Espanha

15.806 visualizações

Publicada em

Espanha, trabalho 3° B

Publicada em: Educação
0 comentários
22 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
15.806
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
8
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
759
Comentários
0
Gostaram
22
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Espanha

  1. 1. ESPANHA
  2. 2. GEOGRAFIA  A Espanha ou Reino de Espanha é um país europeu localizado na Península Ibérica. Seu território limita-se com Portugal, a oeste; com o Mar Mediterrâneo, a leste e ao sul; e com a França e o oceano Atlântico, ao norte. Geograficamente, o território espanhol encontra- se parte no hemisfério norte e parte no hemisfério ocidental.
  3. 3.  O país tem como capital a cidade de Madrid. O território do país abrange uma área de 504 782 km², onde está dispersa uma população de aproximadamente 44,9 milhões de habitantes.
  4. 4. HISTÓRIA  A Espanha é unificada durante o Iluminismo, até então era um conjunto de reinos juridicamente e politicamente independentes governados pela mesma monarquia. Até à data da unificação a monarquia era formada por um conjunto de reinos associados por herança e união dinástica ou por conquista.  forma de governo era conhecida como aeque principaliter, os reinos eram governados cada um de forma independente, como se tivesse cada reino o seu próprio rei, cada reino mantinha o seu próprio sistema legal, a sua língua, os seus foros e os seus privilégios
  5. 5.  A constituição de 1812 adopta o nome As Espanhas para a nova nação. A constituição de 1876 adota pela primeira vez o nome Espanha.  A partir de 1645, com a Restauração da Independência em Portugal, a designação Rei da Espanha manteve-se, apesar da união dinástica já não englobar toda a Península.
  6. 6. RELIGIÃO  A maior parte da população da Espanha (76.0%) se declara católica, embora a porcentagem de praticantes é muito inferior. 20.3% da população não se reconhece em nenhuma religião (definindo-se como ateus ou não crentes). Existem também minorias muçulmanas, protestantes e ortodoxas, cujo número foi-se incrementado recentemente devido à imigração (que somam em torno de 2,1% da população), assim como outros grupos, como judeus, budistas, baha'is ou mórmons, entre outros.
  7. 7.  Entretanto, a população espanhola é atualmente pouco praticante em seu conjunto: segundo uma pesquisa realizada pelo CIS em julho do ano 2009, 58,2% dos auto-definidos como crentes de alguma religião dizem não ir a missa ou a outros ofícios religiosos nunca ou quase nunca e os 17,0% dizem ir várias vezes ao ano, enquanto 13,3% dizem acudir a ofícios religiosos quase todos os domingos e dias festivos, com uns 2,0% indo várias vezes por semana.
  8. 8. No Artigo 16 da Constituição espanhola, diz que:  Garante a liberdade ideológica, religiosa e de culto dos indivíduos e as comunidades sem mais limitações, em suas manifestações, que a necessária para a manutenção da ordem pública protegida pela lei.  Ninguém poderá ser obrigado a declarar sobre sua ideologia, religião, crenças ou tráfico  Nenhuma confissão terá caráter estatal. Os poderes públicos terão em conta as crenças religiosas da sociedade espanhola e manterão as conseguintes relações de cooperação com a Igreja Católica e as demais confissões.
  9. 9.  As relações com a Igreja católica se regem por uma série de Acordos internacionais firmados entre o Reino da Espanha e a Santa Sede. Além disso existe uma Comissão mista de relações entre o Estado e a Conferência episcopal. O estado, na prática, subvencionava em parte (cerca de 40%) à igreja católica, por uma série de razões: por ser maioritária, como forma de conservar o patrimônio histórico (catedrais, basílicas...), por seu labor social (cultural, espiritual, social, sanitário,...), por razões históricas depois das desamortizações do século XIX, etc. No ano de 2007 estabeleceu-se um sistema de autofinanciamento da Igreja por meio de uma casinha na declaração do IRPF
  10. 10. DANÇAS  Além de ser conhecida pelas suas musicas e touradas, a Espanha também é conhecida pelas suas belíssimas danças que mostram a sensualidade da mulher e o cavalheirismo do homem algumas das mais famosas são: o Bolero, Pasodoble, Flamenco, POP Espanhol, Dança Cigana, Cachucha e muitos outros.
