SlideShare uma empresa Scribd logo

Envolver as Famílias no Processo Educativo. As potencialidades das TIC

Abril 2008 - "Envolver as Famílias no Processo Educativo. As potencialidades das TIC" Comunicação apresentada no II Encontro "Qualidade em Educação de Infância: planeamento, avaliação e registo" - Fundação Bissaya Barreto, Coimbra, 5 de abril

1 de 21
Baixar para ler offline
II Encontro | Qualidade em Educação de Infância: planeamento, avaliação e registo
Henrique Santos
Educador de Infância
Envolver as Famílias no
Processo Educativo
As potencialidades das TIC
Henrique Santos
Coimbra
Abril de 2008
Envolver as Famílias no
Processo Educativo
As potencialidades das TIC
Henrique Santos
Coimbra
Abril de 2008
II Encontro | Qualidade em Educação de Infância: planeamento, avaliação e registo
Henrique Santos
Educador de Infância
As Pessoas e os ComputadoresAs Pessoas e os Computadores
uma nova relauma nova relaçção com o saberão com o saber
um novo tipo de interacum novo tipo de interacçção socialão social
II Encontro | Qualidade em Educação de Infância: planeamento, avaliação e registo
Henrique Santos
Educador de Infância
O computador tende a provocar
reacções fortes
O computador tende a provocar
reacções fortes
Os adultos, em especial osOs adultos, em especial os
que por qualquer razão nãoque por qualquer razão não
utilizam, de forma especutilizam, de forma especíífica,fica,
vêem o computador, comvêem o computador, com
cepticismo, receio e algumacepticismo, receio e alguma
desconfiandesconfianççaa
As crianAs criançças vêem oas vêem o
computador comcomputador com
curiosidade ecuriosidade e
naturalidade, ou mesmonaturalidade, ou mesmo
com entusiasmo e prazer.com entusiasmo e prazer.
II Encontro | Qualidade em Educação de Infância: planeamento, avaliação e registo
Henrique Santos
Educador de Infância
Os bloqueios e as
sintonias
que se
estabelecem com
as máquinas têm
origens muito
mais afectivas do
que cognitivas.
Os bloqueios e asOs bloqueios e as
sintoniassintonias
que seque se
estabelecem comestabelecem com
as mas mááquinas têmquinas têm
origens muitoorigens muito
mais afectivas domais afectivas do
que cognitivas.que cognitivas.
II Encontro | Qualidade em Educação de Infância: planeamento, avaliação e registo
Henrique Santos
Educador de Infância
Os processos tecnológicos do computador permitem o
desenvolvimento de três factores de desenvolvimento:
Os processos tecnológicos do computador permitem o
desenvolvimento de três factores de desenvolvimento:
atravatravéés da programas da programaçção do seu problema, o indivão do seu problema, o indivííduo tornaduo torna--sese
agente da sua aprendizagem, logo, o computador, enquantoagente da sua aprendizagem, logo, o computador, enquanto
estrutura promotora de problemas, tornaestrutura promotora de problemas, torna--se objecto promotorse objecto promotor
de conhecimento;de conhecimento;
o computador permite concretizar o domo computador permite concretizar o domíínio formal e dessanio formal e dessa
forma ajuda a construir a inteligência para lforma ajuda a construir a inteligência para láá do pensamentodo pensamento
concreto e;concreto e;
o computador ajuda a pensar sobre o pensamento e faz deo computador ajuda a pensar sobre o pensamento e faz de
quem reflecte um epistemquem reflecte um epistemóólogologo
II Encontro | Qualidade em Educação de Infância: planeamento, avaliação e registo
Henrique Santos
Educador de Infância
Antes de utilizar as TIC deve fazerAntes de utilizar as TIC deve fazer--se umse um
levantamento profundo das problemlevantamento profundo das problemááticas nasticas nas
quais esse instrumento de trabalho pode darquais esse instrumento de trabalho pode dar
uma contribuiuma contribuiçção importante.ão importante.
Os instrumentos tecnolOs instrumentos tecnolóógicos devem entrargicos devem entrar
nono fim de um processo de anfim de um processo de anáálise crlise crííticatica dosdos
problemas pedagproblemas pedagóógicos em vez de ser umagicos em vez de ser uma
solusoluççãoão a prioria priori

