SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 60
PROF.: ADEMIR JR.
EXPLICAÇÃO CIENTÍFICA PARA A
ORIGEM DO UNIVERSO
TEORIA DO BIG BANG
O Big Bang é o momento da
explosão que deu origem ao Universo,
entre 12 e 15 bilhões de anos. A partir
do primeiro centésimo de segundo
após a explosão o Universo começou a
evoluir.
E assim...
As galáxias povoaram todo o universo.
É raro existir uma galáxia isolada. Elas tendem
a se juntar em grupos que podem incluir desde
dezenas de galáxias até superaglomerados,
com milhares delas.
A Via Láctea formou-se nessa fase.
TEORIA DO BIG BANG
Para os cientistas, tudo o que existe no universo
veio de uma bolha que, há cerca de 10 ou 20 bilhões
de anos, surgiu em um tipo de “sopa” quentíssima e
começou a crescer, dando origem a toda a matéria
que conhecemos.
Alguns cientistas concordam sobre detalhes do Big-
Bang.
Alguns acreditam que a matéria existente no
universo formou primeiramente as galáxias, que
ficaram tão grandes que se quebraram e os pedaços
viraram as primeiras estrelas. Outros acham que
ocorreu o contrário: primeiro surgiram as estrelas e,
aos poucos, elas foram se juntando e formaram as
galáxias.
A EVOLUÇÃO DO UNIVERSO
Teve início, logo após a explosão
de uma bola de matéria compacta,
densa e quente, com um volume
aproximadamente igual ao volume do
nosso sistema solar. Essa explosão
desencadeou uma série de eventos
cósmicos, formando as Galáxias, as
Estrelas, os Corpos Planetários e
eventualmente, a vida na Terra.
CRONOLOGIA DO UNIVERSO...
1. Formação das ESTRELAS;
200 milhões de anos após o Big Bang.
2. Formação de GALÁXIAS;
500 milhões de anos após o Big Bang.
3. Formação do SISTEMA SOLAR
5 bilhões de anos atrás
FORMAÇÃO DA TERRA
4.5 bilhões de anos atrás: ambiente inóspito
para os seres vivos
FORMAÇÃO DA VIDA
3.8 bilhões de anos atrás
ORIGEM DA VIDA
ATÉ MEADOS DO SÉC. XIX, ACREDITAVA-
SE QUE SERES PODIAM SURGIR
ESPONTANEAMENTE DA MATÉRIA NÃO-
VIVA.
HOJE, SABE-SE QUE UM SER VIVO SURGE
SOMENTE ATRAVÉS DA REPRODUÇÃO.
ABIOGÊNESE VERSUS BIOGÊNESE
ABIOGÊNESE
(GERAÇÃO ESPONTÂNEA)
Os seres mais simples,
como moscas, sapos,
peixes e vermes, entre
outros, podiam ser gerados
a partir da matéria sem
vida, ou mesmo pela
transformação de outros
seres vivos.
Aristóteles (384 – 322 a.C.)
A grande influência do pensamento
aristotélico sobre a cultura ocidental
fez com que filósofos ilustres do
renascimento, como René Descartes
e Isaac Newton, adotassem a
abiogênese para explicar a origem
de certos organismos .
• Seres vivos poderiam surgir da matéria bruta.
• Geração espontânea.
• “Força vital”.
Receita para produzir
ratos
1. Coloque algumas roupas usadas em local isolado e escuro.
2. Espalhe sobre elas certa quantidade de trigo.
3. Após 21 dias, ratos serão produzidos por geração espontânea.
Jan Baptist Van Helmont
(1577-1644)
As folhas que caem das
árvores ao entrar em
contato com a água
formaria os peixes As folhas que caem
das árvores ao entrar
em contato com o
solo formaria as aves
Portanto, na abiogênese, da matéria
bruta poderia se originar uma vida.
BIOGÊNESE
Os avanços no conhecimento sobre os seres
vivos, a partir do séc. XVIII, puseram em dúvida
tanto a ideia da criação divina quanto a da
geração espontânea, abrindo caminho para as
discussões científicas sobre a origem da vida
na terra.
Os pesquisadores Francesco Redi, Spallanzani e
Luis Pasteur, forneceram evidências irrefutáveis
de que os seres vivos surgem somente pela
reprodução de seres vivos de sua própria
espécie.
O EXPERIMENTO DE REDI
Conclusão: as larvas surgem dos ovos postos
pelas moscas na carne e não por geração
espontânea!
O primeiro jarro (A) ficou aberto. Logo, observou as moscas pousando na carne e
