SlideShare uma empresa Scribd logo
AGRICULTURA:	
NO CENTRO DA
NOSSA VIDA
Cultivar	os	nossos	
alimentos,	cuidar	
do	ambiente	
e	assegurar	
a	prosperidade	
das	zonas	rurais
SABIA QUE...
São	28 os	países
(«Estados-Membros»)	
na	União	Europeia	(UE)?
E	há	500
milhões de	
consumidores?	
77% 47%
30%
Mais	de	77%	
do	território	da	UE	é	rural	
(47%	de	terrenos	agrícolas,	
30%	de	florestas)?
A	agricultura	e	as	indústrias	
agroalimentares	representam	
44	milhões	de	postos	de	trabalho	
e	7%	do	PIB	da	UE?
Existem	cerca	de	11	milhões	de	
explorações	agrícolas	na	UE,	
que	empregam	aproximadamente	
22	milhões	de	agricultores	
e	trabalhadores	agrícolas?
SABIA
QUE...
A	UE	apoia	os	agricultores,	
ajudando-os	a:
• produzir	uma	quantidade	
suficiente	de	alimentos seguros	
e	de	qualidade	para	todos	os	
cidadãos	da	UE;
• preservar o	ambiente;
• dinamizar as	zonas rurais?
SABIA
QUE...
O	João	e	a	Marta	cultivam	
uma	exploração	agrícola	
de	12	hectares	
(aproximadamente	o	tamanho	
de	20	campos	de	futebol).
É	a	dimensão	média	das	
explorações	agrícolas	na	UE.
Cultivam	cereais,	criam	
ovelhas e	produzem	queijo
(de	leite	de	ovelha).
APRESENTAMOS
O JOÃO E A MARTA
PRODUZIR ALIMENTOS SAUDÁVEIS,	
SEGUROS E NUTRITIVOS
A	UE	produz	um	vasto	leque	
de	produtos	alimentares	e	bebidas.
Anualmente,	os	agricultores	da	UE	produzem:	
• 10	milhões	de	toneladas	de	maçãs;	
• 140	milhões	de	toneladas	de	leite; e
• 300	milhões	de	toneladas	de	cereais.
PRODUZIR ALIMENTOS
SAUDÁVEIS,	SEGUROS
E NUTRITIVOS
É	um	processo	complexo,	desde	a	
exploração	agrícola	até	à	nossa	mesa.	
Graças	aos	agricultores,	usufruímos	
de	alimentos	seguros,	de	elevada	
qualidade,	rastreáveis	e	produzidos	
de	forma	sustentável.
1.	ALIMENTOS
DE ELEVADA QUALIDADE
As	ovelhas	do	João	e	da	Marta	pastam	
ao	ar	livre	e	comem	a	erva	de	que	
necessitam	para	se	manterem	saudáveis	
e	produzir	leite	de	elevada	qualidade.
Este	leite	é	transformado	em	queijo.
1.	ALIMENTOS DE ELEVADA QUALIDADE
O	queijo	do	João	e	da	Marta	
possui	o	rótulo	biológico	da	
UE,	ou	seja,	é	produzido	
mediante	regras	estritas,	
como	o	respeito	pelo	ambiente	
e	o	bem-estar	dos	animais.
A	exploração	agrícola	deles	
é	inspecionada	anualmente	
para	garantir	que	cumprem	
as	regras.
2.	ALIMENTOS RASTREÁVEIS,	
DO PRADO AO PRATO
O	João	e	a	Marta	colocam	
marcas	auriculares	nos	
cordeiros	nascidos	na	
exploração	deles.
Cada	marca	auricular	possui	
um	código	que	identifica	
o	cordeiro.	
Assim,	se	o	cordeiro	for	vendido	
no	mercado,	o	comprador	sabe	
de	onde	provém.
2.	ALIMENTOS RASTREÁVEIS,	
DO PRADO AO PRATO
Também	é	possível	rastrear	outros	
produtos	na	UE,	por	exemplo	
através	dos	códigos	gravados	nos	
ovos	e	na	respetiva	embalagem	
(tamanho	e	método	de	produção).
Enquanto	consumidores,	isto	
permite-nos	saber	mais	acerca	
de	como	foram	produzidos	
os	nossos	alimentos.
PROTEGER O AMBIENTE
Os	agricultores	dependem	dos	recursos	
naturais (por	exemplo,	o	solo	e	a	água)	
para	garantir	o	seu	sustento	diário.
Isto	significa	que	têm	de	os	preservar
e	cuidar	da	terra	que	trabalham.
Deste	modo,	preservam	a	nossa	biodiversidade	
e	ajudam	a	lutar	contra	as	alterações	climáticas.
1.	AGRICULTURA SUSTENTÁVEL
PARA AS GERAÇÕES FUTURAS
