SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 14
TANGO
Índice
• Tango
• Instrumentos Típicos
• Tango
• Tango - Origem da música
• Jorge Luis Borges
• Tango – Características
• Tango - Época de ouro
• Tango - Época de ouro
• Tango - Época de ouro
• Tango - Estilo do tango
• Tango – Compositores
• Identificação
TANGO
Origens estilísticas Polka, Habanera, Milonga
Contexto cultural Entre 1850 e 1890, na
Argentina e Uruguai
Instrumentos típicos Acordeão, Bandoneón,
piano, violão, violino e
contrabaixo
Popularidade Muito popular nas áreas urbanas
da Bacia do Prata e na Europa.
Formas derivadas Maxixe, Tango Cayengue
Subgêneros
Tango finlandês, nuevo tango, tango argentino, tango de salão
Instrumentos Típicos
Acordeão Bandoneó Piano
Contrabaixo
Violão Violino
Tango
• O tango é um tipo musical e uma dança a par. 
Tem forma musical binária e compasso de dois 
por quatro. A coreografia é complexa e as 
habilidades dos bailarinos são celebradas pelos 
aficionados. Segundo Discépolo, "o tango é 
um pensamento triste que se pode dançar". 
Tango
Origem da música
• Sua origem encontra-se na área de Rio da Prata, na América do Sul, nas 
cidades de Buenos Aires e Montevidéu.
•  A música do tango não tem uma origem muito clara. De acordo com 
estudos que não dispõem de numerosa documentação, o tango descenderia 
da habanera e se interpretava nos prostíbulos de Buenos Aires e 
Montevidéu, nas duas últimas décadas do século XIX, com violino, flauta e 
violão.
•  Nessa época inicial era dançado por dois homens, daí o fato dos rosto 
virados, sem se fitar. Depois, já nos anos 1910, como o sucesso em Paris 
foi aceito pela aristocracia platina.
•  O escritor argentino Jorge Luis Borges afirmou que por suas 
características o tango só poderia ter nascido em Montevidéu ou Buenos 
Aires. O bandoneón, que actualmente caracteriza o tango, chegou à região 
do Rio da Prata por volta do ano 1900, nas maletas de imigrantes alemães. 
Não existem muitas partituras da época, pois os músicos de tango não 
sabiam escrever a música e provavelmente interpretavam sobre a base de 
melodias já existentes, tanto de habaneras como de polcas.
Jorge Luis Borges
Tango
Características
• O Tango mescla o drama, a paixão, a 
sexualidade, a agressividade, é sempre e 
totalmente triste. Como dança é "duro", 
masculino, sem meneios femininos, a mulher é 
sempre submissa. O ritmo é sincopado, tem 
um compasso binário. A síncope é de uma 
nota tocada no tempo fraco que se prolonga até 
um tempo forte, o que movimenta a música e 
desloca acentuação do ritmo.
Tango
Época de ouro
Tango
Património Mundial da UNESCO
Tipo Património Oral e Imaterial da
Humanidade
Região Américas
Histórico de inscrição
Inscrição 2009 (XXXIII)
Tango
Época de ouro
• O tango argentino , ou rio-platense , começou a ultrapassar fronteiras já
no início do século XX , quando marinheiros franceses levaram ao seu país
natal o tango do uruguaio Enrique Saborido La morocha, isso por volta de
1907 ; Aliás Paris se apaixonou pelo tango , uma dança exótica e sensual
para os parisienses, que levou muitos artistas argentinos e uruguaios
viajassem e até se radicassem na capital francesa. Os pesquisadores do
género identificam duas fases de ouro do tango, a primeira nos anos 20 ,
quando várias figuras do ambiente artístico de Buenos Aires e
Montevidéu , inclusive muitos literatos como José Gonzalez Castillo e
Fernán Silva Valdez canalizassem seus esforços no fomento da música
popular rio-platense,e em especial do tango . Nos anos 20 , cantores como
Carlos Gardel,Ignacio Corsini e Agustín Magaldi, e cantoras como Rosita
Quiroga e Azucena Maizani , venderam muitos discos na florescente
indústria discográfica argentina e difundiram o tango para fora da
Argentina. Os anos 40 marcam a segunda época de ouro do tango , quando
novos valores do tango como Aníbal Troilo , Astor Piazzolla , Armando
Pontier se juntam a nomes consagrados como Francisco Canaro e Carlos di
Sarli , isso sem contar o fenómeno de popularidade que foi a típica de Juan
D'Arienzo.
Tango
Época de ouro
• O Tango foi considerado um Património Cultural da
Humanidade da Unesco em 30 de setembro de 2009, em
Dubai.
• Existiu também o tango brasileiro muito em voga no início do
século vinte no Rio de Janeiro. Muitos dizem que ele nada
mais era que uma denominação do maxixe, devido ao fato de
este ter sido proibido. Daí editarem as canções com o género
descrito por "tango brasileiro". Outros contestam essa história
dizendo que há diferença entre o tango brasileiro e o maxixe e
esta se daria pela presença de uma pausa na primeira
semicolcheia do primeiro tempo, que o tango não possuiria.
Tango
Estilo do tango
• Há diferentes tendências
em seu estilo. O tango-
canção, tango canyengue,
o tango milonga, tango
romanzae o tango jazz.
Hoje em dia é possível até
encontrar estilos como
tango rock e electrotango,
ou tango electrónico.
Tango
Compositores
• Alguns compositores tradicionais do tango:
• Alfredo Le Pera
• Ángel Villoldo
• Aníbal Troilo
• Ástor Piazzolla
• Carlos di Sarli
• Carlos Gardel
• Edgardo Donato
• Eduardo Arolas
• Enrique Santos Discépolo
• Francisco Canaro
• Gerardo Matos Rodríguez
• Hugo del Carril
• Julio Sosa
• Osvaldo Fresedo
• Osvaldo Pugliese
• Juan D'Arienzo
• Roberto Firpo
• Francisco Lomuto
Identificação
• Trabalho Solicitado Por :
• Prof.ª Maria do Carmo Albuquerque
• Trabalho Realizado Por :
• Paulo Martins Nº 23 7º B