depositando seus ovos. Em pouco tempo, a carne estava cheia de vermes.
O segundo jarro (B) foi bem fechado. Como na experiência anterior, o jarro não
atraiu as moscas e não surgiram vermes na carne.
O terceiro jarro (C) foi coberto com um pano, que permitia a passagem do ar. As
moscas foram atraídas pelo cheiro da carne. Como não conseguiram penetrar no jarro,
depositaram seus ovos no pano. Em pouco tempo, havia vermes movendo-se sobre o pano, mas
nenhum chegou a ter contato com a carne.
Embora bem elaborada e convincente, a experiência de Redi não acabou com as
dúvidas sobre a possibilidade da geração espontânea. No entanto, foi a base para a construção
de despensas para estocagem de alimentos, onde telas impedem a entrada de insetos.
A DESCOBERTA DOS MICRORGANISMOS
Antonie van Leeuwenhoek
(1632-1723)
construtor de
Cientista e
microscópicos.
Descobriu microrganismos
(bactérias).
Ateoria de geração espontânea perdeu
credibilidade com o experimento de Redi, mas
voltou a ser utilizada para explicar a origem dos
seres microscópicos, descobertos em meados
do séc. XVII.
DEFENSORES DA
ABIOGÊNESE
Helmont
Needham
Aristóteles
William Harvey
Isaac Newton
René Descartes
CRÍTICOS DA
ABIOGÊNESE
Redi
Joblot
Spallanzani
Louis Pasteur
NEEDHAN X SPALLANZANI
John T. Needhan (1713-1781)
Cientista inglês
Demonstrou que caldos aquecidos e
o
tampados permitem
desenvolvimento de
Reforça a
microrganismos
teoria da abiogênese.
Crítica = Ferveu por pouco
tempo!!!
NEEDHAN X SPALLANZANI
Lazzaro Spallanzani (1729-1779)
Padre italiano
caldos
Demonstrou que
esterelizados e tampados não
permitem o desenvolvimento de
microrganismos
Reforça a teoria da biogênese.
Crítica = A fervura prolongada
eliminou o “princípio ativo”
necessário a vida, proveniente do
ar!!!
PASTEUR E A DERRUBADA
DA ABIOGENESE
Em 1860, o biólogo
francês Louis
Pasteur consegue
derrubar a teoria da
abiogênese, através
do experimento do
frasco do pescoço
de cisne.
EXPERIÊNCIA DE PASTEUR
AMOLECEU COM FOGO 4 GARGALOS DE VIDROS COM
CALDO NUTRITIVO CURVANDO-OS NA FORMA DE
PESCOÇO DE CISNE. (FIM DA GERAÇÃO ESPONTÂNEA)
DEMONSTROU QUE UMA SOLUÇÃO NUTRITIVA PREVIAMENTE ESTERILIZADA
MANTÉM-SE ESTÉRIL INDEFINIDAMENTE MESMO NA PRESENÇA DE AR
(PASTEURIZAÇÃO)
EXPERIMENTO:FRASCO
DO“PESCOÇODECISNE”
Conclusão: os seres microscópicos presentes em caldos
nutritivos resultam da contaminação por microrganismos (ou
por seus esporos) provenientes do ar.
HIPÓTESES SOBRE A ORIGEM DA
VIDA
a) Origem por criação divina (criacionista)
b) Origem extraterrestre (panspermia cósmica)
c) Origem por evolução química
HÁ PELO MENOS 3 HIPÓTESES PROPOSTAS:
1. HIPÓTESE DA CRIAÇÃO DIVINA
(criacionismo- fixismo)
Uma das hipóteses mais antigas.
Propõe que Deus tenha criado o universo e a vida.
Não é possível comprová-la, nem tampouco refutá-la.
Criacionistas - o fixismo: imutabilidade
Uma vez que Deus criou o universo e a vida, tudo é perfeito e está
adequadamente pronto, não há evolução ou alteração na 'criação'.
Atualmente o fixismo foi substituído pelo evolucionismo, dadas
as evidências da ocorrência da evolução das espécies. Mas o
criacionismo continua vivo.
2-PANSPERMIA CÓSMICA OU HIPÓTESE
EXTRATERRENA
A vida sempre existiu no Universo.
Teria se originado em outros planetas e chegado a Terra
através de uma possível pressão de radiação emitida por
partículas luminosas.
Admite-se que micróbios vindos em partículas de poeira ou
em meteoritos de origem extraterrena foram a fonte da vida da
Terra.
Arrhenius denominou esta forma de vida de cosmozoários e
Schultz de biógenos. Estas criaturas poderiam contaminar a
superfície de qualquer planeta com condições básicas para a
vida.
Esta teoria tem pouca aceitação.
PANSPERMIA
