Transporte de material_biologico

956 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
956
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
28
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Transporte de material_biologico

  1. 1. 22/9/2005 Elenice Deffune – ed12@fmb.unesp.br
  2. 2. 22/9/2005 Amostras das enfermarias/OS/UTI/CC para laboratórios, Hemocentro Amostras de Hemocompónentes e Hemoderivaodos para as engermarias, CC, OS, UTI,etc.
  3. 3. 22/9/2005 Amostras colhidas, tubos erméticamente fechados e identificados em consonância com a requisição Fixação sobre suporte de tubops; Colocação do suporte dentro de uma caixa de transporte de paredes rígidas preferencialmente térmica.
  4. 4. 22/9/2005 Etiqueta do paciente em mãos; Caixa de transporte obrigatoriamente vazia e limpa; Impedimento legal de colocação de medicamento ou amostras na mesma caixa; Impedimento legal de utilização de caixas de transporte de amostras biológicas para o transporte de hemocomponentes ( RDC343/fev/2003)
  5. 5. 22/9/2005 Documento escrito em mãos; Autorização expressa escrita (digitada preferencialmente) por médico com CRM e nomes legíveis autorizando o portador ( nome completo e RG do motorista) para o transporte, especificando o trajeto e o motivo do transporte; Verificação das condições de embalagem e orientações para o motorista(função da enfermagem com verificação do médico). Cuidado Especial com as doenças emergentes.
  6. 6. 22/9/2005 O material possui risco biológico, ou seja, é potencialmente infectante? Amostras com elevada probabilidade de possuir um material infeccioso, que possa causar doenças em humanos ou animais ou que contenha uma toxina patógena. O que perguntam as empresas de transporte?
  7. 7. 22/9/2005 Vírus, elementos genéticos, Bactérias, rickettsia, parasita, fungos Células de toda natureza Para onde e porque vai este material – declaração de responsabilidade!!! Obrigação legal de informar o conteúdo:
  8. 8. Embalagem • Recipiente Primário lacre positivo • Material Absorvente Empacotamento Secundário •À prova d’água/ à prova de vazamento ( saco) Empacotamento à prova de choque ( plástico duro, madeira, alumínio...) RCA RCA De: Hemocentro de Botucatu De: Hemocen tro de Botucatu
  9. 9. 22/9/2005
  10. 10. 22/9/2005SARS
  11. 11. 22/9/2005 COLETA DE RESÍ DUOSCOLETA DE RESÍ DUOS Químicos Grau de toxicidade; Regularmente; Recipiente metálico e fechado adequadamente; Não misturar resíduos de diferentes naturezas e composições; Neutralizados; Nunca despejá-los diretamente na pia;
  12. 12. 22/9/2005 BiológicosBiológicos Desinfetados ou autoclavados antes do descarte final PerfurocortantesPerfurocortantes Embalagem especial com paredes resistentes; Devidamente identificadas; Autoclavadas para posterior eliminação final ou incineração.
  13. 13. 22/9/2005 RadioativosRadioativos Agulhas, ponteiras de pipetas e outros objetos afiados Containers específicos,devida mente sinalizados Papel,látex e plástico incinerados Resíduos químicos e biológicos Neutralizados ou desinfetados antes da eliminação

×