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Introdução à História da Música Ocidental
Introdução à História da Música OcidentalIntrodução à História da Música Ocidental
Introdução à História da Música Ocidentalnayferreiracosta
 
A História do Forró
A História do ForróA História do Forró
A História do ForróTom Souza
 
História da Música Brasileira
História da Música BrasileiraHistória da Música Brasileira
História da Música BrasileiraCarlos Zaranza
 
história da valsa, origem da valsa, tipos de dança, valsa no brasil.
história da valsa, origem da valsa, tipos de dança, valsa no brasil.história da valsa, origem da valsa, tipos de dança, valsa no brasil.
história da valsa, origem da valsa, tipos de dança, valsa no brasil.Evandir Araujo
 
Astor Piazzolla Overview
Astor Piazzolla OverviewAstor Piazzolla Overview
Astor Piazzolla Overviewschriltz
 
História da música clássica
História da música clássicaHistória da música clássica
História da música clássicaOracy Filho
 
Aprender guitarra-classica
Aprender guitarra-classicaAprender guitarra-classica
Aprender guitarra-classicahome
 
Historia da dança
Historia da dançaHistoria da dança
Historia da dançaRui
 
A dança é uma das três principais artes
A dança é uma das três principais artesA dança é uma das três principais artes
A dança é uma das três principais artesCATEUS
 
Estilos Musicais
Estilos MusicaisEstilos Musicais
Estilos MusicaisMarilia
 

Mais procurados (20)

Introdução à História da Música Ocidental
Introdução à História da Música OcidentalIntrodução à História da Música Ocidental
Introdução à História da Música Ocidental
 