A vida semeada pelo espaço: formas
resistentes (esporos) chegaram por
E a radiação cósmica?
Talvez os componentes da vida
por aqui!
Asteroides e cometas estão cheios de
moléculas orgânicas.
3-A HIPÓTESE DE OPARIN E HALDANE
EVOLUÇÃO QUÍMICA
Oparin , A I (1894-1980
Haldane, J.B.S (1892-1964)
Os primeiros seres vivos- Moléculas orgânicas
Que teriam se formado na atmosfera primitiva
e depois nos mares a partir de Substâncias inorgânicas.
Metano CH4
Amônia NH3
Hidrogênio H2
Vapor de H2O
Década de 1920- hipóteses semelhantes
Composição química da atmosfera primitiva
EVOLUÇÃO QUÍMICA
OPARIN e HALDANE (1920)
Atmosfera primitiva:
Metano (CH4), Amônia (NH3), Gás hidrogênio (H2), Vapor de água
(H2O).
Passaram a se
acumular nos
mares primitivos
(quentes e
rasos)
Erupções
vulcânicas
Resfriamento
Acúmulo
de água
Descargas elétricas
radiação intensa
Moléculas simples
Moléculas maiores
e mais complexas
até as orgânicas
Caldo nutritivo
Coacervados
Origem por associação de moléculas.
©Pixabay
Esquema da Hipótese de Oparin e Haldane
coacervatos
Primeiras células procarióticas
Atmosfera primitiva Mares primitivos
TEORIAS SOBRE
A ORIGEM DA VIDA
PANSPERMIA
“A vida se originou de seres vivos ou de
substâncias precursoras de vida provenientes de
outroslocaisdo cosmo”.
TEORIA DA EVOLUÇÃO QUÍMICA
(OU EVOLUÇÃO MOLECULAR)
“A vida surgiu como resultado de um processo de
evolução química, em que os compostos inorgânicos se
combinaram formando moléculas orgânicas
relativamente simples, e estas, por sua vez , tambem se
combinaram de vária maneiras produzindo moléculas
mais complexas”.
“As moléculas complexas teriam originado estruturas
com capacidade de se autoduplicar e de realizar
metabolismo, que seriam os primeiros seres vivos”.
CONDIÇÕES DA TERRA PRIMITIVA
Os gases constituintes da atmosfera primitiva tiveram
origem no interior da Terra, através das erupções
vulcâncicas.
O EXPERIMENTO
DE MILLER (1953)
Circulação de
agua fria para
condensação
do vapor de
agua
Descargas
elétricas
Água
acumulada
Aquecimento
do líquido
Introdução
de mistura
de gases
(CH4, NH3,
H2 e H2O)
Surgimento dos
aminoácidos alanina
e glicina
1953
SISTEMAS ISOLADOS
(PRECURSORES DAS CÉLULAS)
EVOLUÇÃO DOS PRIMEIROS
SERES VIVOS
STANLEY MILLER
RECRIOU PROVÁVEL ATMOSFERA
DA TERRA PRIMITIVA (1953)
(COMPROVOU A TEORIA DE OPARIN)
MISTUROU CH4 , NH3 , H2 e H2O
SUBMETIDAS COM DESCARGAS ELÉTRICAS
(SIMULANDO RAIOS) DURANTE 1 SEMANA
(ENCONTROU AMINOÁCIDOS NO LÍQUIDO)
TERRA PRIMITIVA
80% CO2 , 10% CH4 , 5% CO E 5% DE N2
A MATÉRIA DA VIDA PODE TER SE
FORMADO POR GERAÇÃO ESPONTÂNEA
SISTEMAS ISOLADOS
CHUVAS CONSTANTES NA TERRA
PRIMITIVA PERMITIRAM O ACÚMULO
DE SUBSTÂNCIAS ORGÂNICAS DURANTE
MILHÕES DE ANOS FORMANDO EM
LAGOS VERDADEIRAS “SOPAS
ORGÂNICAS”.
COM EVAPORAÇÃO FORMARAM-SE
PROTEÍNAS E ÁCIDOS NUCLEICOS
TEORIA DA COACERVAÇÃO
COM O RETORNO DA CHUVA AS
MOLÉCULAS ORGÂNICAS SE
AGLOMERARAM FORMANDO OS
COACERVADOS:AGLOMERADOS
DE PROTEÍNAS.
MUNDO DO “RNA”
CAPACIDADE DO RNA SE DUPLICAR
E CONTROLAR REAÇÕES QUÍMICAS
SUGEREM QUE O RNA PODERIA
ESTAR NO INÍCIO DA VIDA.
PRIMEIRO SER VIVO
HIPÓTESE HETEROTRÓFICA
PRIMEIROS SERES VIVOS NÃO
ERAM CAPAZES DE PRODUZIR SEU
PRÓPRIO ALIMENTO.
ACREDITA-SE QUE, COM A
ESCASSEZ DO ALIMENTO
PASSARAM A PRODUZIR SEU
PRÓPRIO ALIMENTO
(PRIMEIROS AUTÓTROFOS)
HIPÓTESE AUTOTRÓFICA
PRODUZIAM SEU PRÓPRIO ALIMENTO ATRAVÉS DE
SUBSTÂNCIAS ORGÂNICAS. (ARQUEOBACTÉRIAS)
Características que permitem a existência de
vida em um planeta:
Distância ao Sol
Aparecimento e manutenção de vida
Temperatura
Água Líquida
Existência de Atmosfera
E a VIDA continua...
AULA BIO - 02 - ORIG DA VIDA.pptx
AULA BIO - 02 - ORIG DA VIDA.pptx
AULA BIO - 02 - ORIG DA VIDA.pptx
AULA BIO - 02 - ORIG DA VIDA.pptx

