SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 2
Baixar para ler offline
COLÉGIO ESTADUAL SÃO JORGE
RECUPERAÇÃO PARALELA DE BIOLOGIA
ALUNO:________________________________________________Nº______
TURMA_________

RESPOSTA PESSOAL (peso 2,0 para o dia 28 de maio 2012)

ORIGEM DA VIDA , CARACTERÍSTICAS DOS SERES VIVOS

1. Receita de Jeam Baptite Van Helmont, séc. XVII: “ Colocar uma camisa suja
de suor e um pouco de germe de trigo em um canto escuro e sossegado. O
suor funciona como” princípio ativo “e dentro de 21 dias a partir da camisa e do
trigo nascerão vários camundongos”. O texto exemplifica, qual hipótese que
explica a origem da vida , justifique:

2. Os primeiros seres surgidos na Terra, pela Teoria de Oparin, teriam sido
como, em relação ao tipo de célula e modo de nutrição:

3. (CESGRANRIO-RJ) Em 1953, com um aparelho bem engenhoso,
pesquisador Stanley Miller acrescentou um elemento a mais para a
compreensão da origem da vida. Reproduzindo as condições ambientais
primitivas no seu aparelho, conseguiu obter aminoácidos sem a participação de
seres vivos, tendo usado para isso apenas as substâncias, descreva tal
experimento:

4. (CESGRANRIO-RJ) Uma das hipóteses sobre a origem da vida na Terra
presume que a forma mais primitiva de vida se desenvolveu lentamente, a
partir de substância inanimada, em um ambiente complexo, originando um ser
extremamente simples, incapaz de fabricar seu alimento. Esta hipótese é
modernamente conhecida como, explique a ideia central desta hipótese:

5. Hoje, admite-se que a primeira forma de vida tenha surgido em lagos da
Terra primitiva, que apresentava uma atmosfera diferente da atual. A partir de
desse acontecimento outros se sucederam, estabelecendo-se uma diversidade
de formas e processos.
A primeira forma de vida (I), a composição da atmosfera primitiva (II) e a
provável seqüência de processos para obtenção de alimento e energia (III)
conquistados pelos seres vivos foram, respectivamente:

6. Uma das hipóteses sobre a origem da vida na Terra presume que a forma
mais primitiva de vida se desenvolveu lentamente, a partir de substância
inanimada, em um ambiente complexo, originando um ser extremamente
simples, incapaz de fabricar seu alimento. Essa hipótese é conhecida como:

7. Em uma experiência, Francisco Redi colocou em oito frascos de vidro um
pedaço de carne. Quatro vidros tiveram sua abertura recoberta por um pedaço
de gaze. Após alguns dias, apareceram larvas de moscas nos vidros que não
continham a gaze recobrindo a abertura do frasco. Nos frascos protegidos com
gaze, elas não apareceram.Essa experiência ilustra o princípio da hipótese
conhecida como, explique a ideia central desta hipótese:
8.A vida surgiu na Terra há mais de três bilhões de anos. Uma das primeiras
formas de vida foram os procariotos primitivos, que eram organismos
unicelulares, formados por uma membrana e protoplasma. Esses procariotos,
através do tempo, foram incorporando DNA, mitocôndrias, alguns incorporaram
núcleo e outros incorporaram cloroplastos, como mostra a seqüência abaixo.
Atualmente os seres vivos são classificados em cinco reinos, cite as
características gerais dos seres destes reinos;




9-Preencha a tabela abaixo, assinalando as características de cada organismo
indicado na primeira coluna(PESQUISE O REINO QUE CADA UM
PERTENCE):




10 – Faça uma análise crítica da teoria da evolução gradual das moléculas
orgânicas sobre a origem da vida e a ideia criacionista da religião, defendendo
sua opinião sobre cada uma. Ciência versus religião.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

146681087-Teorias-e-Origem-Da-Vida.ppt
146681087-Teorias-e-Origem-Da-Vida.ppt146681087-Teorias-e-Origem-Da-Vida.ppt
146681087-Teorias-e-Origem-Da-Vida.pptCristianaLealSabel
 