Forró
ForróForró
Forró
 
A História do Forró
A História do ForróA História do Forró
A História do Forró
 
História da Música Brasileira
História da Música BrasileiraHistória da Música Brasileira
História da Música Brasileira
 
Música Portuguesa
Música PortuguesaMúsica Portuguesa
Música Portuguesa
 
Mozart
MozartMozart
Mozart
 
história da valsa, origem da valsa, tipos de dança, valsa no brasil.
história da valsa, origem da valsa, tipos de dança, valsa no brasil.história da valsa, origem da valsa, tipos de dança, valsa no brasil.
história da valsa, origem da valsa, tipos de dança, valsa no brasil.
 
Astor Piazzolla Overview
Astor Piazzolla OverviewAstor Piazzolla Overview
Astor Piazzolla Overview
 
A história do ballet
A história do balletA história do ballet
A história do ballet
 
História da música clássica
História da música clássicaHistória da música clássica
História da música clássica
 
Aprender guitarra-classica
Aprender guitarra-classicaAprender guitarra-classica
Aprender guitarra-classica
 
Dança
DançaDança
Dança
 
Cavaquinho
CavaquinhoCavaquinho
Cavaquinho
 
Mpb
MpbMpb
Mpb
 
Historia da dança
Historia da dançaHistoria da dança
Historia da dança
 
A dança é uma das três principais artes
A dança é uma das três principais artesA dança é uma das três principais artes
A dança é uma das três principais artes
 
Samba
SambaSamba
Samba
 
Estilos Musicais
Estilos MusicaisEstilos Musicais
Estilos Musicais
 
Danças folcloricas
Danças folcloricasDanças folcloricas
Danças folcloricas
 
Forró
ForróForró
Forró
 

Destaque (9)

O Tango
O TangoO Tango
O Tango
 
Milonga
MilongaMilonga
Milonga
 
Tango
TangoTango
Tango
 
Dança de salão - Tango
Dança de salão - TangoDança de salão - Tango
Dança de salão - Tango
 
Valsa
ValsaValsa
Valsa
 
Tango
TangoTango
Tango
 
Ef. trabalho
Ef. trabalhoEf. trabalho
Ef. trabalho
 
Milonga Box B Kαβαλιέρος
Milonga Box B KαβαλιέροςMilonga Box B Kαβαλιέρος
Milonga Box B Kαβαλιέρος
 
Historia del Tango
Historia del TangoHistoria del Tango
Historia del Tango
 

Semelhante a Tango (20)

dança de salão
dança de salãodança de salão
dança de salão
 
Uma visita ao tango argentino
Uma visita ao tango argentinoUma visita ao tango argentino
Uma visita ao tango argentino
 
Tango.pptx
Tango.pptxTango.pptx
Tango.pptx
 
Dança de salão.
Dança de salão.Dança de salão.
Dança de salão.
 
Flamenco 110527101142-phpapp01
Flamenco 110527101142-phpapp01Flamenco 110527101142-phpapp01
Flamenco 110527101142-phpapp01
 
Flamenco
FlamencoFlamenco
Flamenco
 
Chorinho t1006
Chorinho t1006Chorinho t1006
Chorinho t1006
 
Danças de salão
Danças de salãoDanças de salão
Danças de salão
 
Trabalho De Espanhol
Trabalho De EspanholTrabalho De Espanhol
Trabalho De Espanhol
 
Trabalho De Espanhol
Trabalho De EspanholTrabalho De Espanhol
Trabalho De Espanhol
 
Sertanejo
SertanejoSertanejo
Sertanejo
 
sertanejo-140519094156-phpapp01 (1).pdf
sertanejo-140519094156-phpapp01 (1).pdfsertanejo-140519094156-phpapp01 (1).pdf
sertanejo-140519094156-phpapp01 (1).pdf
 
