SlideShare uma empresa Scribd logo

Biologia anatomia do corpo humano

anatomia do corpo humano com animações gif biologia anatomia completa com animações gif o corpo humano por dentro e por fora com animações gif Mossoró RN

1 de 57
Baixar para ler offline
Biologia anatomia do corpo humano
Anatomia
Anatomia (grego = ANATOMÉ = cortar em
partes e por definição vem a ser o estudo das
partes), enquanto que fisiologia (grego =
PHISIS = natureza, função; LOGOS =
estudos das funções).
0 corpo humano se mantém em equilíbrio com o meio ambiente através de
seus vários sistemas (conjunto de órgãos que atuam com um mesmo objetivo).
Os Sistemas Ósseo e Muscular, por exemplo, atuam na sustentação e
movimentação do organismo através das várias articulações do nosso corpo
que é revestido peloTegumento (pele nos vertebrados).O Sistema Digestivo é
responsável pela transformação do alimento que, após ser absorvido no
intestino, vai ser transportado pelo SistemaCirculatório que vai também
transportar o oxigênio e o gás carbônico capturado e eliminado,
respectivamente, pelo Sistema Respiratório.Circulando pelo sangue, os
resíduos celulares serão filtrados nos rins e eleminados peloAparelho Excretor
(urinário). Ainda para o perfeito funcionamento do organismo, participam os
Sistema Sensorial (pele, visão, audição, olfato e gustação), Sistema Nervoso
que atua principalmente através de nervos originando as rápidas modificações
(ou movimentações) de nosso organismo e o Sistema Endócrino (hormonal)
que atua através de substâncias químicas - os hormônios - que vão originar as
lentas modificações no organismo (você se lembra muito bem das
"coisinhas"que, esperava que desenvolvessem logo - pêlos, pênis, seios,
tonalidade de voz, etc. São todas alterações causadas por hormônios).Agora
vamos lembrar de algo que é fundamental para o equilíbrio do organismo e
perpetuação da vida - o Sistema Reprodutor que também estudaremos em
nossa matéria.
Pelo que foi visto acima, é necessário uma integração de todos os sistemas
para o perfeito funcionamento do organismo, ou seja, para o eqüilíbrio do
meio interno.
Todos os sistemas que ajudam a manter o meio interno constante estão
mantendo o que se denomina de Homeostasia. Essa tendência dos
organismos à manutenção de um meio interno constante é o que se
denomina de Homeostase (grego = HOMOIOS = igual; STASIS =
permanente, constante). A Homeostase é, portanto, o equilíbrio dinâmico
entre as funções do organismo.
O corpo humano apresenta uma estrutura
complexa, formada por vários órgãos que
realizam suas funções em conjunto.
Assim como outros seres vivos, o ser humano
apresenta vários níveis de organização
estrutural. Esses níveis associam-se entre si,
organizando-se a partir do estruturalmente mais
simples para o mais complexo.
Segue o ESQUEMA abaixo:
célula tecido
órgão
sistema
As células podem
associar-se
formando
tecidos.
Os tecidos
podem associar-
se formando
órgãos.
Os órgãos podem
associar-se
formando
sistemas.
O conjunto dos
sistemas forma o
organismo
humano.

Recomendados

célula- tecido- órgãos e sistemas
célula- tecido- órgãos e sistemascélula- tecido- órgãos e sistemas
célula- tecido- órgãos e sistemasRegina E Franck
 
Aula 2 tecidos, órgãos e sistemas.
Aula 2   tecidos, órgãos e sistemas.Aula 2   tecidos, órgãos e sistemas.
Aula 2 tecidos, órgãos e sistemas.Cláudio Chiavagatti
 
Tecido do corpo humano
Tecido do corpo humanoTecido do corpo humano
Tecido do corpo humanoSusanavRosa
 
Capítulo 01 o corpo humano
Capítulo 01   o corpo humanoCapítulo 01   o corpo humano
Capítulo 01 o corpo humanoIgor Brant
 
Como Nosso Corpo Está Organizado 7ªSéRie 1 Bi
Como Nosso Corpo Está Organizado 7ªSéRie 1 BiComo Nosso Corpo Está Organizado 7ªSéRie 1 Bi
Como Nosso Corpo Está Organizado 7ªSéRie 1 Biguest1d4c6e
 
Organização dos organismos- Tecidos, órgãos e sistemas
Organização dos organismos- Tecidos, órgãos e sistemasOrganização dos organismos- Tecidos, órgãos e sistemas
Organização dos organismos- Tecidos, órgãos e sistemasCarlos Priante
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Leitura sobre Corpo Humano
Leitura sobre Corpo HumanoLeitura sobre Corpo Humano
Leitura sobre Corpo Humanoemanuel
 
Organização dos organismos- Células
Organização dos organismos- CélulasOrganização dos organismos- Células
Organização dos organismos- CélulasCarlos Priante
 
Aula tecidos -_simplificado (1)
Aula tecidos -_simplificado (1)Aula tecidos -_simplificado (1)
Aula tecidos -_simplificado (1)giovannimusetti
 
