaías
Maxsuel Aquino
 
2021 1º trimestre jovens lição 06
2021 1º trimestre jovens lição 062021 1º trimestre jovens lição 06
2021 1º trimestre jovens lição 06
Joel Silva
 

Semelhante a 30. O Livro do profeta Jeremias (20)

Profetajeremias 130228113953-phpapp01
Profetajeremias 130228113953-phpapp01Profetajeremias 130228113953-phpapp01
Profetajeremias 130228113953-phpapp01
 
Daniel 1
Daniel 1Daniel 1
Daniel 1
 
Proféticos 5 Daniel
Proféticos 5   DanielProféticos 5   Daniel
Proféticos 5 Daniel
 
Jeremias LiçãO 1
Jeremias LiçãO 1Jeremias LiçãO 1
Jeremias LiçãO 1
 
8 amos
8 amos8 amos
8 amos
 
Chamado para ser profeta
Chamado para ser profetaChamado para ser profeta
Chamado para ser profeta
 
Livro de Daniel introdução e parte 01
Livro de Daniel   introdução e parte 01Livro de Daniel   introdução e parte 01
Livro de Daniel introdução e parte 01
 
Lição 11 ageu - o compromisso do povo da aliança - ieadern
Lição 11   ageu - o compromisso do povo da aliança - ieadernLição 11   ageu - o compromisso do povo da aliança - ieadern
Lição 11 ageu - o compromisso do povo da aliança - ieadern
 
23 naum, habacuque e sofonias
23 naum, habacuque e sofonias23 naum, habacuque e sofonias
23 naum, habacuque e sofonias
 
Livro de Daniel
Livro de Daniel Livro de Daniel
Livro de Daniel
 
Profetas menores parte 2 natalino das neves
Profetas menores parte 2 natalino das nevesProfetas menores parte 2 natalino das neves
Profetas menores parte 2 natalino das neves
 
Lição 2 - A intensidade das profecias de Jeremias
Lição 2 - A intensidade das profecias de JeremiasLição 2 - A intensidade das profecias de Jeremias
Lição 2 - A intensidade das profecias de Jeremias
 
E.b.d jovens 3ºtrimestre 2016 lição 01 - cópia
E.b.d   jovens 3ºtrimestre 2016 lição 01 - cópiaE.b.d   jovens 3ºtrimestre 2016 lição 01 - cópia
E.b.d jovens 3ºtrimestre 2016 lição 01 - cópia
 
Daniel 10
Daniel 10Daniel 10
Daniel 10
 
LICÃO - PROF JEREMIAS.pptx
LICÃO  - PROF JEREMIAS.pptxLICÃO  - PROF JEREMIAS.pptx
LICÃO - PROF JEREMIAS.pptx
 
Lição 6 - Atos simbólicos + textos_GGR
Lição 6 - Atos simbólicos + textos_GGRLição 6 - Atos simbólicos + textos_GGR
Lição 6 - Atos simbólicos + textos_GGR
 
Lição 5 obadias - o princípio da retribuição, slides professor érick freire.
Lição 5   obadias - o princípio da retribuição, slides professor érick freire.Lição 5   obadias - o princípio da retribuição, slides professor érick freire.
Lição 5 obadias - o princípio da retribuição, slides professor érick freire.
 
Perdido esquecido e encontrado
Perdido esquecido e encontradoPerdido esquecido e encontrado
Perdido esquecido e encontrado
 
Lição 01- Conhecendo o Livro de Isaías
Lição 01- Conhecendo o Livro de IsaíasLição 01- Conhecendo o Livro de Isaías
Lição 01- Conhecendo o Livro de Isaías
 
2021 1º trimestre jovens lição 06
2021 1º trimestre jovens lição 062021 1º trimestre jovens lição 06
2021 1º trimestre jovens lição 06
 

