SlideShare uma empresa Scribd logo

74376105 dicas-para-coordenacao-pedagogica-julia-rocha-enviar-para-os-grupos-de-professores

O documento discute o papel do coordenador pedagógico na escola. Ele deve assessorar e apoiar os professores, promovendo a qualidade do ensino, a formação continuada dos docentes, e a parceria entre a escola e as famílias. O coordenador também deve criar um ambiente democrático e participativo, auxiliando no desenvolvimento dos alunos e professores.

1 de 11
Baixar para ler offline
COORDENADOR PEDAGÓGICO




                     Logomarca: enviada pela Coordenadora Marluci Brasil


                          BLOG   http://marlucibrasil.blogspot.com/

      Dentro das inúmeras mudanças que ocorrem na sociedade atual, de
ordem econômica, política, social, ideológica, a escola, como instituição de
ensino e de práticas pedagógicas, enfrenta muitos desafios que comprometem
a sua ação frente às exigências que surgem. Assim, os profissionais, que nela
trabalham, precisam estar conscientes de que os alunos devem ter uma
formação cada vez mais ampla, promovendo o desenvolvimento das
capacidades desses sujeitos.
      Para tanto, torna-se necessária a presença de um coordenador
pedagógico consciente de seu papel, da importância de sua formação
continuada e da equipe docente, além de manter a parceria entre pais, alunos,
professores e direção.
      De acordo com muitos Regimentos Escolares:” a função de coordenação
pedagógica é o suporte que gerencia, coordena e supervisiona todas as
atividades relacionadas com o processo de ensino e aprendizagem, visando
sempre à permanência do aluno com sucesso."
      Já   segundo       Clementi      (apud      Almeida),       cabe     ao   coordenador
"acompanhar o projeto pedagógico, formar professores, partilhar suas ações,
também é importante que compreenda as reais relações dessa posição."
      Partindo desse pressuposto, podem-se identificar as funções formadora,
articuladora e transformadora do papel desse profissional no ambiente escolar.
Considerando a função formadora, o coordenador precisa programar as ações
que viabilizem a formação do grupo para qualificação continuada desses
sujeitos. Consequentemente, conduzindo mudanças dentro da sala de aula e
na dinâmica da escola, produzindo impacto bastante produtivo e atingindo as
necessidades presentes.



                                                                                          1
Assim, muitos formadores encontram na reflexão da ação, momentos
riquíssimos para a formação. Isso acontece à medida que professores e
coordenadores agem conjuntamente observando, discutindo e planejando,
vencendo as dificuldades, expectativas e necessidades, requerendo momentos
individuais e coletivos entre os membros do grupo, atingindo aos objetivos
desejados.
        As relações interpessoais permeiam a prática do coordenador que
precisa articular as instâncias escola e família sabendo ouvir, olhar e falar a
todos que buscam a sua atenção.
        Conforme Almeida (2003), na formação docente, "é muito importante
prestar atenção no outro, em seus saberes, dificuldades", sabendo reconhecer
e conhecer essas necessidades propiciando subsídios necessários à
atuação.Assim, a relação entre professor e coordenador, à medida que se
estreita e ambos crescem em sentido prático e teórico(práxis), concebe a
confiança, o respeito entre a equipe e favorece a constituição como pessoas.
        Na parceria escola X família, esse profissional é requerido para estreitar
esses laços e mantê-los em prol da formação efetiva dos educandos à medida
que cada instância assuma seu papel social diante desse ato indispensável e
intransponível.
        Como ressalta Alves(apud Reis,2008) "homens que através de sua ação
transformadora se transformam. É neste processo que os homens produzem
conhecimentos, sejam oa mais singelos, sejam os mais sofisticados, sejam
aqueles que resolvem um problema cotidiano, sejam os que criam teorias
explicativas."
        Assim, é papel do coordenador favorecer a construção de um ambiente
democrático e participativo, onde se incentive a produção do conhecimento por
parte    da      comunidade   escolar,   promovendo      mudanças      atitudinais,
procedimentais e conceituais nos indivíduos.
        Os órgãos colegiados são espaços que proporcionam essa formação à
medida que a participação, o compromisso e o protagonismo de seus
componentes, pais, alunos, professores, coordenação e direção, ocasionem
transformações significativas nesse ambiente.Cabe ao coordenador atuar
coletivamente e visualizar esses espaços como oportunidades para o
desempenho das suas funções.

                                                                                 2
Apesar das inúmeras responsabilidades desse profissional já descritas e
analisadas aqui, o coordenador pedagógico enfrenta outros conflitos no espaço
escolar, tais como tarefas de ordem burocrática, disciplinar, organizacional.
      Assumir esse cargo é sinônimo de enfrentamentos e atendimentos
diários a pais, funcionários, professores, além da responsabilidade de incentivo
a promoção do projeto pedagógico, necessidade de manter a própria formação,
independente da instituição e de cursos específicos, correndo o perigo de cair
no desânimo e comodismo e fatores de ordem pessoal que podem interferir em
sua prática.
      Muitas vezes, a escola e o coordenador se questionam quanto à
necessidade desse profissional e chegam à conclusão que esse sujeito pode
promover significativas mudanças, pois esse trabalha com formação e
informação dos docentes, principalmente.O espaço escolar é dinâmico e a
reflexão é fundamental a superação de obstáculos, socialização de
experiências e fortalecimento das relações interpessoais.
      O coordenador pedagógico é peça fundamental no espaço escolar, pois
busca integrar os envolvidos no processo ensino-aprendizagem mantendo as
relações interpessoais de maneira saudável, valorizando a formação do
professor e a sua, desenvolvendo habilidades para lidar com as diferenças com
o objetivo de ajudar efetivamente na construção de uma educação de
qualidade.


Referências:
ABREU,Luci C. de, BRUNO,Eliane B.G.O coordenador pedagógico e a questão
do fracasso escolar.In.: ALMEIDA,Laurinda R.,PLACCO,Vera Mª N. de
S.OCoordenador      Pedagógico     e   questões    da   contemporaneidade.São
Paulo:Edições Loyola,2006.
ALMEIDA,Laurinda      R.O    relacionamento    interpessoal    na   coordenação
pedagógica.In.:ALMEIDA,Laurinda R.,PLACCO,Vera Mª N. de S.Ocoordenador
pedagógico e o espaço de mudança.São Paulo:Edições Loyola,2003.
CLEMENTI,Nilba.A voz dos outros e a nossa voz.In.:ALMEIDA,Laurinda
R.,PLACCO,Vera Mª N. de S.O coordenador pedagógico e o espaço de
mudança.São Paulo:Edições Loyola,2003.


