SlideShare uma empresa Scribd logo
Como produzir
melancia
ABCdaAgriculturaFamiliar
Controle alternativo
de pragas
e doenças
das plantas
Controle alternativo
de pragas e doenças
das plantas
Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária
Embrapa Informação Tecnológica
Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento
Embrapa Informação Tecnológica
Brasília, DF
2006
Todos os direitos reservados.
A reprodução não autorizada desta publicação, no todo ou em
parte, constitui violação dos direitos autorais (Lei no. 9.610).
Dados Internacionais de Catalogação na Publicação – CIP
Embrapa Informação Tecnológica
CDD 632.9
Controle alternativo de pragas e doenças das plantas. – Brasília, DF : Embrapa
Informação Tecnológica, 2006.
27 p. : il. – (ABC da Agricultura Familiar, 4).
Compilação e edição, CW Produções Ltda.
ISBN 85-7383-341-6
1. Doença. 2. Pesticida. 3. Planta. 4. Praga. 5. Repelente.
Exemplares desta publicação podem ser adquiridos na:
Embrapa Informação Tecnológica
Parque Estação Biológica (PqEB), Av. W3 Norte (final)
CEP 70770-901 Brasília, DF
Fone: (61) 3340-9999
Fax: (61) 3340-2753
vendas@sct.embrapa.br
www.sct.embrapa.br
Coordenação geral
Fernando do Amaral Pereira
Coordenação editorial
Lillian Alvares
Lucilene Maria de Andrade
Compilação e edição
CW Produções Ltda.
Revisão técnica
Marisa de Goes
Revisão de texto
Wesley José da Rocha
1ª edição
1ª impressão (2006): 1.000 exemplares
Editoração eletrônica
Mário César Moura de Aguiar
Capa
Carlos Eduardo Felice Barbeiro
Ilustração da capa
CW Produções Ltda.
(Eloi Neves Gameleira
Paulo Sérgio Soares)
Ilustração do texto
CW Produções Ltda.
(Paulo Sérgio Soares)
©Embrapa2006
Apresentação
Empenhada em auxiliar o pequeno produtor, a
Embrapa lança o ABC da Agricultura Familiar, que
oferece valiosas instruções sobre o trabalho no campo.
Elaboradas em linguagem simples e objetiva,
as publicações abordam temas relacionados à
agropecuária e mostram como otimizar a atividade
rural. A criação de animais, técnicas de plantio,
práticas de controle de pragas e doenças, adubação
alternativa e fabricação de conservas de frutas são
alguns dos assuntos tratados.
De forma independente ou reunidas em
associações, as famílias poderão beneficiar-se
dessas informações e, com isso, diminuir custos,
aumentar a produção de alimentos, criar outras fontes
de renda e agregar valor a seus produtos.
Assim, a Embrapa cumpre o propósito adicional
de ajudar a fixar o homem no campo, pois coloca a
pesquisa a seu alcance e oferece alternativas de
melhoria na qualidade de vida.
Fernando do Amaral Pereira
Gerente-Geral
Embrapa InformaçãoTecnológica
Sumário
Pragas e doenças ..................................... 7
Por que e quando usar métodos
alternativos e naturais? ............................. 9
Aumente a resistência natural
das plantas ............................................. 10
Evite a contaminação das plantas ........... 11
Mantenha limpo o local de cultivo............ 11
Evite o excesso de umidade ................... 12
Observe diariamente as plantas .............. 12
Proteja os amigos das plantas ............... 13
Use métodos manuais ou caseiros
de controle das pragas............................ 15
6
7
Pragas e doenças
Você sabe que existem muitas pragas
e doenças que atacam as plantas. Para
combatê-las, além dos métodos usuais, você
pode utilizar maneiras alternativas.
Pragas
As pragas são principalmente lagartas,
besouros, moscas, pulgões, ácaros, cocho-
nilhaselesmas.Elassugamoucomempartes
das plantas.As pragas podem ainda transmitir
doenças de uma planta para outra. Os ácaros
são pragas muito pequenas e as cochonilhas,
também pequenas, são pragas com formatos
de escama, de meia bola ou de montinhos
de farinha.
Lesma
Lagarta
Mosca
Ácaro
Cochonilhas
Percevejo
Besouro
Formiga
8
Etapas na vida de uma praga
É importante saber que cada espécie
de praga passa por várias etapas de
desenvolvimento. O ciclo de vida das pragas
tem duração variável. O da borboleta, por
exemplo, é de aproximadamente 35 dias.
Nesse período, ela passa pelas fases: ovo,
lagarta, pupa e por fim borboleta, que é a fase
adulta.Afase em que ela ataca as plantas é a
de lagarta.
Adulto
Pupa Ovos
Lagarta
9
Doenças
As doenças são causadas por micróbios
que provocam manchas, murchas, melas ou
outros sintomas que destroem partes da
planta ou a planta toda. Podem ser trans-
mitidas pelas pragas, pelo ar, pelo solo, pela
água ou até mesmo pelo próprio homem, pois
não é difícil levar nas roupas e nas mãos os
micróbios de uma planta doente para outra
sadia.
Por que e quando usar
métodos alternativos e
naturais?
Sempre que produtos químicos come-
rciais forem usados, é necessária a ajuda de
um técnico, porque os pesticidas são muito
venenosos e bastante caros, o que pode fazer
mal para sua saúde e para seu bolso.
Numa pequena roça, pomar ou horta,
não vale a pena usar esses produtos para
controlar as pragas e doenças.
10
Alguns pesticidas matam as abelhas.
Além de produzirem mel, elas visitam as flores
para coletar pólen e com isso ajudam na
formação das frutas e das sementes. Muitos
pesticidas matam também as aranhas e os
insetos“benéficos”queajudamvocêadestruir
as pragas. Pássaros que se alimentarem de
insetos mortos por pesticidas podem morrer.
Por isso, você deve usar os chamados
métodos alternativos e naturais de controle.
A descrição de alguns deles é dada a seguir.
Aumente a resistência
natural das plantas
As plantas são parecidas com as
pessoas: se estiverem bem alimentadas,
resistirão melhor às pragas e às doenças.
Por isso, é muito importante adubar as
plantas. Isso é explicado no título Adubação
alternativa do ABC da Agricultura Familiar.
11
Evite a contaminação
das plantas
• Evite plantar no mesmo local onde as
plantas adoeceram no cultivo anterior.
• Não use mudas nem sementes de
locais onde existiram plantas doentes,
mesmo que pareçam sadias.
• Evite sementes ou mudas de plantas
doentes.
Mantenha limpo
o local de cultivo
O espaço em volta das plantas deve ser
bem capinado. Nas ruas, entre as fileiras ou
entre as covas das plantas, o mato deve ser
roçado e os restos secos deixados para
manter a umidade e evitar que a chuva
carregue o solo.
12
Evite o excesso de umidade
• A umidade excessiva é uma das
principais causas de doenças.
• Evite locais encharcados.
• Evite regas em excesso.
• Nas hortas, os canteiros devem ter,
pelo menos, meio palmo de altura.
• Na época de chuvas muito fortes,
cubra pequenos canteiros e plantas
isoladas com um plástico transpa-
rente.
Observe diariamente
as plantas
Observe diariamente as plantas para
saber se elas foram atacadas por pragas ou
doenças.
Proceda com cada planta do seguinte
modo: se estiver manchada, melada ou
murcha, arranque as partes com esses sinais;
13
se estiver muito atacada, arranque a planta
inteira. Destrua as partes e plantas eliminadas
para que não passem a doença para outras
plantas.
