SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 9
O Brasil na economia mundial Crise financeira e dívida externa Componentes: Talita Ferreira, Lunna Almeida, Gabriella Costa, Raissa Rodrigues, Romilson, Mariana, Enaile, Emanuelli. Série: 1°MC  Data: 08/04/2009 Professor: Mário de  Mori  Disciplina: Geografia
O Brasil na economia mundial O Brasil possui uma economia sólida, construída nos últimos anos, após a crise de confiança que o país sofreu em 2002, a inflação é controlada, as exportações sobem e a economia cresce em ritmo moderado. Em 2007, o PIB brasileiro a preço de mercado apresentou crescimento de 5,7% em relação ao ano de 2006. O Brasil é considerado uma das futuras potências do mundo junto à Rússia, Índia e China. A economia contém uma indústria e agricultura mista, que são cada vez mais dominadas pelo setor de serviços.  O Brasil é a 10° maior economia mundial, de acordo com os critérios de Produto Interno Bruto diretamente convertido a dólares dos Estados Unidos. Em Outubro de 2007 foi divulgada uma pesquisa da ONU, em que mostra os melhores países para se investir do mundo. O Brasil ficou em 5º lugar, atrás apenas da China, Índia, Estados Unidos e Rússia.
Importação e Exportação Os maiores parceiros do Brasil no comércio exterior são os membros da União Européia, os Estados Unidos da América, os membros do Mercosul e a China.  O Brasil exporta carne, soja, frango, milho, girassol, petróleo, farelo de trigo, manga, álcool e muitos outros produtos agrícolas. Exporta carros para o México e para outros paises, exporta máquinas e equipamentos para manipulação de alimentos e também importa maquinas e equipamentos em potencial industrial, alem de trocas com o Mercosul por pouca ou mais produção.
Juntamente com a produção dos grãos, outros produtos agrícolas apresentam grande importância e se destacam na economia agrícola e agroindustrial brasileira, bem como nas exportações. Estes produtos, café, açúcar, suco de laranja e os derivados da soja (farelo de soja e óleo), são os principais produtos de Exportação agrícolas do Brasil e representam hoje, para sua balança comercial, mais de 10,5 bilhões de dólares/ano, em ingressos de divisas. Produtos, como o Alho e a Cebola, representam importações ocasionais. Por sua vez, Azeitonas e Azeite de Oliva, Lúpulo (para a Indústria Cervejeira) e ainda produtos como Orégano, Pimenta em grão, entre outros, por inexistir produção no Brasil, são importados em sua totalidade, em quantidade muito expressiva.
Destino das Exportações
O Brasil e a Crise Financeira Mundial O discurso do governo é o de que o Brasil está preparado para enfrentar a crise financeira internacional porque tem reservas da ordem de US$ 200 bilhões que o presidente Lula reafirmou em campanha eleitoral pelo interior de São Paulo. Mas esse é um discurso pronto. Na verdade, a preocupação do presidente com o assunto aumentou depois de sua viagem a Nova York.         Além disso, alguns efeitos da crise já estão batendo por aqui. Como, por exemplo, prejuízos de empresas brasileiras ou seja com queda de suas ações da bolsa, com a redução das exportações e falta de crédito.       O que mais preocupa, no entanto, é que o governo já vinha gastando por conta. Confiando num crescimento acima de 5% - já que no primeiro semestre deste ano foi de 6%, tão comemorado o governo assumiu compromissos que vão prosseguir nos próximos anos. Faltando dinheiro, pode comprometer o equilíbrio fiscal.
As conseqüências atuais da crise econômica sobre a economia brasileira são:  •  A queda da bolsa de valores, subida do risco Brasil e desvalorização do câmbio; em razão da venda de papéis brasileiros pelos fundos de investimentos, com o objetivo de compensar as perdas nos mercados americanos e europeus. •  A redução da liquidez nos mercados financeiros internacionais vem implicando aumento do custo do financiamento externo para as empresas brasileiras, além de diminuição do crédito na economia brasileira.  •  Pelas portas financeiras e comerciais, a vulnerabilidade externa da economia brasileira voltará a se manifestar o que restringirá a capacidade de crescimento a partir do mercado interno, afetando o nível de emprego.
Dívida Externa O primeiro empréstimo externo do Brasil foi obtido em 1824, no valor de 3 milhões de libras esterlinas e ficou conhecido como "empréstimo português", destinado a cobrir dívidas do período colonial e que na prática significava um pagamento à Portugal pelo reconhecimento de nossa independência. Em 1829 foi realizado novo empréstimo que passou para a história como "o ruinoso" e serviu para cobrir parcelas não paga do empréstimo anterior. Do total tomado emprestado, o Brasil recebeu apenas 52%, pois o restante serviu para cobrir os juros da dívida anterior.
A dívida avançou 3,6% em 2008, para US$ 200,1 bilhões. No fim de 2007, a dívida externa estava em US$ 193,2 bilhões. Em setembro de 2008, a dívida estava em US$ 211,3 bilhões. Deste modo, recuou cerca de US$ 11 bilhões nos três últimos meses do ano passado. A redução maior foi na dívida externa de curto prazo, por conta da queda das taxas de rolagem (dos empréstimos no exterior). Dados do Banco Central mostram que os vencimentos da dívida externa, de curto, médio e longo prazo, somam US$ 25,5 bilhões em todo ano de 2009. Deste total, cerca de US$ 20 bilhões são do setor privado. O próprio Banco Central  já havia anunciado anteriormente, porém, que vai financiar, com recursos das reservas internacionais brasileiras, que oscilam em torno de US$ 200 bilhões, as dívidas das empresas brasileiras no exterior em 2009.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Neoliberalismo e desnacionalização da economia do brasil
Neoliberalismo e desnacionalização da economia do brasilNeoliberalismo e desnacionalização da economia do brasil
Neoliberalismo e desnacionalização da economia do brasilFernando Alcoforado
 