Recomendados

Avaliar "Competência". Como e porquê?
Avaliar "Competência". Como e porquê?Avaliar "Competência". Como e porquê?
Avaliar "Competência". Como e porquê?Henrique Santos
 
Proinfo a importancia no tratamento de dados
Proinfo a importancia no tratamento de dadosProinfo a importancia no tratamento de dados
Proinfo a importancia no tratamento de dadosalessandravezani
 
Fundacao D Pedro IV - 2011
Fundacao D Pedro IV - 2011Fundacao D Pedro IV - 2011
Fundacao D Pedro IV - 2011Henrique Santos
 
Teletrabalho docente no mundo pós pandemia
Teletrabalho docente no mundo pós pandemia Teletrabalho docente no mundo pós pandemia
Teletrabalho docente no mundo pós pandemia Fabio Batalha M Barros
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (17)

Projeto Pedagógico Mind Lab - vol1
Projeto Pedagógico Mind Lab - vol1Projeto Pedagógico Mind Lab - vol1
Projeto Pedagógico Mind Lab - vol1
 
TR35_G02_Ana Flávia Camboim
TR35_G02_Ana Flávia CamboimTR35_G02_Ana Flávia Camboim
TR35_G02_Ana Flávia Camboim
 
2
22
2
 
O planejamento em espiral jesus
O planejamento em espiral jesusO planejamento em espiral jesus
O planejamento em espiral jesus
 
Trabalho na revista grazi
Trabalho na revista graziTrabalho na revista grazi
Trabalho na revista grazi
 
I Jornada em NeuroEducação
I Jornada em NeuroEducaçãoI Jornada em NeuroEducação
I Jornada em NeuroEducação
 
avaliar on line
avaliar on lineavaliar on line
avaliar on line
 
As tecnologias e a prática docente
As tecnologias e a prática docenteAs tecnologias e a prática docente
As tecnologias e a prática docente
 
Paper fabia moreira_1202062
Paper fabia moreira_1202062Paper fabia moreira_1202062
Paper fabia moreira_1202062
 
Jornal fenix digital n4
Jornal fenix digital n4Jornal fenix digital n4
Jornal fenix digital n4
 
Jornal fenix n4vdfp_9março
Jornal fenix n4vdfp_9marçoJornal fenix n4vdfp_9março
Jornal fenix n4vdfp_9março
 
Redes Sociais ou Sociedades em Rede
Redes Sociais ou Sociedades em RedeRedes Sociais ou Sociedades em Rede
Redes Sociais ou Sociedades em Rede
 
Maria goretti ivete, neiva, andreia, edriane, juca, nelsi
Maria goretti   ivete, neiva, andreia, edriane, juca, nelsiMaria goretti   ivete, neiva, andreia, edriane, juca, nelsi
Maria goretti ivete, neiva, andreia, edriane, juca, nelsi
 
A educação e os desafios da contemporaneidade.
A educação e os desafios da contemporaneidade.A educação e os desafios da contemporaneidade.
A educação e os desafios da contemporaneidade.
 
Que Educação "Tecnológica"?
Que Educação "Tecnológica"?Que Educação "Tecnológica"?
Que Educação "Tecnológica"?
 
Mariana busin
Mariana businMariana busin
Mariana busin
 
Ad1 de ead
Ad1 de eadAd1 de ead
Ad1 de ead
 

Destaque

Dificuldades de inserção profissional dos professores em início de Carreira
Dificuldades de inserção profissional dos professores em início de CarreiraDificuldades de inserção profissional dos professores em início de Carreira
Dificuldades de inserção profissional dos professores em início de CarreiraHenrique Santos
 
Chapter 4 : Security Part II Auditing Database System
Chapter 4 : Security Part II Auditing Database SystemChapter 4 : Security Part II Auditing Database System
Chapter 4 : Security Part II Auditing Database Systemrefidelia19
 
Projeto em Educação/Animação Comunitária.
Projeto em Educação/Animação Comunitária.Projeto em Educação/Animação Comunitária.
Projeto em Educação/Animação Comunitária.Henrique Santos
 
Alteração contrato social falecimento
Alteração contrato social falecimentoAlteração contrato social falecimento
Alteração contrato social falecimentodiegogomesjorge
 