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a AULA BIO - 02 - ORIG DA VIDA.pptx

Semelhante a AULA BIO - 02 - ORIG DA VIDA.pptx (20)

3-Das-Origens-aos-Dias-de-Hoje-Ok.ppt
3-Das-Origens-aos-Dias-de-Hoje-Ok.ppt3-Das-Origens-aos-Dias-de-Hoje-Ok.ppt
3-Das-Origens-aos-Dias-de-Hoje-Ok.ppt
 
Biologia modulo i
Biologia modulo iBiologia modulo i
Biologia modulo i
 
Origem da vida
Origem da vidaOrigem da vida
Origem da vida
 
A origem da vida
A origem da vidaA origem da vida
A origem da vida
 
Trabalho de biologia
Trabalho de biologiaTrabalho de biologia
Trabalho de biologia
 
7ª SéRie Origem Vida
7ª SéRie   Origem Vida7ª SéRie   Origem Vida
7ª SéRie Origem Vida
 
Origem da vida
Origem da vidaOrigem da vida
Origem da vida
 
Origem vida 2
Origem vida 2Origem vida 2
Origem vida 2
 
Aulão a origem da vida
Aulão a origem da vidaAulão a origem da vida
Aulão a origem da vida
 
B.molecular unidade #1
B.molecular unidade #1B.molecular unidade #1
B.molecular unidade #1
 
Teorias da Origem da vida e Evolução das espécies
Teorias da Origem da vida e Evolução das espéciesTeorias da Origem da vida e Evolução das espécies
Teorias da Origem da vida e Evolução das espécies
 