                                                                                3
REIS,Fátima.Disponível em:www.webartigos.com.Acesso em:20/08/2008
Regimento Escolar, Artigo nº.129/2006-Resolução CEE/TO
SILVA,Moacyr da. O coordenador pedagógico e a questão da participação nos
órgãos colegiados.In.:ALMEIDA,Laurinda R.,PLACCO,Vera Mª N. de S.O
Coordenador       Pedagógico    e   questões          da    contemporaneidade.São
Paulo:Edições Loyola,2006.


   • Os       escritos    acima     e        abiaxo        foram    retirados      da
       andreagodoy.wikispaces.com/file/view/Cargos+e+funções.doc
   • Apenas as notações em vermelho foram feitas por mim, Julia Rocha
       Camargo, pois enviei a uma amiga que não faz parte do grupo
       (ainda).


PRIORIDADES NA ROTINA DO COORDENADOR:


   •   Assessorar    e   acompanhar     os    professores      na   sua   tarefa   de
       planejamento, executar e avaliar os seus alunos.
   •   Promover a eficiência das atividades técnico-pedagógicas, sendo um
       fator de apoio.
   •   Zelar e efetivar um ensino de qualidade.
   •   Estimular e criar espaços para a análise e aprimoramento do processo
       ensino-aprendizagem.
   •   Elaborar o Plano Anual. (Seu papel será de auxiliar os professores
       quanto sal construção)
   •   Estimular a auto-estima dos docentes e discentes. PRIMORDIAL
   •   Assessorar com os demais setores as jornadas e reuniões pedagógicas.
       (Tinha 1 vez por mês, veja se continuou)
   •   Coordenar os conselhos de classe. Ocorre bimestralmente, mas a Didi ia
       modificar pra semestralmente, veja como está.
   •   Assessorar no processo de matrículas, aproveitamento de estudos e de
       recuperação. (ler regimento escolar e proposta pedagógica)
   •   Acompanhar o rendimento escolar do aluno assessorando o professor
       na efetivação da recuperação paralela. * extrema importância


                                                                                    4
•   Aprofundar com os docentes temas relacionados com o processo de
    ensino-aprendizagem e com o cotidiano do fazer pedagógico.
•   Oportunizar eventos que qualifiquem o corpo docente. (Feiras,
    comemorações e eventos da escola- solicitar calendário escolar
•   Promover o conhecimento e a aplicação da Proposta e do Projeto
    Político Pedagógico da Escola. (Peça cópia – PPP Projeto Político
    Pedagógico e Reg Escolar)
•   Fazer a auto-avaliação do desempenho da coordenação pedagógica
    com a direção _ Didi ( para juntas avaliar seu trabalho, o que acha se
    está bom ou o que tem que ser melhorado)
•   Fazer   auto-avaliação   do   desempenho    dos   professores      com   a
    coordenação pedagógica – (No final de cada bimestre ou de cada
    semestre chama cada professor individual em sua sala e faça uma auto-
    avaliação: tipo -assiduidade, comprometimento, planejamento se fez no
    prazo e entregou, entrega das provas se cumpriu em tempo hábil e
    avaliação tbém, grau de satisfação ou insatisfação, o que precisa
    melhorar e outros,
•   Promover a avaliação final das atividades da escola e dos demais
    setores, juntamente com a Direção.
•   Fazer o controle de faltas dos alunos. Primordial – se tiver orientação
    educacional, veja se ela faz todos os dias, pois esse é o papel da
    orientadora, na minha época eu fazia, pois não havia ninguém pra fazer
•   Fazer reuniões coletivas com os professores para constante formação e
    discussão de estratégias. Verificar disponibilidade dos professores e
    pode ser feito no horário do planejamento quando assim se tiver.
•   Fazer reuniões individuais com os professores para acompanhar o
    PLANEJAMENTO e dar feedback das aulas.
•   Assistir as aulas do professores. Faça isso, uma vez ou outra, seria bom
    que vc começasse a entrar em sala desde o inicio,- avise no 1º dia de
    trabalho que vc quer conhecer um pouco do trabalho de cada um, por
    isso a necessidade de assistir a docência de cada um, certo?
•   Planejar com antecedência as atividades extras e organizar pedido de
    materiais dos professores. Na reunião com eles, deixe bem claro que
    devem solicitar mínimo 48 horas,

                                                                             5
•   Conhecer e aprovar os PLANEJAMENTOS e as avaliações que serão
       aplicadas pelos professores.
   •   Atender pais e alunos. Sempre que possível!! Atender pais com muito
       carinho, tranqüilidade, sempre sendo a mais Cortez e educada, que sei
       que vc é!! E o aluno tbém, mas qndo precisar ser dura em suas
       colocações explicando por que o aluno está sendo chamado a atenção,
       faça!! Mas no final deixe o aluno falar, se abrir, se justificar se for até o
       caso, e antes do alunos sair, tenha um aluno AMIGO , como tbém com
       os professores.


OBS: Ah!! Fique atenta quanto a entrega de notas na secretaria, e sempre
fique alertando-os quanto a data de entrega!!


 Deixe recadinhos no mural – faça no computador e imprima e depois fixe no
                         mural na sala dos professores!!
- Coloque 1 frase reflexiva a cada semana na sala dos professores!!
- Como coordenadora, sempre levei um pote com biscoitos cream cracker e
outros similares, saches de chá e solicitava junto a direção a compra de uma
garrafa térmica para chás e adoçantes e açúcar refinado!! Fiz muito isso no
Projeção, JK, e no Marista.
- Ao trazer, minutos antes preparava a mesa da sala dos professores e
socializava com eles dizendo: “pessoal trouxe uns biscoitos e chá e quem
quiser fique a vontade!! Desta forma fui percebendo que outros começaram a
fazer o mesmo- multiplicaram!!
- e aí surgiu a brilhante idéia: Cada dia da semana tipo assim: Primeira semana
– 2ª feira, depois 2ª semana- 3ª feira e assim por diante combinava com os
professores para que cada um trouxessem algo para tomarmos café da manhã
coletivo: suco, bolo, pão, presunto, patêzinho, torrada, salgadinhos assados
viu? RS RS . E frutas!! E preparava uma mesa muito farta com direito a uma
lembrancinha ex:     no bis, no sonho de valsa, numa balinha, sempre com
dizeres amáveis e respeitosos elevando a auto-estima de todos os
professores!! Eles precisam sentir mais amados, aceitos e terem o “merecido”
reconhecimento e valor de sua grande contribuição no processo ensino-
aprendizagem!