O	João	e	a	Marta	utilizam	métodos	
agrícolas	sustentáveis.
Rodam	as	culturas	para	garantir	que	
o	solo	tem	nutrientes	suficientes.
Poupam	água	ao	captar	água	da	
chuva	para	utilizar	na	exploração.
Plantam	e	mantêm	árvores	para	
melhorar	a	qualidade	do	ar.
1.	AGRICULTURA SUSTENTÁVEL
PARA AS GERAÇÕES FUTURAS
Ao	fazer	uma	
utilização	sensata	
dos	recursos	naturais,	
os	agricultores	ajudam	
a	assegurar	que	a	terra	
permanece	produtiva	
e	que	poderemos	
continuar	a	usufruir	
das	zonas	rurais	
no	futuro.
2.	PRESERVAR A BIODIVERSIDADE
As	plantas,	os	animais	e	os	insetos	
são	necessários	para	a	saúde	
das	zonas	rurais.
O	João	e	a	Marta	cuidam	das	sebes	
existentes	na	exploração	e	não	
as	podam	durante	a	época	
de	nidificação	dos	pássaros.
Mantêm	pastagens	onde	podem	
crescer	flores	selvagens	que	
atraem	abelhas	e	outros	insetos.
Utilizam	adubos	orgânicos	e	verdes,	bem	como	estrume,	
que	não	contêm	substâncias	químicas	perigosas.
Desta	forma,	preservam	e	fomentam	
a	biodiversidade	na	exploração	deles.
2.	PRESERVAR A BIODIVERSIDADE
3.	LUTAR CONTRA
AS ALTERAÇÕES CLIMÁTICAS
As	alterações	climáticas	acarretam	desafios	para	
os	agricultores,	como	a	seca,	a	escassez	de	água	
ou	as	tempestades	de	inverno.	
O	João	e	a	Marta	utilizam	métodos	agrícolas	sustentáveis	
que	ajudam	a	preservar	os	recursos	naturais.
3.	LUTAR CONTRA
AS ALTERAÇÕES CLIMÁTICAS
Adotam	medidas	para	preservar	e	fomentar	
a	biodiversidade	na	exploração	deles.
Também	geram	parte	da	eletricidade	
da	exploração	(graças	à	instalação	
de	painéis	solares).
Todos	estes	métodos	ajudam	a	lutar	
contra	as	alterações	climáticas.
4.	LUTAR CONTRA
O DESPERDÍCIO ALIMENTAR
Anualmente,	são	deitados	fora	
90	milhões	de	toneladas	de	alimentos	
na	UE	(durante	a	produção,	a	distribuição	
e	o	consumo).
Desta	forma,	estamos	a	desperdiçar	os	
recursos	(energia,	combustível,	tempo	e	
água)	empregues	no	cultivo,	na	colheita,	
no	armazenamento,	no	embalamento,	no	
transporte,	no	marketing e	na	preparação	
dos	alimentos.
4. LUTAR CONTRA
O DESPERDÍCIO ALIMENTAR
O	João	e	a	Marta	tentam	reduzir	
a	quantidade	de	produtos	
alimentares	desperdiçados	
na	exploração	deles	ao	colher,	
armazenar	e	transportar	os	cereais	
com	a	máxima	eficiência	possível.
Além	disso,	fazem	a	compostagem	
dos	alimentos	que	deitam	foram	
enquanto	consumidores.
GARANTIR ZONAS RURAIS DINÂMICAS
A	agricultura	é	a	atividade	económica	mais	importante	nas	áreas	rurais,	com	
o	emprego	local	frequentemente	ligado	ao	processamento	de	produtos	agrícolas.	
Sem	os	agricultores,	algumas	zonas	rurais	não	teriam	uma	fonte	de	sustento,	
em	especial	nas	áreas	onde	a	agricultura	é	difícil	(zonas	acidentadas,	
montanhosas	ou	remotas).
1.	NOVOS HORIZONTES,	
NOVAS OPORTUNIDADES
O	João	e	a	Marta	renovaram	
o	seu	celeiro	para	criar	
quartos	de	convidados	para	
visitantes.
Empregam	duas	pessoas	
da	zona	para	ajudar	durante	
as	épocas	mais	atarefadas.
1.	NOVOS HORIZONTES,	
NOVAS OPORTUNIDADES
Organizam	workshops	de	
produção	de	queijo	para	
ensinar	aos	visitantes	como	
é	feito	o	seu	queijo	biológico	
com	certificação	da	UE.
Vendem	esse	queijo	em	
mercados,	na	sua	loja	e	em	
linha	através	de	um	sítio	
web que	criaram.
Todas	estas	atividades	
favorecem	a	comunidade	
