Ponte de terra prognóstico urbanismo

657 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
657
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
91
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ponte de terra prognóstico urbanismo

  1. 1. SETOR HABITACIONAL<br />PONTE DE TERRAoficina comunitária participativa<br />Prognóstico de uso e ocupação do soloGama, 13de Agosto de 2011.<br />
  2. 2. CONCEPÇÃO URBANÍSTICA<br />Diretrizes:<br /><ul><li> Manter as características de uso e ocupação do solo;
  3. 3. Preservar o maior número de ocupações existentes possíveis;
  4. 4. Atender as demandas da população;
  5. 5. Cumprir as funções sociais da propriedade;</li></li></ul><li>CONDICIONANTES AMBIENTAIS<br />ÁREA DE PROTEÇÃO DE MANANCIAL<br />Restrições a ocupação - PDOT – LC 803/2009<br />APM Ponte de Terra e APM Olhos d água:<br />“Proibição do parcelamento do solo urbano e rural.”<br /><ul><li> Exceção quanto aos parcelamentos com projetos já registrados em cartório e</li></ul>aqueles incluídos na Estratégia de Regularização Fundiária.<br />
  6. 6. CONDICIONANTES AMBIENTAIS<br />APM OLHOS D ÁGUA<br />APM PONTE DE TERRA<br />
  7. 7. RESTRIÇÕES LEGAIS<br />FAIXAS DE DOMÍNIO DAS RODOVIAS <br />Decreto No 27.365, de 1 de novembro de 2006.<br />Dimensões a partir do seu eixo:<br /><ul><li> DF-001 e DF-480 (grupo I) – 100 metros;
  8. 8. VC 341 (grupo IV) – 40 metros. </li></ul>Essas faixas têm a importância de conferir maior segurança e fluidez ao trânsito.<br />FAIXA NON AEDIFICANDI: 15 metros.<br />
  9. 9. SISTEMA VIÁRIO<br />LEGISLAÇÃO<br />Decreto Nº 26.048, de 20 de julho de 2005<br />
  10. 10. SISTEMA VIÁRIO<br />LEGISLAÇÃO<br />
  11. 11. SISTEMA VIÁRIO<br />PROJETOS FUTUROS<br />
  12. 12. SISTEMA VIÁRIO<br />SITUAÇÃO EXISTENTE<br />Principais problemas para adequação: <br /><ul><li> Dimensão inadequada das vias;
  13. 13. Faltam calçadas;
  14. 14. Raios de giro inexistentes.</li></ul>LEGENDA<br />MENORES QUE 8.30 m<br />ENTRE 8.30 e 11 m<br />MAIOR QUE 11 m<br />PROBLEMA DE RETORNO<br />PROBLEMA DE DRENAGEM<br />PROBLEMA DE RETORNO E<br /> DRENAGEM<br />
  15. 15. SISTEMA VIÁRIO<br />DIAGNÓSTICO PARTICIPATIVO<br />Ruas estreitas <br />Ruas sem retorno<br />Sistema de endereçamento desorganizado<br />Ruas muito longas <br />Problemas de acesso ao setor:<br />Dificuldade de acesso e fluxo interno nas horas de pico;<br />Ampliar a Av.São Francisco<br />Passarelas na S. Francisco com a rodovia<br />Faltam:<br /><ul><li> Estacionamentos públicos;
  16. 16. Iluminação publica;
  17. 17. Transporte público coletivo;
  18. 18. Pavimentação
  19. 19. Calçadas;
  20. 20. Mobiliário Urbano: lixeiras, Sinalização,Pontos de ônibus...
  21. 21. Coleta de lixo; </li></li></ul><li>SISTEMA VIÁRIO<br />DIAGNÓSTICO PARTICIPATIVO<br />Biomapa produzido na oficina de 23/07/2011<br />
  22. 22. SISTEMA VIÁRIO<br />PROPOSTA DE HIERARQUIA DO SISTEMA VIÁRIO<br />Biomapa produzido na oficina de 23/07/2011<br />