Em busca das origens ~ a origem da vida
Em busca das origens ~ a origem da vidaEm busca das origens ~ a origem da vida
Em busca das origens ~ a origem da vida
 
Origem da vida
Origem da vidaOrigem da vida
Origem da vida
 
Origem da vida
Origem da vidaOrigem da vida
Origem da vida
 
9 ano origem da vida
9  ano origem da vida9  ano origem da vida
9 ano origem da vida
 
Nathalia rodrigues pereira
Nathalia rodrigues pereiraNathalia rodrigues pereira
Nathalia rodrigues pereira
 
Origem da vida
Origem da vidaOrigem da vida
Origem da vida
 
A origem da vida Por Maiane Viana
A origem da vida Por Maiane VianaA origem da vida Por Maiane Viana
A origem da vida Por Maiane Viana
 
Aula 2 bio
Aula 2 bioAula 2 bio
Aula 2 bio
 
Texto de apoio de biologia evolutica 2019
Texto de apoio de biologia evolutica 2019Texto de apoio de biologia evolutica 2019
Texto de apoio de biologia evolutica 2019
 

Último

Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxconcelhovdragons
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasRicardo Diniz campos
 
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoAtividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoMary Alvarenga
 
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfHABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfdio7ff
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfIedaGoethe
 
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfUFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfManuais Formação
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...Martin M Flynn
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAlexandreFrana33
 
trabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduratrabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduraAdryan Luiz
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxDeyvidBriel
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASEdinardo Aguiar
 
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOLEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOColégio Santa Teresinha
 
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfMapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfangelicass1
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileirosMary Alvarenga
 
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOVALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOBiatrizGomes1
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveaulasgege
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresaulasgege
 

Último (20)

Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
 
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoAtividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
 
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfHABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
 
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfUFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
 
trabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduratrabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditadura
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
 
Em tempo de Quaresma .
Em tempo de Quaresma                            .Em tempo de Quaresma                            .
Em tempo de Quaresma .
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
 
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOLEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
 
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
 
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfMapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
 
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOVALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
 