local,	dado	que	criam	novos	
postos	de	trabalho,	atraem	
mais	visitantes	para	a	zona	
e	dão	a	conhecer	os	
produtos	locais	a	um	maior	
número	de	consumidores.
2.	O	FUTURO DA AGRICULTURA
Os	dois	filhos	do	João	e	da	Marta,	
o	Pedro	e	a	Ana,	não	estão	interessados	
em	tornar-se	agricultores.
Apenas	6%	dos	agricultores	da	UE	
têm	menos	de	35	anos	de	idade	
(cerca	de	900	000	agricultores).
2.	O	FUTURO DA AGRICULTURA
Quem	irá	cultivar	
os	alimentos	de	
que	necessitamos	
no	futuro?	 Ser	agricultor	é	um	trabalho	
exigente,	mas	para	o	João	e	a	Marta	
é	muito	mais	do	que	isso	– é	uma	
paixão	que	consideram	gratificante
3.	A	AGRICULTURA NO SÉCULO XXI
O	João	e	a	Marta	utilizam	a	ciência	e	a	tecnologia	
no	seu	trabalho	diário,	por	exemplo,	para	prever	
o	estado	do	tempo	ou	para	verificar	os	níveis	de	azoto	
no	solo.
• A	tecnologia	pode	ajudar	os	agricultores	
a	produzirem	mais	alimentos	de	forma	sustentável	
e	a	produzirem	mais	com	menos	recursos	
(menos	água,	menos	energia,	menos	fertilizantes).
• Esta	é	uma	necessidade	vital	tendo	em	conta	
o	crescimento	da	população	mundial	
(9	mil	milhões	de	pessoas	até	2050).
• Isto	também	pode	contribuir	para	criar	novos	
empregos	e	oportunidades	nas	comunidades	rurais.
Os	agricultores	produzem	alimentos	saudáveis,	
seguros	e	nutritivos:
• Seguem	normas	e	procedimentos	rigorosos,	como	
os	que	regulam	os	produtos	biológicos.
• Alguns	produtos	alimentares	são	rastreáveis	
para	que	os	consumidores	saibam	de	onde	vêm	
os	alimentos	que	consomem.
Os	agricultores	preservam	os	recursos	naturais	
e	protegem	o	ambiente:
• Utilizam	métodos	sustentáveis	que	
não	prejudicam	o	ambiente.
• Preservam	e	fomentam	a	biodiversidade.
• Todas	estas	medidas	ajudam	a	lutar	contra	
as	alterações	climáticas.
RESUMO
RESUMO
Os	agricultores	são	parte	essencial	das	
comunidades	rurais	e	ajudam-nas	a	prosperar.
• A	escassez	de	jovens	agricultores	na	UE	é	um	
desafio	para	o	futuro.
• Hoje	em	dia,	os	agricultores	são	empresários,	
na	medida	em	que	diversificam	as	suas	
atividades	e	procuram	novas	oportunidades.
• Beneficiam	das	novas	tecnologias	e	da	inovação,	
que	abrem	novos	mercados	e	horizontes.
• Ajudam	a	criar	novos	empregos	e	reforçam	
o	crescimento	económico	nas	nossas	
comunidades	rurais.
PERGUNTAS
Quantas	toneladas	
de	cereais	produzem	
anualmente	os	agricultores	
da	UE	como	o	João	e	a	Marta?	
Que	selo	de	qualidade	
da	UE	possui	o	queijo	
do	João	e	da	Marta?	
Que	regras	têm	de	seguir	
para	manter	essa	
certificação?	
Quantos	
agricultores	
existem	na	UE?
Consegues	dar	
dois	exemplos	de	práticas	
agrícolas	sustentáveis	
adotadas	pelo	João	
e	pela	Marta?
PERGUNTASQuantas	toneladas	
de	alimentos	são	
desperdiçadas	todos	
os	anos	na	UE?
Quantos	
agricultores	
com	menos	de	
35	anos	existem	
na	UE?	
Por	que	é	que	
é	importante	que	
os	agricultores	produzam	
mais	alimentos	com	
menos	recursos	(menos	
água,	menos	energia,	
menos	fertilizantes)?	
Quais	são	os	
três	«papéis»	
desempenhados	
pelos	agricultores?	
Qual	
é	a	contribuição	
dos	agricultores	para	
a	sociedade,	para	
além	da	produção	
de	alimentos?
MAIS
INFORMAÇÕES
DG	Agricultura	e	
Desenvolvimento	
Rural
ec.europa.eu/
agriculture/
index_pt.htm