Lexeme - Bedeutung und Pragmatische Eigenschaften
Lexeme - Bedeutung und Pragmatische EigenschaftenLexeme - Bedeutung und Pragmatische Eigenschaften
Lexeme - Bedeutung und Pragmatische EigenschaftenJelena Kostic-Tomovic
 
Drainag thestuffpoint.co m
Drainag thestuffpoint.co mDrainag thestuffpoint.co m
Drainag thestuffpoint.co mAbu Bakar Soomro
 
Class & teacher feedback- rough cut
Class & teacher feedback- rough cutClass & teacher feedback- rough cut
Class & teacher feedback- rough cutNadia Sherlock
 
Tema 3 la historia de la tierra
Tema 3 la historia de la tierraTema 3 la historia de la tierra
Tema 3 la historia de la tierrasalowil
 
The Pharmacological Intervention in Drug and Alcohol Addiction
The Pharmacological Intervention in Drug and Alcohol AddictionThe Pharmacological Intervention in Drug and Alcohol Addiction
The Pharmacological Intervention in Drug and Alcohol AddictionColleen Farrelly
 
Trabajo gerencia industrial
Trabajo gerencia industrialTrabajo gerencia industrial
Trabajo gerencia industrialaltuvej
 

Destaque (20)

Dificuldades de inserção profissional dos professores em início de Carreira
Dificuldades de inserção profissional dos professores em início de CarreiraDificuldades de inserção profissional dos professores em início de Carreira
Dificuldades de inserção profissional dos professores em início de Carreira
 
Evolucion historia medicina
Evolucion historia medicinaEvolucion historia medicina
Evolucion historia medicina
 
Chapter 4 : Security Part II Auditing Database System
Chapter 4 : Security Part II Auditing Database SystemChapter 4 : Security Part II Auditing Database System
Chapter 4 : Security Part II Auditing Database System
 
Projeto em Educação/Animação Comunitária.
Projeto em Educação/Animação Comunitária.Projeto em Educação/Animação Comunitária.
Projeto em Educação/Animação Comunitária.
 
Presentació
PresentacióPresentació
Presentació
 
Alteração contrato social falecimento
Alteração contrato social falecimentoAlteração contrato social falecimento
Alteração contrato social falecimento
 
Plant Based Lifestyle
Plant Based LifestylePlant Based Lifestyle
Plant Based Lifestyle
 
Lexeme - Bedeutung und Pragmatische Eigenschaften
Lexeme - Bedeutung und Pragmatische EigenschaftenLexeme - Bedeutung und Pragmatische Eigenschaften
Lexeme - Bedeutung und Pragmatische Eigenschaften
 
Drainag thestuffpoint.co m
Drainag thestuffpoint.co mDrainag thestuffpoint.co m
Drainag thestuffpoint.co m
 
France
FranceFrance
France
 
Class & teacher feedback- rough cut
Class & teacher feedback- rough cutClass & teacher feedback- rough cut
Class & teacher feedback- rough cut
 
Tema 3 la historia de la tierra
Tema 3 la historia de la tierraTema 3 la historia de la tierra
Tema 3 la historia de la tierra
 
The Pharmacological Intervention in Drug and Alcohol Addiction
The Pharmacological Intervention in Drug and Alcohol AddictionThe Pharmacological Intervention in Drug and Alcohol Addiction
The Pharmacological Intervention in Drug and Alcohol Addiction
 
Bdmorning com
Bdmorning comBdmorning com
Bdmorning com
 
Human Rights Memory
Human Rights MemoryHuman Rights Memory
Human Rights Memory
 
Catalysts Notes
Catalysts NotesCatalysts Notes
Catalysts Notes
 
Legacy of india
Legacy of india Legacy of india
Legacy of india
 
Trabajo gerencia industrial
Trabajo gerencia industrialTrabajo gerencia industrial
Trabajo gerencia industrial
 
Unit 1 sample assessment material
Unit 1 sample assessment materialUnit 1 sample assessment material
Unit 1 sample assessment material
 
COURSE 3 - HIV&AIDS A South African perspective
COURSE 3 - HIV&AIDS A South African perspectiveCOURSE 3 - HIV&AIDS A South African perspective
COURSE 3 - HIV&AIDS A South African perspective
 

