SlideShare uma empresa Scribd logo
O DESERTO E NESCESSARIO NA VIDA DO HUMANO CRISTÃO.
Texto Base – Êxodo 13: 17-22
O deserto foi bem ligado com o início do ministério de Jesus. No livro de
Marcos, a palavra 'deserto' é usada quatro vezes nos primeiros treze versículos
(Versículos 3, 4, 12, 13 no original. Em diversas traduções portuguesas a
palavra 'deserto' não aparece no v. 13, mas aparece nos textos gregos), mas
não é usada mais nenhuma vez depois. Qual tipo de lugar era o deserto?
O deserto, também, era lugar de refúgio (Ap 12.14), de revelação e chamado
(Êx 3.1-3), de provação (Dt 8.1-3), de juízo (Nm 32.13), de tentação (Mt4.1) e
de pregação de boas novas (Mc 1.1-4). Tomamos o “deserto” como uma
metáfora da vida, do palco onde se desenrola o drama da vida cristã. E há
momentos em nossa vida em que experimentamos uma espécie de “deserto
espiritual”, momentos de secura e escassez de alegria espiritual, Lugar de
infertilidade e tristeza. (Mas na verdade isso tem tbm outro sentido)
►João pregou no deserto, que segundo a profecia de Isaías 40:3-5, foi
preparado para a chegada da glória do Senhor. ► O deserto foi o lugar lógico
para o trabalho de João porque simbolizava os corações do povo, corações
secos e mortos. ►Ele veio para tirar as barreiras espirituais do povo que
poderiam impedir a vinda do Messias. Foi uma tarefa formidável: "Todos os
vales serão levantados, todos os montes e colinas serão aplanados; os
terrenos acidentados se tornarão planos; as escarpas serão niveladas"
(Isaías 40:4). Para realizar esta transformação João veio para este povo árido
pregando arrependimento (Mateus 3:2, 7-10). O arrependimento em que João
insistiu não era nada despreocupado, mas envolveu uma reorientação radical
da vida (note Lucas 3:10-14). Tornar este deserto num lugar frutífero exigiria
mudanças em todo aspecto do dia-a-dia do povo.
►LUGAR DE SIMPLICIDADE
►Nem todo servo de Deus sofre tudo isso na vida, mas para servir ao Senhor
temos que estar dispostos a passar por severas tribulações, colocar as
necessidades dos irmãos acima das próprias luxúrias (Lucas 3:11; 12:33;
14:33), colocar o reino acima de todas as coisas (Mateus 6:33; 8:20), e deixar
de nos preocupar com questões de comida e roupa (Mateus 6:25-34; Lucas
10:7-8). A simplicidade de João no deserto serve como desafio para nós.
►LUGAR DE LIBERTAÇÃO
►Talvez a idéia do deserto esteja mais ligada com a idéia da libertação e da
salvação do que com qualquer outra idéia. Lembramo-nos de como o Senhor
soltou os israelitas das garras dos senhores egípcios e providenciou-lhes
redenção no deserto: "O povo que escapou da morte achou favor no deserto"
(Jeremias 31:2). Do mesmo jeito, nós, ao ficarmos libertados da escravidão do
pecado, passando pelo deserto (Oséias 2:14; Apocalipse 12:6, 14). O deserto
vem a simbolizar um lugar de salvação da servidão cruel.
O DESERTO E NESCESSARIO NA VIDA DO HUMANO CRISTÃO.
►LUGAR DE PROVA
Para Jesus, o deserto foi o lugar em que encontrou o Tentador e foi testado.
Para os israelitas, o deserto foi o lugar de provação também. Os resultados
eram totalmente opostos. Jesus derrotou Satanás em tudo. No caso dos
israelitas, todos eles passaram pelo mar e participavam da alimentação
providenciada por Deus no deserto; porém, "Deus não se agradou da maioria
deles; por isso os seus corpos ficaram espalhados no deserto" (1 Coríntios
10:5). É uma lição forte, porque 603.550 homens saíram do Egito, mas apenas
dois deles entraram na terra prometida! No deserto onde 99,99% dos israelitas
fracassaram, Jesus venceu. Qual era a diferença? Jesus confiou no Senhor e
na Palavra. Ele citou a escritura: "Não só de pão viverá o homem, mas de toda
palavra que procede da boca de Deus" (Mateus 4:4;
-Caíram por causa de um coração duro.
►LUGAR DE BÊNÇÃO
João, voz que clamava no deserto, anunciou Jesus como aquele que batiza
com o Espírito Santo. Vários textos proféticos mostram uma visão do deserto
transformado por Deus num lugar bem frutífero (Isaías 35:1, 6; 41:18-19; 43:19-
21; 51:3). Especialmente interessantes são os trechos que ligam o novo vigor
do deserto com a provisão do Espírito. "A fortaleza será abandonada, a cidade
barulhenta ficará deserta ... até que sobre nós o Espírito seja derramado do
alto, e o deserto se transforme em campo fértil, e o campo fértil pareça uma
floresta" (Isaías 32:14-15). "Pois derramarei água na terra sedenta, e torrentes
na terra seca; derramarei meu Espírito sobre sua prole, e minha bênção sobre
seus descendentes" (Isaías 44:3). As maravilhosas bênçãos que estão
disponíveis em Cristo vêm por causa do trabalho do Espírito Santo que tem
sido derramado sobre o povo de Deus (Ezequiel 39:29). E deu dons especiais
para várias pessoas (1 Coríntios 12-14). No século XXI, O Espírito Santo não
faz nenhuma destas coisas. Mas o Espírito Santo ainda existe, opera nas vidas
dos seus discípulos, e trabalha hoje. Através de Ezequiel, o Senhor profetizou
sobre nossa época dizendo: "Darei a vocês um coração novo e porei um
espírito novo em vocês; tirarei de vocês o coração de pedra e lhes darei um
coração de carne. Porei o meu Espírito em vocês e os levarei a agirem
segundo os meus decretos e a obedecerem fielmente às minhas leis" (Ezequiel
36:26-27).
1. DEUS CONDUZ O SEU POVO AO DESERTO
O nosso texto básico diz: Tendo Faraó deixado ir o povo, Deus não o levou
pelo caminho da terra dos filisteus, posto que mais perto, pois disse: Para que,
porventura, o povo não se arrependa, vendo a guerra, e tome ao Egito. Porém
Deus fez o povo rodear pelo caminho do deserto perto do mar Vermelho; e,
arregimentados, subiram os filhos de Israel do Egito (Êx 13.17,18).
Observamos aqui três lições principais:
►Deus mostra o caminho
►Deus carrega o seu povo (melhor no deserto com Deus que no manancial sem Ele)
►No deserto Deus esta te tratando (refinando)

