Organizações Formais e Não-formais

310 visualizações

Publicada em

Geografia C
12º ano
Organizações Formais e Não-formais

OMC e Equality Now

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
310
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • http://www.jornallivre.com.br/165825/o-que-e-a-organizacao-mundial-do-comercio.html
  • Organizações Formais e Não-formais

    1. 1. EQUALITY NOWEnding Violence and descrimination against women and girls around the world. ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DO COMÉRCIO ESCOLA SECUNDÁRIA JÁCOME RATTON ESCOLA SECUNDÁRIA JÁCOME RATTON TRABALHO REALIZADO POR: Francisca Maria Ana Freire
    2. 2. Organização Mundial do Comércio Organização internacional que trata das regras do comércio internacional entre os países
    3. 3. Fundada 15 de Abril de 1994 Entrada em funcionamento 1 de Janeiro de 1995
    4. 4. Antecedentes Agosto de 1942 Os Estados Unidos convidam os seus aliados de guerra a iniciar negociações Cria-se a Organização Internacional do Comércio GATT (General Agreement on Tariffs and Trade)
    5. 5. Auxiliar os fornecedores de bens e serviços, exportadores e importadores, a conduzir os seus negócios através da redução dos obstáculos ao comércio livre Objectivo
    6. 6. A atuação da OMC destaca-se por alguns princípios na busca do livre comércio e também da igualdade entre os países Princípios
    7. 7. Princípio da Não-Discriminação
    8. 8. Princípio da Previsibilidade
    9. 9. Princípio da Concorrência Leal
    10. 10. Princípio da Proibição de Restrições Quantitativas
    11. 11. Princípio do Tratamento Especial e Diferenciado para Países em Desenvolvimento
    12. 12. → Gerenciar os acordos que compõem o sistema multilateral de comércio → Servir de fórum para comércio internacional (assinar acordos internacionais) → Supervisionar a adoção dos acordos e implementação destes acordos pelos membros da organização (verificar as politicas comerciais nacionais) Funções
    13. 13. Membros Membros representados pela União Europeia Observadores Não-membros
    14. 14. 1ª Ronda Genebra 1947 (23 Países participantes) Tema: tarifas 2ª Ronda Annecy 1949 (13 Países participantes) Tema: tarifas 3ª Ronda Torquay 1950 – 1951 (38 Países participantes) Tema: tarifas 4ª Ronda Genebra 1955 – 1956 (26 Países participantes) Tema: tarifas 5ª Ronda Dillon 1960 – 1961 (26 Países participantes) Tema: tarifas
    15. 15. 6ª Ronda Kennedy 1964 – 1967 (62 Países participantes) Tema: tarifas e medidas antidumping 7ª Ronda Tóquio 1973 – 1979 (102 Países participantes) Tema: Tarifas, medidas não tarifárias, cláusula de habilitação 8ª Ronda Uruguai 1986 – 1993 (123 Países participantes) Tema: tarifas, agricultura, serviços, propriedade intelectual, medidas de investimento, novo marco jurídico, OMC. 9ª Ronda Doha 2001 – ? (149 Países participantes) Tema: tarifas, agricultura, serviços, facilitação de comércio, solução de controvérsias, "regras".
    16. 16. EQUALITY NOW “Acabar com a violência e discriminação contra as mulheres em todo o mundo”
    17. 17. Equality Now Organização feminista que defende os direitos das mulheres e igualdade de géneros em todo o mundo Fundada 1992 A igualdade de género Universalidade A reciprocidade nas parcerias
    18. 18. Discriminação na lei Violência Sexual Mutilação Genital Feminina Tráfico humano Aumenta a visibilidade internacional através de casos individuais de abusos Mobiliza o apoio público através da associação global Faz pressão política para garantir que os governos promulgam ou aplicam leis e políticas que defendam os direitos das mulheres e raparigas.
    19. 19. Combinando activismo com defesa jurídica internacional, regional e nacional, prevêem um mundo em que as mulheres e os homens tenham direitos iguais perante a lei e pleno gozo dos mesmos. Objectivo
    20. 20. 2003 2009 2008 Liderança em questões de tráfico e turismo sexual usando a lei para acabar com a demanda Casos de sucesso À procura de melhores investigações e processos de crimes de violência, e sistemas para corrigir esses crimes Suposições tradicionais desafiadoras – tomar conta da mutilação genital feminina
    21. 21. Webgrafia http://www.jornallivre.com https://www.wto.org/ http://www.gpeari.min-financas.pt/ http://www.equalitynow.org/ http://www.charitynavigator.org/ http://www.posterfortomorrow.org/

    ×