Poluição dos solos

4.385 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
5 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.385
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
262
Comentários
0
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Poluição dos solos

  1. 1. POLUIÇÃO DOS SOLOS
  2. 2. INTRODUÇÃO  De meados do século XX promoveram mudanças fisionômicas no Planeta, mais do que qualquer outra atividade humana.  É possível observamos que determinados impactos ambientais estão se acirrando, motivado entre outras coisas pelo crescimento populacional  As alterações ambientais ocorrem por inumeráveis causas, muitas denominadas naturais e outras oriundas de intervenções antropológicas
  3. 3. O QUE É A POLUIÇÃO DO SOLO?  A poluição do solo é qualquer alteração das suas características naturais através da deposição, descarga, infiltração ou acumulação no solo de produtos poluentes.
  4. 4. AS ORIGENS DA POLUIÇÃO DO SOLO A poluição do solo pode ser de duas origens:
  5. 5. POLUIÇÃO DE ORIGEM URBANA Nas áreas urbanas o lixo atirado sobre a superfície, sem o devido tratamento, são umas das principais causas dessa poluição.
  6. 6. POLUIÇÃO DE ORIGEM AGRÍCOLA A contaminação do solo, nas áreas rurais, dá-se sobretudo pelo uso indevido de agro tóxicos,
  7. 7. POLUENTES DO SOLO As principais são:  Os adubos,  Os herbicidas  Pesticidas usados nas explorações agrícolas.  Resíduos urbanos ( lixo domestico)  Resíduos industriais  Esgotos
  8. 8. OS ADUBOS; Entre os problemas estão: a degradação da qualidade do solo, a poluição das fontes de água e da atmosfera
  9. 9. OS HERBICIDAS E OS PESTICIDAS Pode entrar no nosso alimento diretamente, matar microorganismos importantes em no solo
  10. 10. RESÍDUOS URBANOS ( LIXO DOMESTICO) Apesar do lixo domestico ser uma pequena parte do total de resíduos sólidos produzidos, ele é o mais desagradável e perigoso para a saúde pública quando se acumula perto dos locais onde as pessoas vivem.
  11. 11. RESÍDUOS INDUSTRIAIS A contaminação do solo por resíduos industriais ocorre, na maioria dos casos, por depósito ilegal de restos industriais, normalmente associados a metais pesados, produtos químicos perigosos ou restos industriais, enterrados em solo sem precaução adequada.
  12. 12. ESGOTOS Alterando o Ph do solo, proliferando bactérias que interagem ou destroem as bactérias naturais do solo, provocando reações químicas que degradam ou alteram substâncias presentes no solo, além de alterar índices de umidade e granulometria.
  13. 13. CONSEQUÊNCIAS DA POLUIÇÃO DO SOLO A poluição do solo provoca vários problemas ambientais, atingindo também outros segmentos do meio ambiente como, por exemplo, mananciais, rios, mares, lençóis freáticos, etc
  14. 14. PRINCIPAIS CONSEQUÊNCIAS: O solo pode ficar infértil para o plantio (desfertilização); Contaminação de rios, lençóis freáticos, mananciais, nascentes, lagos, etc; Desequilíbrio do ecossistema, através da extinção de plantas e animais da região atingida; Mudanças na densidade e consistência do solo; Alterações na tipografia do solo; Mudanças no cheiro da terra que compõe o solo;
  15. 15. COMO EVITAR A POLUIÇÃO DO SOLO Para defender e preservar a qualidade do solo devemos:
  16. 16. PROTEGER AS FLORESTAS;
  17. 17. UTILIZAR SEMPRE QUE POSSÍVEL MATERIAIS RECICLADOS E PREFERIR PRODUTOS ECOLÓGICOS;
  18. 18. COLABORAR NA RECICLAGEM DE VIDRO, PAPEL, CARTÃO, ALUMÍNIO E PLÁSTICOS, FAZENDO A SEPARAÇÃO DOS LIXOS;
  19. 19. CULTIVAR ORGANICAMENTE.
  20. 20. TEMPO DE DECOMPOSIÇÃO DO LIXO
  21. 21. PARA ONDE VAI O LIXO ? LIXÕES: grandes terrenos a céu aberto, onde o lixo é despejado. ATERROS SANITÁRIOS: lugares nos quais o lixo é compactado e coberto com camadas de terra. Em certos locais existe o tratamento dos gases e dos liquidos produzidos pelo lixo “gás metano” e controle de animais transmissores de doenças. INCINERAÇÃO: os resíduos são incinerados – queimados – em altas temperaturas e transformados em adubo. COMPOSTAGEM: são lugares nos quais restos de comida, podas de árvores e esterco de animais são transformados em adubo. RECICLAGEM: o material é reaproveitado, passando por um processo de transformação, retornando ao ciclo produtivo.
  22. 22. TRIAGEM OU SEGREGAÇÃO DE MATERIAIS Consiste na separação manual de materiais provenientes de resíduos, para definir a possibilidade de utilização dos mesmos para outro fins, como por exemplo para reciclagem. A triagem somente é realizada em resíduos sólidos que podem ser reutilizados para alguma finalidade.
  23. 23. ATENÇÃO NA SEGREGAÇÃO DE RESÍDUOS  As empresas que recolhem lixo recomendam que a separação seja feita em sacos transparentes e preferencialmente nas cores padrão, para que o responsável pelo processo possa identificar o material reciclável.  Importante:  Os materiais recicláveis devem estar limpos e livres de lixo, como restos de comida, que podem atrair insetos e roedores;  Objetos cortantes (agulhas, cacos de vidro etc.) deverão estar embalados em jornal, para evitar ferimentos nos manipuladores;  Baterias de celular devem ser devolvidas ao fabricante, ou depositadas em cestos especiais (cor laranja) na cidade. Algumas empresas recolhem pilhas.
  24. 24. ATERROS SANITÁRIOS - VANTAGENS  Custo de investimento muito menor que o requerido por outras formas de tratamento de resíduos  Baixo custo de operação  Método de disposição final completo  Simplicidade operacional  Flexibilidade operacional
  25. 25. ATERROS SANITÁRIOS - DESVANTAGENS  Não trata os resíduos, consistindo em uma forma de armazenamento no solo  Requer áreas significativas  A sua operação depende de condições climáticas  Apresenta risco de contaminação do solo e da água subterrânea
  26. 26. CONCLUSÃO O solo é a camada superficial da crosta terrestre, sendo de fundamental importância para a vida de várias espécies. No entanto, as atividades humanas têm provocado a poluição do solo, fato extremamente prejudicial para todos nós

×