7ª série- Histologia
7ª série- Histologia7ª série- Histologia
7ª série- HistologiaAline Tonin
 
Como o corpo se organiza
Como o corpo se organizaComo o corpo se organiza
Como o corpo se organizaNathalia Fuga
 
Tecidos do corpo humano - 8 ano
Tecidos do corpo humano  - 8 anoTecidos do corpo humano  - 8 ano
Tecidos do corpo humano - 8 anoWanderley Almeida
 
Introdução à Anatomia e Fisiologia Humana
Introdução à Anatomia e Fisiologia HumanaIntrodução à Anatomia e Fisiologia Humana
Introdução à Anatomia e Fisiologia HumanaEiderson Silva Cabral
 
Corpohumanofinal 110318120206-phpapp02
Corpohumanofinal 110318120206-phpapp02Corpohumanofinal 110318120206-phpapp02
Corpohumanofinal 110318120206-phpapp02Isabel Ribeiro
 
8 ano principais tipos de tecidos
8 ano principais tipos de tecidos8 ano principais tipos de tecidos
8 ano principais tipos de tecidoscrisbassanimedeiros
 
Apresentação1 celulas 5º ano
Apresentação1 celulas 5º anoApresentação1 celulas 5º ano
Apresentação1 celulas 5º anoemcoeliribas
 
8 ano: Tecidos do corpo humano
8 ano: Tecidos do corpo humano8 ano: Tecidos do corpo humano
8 ano: Tecidos do corpo humanoSarah Lemes
 

Mais procurados (20)

Histologia animal
Histologia animalHistologia animal
Histologia animal
 
Organização do corpo humano
Organização do corpo humanoOrganização do corpo humano
Organização do corpo humano
 
Leitura sobre Corpo Humano
Leitura sobre Corpo HumanoLeitura sobre Corpo Humano
Leitura sobre Corpo Humano
 
Células e Tecidos
Células e TecidosCélulas e Tecidos
Células e Tecidos
 
Correçãoo estudo dirigido 8º ano
Correçãoo estudo dirigido 8º anoCorreçãoo estudo dirigido 8º ano
Correçãoo estudo dirigido 8º ano
 
Organização dos organismos- Células
Organização dos organismos- CélulasOrganização dos organismos- Células
Organização dos organismos- Células
 
Aula tecidos -_simplificado (1)
Aula tecidos -_simplificado (1)Aula tecidos -_simplificado (1)
Aula tecidos -_simplificado (1)
 
Tecidos do corpo humano
Tecidos do corpo humanoTecidos do corpo humano
Tecidos do corpo humano
 
7ª série- Histologia
7ª série- Histologia7ª série- Histologia
7ª série- Histologia
 
Corpo humano um todo formado por muitas partes
Corpo humano  um todo formado por muitas partesCorpo humano  um todo formado por muitas partes
Corpo humano um todo formado por muitas partes
 
Como o corpo se organiza
Como o corpo se organizaComo o corpo se organiza
Como o corpo se organiza
 
Células e Tecidos
Células e TecidosCélulas e Tecidos
Células e Tecidos
 
Tecidos do corpo humano - 8 ano
Tecidos do corpo humano  - 8 anoTecidos do corpo humano  - 8 ano
Tecidos do corpo humano - 8 ano
 
Introdução à Anatomia e Fisiologia Humana
Introdução à Anatomia e Fisiologia HumanaIntrodução à Anatomia e Fisiologia Humana
Introdução à Anatomia e Fisiologia Humana
 
Corpohumanofinal 110318120206-phpapp02
Corpohumanofinal 110318120206-phpapp02Corpohumanofinal 110318120206-phpapp02
Corpohumanofinal 110318120206-phpapp02
 
Aula tecidos simplificado
Aula tecidos   simplificadoAula tecidos   simplificado
Aula tecidos simplificado
 
8 ano principais tipos de tecidos
8 ano principais tipos de tecidos8 ano principais tipos de tecidos
8 ano principais tipos de tecidos
 
Apresentação1 celulas 5º ano
Apresentação1 celulas 5º anoApresentação1 celulas 5º ano
Apresentação1 celulas 5º ano
 
8 ano: Tecidos do corpo humano
8 ano: Tecidos do corpo humano8 ano: Tecidos do corpo humano
8 ano: Tecidos do corpo humano
 
Tecidos
TecidosTecidos
Tecidos
 

Destaque

Corpo Humano - vários sistemas
Corpo Humano - vários sistemasCorpo Humano - vários sistemas
Corpo Humano - vários sistemasDomingos Oliveira
 
Perfil corpo-humano
Perfil corpo-humanoPerfil corpo-humano
Perfil corpo-humanozezinhojc
 
Introdução ao Corpo Humano
Introdução ao Corpo HumanoIntrodução ao Corpo Humano
Introdução ao Corpo Humanopaleocmsilva
 
Aula 1 O corpo humano
Aula 1 O corpo humanoAula 1 O corpo humano
Aula 1 O corpo humanoAna Filadelfi
 
Esqueletos, músculos e articulações
Esqueletos, músculos e articulaçõesEsqueletos, músculos e articulações
Esqueletos, músculos e articulaçõesJoel Ferreira
 