                                                                                  6

Recomendados

Planejamento escolar
Planejamento escolarPlanejamento escolar
Planejamento escolarJoao Balbi
 
Reunião pedagógica rosane gorges
Reunião pedagógica   rosane gorgesReunião pedagógica   rosane gorges
Reunião pedagógica rosane gorgesluannagorges
 
Encontro pedagógico
Encontro pedagógicoEncontro pedagógico
Encontro pedagógicoMagda Marques
 
Reunião Pedagógica - E.M. Norma Sueli Borges
Reunião Pedagógica - E.M. Norma Sueli BorgesReunião Pedagógica - E.M. Norma Sueli Borges
Reunião Pedagógica - E.M. Norma Sueli Borgespdescola
 
Plano de ação gestão 2016 2019
Plano de ação gestão 2016 2019Plano de ação gestão 2016 2019
Plano de ação gestão 2016 2019Lindomar Oliveira
 
Plano coordenção 2011
Plano coordenção 2011Plano coordenção 2011
Plano coordenção 2011dencia999
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Reunião com equipe_gestora_emei
Reunião com equipe_gestora_emeiReunião com equipe_gestora_emei
Reunião com equipe_gestora_emeiRosemary Batista
 
Planejamento na educação infantil
Planejamento na educação infantilPlanejamento na educação infantil
Planejamento na educação infantillucavao2010
 
Plano de Ação - Gestão 2019-2021
Plano de Ação - Gestão 2019-2021 Plano de Ação - Gestão 2019-2021
Plano de Ação - Gestão 2019-2021 muni2014
 
Slides sobre planejamento
Slides sobre planejamentoSlides sobre planejamento
Slides sobre planejamentofamiliaestagio
 
Organização do trabalho pedagógico
Organização do trabalho pedagógicoOrganização do trabalho pedagógico
Organização do trabalho pedagógicoMagda Marques
 
Plano Anual de Ação da Orientação Escolar
Plano Anual de Ação da Orientação Escolar Plano Anual de Ação da Orientação Escolar
Plano Anual de Ação da Orientação Escolar LOCIMAR MASSALAI
 
Plano açao 2011_2012_
Plano açao 2011_2012_ Plano açao 2011_2012_
Plano açao 2011_2012_ ebia
 
Slides planejamento escolar
Slides planejamento escolarSlides planejamento escolar
Slides planejamento escolarAnanda Lima
 
Angela proposta coordenação 2012
Angela proposta coordenação 2012Angela proposta coordenação 2012
Angela proposta coordenação 2012Angela Silva
 
Plano de trabalho para Gestão Escolar
Plano de trabalho para Gestão EscolarPlano de trabalho para Gestão Escolar
Plano de trabalho para Gestão EscolarBelister Paulino
 
Planejamento do ensino e sequências didáticas
Planejamento do ensino e sequências didáticasPlanejamento do ensino e sequências didáticas
Planejamento do ensino e sequências didáticasCésar Moura
 
Plano de Trabalho Gestão 2014 / 2016
Plano de Trabalho Gestão 2014 / 2016Plano de Trabalho Gestão 2014 / 2016
Plano de Trabalho Gestão 2014 / 2016QUEDMA SILVA
 

Mais procurados (20)

Reunião com equipe_gestora_emei
Reunião com equipe_gestora_emeiReunião com equipe_gestora_emei
Reunião com equipe_gestora_emei
 
Planejamento na educação infantil
Planejamento na educação infantilPlanejamento na educação infantil
Planejamento na educação infantil
 
Conselho de classe
Conselho de classeConselho de classe
Conselho de classe
 
Plano de Ação - Gestão 2019-2021
Plano de Ação - Gestão 2019-2021 Plano de Ação - Gestão 2019-2021
Plano de Ação - Gestão 2019-2021
 
Plano de ação para coordenação pedagógica
Plano de ação para coordenação pedagógicaPlano de ação para coordenação pedagógica
Plano de ação para coordenação pedagógica
 
Slides sobre planejamento
Slides sobre planejamentoSlides sobre planejamento
Slides sobre planejamento
 
Organização do trabalho pedagógico
Organização do trabalho pedagógicoOrganização do trabalho pedagógico
Organização do trabalho pedagógico
 
Ap. plano de ação
Ap. plano de açãoAp. plano de ação
Ap. plano de ação
 
Conselho de classe
Conselho de classeConselho de classe
Conselho de classe
 
Plano Anual de Ação da Orientação Escolar
Plano Anual de Ação da Orientação Escolar Plano Anual de Ação da Orientação Escolar
Plano Anual de Ação da Orientação Escolar
 
Plano açao 2011_2012_
Plano açao 2011_2012_ Plano açao 2011_2012_
Plano açao 2011_2012_
 
Slides planejamento escolar
Slides planejamento escolarSlides planejamento escolar
Slides planejamento escolar
 
Slides semana pedagógica
Slides  semana pedagógicaSlides  semana pedagógica
Slides semana pedagógica
 
Angela proposta coordenação 2012
Angela proposta coordenação 2012Angela proposta coordenação 2012
Angela proposta coordenação 2012
 
Ppt avaliação
Ppt avaliaçãoPpt avaliação
Ppt avaliação
 
Plano de trabalho para Gestão Escolar
Plano de trabalho para Gestão EscolarPlano de trabalho para Gestão Escolar
Plano de trabalho para Gestão Escolar
 
Planejamento do ensino e sequências didáticas
Planejamento do ensino e sequências didáticasPlanejamento do ensino e sequências didáticas
Planejamento do ensino e sequências didáticas
 
Rotina escolar
Rotina escolarRotina escolar
Rotina escolar
 
Plano de Trabalho Gestão 2014 / 2016
Plano de Trabalho Gestão 2014 / 2016Plano de Trabalho Gestão 2014 / 2016
Plano de Trabalho Gestão 2014 / 2016
 
Conceitos sobre PPP
Conceitos sobre PPPConceitos sobre PPP
Conceitos sobre PPP
 

Destaque

83539926 proposta-coordenacao
83539926 proposta-coordenacao83539926 proposta-coordenacao
83539926 proposta-coordenacaoEduardo Lopes
 