Se observar insetos ou outras pragas
comendo ou sugando as plantas, ou mesmo
ovos, elimine-os de acordo com as indicações
mais adiante.
Mas preste atenção: alguns insetos e
aranhas são benéficos, isto é, ajudam a
controlar as pragas, pois se alimentam delas.
Proteja os amigos
das plantas
Se você observar as plantas, notará que
existem alguns bichos que atacam e comem
as pragas.
As aves como os sabiás, o joão-de-
barro, os bem-te-vis, as corujas e muitas
outras, os sapos, os lagartos (garobos) e as
galinhas, todos ajudam a controlar as pragas.
14
Aranhaseinsetoscomoasjoaninhas,as
vespaspequenasougrandeseolouva-a-deus
matam e comem as pragas.
Por isso, esses bichos são chamados
benéficos, pois ajudam a combater as pragas.
Lagarto
Rã
Aranha
Coruja
Vespa
Pássaro
15
Use métodos manuais
ou caseiros de controle
das pragas
Se você observar que alguns insetos
estão comendo ou sugando folhas e talos,
furando ou comendo os frutos, faça o
seguinte:
• Cate e esmague as lagartas e os ovos
das pragas.
• Coloque ao lado dos canteiros, como
se fosse uma placa, um pedaço de
plástico amarelo besuntado com óleo
(ou graxa). Muitos insetos serão
atraídos pela cor amarela e ficarão
colados no óleo.
• Instale armadilhas luminosas.
• Use sacos molhados para caçar
lesmas e lagartas.
• Use barreiras vivas.
• Use inseticidas caseiros.
16
Armadilha luminosa
A armadilha luminosa nada mais é do
que uma lâmpada elétrica, ou lampião,
colocada acima de uma bacia com água, ou
óleo queimado. Essas armadilhas são usadas
à noite, pois a luz atrai os insetos, que caem
na bacia e morrem.
Coloque a armadilha perto dos canteiros
ou da área plantada.
17
Sacos molhados contra lesmas
e lagartas do solo
Paracombaterlesmasealagarta-rosca,
coloque alguns sacos molhados junto dos
canteiros ou das plantas atacadas, no fim da
tarde. Essas pragas costumam se esconder
embaixo dos sacos molhados antes do
amanhecer. De manhã, levante os sacos e
mate as lesmas e as lagartas.
18
Barreiras vivas
Use barreiras vivas para segurar os
insetos daninhos antes que eles cheguem à
sua plantação.
Faça uma cerca com gergelim para
controlar as formigas cortadeiras.
Se você plantar uma carreira de milho
em volta da área onde estão as plantas, as
pragas que voam em direção a elas param
nos pés de milho.
19
Inseticidas e repelentes caseiros
Você pode usar inseticidas ou repe-
lentes caseiros, como:
• Calda de fumo e sabão.
• Extrato de pimenta-do-reino, alho e
sabão.
• Farinha de trigo e leite.
• Repelente de cinza.
• Repelente de arruda.
Obs.: essas receitas não foram testadas
em pesquisas da Embrapa, mas são ba-
seadas na experiência de técnicos e de
agricultores.
Calda de fumo e sabão
Serve para combater pulgões, lagartas,
ácaros e cochonilhas.
Calda de fumo
• Pique meio palmo de fumo de corda
e coloque-o em 1 litro de água com 1
xícara (café) de álcool.
20
• Deixe de molho por 24 horas.
• Depois, coe e guarde a calda num
vidro que receberá tampa e um rótulo
identificando o que tem dentro.
Água de sabão
• Misture 1 colher (sopa) de sabão de
coco raspado em 1 litro de água
quente.
• Agite até dissolver.
• Guarde num vidro que receberá
tampa e um rótulo identificando o que
tem dentro.
Como aplicar?
Nahoradeusar,mistureacaldadefumo
com a água de sabão:
• Coloque 5 colheres (sopa) da calda
de fumo em 1 litro de água e misture
com 1 litro da água de sabão.
• Pulverize ou regue as plantas com
21
essamistura,procurandomolharbem,
principalmente por baixo das folhas.
Use um pulverizador costal (de
mochila), se tiver.
Repelente de pimenta-do-reino
com alho e sabão
Extrato de pimenta
• Misture 100 gramas de pimenta-do-
reino com 1 litro de álcool em uma
MarisadeGoes
22
garrafa ou em um vidro com tampa.
• Deixe em repouso por uma semana.
• Coe e guarde num vidro que receberá
tampa e um rótulo identificando o que
tem dentro.
Extrato de alho
• Misture 100 gramas de alho
amassado com 1 litro de álcool em
uma garrafa ou em um vidro com
tampa.
• Deixe em repouso por uma semana.
• Coe e guarde num vidro que receberá
tampa e um rótulo identificando o que
tem dentro.
Cada vez que usar essa mistura,
proceda assim:
• Dissolva 50 gramas de sabão de coco
em 1 litro de água quente.
• Acrescente 1 copo de extrato de
pimenta.
23
• Acrescente meio copo de extrato de
alho.
• Misture bem e depois coloque água
até completar uma lata (20 litros).
• Aplique com pulverizador ou com
regador de crivo fino.
Calda de cinza como repelente
• Misture 2 quilos de cinza em 10 litros
de água.
• Deixe a mistura descansar por um dia.
• Coe e pulverize ou regue as plantas.
Farinha de trigo e leite
contra pulgões e ácaros
• Junte 1 litro de leite desnatado, 4
xícaras de farinha de trigo e misture
em uma lata (20 litros) de água.
• Pulverize ou regue as plantas, sempre
mexendo o líquido.
24
Repelente de arruda para
diversos insetos e formigas
• Coloque 100 gramas de folhas de
arruda picadas em 2 litros de água.
• Deixe em repouso por 24 horas.
• Coe e misture com uma lata de água
(20 litros).
• Pulverize ou regue sobre as plantas
ou nos lugares onde aparecem as
formigas.
25
Atenção!
Para mais informações e esclarecimentos,
procure um técnico da extensão rural, da
Embrapa, da prefeitura ou de alguma
organização de assistência aos agricultores.
26
27
Forme uma associação
com seus vizinhos
Quando você se associa com outros
membros de sua comunidade, as vantagens
são muitas, pois:
• Fica mais fácil procurar as autoridades
e pedir apoio para os projetos.
• Os associados podem comprar
máquinas e aparelhos em conjunto.
• Fica mais fácil obter crédito.
• Juntos, os associados podem vender
melhor sua produção.
• Os associados podem organizar
mutirões.
A união faz a força!
28
29
Títulos lançados
• Como organizar uma associação
• Como plantar abacaxi
• Como plantar hortaliças
• Controle alternativo de pragas e
doenças das plantas
• Caupi: o feijão do Sertão
• Como cultivar a bananeira
• Adubação alternativa
• Cultivo de peixes
• Como produzir melancia
• Alimentação das criações na seca
• Conservas caseiras de frutas
30
31
Impressão e acabamento
Embrapa Informação Tecnológica
Informação Tecnológica
Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento
CGPE:5847
ISBN85-7383-341-6
Com o lançamento do ,
a Embrapa coloca à disposição do pequeno produtor
valiosas instruções sobre as atividades do campo.
Numa linguagem simples e objetiva, os títulos abordam
a criação de animais, técnicas de plantio, práticas
de controle de pragas e doenças, adubação alternativa
e fabricação de conservas de frutas, dentre outros
assuntos que exemplificam como otimizar o trabalho rural.
Inicialmente produzidas para atender demandas por
informação do Semi-Árido nordestino, as recomendações
apresentadas são de aplicabilidade prática também
em outras regiões do País.
Com o a Embrapa
demonstra o compromisso assumido com
o sucesso da agricultura familiar.
ABC da Agricultura Familiar
ABC da Agricultura Familiar,
9788573833416