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Correção teste5 fev
Correção teste5 fevCorreção teste5 fev
Correção teste5 fev
manjosp
 
A união europeia
A união europeiaA união europeia
A união europeia
Geografias Geo
 
Geografia A 11 ano - União Europeia
Geografia A 11 ano - União EuropeiaGeografia A 11 ano - União Europeia
Geografia A 11 ano - União Europeia
Raffaella Ergün
 
Evolução da agricultura em Portugal.
Evolução da agricultura em Portugal. Evolução da agricultura em Portugal.
Evolução da agricultura em Portugal.
Idalina Leite
 
Funções urbanas (2)
Funções urbanas (2)Funções urbanas (2)
Funções urbanas (2)
Fátima Cunha Lopes
 
Documento apoio ao estudo indicadores de desenvolvimento
Documento apoio ao estudo indicadores de desenvolvimentoDocumento apoio ao estudo indicadores de desenvolvimento
Documento apoio ao estudo indicadores de desenvolvimento
Ministério da Educação
 
A inter relação entre espaço urbano e espaço rural
A inter relação entre espaço urbano e espaço ruralA inter relação entre espaço urbano e espaço rural
A inter relação entre espaço urbano e espaço rural
Idalina Leite
 
O espaço urbano no Brasil - 7º ANO (2016)
O espaço urbano no Brasil - 7º ANO (2016)O espaço urbano no Brasil - 7º ANO (2016)
O espaço urbano no Brasil - 7º ANO (2016)
Nefer19
 
New deal
New dealNew deal
New deal
Susana Simões
 
Revolução demográfica
Revolução demográficaRevolução demográfica
Revolução demográfica
maria40
 
União Europeia
União EuropeiaUnião Europeia
União Europeia
Carlos Vieira
 
A Agricultura
A AgriculturaA Agricultura
A Agricultura
Maria Adelaide
 
O mundo rural em portugal
O mundo rural em portugalO mundo rural em portugal
O mundo rural em portugal
Cacilda Basto
 
Setores de Atividade
Setores de AtividadeSetores de Atividade
Setores de Atividade
Sara Gonçalves
 
Espaço Urbano e Espaço Rural
Espaço Urbano e Espaço  Rural Espaço Urbano e Espaço  Rural
Espaço Urbano e Espaço Rural
Google
 