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Lição 8 - A ordenança da Ceia do Senhor
Lição 8 - A ordenança da Ceia do SenhorLição 8 - A ordenança da Ceia do Senhor
Lição 8 - A ordenança da Ceia do Senhor
Éder Tomé
 
5. O Evangelho de Lucas
5. O Evangelho de Lucas5. O Evangelho de Lucas
5. O Evangelho de Lucas
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
39. O Profeta Miquéias
39. O Profeta Miquéias39. O Profeta Miquéias
39. O Profeta Miquéias
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
Aula 11 - Josué
Aula 11 - JosuéAula 11 - Josué
Aula 11 - Josué
ibrdoamor
 
Símbolos do Espírito Santo
Símbolos do Espírito SantoSímbolos do Espírito Santo
Símbolos do Espírito Santo
Pr. Welfany Nolasco Rodrigues
 
Os frutos do espírito completo
Os frutos do espírito completoOs frutos do espírito completo
Os frutos do espírito completo
Sandra Fuso
 
Reis e profetas - Aula 2
Reis e profetas - Aula 2Reis e profetas - Aula 2
Reis e profetas - Aula 2
Moisés Sampaio
 
A MISSÃO DE JESUS
A MISSÃO DE JESUSA MISSÃO DE JESUS
A MISSÃO DE JESUS
Paulo David
 
Estudo 01 tipos de oração geral
Estudo 01  tipos de oração geralEstudo 01  tipos de oração geral
Estudo 01 tipos de oração geral
Jaed Gomes
 
2 Reis - O Reino Dividido + Queda Reino do Norte
2 Reis - O Reino Dividido + Queda Reino do Norte2 Reis - O Reino Dividido + Queda Reino do Norte
2 Reis - O Reino Dividido + Queda Reino do Norte
Amor pela EBD
 
SlideShare Lição 6, O Profeta Elias e Eliseu, seu Sucessor, 3Tr21, Pr Henriqu...
SlideShare Lição 6, O Profeta Elias e Eliseu, seu Sucessor, 3Tr21, Pr Henriqu...SlideShare Lição 6, O Profeta Elias e Eliseu, seu Sucessor, 3Tr21, Pr Henriqu...
SlideShare Lição 6, O Profeta Elias e Eliseu, seu Sucessor, 3Tr21, Pr Henriqu...
Igreja Evangélica Assembleia de Deus Celebrando o Rei
 
Lição 1 Avivamento Espiritual.pptx
Lição 1 Avivamento Espiritual.pptxLição 1 Avivamento Espiritual.pptx
Lição 1 Avivamento Espiritual.pptx
ssuser63eee71
 
Livros Poéticos: Jó
Livros Poéticos: JóLivros Poéticos: Jó
Livros Poéticos: Jó
Viva a Igreja
 
Manual de cerimonias para o ministro evangélico - Pr Gesiel de Souza Oliveira
Manual de cerimonias para o ministro evangélico - Pr Gesiel de Souza OliveiraManual de cerimonias para o ministro evangélico - Pr Gesiel de Souza Oliveira
Manual de cerimonias para o ministro evangélico - Pr Gesiel de Souza Oliveira
Gesiel Oliveira
 
O Professor Da Ebd, Seu Papel E Desafios
O Professor Da Ebd, Seu Papel E DesafiosO Professor Da Ebd, Seu Papel E Desafios
O Professor Da Ebd, Seu Papel E Desafios
Silas Duarte Jr
 