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Manejo de Pragas da Soja
Manejo de Pragas da SojaManejo de Pragas da Soja
Manejo de Pragas da Soja
Geagra UFG
 
5 beneficios do uso de adubos verdes na agricultura organica
5 beneficios do uso de adubos verdes na agricultura organica5 beneficios do uso de adubos verdes na agricultura organica
5 beneficios do uso de adubos verdes na agricultura organica
Vida Agroecologia - Agricultura do Futuro
 
MIP DO AÇAÍ
MIP DO AÇAÍMIP DO AÇAÍ
MIP DO AÇAÍ
Rebeca Queiroz
 
Palestra CAFEICULTOR: SAIBA COMO CONVIVER COM A BROCA-DO-CAFÉ SEM O INSETICID...
Palestra CAFEICULTOR: SAIBA COMO CONVIVER COM A BROCA-DO-CAFÉ SEM O INSETICID...Palestra CAFEICULTOR: SAIBA COMO CONVIVER COM A BROCA-DO-CAFÉ SEM O INSETICID...
Palestra CAFEICULTOR: SAIBA COMO CONVIVER COM A BROCA-DO-CAFÉ SEM O INSETICID...
Revista Cafeicultura
 
Cartilha uso de defensivos naturais
Cartilha   uso de defensivos naturaisCartilha   uso de defensivos naturais
Cartilha uso de defensivos naturais
Paulo Nogueira
 
Moscas das-frutas
Moscas das-frutasMoscas das-frutas
Moscas das-frutas
Killer Max
 
Cultivos agrícolas, pragas e seu manejo no Sul do Brasil
Cultivos agrícolas, pragas e seu manejo no Sul do BrasilCultivos agrícolas, pragas e seu manejo no Sul do Brasil
Cultivos agrícolas, pragas e seu manejo no Sul do Brasil
IRAC-BR
 
ABC Como plantar hortaliças
ABC Como plantar hortaliçasABC Como plantar hortaliças
ABC Como plantar hortaliças
Lenildo Araujo
 
Cartilha Manejo Cigarrinha
Cartilha Manejo CigarrinhaCartilha Manejo Cigarrinha
Cartilha Manejo Cigarrinha
José Florentino
 
10 controlde de plantas daninhas na cultura da soja
10 controlde de plantas daninhas na cultura da soja10 controlde de plantas daninhas na cultura da soja
10 controlde de plantas daninhas na cultura da soja
Fouad Paracat
 
Panorama geral do manejo de artrópodes na região de Cerrado do Mato Grosso
Panorama geral do manejo de artrópodes na região de Cerrado do Mato GrossoPanorama geral do manejo de artrópodes na região de Cerrado do Mato Grosso
Panorama geral do manejo de artrópodes na região de Cerrado do Mato Grosso
IRAC-BR
 
Identificação de plantas daninhas
Identificação de plantas daninhasIdentificação de plantas daninhas
Identificação de plantas daninhas
Geagra UFG
 
MANEJO DE PLANTAS DANINHAS NO ALGODOEIRO
MANEJO DE PLANTAS DANINHAS NO ALGODOEIROMANEJO DE PLANTAS DANINHAS NO ALGODOEIRO
MANEJO DE PLANTAS DANINHAS NO ALGODOEIRO
Geagra UFG
 
IV WSF, Vilhena - Luis Carlos Ribeiro - Ameaças Fitossanitárias para o Brasil...
IV WSF, Vilhena - Luis Carlos Ribeiro - Ameaças Fitossanitárias para o Brasil...IV WSF, Vilhena - Luis Carlos Ribeiro - Ameaças Fitossanitárias para o Brasil...
IV WSF, Vilhena - Luis Carlos Ribeiro - Ameaças Fitossanitárias para o Brasil...
Oxya Agro e Biociências
 