Indicadores compostos para medir o grau de desenvolvimento dos países ficha...
Indicadores compostos para medir o grau de desenvolvimento dos países   ficha...Indicadores compostos para medir o grau de desenvolvimento dos países   ficha...
Indicadores compostos para medir o grau de desenvolvimento dos países ficha...
Ana Santos
 
Problemas urbanos
Problemas urbanosProblemas urbanos
Problemas urbanos
bruno oliveira
 
O papel das organizações internacionais
O papel das organizações internacionaisO papel das organizações internacionais
O papel das organizações internacionais
Bruno Rafael Tavares Sousa
 
Testes (Word).docx
Testes (Word).docxTestes (Word).docx
Testes (Word).docx
SusanaCorreia50
 
Fluxos migratorios
Fluxos migratoriosFluxos migratorios
Fluxos migratorios
Gilberto Pires
 

Mais procurados (20)

Correção teste5 fev
Correção teste5 fevCorreção teste5 fev
Correção teste5 fev
 
A união europeia
A união europeiaA união europeia
A união europeia
 
Geografia A 11 ano - União Europeia
Geografia A 11 ano - União EuropeiaGeografia A 11 ano - União Europeia
Geografia A 11 ano - União Europeia
 
Evolução da agricultura em Portugal.
Evolução da agricultura em Portugal. Evolução da agricultura em Portugal.
Evolução da agricultura em Portugal.
 
Funções urbanas (2)
Funções urbanas (2)Funções urbanas (2)
Funções urbanas (2)
 
Documento apoio ao estudo indicadores de desenvolvimento
Documento apoio ao estudo indicadores de desenvolvimentoDocumento apoio ao estudo indicadores de desenvolvimento
Documento apoio ao estudo indicadores de desenvolvimento
 
A inter relação entre espaço urbano e espaço rural
A inter relação entre espaço urbano e espaço ruralA inter relação entre espaço urbano e espaço rural
A inter relação entre espaço urbano e espaço rural
 
O espaço urbano no Brasil - 7º ANO (2016)
O espaço urbano no Brasil - 7º ANO (2016)O espaço urbano no Brasil - 7º ANO (2016)
O espaço urbano no Brasil - 7º ANO (2016)
 
New deal
New dealNew deal
New deal
 
Revolução demográfica
Revolução demográficaRevolução demográfica
Revolução demográfica
 
União Europeia
União EuropeiaUnião Europeia
União Europeia
 
A Agricultura
A AgriculturaA Agricultura
A Agricultura
 
O mundo rural em portugal
O mundo rural em portugalO mundo rural em portugal
O mundo rural em portugal
 
Setores de Atividade
Setores de AtividadeSetores de Atividade
Setores de Atividade
 
Espaço Urbano e Espaço Rural
Espaço Urbano e Espaço  Rural Espaço Urbano e Espaço  Rural
Espaço Urbano e Espaço Rural
 
Indicadores compostos para medir o grau de desenvolvimento dos países ficha...
Indicadores compostos para medir o grau de desenvolvimento dos países   ficha...Indicadores compostos para medir o grau de desenvolvimento dos países   ficha...
Indicadores compostos para medir o grau de desenvolvimento dos países ficha...
 
Problemas urbanos
Problemas urbanosProblemas urbanos
Problemas urbanos
 
O papel das organizações internacionais
O papel das organizações internacionaisO papel das organizações internacionais
O papel das organizações internacionais
 
Testes (Word).docx
Testes (Word).docxTestes (Word).docx
Testes (Word).docx
 
Fluxos migratorios
Fluxos migratoriosFluxos migratorios
Fluxos migratorios
 

Mais de Idalina Leite

A importância crescente da economia do mar (Blue Growth) 2030
A importância crescente da economia do mar (Blue Growth) 2030A importância crescente da economia do mar (Blue Growth) 2030
A importância crescente da economia do mar (Blue Growth) 2030
Idalina Leite
 
O Nosso Mundo em Dados
O Nosso Mundo em DadosO Nosso Mundo em Dados
O Nosso Mundo em Dados
Idalina Leite
 