AULA BIO - 02 - ORIG DA VIDA.pptx

  • 2. EXPLICAÇÃO CIENTÍFICA PARA A ORIGEM DO UNIVERSO TEORIA DO BIG BANG O Big Bang é o momento da explosão que deu origem ao Universo, entre 12 e 15 bilhões de anos. A partir do primeiro centésimo de segundo após a explosão o Universo começou a evoluir.
  • 3. E assim... As galáxias povoaram todo o universo. É raro existir uma galáxia isolada. Elas tendem a se juntar em grupos que podem incluir desde dezenas de galáxias até superaglomerados, com milhares delas. A Via Láctea formou-se nessa fase.
  • 4.
  • 5. TEORIA DO BIG BANG Para os cientistas, tudo o que existe no universo veio de uma bolha que, há cerca de 10 ou 20 bilhões de anos, surgiu em um tipo de “sopa” quentíssima e começou a crescer, dando origem a toda a matéria que conhecemos. Alguns cientistas concordam sobre detalhes do Big- Bang. Alguns acreditam que a matéria existente no universo formou primeiramente as galáxias, que ficaram tão grandes que se quebraram e os pedaços viraram as primeiras estrelas. Outros acham que ocorreu o contrário: primeiro surgiram as estrelas e, aos poucos, elas foram se juntando e formaram as galáxias.
  • 6. A EVOLUÇÃO DO UNIVERSO Teve início, logo após a explosão de uma bola de matéria compacta, densa e quente, com um volume aproximadamente igual ao volume do nosso sistema solar. Essa explosão desencadeou uma série de eventos cósmicos, formando as Galáxias, as Estrelas, os Corpos Planetários e eventualmente, a vida na Terra.
  • 7. CRONOLOGIA DO UNIVERSO... 1. Formação das ESTRELAS; 200 milhões de anos após o Big Bang. 2. Formação de GALÁXIAS; 500 milhões de anos após o Big Bang. 3. Formação do SISTEMA SOLAR 5 bilhões de anos atrás
  • 8. FORMAÇÃO DA TERRA 4.5 bilhões de anos atrás: ambiente inóspito para os seres vivos FORMAÇÃO DA VIDA 3.8 bilhões de anos atrás
  • 9. ORIGEM DA VIDA ATÉ MEADOS DO SÉC. XIX, ACREDITAVA- SE QUE SERES PODIAM SURGIR ESPONTANEAMENTE DA MATÉRIA NÃO- VIVA. HOJE, SABE-SE QUE UM SER VIVO SURGE SOMENTE ATRAVÉS DA REPRODUÇÃO. ABIOGÊNESE VERSUS BIOGÊNESE
  • 10. ABIOGÊNESE (GERAÇÃO ESPONTÂNEA) Os seres mais simples, como moscas, sapos, peixes e vermes, entre outros, podiam ser gerados a partir da matéria sem vida, ou mesmo pela transformação de outros seres vivos. Aristóteles (384 – 322 a.C.)
  • 11. A grande influência do pensamento aristotélico sobre a cultura ocidental fez com que filósofos ilustres do renascimento, como René Descartes e Isaac Newton, adotassem a abiogênese para explicar a origem de certos organismos .
  • 12. • Seres vivos poderiam surgir da matéria bruta. • Geração espontânea. • “Força vital”. Receita para produzir ratos 1. Coloque algumas roupas usadas em local isolado e escuro. 2. Espalhe sobre elas certa quantidade de trigo. 3. Após 21 dias, ratos serão produzidos por geração espontânea. Jan Baptist Van Helmont (1577-1644)
  • 13. As folhas que caem das árvores ao entrar em contato com a água formaria os peixes As folhas que caem das árvores ao entrar em contato com o solo formaria as aves Portanto, na abiogênese, da matéria bruta poderia se originar uma vida.
  • 14. BIOGÊNESE Os avanços no conhecimento sobre os seres vivos, a partir do séc. XVIII, puseram em dúvida tanto a ideia da criação divina quanto a da geração espontânea, abrindo caminho para as discussões científicas sobre a origem da vida na terra. Os pesquisadores Francesco Redi, Spallanzani e Luis Pasteur, forneceram evidências irrefutáveis de que os seres vivos surgem somente pela reprodução de seres vivos de sua própria espécie.
  • 15. O EXPERIMENTO DE REDI Conclusão: as larvas surgem dos ovos postos pelas moscas na carne e não por geração espontânea!