  11. 11. O BOLERO  É um ritmo que mescla raízes espanholas com influências locais de vários países hispano- americanos. De origem Cubana tornou-se mais conhecido como canção romântica mexicana , sofreu modificações, especialmente desenvolvendo temas mais românticos e de ritmo mais lento.
  12. 12. PASODOBLE  É uma dança de origem espanhola, surgido no século XVI. É uma marcha de compasso 2/4 ou 6/8 e tempo allegro moderato. É utilizada tanto em touradas como em desfiles militares. Popularizada como estilo de dança a partir da década de 1920, com muitas semelhanças ao One- step.
  13. 13. FLAMENCO  Originalmente, o flamenco consistia apenas de canto (cante) sem acompanhamento. Depois começou a ser acompanhado por violão, ou guitarra clássica (toque), palmas, sapateado e dança (baile). O "toque" e o "baile" podem também aparecer sem o "cante", embora o canto permaneça no coração da tradição do flamenco. Mais recentemente outros instrumentos como o "cajón" (ou adufe, em português uma caixa de madeira usada como percussão) e as castanholas foram também introduzidos.
  14. 14. POP ESPANHOL  O Pop espanhol é uma dança POP, que quer dizer "popular“. Foi um ritmo criado para agradar todos os ouvintes de diferentes regiões sendo mais famosa nas gerações mais novas. O POP espanhol se originou na década de 50 sendo influenciado por Bill Haley e His Comets.
  15. 15. DANÇA CIGANA  Ao dançar os ciganos mostram sentimentos de alegria, poesia, amor e felicidade. É uma dança que utiliza ritmos e sons tradicionais ao som de guitarras, violinos, violões, percussão e outros.
  16. 16. CACHUCA  Uma dança sapateada espanhola de compasso ternário. Por extensão o mesmo nome era dado à música que acompanhava essa dança.  Originária de Cuba mas relacionada com o fandango, era dançada principalmente na região da Andaluzia. Era normalmente dançada a solo por uma mulher, acompanhada de castanholas. Começava num movimento lento, que ia acelerando, até terminar num vivo volteio.
  17. 17. TURISMO  O turismo na Espanha é uma das principais bases da economia do país. A variedade de costumes, cultura, gastronomia e o clima são os principais fatores que contribuem para o sucesso nesta área.
  18. 18.  Em décadas anteriores promovia-se quase exclusivamente o turismo de sol e praia, para o qual contribuía (e contribui) um clima bastante quente, mais temperado e soalheiro do que o de outros países europeus. As temperaturas no verão podem variar entre os 20°C e os 40°C ou mais e muitas regiões têm mais de 300 dias de sol por ano, com verões geralmente secos.
  19. 19.  Muitas localidades costeiras, especialmente o Levante, encontram-se repletas de hotéis, restaurantes e enormes apartamentos junto às praias, e um dos melhores lugares da Espanha. O principal país inversor neste segmento é o Reino Unido, que trouxe mais de 13,6 milhões de turistas em 2012, seguidos por Alemanha, França e Itália.  A cidade mais visitada da Espanha é a de Barcelona (a 10ª mais visitada do mundo) com mais de 8 milhões de turistas ao ano, seguidas por Madrid, Valencia, Sevilla, San Sebastián e Málaga
  20. 20.  A Espanha reduziu o número de turistas em 58,7 milhões em 2007 para 52,7 em 2010. Recuperou- se em 58 milhões de pessoas em 2012. Em 2013, foi um ano histórico para o país europeu: mais de 60,4 milhões de turistas estrangeiros pisaram o solo espanhol; tornando-se o terceiro país mais visitado do mundo (em 2012, posto da China), superado por França e Estados Unidos da América.