Semelhante a Envolver as Famílias no Processo Educativo. As potencialidades das TIC

Jardim de Infância e Família. Como podem as TIC ajudar?
Jardim de Infância e Família. Como podem as TIC ajudar?Jardim de Infância e Família. Como podem as TIC ajudar?
Jardim de Infância e Família. Como podem as TIC ajudar?Henrique Santos
 
Formar em que e para quê? Algumas Perguntas para nenhuma resposta!
Formar em que e para quê? Algumas Perguntas para nenhuma resposta!Formar em que e para quê? Algumas Perguntas para nenhuma resposta!
Formar em que e para quê? Algumas Perguntas para nenhuma resposta!Henrique Santos
 
Tecnologias e Educação Infantil
Tecnologias e Educação InfantilTecnologias e Educação Infantil
Tecnologias e Educação InfantilVera Zacharias
 
Será que "educamos" no jardim de infância?
Será que "educamos" no jardim de infância?Será que "educamos" no jardim de infância?
Será que "educamos" no jardim de infância?Henrique Santos
 
Tecnófilo: A utilização do computador na vida escolar
Tecnófilo: A utilização do computador na vida escolarTecnófilo: A utilização do computador na vida escolar
Tecnófilo: A utilização do computador na vida escolarVictoria Ruas
 
Competências para a economia digital
Competências para a economia digitalCompetências para a economia digital
Competências para a economia digitalLuciano Sathler
 
Trabalhopronto projeto 2011
Trabalhopronto projeto 2011Trabalhopronto projeto 2011
Trabalhopronto projeto 2011grupoodisseia
 
Projeto Interdisciplinar Odisséia
Projeto Interdisciplinar OdisséiaProjeto Interdisciplinar Odisséia
Projeto Interdisciplinar Odisséiagrupoodisseia
 
TIC e Educação
TIC e EducaçãoTIC e Educação
TIC e EducaçãoRita Brito
 

Semelhante a Envolver as Famílias no Processo Educativo. As potencialidades das TIC (20)

Jardim de Infância e Família. Como podem as TIC ajudar?
Jardim de Infância e Família. Como podem as TIC ajudar?Jardim de Infância e Família. Como podem as TIC ajudar?
Jardim de Infância e Família. Como podem as TIC ajudar?
 
Formar em que e para quê? Algumas Perguntas para nenhuma resposta!
Formar em que e para quê? Algumas Perguntas para nenhuma resposta!Formar em que e para quê? Algumas Perguntas para nenhuma resposta!
Formar em que e para quê? Algumas Perguntas para nenhuma resposta!
 
Letramento digital
Letramento digitalLetramento digital
Letramento digital
 
Tecnologias e Educação Infantil
Tecnologias e Educação InfantilTecnologias e Educação Infantil
Tecnologias e Educação Infantil
 
Será que "educamos" no jardim de infância?
Será que "educamos" no jardim de infância?Será que "educamos" no jardim de infância?
Será que "educamos" no jardim de infância?
 
Trabalho
TrabalhoTrabalho
Trabalho
 
TIC para ensino de ELE
TIC para ensino de ELETIC para ensino de ELE
TIC para ensino de ELE
 
Tecnófilo: A utilização do computador na vida escolar
Tecnófilo: A utilização do computador na vida escolarTecnófilo: A utilização do computador na vida escolar
Tecnófilo: A utilização do computador na vida escolar
 
Competências para a economia digital
Competências para a economia digitalCompetências para a economia digital
Competências para a economia digital
 
Crescer em rede:
Crescer em rede: Crescer em rede:
Crescer em rede:
 
Tecnologia de informacao e comunicacao
Tecnologia de informacao e comunicacaoTecnologia de informacao e comunicacao
Tecnologia de informacao e comunicacao
 
Trabalhopronto projeto 2011
Trabalhopronto projeto 2011Trabalhopronto projeto 2011
Trabalhopronto projeto 2011
 
Projeto Interdisciplinar Odisséia
Projeto Interdisciplinar OdisséiaProjeto Interdisciplinar Odisséia
Projeto Interdisciplinar Odisséia
 