47666815 6-gestao-curricular-e-coordenacao-pedagogica-prof-dr-paulo-gomes-lima
47666815 6-gestao-curricular-e-coordenacao-pedagogica-prof-dr-paulo-gomes-lima47666815 6-gestao-curricular-e-coordenacao-pedagogica-prof-dr-paulo-gomes-lima
47666815 6-gestao-curricular-e-coordenacao-pedagogica-prof-dr-paulo-gomes-limaEduardo Lopes
 
56370482 plano-de-trabalho-coordenacao-pedagogica
56370482 plano-de-trabalho-coordenacao-pedagogica56370482 plano-de-trabalho-coordenacao-pedagogica
56370482 plano-de-trabalho-coordenacao-pedagogicaEduardo Lopes
 
Planejamento bimestral ed. infantil
Planejamento bimestral ed. infantilPlanejamento bimestral ed. infantil
Planejamento bimestral ed. infantilkeillacr
 
Planejamento educação infantil
Planejamento educação infantilPlanejamento educação infantil
Planejamento educação infantilClaudia Ramos
 

Destaque (7)

83539926 proposta-coordenacao
83539926 proposta-coordenacao83539926 proposta-coordenacao
83539926 proposta-coordenacao
 
Plano De Aula Interdisciplinar
Plano De Aula InterdisciplinarPlano De Aula Interdisciplinar
Plano De Aula Interdisciplinar
 
47666815 6-gestao-curricular-e-coordenacao-pedagogica-prof-dr-paulo-gomes-lima
47666815 6-gestao-curricular-e-coordenacao-pedagogica-prof-dr-paulo-gomes-lima47666815 6-gestao-curricular-e-coordenacao-pedagogica-prof-dr-paulo-gomes-lima
47666815 6-gestao-curricular-e-coordenacao-pedagogica-prof-dr-paulo-gomes-lima
 
56370482 plano-de-trabalho-coordenacao-pedagogica
56370482 plano-de-trabalho-coordenacao-pedagogica56370482 plano-de-trabalho-coordenacao-pedagogica
56370482 plano-de-trabalho-coordenacao-pedagogica
 
Planejamento bimestral ed. infantil
Planejamento bimestral ed. infantilPlanejamento bimestral ed. infantil
Planejamento bimestral ed. infantil
 
Planejamento 1º periodo
Planejamento 1º periodoPlanejamento 1º periodo
Planejamento 1º periodo
 
Planejamento educação infantil
Planejamento educação infantilPlanejamento educação infantil
Planejamento educação infantil
 

Semelhante a 74376105 dicas-para-coordenacao-pedagogica-julia-rocha-enviar-para-os-grupos-de-professores

CONTRIBUIÇÕES DA COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA NA FORMAÇÃO CONTINUADA1Artigo
CONTRIBUIÇÕES DA COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA NA FORMAÇÃO CONTINUADA1ArtigoCONTRIBUIÇÕES DA COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA NA FORMAÇÃO CONTINUADA1Artigo
CONTRIBUIÇÕES DA COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA NA FORMAÇÃO CONTINUADA1Artigocefaprodematupa
 
O Coordenador Pedagógico. Sobre outros olhares.
O Coordenador Pedagógico. Sobre outros olhares.O Coordenador Pedagógico. Sobre outros olhares.
O Coordenador Pedagógico. Sobre outros olhares.Seduc MT
 
Trabalho de conclusão de curso pós coordenação pedagogica
Trabalho de conclusão de curso pós coordenação pedagogicaTrabalho de conclusão de curso pós coordenação pedagogica
Trabalho de conclusão de curso pós coordenação pedagogicaIslane Uefs
 
A atuação do coordenador pedagógico
A atuação do coordenador pedagógicoA atuação do coordenador pedagógico
A atuação do coordenador pedagógicoIvaneide B S
 
Macedo, lino, como construir uma escola para todos
Macedo, lino, como construir uma escola para todosMacedo, lino, como construir uma escola para todos
Macedo, lino, como construir uma escola para todosmarcaocampos
 
Macedo, lino, como construir uma escola para todos
Macedo, lino, como construir uma escola para todosMacedo, lino, como construir uma escola para todos
Macedo, lino, como construir uma escola para todosmarcaocampos
 
Gorete exercicio
Gorete exercicioGorete exercicio
Gorete exercicioNaya Vitas
 
Uma releitura dos indicadores da qualidade na educação no contexto de na esco...
Uma releitura dos indicadores da qualidade na educação no contexto de na esco...Uma releitura dos indicadores da qualidade na educação no contexto de na esco...
Uma releitura dos indicadores da qualidade na educação no contexto de na esco...aninhaw2
 
Escola democrática
Escola democráticaEscola democrática
Escola democráticaPaula Alves
 
9. as formas de planejar do professor
9. as formas de planejar do professor9. as formas de planejar do professor
9. as formas de planejar do professorClaudio Lima
 
Apresentação rosane virlene orientação
Apresentação rosane virlene orientaçãoApresentação rosane virlene orientação
Apresentação rosane virlene orientaçãoVirlene Amarante
 
Função social da escola
Função social da escolaFunção social da escola
Função social da escolaJohnny Ribeiro
 
Estagio curricular obrigatorio na gestao escolar observacoes participacoes e ...
Estagio curricular obrigatorio na gestao escolar observacoes participacoes e ...Estagio curricular obrigatorio na gestao escolar observacoes participacoes e ...
Estagio curricular obrigatorio na gestao escolar observacoes participacoes e ...Nelma Quinto
 

Semelhante a 74376105 dicas-para-coordenacao-pedagogica-julia-rocha-enviar-para-os-grupos-de-professores (20)

CONTRIBUIÇÕES DA COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA NA FORMAÇÃO CONTINUADA1Artigo
CONTRIBUIÇÕES DA COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA NA FORMAÇÃO CONTINUADA1ArtigoCONTRIBUIÇÕES DA COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA NA FORMAÇÃO CONTINUADA1Artigo
CONTRIBUIÇÕES DA COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA NA FORMAÇÃO CONTINUADA1Artigo
 
O Coordenador Pedagógico. Sobre outros olhares.
O Coordenador Pedagógico. Sobre outros olhares.O Coordenador Pedagógico. Sobre outros olhares.
O Coordenador Pedagógico. Sobre outros olhares.
 