  21. 21. ESPORTES  Na Espanha os esportes são bem valorizados, sendo que nas escolas as crianças, adolescentes e jovens são influenciados a participar dos esportes, sejam elas quais forem.  Na Espanha existe dois times de futebol que são conhecidos em vários lugares do mundo, onde muitas crianças sonham em jogar, sendo eles o Real Madri e Barcelona, que investe cada vez mais nos jogadores, na Espanha isso ocorre em todas as categorias de esportes, sendo uma forma de influenciar os jogos cada vez mais.
  22. 22.  O Esporte na Espanha tem crescido cada vez mais, onde a liga de basquete (ACB) considerada como uma das melhores já recebeu vários títulos, no atletismo em vários campeonatos o país recebeu medalha de ouro, prata e bronze.
  23. 23. ESPORTES DA ESPANHA:  Polo Aquático  Atletismo  Handebol  Natação  Esgrima  Vela  Futebol  Ciclismo  Golfe  Tênis  Boxe  Basquete  Esportes de automobilismo e outros.
  24. 24. CLIMA  O clima em Espanha é incrivelmente diversificado. É em grande parte afetado pela altitude e pelo mar circundante. Espanha é um dos países mais montanhosos da Europa, estando em contato com o Mar Mediterrâneo e com o Oceano Atlântico. Há também uma grande diferença entre as condições climáticas do Norte e do Sul d Espanha.
  25. 25. VERÃO  Os verões espanhóis podem ser muito quentes, especialmente nas regiões mais interiores. As temperaturas médias são, pelo menos, da ordem dos 30 graus Celsius. As áreas costeiras gozam das brisas frescas provenientes do mar, que fazem com que as temperaturas sejam mais suportáveis. Durante o Verão, os dias têm uma média de 11 a 12 horas de sol e quase não chove.
  26. 26. INVERNO  Durante o Inverno, as temperaturas nas zonas costeiras rondam aproximadamente os 17 graus Celsius. Embora os dias possam ter sol e ter temperaturas amenas, as noites podem ser muito frias. Em direção ao interior, o frio aumenta drasticamente, especialmente nas áreas montanhosas como a de Granada. Excepcionalmente este começo de 2009, nevou, o que não acontecia há 40 anos atrás.
  27. 27. OUTONO  É muito agradável visitar Espanha no Outono. As paisagens tornam-se verdes, as estâncias de mar ainda estão quentes e as temperaturas médias podem alcançar os 28 graus Celsius. Apenas em Novembro, as temperaturas descem aos 20 graus Celsius.
  28. 28. PRIMAVERA  A Primavera, uma preparação para o Verão, é verdadeiramente mágica na Espanha. Quando os dias se tornam mais compridos, as temperaturas podem chegar aos 21 graus Celsius no interior do país e aos 24 na costa Sul. Na Primavera, há uma média de 11 horas de sol por dia.
  29. 29. VEGETAÇÃO  O território espanhol, um dos mais montanhosos da Europa, é constituído por três unidades básicas: a meseta central, as regiões periféricas e as ilhas. O centro da península ibérica é formado pela extensa meseta central. A meseta é dividida em duas partes, de extensão semelhante, por um grande sistema montanhoso que se estende no sentido nordeste-sudoeste, a cordilheira Central.