As tic em teip
As tic em teip As tic em teip
As tic em teip
 
As tic teip alter
As tic teip alterAs tic teip alter
As tic teip alter
 
Tecnologias
TecnologiasTecnologias
Tecnologias
 
Tecnologias
TecnologiasTecnologias
Tecnologias
 
Tecnologias
TecnologiasTecnologias
Tecnologias
 
Tecnologias
TecnologiasTecnologias
Tecnologias
 
TIC e Educação
TIC e EducaçãoTIC e Educação
TIC e Educação
 

Último

5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...azulassessoriaacadem3
 
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.azulassessoriaacadem3
 
Considere a imagem abaixo: Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...
Considere a imagem abaixo:  Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...Considere a imagem abaixo:  Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...
Considere a imagem abaixo: Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...azulassessoriaacadem3
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...azulassessoriaacadem3
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...azulassessoriaacadem3
 
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Mary Alvarenga
 
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;azulassessoriaacadem3
 
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...azulassessoriaacadem3
 
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxSlides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...azulassessoriaacadem3
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...azulassessoriaacadem3
 
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...azulassessoriaacadem3
 
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;azulassessoriaacadem3
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...excellenceeducaciona
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...azulassessoriaacadem3
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...excellenceeducaciona
 
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...azulassessoriaacadem3
 
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...azulassessoriaacadem3
 

Último (20)

5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
 
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
 
Considere a imagem abaixo: Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...
Considere a imagem abaixo:  Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...Considere a imagem abaixo:  Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...
Considere a imagem abaixo: Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
 
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
 
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
 
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
 
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxSlides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
 
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
 
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
 
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
 
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
 
SANTO AMARO NO LAR VALE FORMOSO _
SANTO AMARO NO LAR VALE FORMOSO         _SANTO AMARO NO LAR VALE FORMOSO         _
SANTO AMARO NO LAR VALE FORMOSO _
 
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
 
Namorar não és ser don .
Namorar não és ser don                  .Namorar não és ser don                  .
Namorar não és ser don .
 