Ezequiel
EzequielEzequiel
Ezequiel
Ricardo Gondim
 
Estudo bíblico ação de graças
Estudo bíblico ação de graçasEstudo bíblico ação de graças
Estudo bíblico ação de graças
Daniel da Costa
 
Curso para obreiros
Curso para obreirosCurso para obreiros
Curso para obreiros
CELSO SOARES
 
Os Profetas Maiores: estudo introdutório
Os Profetas Maiores: estudo introdutórioOs Profetas Maiores: estudo introdutório
Os Profetas Maiores: estudo introdutório
Viva a Igreja
 
Lição 06: Pais Zelosos e Filhos Rebeldes.pptx
Lição 06: Pais Zelosos e Filhos Rebeldes.pptxLição 06: Pais Zelosos e Filhos Rebeldes.pptx
Lição 06: Pais Zelosos e Filhos Rebeldes.pptx
Celso Napoleon
 

Mais procurados (20)

Lição 8 - A ordenança da Ceia do Senhor
Lição 8 - A ordenança da Ceia do SenhorLição 8 - A ordenança da Ceia do Senhor
Lição 8 - A ordenança da Ceia do Senhor
 
5. O Evangelho de Lucas
5. O Evangelho de Lucas5. O Evangelho de Lucas
5. O Evangelho de Lucas
 
39. O Profeta Miquéias
39. O Profeta Miquéias39. O Profeta Miquéias
39. O Profeta Miquéias
 
Aula 11 - Josué
Aula 11 - JosuéAula 11 - Josué
Aula 11 - Josué
 
Símbolos do Espírito Santo
Símbolos do Espírito SantoSímbolos do Espírito Santo
Símbolos do Espírito Santo
 
Os frutos do espírito completo
Os frutos do espírito completoOs frutos do espírito completo
Os frutos do espírito completo
 
Reis e profetas - Aula 2
Reis e profetas - Aula 2Reis e profetas - Aula 2
Reis e profetas - Aula 2
 
A MISSÃO DE JESUS
A MISSÃO DE JESUSA MISSÃO DE JESUS
A MISSÃO DE JESUS
 
Estudo 01 tipos de oração geral
Estudo 01  tipos de oração geralEstudo 01  tipos de oração geral
Estudo 01 tipos de oração geral
 
2 Reis - O Reino Dividido + Queda Reino do Norte
2 Reis - O Reino Dividido + Queda Reino do Norte2 Reis - O Reino Dividido + Queda Reino do Norte
2 Reis - O Reino Dividido + Queda Reino do Norte
 
SlideShare Lição 6, O Profeta Elias e Eliseu, seu Sucessor, 3Tr21, Pr Henriqu...
SlideShare Lição 6, O Profeta Elias e Eliseu, seu Sucessor, 3Tr21, Pr Henriqu...SlideShare Lição 6, O Profeta Elias e Eliseu, seu Sucessor, 3Tr21, Pr Henriqu...
SlideShare Lição 6, O Profeta Elias e Eliseu, seu Sucessor, 3Tr21, Pr Henriqu...
 
Lição 1 Avivamento Espiritual.pptx
Lição 1 Avivamento Espiritual.pptxLição 1 Avivamento Espiritual.pptx
Lição 1 Avivamento Espiritual.pptx
 
Livros Poéticos: Jó
Livros Poéticos: JóLivros Poéticos: Jó
Livros Poéticos: Jó
 
Manual de cerimonias para o ministro evangélico - Pr Gesiel de Souza Oliveira
Manual de cerimonias para o ministro evangélico - Pr Gesiel de Souza OliveiraManual de cerimonias para o ministro evangélico - Pr Gesiel de Souza Oliveira
Manual de cerimonias para o ministro evangélico - Pr Gesiel de Souza Oliveira
 
O Professor Da Ebd, Seu Papel E Desafios
O Professor Da Ebd, Seu Papel E DesafiosO Professor Da Ebd, Seu Papel E Desafios
O Professor Da Ebd, Seu Papel E Desafios
 
Ezequiel
EzequielEzequiel
Ezequiel
 
Estudo bíblico ação de graças
Estudo bíblico ação de graçasEstudo bíblico ação de graças
Estudo bíblico ação de graças
 
Curso para obreiros
Curso para obreirosCurso para obreiros
Curso para obreiros
 
Os Profetas Maiores: estudo introdutório
Os Profetas Maiores: estudo introdutórioOs Profetas Maiores: estudo introdutório
Os Profetas Maiores: estudo introdutório
 
Lição 06: Pais Zelosos e Filhos Rebeldes.pptx
Lição 06: Pais Zelosos e Filhos Rebeldes.pptxLição 06: Pais Zelosos e Filhos Rebeldes.pptx
Lição 06: Pais Zelosos e Filhos Rebeldes.pptx
 

Destaque

22 exodo 33
22 exodo 3322 exodo 33
CONF. EXODO 13:1-22. (EX. No. 13). LA CONSAGRACION DE LOS PRIMOGENITOS Y EL V...
CONF. EXODO 13:1-22. (EX. No. 13). LA CONSAGRACION DE LOS PRIMOGENITOS Y EL V...CONF. EXODO 13:1-22. (EX. No. 13). LA CONSAGRACION DE LOS PRIMOGENITOS Y EL V...
CONF. EXODO 13:1-22. (EX. No. 13). LA CONSAGRACION DE LOS PRIMOGENITOS Y EL V...
CPV
 