Aula 01 introdução a anatomia - posição, planos, cortes e divisões do corpo...
Aula 01   introdução a anatomia - posição, planos, cortes e divisões do corpo...Aula 01   introdução a anatomia - posição, planos, cortes e divisões do corpo...
Aula 01 introdução a anatomia - posição, planos, cortes e divisões do corpo...Hamilton Nobrega
 
1ª sistema muscular
1ª sistema muscular1ª sistema muscular
1ª sistema muscularFilipe Matos
 
Netter atlas anatomia_humana_5a
Netter atlas anatomia_humana_5aNetter atlas anatomia_humana_5a
Netter atlas anatomia_humana_5aSebastian Castillo
 
Fotos Dentro do Corpo Humano
Fotos Dentro do Corpo HumanoFotos Dentro do Corpo Humano
Fotos Dentro do Corpo HumanotDam
 
A construção de gêneros em aulas de educação
A construção de gêneros em aulas de educaçãoA construção de gêneros em aulas de educação
A construção de gêneros em aulas de educaçãoGabriele Fasolo
 
Projeto ler e escrever compromisso de todas as áreas EDUCAÇÃO FÍSICA
Projeto ler e escrever compromisso de todas as áreas EDUCAÇÃO FÍSICAProjeto ler e escrever compromisso de todas as áreas EDUCAÇÃO FÍSICA
Projeto ler e escrever compromisso de todas as áreas EDUCAÇÃO FÍSICAAdriana Melo
 

Destaque (20)

Corpo Humano - vários sistemas
Corpo Humano - vários sistemasCorpo Humano - vários sistemas
Corpo Humano - vários sistemas
 
Perfil corpo-humano
Perfil corpo-humanoPerfil corpo-humano
Perfil corpo-humano
 
O corpo humano
O corpo humanoO corpo humano
O corpo humano
 
Introdução ao Corpo Humano
Introdução ao Corpo HumanoIntrodução ao Corpo Humano
Introdução ao Corpo Humano
 
Noções básicas de anatomia
Noções básicas de anatomiaNoções básicas de anatomia
Noções básicas de anatomia
 
Aula 1 O corpo humano
Aula 1 O corpo humanoAula 1 O corpo humano
Aula 1 O corpo humano
 
Esqueletos, músculos e articulações
Esqueletos, músculos e articulaçõesEsqueletos, músculos e articulações
Esqueletos, músculos e articulações
 
Aula 01 introdução a anatomia - posição, planos, cortes e divisões do corpo...
Aula 01   introdução a anatomia - posição, planos, cortes e divisões do corpo...Aula 01   introdução a anatomia - posição, planos, cortes e divisões do corpo...
Aula 01 introdução a anatomia - posição, planos, cortes e divisões do corpo...
 
1ª sistema muscular
1ª sistema muscular1ª sistema muscular
1ª sistema muscular
 
Grau en Biologia Humana
Grau en Biologia HumanaGrau en Biologia Humana
Grau en Biologia Humana
 
Txt 587316149
Txt 587316149Txt 587316149
Txt 587316149
 
Biologia humana
Biologia humanaBiologia humana
Biologia humana
 
Anatomia ..
Anatomia ..Anatomia ..
Anatomia ..
 
Netter atlas anatomia_humana_5a
Netter atlas anatomia_humana_5aNetter atlas anatomia_humana_5a
Netter atlas anatomia_humana_5a
 
Fotos Dentro do Corpo Humano
Fotos Dentro do Corpo HumanoFotos Dentro do Corpo Humano
Fotos Dentro do Corpo Humano
 
Corpo humano completo
Corpo humano completo  Corpo humano completo
Corpo humano completo
 
Embriologia comparada
Embriologia comparadaEmbriologia comparada
Embriologia comparada
 
A construção de gêneros em aulas de educação
A construção de gêneros em aulas de educaçãoA construção de gêneros em aulas de educação
A construção de gêneros em aulas de educação
 
Projeto ler e escrever compromisso de todas as áreas EDUCAÇÃO FÍSICA
Projeto ler e escrever compromisso de todas as áreas EDUCAÇÃO FÍSICAProjeto ler e escrever compromisso de todas as áreas EDUCAÇÃO FÍSICA
Projeto ler e escrever compromisso de todas as áreas EDUCAÇÃO FÍSICA
 
Dort
DortDort
Dort
 

Semelhante a Biologia anatomia do corpo humano

As células constituem os seres vivos
As células constituem os seres vivosAs células constituem os seres vivos
As células constituem os seres vivosBerenice Nunes
 
Aula anatomia celula 03
Aula anatomia  celula 03Aula anatomia  celula 03
Aula anatomia celula 03Laercio Leao
 
6 ¬ aula - estruturas das c+®lulas
6 ¬ aula - estruturas das c+®lulas6 ¬ aula - estruturas das c+®lulas
6 ¬ aula - estruturas das c+®lulaspreuniversitarioitab
 
Apresentação sobre células citologia
Apresentação sobre células    citologiaApresentação sobre células    citologia
Apresentação sobre células citologiaTeus_matt
 