Trabalho de conclusão de curso pós coordenação pedagogica
Trabalho de conclusão de curso pós coordenação pedagogicaTrabalho de conclusão de curso pós coordenação pedagogica
Trabalho de conclusão de curso pós coordenação pedagogica
 
A atuação do coordenador pedagógico
A atuação do coordenador pedagógicoA atuação do coordenador pedagógico
A atuação do coordenador pedagógico
 
Vertentes fundamentais de gestão escolar
Vertentes fundamentais de gestão escolarVertentes fundamentais de gestão escolar
Vertentes fundamentais de gestão escolar
 
Gestão escolar
Gestão escolarGestão escolar
Gestão escolar
 
Macedo, lino, como construir uma escola para todos
Macedo, lino, como construir uma escola para todosMacedo, lino, como construir uma escola para todos
Macedo, lino, como construir uma escola para todos
 
Macedo, lino, como construir uma escola para todos
Macedo, lino, como construir uma escola para todosMacedo, lino, como construir uma escola para todos
Macedo, lino, como construir uma escola para todos
 
Gorete exercicio
Gorete exercicioGorete exercicio
Gorete exercicio
 
Uma releitura dos indicadores da qualidade na educação no contexto de na esco...
Uma releitura dos indicadores da qualidade na educação no contexto de na esco...Uma releitura dos indicadores da qualidade na educação no contexto de na esco...
Uma releitura dos indicadores da qualidade na educação no contexto de na esco...
 
O conceito de gestão escolar
O conceito de gestão escolarO conceito de gestão escolar
O conceito de gestão escolar
 
As formas de planejar do professor
As formas de planejar do professorAs formas de planejar do professor
As formas de planejar do professor
 
Escola democrática
Escola democráticaEscola democrática
Escola democrática
 
Artigo pós - pdf
Artigo pós  - pdfArtigo pós  - pdf
Artigo pós - pdf
 
9. as formas de planejar do professor
9. as formas de planejar do professor9. as formas de planejar do professor
9. as formas de planejar do professor
 
Apresentação rosane virlene orientação
Apresentação rosane virlene orientaçãoApresentação rosane virlene orientação
Apresentação rosane virlene orientação
 
Secretariado
SecretariadoSecretariado
Secretariado
 
Secretariado
SecretariadoSecretariado
Secretariado
 
Função social da escola
Função social da escolaFunção social da escola
Função social da escola
 
Estagio curricular obrigatorio na gestao escolar observacoes participacoes e ...
Estagio curricular obrigatorio na gestao escolar observacoes participacoes e ...Estagio curricular obrigatorio na gestao escolar observacoes participacoes e ...
Estagio curricular obrigatorio na gestao escolar observacoes participacoes e ...
 

Mais de Eduardo Lopes

1.9 quadro sintese das tendências pedagógicas (1)
1.9 quadro sintese das tendências pedagógicas (1)1.9 quadro sintese das tendências pedagógicas (1)
1.9 quadro sintese das tendências pedagógicas (1)Eduardo Lopes
 
Tardif o trabalho docente resumido (1)
Tardif   o trabalho docente resumido (1)Tardif   o trabalho docente resumido (1)
Tardif o trabalho docente resumido (1)Eduardo Lopes
 
Quadro resumo conhecimentos pedagógicos excelente
Quadro resumo conhecimentos pedagógicos excelenteQuadro resumo conhecimentos pedagógicos excelente
Quadro resumo conhecimentos pedagógicos excelenteEduardo Lopes
 
Aula questões dissertativas
Aula   questões dissertativasAula   questões dissertativas
Aula questões dissertativasEduardo Lopes
 
Conhecimentos pedagógicos- 500 questões comentadas
  Conhecimentos pedagógicos- 500 questões comentadas  Conhecimentos pedagógicos- 500 questões comentadas
Conhecimentos pedagógicos- 500 questões comentadasEduardo Lopes
 
PROVA OBJETIVA EDUCAÇÃO BÁSICA II- Educação Especial /Deficiência Intelectual
PROVA OBJETIVA EDUCAÇÃO BÁSICA  II-  Educação Especial /Deficiência IntelectualPROVA OBJETIVA EDUCAÇÃO BÁSICA  II-  Educação Especial /Deficiência Intelectual
PROVA OBJETIVA EDUCAÇÃO BÁSICA II- Educação Especial /Deficiência IntelectualEduardo Lopes
 
Seed1301 305 006325 (1)
Seed1301 305 006325 (1)Seed1301 305 006325 (1)
Seed1301 305 006325 (1)Eduardo Lopes
 
Seed1301 305 006343 (1)
Seed1301 305 006343 (1)Seed1301 305 006343 (1)
Seed1301 305 006343 (1)Eduardo Lopes
 
PROVA OBJETIVA PROFESSOR EDUCAÇÃO BÁSICA I, II
PROVA OBJETIVA PROFESSOR EDUCAÇÃO BÁSICA I, IIPROVA OBJETIVA PROFESSOR EDUCAÇÃO BÁSICA I, II
PROVA OBJETIVA PROFESSOR EDUCAÇÃO BÁSICA I, IIEduardo Lopes
 
28678406 prova-pedagogia-concurso-pedagogo-gratis
28678406 prova-pedagogia-concurso-pedagogo-gratis28678406 prova-pedagogia-concurso-pedagogo-gratis
28678406 prova-pedagogia-concurso-pedagogo-gratisEduardo Lopes
 
Plano Nacional Primeira Infância - Resumido
Plano Nacional Primeira Infância - ResumidoPlano Nacional Primeira Infância - Resumido
Plano Nacional Primeira Infância - ResumidoEduardo Lopes
 

Mais de Eduardo Lopes (20)

1.9 quadro sintese das tendências pedagógicas (1)
1.9 quadro sintese das tendências pedagógicas (1)1.9 quadro sintese das tendências pedagógicas (1)
1.9 quadro sintese das tendências pedagógicas (1)
 
Tardif o trabalho docente resumido (1)
Tardif   o trabalho docente resumido (1)Tardif   o trabalho docente resumido (1)
Tardif o trabalho docente resumido (1)
 
Quadro resumo conhecimentos pedagógicos excelente
Quadro resumo conhecimentos pedagógicos excelenteQuadro resumo conhecimentos pedagógicos excelente
Quadro resumo conhecimentos pedagógicos excelente
 
Aula questões dissertativas
Aula   questões dissertativasAula   questões dissertativas
Aula questões dissertativas
 
Conhecimentos pedagógicos- 500 questões comentadas
  Conhecimentos pedagógicos- 500 questões comentadas  Conhecimentos pedagógicos- 500 questões comentadas
Conhecimentos pedagógicos- 500 questões comentadas
 