201004261420historiadadanca
201004261420historiadadanca201004261420historiadadanca
201004261420historiadadanca
 
Camargo emerson zíngaro - música sertaneja e globa ll-zação
Camargo emerson zíngaro  - música sertaneja e globa ll-zaçãoCamargo emerson zíngaro  - música sertaneja e globa ll-zação
Camargo emerson zíngaro - música sertaneja e globa ll-zação
 
Chorinho2
Chorinho2Chorinho2
Chorinho2
 
Dancas brasileiras de_matriz_africana
Dancas brasileiras de_matriz_africanaDancas brasileiras de_matriz_africana
Dancas brasileiras de_matriz_africana
 
São tomé e príncipe
São tomé e príncipeSão tomé e príncipe
São tomé e príncipe
 
Apresentação05agosto2010.ppt
Apresentação05agosto2010.pptApresentação05agosto2010.ppt
Apresentação05agosto2010.ppt
 
Música portuguesa
Música portuguesaMúsica portuguesa
Música portuguesa
 
Cp141311
Cp141311Cp141311
Cp141311
 

Mais de Paulo Martins

F 16 Fighting Falcon
F 16 Fighting FalconF 16 Fighting Falcon
F 16 Fighting FalconPaulo Martins
 
Enumerar as vantagens da descoberta da técnica do fogo
Enumerar as vantagens da descoberta da técnica do fogoEnumerar as vantagens da descoberta da técnica do fogo
Enumerar as vantagens da descoberta da técnica do fogoPaulo Martins
 
A importância da invasão da escrita
A importância da invasão da escrita A importância da invasão da escrita
A importância da invasão da escrita Paulo Martins
 
Quando e como se formou o universo
Quando e como se formou o universoQuando e como se formou o universo
Quando e como se formou o universoPaulo Martins
 
Distingue planetas , estrelas e galáxias
Distingue planetas , estrelas e galáxiasDistingue planetas , estrelas e galáxias
Distingue planetas , estrelas e galáxiasPaulo Martins
 
Consumismo e publicidade
Consumismo e publicidadeConsumismo e publicidade
Consumismo e publicidadePaulo Martins
 
Tradições musicais do méxico
Tradições musicais do méxicoTradições musicais do méxico
Tradições musicais do méxicoPaulo Martins
 
Serviços e turismo texto edit +++
Serviços e turismo texto edit +++Serviços e turismo texto edit +++
Serviços e turismo texto edit +++Paulo Martins
 
As Transformações Económicas e Sociais do Após Guerra
As Transformações Económicas e Sociais do Após GuerraAs Transformações Económicas e Sociais do Após Guerra
As Transformações Económicas e Sociais do Após GuerraPaulo Martins
 
A Rússia do Antigo Regime
A Rússia do Antigo RegimeA Rússia do Antigo Regime
A Rússia do Antigo RegimePaulo Martins
 
A Revolução Soviética
A Revolução SoviéticaA Revolução Soviética
A Revolução SoviéticaPaulo Martins
 

Mais de Paulo Martins (20)

F 16 Fighting Falcon
F 16 Fighting FalconF 16 Fighting Falcon
F 16 Fighting Falcon
 
F 15 Strick Eagle
F 15 Strick EagleF 15 Strick Eagle
F 15 Strick Eagle
 
F 16 XL
F 16 XLF 16 XL
F 16 XL
 
F 15 Eagle
F 15 Eagle F 15 Eagle
F 15 Eagle
 
OTAN
OTANOTAN
OTAN
 
Enumerar as vantagens da descoberta da técnica do fogo
Enumerar as vantagens da descoberta da técnica do fogoEnumerar as vantagens da descoberta da técnica do fogo
Enumerar as vantagens da descoberta da técnica do fogo
 
A importância da invasão da escrita
A importância da invasão da escrita A importância da invasão da escrita
A importância da invasão da escrita
 