Envolver as Famílias no Processo Educativo. As potencialidades das TIC

  • 1. II Encontro | Qualidade em Educação de Infância: planeamento, avaliação e registo Henrique Santos Educador de Infância Envolver as Famílias no Processo Educativo As potencialidades das TIC Henrique Santos Coimbra Abril de 2008 Envolver as Famílias no Processo Educativo As potencialidades das TIC Henrique Santos Coimbra Abril de 2008
  • 2. II Encontro | Qualidade em Educação de Infância: planeamento, avaliação e registo Henrique Santos Educador de Infância As Pessoas e os ComputadoresAs Pessoas e os Computadores uma nova relauma nova relaçção com o saberão com o saber um novo tipo de interacum novo tipo de interacçção socialão social
  • 3. II Encontro | Qualidade em Educação de Infância: planeamento, avaliação e registo Henrique Santos Educador de Infância O computador tende a provocar reacções fortes O computador tende a provocar reacções fortes Os adultos, em especial osOs adultos, em especial os que por qualquer razão nãoque por qualquer razão não utilizam, de forma especutilizam, de forma especíífica,fica, vêem o computador, comvêem o computador, com cepticismo, receio e algumacepticismo, receio e alguma desconfiandesconfianççaa As crianAs criançças vêem oas vêem o computador comcomputador com curiosidade ecuriosidade e naturalidade, ou mesmonaturalidade, ou mesmo com entusiasmo e prazer.com entusiasmo e prazer.
  • 4. II Encontro | Qualidade em Educação de Infância: planeamento, avaliação e registo Henrique Santos Educador de Infância Os bloqueios e as sintonias que se estabelecem com as máquinas têm origens muito mais afectivas do que cognitivas. Os bloqueios e asOs bloqueios e as sintoniassintonias que seque se estabelecem comestabelecem com as mas mááquinas têmquinas têm origens muitoorigens muito mais afectivas domais afectivas do que cognitivas.que cognitivas.
  • 5. II Encontro | Qualidade em Educação de Infância: planeamento, avaliação e registo Henrique Santos Educador de Infância Os processos tecnológicos do computador permitem o desenvolvimento de três factores de desenvolvimento: Os processos tecnológicos do computador permitem o desenvolvimento de três factores de desenvolvimento: atravatravéés da programas da programaçção do seu problema, o indivão do seu problema, o indivííduo tornaduo torna--sese agente da sua aprendizagem, logo, o computador, enquantoagente da sua aprendizagem, logo, o computador, enquanto estrutura promotora de problemas, tornaestrutura promotora de problemas, torna--se objecto promotorse objecto promotor de conhecimento;de conhecimento; o computador permite concretizar o domo computador permite concretizar o domíínio formal e dessanio formal e dessa forma ajuda a construir a inteligência para lforma ajuda a construir a inteligência para láá do pensamentodo pensamento concreto e;concreto e; o computador ajuda a pensar sobre o pensamento e faz deo computador ajuda a pensar sobre o pensamento e faz de quem reflecte um epistemquem reflecte um epistemóólogologo
  • 6. II Encontro | Qualidade em Educação de Infância: planeamento, avaliação e registo Henrique Santos Educador de Infância Antes de utilizar as TIC deve fazerAntes de utilizar as TIC deve fazer--se umse um levantamento profundo das problemlevantamento profundo das problemááticas nasticas nas quais esse instrumento de trabalho pode darquais esse instrumento de trabalho pode dar uma contribuiuma contribuiçção importante.ão importante. Os instrumentos tecnolOs instrumentos tecnolóógicos devem entrargicos devem entrar nono fim de um processo de anfim de um processo de anáálise crlise crííticatica dosdos problemas pedagproblemas pedagóógicos em vez de ser umagicos em vez de ser uma solusoluççãoão a prioria priori
  • 7. II Encontro | Qualidade em Educação de Infância: planeamento, avaliação e registo Henrique Santos Educador de Infância É fundamental que perante uma imensa oferta de fontes de informação, de caminhos possíveis e de ritmos personalizados de aprendizagem, o papel do adulto assuma um protagonismo acrescido. ÉÉ fundamental que perante umafundamental que perante uma imensa oferta de fontes deimensa oferta de fontes de informainformaçção, de caminhos possão, de caminhos possííveis eveis e de ritmos personalizados dede ritmos personalizados de aprendizagem, o papel do adultoaprendizagem, o papel do adulto assuma um protagonismo acrescido.assuma um protagonismo acrescido. .1
  • 8. II Encontro | Qualidade em Educação de Infância: planeamento, avaliação e registo Henrique Santos Educador de Infância Nesse sentido, é de primordial importância que todos nós compreendamos como é que os instrumentos tecnológicos quotidianos (computadores, telemóveis, jogos electrónicos, software, etc.) nos podem ajudar a criar desafios pedagógico- didácticos e, sobretudo, como é que podemos ver devolvido o esforço de dinamização de actividades colaborativas, com base nas TIC. Nesse sentido,Nesse sentido, éé de primordial importânciade primordial importância que todos nque todos nóós compreendamos comos compreendamos como éé queque os instrumentos tecnolos instrumentos tecnolóógicos quotidianosgicos quotidianos (computadores, telem(computadores, telemóóveis, jogosveis, jogos electrelectróónicos, software, etc.) nos podemnicos, software, etc.) nos podem ajudar a criar desafiosajudar a criar desafios pedagpedagóógicogico-- diddidáácticoscticos e, sobretudo, comoe, sobretudo, como éé queque podemos ver devolvido o esforpodemos ver devolvido o esforçço deo de dinamizadinamizaçção de actividades colaborativas,ão de actividades colaborativas, com base nas TIC.com base nas TIC.