Mais de Igreja Presbiteriana de Dourados

Uma Igreja Para Recordar
Uma Igreja Para RecordarUma Igreja Para Recordar
Uma Igreja Para Recordar
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
10. 2a. epístola de paulo aos corintios
10. 2a. epístola de paulo aos corintios10. 2a. epístola de paulo aos corintios
10. 2a. epístola de paulo aos corintios
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
9. epístola de paulo 1' coríntios
9. epístola de paulo 1' coríntios9. epístola de paulo 1' coríntios
9. epístola de paulo 1' coríntios
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
8. epístola de paulo aos romanos
8. epístola de paulo aos romanos8. epístola de paulo aos romanos
8. epístola de paulo aos romanos
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
8. epístola de paulo aos romanos
8. epístola de paulo aos romanos8. epístola de paulo aos romanos
8. epístola de paulo aos romanos
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
7. atos dos apóstolos
7. atos dos apóstolos7. atos dos apóstolos
7. atos dos apóstolos
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
A Igreja e a Reforma
A Igreja e a ReformaA Igreja e a Reforma
A Igreja e a Reforma
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
5. O Evangelho de Lucas
5. O Evangelho de Lucas5. O Evangelho de Lucas
5. O Evangelho de Lucas
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
4. O Evangelho Segundo Marcos
4. O Evangelho Segundo Marcos4. O Evangelho Segundo Marcos
4. O Evangelho Segundo Marcos
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
3. O Evangelho Segundo Mateus
3. O Evangelho Segundo Mateus3. O Evangelho Segundo Mateus
3. O Evangelho Segundo Mateus
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
2. introdução ao novo testamento
2.  introdução ao novo testamento2.  introdução ao novo testamento
2. introdução ao novo testamento
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
1. período interbíblico
1. período interbíblico1. período interbíblico
1. período interbíblico
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
34. O Profeta Oséias
34. O Profeta Oséias34. O Profeta Oséias
34. O Profeta Oséias
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
43. O Profeta Ageu
43. O Profeta Ageu43. O Profeta Ageu
44. O Profeta Zacarias
44. O Profeta Zacarias44. O Profeta Zacarias
44. O Profeta Zacarias
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
39. O Profeta Miquéias
39. O Profeta Miquéias39. O Profeta Miquéias
39. O Profeta Miquéias
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
38. O Profeta Jonas
38. O Profeta Jonas38. O Profeta Jonas
42. O Profeta Sofonias
42. O Profeta Sofonias42. O Profeta Sofonias
42. O Profeta Sofonias
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
37. O profeta Obadias
37. O profeta Obadias37. O profeta Obadias
37. O profeta Obadias
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
34. O profeta Oséias
34. O profeta Oséias34. O profeta Oséias
34. O profeta Oséias
Igreja Presbiteriana de Dourados
 

Mais de Igreja Presbiteriana de Dourados (20)

Uma Igreja Para Recordar
Uma Igreja Para RecordarUma Igreja Para Recordar
Uma Igreja Para Recordar
 
10. 2a. epístola de paulo aos corintios
10. 2a. epístola de paulo aos corintios10. 2a. epístola de paulo aos corintios
10. 2a. epístola de paulo aos corintios
 
9. epístola de paulo 1' coríntios
9. epístola de paulo 1' coríntios9. epístola de paulo 1' coríntios
9. epístola de paulo 1' coríntios
 
8. epístola de paulo aos romanos
8. epístola de paulo aos romanos8. epístola de paulo aos romanos
8. epístola de paulo aos romanos
 
8. epístola de paulo aos romanos
8. epístola de paulo aos romanos8. epístola de paulo aos romanos
8. epístola de paulo aos romanos
 
7. atos dos apóstolos
7. atos dos apóstolos7. atos dos apóstolos
7. atos dos apóstolos
 
A Igreja e a Reforma
A Igreja e a ReformaA Igreja e a Reforma
A Igreja e a Reforma
 
5. O Evangelho de Lucas
5. O Evangelho de Lucas5. O Evangelho de Lucas
5. O Evangelho de Lucas
 
4. O Evangelho Segundo Marcos
4. O Evangelho Segundo Marcos4. O Evangelho Segundo Marcos
4. O Evangelho Segundo Marcos
 
3. O Evangelho Segundo Mateus
3. O Evangelho Segundo Mateus3. O Evangelho Segundo Mateus
3. O Evangelho Segundo Mateus
 
2. introdução ao novo testamento
2.  introdução ao novo testamento2.  introdução ao novo testamento
2. introdução ao novo testamento
 
1. período interbíblico
1. período interbíblico1. período interbíblico
1. período interbíblico
 