Plantas daninhas e seu controle
Plantas daninhas e seu controlePlantas daninhas e seu controle
Plantas daninhas e seu controle
Geagra UFG
 
Mini palestra cb ago-2014
Mini  palestra cb ago-2014Mini  palestra cb ago-2014
Mini palestra cb ago-2014
Oxya Agro e Biociências
 

Mais procurados (16)

Manejo de Pragas da Soja
Manejo de Pragas da SojaManejo de Pragas da Soja
Manejo de Pragas da Soja
 
5 beneficios do uso de adubos verdes na agricultura organica
5 beneficios do uso de adubos verdes na agricultura organica5 beneficios do uso de adubos verdes na agricultura organica
5 beneficios do uso de adubos verdes na agricultura organica
 
MIP DO AÇAÍ
MIP DO AÇAÍMIP DO AÇAÍ
MIP DO AÇAÍ
 
Palestra CAFEICULTOR: SAIBA COMO CONVIVER COM A BROCA-DO-CAFÉ SEM O INSETICID...
Palestra CAFEICULTOR: SAIBA COMO CONVIVER COM A BROCA-DO-CAFÉ SEM O INSETICID...Palestra CAFEICULTOR: SAIBA COMO CONVIVER COM A BROCA-DO-CAFÉ SEM O INSETICID...
Palestra CAFEICULTOR: SAIBA COMO CONVIVER COM A BROCA-DO-CAFÉ SEM O INSETICID...
 
Cartilha uso de defensivos naturais
Cartilha   uso de defensivos naturaisCartilha   uso de defensivos naturais
Cartilha uso de defensivos naturais
 
Moscas das-frutas
Moscas das-frutasMoscas das-frutas
Moscas das-frutas
 
Cultivos agrícolas, pragas e seu manejo no Sul do Brasil
Cultivos agrícolas, pragas e seu manejo no Sul do BrasilCultivos agrícolas, pragas e seu manejo no Sul do Brasil
Cultivos agrícolas, pragas e seu manejo no Sul do Brasil
 
ABC Como plantar hortaliças
ABC Como plantar hortaliçasABC Como plantar hortaliças
ABC Como plantar hortaliças
 
Cartilha Manejo Cigarrinha
Cartilha Manejo CigarrinhaCartilha Manejo Cigarrinha
Cartilha Manejo Cigarrinha
 
10 controlde de plantas daninhas na cultura da soja
10 controlde de plantas daninhas na cultura da soja10 controlde de plantas daninhas na cultura da soja
10 controlde de plantas daninhas na cultura da soja
 
Panorama geral do manejo de artrópodes na região de Cerrado do Mato Grosso
Panorama geral do manejo de artrópodes na região de Cerrado do Mato GrossoPanorama geral do manejo de artrópodes na região de Cerrado do Mato Grosso
Panorama geral do manejo de artrópodes na região de Cerrado do Mato Grosso
 
Identificação de plantas daninhas
Identificação de plantas daninhasIdentificação de plantas daninhas
Identificação de plantas daninhas
 
MANEJO DE PLANTAS DANINHAS NO ALGODOEIRO
MANEJO DE PLANTAS DANINHAS NO ALGODOEIROMANEJO DE PLANTAS DANINHAS NO ALGODOEIRO
MANEJO DE PLANTAS DANINHAS NO ALGODOEIRO
 
IV WSF, Vilhena - Luis Carlos Ribeiro - Ameaças Fitossanitárias para o Brasil...
IV WSF, Vilhena - Luis Carlos Ribeiro - Ameaças Fitossanitárias para o Brasil...IV WSF, Vilhena - Luis Carlos Ribeiro - Ameaças Fitossanitárias para o Brasil...
IV WSF, Vilhena - Luis Carlos Ribeiro - Ameaças Fitossanitárias para o Brasil...
 
Plantas daninhas e seu controle
Plantas daninhas e seu controlePlantas daninhas e seu controle
Plantas daninhas e seu controle
 
Mini palestra cb ago-2014
Mini  palestra cb ago-2014Mini  palestra cb ago-2014
Mini palestra cb ago-2014
 

Semelhante a Abc controle de pragas

Abc abacaxi
Abc abacaxiAbc abacaxi
Abc abacaxi
pauloweimann
 
Abc melancia
Abc melanciaAbc melancia
Abc melancia
pauloweimann
 
Abc hortaliças
Abc hortaliçasAbc hortaliças
Abc hortaliças
pauloweimann
 
Apostila Embrapa Como plantar hortaliça
Apostila Embrapa Como plantar hortaliçaApostila Embrapa Como plantar hortaliça
Apostila Embrapa Como plantar hortaliça
Evelyn Golin
 
21438184 como-plantar-hortalicas-131211194443-phpapp02
21438184 como-plantar-hortalicas-131211194443-phpapp0221438184 como-plantar-hortalicas-131211194443-phpapp02
21438184 como-plantar-hortalicas-131211194443-phpapp02
Ronildo Barros Pereira
 
Horta organica
Horta organicaHorta organica
Horta organica
Lindon Johnsons Lemos
 
Como Implantar e Conduzir uma Horta de Pequeno Porte
Como Implantar e Conduzir uma Horta de Pequeno PorteComo Implantar e Conduzir uma Horta de Pequeno Porte
Como Implantar e Conduzir uma Horta de Pequeno Porte
João Siqueira da Mata
 
Receita organica defensivo
Receita organica defensivoReceita organica defensivo
Receita organica defensivo
Luciano Marques
 
RECEITAS DE PLANTAS COM PROPRIEDADES INSETICIDAS
RECEITAS DE PLANTAS COM PROPRIEDADES INSETICIDASRECEITAS DE PLANTAS COM PROPRIEDADES INSETICIDAS
RECEITAS DE PLANTAS COM PROPRIEDADES INSETICIDAS
mnmaill
 
Abc bananeira
Abc bananeiraAbc bananeira
Abc bananeira
pauloweimann
 
Dez dicas para montar hortas ecológicas
Dez dicas para montar hortas ecológicasDez dicas para montar hortas ecológicas
Dez dicas para montar hortas ecológicas
Joyce Muzy
 
ABC Como cultivar a banaeira
ABC Como cultivar a banaeiraABC Como cultivar a banaeira
ABC Como cultivar a banaeira
Lenildo Araujo
 