365 profecias messiânicas
365 profecias messiânicas365 profecias messiânicas
365 profecias messiânicas
Diego Fortunatto
 
Geografia Bíblica - Antigo Egito
Geografia Bíblica - Antigo EgitoGeografia Bíblica - Antigo Egito
Geografia Bíblica - Antigo Egito
Andre Nascimento
 
64 Estudo Panorâmico da Bíblia (o livro de Provérbios)
64   Estudo Panorâmico da Bíblia (o livro de Provérbios)64   Estudo Panorâmico da Bíblia (o livro de Provérbios)
64 Estudo Panorâmico da Bíblia (o livro de Provérbios)
Robson Tavares Fernandes
 
A formação do povo Hebreu - n. 5
A formação do povo Hebreu - n. 5A formação do povo Hebreu - n. 5
A formação do povo Hebreu - n. 5
Graça Maciel
 
A Criação e o Shabbat Lunar - Refutado Serie 01
A Criação e o Shabbat Lunar - Refutado Serie 01 A Criação e o Shabbat Lunar - Refutado Serie 01
A Criação e o Shabbat Lunar - Refutado Serie 01
ASD Remanescentes
 

Destaque (7)

22 exodo 33
22 exodo 3322 exodo 33
22 exodo 33
 
CONF. EXODO 13:1-22. (EX. No. 13). LA CONSAGRACION DE LOS PRIMOGENITOS Y EL V...
CONF. EXODO 13:1-22. (EX. No. 13). LA CONSAGRACION DE LOS PRIMOGENITOS Y EL V...CONF. EXODO 13:1-22. (EX. No. 13). LA CONSAGRACION DE LOS PRIMOGENITOS Y EL V...
CONF. EXODO 13:1-22. (EX. No. 13). LA CONSAGRACION DE LOS PRIMOGENITOS Y EL V...
 
365 profecias messiânicas
365 profecias messiânicas365 profecias messiânicas
365 profecias messiânicas
 
Geografia Bíblica - Antigo Egito
Geografia Bíblica - Antigo EgitoGeografia Bíblica - Antigo Egito
Geografia Bíblica - Antigo Egito
 
64 Estudo Panorâmico da Bíblia (o livro de Provérbios)
64   Estudo Panorâmico da Bíblia (o livro de Provérbios)64   Estudo Panorâmico da Bíblia (o livro de Provérbios)
64 Estudo Panorâmico da Bíblia (o livro de Provérbios)
 
A formação do povo Hebreu - n. 5
A formação do povo Hebreu - n. 5A formação do povo Hebreu - n. 5
A formação do povo Hebreu - n. 5
 
A Criação e o Shabbat Lunar - Refutado Serie 01
A Criação e o Shabbat Lunar - Refutado Serie 01 A Criação e o Shabbat Lunar - Refutado Serie 01
A Criação e o Shabbat Lunar - Refutado Serie 01
 

Semelhante a 32 mensagem em exodo 13 do 17-22

Lição 612016_Vitória no deserto_GGR + textos_GGR
Lição 612016_Vitória no deserto_GGR + textos_GGRLição 612016_Vitória no deserto_GGR + textos_GGR
Lição 612016_Vitória no deserto_GGR + textos_GGR
Gerson G. Ramos
 
Lição 02 - Para Ouvir e Anunciar a Palavra de Deus.pptx
Lição 02 - Para Ouvir e Anunciar a Palavra de Deus.pptxLição 02 - Para Ouvir e Anunciar a Palavra de Deus.pptx
Lição 02 - Para Ouvir e Anunciar a Palavra de Deus.pptx
EAgoraSenhor
 
Números e Deuteronômio.pptx
Números e Deuteronômio.pptxNúmeros e Deuteronômio.pptx
Números e Deuteronômio.pptx
DouglasMoraes54
 
Lição 7 – Tentação – A Batalha por nossas Escolhas e Atitudes
Lição 7 – Tentação – A Batalha por nossas Escolhas e AtitudesLição 7 – Tentação – A Batalha por nossas Escolhas e Atitudes
Lição 7 – Tentação – A Batalha por nossas Escolhas e Atitudes
Hamilton Souza
 
Seguindo a Jesus - ev. Marcos
Seguindo a Jesus - ev. MarcosSeguindo a Jesus - ev. Marcos
Seguindo a Jesus - ev. Marcos
Eliezer Almeida
 
O cristo vivo
O cristo vivoO cristo vivo
O cristo vivo
Gil Antunes
 
O cristo vivo, o testemunho dos apostolos
O cristo vivo, o testemunho dos apostolosO cristo vivo, o testemunho dos apostolos
O cristo vivo, o testemunho dos apostolos
Solange Dal'Evedove
 
Teologia do antigo testamento a esperança messianica
Teologia do antigo testamento a esperança messianicaTeologia do antigo testamento a esperança messianica
Teologia do antigo testamento a esperança messianica
Jose Ventura
 
