HIDRANTES 3º ciclo Seg. do Trabalho - 2011 Sistema de combate a incêndios
O que é um hidrante? São aparelhos ligados às redes de abastecimento de água que permitem a instalação de mangueiras ou ma...
Curiosidade sobre hidrantes Urbanos: diferenciados por cores verde vermelho amarelo Vazão  superior  a 2.000 lts/min. Vazã...
Registros de recalque <ul><li>São dispositivos de combate geralmente enterrados no solo, mas podem ser externos também; </...
Caixas de hidrantes industriais <ul><li>São locais onde são armazenadas as mangueiras e equipamentos de combate a incêndio...
Sinalização de emergência <ul><li>NBR 13434:1995  – Sinalização de segurança contra incêndio e pânico – Formas, dimensões ...
Sinalização de emergência <ul><li>Reduzir o risco de ocorrência de incêndio, alertando para os riscos existentes; </li></u...
Sinalização de emergência Exemplos de locais sinalizados Saídas de emergência
Sinalização de emergência Exemplos de locais sinalizados Sinalização de extintores Sinalização de hidrantes Sinalização po...
Inspeção, manutenção e cuidados Inspeção:  Presença de deformidades, dificuldade de acoplamento, correta vedação da borrac...
<ul><li>Estique a mangueira de incêndio por completo sob uma superfície plana; </li></ul><ul><li>Dobre a mangueira de form...
<ul><li>Características Técnicas:   15, 20, 25 e 30 metros   </li></ul><ul><ul><li>Reforço têxtil confeccionado 100% em fi...
<ul><li>Características Técnicas:  15, 20, 25 e 30 metros   </li></ul><ul><ul><li>Reforço têxtil confeccionado 100% em fio...
Características Técnicas:   15, 20, 25 e 30 metros   Reforço têxtil, confeccionado 100%  em fio de poliéster de alta tenac...
<ul><li>Características Técnicas :  15, 20, 25 e 30 metros   </li></ul><ul><ul><li>Reforço têxtil confeccionado 100% em fi...
Características Técnicas:  15, 20, 25 e 30 metros   Reforço têxtil tecido em fio sintético de alta tenacidade; revestiment...
Mangueiras e acessórios Certificado de inspeção <ul><li>Na falta desse documento a seguradora poderá não indenizar os dano...
Acessórios complementares Tipos e utilização <ul><li>Chave Dupla Storz  </li></ul><ul><li>Facilita soltar mangueiras e con...
Acessórios complementares Tipos e utilização <ul><li>Esguicho regulável </li></ul><ul><li>Na extinção de incêndio tipo cla...
Acessórios complementares Tipos e utilização <ul><li>Tampão de engate rápido </li></ul><ul><li>Saídas de Válvulas, bombas,...
Trabalho prof. Minéia Integrantes da equipe Alex Ferreira José Martimiano Luis Carlos Piedade Márcio Mattos
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Hidrantes