Aula Biologia: Origem da Vida [1° Ano Ensino Médio]
Aula Biologia: Origem da Vida [1° Ano Ensino Médio]Aula Biologia: Origem da Vida [1° Ano Ensino Médio]
Aula Biologia: Origem da Vida [1° Ano Ensino Médio]Ronaldo Santana
 
www.CentroApoio.com - Biologia - Origem da Vida e Biocélula - Vídeo Aula
www.CentroApoio.com - Biologia - Origem da Vida e  Biocélula  - Vídeo Aulawww.CentroApoio.com - Biologia - Origem da Vida e  Biocélula  - Vídeo Aula
www.CentroApoio.com - Biologia - Origem da Vida e Biocélula - Vídeo AulaVídeo Aulas Apoio
 
9 ano origem da vida
9  ano origem da vida9  ano origem da vida
9 ano origem da vidaJane Jeiza
 
A origem da vida 1º ano
A origem da vida   1º anoA origem da vida   1º ano
A origem da vida 1º anocamaceio
 
Origem-da-vida
 Origem-da-vida Origem-da-vida
Origem-da-vidaguicabral6
 
www.aulasdebiologiaapoio.com - Biologia – Origem da Vida
www.aulasdebiologiaapoio.com - Biologia – Origem da Vidawww.aulasdebiologiaapoio.com - Biologia – Origem da Vida
www.aulasdebiologiaapoio.com - Biologia – Origem da VidaVideoaulas De Biologia Apoio
 
Teorias da origem da vida
Teorias da origem da vidaTeorias da origem da vida
Teorias da origem da vidaTimoteo2017
 
Origem da Vida.
Origem da Vida.Origem da Vida.
Origem da Vida.Ludmiilaa
 
Origem da vida
Origem da vidaOrigem da vida
Origem da vidaMARCIAMP
 
Biogênese e abiogênese
Biogênese e abiogêneseBiogênese e abiogênese
Biogênese e abiogêneseAndreza Viegas
 
www.AulasEnsinoMedio.com.br - Biologia – Origem da Vida
www.AulasEnsinoMedio.com.br -  Biologia – Origem da Vidawww.AulasEnsinoMedio.com.br -  Biologia – Origem da Vida
www.AulasEnsinoMedio.com.br - Biologia – Origem da VidaAulasEnsinoMedio
 
Biologia origem da vida
Biologia   origem da vidaBiologia   origem da vida
Biologia origem da vidaluam1969
 

Mais procurados (20)

Origem da vida
Origem da vidaOrigem da vida
Origem da vida
 
146681087-Teorias-e-Origem-Da-Vida.ppt
146681087-Teorias-e-Origem-Da-Vida.ppt146681087-Teorias-e-Origem-Da-Vida.ppt
146681087-Teorias-e-Origem-Da-Vida.ppt
 
A origem da vida
A origem da vidaA origem da vida
A origem da vida
 
1 - origem da vida
1 - origem da vida1 - origem da vida
1 - origem da vida
 
A origem da vida
A origem da vidaA origem da vida
A origem da vida
 
Aula Biologia: Origem da Vida [1° Ano Ensino Médio]
Aula Biologia: Origem da Vida [1° Ano Ensino Médio]Aula Biologia: Origem da Vida [1° Ano Ensino Médio]
Aula Biologia: Origem da Vida [1° Ano Ensino Médio]
 
www.CentroApoio.com - Biologia - Origem da Vida e Biocélula - Vídeo Aula
www.CentroApoio.com - Biologia - Origem da Vida e  Biocélula  - Vídeo Aulawww.CentroApoio.com - Biologia - Origem da Vida e  Biocélula  - Vídeo Aula
www.CentroApoio.com - Biologia - Origem da Vida e Biocélula - Vídeo Aula
 
Origem da vida
Origem da vidaOrigem da vida
Origem da vida
 
9 ano origem da vida
9  ano origem da vida9  ano origem da vida
9 ano origem da vida
 
Hipoteses origem vida
Hipoteses origem vidaHipoteses origem vida
Hipoteses origem vida
 