  30. 30.  A variedade climática corresponde fielmente à diversidade de formações vegetais. No sul crescem bosques de tipo atlântico, com árvores de folhas caducas, como o carvalho, a faia e o castanheiro. A vegetação natural da meseta seria a de estepe e de bosques mediterrâneos, mas se encontra degradada por milênios de agricultura. É típica da zona ocidental (Salamanca, Extremadura) a paisagem de pastagens com bosques de azinheiras. A azinheira e o pinho aparecem em todas as zonas de clima mediterrâneo, assim como o matagal denso, resultante da degradação de outras formações
  31. 31. COMIDA TÍPICA E TRADICIONAL:  Gaspacho: É uma sopa fria à base de vegetais hortícolas, com destaque para o tomate, o pepino e a pimenta, muito popular no sul de Espanha (nomeadamente, na Andaluzia, na Estremadura, em Múrcia em Castela-La Mancha e no País Valenciano).
  32. 32.  Tortilla espanhola: É uma espécie de omelete, feita com ovos e batatas fritas. É comum levar cebolas, dependendo da região onde é feita.
  33. 33.  Paelha: É um prato à base de arroz, típico da gastronomia espanhola e que tem as suas raízes na comunidade de Valência - daí que em Portugal seja comumente conhecido como Arroz à Valenciana. Este prato tem um condimento especial, que torna o arroz amarelo.
  34. 34. MÚSICA  Para o Mundo, a expressão música espanhola é praticamente sinónima de flamenco,ou seja, O flamenco é um estilo musical e um tipo de dança fortemente influenciado pela cultura cigana, mas que tem raízes mais profundas na cultura musical mourisca, influência de árabes e judeus.  Porém são abundantes os estilos regionais de música folclórica, e também são populares o pop, o rock e o hip hop espanhóis, etc.
  35. 35. FESTAS  A Espanha é um país muito diversificado, que preserva em seus costumes e culturas a influencia dos povos romanos, celtas, católicos, latinos e islâmicos. O país preserva costumes e tradições passadas de seus ascendentes, como as festas típicas espanholas, que recebem fama mundial por serem esplendorosas, digamos que as mesmas sejam verdadeiros espetáculos.
  36. 36. TOMATINA  É uma festa tradicional da Espanha, essa festa acontece mais precisamente na província da cidade espanhola de Valência, Buñol. Essa festa tipica da Espanha acontece geralmente por volta da ultima semana do mês de agosto. A festa se resume basicamente em pessoas jogando e esfregando tomate umas nas outras. Todo ano cerca de aproximadamente 35 mil pessoas participam da “guerra de tomate”.
  37. 37. AS FALLAS  As Fallas é uma das festas tipicas da Espanha, esta festa ocorre na cidade de Valência, a mesma ocorre para anunciar a chegada da primaveram uma estação muito esperada pelos espanhóis.
  38. 38. FEIRA DE JULHO  A feira de julho, como se percebe ocorre no mês de julho, a festa se constitui em movimentar o país da Espanha, pois digamos que essa seja uma das festas mais esperadas do ano, além de receber pessoas de todas as partes do mundo para estar prestigiando a mesma. Na feira de julho acontece a venda de uma grande variação de produtos, exposições de plantas e cavalgadas e apresentações de dança flamenca.
  39. 39. FIRA DE SANT JAUME  É uma festa típica da Espanha que ocorre geralmente na segunda quinzena do mês de julho, o cenário da festa é a popular Praça de Touros de Valência. Essa é uma das festas mais típicas e de fama mundial da Espanha, digamos que a festa seja uma verdadeira amostra de touros.