28.780 visualizações

Publicada em

Trabalho sobre NR23

Hidrantes

  1. 1. HIDRANTES 3º ciclo Seg. do Trabalho - 2011 Sistema de combate a incêndios
  2. 2. O que é um hidrante? São aparelhos ligados às redes de abastecimento de água que permitem a instalação de mangueiras ou mangotes para o combate a incêndios. Podem ser: Públicos de coluna tipo I (barbará) - instalados em logradouros públicos; Industriais - fábricas, edifícios e estabelecimentos que têm equipamentos de proteção contra incêndio. Segundo a ABNT (NBR 5667-2 e NBR 5667-1):
  3. 3. Curiosidade sobre hidrantes Urbanos: diferenciados por cores verde vermelho amarelo Vazão superior a 2.000 lts/min. Vazão entre 1.000 a 2.000 lts/min. Vazão inferior a 1.000 lts/min.
  4. 4. Registros de recalque <ul><li>São dispositivos de combate geralmente enterrados no solo, mas podem ser externos também; </li></ul><ul><li>compostos por válvulas de engate rápido; </li></ul><ul><li>com tampas de ferro pintadas em vermelho identificada pela palavra “INCÊNDIO”. </li></ul>
  5. 5. Caixas de hidrantes industriais <ul><li>São locais onde são armazenadas as mangueiras e equipamentos de combate a incêndio </li></ul><ul><li>Podem ser embutidas ou aparentes, devem estar próximas às colunas, ter fácil acesso e inscrições de “INCÊNDIO” na porta </li></ul>
  6. 6. Sinalização de emergência <ul><li>NBR 13434:1995 – Sinalização de segurança contra incêndio e pânico – Formas, dimensões e cores – Padronização </li></ul><ul><li>NBR 13435:1995 – Sinalização de segurança contra incêndio </li></ul><ul><li>e pânico – Procedimento </li></ul><ul><li>NBR 13437:1995 – Símbolos gráficos para sinalização </li></ul><ul><li>contra incêndio e pânico – Simbologia </li></ul><ul><li>Projeto de Norma ABNT 24:204.02-003 – jul:1999 – Produtos </li></ul><ul><li>fotoluminescentes para sinalização de emergência </li></ul><ul><li>Projeto de Revisão Normas NBR 13434 – Sinalização de </li></ul><ul><li>segurança contra incêndio e pânico – Parte 1: Princípios </li></ul><ul><li>de projeto – Parte 2: Símbolos e suas formas, dimensões e </li></ul><ul><li>cores – Nov:2001 31.03.2004 </li></ul>
  7. 7. Sinalização de emergência <ul><li>Reduzir o risco de ocorrência de incêndio, alertando para os riscos existentes; </li></ul><ul><li>orientar as ações de combate e facilitem a localização dos equipamentos e das rotas de saída para abandono </li></ul>Finalidade
  8. 8. Sinalização de emergência Exemplos de locais sinalizados Saídas de emergência
  9. 9. Sinalização de emergência Exemplos de locais sinalizados Sinalização de extintores Sinalização de hidrantes Sinalização porta corta-fogo
  10. 10. Inspeção, manutenção e cuidados Inspeção: Presença de deformidades, dificuldade de acoplamento, correta vedação da borracha; inscrição conforme NBR 11186 , desprendimento do revestimento. Manutenção: Norma NBR 12.779 - inspeção mangueiras - Inspecionada a cada 06 meses e a cada 12 meses submetida à manutenção e ensaio hidrostático; o usuário deverá manter em seu poder o certificado de manutenção de suas mangueiras de incêndio. Cuidados: Secagem após uso; acondicionamento aduchado. Mangueiras
  11. 11. <ul><li>Estique a mangueira de incêndio por completo sob uma superfície plana; </li></ul><ul><li>Dobre a mangueira de forma que as uniões fiquem distantes entre si 01mt; </li></ul><ul><li>Inicie o enrolamento conforme o desenho abaixo: </li></ul><ul><li>Ao término do enrolamento a mangueira deverá obter a configuração abaixo: </li></ul>Forma correta de armazenamento 01 metro 01 metro Aduchada Espiral
  12. 12. <ul><li>Características Técnicas: 15, 20, 25 e 30 metros </li></ul><ul><ul><li>Reforço têxtil confeccionado 100% em fio de poliéster de alta tenacidade; </li></ul></ul><ul><ul><li>tecimento horizontal (tipo tela), na cor branca e tubo interno de borracha sintética, na cor preta; destinada a edifícios de ocupação residencial , conforme tipo l da Norma NBR 11861 de outubro/98; </li></ul></ul><ul><ul><li>empatada com uniões tipo engate rápido em latão, tipo 40-A da NBR 14349. </li></ul></ul>Mangueira de capa simples, leve, compacta e resistente à deterioração por bolor e fungo Mangueira tipo I