  • 16. O primeiro jarro (A) ficou aberto. Logo, observou as moscas pousando na carne e depositando seus ovos. Em pouco tempo, a carne estava cheia de vermes. O segundo jarro (B) foi bem fechado. Como na experiência anterior, o jarro não atraiu as moscas e não surgiram vermes na carne. O terceiro jarro (C) foi coberto com um pano, que permitia a passagem do ar. As moscas foram atraídas pelo cheiro da carne. Como não conseguiram penetrar no jarro, depositaram seus ovos no pano. Em pouco tempo, havia vermes movendo-se sobre o pano, mas nenhum chegou a ter contato com a carne. Embora bem elaborada e convincente, a experiência de Redi não acabou com as dúvidas sobre a possibilidade da geração espontânea. No entanto, foi a base para a construção de despensas para estocagem de alimentos, onde telas impedem a entrada de insetos.
  • 17. A DESCOBERTA DOS MICRORGANISMOS Antonie van Leeuwenhoek (1632-1723) construtor de Cientista e microscópicos. Descobriu microrganismos (bactérias). Ateoria de geração espontânea perdeu credibilidade com o experimento de Redi, mas voltou a ser utilizada para explicar a origem dos seres microscópicos, descobertos em meados do séc. XVII.
  • 18. DEFENSORES DA ABIOGÊNESE Helmont Needham Aristóteles William Harvey Isaac Newton René Descartes CRÍTICOS DA ABIOGÊNESE Redi Joblot Spallanzani Louis Pasteur
  • 19. NEEDHAN X SPALLANZANI John T. Needhan (1713-1781) Cientista inglês Demonstrou que caldos aquecidos e o tampados permitem desenvolvimento de Reforça a microrganismos teoria da abiogênese. Crítica = Ferveu por pouco tempo!!!
  • 20. NEEDHAN X SPALLANZANI Lazzaro Spallanzani (1729-1779) Padre italiano caldos Demonstrou que esterelizados e tampados não permitem o desenvolvimento de microrganismos Reforça a teoria da biogênese. Crítica = A fervura prolongada eliminou o “princípio ativo” necessário a vida, proveniente do ar!!!
  • 21. PASTEUR E A DERRUBADA DA ABIOGENESE Em 1860, o biólogo francês Louis Pasteur consegue derrubar a teoria da abiogênese, através do experimento do frasco do pescoço de cisne.
  • 22. EXPERIÊNCIA DE PASTEUR AMOLECEU COM FOGO 4 GARGALOS DE VIDROS COM CALDO NUTRITIVO CURVANDO-OS NA FORMA DE PESCOÇO DE CISNE. (FIM DA GERAÇÃO ESPONTÂNEA) DEMONSTROU QUE UMA SOLUÇÃO NUTRITIVA PREVIAMENTE ESTERILIZADA MANTÉM-SE ESTÉRIL INDEFINIDAMENTE MESMO NA PRESENÇA DE AR (PASTEURIZAÇÃO)
  • 23. EXPERIMENTO:FRASCO DO“PESCOÇODECISNE” Conclusão: os seres microscópicos presentes em caldos nutritivos resultam da contaminação por microrganismos (ou por seus esporos) provenientes do ar.
  • 24. HIPÓTESES SOBRE A ORIGEM DA VIDA a) Origem por criação divina (criacionista) b) Origem extraterrestre (panspermia cósmica) c) Origem por evolução química HÁ PELO MENOS 3 HIPÓTESES PROPOSTAS:
  • 25. 1. HIPÓTESE DA CRIAÇÃO DIVINA (criacionismo- fixismo) Uma das hipóteses mais antigas. Propõe que Deus tenha criado o universo e a vida. Não é possível comprová-la, nem tampouco refutá-la. Criacionistas - o fixismo: imutabilidade Uma vez que Deus criou o universo e a vida, tudo é perfeito e está adequadamente pronto, não há evolução ou alteração na 'criação'. Atualmente o fixismo foi substituído pelo evolucionismo, dadas as evidências da ocorrência da evolução das espécies. Mas o criacionismo continua vivo.
  • 26. 2-PANSPERMIA CÓSMICA OU HIPÓTESE EXTRATERRENA A vida sempre existiu no Universo. Teria se originado em outros planetas e chegado a Terra através de uma possível pressão de radiação emitida por partículas luminosas. Admite-se que micróbios vindos em partículas de poeira ou em meteoritos de origem extraterrena foram a fonte da vida da Terra. Arrhenius denominou esta forma de vida de cosmozoários e Schultz de biógenos. Estas criaturas poderiam contaminar a superfície de qualquer planeta com condições básicas para a vida. Esta teoria tem pouca aceitação.