A Crise Econômica Nos EUA e na Europa
A Crise Econômica Nos EUA e na EuropaA Crise Econômica Nos EUA e na Europa
A Crise Econômica Nos EUA e na EuropaIsabela Mendonça
 
Os desastrosos governos neoliberais e antinacionais do brasil
Os desastrosos governos neoliberais e antinacionais do brasilOs desastrosos governos neoliberais e antinacionais do brasil
Os desastrosos governos neoliberais e antinacionais do brasilFernando Alcoforado
 
Teste de Atualidades para concurso TRT Bahia do professor Orlando Stiebler
Teste de Atualidades para concurso TRT Bahia do professor Orlando StieblerTeste de Atualidades para concurso TRT Bahia do professor Orlando Stiebler
Teste de Atualidades para concurso TRT Bahia do professor Orlando StieblerConcurso Virtual
 
País volta a depender de especulador para equilibrar contas externas
País volta a depender de especulador para equilibrar contas externasPaís volta a depender de especulador para equilibrar contas externas
País volta a depender de especulador para equilibrar contas externasMarc Lahoud
 
Ameaças ao desenvolvimento do brasil e como superá las
Ameaças ao desenvolvimento do brasil e como superá lasAmeaças ao desenvolvimento do brasil e como superá las
Ameaças ao desenvolvimento do brasil e como superá lasFernando Alcoforado
 
Ettore Tedeschi analisa: apesar da crise, África do Sul cresce como produtora...
Ettore Tedeschi analisa: apesar da crise, África do Sul cresce como produtora...Ettore Tedeschi analisa: apesar da crise, África do Sul cresce como produtora...
Ettore Tedeschi analisa: apesar da crise, África do Sul cresce como produtora...EttoreTedeschi
 
Monografia: crise de 2008
Monografia: crise de 2008Monografia: crise de 2008
Monografia: crise de 2008Lucas De David
 
Brasil tem déficit recorde em transações correntes em 2013, não compensado po...
Brasil tem déficit recorde em transações correntes em 2013, não compensado po...Brasil tem déficit recorde em transações correntes em 2013, não compensado po...
Brasil tem déficit recorde em transações correntes em 2013, não compensado po...Hélen Scalabrin
 
Crise dos subprimes (2008)
Crise dos subprimes (2008)Crise dos subprimes (2008)
Crise dos subprimes (2008)Isabel Cabral
 