A origem da vida 1º ano
A origem da vida   1º anoA origem da vida   1º ano
A origem da vida 1º ano
 
Origem-da-vida
 Origem-da-vida Origem-da-vida
Origem-da-vida
 
www.aulasdebiologiaapoio.com - Biologia – Origem da Vida
www.aulasdebiologiaapoio.com - Biologia – Origem da Vidawww.aulasdebiologiaapoio.com - Biologia – Origem da Vida
www.aulasdebiologiaapoio.com - Biologia – Origem da Vida
 
Origem da vida
Origem da vidaOrigem da vida
Origem da vida
 
Teorias da origem da vida
Teorias da origem da vidaTeorias da origem da vida
Teorias da origem da vida
 
Origem da Vida.
Origem da Vida.Origem da Vida.
Origem da Vida.
 
Origem da vida
Origem da vidaOrigem da vida
Origem da vida
 
Biogênese e abiogênese
Biogênese e abiogêneseBiogênese e abiogênese
Biogênese e abiogênese
 
www.AulasEnsinoMedio.com.br - Biologia – Origem da Vida
www.AulasEnsinoMedio.com.br -  Biologia – Origem da Vidawww.AulasEnsinoMedio.com.br -  Biologia – Origem da Vida
www.AulasEnsinoMedio.com.br - Biologia – Origem da Vida
 
Biologia origem da vida
Biologia   origem da vidaBiologia   origem da vida
Biologia origem da vida
 

Semelhante a Recuperação paralela de biologia 1

Aula origem da_vida
Aula origem da_vidaAula origem da_vida
Aula origem da_vidaedu.biologia
 
AULA BIO - 02 - ORIG DA VIDA.pptx
AULA BIO - 02 - ORIG DA VIDA.pptxAULA BIO - 02 - ORIG DA VIDA.pptx
AULA BIO - 02 - ORIG DA VIDA.pptxAdemirSantos70
 
(Power shrink) Origem da Vida
(Power shrink)   Origem da Vida(Power shrink)   Origem da Vida
(Power shrink) Origem da VidaGiovaniBeijaFlor
 
(Power shrink) Origem Vida
(Power shrink)   Origem Vida(Power shrink)   Origem Vida
(Power shrink) Origem VidaGiovaniBeijaFlor
 
Apostila biologia ens medio 000
Apostila biologia ens medio 000Apostila biologia ens medio 000
Apostila biologia ens medio 000resolvidos
 
1 s aula2 _origem da célula_ março 2015
1 s aula2 _origem da célula_ março 20151 s aula2 _origem da célula_ março 2015
1 s aula2 _origem da célula_ março 2015Ionara Urrutia Moura
 
Origem da vida 2011
Origem da vida 2011Origem da vida 2011
Origem da vida 2011ISJ
 
1°S_Aula 2 _origem da célula_ fev-2014
1°S_Aula 2 _origem da célula_ fev-2014 1°S_Aula 2 _origem da célula_ fev-2014
1°S_Aula 2 _origem da célula_ fev-2014 Ionara Urrutia Moura
 
Questões Biologia Celular e Molecular 1º período_1º bimestre_2_ 2015.pdf
Questões Biologia Celular e Molecular 1º período_1º bimestre_2_ 2015.pdfQuestões Biologia Celular e Molecular 1º período_1º bimestre_2_ 2015.pdf
Questões Biologia Celular e Molecular 1º período_1º bimestre_2_ 2015.pdfSabrina Martins
 
Slides da aula de Biologia (Renato) sobre Origem da Vida
Slides da aula de Biologia (Renato) sobre Origem da VidaSlides da aula de Biologia (Renato) sobre Origem da Vida
Slides da aula de Biologia (Renato) sobre Origem da VidaTurma Olímpica
 
ORIGEM DA VIDA- Biologia - Ensino Médio-
ORIGEM DA VIDA- Biologia - Ensino Médio-ORIGEM DA VIDA- Biologia - Ensino Médio-
ORIGEM DA VIDA- Biologia - Ensino Médio-PAULOLERISSONCARDOSO1
 