  • 27. PANSPERMIA A vida semeada pelo espaço: formas resistentes (esporos) chegaram por E a radiação cósmica? Talvez os componentes da vida por aqui! Asteroides e cometas estão cheios de moléculas orgânicas.
  • 28. 3-A HIPÓTESE DE OPARIN E HALDANE EVOLUÇÃO QUÍMICA Oparin , A I (1894-1980 Haldane, J.B.S (1892-1964) Os primeiros seres vivos- Moléculas orgânicas Que teriam se formado na atmosfera primitiva e depois nos mares a partir de Substâncias inorgânicas. Metano CH4 Amônia NH3 Hidrogênio H2 Vapor de H2O Década de 1920- hipóteses semelhantes Composição química da atmosfera primitiva
  • 29. EVOLUÇÃO QUÍMICA OPARIN e HALDANE (1920) Atmosfera primitiva: Metano (CH4), Amônia (NH3), Gás hidrogênio (H2), Vapor de água (H2O). Passaram a se acumular nos mares primitivos (quentes e rasos) Erupções vulcânicas Resfriamento Acúmulo de água Descargas elétricas radiação intensa Moléculas simples Moléculas maiores e mais complexas até as orgânicas Caldo nutritivo Coacervados Origem por associação de moléculas. ©Pixabay
  • 30. Esquema da Hipótese de Oparin e Haldane coacervatos Primeiras células procarióticas Atmosfera primitiva Mares primitivos
  • 32. PANSPERMIA “A vida se originou de seres vivos ou de substâncias precursoras de vida provenientes de outroslocaisdo cosmo”.
  • 33. TEORIA DA EVOLUÇÃO QUÍMICA (OU EVOLUÇÃO MOLECULAR) “A vida surgiu como resultado de um processo de evolução química, em que os compostos inorgânicos se combinaram formando moléculas orgânicas relativamente simples, e estas, por sua vez , tambem se combinaram de vária maneiras produzindo moléculas mais complexas”. “As moléculas complexas teriam originado estruturas com capacidade de se autoduplicar e de realizar metabolismo, que seriam os primeiros seres vivos”.
  • 34. CONDIÇÕES DA TERRA PRIMITIVA Os gases constituintes da atmosfera primitiva tiveram origem no interior da Terra, através das erupções vulcâncicas.
  • 35. O EXPERIMENTO DE MILLER (1953) Circulação de agua fria para condensação do vapor de agua Descargas elétricas Água acumulada Aquecimento do líquido Introdução de mistura de gases (CH4, NH3, H2 e H2O) Surgimento dos aminoácidos alanina e glicina 1953
  • 37.
  • 39.
  • 40. STANLEY MILLER RECRIOU PROVÁVEL ATMOSFERA DA TERRA PRIMITIVA (1953) (COMPROVOU A TEORIA DE OPARIN) MISTUROU CH4 , NH3 , H2 e H2O SUBMETIDAS COM DESCARGAS ELÉTRICAS (SIMULANDO RAIOS) DURANTE 1 SEMANA (ENCONTROU AMINOÁCIDOS NO LÍQUIDO)
  • 41.
  • 42.
  • 43. TERRA PRIMITIVA 80% CO2 , 10% CH4 , 5% CO E 5% DE N2 A MATÉRIA DA VIDA PODE TER SE FORMADO POR GERAÇÃO ESPONTÂNEA
  • 44. SISTEMAS ISOLADOS CHUVAS CONSTANTES NA TERRA PRIMITIVA PERMITIRAM O ACÚMULO DE SUBSTÂNCIAS ORGÂNICAS DURANTE MILHÕES DE ANOS FORMANDO EM LAGOS VERDADEIRAS “SOPAS ORGÂNICAS”. COM EVAPORAÇÃO FORMARAM-SE PROTEÍNAS E ÁCIDOS NUCLEICOS
  • 45. TEORIA DA COACERVAÇÃO COM O RETORNO DA CHUVA AS MOLÉCULAS ORGÂNICAS SE AGLOMERARAM FORMANDO OS COACERVADOS:AGLOMERADOS DE PROTEÍNAS.
  • 46.
  • 47. MUNDO DO “RNA” CAPACIDADE DO RNA SE DUPLICAR E CONTROLAR REAÇÕES QUÍMICAS SUGEREM QUE O RNA PODERIA ESTAR NO INÍCIO DA VIDA.
  • 48.
  • 49.
  • 50.
  • 51.
  • 52.
  • 53. PRIMEIRO SER VIVO HIPÓTESE HETEROTRÓFICA PRIMEIROS SERES VIVOS NÃO ERAM CAPAZES DE PRODUZIR SEU PRÓPRIO ALIMENTO. ACREDITA-SE QUE, COM A ESCASSEZ DO ALIMENTO PASSARAM A PRODUZIR SEU PRÓPRIO ALIMENTO (PRIMEIROS AUTÓTROFOS)
  • 54. HIPÓTESE AUTOTRÓFICA PRODUZIAM SEU PRÓPRIO ALIMENTO ATRAVÉS DE SUBSTÂNCIAS ORGÂNICAS. (ARQUEOBACTÉRIAS)
  • 55. Características que permitem a existência de vida em um planeta: Distância ao Sol Aparecimento e manutenção de vida Temperatura Água Líquida Existência de Atmosfera
  • 56. E a VIDA continua...