Quando e como se formou o universo
Quando e como se formou o universoQuando e como se formou o universo
Quando e como se formou o universo
 
Distingue planetas , estrelas e galáxias
Distingue planetas , estrelas e galáxiasDistingue planetas , estrelas e galáxias
Distingue planetas , estrelas e galáxias
 
Adolescência
AdolescênciaAdolescência
Adolescência
 
Proporcionalidade
ProporcionalidadeProporcionalidade
Proporcionalidade
 
Consumismo e publicidade
Consumismo e publicidadeConsumismo e publicidade
Consumismo e publicidade
 
A publicidade
A publicidadeA publicidade
A publicidade
 
Tradições musicais do méxico
Tradições musicais do méxicoTradições musicais do méxico
Tradições musicais do méxico
 
Aula coordenadas
Aula coordenadasAula coordenadas
Aula coordenadas
 
Serviços e turismo texto edit +++
Serviços e turismo texto edit +++Serviços e turismo texto edit +++
Serviços e turismo texto edit +++
 
Estatistica resumo
Estatistica   resumoEstatistica   resumo
Estatistica resumo
 
As Transformações Económicas e Sociais do Após Guerra
As Transformações Económicas e Sociais do Após GuerraAs Transformações Económicas e Sociais do Após Guerra
As Transformações Económicas e Sociais do Após Guerra
 
A Rússia do Antigo Regime
A Rússia do Antigo RegimeA Rússia do Antigo Regime
A Rússia do Antigo Regime
 
A Revolução Soviética
A Revolução SoviéticaA Revolução Soviética
A Revolução Soviética
 

Último

QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASEdinardo Aguiar
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxIsabellaGomes58
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basicoPRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basicoSilvaDias3
 
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdfSlides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdfpaulafernandes540558
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfErasmo Portavoz
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAlexandreFrana33
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfHenrique Pontes
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...Martin M Flynn
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosAntnyoAllysson
 
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 anoAdelmaTorres2
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoCelianeOliveira8
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveaulasgege
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISVitor Vieira Vasconcelos
 
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕESPRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕESpatriciasofiacunha18
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdfDemetrio Ccesa Rayme
 

Último (20)

QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basicoPRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
 
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdfSlides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
 
(76- ESTUDO MATEUS) A ACLAMAÇÃO DO REI..
(76- ESTUDO MATEUS) A ACLAMAÇÃO DO REI..(76- ESTUDO MATEUS) A ACLAMAÇÃO DO REI..
(76- ESTUDO MATEUS) A ACLAMAÇÃO DO REI..
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
 
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
 
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕESPRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
 