O DESASTRE ECONÔMICO DO BRASIL COM O GOVERNO BOLSONARO
O DESASTRE ECONÔMICO DO BRASIL COM O GOVERNO BOLSONAROO DESASTRE ECONÔMICO DO BRASIL COM O GOVERNO BOLSONARO
O DESASTRE ECONÔMICO DO BRASIL COM O GOVERNO BOLSONAROFernandoAlcoforado1
 
Aimportnciadoturismonobrasilenomundofa35e192
Aimportnciadoturismonobrasilenomundofa35e192Aimportnciadoturismonobrasilenomundofa35e192
Aimportnciadoturismonobrasilenomundofa35e192Thais Mendes Pinheiro
 

Mais procurados (20)

Grupo 02
Grupo 02Grupo 02
Grupo 02
 
Carta aos empresarios
Carta aos empresariosCarta aos empresarios
Carta aos empresarios
 
Neoliberalismo e desnacionalização da economia do brasil
Neoliberalismo e desnacionalização da economia do brasilNeoliberalismo e desnacionalização da economia do brasil
Neoliberalismo e desnacionalização da economia do brasil
 
Grupo 2
Grupo 2Grupo 2
Grupo 2
 
A Crise Econômica Nos EUA e na Europa
A Crise Econômica Nos EUA e na EuropaA Crise Econômica Nos EUA e na Europa
A Crise Econômica Nos EUA e na Europa
 
Os desastrosos governos neoliberais e antinacionais do brasil
Os desastrosos governos neoliberais e antinacionais do brasilOs desastrosos governos neoliberais e antinacionais do brasil
Os desastrosos governos neoliberais e antinacionais do brasil
 
Teste de Atualidades para concurso TRT Bahia do professor Orlando Stiebler
Teste de Atualidades para concurso TRT Bahia do professor Orlando StieblerTeste de Atualidades para concurso TRT Bahia do professor Orlando Stiebler
Teste de Atualidades para concurso TRT Bahia do professor Orlando Stiebler
 
País volta a depender de especulador para equilibrar contas externas
País volta a depender de especulador para equilibrar contas externasPaís volta a depender de especulador para equilibrar contas externas
País volta a depender de especulador para equilibrar contas externas
 
Apresentação setrans pe 2012
Apresentação setrans pe 2012Apresentação setrans pe 2012
Apresentação setrans pe 2012
 
Ameaças ao desenvolvimento do brasil e como superá las
Ameaças ao desenvolvimento do brasil e como superá lasAmeaças ao desenvolvimento do brasil e como superá las
Ameaças ao desenvolvimento do brasil e como superá las
 
Os apagões do brasil
Os apagões do brasilOs apagões do brasil
Os apagões do brasil
 
Os apagões do brasil
Os apagões do brasilOs apagões do brasil
Os apagões do brasil
 
Ettore Tedeschi analisa: apesar da crise, África do Sul cresce como produtora...
Ettore Tedeschi analisa: apesar da crise, África do Sul cresce como produtora...Ettore Tedeschi analisa: apesar da crise, África do Sul cresce como produtora...
Ettore Tedeschi analisa: apesar da crise, África do Sul cresce como produtora...
 
Monografia: crise de 2008
Monografia: crise de 2008Monografia: crise de 2008
Monografia: crise de 2008
 
Brasil tem déficit recorde em transações correntes em 2013, não compensado po...
Brasil tem déficit recorde em transações correntes em 2013, não compensado po...Brasil tem déficit recorde em transações correntes em 2013, não compensado po...
Brasil tem déficit recorde em transações correntes em 2013, não compensado po...
 
Texto de moniz bandeira
Texto de moniz bandeiraTexto de moniz bandeira
Texto de moniz bandeira
 
Crise dos subprimes (2008)
Crise dos subprimes (2008)Crise dos subprimes (2008)
Crise dos subprimes (2008)
 
O DESASTRE ECONÔMICO DO BRASIL COM O GOVERNO BOLSONARO
O DESASTRE ECONÔMICO DO BRASIL COM O GOVERNO BOLSONAROO DESASTRE ECONÔMICO DO BRASIL COM O GOVERNO BOLSONARO
O DESASTRE ECONÔMICO DO BRASIL COM O GOVERNO BOLSONARO
 
Aimportnciadoturismonobrasilenomundofa35e192
Aimportnciadoturismonobrasilenomundofa35e192Aimportnciadoturismonobrasilenomundofa35e192
Aimportnciadoturismonobrasilenomundofa35e192
 
A Solução Multilateral para o Desalinhamento Cambial na Década de 80 e o Para...
A Solução Multilateral para o Desalinhamento Cambial na Década de 80 e o Para...A Solução Multilateral para o Desalinhamento Cambial na Década de 80 e o Para...
A Solução Multilateral para o Desalinhamento Cambial na Década de 80 e o Para...
 