Gabarito
GabaritoGabarito
Gabarito
 
PROVA OBJETIVA EDUCAÇÃO BÁSICA II- Educação Especial /Deficiência Intelectual
PROVA OBJETIVA EDUCAÇÃO BÁSICA  II-  Educação Especial /Deficiência IntelectualPROVA OBJETIVA EDUCAÇÃO BÁSICA  II-  Educação Especial /Deficiência Intelectual
PROVA OBJETIVA EDUCAÇÃO BÁSICA II- Educação Especial /Deficiência Intelectual
 
Seed1301 305 006325 (1)
Seed1301 305 006325 (1)Seed1301 305 006325 (1)
Seed1301 305 006325 (1)
 
Seed1301 305 006325
Seed1301 305 006325Seed1301 305 006325
Seed1301 305 006325
 
Seed1301 305 006343 (1)
Seed1301 305 006343 (1)Seed1301 305 006343 (1)
Seed1301 305 006343 (1)
 
PROVA OBJETIVA PROFESSOR EDUCAÇÃO BÁSICA I, II
PROVA OBJETIVA PROFESSOR EDUCAÇÃO BÁSICA I, IIPROVA OBJETIVA PROFESSOR EDUCAÇÃO BÁSICA I, II
PROVA OBJETIVA PROFESSOR EDUCAÇÃO BÁSICA I, II
 
gabarito
gabaritogabarito
gabarito
 
prova
provaprova
prova
 
prova especifica
prova especificaprova especifica
prova especifica
 
gab2
gab2gab2
gab2
 
gab1
gab1gab1
gab1
 
prova gerais
prova geraisprova gerais
prova gerais
 
28678406 prova-pedagogia-concurso-pedagogo-gratis
28678406 prova-pedagogia-concurso-pedagogo-gratis28678406 prova-pedagogia-concurso-pedagogo-gratis
28678406 prova-pedagogia-concurso-pedagogo-gratis
 
Atividades diversas
Atividades diversasAtividades diversas
Atividades diversas
 
Plano Nacional Primeira Infância - Resumido
Plano Nacional Primeira Infância - ResumidoPlano Nacional Primeira Infância - Resumido
Plano Nacional Primeira Infância - Resumido
 

74376105 dicas-para-coordenacao-pedagogica-julia-rocha-enviar-para-os-grupos-de-professores