  13. 13. <ul><li>Características Técnicas: 15, 20, 25 e 30 metros </li></ul><ul><ul><li>Reforço têxtil confeccionado 100% em fio de poliéster de alta tenacidade; tecimento diagonal (tipo sarja), na cor branca e tubo interno de borracha sintética, na cor preta; destinada a edifício comerciais, industriais e Corpo de Bombeiros , conforme tipo 2 da Norma NBR 11861 de Outubro/98; </li></ul></ul><ul><ul><li>empatada com uniões tipo engate rápido, em latão, tipo 40-B (para diâmetro de 40mm) e tipo 65-B (para diâmetro de 65mm) da NBR 14349. </li></ul></ul>Mangueira tipo II
  14. 14. Características Técnicas: 15, 20, 25 e 30 metros Reforço têxtil, confeccionado 100%  em fio de poliéster de alta tenacidade; tecimento diagonal (tipo sarja), na cor branca e tubo interno de borracha sintética, na cor preta; destinada à área naval e industrial, onde é desejável uma maior resistência à abrasão , conforme tipo 3 da Norma NBR 11861 de Outubro/98; empatada com uniões de latão tipo engate rápido, em latão, tipo 40-B (para diâmetro de 40mm) e tipo 65-B (para diâmetro de 65mm) da NBR 14349, ou união de latão tipo rosca. Mangueira tipo III
  15. 15. <ul><li>Características Técnicas : 15, 20, 25 e 30 metros </li></ul><ul><ul><li>Reforço têxtil confeccionado 100% em fio de poliéster de alta tenacidade, tecimento diagonal (tipo sarja); </li></ul></ul><ul><ul><li>revestimento externo em composto especial de uretano, na cor vermelha e tubo interno de borracha sintética, na cor preta; </li></ul></ul><ul><ul><li>destinada a área industrial, onde é desejável uma maior resistência a abrasão , conforme tipo 4 da Norma NBR 11861 de Outubro/98; empatada com uniões tipo engate rápido, bucha longa, em latão, tipo 40-B (para diâmetro de 40mm) e tipo 65-B (para diâmetro de 65mm) da NBR 14349. </li></ul></ul>Mangueira tipo IV
  16. 16. Características Técnicas: 15, 20, 25 e 30 metros Reforço têxtil tecido em fio sintético de alta tenacidade; revestimento externo e tubo interno em borracha nitrílica, na cor vermelha; destinada a área industrial, onde é desejável uma alta resistência à abrasão e a superfícies quentes , conforme tipo 5 da Norma NBR 11861 de Outubro/98; empatada com uniões tipo engate rápido, em latão, tipo 40-B (para diâmetro de 40mm) e tipo 65-B (para diâmetro de 65mm) da NBR 14349. Mangueira tipo V
  17. 17. Mangueiras e acessórios Certificado de inspeção <ul><li>Na falta desse documento a seguradora poderá não indenizar os danos causado por um sinistro; </li></ul><ul><li>como responsáveis pela proteção de vidas e patrimônios, o engenheiro, o técnico de segurança ou o síndico responderão por eventuais ações judiciais. </li></ul>
  18. 18. Acessórios complementares Tipos e utilização <ul><li>Chave Dupla Storz </li></ul><ul><li>Facilita soltar mangueiras e conexões tipo 'Storz' com engate rápido. </li></ul><ul><li>União para mangueira engate rápido </li></ul><ul><li>Para acoplamento de mangueiras para engate rápido </li></ul>
  19. 19. Acessórios complementares Tipos e utilização <ul><li>Esguicho regulável </li></ul><ul><li>Na extinção de incêndio tipo classe “A”, para resfriamento em incêndio classe “B”. </li></ul><ul><li>Esguicho Jato Compacto </li></ul><ul><li>Utilizado quando a solicitação for jato compacto, sendo o de maior difusão. </li></ul>
  20. 20. Acessórios complementares Tipos e utilização <ul><li>Tampão de engate rápido </li></ul><ul><li>Saídas de Válvulas, bombas, caminhões tanques, linha de hidrantes. </li></ul><ul><li>Registro de globo </li></ul><ul><li>Usado em linhas de incêndio pressurizadas por ação da gravidade e onde haja pressurização por bombas </li></ul>
  21. 21. Trabalho prof. Minéia Integrantes da equipe Alex Ferreira José Martimiano Luis Carlos Piedade Márcio Mattos

×