Fase2 aula 13 slides
Fase2 aula 13 slidesFase2 aula 13 slides
Fase2 aula 13 slidesIara Paiva
 
Durval origem da vida - versão definitiva
Durval   origem da vida - versão definitivaDurval   origem da vida - versão definitiva
Durval origem da vida - versão definitivatenraquel
 

Semelhante a Recuperação paralela de biologia 1 (20)

A origem da vida
A origem da vidaA origem da vida
A origem da vida
 
Aula origem da_vida
Aula origem da_vidaAula origem da_vida
Aula origem da_vida
 
AULA BIO - 02 - ORIG DA VIDA.pptx
AULA BIO - 02 - ORIG DA VIDA.pptxAULA BIO - 02 - ORIG DA VIDA.pptx
AULA BIO - 02 - ORIG DA VIDA.pptx
 
(Power shrink) Origem da Vida
(Power shrink)   Origem da Vida(Power shrink)   Origem da Vida
(Power shrink) Origem da Vida
 
(Power shrink) Origem Vida
(Power shrink)   Origem Vida(Power shrink)   Origem Vida
(Power shrink) Origem Vida
 
Apostila biologia ens medio 000
Apostila biologia ens medio 000Apostila biologia ens medio 000
Apostila biologia ens medio 000
 
Origemda vida
Origemda vidaOrigemda vida
Origemda vida
 
Origem da vida
Origem da vidaOrigem da vida
Origem da vida
 
Biologia modulo i
Biologia modulo iBiologia modulo i
Biologia modulo i
 
1 s aula2 _origem da célula_ março 2015
1 s aula2 _origem da célula_ março 20151 s aula2 _origem da célula_ março 2015
1 s aula2 _origem da célula_ março 2015
 
Origem da vida 2011
Origem da vida 2011Origem da vida 2011
Origem da vida 2011
 
1°S_Aula 2 _origem da célula_ fev-2014
1°S_Aula 2 _origem da célula_ fev-2014 1°S_Aula 2 _origem da célula_ fev-2014
1°S_Aula 2 _origem da célula_ fev-2014
 
Aula 2 bio
Aula 2 bioAula 2 bio
Aula 2 bio
 
Questões Biologia Celular e Molecular 1º período_1º bimestre_2_ 2015.pdf
Questões Biologia Celular e Molecular 1º período_1º bimestre_2_ 2015.pdfQuestões Biologia Celular e Molecular 1º período_1º bimestre_2_ 2015.pdf
Questões Biologia Celular e Molecular 1º período_1º bimestre_2_ 2015.pdf
 
1 origem da vida 2010
1 origem da vida 20101 origem da vida 2010
1 origem da vida 2010
 
Teorias da origem
Teorias da origemTeorias da origem
Teorias da origem
 
Slides da aula de Biologia (Renato) sobre Origem da Vida
Slides da aula de Biologia (Renato) sobre Origem da VidaSlides da aula de Biologia (Renato) sobre Origem da Vida
Slides da aula de Biologia (Renato) sobre Origem da Vida
 
ORIGEM DA VIDA- Biologia - Ensino Médio-
ORIGEM DA VIDA- Biologia - Ensino Médio-ORIGEM DA VIDA- Biologia - Ensino Médio-
ORIGEM DA VIDA- Biologia - Ensino Médio-
 
Fase2 aula 13 slides
Fase2 aula 13 slidesFase2 aula 13 slides
Fase2 aula 13 slides
 
Durval origem da vida - versão definitiva
Durval   origem da vida - versão definitivaDurval   origem da vida - versão definitiva
Durval origem da vida - versão definitiva
 

Mais de KATIA CAVALCANTI

Resumo do caderno 6 etapa I- Avaliação no ensino médio- Orientadora Profª Kát...
Resumo do caderno 6 etapa I- Avaliação no ensino médio- Orientadora Profª Kát...Resumo do caderno 6 etapa I- Avaliação no ensino médio- Orientadora Profª Kát...
Resumo do caderno 6 etapa I- Avaliação no ensino médio- Orientadora Profª Kát...KATIA CAVALCANTI
 