Destaque

A economia brasileira os desafios do restante da decada nov 2013
A economia brasileira os desafios do restante da decada  nov 2013A economia brasileira os desafios do restante da decada  nov 2013
A economia brasileira os desafios do restante da decada nov 2013Paulohartung
 
Relatório Especial China | Ativa Corretora
Relatório Especial China | Ativa CorretoraRelatório Especial China | Ativa Corretora
Relatório Especial China | Ativa CorretoraAtiva Corretora
 
Tendências, cenário e expectativas do setor para 2016
Tendências, cenário e expectativas do setor para 2016Tendências, cenário e expectativas do setor para 2016
Tendências, cenário e expectativas do setor para 2016Pj Eventos
 
01 tendencias da manutenção para os próximos 10 anos brasil
01   tendencias da manutenção para os próximos 10 anos brasil01   tendencias da manutenção para os próximos 10 anos brasil
01 tendencias da manutenção para os próximos 10 anos brasilEdinhoguerra
 
www.CentroApoio.com - Vídeo Aula - Geografia - Mundo Desenvolvido
www.CentroApoio.com - Vídeo Aula - Geografia - Mundo Desenvolvidowww.CentroApoio.com - Vídeo Aula - Geografia - Mundo Desenvolvido
www.CentroApoio.com - Vídeo Aula - Geografia - Mundo DesenvolvidoVídeo Aulas Apoio
 
Palestra: Três Gigantes em Ascensão, Brasil, China e Índia - Vinod Thomas
Palestra: Três Gigantes em Ascensão, Brasil, China e Índia - Vinod ThomasPalestra: Três Gigantes em Ascensão, Brasil, China e Índia - Vinod Thomas
Palestra: Três Gigantes em Ascensão, Brasil, China e Índia - Vinod ThomasExpoGestão
 

Destaque (7)

A economia brasileira os desafios do restante da decada nov 2013
A economia brasileira os desafios do restante da decada  nov 2013A economia brasileira os desafios do restante da decada  nov 2013
A economia brasileira os desafios do restante da decada nov 2013
 
Relatório Especial China | Ativa Corretora
Relatório Especial China | Ativa CorretoraRelatório Especial China | Ativa Corretora
Relatório Especial China | Ativa Corretora
 
Tendências, cenário e expectativas do setor para 2016
Tendências, cenário e expectativas do setor para 2016Tendências, cenário e expectativas do setor para 2016
Tendências, cenário e expectativas do setor para 2016
 
01 tendencias da manutenção para os próximos 10 anos brasil
01   tendencias da manutenção para os próximos 10 anos brasil01   tendencias da manutenção para os próximos 10 anos brasil
01 tendencias da manutenção para os próximos 10 anos brasil
 
www.CentroApoio.com - Vídeo Aula - Geografia - Mundo Desenvolvido
www.CentroApoio.com - Vídeo Aula - Geografia - Mundo Desenvolvidowww.CentroApoio.com - Vídeo Aula - Geografia - Mundo Desenvolvido
www.CentroApoio.com - Vídeo Aula - Geografia - Mundo Desenvolvido
 
Palestra: Três Gigantes em Ascensão, Brasil, China e Índia - Vinod Thomas
Palestra: Três Gigantes em Ascensão, Brasil, China e Índia - Vinod ThomasPalestra: Três Gigantes em Ascensão, Brasil, China e Índia - Vinod Thomas
Palestra: Três Gigantes em Ascensão, Brasil, China e Índia - Vinod Thomas
 
Economia global
Economia globalEconomia global
Economia global
 

Semelhante a Grupo 02

Grupo 5 apresentacão junta
Grupo 5  apresentacão juntaGrupo 5  apresentacão junta
Grupo 5 apresentacão juntajulianazaponi
 
