O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

Namoro na adolescência

Palestra para grupos de adolescentes.

  • Seja o primeiro a comentar

Namoro na adolescência

  1. 1. NAMORO NA ADOLESCÊNCIA? Carlos Franco Matos 28 de Janeiro de 2016 IEADPantanal
  2. 2. Leitura Bíblica: Eclesiastes 3:1-8 Para tudo há uma ocasião, e um tempo para cada propósito debaixo do céu: tempo de nascer e tempo de morrer, tempo de plantar e tempo de arrancar o que se plantou, tempo de matar e tempo de curar, tempo de derrubar e tempo de construir, tempo de chorar e tempo de rir, tempo de prantear e tempo de dançar, tempo de espalhar pedras e tempo de ajuntá-las, tempo de abraçar e tempo de se conter, tempo de procurar e tempo de desistir, tempo de guardar e tempo de lançar fora, tempo de rasgar e tempo de costurar, tempo de calar e tempo de falar, tempo de amar e tempo de odiar, tempo de lutar e tempo de viver em paz.
  3. 3. O QUE É O NAMORO?
  4. 4. Namoro é... uma instituição de relacionamento interpessoal não moderna, que tem como função a experimentação sentimental entre duas pessoas pela troca de conhecimentos e uma vivência com um grau de comprometimento inferior ao do matrimônio. A maioria utiliza o namoro como pré- condição para o estabelecimento de um noivado ou casamento. (Fonte: wikipedia.org)
  5. 5. O QUE A BÍBLIA FALA SOBRE NAMORO?
  6. 6. A Bíblia não fala nada sobre namoro... Principalmente, porque o namoro é um costume ocidental. O que se tem de informação sobre namoro está na tradição hebraica. Segundo ela, se não fosse possível que seus pais escolhessem o cônjuge de seu filho, o que era preferencial, e fosse necessário que ele mesmo fizesse a escolha, a ele só seria lícito comprometer-se em noivado com a moça, ou seja, prometer-se a ela por meio dos pais da moça. A conversa não podia ser direta com a “pretendida”, mas sim com os pais dela. Nesse compromisso, qualquer envolvimento sexual ou afetivo com outra mulher, que não a noiva, já implicava em traição. Mas também não era permitido qualquer contato sexual em nenhuma intensidade com a noiva. Em alguns casos nem sequer o desenvolvimento de uma amizade, pois até esta deveria acontecer apenas no casamento. (Fonte: wikipedia.org)
  7. 7. COMO ERA O NAMORO?
  8. 8. Antigamente não existia o namoro e sim a “corte”... O rapaz cortejava a moça. Isso era feito da seguinte forma: era estipulado um horário para o rapaz visitar a moça. Essa visita acontecia numa sala de visitas bem iluminada e o casal permanecia a 50 centímetros de distância no sofá, a mãe da jovem ficava vigilante na sala, fazendo “tricô”.
  9. 9. POR QUE NÃO NA ADOLESCÊNCIA?
  10. 10. Argumentos: 1º - A adolescência é caracterizada pela instabilidade – altos e baixos, amores e ódio, admiração e desprezo –, e também pela mudança no conhecimento do corpo – os hormônios estão à flor da pele, “pulando”. 2º - O namoro cristão deve ser um compromisso sério estabelecido pelo casal, o qual vise o respeito à pessoa e à família, o conhecimento da alma – saber quem é a pessoa, quais são os seus sonhos, planos e projetos –, tendo como objetivo o casamento. 3º - você está em uma fase de transição! Na transição você está passando de um momento para outro e em meio a essa turbulência é difícil se dedicar ao outro. Não é tão complicado conciliar os estudos, família, igreja e ministérios? Imagine encaixar na sua agenda um namoro?
  11. 11. Argumentos: 4º - O namoro estimula muito cedo a intimidade. Normalmente o casal quer ficar sozinho. E aí acabam tendo oportunidade de ser estimulados ao sexo pela TV, pelos “amigos” ou “amigas”, ficam com a mente vazia, e, como consequência disso, tendo mais momentos juntos. Alguns já começam a enganar os pais e acabam tendo relacionamento sexual antes de casarem. 5º - 1 Coríntios 13.4 a10. Esse texto apresenta várias definições sobre o que é verdadeiramente amar. Quero destacar algumas. “O amor é paciente, tudo suporta, tudo crê, tudo espera, não arde em ciúme, não se conduz inconvenientemente, não procura os seus próprios interesses, o amor jamais acaba.” 6º - Eclesiastes 3.1-20. O texto diz que há tempo para todas as coisas, e não há nada melhor do que desfrutar de algo no tempo ideal. Até a lei determina uma idade para o indivíduo exercer certas atividades como exército, emprego fixo, responder pelos próprios atos, pois até então o indivíduo é considerado menor e existe alguém que é responsável por ele.
  12. 12. Argumento Importante: Outra coisa importante sobre namoro de adolescente é que alguns adolescentes se apaixonam por um ímpio (não crente), e começam um relacionamento e acham que isso não tem nada haver ou que a pessoa vai converter. Em 2 Coríntios 6.14 diz: “Não vos prendais a um jugo desigual com os infiéis; porque, que sociedade tem a justiça com a injustiça? E que comunhão tem a luz com as trevas?”
  13. 13. CONCLUSÃO
  14. 14. Então... Depois de termos estudado sobre namoro qual é a conclusão que você, adolescente, chegou? Nosso desejo é que todos vocês tenham entendido bem o que falamos, que o namoro na adolescência não é proibido pela Igreja, mas porque vocês têm um compromisso com Deus, de entrega dessa fase da vida a Ele, este deve ser o tempo para que vocês desfrutem bastante de suas amizades, de seus estudos, de seu fé e de sua comunhão com Deus. Lembrem-se: Namoro de adolescente não convém!
  15. 15. MUITO OBRIGADO!

×