ABC Como produzir melancia
ABC Como produzir melanciaABC Como produzir melancia
ABC Como produzir melancia
Lenildo Araujo
 
Abc feijão caupi
Abc feijão caupiAbc feijão caupi
Abc feijão caupi
pauloweimann
 
Revista aprendiz
Revista aprendizRevista aprendiz
Revista aprendiz
AprendizRuralPardinho
 
ABC Caupi feijão do sertão
ABC Caupi feijão do sertãoABC Caupi feijão do sertão
ABC Caupi feijão do sertão
Lenildo Araujo
 
CARTILHA-Folder_Horto_Plantas_Medicinais_jul2021.pdf
CARTILHA-Folder_Horto_Plantas_Medicinais_jul2021.pdfCARTILHA-Folder_Horto_Plantas_Medicinais_jul2021.pdf
CARTILHA-Folder_Horto_Plantas_Medicinais_jul2021.pdf
susanesilvacosta
 
10 dicas para montar um horta de base ecológica
10 dicas para montar  um horta de base ecológica10 dicas para montar  um horta de base ecológica
10 dicas para montar um horta de base ecológica
João Siqueira da Mata
 
Cartilha controle pragas
Cartilha controle pragasCartilha controle pragas
10dicashortaecologica
10dicashortaecologica10dicashortaecologica
10dicashortaecologica
Luara Schamó
 

Semelhante a Abc controle de pragas (20)

Abc abacaxi
Abc abacaxiAbc abacaxi
Abc abacaxi
 
Abc melancia
Abc melanciaAbc melancia
Abc melancia
 
Abc hortaliças
Abc hortaliçasAbc hortaliças
Abc hortaliças
 
Apostila Embrapa Como plantar hortaliça
Apostila Embrapa Como plantar hortaliçaApostila Embrapa Como plantar hortaliça
Apostila Embrapa Como plantar hortaliça
 
21438184 como-plantar-hortalicas-131211194443-phpapp02
21438184 como-plantar-hortalicas-131211194443-phpapp0221438184 como-plantar-hortalicas-131211194443-phpapp02
21438184 como-plantar-hortalicas-131211194443-phpapp02
 
Horta organica
Horta organicaHorta organica
Horta organica
 
Como Implantar e Conduzir uma Horta de Pequeno Porte
Como Implantar e Conduzir uma Horta de Pequeno PorteComo Implantar e Conduzir uma Horta de Pequeno Porte
Como Implantar e Conduzir uma Horta de Pequeno Porte
 
Receita organica defensivo
Receita organica defensivoReceita organica defensivo
Receita organica defensivo
 
RECEITAS DE PLANTAS COM PROPRIEDADES INSETICIDAS
RECEITAS DE PLANTAS COM PROPRIEDADES INSETICIDASRECEITAS DE PLANTAS COM PROPRIEDADES INSETICIDAS
RECEITAS DE PLANTAS COM PROPRIEDADES INSETICIDAS
 
Abc bananeira
Abc bananeiraAbc bananeira
Abc bananeira
 
Dez dicas para montar hortas ecológicas
Dez dicas para montar hortas ecológicasDez dicas para montar hortas ecológicas
Dez dicas para montar hortas ecológicas
 
ABC Como cultivar a banaeira
ABC Como cultivar a banaeiraABC Como cultivar a banaeira
ABC Como cultivar a banaeira
 
ABC Como produzir melancia
ABC Como produzir melanciaABC Como produzir melancia
ABC Como produzir melancia
 
Abc feijão caupi
Abc feijão caupiAbc feijão caupi
Abc feijão caupi
 
Revista aprendiz
Revista aprendizRevista aprendiz
Revista aprendiz
 
ABC Caupi feijão do sertão
ABC Caupi feijão do sertãoABC Caupi feijão do sertão
ABC Caupi feijão do sertão
 
CARTILHA-Folder_Horto_Plantas_Medicinais_jul2021.pdf
CARTILHA-Folder_Horto_Plantas_Medicinais_jul2021.pdfCARTILHA-Folder_Horto_Plantas_Medicinais_jul2021.pdf
CARTILHA-Folder_Horto_Plantas_Medicinais_jul2021.pdf
 
10 dicas para montar um horta de base ecológica
10 dicas para montar  um horta de base ecológica10 dicas para montar  um horta de base ecológica
10 dicas para montar um horta de base ecológica
 
Cartilha controle pragas
Cartilha controle pragasCartilha controle pragas
Cartilha controle pragas
 
10dicashortaecologica
10dicashortaecologica10dicashortaecologica
10dicashortaecologica
 

Mais de pauloweimann

Mais e mais receitas
Mais e mais receitasMais e mais receitas
Mais e mais receitas
pauloweimann
 
Receitobas sorvetes e outras
Receitobas sorvetes e outrasReceitobas sorvetes e outras
Receitobas sorvetes e outras
pauloweimann
 
900 piadas
900 piadas900 piadas
900 piadas
pauloweimann
 
Rexetas
RexetasRexetas
Rexetas
pauloweimann
 
Muitas receitas
Muitas receitasMuitas receitas
Muitas receitas
pauloweimann
 
Ataque e defesa astral
Ataque e defesa astralAtaque e defesa astral
Ataque e defesa astral
pauloweimann
 
As ervas de a a z
As ervas de a a zAs ervas de a a z
As ervas de a a z
pauloweimann
 
Apocalipse para mosquitos moscas e afins
Apocalipse para mosquitos moscas e afinsApocalipse para mosquitos moscas e afins
Apocalipse para mosquitos moscas e afins
pauloweimann
 
Acessando o hemisfério direito do cérebro lidia peychaux
Acessando o hemisfério direito do cérebro   lidia peychauxAcessando o hemisfério direito do cérebro   lidia peychaux
Acessando o hemisfério direito do cérebro lidia peychaux
pauloweimann
 
A arca perdida da alianca tudor parfitt
A arca perdida da alianca   tudor parfittA arca perdida da alianca   tudor parfitt
A arca perdida da alianca tudor parfitt
pauloweimann
 
A abobada energetica k. h. scheer
A abobada energetica   k. h. scheerA abobada energetica   k. h. scheer
A abobada energetica k. h. scheer
pauloweimann
 