Crise econômica MUNDIAL
Crise econômica MUNDIALCrise econômica MUNDIAL
Crise econômica MUNDIALizzidoro
 
O brasil em um mundo globalizado
O brasil em um mundo globalizadoO brasil em um mundo globalizado
O brasil em um mundo globalizadomarcosa1212
 
Grupo 2 apresentacão junta
Grupo 2 apresentacão juntaGrupo 2 apresentacão junta
Grupo 2 apresentacão juntajulianazaponi
 
O desastroso governo dilma rousseff
O desastroso governo dilma rousseffO desastroso governo dilma rousseff
O desastroso governo dilma rousseffFernando Alcoforado
 
Cointimes Report Fevereiro
Cointimes Report FevereiroCointimes Report Fevereiro
Cointimes Report FevereiroCointimes News
 
O Mercado de Seguros no Brasil no Século XXI - Cenário econômico atual e pers...
O Mercado de Seguros no Brasil no Século XXI - Cenário econômico atual e pers...O Mercado de Seguros no Brasil no Século XXI - Cenário econômico atual e pers...
O Mercado de Seguros no Brasil no Século XXI - Cenário econômico atual e pers...Gilton Paiva
 
Especial Exportação da Revista AMANHÃ (2014)
Especial Exportação da Revista AMANHÃ (2014)Especial Exportação da Revista AMANHÃ (2014)
Especial Exportação da Revista AMANHÃ (2014)Leonardo Pujol
 
interface_banca-entrevista brasil interface banca e seguros
interface_banca-entrevista brasil interface banca e segurosinterface_banca-entrevista brasil interface banca e seguros
interface_banca-entrevista brasil interface banca e segurosAna. Esteves
 
Análise do mercado de turismo no brasil
Análise do mercado de turismo no brasilAnálise do mercado de turismo no brasil
Análise do mercado de turismo no brasilbrasiltravel_ri
 
Análise do mercado de turismo no brasil
Análise do mercado de turismo no brasilAnálise do mercado de turismo no brasil
Análise do mercado de turismo no brasilhering_ri
 

Semelhante a Grupo 02 (20)

Crise mundial de 2014
Crise mundial de 2014Crise mundial de 2014
Crise mundial de 2014
 
Grupo 5 apresentacão junta
Grupo 5  apresentacão juntaGrupo 5  apresentacão junta
Grupo 5 apresentacão junta
 
Crise econômica MUNDIAL
Crise econômica MUNDIALCrise econômica MUNDIAL
Crise econômica MUNDIAL
 
Comércio exterior
Comércio exteriorComércio exterior
Comércio exterior
 
Economia
Economia Economia
Economia
 
O brasil em um mundo globalizado
O brasil em um mundo globalizadoO brasil em um mundo globalizado
O brasil em um mundo globalizado
 
Grupo 2 apresentacão junta
Grupo 2 apresentacão juntaGrupo 2 apresentacão junta
Grupo 2 apresentacão junta
 
O desastroso governo dilma rousseff
O desastroso governo dilma rousseffO desastroso governo dilma rousseff
O desastroso governo dilma rousseff
 
Cointimes Report Fevereiro
Cointimes Report FevereiroCointimes Report Fevereiro
Cointimes Report Fevereiro
 
G8 - Crise econômica
G8 - Crise econômicaG8 - Crise econômica
G8 - Crise econômica
 
Trabalho Economia
Trabalho EconomiaTrabalho Economia
Trabalho Economia
 
Grupo 5
Grupo 5Grupo 5
Grupo 5
 
O Mercado de Seguros no Brasil no Século XXI - Cenário econômico atual e pers...
O Mercado de Seguros no Brasil no Século XXI - Cenário econômico atual e pers...O Mercado de Seguros no Brasil no Século XXI - Cenário econômico atual e pers...
O Mercado de Seguros no Brasil no Século XXI - Cenário econômico atual e pers...
 