Tango

  • 2. Índice • Tango • Instrumentos Típicos • Tango • Tango - Origem da música • Jorge Luis Borges • Tango – Características • Tango - Época de ouro • Tango - Época de ouro • Tango - Época de ouro • Tango - Estilo do tango • Tango – Compositores • Identificação
  • 3. TANGO Origens estilísticas Polka, Habanera, Milonga Contexto cultural Entre 1850 e 1890, na Argentina e Uruguai Instrumentos típicos Acordeão, Bandoneón, piano, violão, violino e contrabaixo Popularidade Muito popular nas áreas urbanas da Bacia do Prata e na Europa. Formas derivadas Maxixe, Tango Cayengue Subgêneros Tango finlandês, nuevo tango, tango argentino, tango de salão
  • 4. Instrumentos Típicos Acordeão Bandoneó Piano Contrabaixo Violão Violino
  • 6. Tango Origem da música • Sua origem encontra-se na área de Rio da Prata, na América do Sul, nas  cidades de Buenos Aires e Montevidéu. •  A música do tango não tem uma origem muito clara. De acordo com  estudos que não dispõem de numerosa documentação, o tango descenderia  da habanera e se interpretava nos prostíbulos de Buenos Aires e  Montevidéu, nas duas últimas décadas do século XIX, com violino, flauta e  violão. •  Nessa época inicial era dançado por dois homens, daí o fato dos rosto  virados, sem se fitar. Depois, já nos anos 1910, como o sucesso em Paris  foi aceito pela aristocracia platina. •  O escritor argentino Jorge Luis Borges afirmou que por suas  características o tango só poderia ter nascido em Montevidéu ou Buenos  Aires. O bandoneón, que actualmente caracteriza o tango, chegou à região  do Rio da Prata por volta do ano 1900, nas maletas de imigrantes alemães.  Não existem muitas partituras da época, pois os músicos de tango não  sabiam escrever a música e provavelmente interpretavam sobre a base de  melodias já existentes, tanto de habaneras como de polcas.
  • 9. Tango Época de ouro Tango Património Mundial da UNESCO Tipo Património Oral e Imaterial da Humanidade Região Américas Histórico de inscrição Inscrição 2009 (XXXIII)
  • 10. Tango Época de ouro • O tango argentino , ou rio-platense , começou a ultrapassar fronteiras já no início do século XX , quando marinheiros franceses levaram ao seu país natal o tango do uruguaio Enrique Saborido La morocha, isso por volta de 1907 ; Aliás Paris se apaixonou pelo tango , uma dança exótica e sensual para os parisienses, que levou muitos artistas argentinos e uruguaios viajassem e até se radicassem na capital francesa. Os pesquisadores do género identificam duas fases de ouro do tango, a primeira nos anos 20 , quando várias figuras do ambiente artístico de Buenos Aires e Montevidéu , inclusive muitos literatos como José Gonzalez Castillo e Fernán Silva Valdez canalizassem seus esforços no fomento da música popular rio-platense,e em especial do tango . Nos anos 20 , cantores como Carlos Gardel,Ignacio Corsini e Agustín Magaldi, e cantoras como Rosita Quiroga e Azucena Maizani , venderam muitos discos na florescente indústria discográfica argentina e difundiram o tango para fora da Argentina. Os anos 40 marcam a segunda época de ouro do tango , quando novos valores do tango como Aníbal Troilo , Astor Piazzolla , Armando Pontier se juntam a nomes consagrados como Francisco Canaro e Carlos di Sarli , isso sem contar o fenómeno de popularidade que foi a típica de Juan D'Arienzo.
  • 11. Tango Época de ouro • O Tango foi considerado um Património Cultural da Humanidade da Unesco em 30 de setembro de 2009, em Dubai. • Existiu também o tango brasileiro muito em voga no início do século vinte no Rio de Janeiro. Muitos dizem que ele nada mais era que uma denominação do maxixe, devido ao fato de este ter sido proibido. Daí editarem as canções com o género descrito por "tango brasileiro". Outros contestam essa história dizendo que há diferença entre o tango brasileiro e o maxixe e esta se daria pela presença de uma pausa na primeira semicolcheia do primeiro tempo, que o tango não possuiria.
  • 12. Tango Estilo do tango • Há diferentes tendências em seu estilo. O tango- canção, tango canyengue, o tango milonga, tango romanzae o tango jazz. Hoje em dia é possível até encontrar estilos como tango rock e electrotango, ou tango electrónico.
  • 13. Tango Compositores • Alguns compositores tradicionais do tango: • Alfredo Le Pera • Ángel Villoldo • Aníbal Troilo • Ástor Piazzolla • Carlos di Sarli • Carlos Gardel • Edgardo Donato • Eduardo Arolas • Enrique Santos Discépolo • Francisco Canaro • Gerardo Matos Rodríguez • Hugo del Carril • Julio Sosa • Osvaldo Fresedo • Osvaldo Pugliese • Juan D'Arienzo • Roberto Firpo • Francisco Lomuto
  • 14. Identificação • Trabalho Solicitado Por : • Prof.ª Maria do Carmo Albuquerque • Trabalho Realizado Por : • Paulo Martins Nº 23 7º B