Aula 02 conceito e caracterização das células, tecidos, órgãos e sistemas
Aula 02   conceito e caracterização das células, tecidos, órgãos e sistemasAula 02   conceito e caracterização das células, tecidos, órgãos e sistemas
Aula 02 conceito e caracterização das células, tecidos, órgãos e sistemasHamilton Nobrega
 
Organização do Organismo
Organização do OrganismoOrganização do Organismo
Organização do OrganismoClécio Bubela
 
Processos Vitais, Celula, Tecidos
Processos Vitais, Celula, TecidosProcessos Vitais, Celula, Tecidos
Processos Vitais, Celula, TecidosHugo Pedrosa
 
Aula 8º ano - Tecidos do corpo humano
Aula 8º ano - Tecidos do corpo humanoAula 8º ano - Tecidos do corpo humano
Aula 8º ano - Tecidos do corpo humanoLeonardo Kaplan
 
8 ano Níveis de organização dos seres vivos
8 ano Níveis de organização dos seres vivos8 ano Níveis de organização dos seres vivos
8 ano Níveis de organização dos seres vivosSarah Lemes
 
Aulão 9º anos 2018 I.pdf
Aulão 9º anos 2018 I.pdfAulão 9º anos 2018 I.pdf
Aulão 9º anos 2018 I.pdfDelmaHenrique
 

Semelhante a Biologia anatomia do corpo humano (20)

Introdução de citologia
Introdução de citologiaIntrodução de citologia
Introdução de citologia
 
As células constituem os seres vivos
As células constituem os seres vivosAs células constituem os seres vivos
As células constituem os seres vivos
 
Aula anatomia celula 03
Aula anatomia  celula 03Aula anatomia  celula 03
Aula anatomia celula 03
 
Células ppt
Células   pptCélulas   ppt
Células ppt
 
6 ¬ aula - estruturas das c+®lulas
6 ¬ aula - estruturas das c+®lulas6 ¬ aula - estruturas das c+®lulas
6 ¬ aula - estruturas das c+®lulas
 
Apresentação sobre células citologia
Apresentação sobre células    citologiaApresentação sobre células    citologia
Apresentação sobre células citologia
 
Aula 02 conceito e caracterização das células, tecidos, órgãos e sistemas
Aula 02   conceito e caracterização das células, tecidos, órgãos e sistemasAula 02   conceito e caracterização das células, tecidos, órgãos e sistemas
Aula 02 conceito e caracterização das células, tecidos, órgãos e sistemas
 
Organização do Organismo
Organização do OrganismoOrganização do Organismo
Organização do Organismo
 
Processos Vitais, Celula, Tecidos
Processos Vitais, Celula, TecidosProcessos Vitais, Celula, Tecidos
Processos Vitais, Celula, Tecidos
 
A célula
A célulaA célula
A célula
 
Citologia
CitologiaCitologia
Citologia
 
Anatomia 1.pdf
Anatomia 1.pdfAnatomia 1.pdf
Anatomia 1.pdf
 
Organelas
OrganelasOrganelas
Organelas
 
Biologia Celular
Biologia Celular Biologia Celular
Biologia Celular
 
Aula 8º ano - Tecidos do corpo humano
Aula 8º ano - Tecidos do corpo humanoAula 8º ano - Tecidos do corpo humano
Aula 8º ano - Tecidos do corpo humano
 
As células constituem os seres vivos
As células constituem os seres vivosAs células constituem os seres vivos
As células constituem os seres vivos
 
8 ano Níveis de organização dos seres vivos
8 ano Níveis de organização dos seres vivos8 ano Níveis de organização dos seres vivos
8 ano Níveis de organização dos seres vivos
 
Biologia citologia
Biologia   citologiaBiologia   citologia
Biologia citologia
 
Aulão 9º anos 2018 I.pdf
Aulão 9º anos 2018 I.pdfAulão 9º anos 2018 I.pdf
Aulão 9º anos 2018 I.pdf
 
Biologia celular
Biologia celularBiologia celular
Biologia celular
 

Último

Atividade Proposta: A empresa Lótus Indústria e Comércio de Móveis Ltda., ini...
Atividade Proposta: A empresa Lótus Indústria e Comércio de Móveis Ltda., ini...Atividade Proposta: A empresa Lótus Indústria e Comércio de Móveis Ltda., ini...
Atividade Proposta: A empresa Lótus Indústria e Comércio de Móveis Ltda., ini...azulassessoriaacadem3
 
Considere a imagem abaixo: Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...
Considere a imagem abaixo:  Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...Considere a imagem abaixo:  Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...
Considere a imagem abaixo: Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...azulassessoriaacadem3
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...azulassessoriaacadem3
 
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...azulassessoriaacadem3
 
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Mary Alvarenga
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...azulassessoriaacadem3
 
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;azulassessoriaacadem3
 
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...azulassessoriaacadem3
 
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.azulassessoriaacadem3
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...azulassessoriaacadem3
 
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...azulassessoriaacadem3
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...excellenceeducaciona
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...azulassessoriaacadem3
 
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...azulassessoriaacadem3
 
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxCRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxJean Carlos Nunes Paixão
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...azulassessoriaacadem3
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...excellenceeducaciona
 
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...azulassessoriaacadem3
 
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...azulassessoriaacadem3
 

Último (20)

Atividade Proposta: A empresa Lótus Indústria e Comércio de Móveis Ltda., ini...
Atividade Proposta: A empresa Lótus Indústria e Comércio de Móveis Ltda., ini...Atividade Proposta: A empresa Lótus Indústria e Comércio de Móveis Ltda., ini...
Atividade Proposta: A empresa Lótus Indústria e Comércio de Móveis Ltda., ini...
 