Especial Exportação da Revista AMANHÃ (2014)
Especial Exportação da Revista AMANHÃ (2014)Especial Exportação da Revista AMANHÃ (2014)
Especial Exportação da Revista AMANHÃ (2014)
 
interface_banca-entrevista brasil interface banca e seguros
interface_banca-entrevista brasil interface banca e segurosinterface_banca-entrevista brasil interface banca e seguros
interface_banca-entrevista brasil interface banca e seguros
 
Economia 2008
Economia 2008Economia 2008
Economia 2008
 
Conjuntura Brasileira 201108
Conjuntura Brasileira 201108Conjuntura Brasileira 201108
Conjuntura Brasileira 201108
 
Análise da Crise Econômica
Análise da Crise EconômicaAnálise da Crise Econômica
Análise da Crise Econômica
 
Análise do mercado de turismo no brasil
Análise do mercado de turismo no brasilAnálise do mercado de turismo no brasil
Análise do mercado de turismo no brasil
 
Análise do mercado de turismo no brasil
Análise do mercado de turismo no brasilAnálise do mercado de turismo no brasil
Análise do mercado de turismo no brasil
 

Mais de ProfMario De Mori

100 DICAS PARA ACERTAR NO ENEM
100 DICAS PARA ACERTAR NO ENEM100 DICAS PARA ACERTAR NO ENEM
100 DICAS PARA ACERTAR NO ENEMProfMario De Mori
 
ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 2º ANOS
ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 2º ANOS ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 2º ANOS
ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 2º ANOS ProfMario De Mori
 
ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 1º ANOS
ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 1º ANOS ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 1º ANOS
ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 1º ANOS ProfMario De Mori
 
ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 9º ANOS
ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 9º ANOS ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 9º ANOS
ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 9º ANOS ProfMario De Mori
 
Aula charges sociologia 2º anos
Aula charges sociologia 2º anosAula charges sociologia 2º anos
Aula charges sociologia 2º anosProfMario De Mori
 
Aula atlas 2º anos - 2º BIMESTRE
Aula atlas 2º anos - 2º BIMESTRE Aula atlas 2º anos - 2º BIMESTRE
Aula atlas 2º anos - 2º BIMESTRE ProfMario De Mori
 
Aula charges sociologia 1º anos
Aula charges sociologia 1º anosAula charges sociologia 1º anos
Aula charges sociologia 1º anosProfMario De Mori
 
Aula charges sociologia 1º anos
Aula charges sociologia 1º anosAula charges sociologia 1º anos
Aula charges sociologia 1º anosProfMario De Mori
 
Aula atlas 1º anos - 2º BIMESTRE
Aula atlas 1º anos - 2º BIMESTRE Aula atlas 1º anos - 2º BIMESTRE
Aula atlas 1º anos - 2º BIMESTRE ProfMario De Mori
 

Mais de ProfMario De Mori (20)

100 DICAS PARA ACERTAR NO ENEM
100 DICAS PARA ACERTAR NO ENEM100 DICAS PARA ACERTAR NO ENEM
100 DICAS PARA ACERTAR NO ENEM
 
ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 2º ANOS
ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 2º ANOS ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 2º ANOS
ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 2º ANOS
 
ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 1º ANOS
ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 1º ANOS ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 1º ANOS
ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 1º ANOS
 
ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 9º ANOS
ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 9º ANOS ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 9º ANOS
ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 9º ANOS
 