666 o limiar do inferno - jay anson
666   o limiar do inferno - jay anson666   o limiar do inferno - jay anson
666 o limiar do inferno - jay anson
pauloweimann
 
50 chás-e-seus-benefícios
50 chás-e-seus-benefícios50 chás-e-seus-benefícios
50 chás-e-seus-benefícios
pauloweimann
 
22 regras-de-ouro-para-adivinhos
22 regras-de-ouro-para-adivinhos22 regras-de-ouro-para-adivinhos
22 regras-de-ouro-para-adivinhos
pauloweimann
 
Receltas
ReceltasReceltas
Receltas
pauloweimann
 
Receituxas
ReceituxasReceituxas
Receituxas
pauloweimann
 
Receituxas variadas
Receituxas variadasReceituxas variadas
Receituxas variadas
pauloweimann
 
Receitouxas
ReceitouxasReceitouxas
Receitouxas
pauloweimann
 
Receitoukas
ReceitoukasReceitoukas
Receitoukas
pauloweimann
 
Receitolas
ReceitolasReceitolas
Receitolas
pauloweimann
 

Mais de pauloweimann (20)

Mais e mais receitas
Mais e mais receitasMais e mais receitas
Mais e mais receitas
 
Receitobas sorvetes e outras
Receitobas sorvetes e outrasReceitobas sorvetes e outras
Receitobas sorvetes e outras
 
900 piadas
900 piadas900 piadas
900 piadas
 
Rexetas
RexetasRexetas
Rexetas
 
Muitas receitas
Muitas receitasMuitas receitas
Muitas receitas
 
Ataque e defesa astral
Ataque e defesa astralAtaque e defesa astral
Ataque e defesa astral
 
As ervas de a a z
As ervas de a a zAs ervas de a a z
As ervas de a a z
 
Apocalipse para mosquitos moscas e afins
Apocalipse para mosquitos moscas e afinsApocalipse para mosquitos moscas e afins
Apocalipse para mosquitos moscas e afins
 
Acessando o hemisfério direito do cérebro lidia peychaux
Acessando o hemisfério direito do cérebro   lidia peychauxAcessando o hemisfério direito do cérebro   lidia peychaux
Acessando o hemisfério direito do cérebro lidia peychaux
 
A arca perdida da alianca tudor parfitt
A arca perdida da alianca   tudor parfittA arca perdida da alianca   tudor parfitt
A arca perdida da alianca tudor parfitt
 
A abobada energetica k. h. scheer
A abobada energetica   k. h. scheerA abobada energetica   k. h. scheer
A abobada energetica k. h. scheer
 
666 o limiar do inferno - jay anson
666   o limiar do inferno - jay anson666   o limiar do inferno - jay anson
666 o limiar do inferno - jay anson
 
50 chás-e-seus-benefícios
50 chás-e-seus-benefícios50 chás-e-seus-benefícios
50 chás-e-seus-benefícios
 
22 regras-de-ouro-para-adivinhos
22 regras-de-ouro-para-adivinhos22 regras-de-ouro-para-adivinhos
22 regras-de-ouro-para-adivinhos
 
Receltas
ReceltasReceltas
Receltas
 
Receituxas
ReceituxasReceituxas
Receituxas
 
Receituxas variadas
Receituxas variadasReceituxas variadas
Receituxas variadas
 
Receitouxas
ReceitouxasReceitouxas
Receitouxas
 
Receitoukas
ReceitoukasReceitoukas
Receitoukas
 
Receitolas
ReceitolasReceitolas
Receitolas
 

Último

Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdfAula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
vitorreissouzasilva
 
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica BasicaExercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
ElinarioCosta
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.pptFUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
MarceloMonteiro213738
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
ANDRÉA FERREIRA
 
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptxTREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
erssstcontato
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
AdrianoMontagna1
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
rloureiro1
 
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
SidneySilva523387
 
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de GeografiaAula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
WELTONROBERTOFREITAS
 
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
Crisnaiara
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
HelenStefany
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Mary Alvarenga
 
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
beatrizsilva525654
 
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
AntonioAngeloNeves
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
ARIADNEMARTINSDACRUZ
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
joaresmonte3
 

Último (20)

Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdfAula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
 
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica BasicaExercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.pptFUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
 
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptxTREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
 
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
 
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de GeografiaAula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
 