Doutrinas bíblicas CRISTOLOGIA
Doutrinas bíblicas  CRISTOLOGIADoutrinas bíblicas  CRISTOLOGIA
Doutrinas bíblicas CRISTOLOGIA
Roberto Trindade
 
Studo bíblico. pastor henrique berg
Studo bíblico. pastor henrique bergStudo bíblico. pastor henrique berg
Studo bíblico. pastor henrique berg
REFORMADOR PROTESTANTE
 
Lição 7 - Missões no Antigo Testamento
Lição 7 - Missões no Antigo TestamentoLição 7 - Missões no Antigo Testamento
Lição 7 - Missões no Antigo Testamento
Erberson Pinheiro
 
A Salvação e o Advento do Salvador.
A Salvação e o Advento do Salvador.A Salvação e o Advento do Salvador.
A Salvação e o Advento do Salvador.
Márcio Martins
 
Lição 3 - A salvação e o advento do Salvador
Lição 3 - A salvação e o advento do SalvadorLição 3 - A salvação e o advento do Salvador
Lição 3 - A salvação e o advento do Salvador
Erberson Pinheiro
 
Ide e pregai
Ide e pregaiIde e pregai
Ide e pregai
Elias Costa
 
❉ Respostas 612016_Vitória no deserto_GGR
❉ Respostas 612016_Vitória no deserto_GGR❉ Respostas 612016_Vitória no deserto_GGR
❉ Respostas 612016_Vitória no deserto_GGR
Gerson G. Ramos
 
Estudo sobre o Arrebatamento - Juniores
Estudo sobre o Arrebatamento - JunioresEstudo sobre o Arrebatamento - Juniores
Estudo sobre o Arrebatamento - Juniores
Sandra Fuso
 
Lição_222016_Início do ministério de Cristo_GGR
Lição_222016_Início do ministério de Cristo_GGRLição_222016_Início do ministério de Cristo_GGR
Lição_222016_Início do ministério de Cristo_GGR
Gerson G. Ramos
 
Lição 7 – Tentação – A Batalha por nossas Escolhas e Atitudes
Lição 7 – Tentação – A Batalha por nossas Escolhas e AtitudesLição 7 – Tentação – A Batalha por nossas Escolhas e Atitudes
Lição 7 – Tentação – A Batalha por nossas Escolhas e Atitudes
Éder Tomé
 
Lição 02 Eu Creio em Deus Filho- jovens - CPAD 2015
Lição 02 Eu Creio em Deus Filho- jovens - CPAD 2015Lição 02 Eu Creio em Deus Filho- jovens - CPAD 2015
Lição 02 Eu Creio em Deus Filho- jovens - CPAD 2015
João Paulo Silva Mendes
 
Licao 7 - 1T - 2019 - CPAD - 16x9.pptx
Licao 7 - 1T - 2019 - CPAD - 16x9.pptxLicao 7 - 1T - 2019 - CPAD - 16x9.pptx
Licao 7 - 1T - 2019 - CPAD - 16x9.pptx
AndreLuizMontanheiro
 

Semelhante a 32 mensagem em exodo 13 do 17-22 (20)

Lição 612016_Vitória no deserto_GGR + textos_GGR
Lição 612016_Vitória no deserto_GGR + textos_GGRLição 612016_Vitória no deserto_GGR + textos_GGR
Lição 612016_Vitória no deserto_GGR + textos_GGR
 
Lição 02 - Para Ouvir e Anunciar a Palavra de Deus.pptx
Lição 02 - Para Ouvir e Anunciar a Palavra de Deus.pptxLição 02 - Para Ouvir e Anunciar a Palavra de Deus.pptx
Lição 02 - Para Ouvir e Anunciar a Palavra de Deus.pptx
 
Números e Deuteronômio.pptx
Números e Deuteronômio.pptxNúmeros e Deuteronômio.pptx
Números e Deuteronômio.pptx
 
Lição 7 – Tentação – A Batalha por nossas Escolhas e Atitudes
Lição 7 – Tentação – A Batalha por nossas Escolhas e AtitudesLição 7 – Tentação – A Batalha por nossas Escolhas e Atitudes
Lição 7 – Tentação – A Batalha por nossas Escolhas e Atitudes
 
Seguindo a Jesus - ev. Marcos
Seguindo a Jesus - ev. MarcosSeguindo a Jesus - ev. Marcos
Seguindo a Jesus - ev. Marcos
 
O cristo vivo
O cristo vivoO cristo vivo
O cristo vivo
 
O cristo vivo, o testemunho dos apostolos
O cristo vivo, o testemunho dos apostolosO cristo vivo, o testemunho dos apostolos
O cristo vivo, o testemunho dos apostolos
 
Teologia do antigo testamento a esperança messianica
Teologia do antigo testamento a esperança messianicaTeologia do antigo testamento a esperança messianica
Teologia do antigo testamento a esperança messianica
 
Doutrinas bíblicas CRISTOLOGIA
Doutrinas bíblicas  CRISTOLOGIADoutrinas bíblicas  CRISTOLOGIA
Doutrinas bíblicas CRISTOLOGIA
 
Studo bíblico. pastor henrique berg
Studo bíblico. pastor henrique bergStudo bíblico. pastor henrique berg
Studo bíblico. pastor henrique berg
 
Lição 7 - Missões no Antigo Testamento
Lição 7 - Missões no Antigo TestamentoLição 7 - Missões no Antigo Testamento
Lição 7 - Missões no Antigo Testamento
 
A Salvação e o Advento do Salvador.
A Salvação e o Advento do Salvador.A Salvação e o Advento do Salvador.
A Salvação e o Advento do Salvador.
 