100 DICAS ENEM PARTE 11
100 DICAS ENEM PARTE 11100 DICAS ENEM PARTE 11
100 DICAS ENEM PARTE 11
 
100 DICAS ENEM PARTE 10
100 DICAS ENEM PARTE 10100 DICAS ENEM PARTE 10
100 DICAS ENEM PARTE 10
 
100 DICAS ENEM PARTE 09
100 DICAS ENEM PARTE 09100 DICAS ENEM PARTE 09
100 DICAS ENEM PARTE 09
 
100 DICAS ENEM PARTE 08
100 DICAS ENEM PARTE 08100 DICAS ENEM PARTE 08
100 DICAS ENEM PARTE 08
 
100 DICAS ENEM PARTE 07
100 DICAS ENEM PARTE 07100 DICAS ENEM PARTE 07
100 DICAS ENEM PARTE 07
 
100 DICAS ENEM PARTE 06
100 DICAS ENEM PARTE 06100 DICAS ENEM PARTE 06
100 DICAS ENEM PARTE 06
 
100 DICAS ENEM PARTE 05
100 DICAS ENEM PARTE 05100 DICAS ENEM PARTE 05
100 DICAS ENEM PARTE 05
 
100 DICAS ENEM PARTE 04
100 DICAS ENEM PARTE 04100 DICAS ENEM PARTE 04
100 DICAS ENEM PARTE 04
 
100 DICAS ENEM PARTE 03
100 DICAS ENEM PARTE 03100 DICAS ENEM PARTE 03
100 DICAS ENEM PARTE 03
 
100 DICAS ENEM PARTE 02
100 DICAS ENEM PARTE 02100 DICAS ENEM PARTE 02
100 DICAS ENEM PARTE 02
 
100 DICAS ENEM PARTE 01
100 DICAS ENEM PARTE 01100 DICAS ENEM PARTE 01
100 DICAS ENEM PARTE 01
 
Aula charges sociologia 2º anos
Aula charges sociologia 2º anosAula charges sociologia 2º anos
Aula charges sociologia 2º anos
 
Aula atlas 2º anos - 2º BIMESTRE
Aula atlas 2º anos - 2º BIMESTRE Aula atlas 2º anos - 2º BIMESTRE
Aula atlas 2º anos - 2º BIMESTRE
 
Aula charges sociologia 1º anos
Aula charges sociologia 1º anosAula charges sociologia 1º anos
Aula charges sociologia 1º anos
 
Aula charges sociologia 1º anos
Aula charges sociologia 1º anosAula charges sociologia 1º anos
Aula charges sociologia 1º anos
 
Aula atlas 1º anos - 2º BIMESTRE
Aula atlas 1º anos - 2º BIMESTRE Aula atlas 1º anos - 2º BIMESTRE
Aula atlas 1º anos - 2º BIMESTRE
 

Último

Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxconcelhovdragons
 
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOInvestimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOMarcosViniciusLemesL
 
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalGerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalJacqueline Cerqueira
 
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirFCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirIedaGoethe
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxIsabellaGomes58
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveaulasgege
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxBiancaNogueira42
 
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Centro Jacques Delors
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISVitor Vieira Vasconcelos
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPanandatss1
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasRicardo Diniz campos
 
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxApostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxIsabelaRafael2
 
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...LizanSantos1
 
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicasCenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicasRosalina Simão Nunes
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresaulasgege
 
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptxSlides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
 
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOInvestimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
 
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalGerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
 
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
 
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirFCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
 
Em tempo de Quaresma .
Em tempo de Quaresma                            .Em tempo de Quaresma                            .
Em tempo de Quaresma .
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
 
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SP
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
 
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxApostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
 
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
 
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicasCenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
 
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptxSlides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
 