  • 1. COORDENADOR PEDAGÓGICO Logomarca: enviada pela Coordenadora Marluci Brasil BLOG http://marlucibrasil.blogspot.com/ Dentro das inúmeras mudanças que ocorrem na sociedade atual, de ordem econômica, política, social, ideológica, a escola, como instituição de ensino e de práticas pedagógicas, enfrenta muitos desafios que comprometem a sua ação frente às exigências que surgem. Assim, os profissionais, que nela trabalham, precisam estar conscientes de que os alunos devem ter uma formação cada vez mais ampla, promovendo o desenvolvimento das capacidades desses sujeitos. Para tanto, torna-se necessária a presença de um coordenador pedagógico consciente de seu papel, da importância de sua formação continuada e da equipe docente, além de manter a parceria entre pais, alunos, professores e direção. De acordo com muitos Regimentos Escolares:” a função de coordenação pedagógica é o suporte que gerencia, coordena e supervisiona todas as atividades relacionadas com o processo de ensino e aprendizagem, visando sempre à permanência do aluno com sucesso." Já segundo Clementi (apud Almeida), cabe ao coordenador "acompanhar o projeto pedagógico, formar professores, partilhar suas ações, também é importante que compreenda as reais relações dessa posição." Partindo desse pressuposto, podem-se identificar as funções formadora, articuladora e transformadora do papel desse profissional no ambiente escolar. Considerando a função formadora, o coordenador precisa programar as ações que viabilizem a formação do grupo para qualificação continuada desses sujeitos. Consequentemente, conduzindo mudanças dentro da sala de aula e na dinâmica da escola, produzindo impacto bastante produtivo e atingindo as necessidades presentes. 1
  • 2. Assim, muitos formadores encontram na reflexão da ação, momentos riquíssimos para a formação. Isso acontece à medida que professores e coordenadores agem conjuntamente observando, discutindo e planejando, vencendo as dificuldades, expectativas e necessidades, requerendo momentos individuais e coletivos entre os membros do grupo, atingindo aos objetivos desejados. As relações interpessoais permeiam a prática do coordenador que precisa articular as instâncias escola e família sabendo ouvir, olhar e falar a todos que buscam a sua atenção. Conforme Almeida (2003), na formação docente, "é muito importante prestar atenção no outro, em seus saberes, dificuldades", sabendo reconhecer e conhecer essas necessidades propiciando subsídios necessários à atuação.Assim, a relação entre professor e coordenador, à medida que se estreita e ambos crescem em sentido prático e teórico(práxis), concebe a confiança, o respeito entre a equipe e favorece a constituição como pessoas. Na parceria escola X família, esse profissional é requerido para estreitar esses laços e mantê-los em prol da formação efetiva dos educandos à medida que cada instância assuma seu papel social diante desse ato indispensável e intransponível. Como ressalta Alves(apud Reis,2008) "homens que através de sua ação transformadora se transformam. É neste processo que os homens produzem conhecimentos, sejam oa mais singelos, sejam os mais sofisticados, sejam aqueles que resolvem um problema cotidiano, sejam os que criam teorias explicativas." Assim, é papel do coordenador favorecer a construção de um ambiente democrático e participativo, onde se incentive a produção do conhecimento por parte da comunidade escolar, promovendo mudanças atitudinais, procedimentais e conceituais nos indivíduos. Os órgãos colegiados são espaços que proporcionam essa formação à medida que a participação, o compromisso e o protagonismo de seus componentes, pais, alunos, professores, coordenação e direção, ocasionem transformações significativas nesse ambiente.Cabe ao coordenador atuar coletivamente e visualizar esses espaços como oportunidades para o desempenho das suas funções. 2
  • 3. Apesar das inúmeras responsabilidades desse profissional já descritas e analisadas aqui, o coordenador pedagógico enfrenta outros conflitos no espaço escolar, tais como tarefas de ordem burocrática, disciplinar, organizacional. Assumir esse cargo é sinônimo de enfrentamentos e atendimentos diários a pais, funcionários, professores, além da responsabilidade de incentivo a promoção do projeto pedagógico, necessidade de manter a própria formação, independente da instituição e de cursos específicos, correndo o perigo de cair no desânimo e comodismo e fatores de ordem pessoal que podem interferir em sua prática. Muitas vezes, a escola e o coordenador se questionam quanto à necessidade desse profissional e chegam à conclusão que esse sujeito pode promover significativas mudanças, pois esse trabalha com formação e informação dos docentes, principalmente.O espaço escolar é dinâmico e a reflexão é fundamental a superação de obstáculos, socialização de experiências e fortalecimento das relações interpessoais. O coordenador pedagógico é peça fundamental no espaço escolar, pois busca integrar os envolvidos no processo ensino-aprendizagem mantendo as relações interpessoais de maneira saudável, valorizando a formação do professor e a sua, desenvolvendo habilidades para lidar com as diferenças com o objetivo de ajudar efetivamente na construção de uma educação de qualidade. Referências: ABREU,Luci C. de, BRUNO,Eliane B.G.O coordenador pedagógico e a questão do fracasso escolar.In.: ALMEIDA,Laurinda R.,PLACCO,Vera Mª N. de S.OCoordenador Pedagógico e questões da contemporaneidade.São Paulo:Edições Loyola,2006. ALMEIDA,Laurinda R.O relacionamento interpessoal na coordenação pedagógica.In.:ALMEIDA,Laurinda R.,PLACCO,Vera Mª N. de S.Ocoordenador pedagógico e o espaço de mudança.São Paulo:Edições Loyola,2003. CLEMENTI,Nilba.A voz dos outros e a nossa voz.In.:ALMEIDA,Laurinda R.,PLACCO,Vera Mª N. de S.O coordenador pedagógico e o espaço de mudança.São Paulo:Edições Loyola,2003. 3
  • 4. REIS,Fátima.Disponível em:www.webartigos.com.Acesso em:20/08/2008 Regimento Escolar, Artigo nº.129/2006-Resolução CEE/TO SILVA,Moacyr da. O coordenador pedagógico e a questão da participação nos órgãos colegiados.In.:ALMEIDA,Laurinda R.,PLACCO,Vera Mª N. de S.O Coordenador Pedagógico e questões da contemporaneidade.São Paulo:Edições Loyola,2006. • Os escritos acima e abiaxo foram retirados da andreagodoy.wikispaces.com/file/view/Cargos+e+funções.doc • Apenas as notações em vermelho foram feitas por mim, Julia Rocha Camargo, pois enviei a uma amiga que não faz parte do grupo (ainda). PRIORIDADES NA ROTINA DO COORDENADOR: • Assessorar e acompanhar os professores na sua tarefa de planejamento, executar e avaliar os seus alunos. • Promover a eficiência das atividades técnico-pedagógicas, sendo um fator de apoio. • Zelar e efetivar um ensino de qualidade. • Estimular e criar espaços para a análise e aprimoramento do processo ensino-aprendizagem. • Elaborar o Plano Anual. (Seu papel será de auxiliar os professores quanto sal construção) • Estimular a auto-estima dos docentes e discentes. PRIMORDIAL • Assessorar com os demais setores as jornadas e reuniões pedagógicas. (Tinha 1 vez por mês, veja se continuou) • Coordenar os conselhos de classe. Ocorre bimestralmente, mas a Didi ia modificar pra semestralmente, veja como está. • Assessorar no processo de matrículas, aproveitamento de estudos e de recuperação. (ler regimento escolar e proposta pedagógica) • Acompanhar o rendimento escolar do aluno assessorando o professor na efetivação da recuperação paralela. * extrema importância 4