Lição 3 - A salvação e o advento do Salvador
Lição 3 - A salvação e o advento do SalvadorLição 3 - A salvação e o advento do Salvador
Lição 3 - A salvação e o advento do Salvador
 
Ide e pregai
Ide e pregaiIde e pregai
Ide e pregai
 
❉ Respostas 612016_Vitória no deserto_GGR
❉ Respostas 612016_Vitória no deserto_GGR❉ Respostas 612016_Vitória no deserto_GGR
❉ Respostas 612016_Vitória no deserto_GGR
 
Estudo sobre o Arrebatamento - Juniores
Estudo sobre o Arrebatamento - JunioresEstudo sobre o Arrebatamento - Juniores
Estudo sobre o Arrebatamento - Juniores
 
Lição_222016_Início do ministério de Cristo_GGR
Lição_222016_Início do ministério de Cristo_GGRLição_222016_Início do ministério de Cristo_GGR
Lição_222016_Início do ministério de Cristo_GGR
 
Lição 7 – Tentação – A Batalha por nossas Escolhas e Atitudes
Lição 7 – Tentação – A Batalha por nossas Escolhas e AtitudesLição 7 – Tentação – A Batalha por nossas Escolhas e Atitudes
Lição 7 – Tentação – A Batalha por nossas Escolhas e Atitudes
 
Lição 02 Eu Creio em Deus Filho- jovens - CPAD 2015
Lição 02 Eu Creio em Deus Filho- jovens - CPAD 2015Lição 02 Eu Creio em Deus Filho- jovens - CPAD 2015
Lição 02 Eu Creio em Deus Filho- jovens - CPAD 2015
 
Licao 7 - 1T - 2019 - CPAD - 16x9.pptx
Licao 7 - 1T - 2019 - CPAD - 16x9.pptxLicao 7 - 1T - 2019 - CPAD - 16x9.pptx
Licao 7 - 1T - 2019 - CPAD - 16x9.pptx
 

Mais de IGREJA ADCP CAMPOS ELÍSEOS

O poder das cruz (17 12-17)
O poder das cruz (17 12-17)O poder das cruz (17 12-17)
O poder das cruz (17 12-17)
IGREJA ADCP CAMPOS ELÍSEOS
 
Obstáculos para zaqueu receber a benção
Obstáculos para zaqueu receber a bençãoObstáculos para zaqueu receber a benção
Obstáculos para zaqueu receber a benção
IGREJA ADCP CAMPOS ELÍSEOS
 
O obreiro vaso
O obreiro  vasoO obreiro  vaso
O desafio de seguir a cristo
O desafio de seguir a cristoO desafio de seguir a cristo
O desafio de seguir a cristo
IGREJA ADCP CAMPOS ELÍSEOS
 
Josué 6
Josué 6Josué 6
è Tempo de ter uma vida de vitória e conquistas
è Tempo de ter uma vida de vitória e conquistasè Tempo de ter uma vida de vitória e conquistas
è Tempo de ter uma vida de vitória e conquistas
IGREJA ADCP CAMPOS ELÍSEOS
 
Três palavras de
Três palavras deTrês palavras de
Três palavras de
IGREJA ADCP CAMPOS ELÍSEOS
 
Romanos 4
Romanos 4Romanos 4
Promessas de deus para nós
Promessas de deus para nósPromessas de deus para nós
Promessas de deus para nós
IGREJA ADCP CAMPOS ELÍSEOS
 
Poder do espirito santo
Poder do espirito santoPoder do espirito santo
Poder do espirito santo
IGREJA ADCP CAMPOS ELÍSEOS
 
Perseverar até o fim hebreus 12
Perseverar até o fim                    hebreus 12Perseverar até o fim                    hebreus 12
Perseverar até o fim hebreus 12
IGREJA ADCP CAMPOS ELÍSEOS
 
Obed edom
Obed edomObed edom
O poder das cruz (17 12-17)
O poder das cruz (17 12-17)O poder das cruz (17 12-17)
O poder das cruz (17 12-17)
IGREJA ADCP CAMPOS ELÍSEOS
 
Josué 24
Josué 24Josué 24
João 10 (domingo)
João 10 (domingo)João 10 (domingo)
João 10 (domingo)
IGREJA ADCP CAMPOS ELÍSEOS
 
Exodo 33
Exodo 33Exodo 33
Como hei de trazer para a minha casa a arca de deus
Como hei de trazer para a minha casa a arca de deusComo hei de trazer para a minha casa a arca de deus
Como hei de trazer para a minha casa a arca de deus
IGREJA ADCP CAMPOS ELÍSEOS
 
