Doces conventuais dos açores

601 visualizações

Publicada em

doces conventuais

Publicada em: Alimentos
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
601
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
25
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Doces conventuais dos açores

  1. 1. Trabalho realizado por: Nádia Miranda Formador: Rui Pires
  2. 2. Açores • Descobrir os Açores, as suas nove ilhas, é descobrir a própria natureza, na sua forma original e única. É olhar extasiado para a paisagem exuberante, onde predominam os tons de verde, a esbaterem-se no azul celeste do mar.
  3. 3. Doçaria Conventual • Designa-se por doçaria conventual os doces confeccionados nos conventos, caracterizados por serem, na sua maioria, compostos por grandes quantidades de açúcar e gemas de ovos. A lista de doces conventuais é extensa e abrange todas as regiões de Portugal. Saliente-se, ainda, que a confecção de um determinado doce pode variar consoante a região, e o convento de origem.
  4. 4. Bolo do Diabo • Igredientes: • 1 1/2 xíc. de açúcar • 1/2 xíc. de gordura vegetal • 1 ovo • 1/2 xíc. de leite • 1 colh. (chá) de baunilha • 1 xíc. de água quente • 2 xíc. de farinha de trigo • 1 colh. (chá) de bicarbonato bem - cheia. • 1/2 xíc. de cacu em pó • 1 pitada de sal
  5. 5. Confecção  Bater até ficar cremoso o açúcar com a gordura. Acrescente o ovo batido. Adicionar, batendo sempre, leite e baunilha. Peneirar junto todos os ingredientes secos e misturar gradualmente. Acrescentar a água quente e bater bem. Assar em duas formas para camadas, untadas, a 180ºC por 30 ou 35 minutos.
  6. 6. Cornucópias • Ingredientes: • 500 g de farinha ; • 2 colheres de sobremesa de manteiga ; • 2 colheres de sopa de banha ; • 2 colheres de sopa de açúcar ; • 2 colheres de sopa de pão torrado e ralado ; • 4 colheres de sopa de amêndoa ralada (com a casca) ; • 500 g de açúcar ; • 12 gemas ; • 2 claras de ovos
  7. 7. Confecção • Ligam-se os ingredientes indicados para a massa com água bem quente que deve ser adicionada à medida que vai sendo absorvida. Amassa-se muito bem e deixa-se a massa descansar. Têm-se as formas de cornucópias muito bem untadas com manteiga. Estende-se a massa fina, corta-se uma tira que depois se corta em triângulos. Envolvem-se as formas nestes triângulos de massa, passam-se por clara de ovo batida e, em seguida, pela amêndoa misturada com o pão ralado. Levam- se a cozer em forno bem quente. Desenformam-se cuidadosamente e quase frias. Recheiam-se com ovos- moles feitos com os ingredientes indicados e como se diz na receita da Beira Litoral.
  8. 8. Coquinhos • Ingredientes: • Açúcar: 250 g • Coco: 250 g • Ovo: 4 • Manteiga/margarina: 1 colher de sopa • Confecção: • Põe-se o côco numa tigela e deita-se os ovos inteiros. Mistura- se tudo muito bem. Derrete-se a manteiga e junta-se no fim o açúcar. Enchem-se as formas de papel (esta é parte preferida dos miúdos). Vão ao forno a alourar.
  9. 9. Conclusão • Com este trabalho fiquei a conhecer, e com vontade de fazer e provar alguns doces conventuais dos açores. Fiquei também a conhecer que os doces conventuais são caracterizados por serem, na sua maioria, compostos por grandes quantidades de açúcar e gemas de ovos.

×