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
 
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
 
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
 

Abc controle de pragas

  • 2. Controle alternativo de pragas e doenças das plantas Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Embrapa Informação Tecnológica Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Embrapa Informação Tecnológica Brasília, DF 2006
  • 3. Todos os direitos reservados. A reprodução não autorizada desta publicação, no todo ou em parte, constitui violação dos direitos autorais (Lei no. 9.610). Dados Internacionais de Catalogação na Publicação – CIP Embrapa Informação Tecnológica CDD 632.9 Controle alternativo de pragas e doenças das plantas. – Brasília, DF : Embrapa Informação Tecnológica, 2006. 27 p. : il. – (ABC da Agricultura Familiar, 4). Compilação e edição, CW Produções Ltda. ISBN 85-7383-341-6 1. Doença. 2. Pesticida. 3. Planta. 4. Praga. 5. Repelente. Exemplares desta publicação podem ser adquiridos na: Embrapa Informação Tecnológica Parque Estação Biológica (PqEB), Av. W3 Norte (final) CEP 70770-901 Brasília, DF Fone: (61) 3340-9999 Fax: (61) 3340-2753 vendas@sct.embrapa.br www.sct.embrapa.br Coordenação geral Fernando do Amaral Pereira Coordenação editorial Lillian Alvares Lucilene Maria de Andrade Compilação e edição CW Produções Ltda. Revisão técnica Marisa de Goes Revisão de texto Wesley José da Rocha 1ª edição 1ª impressão (2006): 1.000 exemplares Editoração eletrônica Mário César Moura de Aguiar Capa Carlos Eduardo Felice Barbeiro Ilustração da capa CW Produções Ltda. (Eloi Neves Gameleira Paulo Sérgio Soares) Ilustração do texto CW Produções Ltda. (Paulo Sérgio Soares) ©Embrapa2006
  • 4. Apresentação Empenhada em auxiliar o pequeno produtor, a Embrapa lança o ABC da Agricultura Familiar, que oferece valiosas instruções sobre o trabalho no campo. Elaboradas em linguagem simples e objetiva, as publicações abordam temas relacionados à agropecuária e mostram como otimizar a atividade rural. A criação de animais, técnicas de plantio, práticas de controle de pragas e doenças, adubação alternativa e fabricação de conservas de frutas são alguns dos assuntos tratados. De forma independente ou reunidas em associações, as famílias poderão beneficiar-se dessas informações e, com isso, diminuir custos, aumentar a produção de alimentos, criar outras fontes de renda e agregar valor a seus produtos. Assim, a Embrapa cumpre o propósito adicional de ajudar a fixar o homem no campo, pois coloca a pesquisa a seu alcance e oferece alternativas de melhoria na qualidade de vida. Fernando do Amaral Pereira Gerente-Geral Embrapa InformaçãoTecnológica
  • 5.
  • 6. Sumário Pragas e doenças ..................................... 7 Por que e quando usar métodos alternativos e naturais? ............................. 9 Aumente a resistência natural das plantas ............................................. 10 Evite a contaminação das plantas ........... 11 Mantenha limpo o local de cultivo............ 11 Evite o excesso de umidade ................... 12 Observe diariamente as plantas .............. 12 Proteja os amigos das plantas ............... 13 Use métodos manuais ou caseiros de controle das pragas............................ 15
  • 7. 6
  • 8. 7 Pragas e doenças Você sabe que existem muitas pragas e doenças que atacam as plantas. Para combatê-las, além dos métodos usuais, você pode utilizar maneiras alternativas. Pragas As pragas são principalmente lagartas, besouros, moscas, pulgões, ácaros, cocho- nilhaselesmas.Elassugamoucomempartes das plantas.As pragas podem ainda transmitir doenças de uma planta para outra. Os ácaros são pragas muito pequenas e as cochonilhas, também pequenas, são pragas com formatos de escama, de meia bola ou de montinhos de farinha. Lesma Lagarta Mosca Ácaro Cochonilhas Percevejo Besouro Formiga
  • 9. 8 Etapas na vida de uma praga É importante saber que cada espécie de praga passa por várias etapas de desenvolvimento. O ciclo de vida das pragas tem duração variável. O da borboleta, por exemplo, é de aproximadamente 35 dias. Nesse período, ela passa pelas fases: ovo, lagarta, pupa e por fim borboleta, que é a fase adulta.Afase em que ela ataca as plantas é a de lagarta. Adulto Pupa Ovos Lagarta
  • 10. 9 Doenças As doenças são causadas por micróbios que provocam manchas, murchas, melas ou outros sintomas que destroem partes da planta ou a planta toda. Podem ser trans- mitidas pelas pragas, pelo ar, pelo solo, pela água ou até mesmo pelo próprio homem, pois não é difícil levar nas roupas e nas mãos os micróbios de uma planta doente para outra sadia. Por que e quando usar métodos alternativos e naturais? Sempre que produtos químicos come- rciais forem usados, é necessária a ajuda de um técnico, porque os pesticidas são muito venenosos e bastante caros, o que pode fazer mal para sua saúde e para seu bolso. Numa pequena roça, pomar ou horta, não vale a pena usar esses produtos para controlar as pragas e doenças.
  • 11. 10 Alguns pesticidas matam as abelhas. Além de produzirem mel, elas visitam as flores para coletar pólen e com isso ajudam na formação das frutas e das sementes. Muitos pesticidas matam também as aranhas e os insetos“benéficos”queajudamvocêadestruir as pragas. Pássaros que se alimentarem de insetos mortos por pesticidas podem morrer. Por isso, você deve usar os chamados métodos alternativos e naturais de controle. A descrição de alguns deles é dada a seguir. Aumente a resistência natural das plantas As plantas são parecidas com as pessoas: se estiverem bem alimentadas, resistirão melhor às pragas e às doenças. Por isso, é muito importante adubar as plantas. Isso é explicado no título Adubação alternativa do ABC da Agricultura Familiar.
  • 12. 11 Evite a contaminação das plantas • Evite plantar no mesmo local onde as plantas adoeceram no cultivo anterior. • Não use mudas nem sementes de locais onde existiram plantas doentes, mesmo que pareçam sadias. • Evite sementes ou mudas de plantas doentes. Mantenha limpo o local de cultivo O espaço em volta das plantas deve ser bem capinado. Nas ruas, entre as fileiras ou entre as covas das plantas, o mato deve ser roçado e os restos secos deixados para manter a umidade e evitar que a chuva carregue o solo.
  • 13. 12 Evite o excesso de umidade • A umidade excessiva é uma das principais causas de doenças. • Evite locais encharcados. • Evite regas em excesso. • Nas hortas, os canteiros devem ter, pelo menos, meio palmo de altura. • Na época de chuvas muito fortes, cubra pequenos canteiros e plantas isoladas com um plástico transpa- rente. Observe diariamente as plantas Observe diariamente as plantas para saber se elas foram atacadas por pragas ou doenças. Proceda com cada planta do seguinte modo: se estiver manchada, melada ou murcha, arranque as partes com esses sinais;