Mobilidade nas Áreas Metropolitanas do Porto e Lisboa
Mobilidade nas Áreas Metropolitanas do Porto e LisboaMobilidade nas Áreas Metropolitanas do Porto e Lisboa
Mobilidade nas Áreas Metropolitanas do Porto e Lisboa
Idalina Leite
 
Cidades/Espaço urbano
Cidades/Espaço urbanoCidades/Espaço urbano
Cidades/Espaço urbano
Idalina Leite
 
GEO-IMAGENS 4
GEO-IMAGENS 4GEO-IMAGENS 4
GEO-IMAGENS 4
Idalina Leite
 
Cidades Sustentáveis 2020
Cidades Sustentáveis 2020Cidades Sustentáveis 2020
Cidades Sustentáveis 2020
Idalina Leite
 
Sebenta de Geo A_ Evolução do litoral continental
Sebenta de Geo A_ Evolução do litoral continentalSebenta de Geo A_ Evolução do litoral continental
Sebenta de Geo A_ Evolução do litoral continental
Idalina Leite
 
A União Europeia de 1986 a 2017
A União Europeia de 1986 a 2017A União Europeia de 1986 a 2017
A União Europeia de 1986 a 2017
Idalina Leite
 
Sebenta Geo A _ Recursos do subsolo (capítulo atualizado)
Sebenta Geo A _ Recursos do subsolo (capítulo atualizado)Sebenta Geo A _ Recursos do subsolo (capítulo atualizado)
Sebenta Geo A _ Recursos do subsolo (capítulo atualizado)
Idalina Leite
 
Geografia A_Mapa conceptual 10º/11º
Geografia A_Mapa conceptual 10º/11ºGeografia A_Mapa conceptual 10º/11º
Geografia A_Mapa conceptual 10º/11º
Idalina Leite
 
"Água é a vida"
"Água é a vida""Água é a vida"
"Água é a vida"
Idalina Leite
 
POPULAÇÃO
POPULAÇÃOPOPULAÇÃO
POPULAÇÃO
Idalina Leite
 
Smart Cities/Cidades inteligentes
Smart Cities/Cidades inteligentesSmart Cities/Cidades inteligentes
Smart Cities/Cidades inteligentes
Idalina Leite
 
As pessoas 2016 8retratos demográficos)
As pessoas 2016 8retratos demográficos)As pessoas 2016 8retratos demográficos)
As pessoas 2016 8retratos demográficos)
Idalina Leite
 
GEO-IMAGENS_3
GEO-IMAGENS_3GEO-IMAGENS_3
GEO-IMAGENS_3
Idalina Leite
 
Explorações agrícolas 2016
Explorações agrícolas 2016Explorações agrícolas 2016
Explorações agrícolas 2016
Idalina Leite
 
Retrato Territorial de Portugal (Ano de Edição 2017)
Retrato Territorial de Portugal (Ano de Edição 2017)Retrato Territorial de Portugal (Ano de Edição 2017)
Retrato Territorial de Portugal (Ano de Edição 2017)
Idalina Leite
 
Estimativas de População Residente em Portugal, 2016
Estimativas de População Residente em Portugal, 2016Estimativas de População Residente em Portugal, 2016
Estimativas de População Residente em Portugal, 2016
Idalina Leite
 
Ocupação/uso do solo em Portugal Continental, 1995-2010 ...
Ocupação/uso do solo em Portugal Continental, 1995-2010                    ...Ocupação/uso do solo em Portugal Continental, 1995-2010                    ...
Ocupação/uso do solo em Portugal Continental, 1995-2010 ...
Idalina Leite
 
Retrato dos Jovens2017
Retrato dos Jovens2017Retrato dos Jovens2017
Retrato dos Jovens2017
Idalina Leite
 

Mais de Idalina Leite (20)

A importância crescente da economia do mar (Blue Growth) 2030
A importância crescente da economia do mar (Blue Growth) 2030A importância crescente da economia do mar (Blue Growth) 2030
A importância crescente da economia do mar (Blue Growth) 2030
 
O Nosso Mundo em Dados
O Nosso Mundo em DadosO Nosso Mundo em Dados
O Nosso Mundo em Dados
 