34. O Profeta Oséias
34. O Profeta Oséias34. O Profeta Oséias
34. O Profeta Oséias
 
43. O Profeta Ageu
43. O Profeta Ageu43. O Profeta Ageu
43. O Profeta Ageu
 
44. O Profeta Zacarias
44. O Profeta Zacarias44. O Profeta Zacarias
44. O Profeta Zacarias
 
39. O Profeta Miquéias
39. O Profeta Miquéias39. O Profeta Miquéias
39. O Profeta Miquéias
 
38. O Profeta Jonas
38. O Profeta Jonas38. O Profeta Jonas
38. O Profeta Jonas
 
42. O Profeta Sofonias
42. O Profeta Sofonias42. O Profeta Sofonias
42. O Profeta Sofonias
 
37. O profeta Obadias
37. O profeta Obadias37. O profeta Obadias
37. O profeta Obadias
 
34. O profeta Oséias
34. O profeta Oséias34. O profeta Oséias
34. O profeta Oséias
 

30. O Livro do profeta Jeremias

  • 1. Chamado em 626 a.C Anatote, perto de Jerusalém PALAVRA CHAVE: “APELO FINAL”
  • 3.  A profecia leva o nome do próprio autor e profeta.  “Javé é Elevado”  Jeremias era filho de Hilquias, um sacerdote.  Foi chamado ao ministério ainda jovem (1.6), no décimo terceiro ano do rei Josias, uns 70 anos depois da morte de Isaías.  Exerceu seu ministério nos reinados de Josias, Jeoacaz, Jeoaquim, Joaquim e Zedequias.  Como Profeta, sofreu muito: solidão, rejeição, dor, ameaças de morte, humilhação, preso e lançado numa cisterna.  Rotulado de Traidor por defender a submissão à Babilônia.  Contemporâneo de Habacuque e Sofonias, bem como de Ezequiel e Daniel que se encontrava entre os exilados na Babilônia.  Prova do remanescente fiel!!
  • 4.  Sua mensagem anunciava o agir de Deus sobre a dura cerviz do Seu povo através da Babilônia. Em sua época, o Reino do Norte já havia caído, e quase todo Judá também. Jerusalém estava praticamente sozinha, mas continuava rebelde aos preceitos do SENHOR.  Jeremias apela ao povo que se arrependa, e anuncia o perigo do juízo de Deus. Ao mesmo tempo, apresenta o SENHOR como Deus paciente.  Apresenta o último apelo do SENHOR, na tentativa de salvar Jerusalém da destruição.
  • 5. "Mas isto lhes ordenei, dizendo: Dai ouvidos à minha voz, e eu serei o vosso Deus, e vós sereis o meu povo; andai em todo o caminho que eu vos ordeno, para que vos vá bem. Mas não deram ouvidos nem atenderam, porém andaram nos seus próprios conselhos, e na dureza do seu coração maligno; andaram para trás, e não para diante" (7.23,24).
  • 6. Estende-se desde o ano 13 do Reinado de Josias até a primeira parte do cativeiro da Babilônia; cobre um período de mais ou menos 40 ANOS.
  • 7. I. O chamado e a comissão de Jeremias (cap. 1) II. Mensagem geral de repreensão a Judá (caps. 2-25) III. Mensagens mais detalhadas de repreensão, de juízo e de restauração (caps. 26-39) IV. Mensagens depois do cativeiro (caps. 40-45) V. Profecias referentes às nações (caps.46-51) VI. Retrospecto: O cativeiro de Judá (cap. 52).
  • 8.  627. Jeremias é chamado para ser profeta de Deus. Morte de Assurbanipal, último grande rei da Assíria.  621. Descoberta do livro da Lei. Início da grande reforma do rei Josias.  609. Nínive, capital da Assíria, é tomada pelo babilônicos.  605. O exército egípcio é fragorosamente derrotado em Carquemis por Nabucodonosor, rei da Babilônia.  604. Nabucodonosor subjuga a Síria, Judá e cidades dos filisteus.  598. Aliança com o Egito traz o exército babilônico de volta a Judá.  597. Morre o rei Jeoaquim, e Jerusalém é derrotada pelos babilônicos, após um cerco de dois meses. O novo rei, Joaquim, é deportado com outros para a Babilônia. Seu tio, Zedequias, é colocado no Trono.  588. Sob pressão do partido pró-Egito, Zedequias se rebela contra a Babilônia. Jerusalém é sitiada por 18 meses.  587. O exército babilônico entra em Jerusalém. O povo é deportado; a cidade, saqueada e queimada; o templo, destruído. Três meses depois, o governador Gedalias é assasinado. Jeremias é levado ao Egito.