  • 14. 13 se estiver muito atacada, arranque a planta inteira. Destrua as partes e plantas eliminadas para que não passem a doença para outras plantas. Se observar insetos ou outras pragas comendo ou sugando as plantas, ou mesmo ovos, elimine-os de acordo com as indicações mais adiante. Mas preste atenção: alguns insetos e aranhas são benéficos, isto é, ajudam a controlar as pragas, pois se alimentam delas. Proteja os amigos das plantas Se você observar as plantas, notará que existem alguns bichos que atacam e comem as pragas. As aves como os sabiás, o joão-de- barro, os bem-te-vis, as corujas e muitas outras, os sapos, os lagartos (garobos) e as galinhas, todos ajudam a controlar as pragas.
  • 15. 14 Aranhaseinsetoscomoasjoaninhas,as vespaspequenasougrandeseolouva-a-deus matam e comem as pragas. Por isso, esses bichos são chamados benéficos, pois ajudam a combater as pragas. Lagarto Rã Aranha Coruja Vespa Pássaro
  • 16. 15 Use métodos manuais ou caseiros de controle das pragas Se você observar que alguns insetos estão comendo ou sugando folhas e talos, furando ou comendo os frutos, faça o seguinte: • Cate e esmague as lagartas e os ovos das pragas. • Coloque ao lado dos canteiros, como se fosse uma placa, um pedaço de plástico amarelo besuntado com óleo (ou graxa). Muitos insetos serão atraídos pela cor amarela e ficarão colados no óleo. • Instale armadilhas luminosas. • Use sacos molhados para caçar lesmas e lagartas. • Use barreiras vivas. • Use inseticidas caseiros.
  • 17. 16 Armadilha luminosa A armadilha luminosa nada mais é do que uma lâmpada elétrica, ou lampião, colocada acima de uma bacia com água, ou óleo queimado. Essas armadilhas são usadas à noite, pois a luz atrai os insetos, que caem na bacia e morrem. Coloque a armadilha perto dos canteiros ou da área plantada.
  • 18. 17 Sacos molhados contra lesmas e lagartas do solo Paracombaterlesmasealagarta-rosca, coloque alguns sacos molhados junto dos canteiros ou das plantas atacadas, no fim da tarde. Essas pragas costumam se esconder embaixo dos sacos molhados antes do amanhecer. De manhã, levante os sacos e mate as lesmas e as lagartas.
  • 19. 18 Barreiras vivas Use barreiras vivas para segurar os insetos daninhos antes que eles cheguem à sua plantação. Faça uma cerca com gergelim para controlar as formigas cortadeiras. Se você plantar uma carreira de milho em volta da área onde estão as plantas, as pragas que voam em direção a elas param nos pés de milho.
  • 20. 19 Inseticidas e repelentes caseiros Você pode usar inseticidas ou repe- lentes caseiros, como: • Calda de fumo e sabão. • Extrato de pimenta-do-reino, alho e sabão. • Farinha de trigo e leite. • Repelente de cinza. • Repelente de arruda. Obs.: essas receitas não foram testadas em pesquisas da Embrapa, mas são ba- seadas na experiência de técnicos e de agricultores. Calda de fumo e sabão Serve para combater pulgões, lagartas, ácaros e cochonilhas. Calda de fumo • Pique meio palmo de fumo de corda e coloque-o em 1 litro de água com 1 xícara (café) de álcool.
  • 21. 20 • Deixe de molho por 24 horas. • Depois, coe e guarde a calda num vidro que receberá tampa e um rótulo identificando o que tem dentro. Água de sabão • Misture 1 colher (sopa) de sabão de coco raspado em 1 litro de água quente. • Agite até dissolver. • Guarde num vidro que receberá tampa e um rótulo identificando o que tem dentro. Como aplicar? Nahoradeusar,mistureacaldadefumo com a água de sabão: • Coloque 5 colheres (sopa) da calda de fumo em 1 litro de água e misture com 1 litro da água de sabão. • Pulverize ou regue as plantas com
  • 22. 21 essamistura,procurandomolharbem, principalmente por baixo das folhas. Use um pulverizador costal (de mochila), se tiver. Repelente de pimenta-do-reino com alho e sabão Extrato de pimenta • Misture 100 gramas de pimenta-do- reino com 1 litro de álcool em uma MarisadeGoes
  • 23. 22 garrafa ou em um vidro com tampa. • Deixe em repouso por uma semana. • Coe e guarde num vidro que receberá tampa e um rótulo identificando o que tem dentro. Extrato de alho • Misture 100 gramas de alho amassado com 1 litro de álcool em uma garrafa ou em um vidro com tampa. • Deixe em repouso por uma semana. • Coe e guarde num vidro que receberá tampa e um rótulo identificando o que tem dentro. Cada vez que usar essa mistura, proceda assim: • Dissolva 50 gramas de sabão de coco em 1 litro de água quente. • Acrescente 1 copo de extrato de pimenta.
  • 24. 23 • Acrescente meio copo de extrato de alho. • Misture bem e depois coloque água até completar uma lata (20 litros). • Aplique com pulverizador ou com regador de crivo fino. Calda de cinza como repelente • Misture 2 quilos de cinza em 10 litros de água. • Deixe a mistura descansar por um dia. • Coe e pulverize ou regue as plantas. Farinha de trigo e leite contra pulgões e ácaros • Junte 1 litro de leite desnatado, 4 xícaras de farinha de trigo e misture em uma lata (20 litros) de água. • Pulverize ou regue as plantas, sempre mexendo o líquido.
  • 25. 24 Repelente de arruda para diversos insetos e formigas • Coloque 100 gramas de folhas de arruda picadas em 2 litros de água. • Deixe em repouso por 24 horas. • Coe e misture com uma lata de água (20 litros). • Pulverize ou regue sobre as plantas ou nos lugares onde aparecem as formigas.
  • 26. 25 Atenção! Para mais informações e esclarecimentos, procure um técnico da extensão rural, da Embrapa, da prefeitura ou de alguma organização de assistência aos agricultores.
  • 27. 26
  • 28. 27 Forme uma associação com seus vizinhos Quando você se associa com outros membros de sua comunidade, as vantagens são muitas, pois: • Fica mais fácil procurar as autoridades e pedir apoio para os projetos. • Os associados podem comprar máquinas e aparelhos em conjunto. • Fica mais fácil obter crédito. • Juntos, os associados podem vender melhor sua produção. • Os associados podem organizar mutirões. A união faz a força!
  • 29. 28
  • 30. 29 Títulos lançados • Como organizar uma associação • Como plantar abacaxi • Como plantar hortaliças • Controle alternativo de pragas e doenças das plantas • Caupi: o feijão do Sertão • Como cultivar a bananeira • Adubação alternativa • Cultivo de peixes • Como produzir melancia • Alimentação das criações na seca • Conservas caseiras de frutas
  • 31. 30
  • 32. 31
  • 33. Impressão e acabamento Embrapa Informação Tecnológica
  • 34. Informação Tecnológica Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento CGPE:5847 ISBN85-7383-341-6 Com o lançamento do , a Embrapa coloca à disposição do pequeno produtor valiosas instruções sobre as atividades do campo. Numa linguagem simples e objetiva, os títulos abordam a criação de animais, técnicas de plantio, práticas de controle de pragas e doenças, adubação alternativa e fabricação de conservas de frutas, dentre outros assuntos que exemplificam como otimizar o trabalho rural. Inicialmente produzidas para atender demandas por informação do Semi-Árido nordestino, as recomendações apresentadas são de aplicabilidade prática também em outras regiões do País. Com o a Embrapa demonstra o compromisso assumido com o sucesso da agricultura familiar. ABC da Agricultura Familiar ABC da Agricultura Familiar, 9788573833416