2 reis 2
2 reis 22 reis 2
47 o gemido de rispa
47  o gemido de rispa47  o gemido de rispa
47 o gemido de rispa
IGREJA ADCP CAMPOS ELÍSEOS
 
46 as bençãos celestiais
46 as bençãos celestiais46 as bençãos celestiais
46 as bençãos celestiais
IGREJA ADCP CAMPOS ELÍSEOS
 

Mais de IGREJA ADCP CAMPOS ELÍSEOS (20)

O poder das cruz (17 12-17)
O poder das cruz (17 12-17)O poder das cruz (17 12-17)
O poder das cruz (17 12-17)
 
Obstáculos para zaqueu receber a benção
Obstáculos para zaqueu receber a bençãoObstáculos para zaqueu receber a benção
Obstáculos para zaqueu receber a benção
 
O obreiro vaso
O obreiro  vasoO obreiro  vaso
O obreiro vaso
 
O desafio de seguir a cristo
O desafio de seguir a cristoO desafio de seguir a cristo
O desafio de seguir a cristo
 
Josué 6
Josué 6Josué 6
Josué 6
 
è Tempo de ter uma vida de vitória e conquistas
è Tempo de ter uma vida de vitória e conquistasè Tempo de ter uma vida de vitória e conquistas
è Tempo de ter uma vida de vitória e conquistas
 
Três palavras de
Três palavras deTrês palavras de
Três palavras de
 
Romanos 4
Romanos 4Romanos 4
Romanos 4
 
Promessas de deus para nós
Promessas de deus para nósPromessas de deus para nós
Promessas de deus para nós
 
Poder do espirito santo
Poder do espirito santoPoder do espirito santo
Poder do espirito santo
 
Perseverar até o fim hebreus 12
Perseverar até o fim                    hebreus 12Perseverar até o fim                    hebreus 12
Perseverar até o fim hebreus 12
 
Obed edom
Obed edomObed edom
Obed edom
 
O poder das cruz (17 12-17)
O poder das cruz (17 12-17)O poder das cruz (17 12-17)
O poder das cruz (17 12-17)
 
Josué 24
Josué 24Josué 24
Josué 24
 
João 10 (domingo)
João 10 (domingo)João 10 (domingo)
João 10 (domingo)
 
Exodo 33
Exodo 33Exodo 33
Exodo 33
 
Como hei de trazer para a minha casa a arca de deus
Como hei de trazer para a minha casa a arca de deusComo hei de trazer para a minha casa a arca de deus
Como hei de trazer para a minha casa a arca de deus
 
2 reis 2
2 reis 22 reis 2
2 reis 2
 
47 o gemido de rispa
47  o gemido de rispa47  o gemido de rispa
47 o gemido de rispa
 
46 as bençãos celestiais
46 as bençãos celestiais46 as bençãos celestiais
46 as bençãos celestiais
 

Último

Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptxLição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
JaquelineSantosBasto
 
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermos
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermosEnfermos - Unção para consagração dosa enfermos
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermos
FernandoCavalcante48
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Lourhana
 
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdfPROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
Nelson Pereira
 
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
HerverthRibeiro1
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Nilson Almeida
 
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Celso Napoleon
 
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptxLição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Celso Napoleon
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Nilson Almeida
 

Último (10)

Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptxLição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
 
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermos
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermosEnfermos - Unção para consagração dosa enfermos
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermos
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
 
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdfPROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
 
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
 
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
 
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptxLição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
 