  • 5. Aprofundar com os docentes temas relacionados com o processo de ensino-aprendizagem e com o cotidiano do fazer pedagógico. • Oportunizar eventos que qualifiquem o corpo docente. (Feiras, comemorações e eventos da escola- solicitar calendário escolar • Promover o conhecimento e a aplicação da Proposta e do Projeto Político Pedagógico da Escola. (Peça cópia – PPP Projeto Político Pedagógico e Reg Escolar) • Fazer a auto-avaliação do desempenho da coordenação pedagógica com a direção _ Didi ( para juntas avaliar seu trabalho, o que acha se está bom ou o que tem que ser melhorado) • Fazer auto-avaliação do desempenho dos professores com a coordenação pedagógica – (No final de cada bimestre ou de cada semestre chama cada professor individual em sua sala e faça uma auto- avaliação: tipo -assiduidade, comprometimento, planejamento se fez no prazo e entregou, entrega das provas se cumpriu em tempo hábil e avaliação tbém, grau de satisfação ou insatisfação, o que precisa melhorar e outros, • Promover a avaliação final das atividades da escola e dos demais setores, juntamente com a Direção. • Fazer o controle de faltas dos alunos. Primordial – se tiver orientação educacional, veja se ela faz todos os dias, pois esse é o papel da orientadora, na minha época eu fazia, pois não havia ninguém pra fazer • Fazer reuniões coletivas com os professores para constante formação e discussão de estratégias. Verificar disponibilidade dos professores e pode ser feito no horário do planejamento quando assim se tiver. • Fazer reuniões individuais com os professores para acompanhar o PLANEJAMENTO e dar feedback das aulas. • Assistir as aulas do professores. Faça isso, uma vez ou outra, seria bom que vc começasse a entrar em sala desde o inicio,- avise no 1º dia de trabalho que vc quer conhecer um pouco do trabalho de cada um, por isso a necessidade de assistir a docência de cada um, certo? • Planejar com antecedência as atividades extras e organizar pedido de materiais dos professores. Na reunião com eles, deixe bem claro que devem solicitar mínimo 48 horas, 5
  • 6. Conhecer e aprovar os PLANEJAMENTOS e as avaliações que serão aplicadas pelos professores. • Atender pais e alunos. Sempre que possível!! Atender pais com muito carinho, tranqüilidade, sempre sendo a mais Cortez e educada, que sei que vc é!! E o aluno tbém, mas qndo precisar ser dura em suas colocações explicando por que o aluno está sendo chamado a atenção, faça!! Mas no final deixe o aluno falar, se abrir, se justificar se for até o caso, e antes do alunos sair, tenha um aluno AMIGO , como tbém com os professores. OBS: Ah!! Fique atenta quanto a entrega de notas na secretaria, e sempre fique alertando-os quanto a data de entrega!! Deixe recadinhos no mural – faça no computador e imprima e depois fixe no mural na sala dos professores!! - Coloque 1 frase reflexiva a cada semana na sala dos professores!! - Como coordenadora, sempre levei um pote com biscoitos cream cracker e outros similares, saches de chá e solicitava junto a direção a compra de uma garrafa térmica para chás e adoçantes e açúcar refinado!! Fiz muito isso no Projeção, JK, e no Marista. - Ao trazer, minutos antes preparava a mesa da sala dos professores e socializava com eles dizendo: “pessoal trouxe uns biscoitos e chá e quem quiser fique a vontade!! Desta forma fui percebendo que outros começaram a fazer o mesmo- multiplicaram!! - e aí surgiu a brilhante idéia: Cada dia da semana tipo assim: Primeira semana – 2ª feira, depois 2ª semana- 3ª feira e assim por diante combinava com os professores para que cada um trouxessem algo para tomarmos café da manhã coletivo: suco, bolo, pão, presunto, patêzinho, torrada, salgadinhos assados viu? RS RS . E frutas!! E preparava uma mesa muito farta com direito a uma lembrancinha ex: no bis, no sonho de valsa, numa balinha, sempre com dizeres amáveis e respeitosos elevando a auto-estima de todos os professores!! Eles precisam sentir mais amados, aceitos e terem o “merecido” reconhecimento e valor de sua grande contribuição no processo ensino- aprendizagem! 6
  • 7. Bom amiga, acho que é só, e o quer lembrar vamos nos falando por telefone ou por email!! Bjs Zamita, sua sempre amiga, Julia Rocha Camargo. (TRABALHO CONJUNTO: COORDENADOR(A) E PROFESSORES) Coordenador (a) Pedagógico,também tem Sentimentos! *Retirado do blog http://cantinhodocoordenador.blogspot.com/search/label/Coordenador%20Pedag %C3%B3gico%20tamb%C3%A9m%20Sofre Não são raras as vezes, em que precisamos dissimular os Nossos reais Sentimentos diante de uma Rotina de Trabalho,quase sempre tão Estressante! 7
  • 8. Quantas de Nós,já não foi trabalhar preocupadas com Filhos,Orçamento Familiar "Apertado",Crises conjugais,dentre outros inúmeros percalços da Vida Humana? Pois é Amigas! Isso é prova incontestável de que, ao contrário do que algumas pessoas pensam,"Somos Humanas(os)!" Temos uma Vida particular,como Professores,Gestores e todos pertencentes ao Núcleo Escolar! Não somos inatingíveis! Não temos que ficar rindo e amando tudo sempre! Comecei a escrever esse Artigo,após relembrar momentos de Minha Vida,em que me sinto dentro da Escola como um "Verdadeiro Palhaço!" É isso mesmo! Não estou sendo nem um pouco exagerada não! Pintamos os nossos ROSTOS todos os DIAS,escondendo as Nossas Tristezas,Carências e Preocupações! E então? Estou sendo" Metafórica" demais,ao nos comparar com "PALHAÇOS?" Afinal de contas,não é isso mesmo, que fazem os "Palhaços?" A Maquiagem não faz parte do Show? Ao longo de 365 dias ao ano,temos que ouvir Pessoas dos temperamentos mais variados e insuportáveis possíveis,convivermos com as dificuldades emocionais de todo Mundo,e ter sempre uma "Arca encantada de Soluções",para cada uma destas enrascadas,ou pelo menos,para 99,9% delas! E ainda aconselhar,cobrar,se chatear,interferindo e mediando as mais inusitadas situações em âmbito escolar! Situações que de tão absurdas,muitas vezes parecem" Surreais!"kkkkkkk!! Uffa! Quanta coisa enfrentamos,não é mesmo Amigas? E agora eu lanço a pergunta Crucial: "- E quem nos ouve,aconselha e preocupa-se conosco dentro da Escola?" Sabem quem? NINGUEEEEEEEEEEEEEEEEEÉM MESMO!!! Querem mais é que nos explodamos,juntas(os) com nossos Problemas! Ou melhor,só querem mesmo é saber da "Nossa Mão-de-Obra Escrava!" É isso que fomos no " Passado" e continuamos a ser no "Presente"! E se não nos 8
  • 9. cuidarmos,continuaremos a ser num "Futuro bem Próximo!" Como já diz a Música da Famosa e inesquecível novela Global,Escrava Isaura: _" VIDA DE "NEGRO" É DÍFICIL!" Podemos apenas inverter os Termos da Oração, por "Vida de Coordenador(a) é díficil como quê!!!!!!!!!!!!" E põe dificuldade nisso!!! Apesar de tantas dificuldades e Insensibilidades,precisamos continuar tendo "Jogo de Cintura",assim como nossos antepassados Escravos! Afinal de contas,"Driblar" as Adversidades, é nossa Especialidade! Beijos no Coração: Reijane Cruz Passos ACESSOS A SITES E BLOGS MUITO INTERESANTES!! https://groups.google.com/group/coordenadores-pedagogicos-de-plantao/topics? hl=pt&pli=1 http://professoressolidarios.blogspot.com/2011/03/dicas-para-coordenador- pedagogico.html http://valdenirosa.blogspot.com/2008/11/desafios-do-coordenador-pedaggico.html 9
  • 10. http://users.linkexpress.com.br/cem02gama/coordenacao.html http://margothjansenaulas.blogspot.com/2011/03/dicas-de-coordenacao- pedagogica.html http://www.sosprofessor.com.br/blog/?p=159 http://www.geomundo.com.br/sala-dos-professores-20168.htm http://coordenacaoloni.blogspot.com/2009/03/dicas-de-estudo.html http://www.sosprofessor.com.br/blog/?p=303 http://educaja.com.br/2011/01/projeto-politico-pedagogico-como-elaborar.html http://pedemolequemaxxi.wordpress.com/2011/06/28/10-conteudos-indispensaveis-a- formacao-do-coordenador-pedagogico/ http://biosferams.org/2010/02/10-dicas-pedagogicas/ http://admin.sesccidadania.com.br/eficiente/repositorio/CENESC/Documentos/1059.pdf http://blog.educacaoadventista.org.br/martinha/index.php?op=post&mes=7&ano=2011 http://www.cefaprojuina.com/portal/index.php? option=com_content&view=article&id=458:semana-pedagogica- 2011&catid=28:tecnologia-educacional&Itemid=28 http://pt.shvoong.com/social-sciences/education/1988961-dicas-para-atingir-n %C3%ADvel-excel%C3%AAncia/ http://www.simplesassim.net.br/2010/03/onze-dicas-sobre-como-estudar.html 10