Resumo da caderno 5 etapa I- Organização e gestão democrática da escola cade...
Resumo da caderno 5 etapa I- Organização e gestão democrática da escola  cade...Resumo da caderno 5 etapa I- Organização e gestão democrática da escola  cade...
Resumo da caderno 5 etapa I- Organização e gestão democrática da escola cade...KATIA CAVALCANTI
 
Resumo do caderno 3 etapa I- O curriculo do ensino médio,seus sujeitos e o de...
Resumo do caderno 3 etapa I- O curriculo do ensino médio,seus sujeitos e o de...Resumo do caderno 3 etapa I- O curriculo do ensino médio,seus sujeitos e o de...
Resumo do caderno 3 etapa I- O curriculo do ensino médio,seus sujeitos e o de...KATIA CAVALCANTI
 
Resumo do caderno 2 etapa I - O jovem como sujeito do ensino médio- Orientado...
Resumo do caderno 2 etapa I - O jovem como sujeito do ensino médio- Orientado...Resumo do caderno 2 etapa I - O jovem como sujeito do ensino médio- Orientado...
Resumo do caderno 2 etapa I - O jovem como sujeito do ensino médio- Orientado...KATIA CAVALCANTI
 
Recuperação paralela de química 1
Recuperação paralela de química 1Recuperação paralela de química 1
Recuperação paralela de química 1KATIA CAVALCANTI
 
Recuperação paralela de física 1
Recuperação paralela de física 1Recuperação paralela de física 1
Recuperação paralela de física 1KATIA CAVALCANTI
 
Quimica.1. recuperação paralela.doc. aluno
Quimica.1. recuperação paralela.doc. alunoQuimica.1. recuperação paralela.doc. aluno
Quimica.1. recuperação paralela.doc. alunoKATIA CAVALCANTI
 
Fisica.1.recuperação paralela .doc aluno
Fisica.1.recuperação paralela .doc alunoFisica.1.recuperação paralela .doc aluno
Fisica.1.recuperação paralela .doc alunoKATIA CAVALCANTI
 
Biologia.1. recuperação paralela
Biologia.1. recuperação paralelaBiologia.1. recuperação paralela
Biologia.1. recuperação paralelaKATIA CAVALCANTI
 
APOSTILA DE DEPENDÊNCIA DE FÍSICA
APOSTILA DE DEPENDÊNCIA DE FÍSICAAPOSTILA DE DEPENDÊNCIA DE FÍSICA
APOSTILA DE DEPENDÊNCIA DE FÍSICAKATIA CAVALCANTI
 
APOSTILA DE DEPENDÊNCIA DE QUÍMICA
APOSTILA DE DEPENDÊNCIA DE QUÍMICAAPOSTILA DE DEPENDÊNCIA DE QUÍMICA
APOSTILA DE DEPENDÊNCIA DE QUÍMICAKATIA CAVALCANTI
 
APOSTILA DE DEPENDÊNCIA DE BIOLOGIA
APOSTILA DE DEPENDÊNCIA DE BIOLOGIAAPOSTILA DE DEPENDÊNCIA DE BIOLOGIA
APOSTILA DE DEPENDÊNCIA DE BIOLOGIAKATIA CAVALCANTI
 
Oficina de Internet Slideshare
Oficina de Internet  SlideshareOficina de Internet  Slideshare
Oficina de Internet SlideshareKATIA CAVALCANTI
 
RELAÇÕES ECOLÓGICAS DESARMÔNICAS
RELAÇÕES ECOLÓGICAS DESARMÔNICASRELAÇÕES ECOLÓGICAS DESARMÔNICAS
RELAÇÕES ECOLÓGICAS DESARMÔNICASKATIA CAVALCANTI
 

Mais de KATIA CAVALCANTI (17)

Resumo do caderno 6 etapa I- Avaliação no ensino médio- Orientadora Profª Kát...
Resumo do caderno 6 etapa I- Avaliação no ensino médio- Orientadora Profª Kát...Resumo do caderno 6 etapa I- Avaliação no ensino médio- Orientadora Profª Kát...
Resumo do caderno 6 etapa I- Avaliação no ensino médio- Orientadora Profª Kát...
 