  • 9. II Encontro | Qualidade em Educação de Infância: planeamento, avaliação e registo Henrique Santos Educador de Infância Continua a estar no centro da discussão a capacidade de “aproveitar” , ou não, os momentos e os modelos activos que dispomos para tornar intencionais todos os momentos pedagógicos e educativos. Continua a estar no centro daContinua a estar no centro da discussão a capacidade dediscussão a capacidade de ““aproveitaraproveitar”” , ou não, os momentos e, ou não, os momentos e os modelos activos que dispomos paraos modelos activos que dispomos para tornar intencionais todos ostornar intencionais todos os momentos pedagmomentos pedagóógicos e educativos.gicos e educativos.
  • 10. II Encontro | Qualidade em Educação de Infância: planeamento, avaliação e registo Henrique Santos Educador de Infância Há, então, vantagens em utilizar o computador, e as outras tecnologias, para comunicar no Jardim de Infância? HHáá, então, vantagens em, então, vantagens em utilizar o computador, eutilizar o computador, e as outras tecnologias,as outras tecnologias, para comunicar nopara comunicar no Jardim de Infância?Jardim de Infância?
  • 11. II Encontro | Qualidade em Educação de Infância: planeamento, avaliação e registo Henrique Santos Educador de Infância
  • 12. II Encontro | Qualidade em Educação de Infância: planeamento, avaliação e registo Henrique Santos Educador de Infância
  • 13. II Encontro | Qualidade em Educação de Infância: planeamento, avaliação e registo Henrique Santos Educador de Infância
  • 14. II Encontro | Qualidade em Educação de Infância: planeamento, avaliação e registo Henrique Santos Educador de Infância As mensagens electrónicas… …permitem uma comunicação mais rápida e eficaz, bem como um acompanhamento das actividades mais frequente. As mensagensAs mensagens electrelectróónicasnicas…… ……permitem umapermitem uma comunicacomunicaçção maisão mais rráápida e eficaz, bempida e eficaz, bem como umcomo um acompanhamento dasacompanhamento das actividades maisactividades mais frequente.frequente.
  • 15. II Encontro | Qualidade em Educação de Infância: planeamento, avaliação e registo Henrique Santos Educador de Infância Os boletins informativos… …permitem uma informação pontual, num suporte mais tradicional, mas igualmente eficaz. Os boletinsOs boletins informativosinformativos…… ……permitem umapermitem uma informainformaçção pontual,ão pontual, num suporte maisnum suporte mais tradicional, mastradicional, mas igualmente eficaz.igualmente eficaz.
  • 16. II Encontro | Qualidade em Educação de Infância: planeamento, avaliação e registo Henrique Santos Educador de Infância A “marcação” de “acontecimentos” por via electrónica… …permite uma maior rentabilização dos documentos, bem como uma efectiva integração de recursos. AA ““marcamarcaççãoão”” dede ““acontecimentosacontecimentos”” porpor via electrvia electróónicanica…… ……permite uma maiorpermite uma maior rentabilizarentabilizaçção dosão dos documentos, bemdocumentos, bem como uma efectivacomo uma efectiva integraintegraçção deão de recursos.recursos.
  • 17. II Encontro | Qualidade em Educação de Infância: planeamento, avaliação e registo Henrique Santos Educador de Infância A participação em “fóruns” e espaços virtuais de aprendizagem… …adequam o espaço de intervenção dos alunos, do educador e das famílias (por exemplo, através das videoconferências). A participaA participaçção emão em ““ffóórunsruns”” e espae espaççosos virtuais devirtuais de aprendizagemaprendizagem…… ……adequam o espaadequam o espaçço deo de intervenintervençção dos alunos,ão dos alunos, do educador e dasdo educador e das famfamíílias (por exemplo,lias (por exemplo, atravatravéés dass das videoconferências).videoconferências).
  • 18. II Encontro | Qualidade em Educação de Infância: planeamento, avaliação e registo Henrique Santos Educador de Infância A divulgação das iniciativas… …alargam o âmbito de intervenção do e no jardim de infância. A divulgaA divulgaçção dasão das iniciativasiniciativas…… ……alargam o âmbitoalargam o âmbito de intervende intervençção do eão do e no jardim de infância.no jardim de infância.
  • 19. II Encontro | Qualidade em Educação de Infância: planeamento, avaliação e registo Henrique Santos Educador de Infância A estrutura administrativa… …facilidade e rapidez de processos; modelação de registos, eficácia da comunicação. A estruturaA estrutura administrativaadministrativa…… ……facilidade e rapidezfacilidade e rapidez de processos;de processos; modelamodelaçção deão de registos, eficregistos, eficáácia dacia da comunicacomunicaçção.ão.
  • 20. II Encontro | Qualidade em Educação de Infância: planeamento, avaliação e registo Henrique Santos Educador de Infância
  • 21. II Encontro | Qualidade em Educação de Infância: planeamento, avaliação e registo Henrique Santos Educador de Infância Henrique Santos henriquehsantos@gmail.com 2008 Henrique Santos henriquehsantos@gmail.com 2008