Noções gerais de genética

104 visualizações

Publicada em

Conceitos básicos da hereditariedade

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
104
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Noções gerais de genética

  1. 1. Noções Gerais de Genética . Genética – modo como se passam de geração em geração, os traços, as características físicas e psicológicas. Genética do comportamento – ramo da Psicologia que estuda as influências hereditárias no comportamento. Procura estabelecer a importância relativa da hereditariedade e do meio em diversos aspectos do comportamento. . Hereditariedade – a transmissão de características físicas e psicológicas de uma geração a outra. . Hereditariedade específica- conjunto das características comuns aos seres de uma espécie e que os distinguem das outras espécies. É graças a ela que certos comportamentos do mundo animal são assegurados ( as toupeiras fazem túneis, as aves migram, etc.) . Hereditariedade individual- o que distingue um indivíduo dos outros indivíduos. As variações da hereditariedade formam um indivíduo único. Maturação – conjunto de transformações fisiológicas que decorrem desde a fecundação até ao final do desenvolvimento do indivíduo. São as mudanças, sequenciadas e “programadas” nos vários sistemas biológicos (S. Nervoso, S. endócrino, etc.) . As potencialidades realizam-se à medida que a criança cresce segundo um dado “programa” ( é impossível falar com 5 meses ou andar).
  2. 2. Como se transmitem as características hereditárias?? GENES .Localizam-se nos cromossomas. São constituídos por moléculas de ADN que tem a particularidade de se copiar a si próprio, logo, quando uma célula se divide, as novas células recebem uma cópia do ADN da célula mãe (o código genético é idêntico em cada célula a menos que existam mutações causadas pela influência do meio – ex: radiações). .Os genes transportam as “instruções” para o desenvolvimento de determinadas características. CROMOSSOMAS . Localizam-se no interior das células – no núcleo. As células humanas possuem 46 cromossomas (23 pares). Através de um processo se meiose, recebemos 23 cromossomas da mãe e 23 cromossomas do pai (o ovo possui 46 cromossomas). O 23º é diferente nas mulheres e nos homens – no homem é XY e na mulher é XX). ADN . Uma longa cadeia enrolada em hélice que contém milhares de corpos mais simples constituídos pela associação de ácido fosfórico, açúcar e uma base (adenina, timina, guanina e citosina).
  3. 3. Relação Hereditariedade / Meio . Genótipo – património hereditário com o qual fomos dotados. É o que herdamos. . Fenótipo – resulta da acção consertada da informação genética e da informação do meio. Corresponde ao conjunto de traços que resulta da interacção entre o genótipo e o meio. EX: geneticamente poderei vir a ser muito alta e magra, mas por causa de subnutrição, não virei a sê-lo; geneticamente poderei ser uma excelente compositora, mas se nunca aprender música…!!?? GENES DOMINANTES E GENES RECESSIVOS A influência da hereditariedade no comportamento . os genes determinam, em muito, o desenvolvimento do organismo; . algumas das características devem-se à combinação de um par de genes (um do gâmeta masculino e outro do gâmeta feminino) como, por exemplo, a cor dos olhos, do cabelo, RH sanguíneo, etc. . Na maior parte dos casos as características devem-se à conjugação de vários pares de genes (tom da pele, estatura, organização cerebral, traços de personalidade, etc.) de forma concertada para produzir efeitos globais. - GENE DOMINANTE – é aquele que num par controla a manifestação de uma dada característica. Possui as “instruções genéticas” que serão expressas.
  4. 4. - GENE RECESSIVO – é o gene que num par contém informação genética que só será expressa se se combinar com outro gene recessivo A transmissão genética da cor dos olhos . Ambos os cônjuges são homozigóticos, isto é, cada um deles, possui dois genes de olhos castanhos. Os filhos terão apenas genes de olhos castanhos Situação I . Um cônjuge é homozigótico e o outro é heterozigótico (fenotipicamente possui olhos castanhos e genotipicamente possui um gene da cor azul). Os filhos terão olhos castanhos, mas há a possibilidade de 50% serem homozigóticos e 50% heterozigóticos. Situação II . Ambos os cônjuges dão heterozigóticos. Assim , há 25% de probabilidades de nascerem filhos com os olhos azuis e 75% com os olhos castanhos. Destes 75%, 25% serão homozigóticos e 50% heterozigóticos como os pais. Situação III . Um cônjuge tem os olhos azuis e o outro os olhos castanhos, homozigótico. Todos os filhos serão heterozigóticos de olhos castanhos. Situação IV . Um cônjuge tem os olhos azuis e o outro é heterozigótico de olhos castanhos. Há 50% de probabilidades de os filhos terem os olhos azuis e 50% serem heterozigóticos , de olhos castanhos Situação V

×