  • 9. • O amor imutável de Deus ao seu povo apóstata e sua tristeza pela condição dele é o tema deste livro. • Jeremias apresenta o último apelo do SENHOR, na tentativa de salvar Jerusalém da destruição. • A centralidade da fé em Deus.  Mostra a descentralização do templo, onde Deus escreveria no coração do remanescente as Palavras d’Ele.  O avivamento fácil e superficial não dura muito tempo.
  • 10.  1ª - de 627 a 606 a.C. - fase da denúncia. Época em que ele chama a atenção do povo, apelando a que se arrependa. Neste período, Josias era rei de Judá.  2ª - de 606 a 596 a.C. - fase da visitação de Deus. Época em que o profeta anuncia com veemência o juízo de Deus. Nesse período, Jerusalém é atacada e destruída pelos babilônios. Nessa ocasião, foram reis de Judá: Jeoacaz, Jeoaquim, e Joaquim.  3ª - de 596 a 580 a.C. - fase do convite. Época em que Jeremias ministra ao povo em Jerusalém e, posteriormente, no Egito. O juízo de Deus já se fizera executar sobre todos, mas Suas misericórdias continuavam renovando-se a cada manhã! Zedequias foi o rei de Judá nesse período.
  • 11.  1 –(12.1-4) temos a exteriorização de uma luta [íntima] enfrentada pelo profeta, e da qual todos nós, nalgum momento da vida, também participamos: a questão do bem-estar e prosperidade dos ímpios, enquanto, muitas vezes, os justos lutam com grandes dificuldades. Compare com o Sl 73.  2 - na resposta do Senhor ao questionamento acima apresentado, aprendemos uma lição profunda: o nosso momento atual pode ser de um sofrimento "infantil", à vista do sofrimento de outras pessoas, ou do sofrimento que nós mesmos iremos experimentar no futuro! Hb 12.3-5. É mais sábio aprendermos e aceitarmos o sofrimento presente, armazenando, por seu intermédio, forças para o futuro, do que abrir a boca para reclamar!  3 -(17) homens são homens. Por melhores que sejam. Por mais crentes. Por mais exemplares. Continuam sendo homens. Herdeiros do sangue de Adão. E, portanto, indignos da nossa confiança completa. Podem causar-nos decepções. Podem orientar-nos erradamente. Podem equivocar-se. Nunca se esqueça desta grande verdade: homens são apenas homens. Por isso mesmo, não confiemos nem em nosso próprio coração. Só o Senhor é digno de completa confiança!
  • 12.  4 –(18.4) o tempo da graça tem o seu final. Na vida da humanidade como um todo, e na vida de cada pessoa, individualmente. Esta lição fica bem clara neste livro! No capítulo 18.4, aprendemos que um vaso pode ser remodelado, enquanto o barro ainda está molhado. Todavia, depois de seco, só presta para ser quebrado e enterrado (19.10,11). Aproveitemos o tempo da graça, enquanto podemos ser remodelados. Haverá um tempo quando isso não mais será possível! Tomemos como exemplo a experiência de Esaú: Hb 12.16,17.  5 - a mensagem que Deus dá aos Seus servos, muitas vezes é "contraditória, incoerente, inaceitável". Vejamos: a Jeremias foi dado dizer ao povo que se rendesse aos babilônios. Isso era, literalmente, entregar-se ao inimigo! A loucura de Deus é muito mais sábia, coerente e inteligente do que os mais elaborados raciocínios humanos. Nunca nos esqueçamos disso! Portanto, abracemos os princípios do Evangelho - tomar a cruz, negarmo-nos a nós mesmos, etc - sem medo. Parecem loucura. Nossa sociedade jamais irá aceitá-los. São a "traição ao próprio eu". Todavia, em Sua "loucura", Deus é muito, infinitamente mais sábio do que o mais sábio dos homens. E Seus seguidores, também
  • 13.  Jr. 23.1-8: Jesus é o Pastor e Renovo.  Jr. 31.31-34: Em Cristo a nova aliança seria estabelecida.  O profeta Jeremias constitui-se, também, numa preciosa mensagem messiânica, pois como homem sofredor e rejeitado, ele tipifica muito de perto o Senhor Jesus!
  • 14. “Então, me invocareis, passareis a orar a mim, e eu vos ouvirei. Buscar-me-eis e me achareis quando me buscardes de todo o vosso coração”. Jr. 29:12,13