Resumo da caderno 5 etapa I- Organização e gestão democrática da escola cade...
Resumo da caderno 5 etapa I- Organização e gestão democrática da escola  cade...Resumo da caderno 5 etapa I- Organização e gestão democrática da escola  cade...
Resumo da caderno 5 etapa I- Organização e gestão democrática da escola cade...
 
Resumo do caderno 3 etapa I- O curriculo do ensino médio,seus sujeitos e o de...
Resumo do caderno 3 etapa I- O curriculo do ensino médio,seus sujeitos e o de...Resumo do caderno 3 etapa I- O curriculo do ensino médio,seus sujeitos e o de...
Resumo do caderno 3 etapa I- O curriculo do ensino médio,seus sujeitos e o de...
 
Resumo do caderno 2 etapa I - O jovem como sujeito do ensino médio- Orientado...
Resumo do caderno 2 etapa I - O jovem como sujeito do ensino médio- Orientado...Resumo do caderno 2 etapa I - O jovem como sujeito do ensino médio- Orientado...
Resumo do caderno 2 etapa I - O jovem como sujeito do ensino médio- Orientado...
 
Recuperação paralela de química 1
Recuperação paralela de química 1Recuperação paralela de química 1
Recuperação paralela de química 1
 
Recuperação paralela de física 1
Recuperação paralela de física 1Recuperação paralela de física 1
Recuperação paralela de física 1
 
Quimica.1. recuperação paralela.doc. aluno
Quimica.1. recuperação paralela.doc. alunoQuimica.1. recuperação paralela.doc. aluno
Quimica.1. recuperação paralela.doc. aluno
 
Fisica.1.recuperação paralela .doc aluno
Fisica.1.recuperação paralela .doc alunoFisica.1.recuperação paralela .doc aluno
Fisica.1.recuperação paralela .doc aluno
 
Biologia.1. recuperação paralela
Biologia.1. recuperação paralelaBiologia.1. recuperação paralela
Biologia.1. recuperação paralela
 
APOSTILA DE DEPENDÊNCIA DE FÍSICA
APOSTILA DE DEPENDÊNCIA DE FÍSICAAPOSTILA DE DEPENDÊNCIA DE FÍSICA
APOSTILA DE DEPENDÊNCIA DE FÍSICA
 
APOSTILA DE DEPENDÊNCIA DE QUÍMICA
APOSTILA DE DEPENDÊNCIA DE QUÍMICAAPOSTILA DE DEPENDÊNCIA DE QUÍMICA
APOSTILA DE DEPENDÊNCIA DE QUÍMICA
 
APOSTILA DE DEPENDÊNCIA DE BIOLOGIA
APOSTILA DE DEPENDÊNCIA DE BIOLOGIAAPOSTILA DE DEPENDÊNCIA DE BIOLOGIA
APOSTILA DE DEPENDÊNCIA DE BIOLOGIA
 
Oficina de Internet Slideshare
Oficina de Internet  SlideshareOficina de Internet  Slideshare
Oficina de Internet Slideshare
 
CaçA Palavra Sexualidade
CaçA Palavra SexualidadeCaçA Palavra Sexualidade
CaçA Palavra Sexualidade
 
Rafael
RafaelRafael
Rafael
 
violência nas escolas
violência nas escolasviolência nas escolas
violência nas escolas
 
RELAÇÕES ECOLÓGICAS DESARMÔNICAS
RELAÇÕES ECOLÓGICAS DESARMÔNICASRELAÇÕES ECOLÓGICAS DESARMÔNICAS
RELAÇÕES ECOLÓGICAS DESARMÔNICAS
 

Último

HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoCelianeOliveira8
 
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfMapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfangelicass1
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveaulasgege
 
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basicoPRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basicoSilvaDias3
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLaseVasconcelos1
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfIedaGoethe
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfErasmo Portavoz
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAlexandreFrana33
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasRicardo Diniz campos
 