  40. 40.  Além disso, falam-se outras línguas que podem ser oficiais em suas regiões, de acordo com a Constituição e os Estatutos de Autonomia de cada Comunidade Autônoma, e co-oficiais para o resto do país. Ordenadas por número de falantes, estas Línguas são:  Catalão (entre 9% e 17% da população), oficial na Catalunha e nas Ilhas Baleares e, sem estatuto oficial, na chamada "Faixa de Aragão" e na comarca de "El Carche", em Múrcia. Oficialmente, se denomina valenciano na Comunidade Valenciana,69 onde também é oficial.  Galego (entre 5% e 7% da população), oficial na Galiza. É falado também em algumas zonas das províncias de Astúrias, Leão e Zamora, sem estatuto de oficialidade.  Basco (1% da população), oficial no País Basco e terço norte de Navarra, onde se denomina estatutariamente "Euskera". É falado também na chamada zona mista de Navarra (onde o basco, sem ser oficial, tem certo reconhecimento) e de forma muito residual no resto de Navarra (sul)
  41. 41. IDIOMA  A Espanha é abertamente um país multilingue. O idioma oficial e o mais falado no conjunto da Espanha, por 98.9% da população, é o espanhol, língua materna de 89% dos espanhóis, que pode receber a denominação alternativa de castelhano. A estimativa do número de falantes em todo o mundo vai desde os 450 aos 500 milhões de pessoas, sendo a segunda língua materna mais falada depois do Chinês. Há previsões que se torne a segunda língua de comunicação internacional depois do inglês no futuro, e, após este, é a segunda língua mais estudada.
  42. 42. POLITICA  A política da Espanha é o conjunto de condições administrativas que as leis da Espanha ditam para o funcionamento que os órgãos legislativos consideram apta para o país. De acordo com a classificação de sistemas de governo no mundo, a Espanha possui a forma de monarquia parlamentarista, pois seu poder legislativo, (representado na figura das Cortes Gerais), exerce a maior parte da responsabilidade legislativa e de governo.
  43. 43.  É um sistema parlamentarista porque depois das eleições legislativas o Rei da Espanha deve fazer a proposta do Presidente do Governo ao Congresso dos Deputados e se este o aprovar, o eleito permanece no cargo enquanto conservar a confiança dos deputados, do contrário deve renunciar.  O Rei pode dissolver as Cortes se não há um critério uniforme de governo, e então convocam- se novas eleições.
  44. 44. ECONOMIA  A Espanha tem a 5ª maior economia da União Europeia e a 15ª maior do mundo. Depois de quase 15 anos de crescimento do PIB acima da média da UE, a economia começou a desacelerar no final de 2007 e entrou em recessão no final de 2008. A Crise econômica de 2008 teve um enorme impacto sobre o país. O PIB contraiu-se 3,7% em 2009, teve pequenos crescimentos de 0,3% em 2010 e 0,4% em 2011 para novamente sofrer uma retração de 1,3% em 2012. A economia novamente entrou em recessão pois a desalavancagem do setor privado, a consolidação orçamentária e o desemprego continuamente alto comprimem a demanda doméstica e o investimento, mesmo com as exportações mostrando sinais de resiliência. O desemprego aumentou de 8% em 2007 para 26% em 2012.5
  45. 45.  A desaceleração econômica afetou também as finanças públicas da Espanha. O déficit orçamentário atingiu um pico de 11,2% do PIB, e o processo de redução deste desequilíbrio tem sido lento, apesar dos esforços do governo central para aumentar novos impostos e cortar gastos. O país reduziu seu déficit orçamentário para 9,4% do PIB em 2011 e 6,7% do PIB em 2012, mas ainda está acima dos 6,3% negociados entre a Espanha e a União Europeia.
  46. 46.  Desde a década de 1990 várias empresas espanholas obtiveram o status de multinacionais, muitas vezes, alargando as suas actividades na América Latina. A Espanha chegou a ser o segundo maior investidor estrangeiro na região, depois dos Estados Unidos, e as empresas espanholas também aumentaram seus investimentos na Ásia, especialmente China e Índia. Esta expansão global é uma vantagem competitiva sobre os seus primeiros concorrentes e vizinhos europeus.
  47. 47. FONTES  http://pt.wikipedia.org/wiki/Wikip%C3%A9dia:P %C3%A1gina_principal  http://www.brasilescola.com/  http://aquitemespanha.blogspot.com.br/  http://www.textoonline.com/  http://culturasnomundo.blogspot.com.br/

×