Considere a imagem abaixo: Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...
Considere a imagem abaixo:  Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...Considere a imagem abaixo:  Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...
Considere a imagem abaixo: Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
 
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
 
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
 
Atividade sobre o anacronismo na HIstoria
Atividade sobre o anacronismo na HIstoriaAtividade sobre o anacronismo na HIstoria
Atividade sobre o anacronismo na HIstoria
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
 
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
 
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
 
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
 
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
 
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
 
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxCRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
 
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
 
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
 

Biologia anatomia do corpo humano

  • 2. Anatomia Anatomia (grego = ANATOMÉ = cortar em partes e por definição vem a ser o estudo das partes), enquanto que fisiologia (grego = PHISIS = natureza, função; LOGOS = estudos das funções).
  • 3. 0 corpo humano se mantém em equilíbrio com o meio ambiente através de seus vários sistemas (conjunto de órgãos que atuam com um mesmo objetivo). Os Sistemas Ósseo e Muscular, por exemplo, atuam na sustentação e movimentação do organismo através das várias articulações do nosso corpo que é revestido peloTegumento (pele nos vertebrados).O Sistema Digestivo é responsável pela transformação do alimento que, após ser absorvido no intestino, vai ser transportado pelo SistemaCirculatório que vai também transportar o oxigênio e o gás carbônico capturado e eliminado, respectivamente, pelo Sistema Respiratório.Circulando pelo sangue, os resíduos celulares serão filtrados nos rins e eleminados peloAparelho Excretor (urinário). Ainda para o perfeito funcionamento do organismo, participam os Sistema Sensorial (pele, visão, audição, olfato e gustação), Sistema Nervoso que atua principalmente através de nervos originando as rápidas modificações (ou movimentações) de nosso organismo e o Sistema Endócrino (hormonal) que atua através de substâncias químicas - os hormônios - que vão originar as lentas modificações no organismo (você se lembra muito bem das "coisinhas"que, esperava que desenvolvessem logo - pêlos, pênis, seios, tonalidade de voz, etc. São todas alterações causadas por hormônios).Agora vamos lembrar de algo que é fundamental para o equilíbrio do organismo e perpetuação da vida - o Sistema Reprodutor que também estudaremos em nossa matéria.
  • 4. Pelo que foi visto acima, é necessário uma integração de todos os sistemas para o perfeito funcionamento do organismo, ou seja, para o eqüilíbrio do meio interno. Todos os sistemas que ajudam a manter o meio interno constante estão mantendo o que se denomina de Homeostasia. Essa tendência dos organismos à manutenção de um meio interno constante é o que se denomina de Homeostase (grego = HOMOIOS = igual; STASIS = permanente, constante). A Homeostase é, portanto, o equilíbrio dinâmico entre as funções do organismo.
  • 5. O corpo humano apresenta uma estrutura complexa, formada por vários órgãos que realizam suas funções em conjunto. Assim como outros seres vivos, o ser humano apresenta vários níveis de organização estrutural. Esses níveis associam-se entre si, organizando-se a partir do estruturalmente mais simples para o mais complexo. Segue o ESQUEMA abaixo:
  • 6. célula tecido órgão sistema As células podem associar-se formando tecidos. Os tecidos podem associar- se formando órgãos. Os órgãos podem associar-se formando sistemas. O conjunto dos sistemas forma o organismo humano.
  • 7. célula  Unidade estrutural e funcional básica do organismo, é a menor estrutura capaz de realizar as atividades essenciais à vida. Formam os tecidos; São de variadas formas, têm diferentes funções e apresentam tamanho reduzido; A maioria das células não é visível a olho nu.
  • 8. Membrana: Formada por uma dupla camada de fosfolipídios, bem como por proteínas espaçadas e que podem atravessar de um lado a outro da membrana. Algumas proteínas estão associadas a glicídios, formando as glicoproteínas.Controla a entrada e a saída de substâncias Para desempenhar suas diversas funções, as células apresentam uma estrutura básica formada por citoplasma, membrana plasmática, e núcleo citoplasma Membrana plasmática núcleo Membrana plasmática
  • 9.  É todo o conteúdo compreendido entre a membrana plasmática e o núcleo. O citoplasma é formado pelo citossol e pelas organelas.  Citossol – composto por um conjunto de substâncias, tais como proteínas e açúcares, dispersos em água. No citossol ocorrem algumas reações químicas importantes para a manutenção da célula.  Organelas: estruturas que desempenham funções específicas no interior da célula. Algumas organelas e estruturas presentes no citoplasma de uma célula animal e suas PRINCIPAIS FUNÇÕES:
  • 10.  •Fosfolipídios - fosfato (PO4-3) associado a lipídios(gorduras). São os principais componentes das membranas celulares. A região do fosfato("cabeça") se encontra eletricamente carregada (região polar) enquanto que as duas cadeias de ácidos graxos(pertencentes ao lipídio)não apresentam carga elétrica (região apolar). •Glicoproteínas: associação de proteínas com glicídios (açúcares) presentes nas células animais em geral. Os glicídios recobrem as células como "pêlos" protegendo-as contra agressões do meio ambiente e retendo substâncias, como nutrientes e enzimas, constituindo o glicocálix. •Retículo endoplasmático (RE): atua como transportador de substâncias. Há duas formas: O R.E. liso, onde há a produção de lipídios, e o R.E. rugoso, onde se encontram aderidos a sua superfície externa os ribossomos, sendo local de produção de proteínas, as quais serão transportadas internamente para o Complexo de Golgi.
  • 11.  •Mitocôndria: Organela formada por duas membranas lipoprotéicas. Dentro delas se realiza o processo de extração de energia dos alimentos que será armazenada em moléculas de ATP (adenosina trifosfato). É o ATP que fornece energia necessária para as reações químicas celulares  Lisossomo: estrutura que apresenta enzimas digestivas capazes de digerir um grande número de produtos orgânicos. Realiza a digestão intracelular. É importante nos glóbulos brancos e de modo geral para a célula já que digere as partes desta (autofagia) que serão substituídas por outras mais novas, o que ocorre com freqüência em nossas células.  Complexo de Golgi: são bolsas membranosas e achatadas, que podem armazenar e transformar substâncias que chegam via retículo endoplasmático; podem também eliminar substâncias produzidas pela célula, mas que irão atuar fora dela (enzimas por exemplo). Produzem ainda os lisossomos.  Centríolos: São estruturas cilíndricas, geralmente encontradas aos pares. Dão origem a cílios e flagelos (menos os das bactérias), estando também relacionados com a formação do fuso acromático
  • 13.  •Cloroplasto: organela formada por duas membranas e por estruturas discóidais internas. É a sede da fotossíntese, pois contém moléculas de clorofila que capturam a energia solar e produzem moléculas como glicose que poderá ser utilizada pelas mitocôndrias para a geração de ATP.•Parede celulósica: constituída por celulose (polissacarídio) e também por glicoproteínas (açúcar + proteína), hemicelulose (união de certos açúcares com 5 carbonos) e pectina (polissacarídio). A celulose forma fibras, enquanto as outras constituem uma espécie de cimento; juntas formam uma estrutura muito resistente.•Vacúolo: Estrutura derivada do retículo endoplasmático que pode conter líquidos e pigmentos, além de diversas outras substâncias.
  • 14. “Todos os seres vivos são formados por células, mas elas não são todas iguais”. As células animais e vegetais apresentam algumas diferenças estruturais: Célula Animal Célula vegetal
  • 15. Formato das células Glóbulos brancos neutrófilos adiposas Células Do tecido cartilaginoso
  • 16. ALGUMAS DIFERENÇAS: A célula vegetal é mais rígida e possui forma mais definida, devido a presença de uma parede celular externa – além da membrana plasmática. Os centríolos estão presentesAPENAS nas células animais. Os cloroplastos e vacúolos estão presentesAPENAS nas células vegetais. Processos celulares As células apresentam processos que lhes permitem capturar moléculas do meio extracelular para dentro do seu citoplasma. Esses processos podem acontecer de duas maneiras: fagocitose e pinocitose. FAGOCITOSE: é o processo em que a célula engloba partículas grandes em relação ao seu tamanho (ex.:bactérias, fungos ou protozoários).
  • 17.  PINOCITOSE: Na pinocitose são capturadas partículas de tamanho menor em comparação com as da fagocitose e, geralmente, são englobadas partículas líquidas.
  • 18. Núcleo celular  Uma das principais características da célula eucarionte é a presença de um núcleo de forma variável, porém bem individualizado e separado do restante da célula:Ao microscópio óptico o núcleo tem contorno nítido, sendo o seu interior preenchido por elementos figurados. Dentre os elementos distingem-se o nucléolo e a cromatina.  Quando uma célula se divide, seu material nuclear (cromatina) perde a aparência relativamente homogênea típica das células que não estão em divisão e condensa-se numa serie de organelas em forma de bastão, denominadas cromossomos. Nas células somáticas humanas são encontrados 46 cromosssomos.  Há dois tipos de divisão celular: mitose e meiose .A mitose é a divisão habitual das células somáticas, pela qual o corpo cresce, se diferencia e realiza reparos.A divisão mitótica resulta normalmente em duas células-filhas, cada uma com cromossomos e genes idênticos aos da célula-mãe.A meiose ocorre somente nas células da linhagem germinativa e apenas uma vez numa geração. Resulta na formação de células reprodutivas (gametas), cada uma das quais tem apenas 23 cromossomos.