  23. 23. SISTEMA VIÁRIO<br />PROPOSTA DE HIERARQUIA VIÁRIA<br />
  24. 24. SISTEMA VIÁRIO<br />CENÁRIO 1 – ATENDER TODAS AS EXIGENCIAS DA NORMA<br />PADRÃO MÍNIMO DA NORMA<br />Vias Secundárias e Locais<br />
  25. 25. SISTEMA VIÁRIO<br />CENÁRIO 2 – PADRÃO ALTERNATIVO<br />VIA PRINCIPAL – PADRÃO SERVIDÃO<br />
  26. 26. SISTEMA VIÁRIO<br />CENÁRIO 2 – PADRÃO ALTERNATIVO<br />VIA PRINCIPAL<br />
  27. 27. SISTEMA VIÁRIO<br />CENÁRIO 2 – PADRÃO ALTERNATIVO<br />VIA MARGINAL<br />
  28. 28. SISTEMA VIÁRIO<br />CENÁRIO 2 – PADRÃO ALTERNATIVO<br />VIA SECUNDÁRIA - PADRÃO 15 m <br />
  29. 29. SISTEMA VIÁRIO<br />CENÁRIO 2 – PADRÃO ALTERNATIVO<br />VIA SECUNDÁRIA - PADRÃO 10 m <br />Av. São Francisco<br />VIA SECUNDÁRIA E LOCAL - PADRÃO 11 m <br />
  30. 30. SISTEMA VIÁRIO<br />CENÁRIO 2 – PADRÃO ALTERNATIVO<br />VIA LOCAL - PADRÃO 8.30 m <br />VIA LOCAL - PADRÃO 7.30 m<br />Via compartilhada <br />
  31. 31. SISTEMA VIÁRIO<br />PROBLEMAS DE RETORNO<br />CONTINUIDADE DE VIA<br />Problema de drenagem<br />CUL-DE-SAC - LATERAL<br />CUL-DE-SAC - CENTRAL<br />
  32. 32. USO DO SOLO<br />LEGISLAÇÃO<br />PARÂMETROS(PDOT/ 2009, Anexo VI)<br />Obs:<br /><ul><li>Lotes destinados à produção agrícula poderão ter área superior a 2.500 m2, com coeficiente de aproveitamento básico de 0,3.</li></ul>Densidade PDOT: Baixa (até 50 hab./ ha);<br />EU/EC/ELUP: 10% da Área<br />Bacias de infiltração: 5% da Área<br />
  33. 33. USO DO SOLO<br />SITUAÇÃO EXISTENTE<br />
  34. 34. USO DO SOLO<br />SITUAÇÃO EXISTENTE<br />
  35. 35. USO DO SOLO<br />DIAGNÓSTICO PARTICIPATIVO<br />Preservar as áreas verdes;<br />Uso predominante residencial;<br />Residências unifamiliares + sobradinhos (coletivo);<br />Área mínima dos lotes = 400 m2;<br />Umidade do solo próximos às nascentes;<br />Usos Incômodos – lixo, casas de festas , ferro velho e reciclagem;<br />Drenagem – aumentar as áreas verdes dentro dos terrenos + jardins privados;<br />Aumentar comércio;<br />Criar padrão de ocupação do terreno;<br />
  36. 36. USO DO SOLO<br />PROPOSTA DE USO DO SOLO - DENSIDADE<br />
  37. 37. USO DO SOLO<br />PROPOSTA DE USO DO SOLO<br />
  38. 38. EQUIPAMENTOS COMUNITÁRIOS E ELUP<br />DIAGNÓSTICO PARTICIPATIVO<br />
  39. 39. EQUIPAMENTOS COMUNITÁRIOS E ELUP<br />DIAGNÓSTICO PARTICIPATIVO<br /> Pista de Cooper ao redor da área verde;<br />Posto de saúde<br /> Falta de áreas de lazer:Parques infantis, academia popular, quadra poliesportiva, Centro de convivência, Campo de futebol, etc.<br /> Existem clubes e um campo de grama sintética, insuficientes para atender a população (áreas privadas);<br />
  40. 40. EQUIPAMENTOS COMUNITÁRIOS E ELUP<br />PROPOSTA DE EQUIPAMENTOS<br />
  41. 41. ENDEREÇAMENTO<br />SITUAÇÃO EXISTENTE<br />Problemas verificados:<br /><ul><li> Numeração Desordenada;
  42. 42. Vias locais / condomínios.</li></ul>Soluções Possíveis:<br /><ul><li>Quadras;
  43. 43. Ordenação lógica da</li></ul>numeração.<br />

×