32 mensagem em exodo 13 do 17-22

  • 1. O DESERTO E NESCESSARIO NA VIDA DO HUMANO CRISTÃO. Texto Base – Êxodo 13: 17-22 O deserto foi bem ligado com o início do ministério de Jesus. No livro de Marcos, a palavra 'deserto' é usada quatro vezes nos primeiros treze versículos (Versículos 3, 4, 12, 13 no original. Em diversas traduções portuguesas a palavra 'deserto' não aparece no v. 13, mas aparece nos textos gregos), mas não é usada mais nenhuma vez depois. Qual tipo de lugar era o deserto? O deserto, também, era lugar de refúgio (Ap 12.14), de revelação e chamado (Êx 3.1-3), de provação (Dt 8.1-3), de juízo (Nm 32.13), de tentação (Mt4.1) e de pregação de boas novas (Mc 1.1-4). Tomamos o “deserto” como uma metáfora da vida, do palco onde se desenrola o drama da vida cristã. E há momentos em nossa vida em que experimentamos uma espécie de “deserto espiritual”, momentos de secura e escassez de alegria espiritual, Lugar de infertilidade e tristeza. (Mas na verdade isso tem tbm outro sentido) ►João pregou no deserto, que segundo a profecia de Isaías 40:3-5, foi preparado para a chegada da glória do Senhor. ► O deserto foi o lugar lógico para o trabalho de João porque simbolizava os corações do povo, corações secos e mortos. ►Ele veio para tirar as barreiras espirituais do povo que poderiam impedir a vinda do Messias. Foi uma tarefa formidável: "Todos os vales serão levantados, todos os montes e colinas serão aplanados; os terrenos acidentados se tornarão planos; as escarpas serão niveladas" (Isaías 40:4). Para realizar esta transformação João veio para este povo árido pregando arrependimento (Mateus 3:2, 7-10). O arrependimento em que João insistiu não era nada despreocupado, mas envolveu uma reorientação radical da vida (note Lucas 3:10-14). Tornar este deserto num lugar frutífero exigiria mudanças em todo aspecto do dia-a-dia do povo. ►LUGAR DE SIMPLICIDADE ►Nem todo servo de Deus sofre tudo isso na vida, mas para servir ao Senhor temos que estar dispostos a passar por severas tribulações, colocar as necessidades dos irmãos acima das próprias luxúrias (Lucas 3:11; 12:33; 14:33), colocar o reino acima de todas as coisas (Mateus 6:33; 8:20), e deixar de nos preocupar com questões de comida e roupa (Mateus 6:25-34; Lucas 10:7-8). A simplicidade de João no deserto serve como desafio para nós. ►LUGAR DE LIBERTAÇÃO ►Talvez a idéia do deserto esteja mais ligada com a idéia da libertação e da salvação do que com qualquer outra idéia. Lembramo-nos de como o Senhor soltou os israelitas das garras dos senhores egípcios e providenciou-lhes redenção no deserto: "O povo que escapou da morte achou favor no deserto" (Jeremias 31:2). Do mesmo jeito, nós, ao ficarmos libertados da escravidão do pecado, passando pelo deserto (Oséias 2:14; Apocalipse 12:6, 14). O deserto vem a simbolizar um lugar de salvação da servidão cruel.
  • 2. O DESERTO E NESCESSARIO NA VIDA DO HUMANO CRISTÃO. ►LUGAR DE PROVA Para Jesus, o deserto foi o lugar em que encontrou o Tentador e foi testado. Para os israelitas, o deserto foi o lugar de provação também. Os resultados eram totalmente opostos. Jesus derrotou Satanás em tudo. No caso dos israelitas, todos eles passaram pelo mar e participavam da alimentação providenciada por Deus no deserto; porém, "Deus não se agradou da maioria deles; por isso os seus corpos ficaram espalhados no deserto" (1 Coríntios 10:5). É uma lição forte, porque 603.550 homens saíram do Egito, mas apenas dois deles entraram na terra prometida! No deserto onde 99,99% dos israelitas fracassaram, Jesus venceu. Qual era a diferença? Jesus confiou no Senhor e na Palavra. Ele citou a escritura: "Não só de pão viverá o homem, mas de toda palavra que procede da boca de Deus" (Mateus 4:4; -Caíram por causa de um coração duro. ►LUGAR DE BÊNÇÃO João, voz que clamava no deserto, anunciou Jesus como aquele que batiza com o Espírito Santo. Vários textos proféticos mostram uma visão do deserto transformado por Deus num lugar bem frutífero (Isaías 35:1, 6; 41:18-19; 43:19- 21; 51:3). Especialmente interessantes são os trechos que ligam o novo vigor do deserto com a provisão do Espírito. "A fortaleza será abandonada, a cidade barulhenta ficará deserta ... até que sobre nós o Espírito seja derramado do alto, e o deserto se transforme em campo fértil, e o campo fértil pareça uma floresta" (Isaías 32:14-15). "Pois derramarei água na terra sedenta, e torrentes na terra seca; derramarei meu Espírito sobre sua prole, e minha bênção sobre seus descendentes" (Isaías 44:3). As maravilhosas bênçãos que estão disponíveis em Cristo vêm por causa do trabalho do Espírito Santo que tem sido derramado sobre o povo de Deus (Ezequiel 39:29). E deu dons especiais para várias pessoas (1 Coríntios 12-14). No século XXI, O Espírito Santo não faz nenhuma destas coisas. Mas o Espírito Santo ainda existe, opera nas vidas dos seus discípulos, e trabalha hoje. Através de Ezequiel, o Senhor profetizou sobre nossa época dizendo: "Darei a vocês um coração novo e porei um espírito novo em vocês; tirarei de vocês o coração de pedra e lhes darei um coração de carne. Porei o meu Espírito em vocês e os levarei a agirem segundo os meus decretos e a obedecerem fielmente às minhas leis" (Ezequiel 36:26-27). 1. DEUS CONDUZ O SEU POVO AO DESERTO O nosso texto básico diz: Tendo Faraó deixado ir o povo, Deus não o levou pelo caminho da terra dos filisteus, posto que mais perto, pois disse: Para que, porventura, o povo não se arrependa, vendo a guerra, e tome ao Egito. Porém Deus fez o povo rodear pelo caminho do deserto perto do mar Vermelho; e, arregimentados, subiram os filhos de Israel do Egito (Êx 13.17,18). Observamos aqui três lições principais: ►Deus mostra o caminho ►Deus carrega o seu povo (melhor no deserto com Deus que no manancial sem Ele) ►No deserto Deus esta te tratando (refinando)