  • 19.  Nas células somáticas humanas são encontrados 23 pares de cromossomos. Destes, 22 pares são semelhantes em ambos os sexos e são denominados autossomos. O par restante compreende os cromossomos sexuais, de morfologia diferente entre si, que recebem o nome de X eY. No sexo feminino existem dois cromossomos X e no masculino existem um cromossomo X e umY.Cada espécie possui um conjunto cromossômico típico ( cariótipo ) em termos do número e da morfologia dos cromossomos. O número de cromossomos das diversas espécies biológicas é muito variável. A figura abaixo ilustra o cariótipo feminino humano normal: O estudo morfológico dos cromossomos mostrou que há dois exemplares idênticos de cada em cada célula diplóide. Portanto, nos núcleos existem pares de cromossomos homólogos . Denominamos n o número básico de cromossomos de uma espécie, portanto as células diplóides apresentarão em seu núcleo 2 n cromossomos e as haplóides n cromossomos. Cada cromossomo mitótico apresenta uma região estrangulada denominada centrômeroou constrição primária que é um ponto de referência citológico básico dividindo os cromossomos em dois braços: p (de petti) para o braço curto e q para o longo. Os braços são indicados pelo número do cromossomo seguido de p ou q; por exemplo, 11p é o braço curto do cromossomo 11. Além da constrição primária descrita como centrômero, certos cromossomos apresentam estreitamentos que aparecem sempre no mesmo lugar: São as constrições secundárias.
  • 20. De acordo com a posicão do centrômero, distinguem-se alguns tipos gerais de cromossomos: Metacêntrico: Apresenta um centrômero mais ou menos central e braços de comprimentos aproximadamente iguais. Submetacêntrico: O centrômero é excêntrico e apresenta braços de comprimento nitidamente diferentes. Acrocêntrico: Apresenta centrômero próximo a uma extremidade.Os cromossomos acrocêntricos humanos (13, 14, 15, 21, 22) têm pequenas massas de cromatina conhecidas como satélites fixadas aos seus braços curtos por pedículos estreitos ou constrições secundárias. O núcleo contém em seu interior informações necessárias para o funcionamento celular. Essas informações estão contidas em uma molécula chamada ácido desoxirribonucleico (DNA) e são encaminhadas ao citoplasma por meio de uma molécula sintetizada no núcleo denominada ácido ribonucleico (RNA).
  • 21. DNA Durante a evolução da célula formou-se uma molécula, que hoje sabemos ser oácido desoxirribonucléico (DNA ou ADN): molécula longa, formada pela junção de um grande número de nucleotídeos, e que contém a informação genética codificada.O DNA constitui uma espécie de código que determina o que uma célula tem. Além disso, o DNA é capaz de produzir uma cópia dele mesmo. Antes de entrarmos no estudo do DNA propriamente dito, faz-se necessária a compreensão de alguns conceitos sobre relação entre cromossomos e DNA. Os cromossomos contêm os genes que por sua vez são formados por DNA (ácido desoxirribonucléico). Estes genes permitem a transmissão das informações genéticas de geração a geração.O material responsável pelo comando e coordenação de toda a atividade celular e pelas divisões celulares e transmissões das características hereditárias está representado nas células pelos cromossomos. Nas células procarióticas, o cromossomo é uma única molécula de um ácido nucléico, denominado ácido desoxirribonucléico, o DNA. Nas células eucarióticas, o cromossomo é formado por DNA associado a moléculas de histona, que são proteínas básicas. É na molécula de DNA que estão contidos os genes, responsáveis pelo comando da atividade celular e pelas características hereditárias. Cada molécula de DNA contém vários genes dispostos linearmente ao longo da molécula. Cada gene, quando em atividade, é transcrito em moléculas de outros ácidos nucléicos denominados ribonucléicos, que comandarão a síntese de proteínas.Nas células procarióticas, os cromossomos encontram-se imersos no próprio citoplasma formando uma estrutura denominada nuclóide. Nas células eucarióticas os cromossomos encontram-se separados dos citoplasma pela membrana nuclear ou carioteca, em uma estrutura denominada núcleo.A presença de carioteca é uma característica típica das células eucarióticas, que as distingue das procarióticas. Além disso, as células procarióticas não apresentam organelas membranosas, como ocorre com as eucarióticas
  • 22. Processo pelo qual as células de animais se dividem, produzindo, cada uma, duas células idênticas à original. A reprodução de células-filhas iguais à original tem como finalidade repor as células mortas no organismo, ou possibilitar o aumento do número delas nos processos de crescimento. Outro processo de divisão celular é a meiose, que produz duas células com metade dos cromossomos da célula-mãe.No período que antecede a mitose, ocorre a duplicação dos cromossomos, numa fase denominada de interfase. Então, os filamentos simples de cromossomos passam a ser duplos, recebendo o nome de cromátides. Nas células humanas, os 23 cromossomos passam a ser 23 pares, unidos por um ponto denominado centrômero. A divisão da célula realiza-se em cinco diferentes fases: prófase, prómetafase, metáfase, anáfase e telófase. Prófase – No núcleo da