Grupo 02

  • 1. O Brasil na economia mundial Crise financeira e dívida externa Componentes: Talita Ferreira, Lunna Almeida, Gabriella Costa, Raissa Rodrigues, Romilson, Mariana, Enaile, Emanuelli. Série: 1°MC Data: 08/04/2009 Professor: Mário de Mori Disciplina: Geografia
  • 2. O Brasil na economia mundial O Brasil possui uma economia sólida, construída nos últimos anos, após a crise de confiança que o país sofreu em 2002, a inflação é controlada, as exportações sobem e a economia cresce em ritmo moderado. Em 2007, o PIB brasileiro a preço de mercado apresentou crescimento de 5,7% em relação ao ano de 2006. O Brasil é considerado uma das futuras potências do mundo junto à Rússia, Índia e China. A economia contém uma indústria e agricultura mista, que são cada vez mais dominadas pelo setor de serviços. O Brasil é a 10° maior economia mundial, de acordo com os critérios de Produto Interno Bruto diretamente convertido a dólares dos Estados Unidos. Em Outubro de 2007 foi divulgada uma pesquisa da ONU, em que mostra os melhores países para se investir do mundo. O Brasil ficou em 5º lugar, atrás apenas da China, Índia, Estados Unidos e Rússia.
  • 3. Importação e Exportação Os maiores parceiros do Brasil no comércio exterior são os membros da União Européia, os Estados Unidos da América, os membros do Mercosul e a China. O Brasil exporta carne, soja, frango, milho, girassol, petróleo, farelo de trigo, manga, álcool e muitos outros produtos agrícolas. Exporta carros para o México e para outros paises, exporta máquinas e equipamentos para manipulação de alimentos e também importa maquinas e equipamentos em potencial industrial, alem de trocas com o Mercosul por pouca ou mais produção.
  • 4. Juntamente com a produção dos grãos, outros produtos agrícolas apresentam grande importância e se destacam na economia agrícola e agroindustrial brasileira, bem como nas exportações. Estes produtos, café, açúcar, suco de laranja e os derivados da soja (farelo de soja e óleo), são os principais produtos de Exportação agrícolas do Brasil e representam hoje, para sua balança comercial, mais de 10,5 bilhões de dólares/ano, em ingressos de divisas. Produtos, como o Alho e a Cebola, representam importações ocasionais. Por sua vez, Azeitonas e Azeite de Oliva, Lúpulo (para a Indústria Cervejeira) e ainda produtos como Orégano, Pimenta em grão, entre outros, por inexistir produção no Brasil, são importados em sua totalidade, em quantidade muito expressiva.
  • 6. O Brasil e a Crise Financeira Mundial O discurso do governo é o de que o Brasil está preparado para enfrentar a crise financeira internacional porque tem reservas da ordem de US$ 200 bilhões que o presidente Lula reafirmou em campanha eleitoral pelo interior de São Paulo. Mas esse é um discurso pronto. Na verdade, a preocupação do presidente com o assunto aumentou depois de sua viagem a Nova York.        Além disso, alguns efeitos da crise já estão batendo por aqui. Como, por exemplo, prejuízos de empresas brasileiras ou seja com queda de suas ações da bolsa, com a redução das exportações e falta de crédito.      O que mais preocupa, no entanto, é que o governo já vinha gastando por conta. Confiando num crescimento acima de 5% - já que no primeiro semestre deste ano foi de 6%, tão comemorado o governo assumiu compromissos que vão prosseguir nos próximos anos. Faltando dinheiro, pode comprometer o equilíbrio fiscal.
  • 7. As conseqüências atuais da crise econômica sobre a economia brasileira são: • A queda da bolsa de valores, subida do risco Brasil e desvalorização do câmbio; em razão da venda de papéis brasileiros pelos fundos de investimentos, com o objetivo de compensar as perdas nos mercados americanos e europeus. • A redução da liquidez nos mercados financeiros internacionais vem implicando aumento do custo do financiamento externo para as empresas brasileiras, além de diminuição do crédito na economia brasileira. • Pelas portas financeiras e comerciais, a vulnerabilidade externa da economia brasileira voltará a se manifestar o que restringirá a capacidade de crescimento a partir do mercado interno, afetando o nível de emprego.
  • 8. Dívida Externa O primeiro empréstimo externo do Brasil foi obtido em 1824, no valor de 3 milhões de libras esterlinas e ficou conhecido como "empréstimo português", destinado a cobrir dívidas do período colonial e que na prática significava um pagamento à Portugal pelo reconhecimento de nossa independência. Em 1829 foi realizado novo empréstimo que passou para a história como "o ruinoso" e serviu para cobrir parcelas não paga do empréstimo anterior. Do total tomado emprestado, o Brasil recebeu apenas 52%, pois o restante serviu para cobrir os juros da dívida anterior.
  • 9. A dívida avançou 3,6% em 2008, para US$ 200,1 bilhões. No fim de 2007, a dívida externa estava em US$ 193,2 bilhões. Em setembro de 2008, a dívida estava em US$ 211,3 bilhões. Deste modo, recuou cerca de US$ 11 bilhões nos três últimos meses do ano passado. A redução maior foi na dívida externa de curto prazo, por conta da queda das taxas de rolagem (dos empréstimos no exterior). Dados do Banco Central mostram que os vencimentos da dívida externa, de curto, médio e longo prazo, somam US$ 25,5 bilhões em todo ano de 2009. Deste total, cerca de US$ 20 bilhões são do setor privado. O próprio Banco Central já havia anunciado anteriormente, porém, que vai financiar, com recursos das reservas internacionais brasileiras, que oscilam em torno de US$ 200 bilhões, as dívidas das empresas brasileiras no exterior em 2009.