Mobilidade nas Áreas Metropolitanas do Porto e Lisboa
Mobilidade nas Áreas Metropolitanas do Porto e LisboaMobilidade nas Áreas Metropolitanas do Porto e Lisboa
Mobilidade nas Áreas Metropolitanas do Porto e Lisboa
 
Cidades/Espaço urbano
Cidades/Espaço urbanoCidades/Espaço urbano
Cidades/Espaço urbano
 
GEO-IMAGENS 4
GEO-IMAGENS 4GEO-IMAGENS 4
GEO-IMAGENS 4
 
Cidades Sustentáveis 2020
Cidades Sustentáveis 2020Cidades Sustentáveis 2020
Cidades Sustentáveis 2020
 
Sebenta de Geo A_ Evolução do litoral continental
Sebenta de Geo A_ Evolução do litoral continentalSebenta de Geo A_ Evolução do litoral continental
Sebenta de Geo A_ Evolução do litoral continental
 
A União Europeia de 1986 a 2017
A União Europeia de 1986 a 2017A União Europeia de 1986 a 2017
A União Europeia de 1986 a 2017
 
Sebenta Geo A _ Recursos do subsolo (capítulo atualizado)
Sebenta Geo A _ Recursos do subsolo (capítulo atualizado)Sebenta Geo A _ Recursos do subsolo (capítulo atualizado)
Sebenta Geo A _ Recursos do subsolo (capítulo atualizado)
 
Geografia A_Mapa conceptual 10º/11º
Geografia A_Mapa conceptual 10º/11ºGeografia A_Mapa conceptual 10º/11º
Geografia A_Mapa conceptual 10º/11º
 
"Água é a vida"
"Água é a vida""Água é a vida"
"Água é a vida"
 
POPULAÇÃO
POPULAÇÃOPOPULAÇÃO
POPULAÇÃO
 
Smart Cities/Cidades inteligentes
Smart Cities/Cidades inteligentesSmart Cities/Cidades inteligentes
Smart Cities/Cidades inteligentes
 
As pessoas 2016 8retratos demográficos)
As pessoas 2016 8retratos demográficos)As pessoas 2016 8retratos demográficos)
As pessoas 2016 8retratos demográficos)
 
GEO-IMAGENS_3
GEO-IMAGENS_3GEO-IMAGENS_3
GEO-IMAGENS_3
 
Explorações agrícolas 2016
Explorações agrícolas 2016Explorações agrícolas 2016
Explorações agrícolas 2016
 
Retrato Territorial de Portugal (Ano de Edição 2017)
Retrato Territorial de Portugal (Ano de Edição 2017)Retrato Territorial de Portugal (Ano de Edição 2017)
Retrato Territorial de Portugal (Ano de Edição 2017)
 
Estimativas de População Residente em Portugal, 2016
Estimativas de População Residente em Portugal, 2016Estimativas de População Residente em Portugal, 2016
Estimativas de População Residente em Portugal, 2016
 
Ocupação/uso do solo em Portugal Continental, 1995-2010 ...
Ocupação/uso do solo em Portugal Continental, 1995-2010                    ...Ocupação/uso do solo em Portugal Continental, 1995-2010                    ...
Ocupação/uso do solo em Portugal Continental, 1995-2010 ...
 
Retrato dos Jovens2017
Retrato dos Jovens2017Retrato dos Jovens2017
Retrato dos Jovens2017
 

Último

EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
LeideLauraCenturionL
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
shirleisousa9166
 
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Caça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafosCaça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafos
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Mary Alvarenga
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e CaminhosAprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Leonel Morgado
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
jetroescola
 
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
AngelicaCostaMeirele2
 
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdfCALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CristviaFerreira
 
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docxPlanejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
marcos oliveira
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
LeilaVilasboas
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
marcos oliveira
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Mary Alvarenga
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
Sandra Pratas
 

Último (20)

EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Caça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafosCaça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafos
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e CaminhosAprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
 
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
 
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
 
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdfCALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
 
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
 
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docxPlanejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
 

Princípios básicos da agricultura europeia