célula, os cromossomos condensam-se e passam a ser cada vez mais curtos e grossos. No citoplasma, massa fluida dentro da célula na qual o núcleo está mergulhado, os dois centríolos (organóides que se localizam junto ao núcleo e respondem pelo movimento dentro das células) se duplicam e começam a migrar em direções opostas. Prometáfase – A membrana nuclear rompe-se e os cromossomos espalham-se pela célula. Estes irão se prender no conjunto de fibras, cujas extremidades terminam próximas aos centríolos, agora já localizados em pólos opostos na célula. Metáfase – O conjunto de fibras, denominado fuso acromático, forma uma "ponte" entre os dois centríolos, que estão localizados nas extremidades da célula. As cromátides permanecem no meio da célula. Anáfase – Os centrômeros rompem-se, os pares de cromossomos separam-se em lotes idênticos e são puxados para os pólos opostos da célula na direção dos centríolos, indo constituir o núcleo das células-filhas. Telófase – Os cromossomos de cada pólo entrelaçam-se, de modo que não se pode mais distingui-los separadamente, até ficarem invisíveis e serem envolvidos dentro de um novo núcleo. As fibras do fuso desaparecem e a célula começa então a se dividir, dando origem a duas células independentes. CICLO CELULAR MITOSE
  • 23. CICLO CELULAR MEIOSE Processo de divisão celular no qual células diplóides, ou seja, com dois lotes de cromossomos, dão origem a quatro células haplóides, com apenas um lote de cromossomos.Essa forma de divisão possibilita a formação dos gametas (células sexuais). Nas células humanas diplóides existem 46 cromossomos. Através da meiose, elas passam a ter 23 cromossomos. No processo de fecundação humana, ocorre a união de dois gametas dos pais, resultando em um ovo com 46 cromossomos. A meiose é responsável pela diversificação do material genético nas espécies. A reprodução sexuada permite a mistura de genes de dois indivíduos diferentes da mesma espécie para produzir descendentes que diferem entre si e de seus pais em uma série de características. A meiose ocorre em duas etapas que, por sua vez, se subdividem em prófase, prómetafase, metáfase, anáfase e telófase. A fase que antecede a meiose é conhecida como interfase, quando os cromossomos da célula se duplicam e se apresentam como filamentos duplos, as cromátides. Prófase 1 – Os cromossomos homólogos, ou seja, que possuem a mesma forma e constituição, se juntam formando pares. Cada par de cromossomos é composto por quatro cromátides, ligadas por dois centrômeros, que são pontos que as unem. Nesse estágio existe uma recombinação do material genético, denominado como permuta ou crossing- over. Prometáfase 1 – As cromátides tomam forma espiral.A membrana do núcleo desaparece, fazendo com que elas se espalhem no meio da célula. Metáfase 1 – As cromátides encontram-se presas por um conjunto de fibras, denominadas fuso acromático. Anáfase 1 – Os grupos de quatro cromátides separam-se em grupos de dois, sendo levados cada um deles aos pólos opostos da célula. Telófase 1 – Os cromossomos condensam-se e os pólos da célula reorganizam-se em dois novos núcleos. Logo depois a célula divide-se em duas, dando fim à primeira fase. A segunda fase da meiose é mais simples. Prófase 2 – Os núcleos das duas células desaparecem e as cromátides espalham-se pelo citoplasma. Metáfase 2 – O fuso acromático ocupa as regiões centrais, mantendo presas as cromátides na região equatorial da célula. Anáfase 2 – O ponto que une os pares de cromátides se parte, dividindo-as.Cada um começa, então, a ser puxado para os pólos opostos. Telófase 2 – Os cromossomos condensam-se, os núcleos reaparecem e o citoplasma, massa fluida dentro da célula na qual o núcleo está mergulhado, se divide dando origem a duas novas células.
  • 24. • O esqueleto humano é uma estrutura articulada, formada por 206 ossos. • A pesar dos ossos serem rígidos, o esqueleto é flexível, permitindo amplos movimentos ao corpo graças a ação muscular.
  • 26. É através dos vasos, veias, artérias e capilares que o sangue circula em nosso corpo. com a ajuda do coração que ao bater empurra o sangue para todos os lados do corpo. o sangue arterial caminha através das artérias (em vermelho) e o sangue venoso através dos vasos (em azul)
  • 40.  O sistema linfático é uma rede complexa de vasos e pequenas estruturas chamadas de nódulos linfáticos que transportam o fluido linfático (linfa) dos tecidos de volta para o sistema circulatório.1  O sistema linfático é um importante componente do sistema imunológico, pois colabora com glóbulos brancos para proteção contra bactérias e vírus invasores.  O sistema linfático possui três funções interrelacionadas: (1) remoção dos fluidos em excesso dos tecidos corporais, (2) absorção dos ácidos graxos e transporte subsequente da gordura para o sistema circulatório e, (3) produção de células imunes (como linfócitos, monócitos e células produtoras de anticorpos conhecidas como plasmócitos).  Os vasos linfáticos têm a função de drenar o excesso de líquido que sai do sangue e banha as células. Esse excesso de líquido que circula nos vasos linfáticos e é devolvido ao sangue chama-se linfa.