A.Apres.Educ.Amb.RemissõEs

297 visualizações

Publicada em

Abordagem breve sobre o descaso relacionado com a proposta da educação ambiental.

Publicada em: Educação, Tecnologia, Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
297
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A.Apres.Educ.Amb.RemissõEs

  1. 1. Sociedade, meio ambiente, cidadania e educação, são palavras e conceitos empregados atualmente à exaustão. Um provérbio chinês diz que quando utilizamos uma palavra em demasia, o que é nomeado por ela mostra-se escasso, esquecido ou inexistente.
  2. 2. Realmente, ainda não alcançamos A níveis satisfatórios de organização da sociedade. O meio ambiente, em nosso país, apresenta-se extremamente vulnerável. A educação, em seu sentido mais amplo, enfrenta acentuados problemas de qualidade e não alcançou patamares desejáveis de democratização.
  3. 3. Concomitantemente, a A cidadania, em sua expressão clássica, ainda engatinha, e o desenvolvimento da educação ambiental ou da ecocidadania, ao seu turno, continua revestida de um caráter utópico e distante.
  4. 4. A A educação ambiental constitui uma área de conhecimento eminentemente interdisciplinar, em razão dos diversos fatores interligados e necessários ao diagnóstico e à intervenção que se pressupõe.
  5. 5. A Historicamente, a educação ambiental vem se impondo às preocupações de vários setores sociais como um campo conceitual, político e ético.
  6. 6. A Ter a educação ambiental como objeto de reflexão, motivo para a participação em ações em diferentes instâncias sociais, exige a garantia de alguns pressupostos:
  7. 7. [1] acesso aoA conhecimento; [2] direito a formas de organização de pessoas, a partir da consciência de direitos e deveres; [3] participação nos diálogos, debates, discussões e trocas de idéias.
  8. 8. A Assim, a partir dessas premissas, é conscientemente normal afirmar que a educação ambiental tem aspecto político e também, transformadora da realidade sócioambiental.
  9. 9. Politizar a educação A ambiental implica também em desenvolver a noção de qualidade de vida e a compreensão da importância de trabalhar pela qualidade da própria vida, estimular sua redistribuição para aqueles que ainda não a têm.
  10. 10. Qualidade de vida pode ser definida A como: a soma das condições econômicas, ambientais, científico-culturais e políticas coletivamente construídas e postas à disposição dos indivíduos para que estes possam realizar suas potencialidades, incluindo a acessibilidade à produção e ao consumo, aos meios para produzir cultura, ciência e arte, bem como pressupõe a existência de mecanismos de comunicação, de informação, de participação e de influência nos destinos coletivos.

×