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptxErivaldoLima15
 
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdfPPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdfAnaGonalves804156
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASEdinardo Aguiar
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdfProfGleide
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptAlineSilvaPotuk
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...Martin M Flynn
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...LuizHenriquedeAlmeid6
 
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.HildegardeAngel
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 

Último (20)

HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
 
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfMapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
 
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basicoPRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
 
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
 
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdfPPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
 
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 

Recuperação paralela de biologia 1

  • 1. COLÉGIO ESTADUAL SÃO JORGE RECUPERAÇÃO PARALELA DE BIOLOGIA ALUNO:________________________________________________Nº______ TURMA_________ RESPOSTA PESSOAL (peso 2,0 para o dia 28 de maio 2012) ORIGEM DA VIDA , CARACTERÍSTICAS DOS SERES VIVOS 1. Receita de Jeam Baptite Van Helmont, séc. XVII: “ Colocar uma camisa suja de suor e um pouco de germe de trigo em um canto escuro e sossegado. O suor funciona como” princípio ativo “e dentro de 21 dias a partir da camisa e do trigo nascerão vários camundongos”. O texto exemplifica, qual hipótese que explica a origem da vida , justifique: 2. Os primeiros seres surgidos na Terra, pela Teoria de Oparin, teriam sido como, em relação ao tipo de célula e modo de nutrição: 3. (CESGRANRIO-RJ) Em 1953, com um aparelho bem engenhoso, pesquisador Stanley Miller acrescentou um elemento a mais para a compreensão da origem da vida. Reproduzindo as condições ambientais primitivas no seu aparelho, conseguiu obter aminoácidos sem a participação de seres vivos, tendo usado para isso apenas as substâncias, descreva tal experimento: 4. (CESGRANRIO-RJ) Uma das hipóteses sobre a origem da vida na Terra presume que a forma mais primitiva de vida se desenvolveu lentamente, a partir de substância inanimada, em um ambiente complexo, originando um ser extremamente simples, incapaz de fabricar seu alimento. Esta hipótese é modernamente conhecida como, explique a ideia central desta hipótese: 5. Hoje, admite-se que a primeira forma de vida tenha surgido em lagos da Terra primitiva, que apresentava uma atmosfera diferente da atual. A partir de desse acontecimento outros se sucederam, estabelecendo-se uma diversidade de formas e processos. A primeira forma de vida (I), a composição da atmosfera primitiva (II) e a provável seqüência de processos para obtenção de alimento e energia (III) conquistados pelos seres vivos foram, respectivamente: 6. Uma das hipóteses sobre a origem da vida na Terra presume que a forma mais primitiva de vida se desenvolveu lentamente, a partir de substância inanimada, em um ambiente complexo, originando um ser extremamente simples, incapaz de fabricar seu alimento. Essa hipótese é conhecida como: 7. Em uma experiência, Francisco Redi colocou em oito frascos de vidro um pedaço de carne. Quatro vidros tiveram sua abertura recoberta por um pedaço de gaze. Após alguns dias, apareceram larvas de moscas nos vidros que não continham a gaze recobrindo a abertura do frasco. Nos frascos protegidos com gaze, elas não apareceram.Essa experiência ilustra o princípio da hipótese conhecida como, explique a ideia central desta hipótese:
  • 2. 8.A vida surgiu na Terra há mais de três bilhões de anos. Uma das primeiras formas de vida foram os procariotos primitivos, que eram organismos unicelulares, formados por uma membrana e protoplasma. Esses procariotos, através do tempo, foram incorporando DNA, mitocôndrias, alguns incorporaram núcleo e outros incorporaram cloroplastos, como mostra a seqüência abaixo. Atualmente os seres vivos são classificados em cinco reinos, cite as características gerais dos seres destes reinos; 9-Preencha a tabela abaixo, assinalando as características de cada organismo indicado na primeira coluna(PESQUISE O REINO QUE CADA UM PERTENCE): 10 – Faça uma análise crítica da teoria da evolução gradual das moléculas orgânicas sobre a origem da vida e a ideia criacionista da religião, defendendo sua opinião sobre cada uma. Ciência versus religião.